• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 53
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 54
  • 54
  • 39
  • 37
  • 33
  • 27
  • 20
  • 14
  • 13
  • 12
  • 11
  • 11
  • 10
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Avaliação da eficácia de placas estabilizadoras com padrão de guia balanceada bilateral no controle dos desarranjos internos da ATM / EVALUATION OF THE EFFECTIVITY OF STABILIZATION SPLINTS WITH BILATERAL BALANCED GUIDANCE FOR THE CONTROL OF INTERNAL TMJ DERANGEMENTS

Santos, Carlos Neanes 30 April 2003 (has links)
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de placas estabilizadoras com guia balanceada bilateral, placas com guia pelo canino e placa não oclusiva. Para tal, utilizou-se uma amostra de 57 indivíduos, portadores de sinais e sintomas de deslocamento do disco com redução, com queixa de dor na ATM e sensibilidade à palpação na mesma, em pelo menos um dos lados os quais foram aleatoriamente distribuídos em três grupos: 1º grupo: composto por 19 indivíduos que receberam, como forma de tratamento, uma placa estabilizadora modificada, cujo desenho permita que durante os movimento excursivos houvesse sempre contato simultâneo de parte dos dentes em todos os segmentos da placa. 2º grupo: composto por 20 indivíduos que receberam como forma de tratamento uma placa estabilizadora convencional com guia pelo canino que estabelecia desoclusão de todos os outros dentes nos movimentos excursivos. 3º grupo: composto por 18 indivíduos que receberam uma placa não oclusiva cujo desenho não interferia com a oclusão. Toda a amostra foi acompanhada durante 6 meses, sendo avaliada através da escala de análise visual (EAV); palpação da ATM, dos músculos elevadores da mandíbula, análise dos movimentos da mandíbula e ruído articular. Uma avaliação do relato do paciente em relação ao ruído articular, alteração da oclusão e conforto também foi feita. Os resultados demonstraram que o tipo de guia não influenciou o comportamento de redução da dor, porém ambas as placas oclusais foram superiores à não-oclusiva em relação à escala de dor. E que, estatisticamente, apesar da obtenção de resultados semelhantes com relação aos movimentos de abertura, lateralidade esquerda, protrusivo, dor articular à palpação e na dor à palpação da maioria dos músculos analisados, nesse experimento, as placas com guia balanceada (grupo I) e as com guia pelo canino tiveram melhores resultados clínicos, nesses itens analisados. Com relação ao relato dos indivíduos para o conforto com a placa e ruído articular, houve uma melhor associação para o grupo I e II. Baseados no acima exposto, conclui-se que não há diferença entre a guia balanceada e a guia pelo canino no tratamento de indivíduos com deslocamento do disco com redução. / The aim of this study was to evaluate the effect of balanced splints with bilateral balanced guidance, canine guidance and nonoccluding splints. For that purpose, a study sample was employed comprising 57 individuals presenting with signs and symptoms of disc displacement with reduction and complaint of TMJ pain and tenderness to palpation of the TMJ at least at one side, who were randomly assigned to three groups: 1st group: 19 individuals submitted to therapy with a modified splint, the design of which allowed simultaneous contact of part of the teeth on all parts of the splint during excursive movements. 2nd group: 20 individuals submitted to therapy with a splint with canine guidance, which established disocclusion of all other teeth during excursive movements. 3rd group (control group): 18 individuals who received a nonoccluding splint that did not interfere with the occlusion. The entire sample was followed for 6 months and submitted to evaluation by means of the visual analogue scale (VAS), palpation of the TMJ and jaw elevator muscles and analysis of the mandibular movements and joint sounds. An evaluation concerning the patient’s report regarding the joint sounds, occlusal changes and comfort was also performed. The results demonstrated that the type of guidance did not influence the behavior as to pain reduction, yet both occlusion splints were better than the nonoccluding splint as to the pain scale. Besides, despite of the achievement of similar outcomes in relation to opening, left lateral movement, protrusive movement, TMJ pain to palpation and also pain to palpation of most muscles analyzed, there were statistically better outcomes for the splints with balanced guidance (group I) and the splints with canine guidance. Concerning the subject’s reports for comfort with the splint and joint sound, there was a better association for groups I and II. On this basis, it was concluded that there is no difference between the balanced guidance and the canine guidance for the treatment of individuals with disc displacement with reduction.
2

Avaliação da resistência flexural e rugosidade de resinas acrílicas termopolimerizáveis, empregadas na confecção de placas oclusais, variando técnica e tempo de polimerização / Evaluation of flexural strength and surface roughness of termopolymerized acrylic resins used to fabricate occlusal splints, varying polymerization and curing time

Maia, Alana Paula da Matta 11 February 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-05-21T14:02:06Z No. of bitstreams: 1 2014_AlanaPaulaMattaMaia.pdf: 1387064 bytes, checksum: f7ba951b281f5c623f7b6f76cf8a0135 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-05-23T12:23:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_AlanaPaulaMattaMaia.pdf: 1387064 bytes, checksum: f7ba951b281f5c623f7b6f76cf8a0135 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-05-23T12:23:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_AlanaPaulaMattaMaia.pdf: 1387064 bytes, checksum: f7ba951b281f5c623f7b6f76cf8a0135 (MD5) / A desordem temporomandibular (DTM) é uma doença complexa, cuja natureza não está completamente esclarecida. É a maior causadora de dores faciais e possui etiologia multifatorial. Uma das principais formas de tratamento e controle da sintomatologia da DTM é a placa oclusal, comumente confeccionada em resina acrílica termopolimerizável. O objetivo desse estudo foi o de avaliar a resistência à flexão e rugosidade superficial de resinas acrílicas termopolimerizáveis em função do tempo e técnica de polimerização. Uma resina acrílica termopolimerizável pelo método convencional (Clássico - A. O. Clássico Ltda., Brasil) e duas por energia de micro-ondas (Onda Cryl – A. O. Clássico Ltda., Brasil; e VIPI WAVE - Vipi Produtos Odontológicos Ltda, Brasil) foram estudadas. Para o estudo, foram obtidas 60 amostras, distribuídas em 6 grupos (n= 10). Dos 6 grupos, 3 foram confeccionados de acordo com o tempo recomendado pelo fabricante (grupos I, III e V) e os outros 3 foram confeccionados com aumento de 50% do tempo recomendado pelo fabricante (grupos II, IV e VI). Os testes de resistência à flexão foram realizados por meio de uma máquina de ensaio universal EMIC modelo DL 3000 (EMIC – Equipamentos e Sistemas de Ensaio Ltda., São José dos Pinhais, PR, Brasil) e a análise da rugosidade superficial foi realizada por meio de um rugosímetro (Mitutoyo, Japão). Os valores obtidos foram analisados estatisticamente pela Análise de Variância de três fatores e pelo teste de Tukey a 5% de significância. Para o teste de resistência a flexão todos os grupos apresentaram diferença estatisticamente significativa, sendo a resina Clássico aquela que obteve os melhores resultados quando polimerizada pelo tempo recomendado pelo fabricante; quando o tempo de polimerização foi aumentado em 50%, apenas a resina Onda Cryl apresentou melhoras no desempenho. Para o teste de rugosidade, o único grupo que apresentou diferenças estatísticas significativas foi o grupo da resina VIPI WAVE, que quando polimerizado com aumento de 50% do tempo recomendado pelo fabricante apresentou aumento nos valores de rugosidade superficial. As variáveis tempo e técnica de polimerização influenciaram na resistência à flexão de resinas termopolimerizáveis, com diferença estatística significativa para todos os grupos. Por outro lado, as mesmas variáveis não promoveram diferenças estatisticamente significativas sobre a rugosidade superficial, com exceção do grupo da resina VIPI WAVE com tempo alterado (grupo II) em relação aos demais grupos que receberam o mesmo tratamento. Para resinas polimerizadas por energia de micro-ondas, parece haver dependência entre as variáveis potência do micro-ondas e tempo de polimerização. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The temporomandibular disorder (TMD) is a complex disease whose origin is not completely clear. It is a disease that causes most of the facial pain related and its etiology is multifactorial. The most common treatment approach to the TMD is occlusal splints, and these are usually made of termopolymerized acrylic resins. The purpose of this study was to evaluate the flexural strength and superficial roughness of termopolymerized acrylic resins in function of polymerization technique and curing time. We used one termopolymerized acrylic resin for the conventional method (Clássico- A. O. Clássico Ltd, Brazil), and two for microwaves (Onda Cryl -. A. O. Clássico Ltd, Brazil; VIPI WAVE - Vipi Produtos Odontológicos Ltd, Brazil). For the study, 60 samples created 6 groups (n = 10). From the 6 groups, 3 of them were polymerized as the manufacturer proposed (groups I, III and V) and the other 3 were polymerized with an increase of 50% on the time proposed by the manufacturer (groups II, IV and VI). The analysis was obtained by the use of a universal testing machine (EMIC modelo DL 3000 (EMIC, Brazil), which performed the three point flexural tests and a roughmeter (Mitutoyo, Japan). These measures were submitted to the Analysis of Variance of three factors and Tukey test at a significance level of p = 0.05. For the three point flexural test all groups presented significative statistic differences. The resin Clássico presented the greater values when polymerized as the manufacturer recommended; on the other hand, when polymerization time was increased by 50%, only the resin Onda Cryl presented improvement in its performance. For the surface roughness test, the only group that presented statistically significant difference was the one of VIPI WAVE resin, which presented the higher values of superficial roughness when polymerization time recommended by the manufacturer was increased by 50%. We conclude that the variables time and polymerization method did influence the flexural strength of the termopolymerized resins, with statistically significant difference for all groups. To the contrary, the same variables did not show statistically significant difference on the surface roughness except for group II, which presented statistically significant difference in relation to the other groups that were submitted to the same change of protocol. There seems to be a connection between the variables time of polymerization and power of the microwave for the resins that are polymerized by this source of heat.
3

Avaliação da eficácia de placas estabilizadoras com padrão de guia balanceada bilateral no controle dos desarranjos internos da ATM / EVALUATION OF THE EFFECTIVITY OF STABILIZATION SPLINTS WITH BILATERAL BALANCED GUIDANCE FOR THE CONTROL OF INTERNAL TMJ DERANGEMENTS

Carlos Neanes Santos 30 April 2003 (has links)
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de placas estabilizadoras com guia balanceada bilateral, placas com guia pelo canino e placa não oclusiva. Para tal, utilizou-se uma amostra de 57 indivíduos, portadores de sinais e sintomas de deslocamento do disco com redução, com queixa de dor na ATM e sensibilidade à palpação na mesma, em pelo menos um dos lados os quais foram aleatoriamente distribuídos em três grupos: 1º grupo: composto por 19 indivíduos que receberam, como forma de tratamento, uma placa estabilizadora modificada, cujo desenho permita que durante os movimento excursivos houvesse sempre contato simultâneo de parte dos dentes em todos os segmentos da placa. 2º grupo: composto por 20 indivíduos que receberam como forma de tratamento uma placa estabilizadora convencional com guia pelo canino que estabelecia desoclusão de todos os outros dentes nos movimentos excursivos. 3º grupo: composto por 18 indivíduos que receberam uma placa não oclusiva cujo desenho não interferia com a oclusão. Toda a amostra foi acompanhada durante 6 meses, sendo avaliada através da escala de análise visual (EAV); palpação da ATM, dos músculos elevadores da mandíbula, análise dos movimentos da mandíbula e ruído articular. Uma avaliação do relato do paciente em relação ao ruído articular, alteração da oclusão e conforto também foi feita. Os resultados demonstraram que o tipo de guia não influenciou o comportamento de redução da dor, porém ambas as placas oclusais foram superiores à não-oclusiva em relação à escala de dor. E que, estatisticamente, apesar da obtenção de resultados semelhantes com relação aos movimentos de abertura, lateralidade esquerda, protrusivo, dor articular à palpação e na dor à palpação da maioria dos músculos analisados, nesse experimento, as placas com guia balanceada (grupo I) e as com guia pelo canino tiveram melhores resultados clínicos, nesses itens analisados. Com relação ao relato dos indivíduos para o conforto com a placa e ruído articular, houve uma melhor associação para o grupo I e II. Baseados no acima exposto, conclui-se que não há diferença entre a guia balanceada e a guia pelo canino no tratamento de indivíduos com deslocamento do disco com redução. / The aim of this study was to evaluate the effect of balanced splints with bilateral balanced guidance, canine guidance and nonoccluding splints. For that purpose, a study sample was employed comprising 57 individuals presenting with signs and symptoms of disc displacement with reduction and complaint of TMJ pain and tenderness to palpation of the TMJ at least at one side, who were randomly assigned to three groups: 1st group: 19 individuals submitted to therapy with a modified splint, the design of which allowed simultaneous contact of part of the teeth on all parts of the splint during excursive movements. 2nd group: 20 individuals submitted to therapy with a splint with canine guidance, which established disocclusion of all other teeth during excursive movements. 3rd group (control group): 18 individuals who received a nonoccluding splint that did not interfere with the occlusion. The entire sample was followed for 6 months and submitted to evaluation by means of the visual analogue scale (VAS), palpation of the TMJ and jaw elevator muscles and analysis of the mandibular movements and joint sounds. An evaluation concerning the patient’s report regarding the joint sounds, occlusal changes and comfort was also performed. The results demonstrated that the type of guidance did not influence the behavior as to pain reduction, yet both occlusion splints were better than the nonoccluding splint as to the pain scale. Besides, despite of the achievement of similar outcomes in relation to opening, left lateral movement, protrusive movement, TMJ pain to palpation and also pain to palpation of most muscles analyzed, there were statistically better outcomes for the splints with balanced guidance (group I) and the splints with canine guidance. Concerning the subject’s reports for comfort with the splint and joint sound, there was a better association for groups I and II. On this basis, it was concluded that there is no difference between the balanced guidance and the canine guidance for the treatment of individuals with disc displacement with reduction.
4

Análise da resistência à flexão e da microdureza de resinas acrílicas utilizadas para confecção de placas interoclusais /

Costa, Patrícia dos Santos. January 2006 (has links)
Resumo: As placas interoclusais podem ser confeccionadas por meio de várias técnicas, sendo a resina acrílica o material de escolha mais difundido atualmente. Devido ao fato de as placas serem submetidas a diferentes tipos de forças por um longoperíodo no interior da cavidade bucal, estas podem fraturar-se ou desgastar-se com facilidade. O objetivo do presente estudo foi avaliar e comparar, por meio de ensaio de resistência à flexão e teste de microdureza Knoop, o comportamento das resinas acrílicas térmica e quimicamente ativadas utilizadas na confecção de placas interoclusais, variando-se as técnicas de confecção e processamento. Para tanto, foram confeccionados 60 espécimes divididos em seis grupos (GI, GII, GIII, GIV, GV, GVI), de acordo com o tipo de resina e técnica de processamento utilizadas. Os grupos GI e GII utilizaram resina acrílica termopolimerizável convencional (Clássico), sendo o GI polimerizado em banho de água quente e o GII pela energia de microondas. Para os grupos GIII, GIV, GV e GVI, utilizou-se resina acrílica autopolimerizável (Jet) e as seguintes técnicas de processamento: GIII) polimerização em condição ambiente (23 l 2oC), GIV) sob pressão de 2kgf/cm2 e água a 40°C, GV) sob a mesma pressão e temperatura a seco e GVI) associação de placa de acetato e polimerização em água a 40°C. Após ensaio de flexão, os dados foram submetidos à análise de variância, complementada pelo teste de Tukey (a = 0,05). Para os valores de microdureza, estes foram submetidos ao teste não paramétrico de Kruskal-Wallis (a = 0,05). Verificou-se que GII e GIII apresentaram, respectivamente, os maiores e menores valores de resistência à flexão em relação aos demais grupos. GI e GII apresentaram valores semelhantes de resistência à flexão (p > 0,05). GIV, V e VI não apresentaram diferença significante entre si (p > 0,05), porém foram estatisticamente superiores ao GIII (p < 0,05). / Abstract: The occlusal splints can be fabricated by many techniques and the acrylic resin is the main material used for this propose. The splints can be easily facture or worn because they are subjected to different kinds of forces during a long period in the oral cavity. The objective of this study was to evaluate the flexural strength and Knoop microhardness of a conventional heat-polymerized and an autopolymerized acrylic resin used to fabricate occlusal splints, varying the processing laboratorial techniques. Sixty specimens were manufactured and divided in 6 groups (GI, GII, GIII, GIV, GV, GVI) according to the type of the resin and the processing technique used. GI and GII were manufactured with conventional heatpolymerized acrylic resin (Clássico). GI was hot-water-bath polymerized and GII was microwave polymerized. GIII, GIV and GV specimens were fabricated using an autopolymerized acrylic resin (Jet). GIII was polymerized in air condition (23 l 2oC), GIV under 2kgf/cm2 pressure and in water at 40°C, and GV under the same pressure and temperature at dry condition. The GVI specimens were manufactured using autopolymerized acrylic resin and acetate sheet, polymerized in water at 40°C. The resin specimens were broken using a 3-point load on a testing machine. A ANOVA and Tukey test were performed to identify significant differences (a = .05). Knoop microhardness values were analyzed with Kruskal-Wallis test (a = .05). GII and GIII showed, respectively, the highest and the lowest significantly values of strength comparing with the other groups. GI and GII, manufactured with conventional heat-polymerized acrylic resin showed similar strength (p > .05). GIV, V e VI showed similar values between them, however they were stronger than GIII (p < .05). GII showed the highest significantly values of microhardness even when compared to GI. / Orientador: Paulo Renato Junqueira Zuim / Coorientador: Débora Barros Barbosa / Banca: Alício Rosalino Garcia / Banca: Osvaldo Luiz Bezzon / Mestre
5

Construção de um biomodelo com interposição de placa oclusal para análise de tensões nos discos articulares da ATM pelo método dos elementos finitos

Silva, Carlos Augusto Gomes da January 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2016-05-07T12:04:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000478489-Texto+Parcial-0.pdf: 134804 bytes, checksum: 6d941459abeadf56a9fb5b1afbfe9927 (MD5) Previous issue date: 2016 / The aim of this study was to investigate the possibility of creating a three-dimensional model of the masticatory system of a patient for analysis in MEF. Also, to configure the parameters for the attainment of a clenching test with variations in intensities bite force with the interposition of two occlusal splints of different materials. Using the computed tomography (CT) and magnetic resonance imaging (MRI) of a patient, were built, through the process of reverse engineering, seven pieces to compose a biomodel. Four software was used throughout the process to achieve the desired result. Also, from this model was created finite element mesh of components and defined the boundary conditions. An occlusal splint was created and its physical and mechanical properties were switched to simulate the behavior of two different plates: a rigid and resilient. The model received force vectors that simulate the action of four pairs of muscles: temporal, masseter, medial pterygoid and lateral; and was assigned to these three distinct forces for each test: 25oN, 50oN and 75oN. According to what was found in this study it can be concluded that the construction of a biomodel from CT and MR images are completely feasible. In addition, the methodology used to obtain the models and the settings configured for the tests in MEF resulted in a good approach to clinical reality along the lines of current research. / O objetivo do presente estudo foi verificar a possibilidade da criação de um modelo tridimensional do sistema mastigatório de um paciente para análise em MEF. E também, configurar os parâmetros para a realização de um teste de apertamento dentário com variações nas intensidades de força de mordida com a interposição de duas placas oclusais de diferentes materiais. A partir dos exames de tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM) de um paciente foram construídos, por meio de engenharia reversa, sete peças para compor um biomodelo. Quatro softwares foram usados em todo o processo até atingir o resultado desejado. Ainda, a partir deste modelo foi criada a malha de elementos finitos dos componentes e definidas as condições de contorno. Uma placa oclusal foi criada e suas propriedades físicas e mecânicas foram alternadas para simular o comportamento de duas placas distintas: uma rígida e uma resiliente. O modelo recebeu vetores de força que simularam a ação de quatro pares de músculos: temporal, masséter, pterigoideo medial e lateral; e foi atribuído a estes, três forças distintas para cada teste: 25ON, 50oN e 75oN. De acordo com o que foi apurado neste estudo é possível concluir que a construção de um biomodelo a partir de imagens de TC e RM e plenamente viável. Além disso, a metodologia adotada para obtenção dos modelos e as configurações definidas para os testes em MEF resultaram em uma boa aproximação a realidade clinica seguindo a linha das pesquisas vigentes.
6

Ensaio clínico controlado randomizado paralelo em pacientes com desordem temporomandibular (DTM) tratados com placa de estabilização convencional (tipo Michigan) versus placa CAD/CAM

Hüning, Sandra Vargas January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-01-20T01:01:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000464700-Texto+Parcial-0.pdf: 156455 bytes, checksum: 7c3b708b7ceb70397e85b4dc44651f11 (MD5) Previous issue date: 2014 / Objective: This parallel RCT compared the efficacy of a CAD/CAM versus a conventional stabilization splint in patients with TMD. Materials and Methods: 48 age-matched TMD patients from the Ludwig Maximilian University, Munich (LMU), Prosthodontic Department were randomly allocated into groups I (CAD/CAM splint) and II (conventional splint). The RDC/TMD was used for TMD Axis I (groups I, II and III) and Axis II (chronic pain grade - CPG) diagnoses. Numerical Scales (10 cm TMD/NS) were used to measure headaches, face pain, jaw joint pain, jaw joint noises, mastication pain, neck pain, face tension, limitation of mouth opening, complaints during mastication, and teeth sensitivity at baseline and then monthly during 9 months (T1 to T10). Optical axiography was used to measure both right and left condyle movements (mm) at baseline, at 3 months, and at 6 months (T1 to T3).Results: 32 patients (drop-out rate=33%, 68. 75% women, 28. 51 ± 7. 13 years old), or 16 per group, completed the study. RDC/TMD Axis I showed the following diagnoses: a) 93. 75% muscle disorders, b) 37. 75% disk displacement with reduction, c) 3. 12% disk displacement without reduction, and d) 56. 25% arthralgia. There was a significant reduction in 10 of the 13 items of the TMD/NS scales in the CAD/CAM splint versus 8 items in the conventional splint. However, no significant improvement in mandibular movements (i. e., increase in range of motion) and reduction in asymmetry between right and left condyles was observed. Conclusion: Both treatments were equally efficacious and no difference was found between them. / Objetivo: Este ensaio clínico randomizado (RCT) paralelo comparou a eficácia de uma placa CAD/CAM versus uma placa convencional de estabilização em pacientes com desordem têmporomandibular (TMD).Materiais e Métodos: 48 pacientes com DTM pareados por idade do Departamento de Prótese da Universidade Ludwig Maximilian (LMU), Munique, foram alocados aleatoriamente nos grupos I (placa CAD/CAM) e II (placa convencional). O RDC/TMD foi utilizado para os diagnósticos de TMD Eixo I (grupos I, II e III) e Eixo II (grau de dor crônica – CPG). Escalas numéricas (10 cm TMD/NS) foram utilizadas para medir dor de cabeça, dor facial, dor na ATM, ruídos em ATM, dor a mastigação, dor no pescoço, tensão facial, limitação de abertura bucal, reclamações durante a mastigação e sensibilidade dentária antes do tratamento e então mensalmente durante 9 meses (T1 a T10). Axiografia óptica foi utilizada para medir movimentos (mm) condilares direito e esquerdo durante a abertura maximal bucal antes do tratamento, em 3 meses e em 6 meses (T1 a T3).Resultados: 32 pacientes (taxa de drop-out = 33%, 68. 75 mulheres, 28. 51±7. 13 anos de idade), 16 por grupo, concluíram o estudo. O Eixo I RDC/TMD mostrou os seguintes diagnósticos: a) 93. 75% desordens musculares, b) 37. 75% deslocamento de disco com redução, 3. 12% deslocamento de disco sem redução, e d) 56. 25% artralgia. Houve uma redução significativa em 10 dos 13 itens nas TMD/NS no grupo placa CAD/CAM versus 8 itens no grupo placa convencional. Entretanto, não houve aumento significativo nos movimentos mandibulares (aumento na extensão do movimento) e assim como não foi observado redução na assimetria de movimento entre côndilos direito e esquerdo. Conclusão: Ambos os tratamentos foram igualmente eficazes e não houve diferença encontrada entre eles.
7

Avaliação longitudinal da efetividade das placas oclusais reposicionadoras no controle de patologias da ATM: comparação com placas oclusais estabilizadoras e um grupo controle

Miranda, João Evandro da Silva 25 October 2000 (has links)
O objetivo desse estudo foi avaliar a efetividade das placas oclusais reposicionadoras no controle de patologias intra-articulares da ATM, quando comparadas a um tratamento convencional (placa estabilizadora) e um grupo sem tratamento (controle). A amostra contou de 52 pacientes portadores de sinais e sintomas de desordens intra-articulares da ATM, divididos, aleatoriamente em três grupos, de acordo com o procedimento empregado: grupo I (n=20), utilizou placa estabilizadora, grupo II (n=18) utilizou placa reposicionadora e grupo III (n=14), sem nenhum tratamento. Toda a amostra foi acompanhada durante um ano, sendo avaliada através de questionários anamnésicos, palpação muscular e da ATM, movimentação mandibular e detecção de sons articulares. Uma avaliação da condição oclusal também foi realizada nos diferentes períodos de exame. Os resultados demonstraram uma maior efetividade das placas reposicionadoras na redução inicial da dor relatada pelo paciente, assim como uma diminuição na sensibilidade a palpação na ATM. Todos os grupos mostraram-se semelhantes após seis meses de controle em relação aos sintomas, assim como em relação aos ruídos articulares. Os índices de palpação muscular mostraram-se melhor para todos os grupos, sendo que a oclusão também não se alterou significantemente. Baseado no acima exposto, conclui-se que a terapia de uso parcial das placas reposicionadoras constitui-se num meio efetivo de controle das patologias intra-articulares da ATM. / The aim of this study was to evaluate the effectiveness of repositioning occlusal splints partial use in the management of TMJ intra-articular disorders. A comparison group (using stabilization splints) a control group (with no treatment) were also part of this study. The sample was constituted by 52 patients with complaints of TMJ noises and pain, randomly divided into three groups: I - stabilization splints (n=20), II - repositioning splints (n=18) and III (no treatment). The whole sample was evaluated by means of TMJ and muscle palpation, mandibular range of motion, occlusal contacts and pain Visual Analogue Scale (VAS) for one year. Repeated measurements ANOVA, two way ANOVA, Kruskal-Wallis and Mc Nemar's tests accounted for the statistical analysis. Results have shown a significant improvement (p<0,01 in pain report (VAS) and palpation index for group II. No significant occlusal changes were present in any group. Indeed , muscle palpation values also decreased regardless the group studied (p<0.05). Similar results for pain and join noises reduction were observed after the sixth month of follow-up for the entire sample (including the control group). Based on that, it was concluded that the partial use of repositioning splints are important tools in the management of TMJ pathologies.
8

Efeito das placas estabilizadora rígida, resiliente e não oclusiva na redução dos sinais e sintomas de pacientes com desordens de origem muscular

Becker, Anne Buss [UNESP] 01 February 2005 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:38Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2005-02-01Bitstream added on 2014-06-13T20:58:45Z : No. of bitstreams: 1 becker_ab_me_arafo.pdf: 784680 bytes, checksum: 4ca0146d3f12e8e45571df6e8dde9abf (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo deste estudo foi comparar o efeito das placas estabilizadora rígida (PER), resiliente (PR) e não oclusiva (PNO) junto com o aconselhamento (esclarecimento da natureza benigna do problema, posição postural de repouso e mastigação bilateral simultânea) em pacientes com DTMs de origem muscular, durante 90 dias. Para tal utilizou-se uma amostra de 42 pacientes de ambos os sexos, faixa etária dos 18 aos 65 anos, com queixa de dor nos músculos mastigatórios (masséter, temporal e/ou pterigóideo lateral) há mais de 6 meses. Foram excluídos pacientes portadores de doenças sistêmicas. Os pacientes foram distribuídos aleatoriamente em um dos três grupos. Este estudo foi duplo cego sendo que as reavaliações foram realizadas por um examinador não consciente ao grupo ao qual o paciente pertencia e a entrega e ajustes das placas foram feitos por outro examinador. A avaliação subjetiva da dor foi realizada por meio do índice de severidade dos sintomas (ISS-mod.) com escores de intensidade, freqüência e duração da dor. A análise estatística mostrou que as 3 placas foram capazes de reduzir o ISS-mod. de maneira similar (teste de Kruskal-Wallis) entre os períodos inicial e final, de forma estatisticamente significante (PER p=0,001) (PR p=0,000) (PNO p=0,000), entretanto não houveram diferenças entre os diferentes grupos (p=0,165). Para a avaliação objetiva foram realizados exame de palpação e mensurações do grau de abertura bucal e dos movimentos excursivos (lateralidade e protrusão). Houve aumento do grau da abertura bucal e da amplitude dos movimentos excursivos, porém este aumento não foi estatisticamente significante entre os períodos inicial e final (90 dias) do estudo nem entre os diferentes grupos. O exame de palpação muscular mostrou diferenças entre os grupos para o músculo masséter D, sendo que esta diferença... / The aim of this study was to compare for a 90-day period the therapy with hard (HS), soft (SS) and placebo occlusal (PS) splints in conjunction to advising (jaw rest position and chewing both side), for temoromandibular disorders (TMD) patients. For this purpose, it were selected 42 patients, both genders, ranging in age from 18 to 65, with a chief complaint of pain in the masticatory muscles (masseter, temporalis, and/or lateral pterygoid) for at least 6 months. Subjects were excluded if they presented any systemic disease. This was a double blind study and patients were randomly assigned to 1 of the 3 experimental therapy groups. The modified symptom severity index (SSI) assessed the general subjective severity of pain and included the intensity, duration, and frequency of the chief complaint at the baseline and the final period treatment. Statistical analysis of the data (ANOVA at a 0.01 confidence level) showed that the 3 appliances were able to reduce the modified SSI in a similar way (HS P = 0.001; SS P = 0.001; PS P = 0.001), however no differences were found among the three groups (P = 0.16). The clinical examination included tenderness to palpation, measurement of maximum pain-free opening and measurement of excursive mandibular movements at the baseline and the final treatment period. There was no significant difference among the treatment responses of the three groups in terms of an increase in maximum pain-free opening (P>0.01) and mandibular movements (P>0.01). Tenderness to palpation of the masticatory muscles showed significant reduction between groups for masseter right side, this difference being significant between the groups HS and SS (P =0,0017) and the groups HS and PS (P =0,0067). The difference between the groups SS and PS was not significant (P =6718). The results of the present study suggested that over ...(Complete abstract, click electronic access below)
9

Avaliação dos resultados de tratamento em pacientes com disfunção temporomandibular (DTM) atendidos no ambulatório de oclusão da faculdade de odontologia da pucrs utilizando o questionário RDC/DTM: um estudo longitudinal

Nunes, Rejane January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-07-04T02:02:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000459067-Texto+Completo-0.pdf: 969394 bytes, checksum: 3f979e649aa46d4ad9e83b0742e57913 (MD5) Previous issue date: 2014 / The objective of this study was to evaluate the treatment results when the stabilization (Michigan-type) splint was used, in patients with orfacial pain, who were seeking treatment in the Occlusion clinical at the Faculty of Dentistry of PUCRS, using the RDC/TMD, and associate some variables among the results found. The methods employed were the RDC/TMD, a stablished method for research in this área, and also a pain follow-up questionnaire three months after the beginning of treatment. Satisfactory results were obtained. / O objetivo deste trabalho foi avaliar os resultados de tratamento realizado com Placa de Michigan, em pacientes com Dor Orofacial, que buscaram atendimento no Ambulatório de Oclusão da Faculdade de Odontologia da PUCRS, utilizando o questionário RDC/DTM, e associar algumas variáveis entre os resultados encontrados. Os métodos empregados foram o questionário RDC/DTM, um método já consagrado no uso para pesquisa nesta área, e ainda a aplicação de um questionário de acompanhamento sobre a dor após três meses do início do tratamento. Os resultados obtidos foram satisfatórios.
10

Análise da influência da placa de avanço mandibular no bruxismo noturno através da polissonografia, BiteStrip® e questionário de avaliação do sono

Saueressig, Aline Cristina January 2012 (has links)
Submitted by Ginamara Lima (ginaj@pucrs.br) on 2012-05-04T11:50:08Z No. of bitstreams: 1 437628.pdf: 1858725 bytes, checksum: 5066f4507a95d98a5fb8be0218529808 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-04T11:50:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 437628.pdf: 1858725 bytes, checksum: 5066f4507a95d98a5fb8be0218529808 (MD5) / Foi realizado um trabalho do tipo experimental antes-e-depois com o objetivo de avaliar a eficácia do aparelho de avanço mandibular no tratamento contra o bruxismo noturno, através da comparação dos resultados nos exames polissonográficos, do uso do BiteStrip® e das respostas do Questionário de Avaliação do Sono (QAS) antes e depois da utilização do aparelho. O BiteStrip® foi usado associado a polissonografia. Foram avaliados 19 indivíduos bruxômanos com idade média de 39,9 anos (DP 12,98) antes e depois do uso da placa de avanço mandibular. Foi, então, realizado diagnóstico de bruxismo através do exame clínico, da polissonografia e do uso do dispositivo BiteStrip® e diagnóstico do sono através do QAS antes do uso da placa. Após três meses, os indivíduos novamente, fizeram polissonografia utilizaram o BiteStrip® e responderam o QAS para avaliar se houve melhora no bruxismo e, conseqüentemente, no sono. Para ser considerado bruxismo, o exame devia apresentar 4,5 episódiosde bruxismo por hora de sono ou 25 explosões de bruxismo por hora de sono. Ambos os outros dois métodos já têm sua escala de avaliação. Além disso, foram analisados os efeitos que esse tipo de placa pode causar no sistema estomatognático. Houve uma melhora significativa no bruxismo noturno e no sono, além de uma relação direta entre a polissonografia, o BiteStrip® e o QAS. No sistema estomatognático, houve uma diminuição significativa nos ruídos articulares e não houve nenhum efeito colateral significativo. Portanto, a placa de avanço mandibular teve um efeito positivo no bruxismo noturno e não provocou efeitos colaterais significantes no sistema estomatognático num período de três meses. Além disso, foi realizado foi realizado validação inicial do BiteStrip®, comparando esse com a polissonografia. Houve uma grande concordância segundo ao índice Kappa, com alta especificidade (100%) e alta sensibilidade (84,21%). / The aim of this before-and-after study was to test the efficacy of the anterior mandibular positioning appliance in the treatment of sleep bruxism, through the comparison among the polysomnography and the BiteStrip® results, and the answers of the Sleep Assessment Questionnaire (SAQ) before and after the use of this appliance. Eighteen patients with bruxism, at the average age of 39,9 years old (SD 12,98) were assessed before and after the application of the anterior mandibular positioning appliance. Therefore, bruxism diagnosis was made through the clinical evaluation, the polysomnography and the use of BiteStrip®, and the sleep diagnosis was made through the answers of SAQ. After three month, the subjects made again polysomnography, used the Bitestrip® and answered the SAQ to evaluate if there was any improvement of the bruxism and, consequently, of the sleep. To be considered for bruxism in the polysomnography, the examination should present 4.5 bruxism episodes per hour of sleep or 25 bruxism bursts per hour of sleep, plus an episode of gnashing of teeth / hour of sleep in the polysomnography. The others methods already have their own evaluation scales. Besides, the effects that the stomatognathic system can suffer by the use of this kind of appliance were analyzed. There was a significative improvement in the sleep bruxism and in the sleep, beyond a direct relation among polysomnography, BiteStrip® and the SAQ. In the stomatognathic system, there were less joint sounds and no significative side effects. So, the anterior mandibular positioning appliance has a positive effect in sleep bruxism and doesn't cause significative side effects in the stomatognathic system in a three month period. Was made an initial validation of the method to diagnose bruxism BiteStrip ® by comparing the results of the same with polysomnography. The Kappa index showed that there was high agreement between the two diagnostic methods. Through the test of sensitivity and specificity, one may suggest that the BiteStrip ® has high sensitivity (84.21%) and high specificity (100%) in the range of 95% compared with polysomnography.

Page generated in 0.0627 seconds