• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 588
  • 27
  • 9
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 638
  • 265
  • 180
  • 114
  • 105
  • 84
  • 78
  • 76
  • 70
  • 59
  • 55
  • 52
  • 48
  • 46
  • 45
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Importancia da quinase de adesão focal na diferenciação miogenica de mioblastos C2C12

Clemente, Carolina Fernanda Manfredi Zambon 08 July 2003 (has links)
Orientador: Kleber Gomes Franchini / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T18:22:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Clemente_CarolinaFernandaManfrediZambon_M.pdf: 19532548 bytes, checksum: 4a95bc20b2e4dd3ebc6b97a62309141d (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A linhagem celular C2C12 é um modelo bem estabelecido para a diferenciação miogênica in vitro. Quando os mitógenos são retirados do meio de cultura (privação de soro fetal bovino), fatores de transcrição específicos são ativados, levando a indução de expressão de miogenina e outros fatores miogênicos. A expressão de miogenina marca o comprometimento dos mioblastos ao processo de diferenciação em músculo esquelético....Observação: O resumo, na integra, podera ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The cellular lineage C2C12 is a well established model ofmyogenic differentiation in vitro. Upon mitogen withdrawal (bovine serum starvation), specific transcription fàctors are activated, leading to the induction of myogenin and other myogenic factors. Myogenin expression marks the commitment ofmyoblasts to the differentiation pathway... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Ciências Médicas
2

Estudo eletromiografico do musculus tibialis anterior (pars proximalis et pars distalis), durante a pedalação em bicicleta ergonometrica, com o pe na posisão normal, em inversão e em eversão

De Marco, Ademir, 1954- 18 February 1986 (has links)
Orientador: Fausto Berzin / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-15T11:17:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DeMarco_Ademir_M.pdf: 4196650 bytes, checksum: d6670de0e9ee014b36a0c84d2b0fbf79 (MD5) Previous issue date: 1985 / Resumo: O músculo tibial anterior direito de 22 voluntários, 11 homens e 11 mulheres com idade entre 17 e 25 anos, foi testado eletromiograficamente durante a pedalação em bicicleta ergométrica livre e com resistência de 2 kg. Foram utilizados eletrodos de agulha coaxiais simples, os quais foram implantados na porção proximal e distal do músculo tibial anterior...Observação: O resumo, na íntegra poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The right tibialis anterior of 22 volunteers, 11 males and 11 females ranging from 17 to 25 years of age, was tested electromyographically during the pedaling of stationary bicycle agains no resistance as wells as against 2 kilograms of resistance. Simple coaxial needle electrodes were used by implantation in the proximal and distal portions of the tibialis anterior...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Biologia e Patologia Buco-Dental
3

Estudio descriptivo del patrón de invervación del músculo pterigoideo : estudio cadavérico

Cisternas Marín, Matías January 2014 (has links)
Trabajo de Investigación Requisito para optar al Título de Cirujano Dentista / Autor no autoriza el acceso a texto completo de su documento / Introducción: El propósito de este estudio descriptivo es caracterizar el patrón de inervación del músculo pterigoideo lateral. Si bien ya se ha estudiado la anatomía e inervación del músculo pterigoideo lateral, no existe gran documentación sobre el recorrido nervioso intramuscular del mismo. Por esta razón se propone en el presente estudio una descripción anatómica del patrón de inervación intramuscular mediante la técnica de tinción de Sihler, que permite observar el recorrido de los nervios al interior de los músculos en los 3 sentidos del espacio. La información aquí expuesta busca ser un aporte tanto para la literatura morfológica del territorio máxilo-facial como para la terapéutica de distintas patologías donde el músculo pterigoideo lateral se vea implicado. Metodología: Se realizó la disección anatómica de 8 músculos pterigoideos laterales del lado derecho de cadáveres conservados. Las muestras fueron sometidas al método de tinción de Sihler y luego observadas bajo lupa estereoscópica y transiluminación. Se realizó fotografía estandarizada dividiendo arbitrariamente el músculo en 3 regiones y se caracterizó el patrón de inervación mediante software computacional. Resultados: Se obtuvieron 7 músculos pterigoideos laterales disecados y teñidos adecuadamente. Se observó presencia de un único tronco nervioso principal en la mayoría de las muestras con la misma dirección y sentido. Se apreciaron además ramos colaterales en las 3 regiones establecidas y se registró que en la región posterior estos se relacionaban con el disco articular en su porción anterior. Se estableció un patrón de inervación común a todos los músculos a través de una descripción anatómica y un esquema representativo. Conclusiones: Mediante la técnica de tinción de Sihler es posible la identificación del tronco temporobucal como el principal responsable de la inervación intramuscular del músculo pteriogoideo lateral.
4

O músculo palmar delgado

Mendes, João de Espregueira January 1926 (has links)
No description available.
5

Análise eletromiográfica dos músculos glúteo máximo, retofemoral, isquiotibial, gastrocnêmio e tibial anterior durante o treinamento proprioceptivo

Pereira, Winicyus Nobre Bispo January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by mariana castro (nanacastro0107@hotmail.com) on 2009-12-01T18:13:18Z No. of bitstreams: 1 dissertaçã Winicyus Nobre Bispo Pereira.pdf: 1153451 bytes, checksum: 4587058fb17595984b2611b3217012f9 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2009-12-01T21:59:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dissertaçã Winicyus Nobre Bispo Pereira.pdf: 1153451 bytes, checksum: 4587058fb17595984b2611b3217012f9 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-01T21:59:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertaçã Winicyus Nobre Bispo Pereira.pdf: 1153451 bytes, checksum: 4587058fb17595984b2611b3217012f9 (MD5) Previous issue date: 2009 / O objetivo geral desta pesquisa foi analisar e comparar a atividade eletromiográfica dos músculos glúteo máximo, retofemoral, isquiotibial, gastrocnêmio e tibial anterior antes, durante e após o treino proprioceptivo com os equipamentos balancim e cama elástica. Foram selecionados 20 participantes, sexo feminino, com IMC<25 e que não apresentassem qualquer disfunção no sistema osteomioarticular das articulações do quadril, joelho e tornozelo. Posteriormente os participantes foram divididos em dois grupos, com dez sujeitos em cada grupo. O grupo 1 foi tratado com o balancim e o grupo 2 com a cama elástica. Os participantes foram posicionados sobre os equipamentos de forma idêntica: semi-flexão do joelho direito em 30º, com os pés desnudos, e jogando uma bolinha ao solo para inibir o controle consciente corporal, permanecendo nesta posição por 30 segundos e descansando 30 segundos. O tratamento foi realizado com 5 sessões semanais, no período de 2 semanas, totalizando 10 sessões. A coleta dos dados foi através da eletromiografia de superfície, para analisar as atividades elétricas dos músculos pesquisados antes, durante e após o treinamento proprioceptivo na 1ª e 10ª sessão. Os resultados obtidos demonstram que: 1) as atividades elétricas musculares geradas pelos equipamentos balancim e cama elástica se assemelham, embora o tempo total da terapia possa ter influenciado neste resultado e 2) diferentemente do balancim, onde a resposta eletromiográfica apresentou tendência para o aumento, a cama elástica induziu uma tendência de diminuição deste sinal, nas 10 sessões após o treinamento dos músculos glúteo máximo, retofemoral e gastrocnêmio. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The general aim of this study was to analyze and compare the electromyography activity of these muscles – maximum gluteus, rectus femoral, hamstring, gastrocnemius and tibialis anterior – before, during and after proprioceptive training with balancin and a small trampoline. It was chosen 20 components, all female, with IMC< 25 and who did not present any dysfunction in the osteomyoarticular system from hip, knee and ankle joints. Later, these individuals were divided in two groups, with ten in each one. Group 1 was treated with balancin and Group 2 with a small trampoline. These subjects were placed over the devices at the same position: the right knee semi-flexed in 30º, bare feet and throwing a small ball on the floor to inhibit a conscious bodily control, staying at this position for 30 seconds and resting 30 seconds too. The treatment was performed 5 times weekly, for two weeks, totaling 10 sections. The fact gathering was through a common electromyography, to analyze the electrical activities from the researched muscles before, during and after proprioceptive training at the 1st and 10th sections. The achieved results showed that: 1) muscle electrical activities effected by balancim and trampoline are similar, although total therapy period could influence this result and 2) differently from balancim, where the electromyography responses presented an increased tendency, the trampoline induced a diminished tendency of this signal, during the 10 sections after treating maximum gluteus, rectus femoral and gastrocnemius muscles.
6

Avaliação eletromiográfica de amputados transfemorais para ativação de membros artificiais / Electromyographyc assessment in transfemoral amputees to enable artificial limbs

Alves, Carolina Girardi 23 July 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade Gama, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Biomédica, 2013. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2013-11-21T19:59:50Z No. of bitstreams: 1 2013_CarolinaGirardiAlves.pdf: 15354248 bytes, checksum: 4a98a37a4fc3a507f927b90140edf7ca (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-11-25T11:18:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_CarolinaGirardiAlves.pdf: 15354248 bytes, checksum: 4a98a37a4fc3a507f927b90140edf7ca (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-25T11:18:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_CarolinaGirardiAlves.pdf: 15354248 bytes, checksum: 4a98a37a4fc3a507f927b90140edf7ca (MD5) / A amputação transfemoral gera uma série de mudanças nas funções biomecânicas no corpo do indivíduo e que podem interferir no dia a dia do amputado. Tais mudanças podem gerar padrões de postura e de marcha diferentes, a fim de se adaptarem à perda do membro. O presente estudo tem como objetivo avaliar a viabilidade eletromiográfica de diferentes músculos do quadril em indivíduos amputados transfemorais unilaterais de membro inferior correlacionando os achados em indivíduos normais para o controle de um membro artificial desenvolvido pelo laboratório de automação e robótica da Universidade de Brasília. Os voluntários foram divididos em dois grupos: oito amputados, os quais são do sexo masculino e fisicamente ativos e um grupo controle composto por oito indivíduos do sexo masculino, não amputados e não sedentários. Os músculos do quadril foram avaliados de acordo com o consenso geral de colocação de eletrodos preconizado pelo projeto europeu SENIAM. Foram selecionados músculos da perna sadia e do coto residual, sendo eles: reto femoral (RF), semitendinoso (ST), além de musculaturas paravertebrais e bíceps femoral (BF). Dessa forma, foram analisados músculos esqueléticos agonistas e antagonistas durante a contração isométrica nos movimentos de flexão e extensão do quadril os quais foram controlados por uma cadeira isocinética e depois durante o ciclo de marcha, na esteira. Assim foi possível determinar um padrão de amplitude (RMS) e frequência mediana (Fmed) dos sinais eletromiográficos para os amputados e também possibilitou a mensuração do pico médio de torque (PMT) desses músculos para futuras análises no controle membros artificiais. __________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The transfemoral amputation leads to a series of changes in functional biomechanics body that can interfere with daily life of the amputee can generate patterns of posture and gait to compensate for the loss of the limb. This study aims assessing the eletectromyographic feasibility of different hip muscles on transfemoral unilateral lower limb amputees in control of artificial limbs, which were developed by the laboratory of electrical engineering and robotics at the University of Brasilia. The volunteers will be split into two groups: eight male, physically active amputees and a control group who are also eight male, healthy, but they are non-amputees individuals. The hip muscles will be assessed in accordance with the general consensus of the placing of electrodes established by the European project SENIAM. Healthy leg muscles were selected and they are: retus femoralis (RF), semitendineous (ST), in addition to paravertebral muscles and bíceps femoralis (BF). In this way, agonists and antagonists skeleton muscles were evaluated during the isometric contraction of hip’s movements of extension and flexion, which were controlled by an isokinect chair and them during gait on a treadmill. So, it was possible to assess a pattern of electromyographic signals in amplitude (RMS) and median frequency (Fmed) of the amputees and it were also possible to measure the mean torque pikes (PMT) of these skeleton muscles to future assessments on artificial limbs control.
7

Musculo vasto lateral obliquo correlações anatomo-clinicas

Grosso, Debora Bevilaqua 09 February 1996 (has links)
Orientador: Fausto Berzin / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-20T23:56:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Grosso_DeboraBevilaqua_M.pdf: 3863006 bytes, checksum: ebabad9e3061b2449a61157ecfb3c7c9 (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Trinta e duas coxas foram dissecadas com o objetivo de se estudar as duas porções do músculo vasto lateral e os respectivos ângulos de inserção na patela, bem como suas relações com as estruturas associadas: retináculo lateral e tracto iliotibial. De acordo com os resultados obtidos, o músculo vasto lateral divide se em duas porções: uma longa e proximal, o vasto lateral longo e outra oblíqua e distal, o vasto lateral oblíquo. O músculo vasto lateral oblíquo origina-se da linha áspera do fêmur e septo intermuscular lateral inserindo-se por tendão próprio, o qual dirige-se inferior e lateralmente ao músculo vasto lateral longo, unindo-se a este na borda superolateral da patela, freqüentemente unido à cápsula articular. As fibras distais do músculo vasto lateral oblíquo apresentaram-se interdigitadas no retináculo lateral e tracto iliotibial. A porção superficial do músculo vasto lateral oblíquo mediu em média 8,95cm e as porções distal e proximal do seu ventre muscular distaram respectivamente 2,2cm e 11, 15cm do epicôndilo lateral. Os ângulos de inserção na patela foram, em média, de 13,6 graus para o músculo vasto lateral longo e 50,4 graus para o músculo vasto lateral oblíquo. Através dos resultados, concluímos que o músculo vasto lateral é dividido em duas porções distintas: o músculo vasto lateral longo e o músculo vasto lateral oblíquo. O músculo vasto lateral oblíquo é um importante estabilizador dinâmico da patela e por apresentar suas fibras distais interdigitadas no retináculo lateral e tracto iliotibial confere à essas estruturas estabilizadoras estáticas u!l1 caráter dinâmico, além de exercer por sua angulação, um importante vetor de tração lateral da patela / Abstract: Thirty-two thigh were dissecated to study the two parts of the vastus lateralís and its respective angles of the patella insertion, as well as the relation with the two associated structures as lateral retinaculum and iliotibial tract. According to the results obtained the vastus lateralís muscle is divided into two parts: one long and p roxi mal part, (vastus lateralís longus) and another oblique and distal, (vastus lateralís oblíquos). The vastus lateralís oblíquos muscle originated from the rough line of the femur and lateral intermuscular septum, being inserted for a tendon that goes inferior and lateral to the vastus lateralís longus muscle, joining to it at the superior and lateral patella board, frequently joined to the articular capsule. The distal fibers of the vastus lateralís obliquos presents themselves interdigitated at the lateral retinaculum and iliotibial tract. The superficial part of the vastus lateralís oblíquos muscle measured 8,95cm on average and the distal and proximal parts of its muscle belly had a distance of 2,2cm and 11, 15cm respectively from the lateral epicondilo. The insertion angles at the patella were 13,6 degrees for the vastus lateraris longus muscle and 50,4 degrees for the vastus lateralís oblíquos muscle. From these results, we can conclude that vastus lateralís muscle is dividided into two distinct parts: the vastus lateralís longus muscle and the vastus lateralís oblíquos muscle. The vastus lateralis oblíquos muscle it is an important stabilizer of the patella and for presenting its fibers interdigitated at the lateral retinaculum and iliot~bial tract confers to these static stabilizers structures, dinamic features. Besides to exert an important lateral traction force of the patella , for its angulation / Mestrado / Periodontia / Mestre em Ciências
8

Estudo do periodo silente do musculo abdutor curto do polegar em individuos normais e em pacientes com sindrome do tunel do carpo

Alves, Roselaine Palhares 20 March 1997 (has links)
Orientadores: Luiz Antonio de Lima Resende, Fausto Berzin / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-22T12:57:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Alves_RoselainePalhares_M.pdf: 2031468 bytes, checksum: c8d2b310401db67a34198364b0260040 (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Estudou-se a duração do período silente do músculo abdutor curto do polegar em 10 indivíduos normais e em 10 pacientes com síndrome do túnel do carpo de ambos os sexos. Durante uma contração isométrica máxima mantida com o polegar em abdução, contra resistência imposta pelo examinador, um estímulo supra-máximo foi aplicado no nervo mediano. Foi feita a superposição dos três traçados das respostas obtidas pela estimulação. Para que obtivéssemos a média de cada voluntário e de cada paciente, fizemos a subtração da onda "F" , e então obtivemos a média da duração do período silente .de cada indivíduo. A média geral dos dez voluntários normais foi de 74,56 milisegundos. Este resultado é menor do que aqueles descritos na literatura, devido ao procedimento usado neste estudo: subtração da onda' I "F" da duração total do período silente. A média geral da duração do período silente em pacientes com síndrome do túnel do carpo foi de 94,78 milisegundos, apresentando assim um retardo de 20,22 milisegundos em relação ao grupo de voluntários normais. Nos 10 pacientes com síndrome do túnel do carpo observaram-se alterações predominantes das fibras sensitivas em relação às motoras. Este estudo sugere uma participação predominante das aferências na eletrogênese do período silente. Por outro lado, é possível que o estudo do período silente seja método coadjuvante no diagnóstico eletrofisiológico da síndrome do túnel do carpo / Abstract: The duration of the silent period in abductor pollicis brevis muscle from normal subjects and patients with carpal tunnel syndrome was studíed. Ten (10) normal voluntaries and ten (10) patients (male and female) were examined. During a maximal isommetric contraction maintaind with the pollicis in abduction, adversely the resistence imposed by the examinator, a supramaximal electrial stimulation was applied ion the median nerve. The superposition of three traces from responses obtained by stimulation was done. To obtain the averàge from each voluntary and each patient, the subtraction of the wave "F" was done, than the average of duration of the silent period from each person was obtained. The general average from ten (10) nqrmal voluntaries was 74,56 msec. This result presented a lower average than those discribed in the líterate, because of the method used in this study, the subtraction of the wave "F" from the total duration of the silent período The general average of the duration of the silent period in patients with the carpal tunnel syndrome was 94,78msec, presenting a retard of 20,22 msec according to the normal voluntaries group. In ten (10) patients with the carpal tunnel syndrome predominant alterations from sensitive fibres to motor fibres were observed. his study suggests a predominant participation of the afferents impulses on the electrogenesís of the silent period.The silent period may be a coadjuvant electrofisiological test for díagnoses of carpa I tunnel syndrome / Mestrado / Biologia e Patologia Buco-Dental / Mestre em Ciências
9

Estudo da interação da veratrina com o musculo esqueletico por metodos histoquimicos, ultraestruturais e bioquimicos

Freitas, Erika Maria Silva 11 July 2000 (has links)
Orientador: Maria Alice da Cruz-Hofling / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-27T04:02:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Freitas_ErikaMariaSilva_M.pdf: 38489253 bytes, checksum: da7e283889f4ef7ed3c73ca19515c51d (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: A veratrina é o extrato comercial obtido do Schoenocaulon officinale (Liliaceae), planta nativa da América do Sul e Central, que ativa os canais de sódio-voltagem dependentes, induzindo despolarização persistente e aumento da permeabilidade aos íons sódio em fibras musculares ou nervosas. O objetivo do presente trabalho foi investigar os efeitos da veratrina sobre o músculo esquelético de camundongos e peixes. A expressão fenotípica das fibras oxidativas, oxidativa-glicolíticas e glicolíticas no músculo sóleo (de contração lenta, com fibras predominantemente oxidativas) e EDL (de contração rápida, com maioria de fibras glicolíticas) de camundongos, e do músculo lateral de tilápia foi examinada em vários intervalos de tempo após injeção intramuscular da veratrina. As alterações ultraestruturais nos músculos foram analisadas ao microscópio eletrônico de transmissão. Os efeitos da veratrina foram também examinados em mitocôndrias isoladas de músculo esquelético de camundongos e ratos, e em mitocôndrias de fígado de ratos. Nos camundongos, as fibras oxidativas e as fibras oxidativa-glicolíticas, ambas ricas em mitocôndrias, mostraram um decréscimo da atividade das enzimas oxidativas (NADH TR) após a veratrina. As fibras glicolíticas, com menor número de mitocôndrias foram menos sensíveis ao alcalóide. Já nas tilápias, foram as fibras oxidativas e as glicolíticas que apresentaram maior susceptibilidade ao dano metabólico sob ação do alcalóide. Com relação à atividade contrátil houve um significante decréscimo (P=O.OOl) no número de fibras tipo IIB e um aumento no número de fibras tipo I de camundongos após injeção do alcalóide no EDL. Ao contrário, no músculo sóleo houve um decréscimo nas fibras tipo I e IIA. Além disso, houve o aparecimento de fibras indiferenciadas nos dois músculos ao longo dos 60 nrin do tratamento. Em contraposição, não houve alterações na atividade contrátil dos três tipos de fibras presentes no músculo lateral das tilápias ao longo dos 30 nrin após a adnrinistração do alcalóide, exceto pelo aparecimento de fibras indiferenciadas aos 60 min. As alterações mionecróticas produzidas pela veratrina incluíram dilatação das cisternas ternrinais do retículo sarcoplasmático, hipercontração de miofibrilas, desorganização de sarcômeros, dissociação e/ou ruptura de miofilamentos e dano mitocondrial. Estas alterações se diferenciaram quanto à gravidade e ao tempo de aparecimento nos diferentes músculos. Por exemplo, a dilatação das cisternas do retículo sarcoplasmático ocorreu mais precocemente e foi mais evidenciada nas fibras musculares do EDL do que no sóleo, ao passo que foram sutis nas fibras das tilápias. As alterações mitocondriais entretanto, foram mais precoces e proenrinentes no sóleo do que no EDL. Os efeitos da veratrina nas mitocôndrias isoladas mostraram que o alcalóide desacopla a oxidação fosforilativa em músculos esqueléticos de camundongos e ratos, devido a um aumento na transição da permeabilidade da membrana interna a protóns, de modo não específico. Diferentemente, a atividade respiratória nas mitocôndrias isoladas de figado foi inibida após a adnrinistração da veratrina. Nós concluímos que a interação da veratrina com as fibras musculares é espécie específica, músculo-específica e tipo de fibra específica, e que a interação da veratrina com as mitocôndrias é tecido(órgão )-específica. As alterações mionecróticas induzidas pela 11- veratrina foram atribuídas ao maior influxo de íons sódio e de água para o interior das células, já que estes efeitos foram antagonizados pela tetrodotoxina, um bloqueador de canais de sódio. Entretanto, não podemos descartar a possibilidade de que outros mecanismos, tais como a mobilização de Ca2+ das cisternas do retículo sarcoplasmático ou de mitocôndrias e/ou a penetração da toxina para o interior das células possam estar envolvidos / Abstract: Veratrine, a commercial extract from the South and Central America plant Schoenocaulon officinale (Liliaceae), activates voltage-dependent Na + channels to produce persistent depolarization and an increase in sodium ion penneability in muscle fibers or nerves. The aim of this study was to investigate the effects of the veratrine aIkaloid on skeletal muscle of mice and fish. The phenotypic expression of oxidative, oxidative glycolytic and glycolytic fibers in soleus muscle (slow-twitch, with predominant1y oxidative fibers) and EDL muscle (fast-twitch, with predominant1y glycolytic fibers) of mice, and lateral muscle of tilapia were examined at various times afier intramuscular injection of veratrine. The ultrastructural changes in the muscles were analyzed by transmission electron microscoy. The veratrine effects were also examined in isolated mitochondria from mice and rats skeletal muscle, and in isolated rat liver mitochondria. In mice, oxidative and oxidative-glycolytic fibers, which are rich in mitochondria, showed decreased oxidative enzyme activity (NADH-TR reaction) afier veratrine. Glycolytic fibers, which have fewer number of mitochondria, were less sensitive to the aIkaloid. However, the oxida tive and glycolytic fibers of tilapia were more susceptible to damage by veratrine. There was a significant decrease (P=0.001) in the number oftype IIB fibers and an increase in the number of type I fibers in EDL muscle of mice (m-ATPase reaction) afier aIkaloid injection. In contrast, there was a decrease in type I and lIA fibers of the soleus muscle. Moreover, undifferentiated fibers were present in both muscles throughout the 60 min treatment. Contrarily, there were not alterations in the contractile activity of the three types of fibers present in tilapia lateral muscle up to 30 min afier aIkaloid injection, but undifferentiated fibers were seen afier 60 minutes. The myonecrotic alterations produced by veratrine included swelling of the terminal cisternae sarcoplasmic reticulum, hypercontraction of myofibrils, disorganization of sarcomeres, dissociation and/or rupture of myofilaments and mitochondrial" damage. These alterations differed in gravity and duration in different muscles. Thus, swelling of the sarcoplasmic reticulum cisternae was earlier and more prominent in EDL muscle fibers than in the soleus, and was subtle in tilapia muscle fibers. The mitochondrial alterations though were earlier and more prominent in the soleus than in the EDL. The effects of veratrine in isolated mitochondria showed that the aIkaloid uncouples oxidative phosphorylation in mice and rats skeletal muscle due to an increase in unspecific permeability transition of the inner membrane to protons. Differently, the respiratory activity on isolated liver mitochondria was inhibited afier veratrine administration. We conclude that the interaction of veratrine with muscle fibers is species-specific, muscle-specific and fiber type-specific, and that the interaction of the veratrine with mitochondrial is tissue( organ)-specific. The veratrine induced-myonecrotic alterations were attributed to the higher influx ofNa+ ions and water into cells, since they were antagonized by tetrodotoxin, a Na+ channel blocker. However, the involvement of other mechanisms, such as the mobilization of calcium ions from sarcoplasmic reticulum cisternae or mitochondria, and/or the entry oftoxin into cells cannot be ruled out / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
10

Estudo histoquimico do musculo diafragma do coelho

Patrianova, Marcio Espindola 09 October 1999 (has links)
Orientador: Luiz Antonio de Lima Resende / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-28T16:24:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Patrianova_MarcioEspindola_M.pdf: 6728226 bytes, checksum: 481f31bf4f081e61bd5dbfc12d1cd72b (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: A histoquímica baseia-se em reações bem estabelecidas em química orgânica ou inorgânica, usadas para dar um produto visível à microscopia óptica. Este trabalho teve por objetivo estudo normativo do músculo diafragma de coelhas da raça NorfoIk inglesa. A porção costal do músculo diafragma foi estudada pela histoquímica, em diferentes reações, incluindo-se a reação do NADH-TR, com o objetivo de se determinar a distribuição histoquímica de fibras do tipo I, IIA e IIB. Dentre 1037 fibras estudadas, o porcentual de distribuição histoquímica observado foi de fibras tipo 1,57,3 %; tipo IIA, 19,2 %; tipo IIB, 23,4 %. Conforme o esperado, o músculo diafragma da coelha, por sua atividade contínua na respiração do animal, apresenta-se com grande proporção de fibras do tipo I, resistentes à fadiga / Abstract: The histochemistry came from well established organic and inorganic chemical reactions, used for observation of visible products on optic microscopie. This work had as objective the assestment of the normative histochemical data in the costal portion of the diaphragm muscle from Norfolk English rabbits. The muscle specimens were processed by different histochemial reactions, and the normal distribution of I, IIA and IIB muscle fibers were established from analysis of the NADH-TR reaction. From 1,037 muscle fibres counted, we found 57,3 % of the type I, 19,2 % of the type IIA and 23,4 % of the type IIB. These results are expected, because the diaphragm muscle has a continuous activity during all the life of the animals, and so, need a high proportion of the oxidative type I fibres, resistent to the fadigue / Mestrado / Biologia e Patologia Buco-Dental / Mestre em Odontologia

Page generated in 0.0343 seconds