Return to search

Segurança do paciente na aspiração endotraqueal em terapia intensiva

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:51:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1
327753.pdf: 2281677 bytes, checksum: a216ffc5196270a2e086d880ffb87add (MD5)
Previous issue date: 2014 / Este estudo teve como objetivo analisar as evidências dos cuidados/intervenções de enfermagem que previnem a ocorrência de danos e eventos adversos durante o procedimento de aspiração endotraqueal em pacientes internados em Terapia Intensiva, mediante o preconizado pelo Instituto Joana Briggs e o Escore de Jadad. A proposta da pesquisa foi uma Revisão Sistemática sem metanálise, que responde a uma pergunta específica que utilizou métodos explícitos e sistemáticos para identificar, selecionar e avaliar criticamente os estudos, e coletar e analisar os dados. A pesquisa foi realizada nas bases de dados, com objetivo de resgatar evidências cientificas publicadas com os termos/descritores definidos pelo vocabulário Medical Subject Headings (Mesh) e no Descritores (DECs) da BVS. Os estudos foram obtidos nas bases MEDLINE/PubMed, Colaboração Cochrane, Cumulative Index to
Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), Scielo e SCOPUS. Após a estratégia de busca, foram encontrados 121 artigos e excluídos 46 por repetição. Restaram 75 artigos nos quais foram analisados os títulos e resumos. Destes, 33 artigos não se enquadravam nos quesitos da pesquisa, restando 42 artigos incluídos para primeira etapa da seleção e após a análise dos artigos na íntegra, restaram 28 artigos. Na sequência, 7 artigos foram excluídos neste processo por não se enquadrarem nos quesitos da pesquisa, restando 21 artigos incluídos na pesquisa. Os resultados mostraram que a colonização por microorganismos apresenta maior importância nos danos e eventos adversos aos quais os pacientes são submetidos, acompanhado da PAV, levando ao aumento do tempo de VM e do tempo de permanência do paciente na UTI. Verificou-se a ocorrência de colonização do trato respiratório
quando o paciente é submetido ao sistema de aspiração fechado. A aspiração traqueal pode alterar a PaO2/SpO2, diminuindo imediatamente após a aspiração em sistema aberto e, a saturação de oxigênio aumenta na realização com sistema de aspiração fechado. As alterações na FC, PAM, PIC, PPC e PAM foram observadas no sistema de aspiração aberto e fechado. Os danos e eventos adversos podem ser prevenidos quando a aspiração traqueal por via oral é realizada entre o intervalo de 2-4 horas, e em pacientes neurológicos no intervalo de 2 horas. Para reduzir os danos, devemos observar as indicações clínicas e o tipo de VM. A seleção do sistema fechado deve ser realizada prevenindo as alterações hemodinâmicas, juntamente com a aspiração contínua de secreção subglótica para prevenir PAV. Para a recomendação pelo sistema de aspiração fechado ou aberto, deve se avaliar as condições clínicas do paciente, o estado hemodinâmico, respiratório e cardiovascular. Outro ponto importante é o cuidado com a higiene oral na UTI. Preconiza-se a realização do procedimento correto com produtos selecionados por meio de estudos baseados em evidências para prevenir eventos adversos, redução do tempo de permanência em VM na UTI, redução na colonização por micro-organismos e outros eventos adversos.<br> / Abstract : This study is aimed at examining the evidence of the care/interventions in nursing that prevent the occurrence of damage and adverse events during the procedure of endotracheal aspiration in hospitalized patients in intensive care, by what is suggested by the Joan Briggs Institute and the Jadad Score. The purpose of the study was a systematic review without meta-analysis, which answers a specific question that used explicit and systematic methods to identify, select and critically appraise the studies, to collect and to analyze data methods. The search was conducted in the databases, with the objective of rescuing published scientific evidence, by the terms/descriptors defined in the vocabulary Medical Subject Headings (Mesh) and in the Descriptors (DECs) of the Virtual Library of Health. The studies were obtained among MEDLINE/PubMed, Cochrane Collaboration, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), SciELO and SCOPUS. After the search strategy, were obtained 121 articles, 46 were excluded because of the repetition. Of the remaining 75 articles, we reviewed the titles and abstracts. Of these, 33 articles did not fit the research items, remaining 42 items for the first stage of selection and after reviewing the full articles, 28 articles remained. Later, seven articles were excluded in this process, leaving 21 articles included in the study. The results showed that colonization by micro-organisms has a great importance on damage and adverse effects which patients undergo, together with ventilation-associated pneumonia (VAP), leading to increased duration of mechanical ventilation (MV) and permanence length of patients in the ICU. It has been notice the occurrence of colonization of the respiratory tract when the patient is subjected to a closed suction system. The tracheal aspiration can change Pao2/Spo2, decreasing immediately after aspiration in an open system, and the oxygen saturation increases with accomplishment of a closed suction system. The change in HR, MAP, ICP and CPP were observed in both open and closed suction systems. The damage and adverse events can be prevented when suction is performed orally within the range of 2-4 hours, and neurological patients within 2 hours. To reduce the damage, we should observe the clinical indications and types of MV. The selection of the closed system should be performed preventing hemodynamic changes, along with the continuous aspiration of subglottic secretions to prevent VAP. The recommendation for the closed or open suction system should be to evaluate the clinical condition of the patient, the hemodynamic, respiratory and cardiovascular status. Another important point is the care of oral hygiene in the ICU. It is advocated the performance of the correct procedure with products selected through studies based on evidence to prevent adverse events, decreased length of the permanence on MV inside the ICU, reduced colonization by micro-organisms and other adverse events.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufsc.br:123456789/129241
Date January 2014
CreatorsSenna, Carla Vieira Amante
ContributorsUniversidade Federal de Santa Catarina, Dal Sasso, Grace Teresinha Marcon
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Format148 p.| il., grafs., tabs.
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFSC, instname:Universidade Federal de Santa Catarina, instacron:UFSC
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0292 seconds