• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 139
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • Tagged with
  • 142
  • 142
  • 142
  • 56
  • 25
  • 23
  • 23
  • 22
  • 18
  • 17
  • 16
  • 15
  • 14
  • 14
  • 14
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Identificação das variáveis associadas à mortalidade de pacientes internados em unidade de terapia intensiva adulto

Matsui, Mirna [UNESP] 29 February 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:30Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-02-29Bitstream added on 2014-06-13T19:08:02Z : No. of bitstreams: 1 matsui_m_me_botfm.pdf: 797409 bytes, checksum: e49c1b223445cf9368422a4a0854be45 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Com o objetivo de estudar os pacientes atendidos pela Unidade de Terapia Intensiva do Pronto-Socorro (UTI-PS) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu analisamos uma amostra de 1104 pacientes que foram admitidos no serviço entre os anos de 2000 e 2002 e definimos os preditores clínicos associados à mortalidade analisando os seguintes dados: gênero, idade, ano de internação, especialidade, tempo de permanência na unidade, diagnósticos principal e secundário, desfecho clínico e gravidade. Para mensurar este último utilizamos o escore de APACHE-II. Com o auxílio do teste estatístico Qui-quadrado caracterizamos esse grupo de pacientes e concluímos que a sua maioria é composta por homens, com idade média de 58 anos e é internada por motivos clínicos. Os diagnósticos que mais motivaram a internação na unidade foram insuficiência coronariana, doenças cerebrais (acidentes vasculares encefálicos, traumatismos cranianos e pós-operatórios de neurocirurgia) e a insuficiência respiratória. Os diagnóstico secundários mais freqüente foram hipertensão arterial e diabetes mellitus tipo 2. A maioria dos pacientes permaneceu internada na unidade em média por 6,5 dias além de apresentar valor médio de APACHE-II de 10,2 pontos. Foi observado o maior número de internações no primeiro ano do estudo (abril/2000 a março/2001), que foi associado ao maior número de internações de pacientes crônicos no segundo ano (abril/2001 a março/2002). Neste segundo ano foi verificado uma maior taxa de mortalidade. A taxa de mortalidade da unidade nos dois anos do estudo foi de 24% acompanhada por uma taxa de mortalidade hospitalar de 4,27% no mesmo período. Por meio dos testes de Goodman, Mann-Whitney e técnica de análise de variância para o modelo com dois fatores comparamos as variáveis com o desfecho clínico e determinamos quais poderiam estar diretamente relacionadas à mortalidade. / In order to identify epidemiologic mortality indicators in patients of intensive care unit of emergency room department (ICU-ER) from an academic hospital we analyzed 1104 patients admitted between April 2000 and March 2002. The variables analyzed were: gender, age, year of hospitalization [(period 1, April/2000-March/2001; period 2, April/2001-March 2002)], department source, ICU-ER length of stay, primary and secondary diagnoses, discharge, death and APACHE-II score. Statistical test Qui-square showed that main patient characteristics were: men with average age of 58 years admitted by clinical reasons. Coronary heart disease, cerebral illnesses (stroke, head trauma and postoperative of neurosurgery) and respiratory insufficiency were the main primary diagnoses. On the other hand, arterial hypertension and diabetes mellitus type 2 were the main secondary diagnoses. Average of ICU-ER length of stay and APACHE score were 6.5 days and 10.2, respectively. In comparison to the other period, it was identified higher values of number of admissions in the period 1, chronic patient admissions in the period 2 and mortality rate in the period 2. ICU-ER mortality rate of the two periods was 24%, while hospital mortality rate was 4.27% in the same period. The Goodman, Mann-Whitney and analysis of variance for the model with two factors methods compared each variable with the clinical outcome (discharge or death). The results identified that age, length of stay and APACHE-II were the variables that had been related with death. Regarding qualitative variables, the results showed that death is more often in patients admitted by surgical reasons (urgency or emergency surgeries were the main procedure of those patients). Regarding primary diagnoses, it was identified that shock, cerebral illnesses and Abstract respiratory failure have associated with death. Using linear regression... (Complete abstract click electronic access below)
2

Avaliação dos achados no efluente do lavado broncoalveolar nos pacientes com suspeita clinica de pneumonia associada a ventilação mecanica

Balthazar, Alipio Barbosa 25 May 2000 (has links)
Orientador: Ilma Aparecida Paschoal / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-26T14:39:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Balthazar_AlipioBarbosa_M.pdf: 1382289 bytes, checksum: 13a17683f1975c82d581ba3bec1bc48f (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: Resumo: O presente estudo teve por objetivos, avaliar a freqüência da P A VM com base nos resultados da cultura quantitativa do efluente do LBA, sensibilidade e especificidade da bacterioscopia, como também, o estudo celular, isto é, a porcentagem de macrófagos alveolares e neutrófilos e a celularidade total nestes pacientes. Assim, 123 pacientes sob ventilação mecânica por pelo menos 48 horas com infiltrado pulmonar associado a secreção traqueal purulenta foram submetidos a broncofibroscopia e realização do LBA. A pneumonia esteve presente (cultura quantitativa maior ou igual a 104 ufc/ml) em 51,2% (63) dos casos e ausente em 48,7% (60). A bacterioscopia foi positiva em 51/63 casos (80,9% de sensibilidade) e negativa em 56/60 (93,3% de especificidade). O estudo celular demonstrou uma celularidade total mais elevado nos pacientes com PAVM, 924.200 contra 292.044, sendo que 71,4% dos casos com PA VM tiveram mais de 400.000 células contra apenas 11,6% nos pacientes sem pneumonia. A presença de NE foi mais expressiva nos pacientes com PAVM (59% contra 33,8%). Quando utilizado um ponto de corte em 50%, 90,4% dos pacientes com pneumonia (57/63) estavam acima desse valor, enquanto que 75% dos pacientes sem pneumonia (45/60) estavam abaixo. A porcentagem de MA foi maior nos pacientes sem pneumonia. Utilizando um ponto de corte de 30%, 86,6% dos pacientes sem pneumonia estiveram acima desse valor enquanto 71,4% dos pacientes com P A VM estavam abaixo desse valor. As bactérias mais freqüentemente encontradas foram o S. aureus, A. baumanii e.P. aeruginosa, sendo que 14,2% (9/63) das pneumonias foram polimicrobianas. Com base em nossos achados, pudemos concluir que: 1. a freqüência da PAVM em nosso estudo foi de 51,2%; 2. Os germes mais freqüentemente encontrados foram os bacilos gram-negativos ao lado do S. aureus; 3. Um número de NE acima de 50% ou uma bacterioscopia negativa no efluente do LBA podem ser utilizados como marcadores para presença e ausência de pneumonia respectivamente / Abstract: Abstract: The aim of this study was to evaluate the frequency of V AP in 1423 patients under mechanical ventilation, based on the results of quantitative culture of the fluid retrieved through BAL. Sensitivity and specificity of the Gram stain, as well as the cellular study, comprising total cellularity and the percentage of alveolar macrophages and neutrophils, were also performed. AlI the patients were under mechanical ventilation for at least 48 hours presenting infiltrate on chest radiographs, associated with purulent tracheal secretion, and were submitted to bronchofibroscopy for BAL. Pneumonia was present (quantitative culture bigger or equal to 104 cfu/ml was used as diagnostic criteria) in 51,2% (63) of the cases, and absent in 48,7010 (60). The Gram stain was positive in 51/63 cases (80,9% of sensitivity) and negative in 56 cases from 60 considered not having pneumonia (93,3% of specificity). The cellular study showed total celIularity more elevated in patients with VAP, with a means of 924.200 cells against 292.044, and 71,4% of the cases with V AP had more than 400.000 cells against only 11,6% in the patients without pneumonia. The presence of neutrophils was more expressive in the patients with VAP (59% against 33,8%). When a cut-off of 50% is used, 90,4% of the patients with pneumonia (57/63) were above that value, while 75% of the patients without pneumonia (45/60) were below. The percentage of alveolar macrophages was higher in the patients' without pneumonia. Using a cut-off point of 30%, 86,6% of the patients without pneumonia were above that value, while 71,4% of the patients with V AP were below that value. The most frequent bacterias found in culture was S. aureus, A. baumanii and P. aeruginosa. Only 14.2% (9/63) of the diagnosed pneumonia were polymicrobial. Based on these findings, we can conclude that: a) the frequency of V AP in the study was of 51,2%; b) the most frequent bacterial pathogens found were gram-negative bacilli, besides the S. aureus; c) neutrophil counting above 50% in the fluid retrieved by BAL, and a negative Gram stain, can be used as markers for the presence and the absence of pneumonia, respectively / Mestrado / Clinica Medica / Mestre em Clinica Medica
3

Um monitor para unidade de terapia intensiva e expansão em um sistema de monitoria

Brunelli, Luiz 04 November 1987 (has links)
Orientadores: Maria Adelia Collier Farias , Denys E. C. Nicolosi / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica e de Computação / Made available in DSpace on 2018-07-14T06:21:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Brunelli_Luiz_M.pdf: 39008471 bytes, checksum: f0381e360fa22c87b4d06c00c9450cc3 (MD5) Previous issue date: 1987 / Resumo: Este trabalho descreve o "hardware" e o "software" de um .monitor de E.C.C. baseado em microprocessador e a sua expansão em um sistema. Inicialmente descreve-se todo o "hardware" implementado, dando-se especial atenção à tecnologia do modulo de tela e posteriormente ao "software" do monitor. Em seguida são analisados os resultados dos testes em bancada e em unidades de terapia intensiva. A seguir estudou-se a lnterligação de varios monitores a uma central de monitoria, baseada em um computador pessoal IBM-PC ( expansão local). Por fim, propõe-se, a nivel teórico, um sistema de supervisão de pacientes de quinta geração (expansão em um SSP) / Abstract: This work describes the Hardware and Software of a Cardiac Monitor that uses a microprocessor and its expansion in a system. The microcomputer Hardware consists of a microprocessor module, a screen module and others. The screen module is the most important module because of its requirements: No-Fade Dlsplay and Freezing Trace. The microprocessor module controls the input/output devices, the conversion of patient signal (ECC) and evaluates the HEART RATE, etc. The Cardiac Monitor was tested in the Bioenginering Laboratory (C.T.P.E.) and in several hospital environment (ICU, CCU, etc.) of Instltuto "DANTE PAZZANESE" de Cardiologia. In this work it is studied several improvements to the Monitor (ex: serial link, trends of Heart Rate,etc.) and a link between a low cost Central Monitorization Unit ( IBM-PC) and the Monitor. The second part of this work discuss about a Hardware Data Patient System of "FIFTH" Generation that links the traditional Medical tools, and intelligent Bedside Monitors with Artificial Intelligence Techniques / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
4

Estudo comparativo do propofol com o midazolam para a sedação, a curto prazo, de pacientes sob ventilação mecanica internada em UTI

Moritz, Rachel Duarte January 1998 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Saude / Made available in DSpace on 2012-10-17T03:43:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T22:50:27Z : No. of bitstreams: 1 148749.pdf: 11246885 bytes, checksum: e6373143b2806d2fe8028ff8ffefeb54 (MD5) / Foi realizado um estudo clínico aberto, controlado e randomizado em 30 pacientes adultos, com o objetivo de comparar a segurança e a eficácia do propofol a do midazolam para sedação, a curto prazo, de pacientes interndos na UTI e sob ventilação mecânica. Os pacientes foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos. A taxa de mortalidade foi 46.6 % em ambos os grupos. As variáveis bioquímicas, determinadas nas amostras colhidas no início e no final do estudo, foram similares nos dois grupos. Não houve aumento significativo nos níveis séricos de triglicerídeos e tampouco evidências de supressão adrenal. Foi constatada uma queda, estatisticamente significativa, da FC em ambos os grupos, e da PAM intergrupos. Para a sedação, a curto prazo (£24h), de pacientes sob ventilação mecânica, o propofol e o midazolam são drogas seguras e eficazes. O propofol é mais eficaz, já que possibilita uma sedação mais superficial e um despertar mais rápido, enquanto que o midazolam interfere menos com a estabilidade hemodinâmica.
5

O cuidado de enfermagem no CTI

Hayashi, Alda Aparecida Mastelaro January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. / Made available in DSpace on 2012-10-17T14:49:53Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T18:28:31Z : No. of bitstreams: 1 173131.pdf: 24769419 bytes, checksum: ade1135550b72734ef0e0a2c84a4a973 (MD5) / Este estudo relata e analisa a experiência vivenciada junto à equipe de enfermagem do centro de terapia intensiva para tratar as questões referentes ao cuidado de enfermagem utilizando a concepção de conscientização de Paulo Freire. O estudo propiciou a compreensão de que é necessário possibilitar ao indivíduo utilizar suas habilidades e seus próprios conhecimentos para encontrar soluções paras os problemas e de tomar decisão consciente.
6

Trabalho em unidade de tratamento intensivo: representações sociais de enfermeiras.

Silva, Iranete Almeida Sousa 26 April 2013 (has links)
Submitted by Hiolanda Rêgo (hiolandar@gmail.com) on 2013-04-25T18:01:58Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_Iranete Silva.pdf: 3553333 bytes, checksum: 4d1170143d55c9e7e716cfa5965d369f (MD5) / Approved for entry into archive by Flávia Ferreira(flaviaccf@yahoo.com.br) on 2013-04-26T16:17:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_Iranete Silva.pdf: 3553333 bytes, checksum: 4d1170143d55c9e7e716cfa5965d369f (MD5) / Made available in DSpace on 2013-04-26T16:17:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_Iranete Silva.pdf: 3553333 bytes, checksum: 4d1170143d55c9e7e716cfa5965d369f (MD5) / A Teoria das Representações Sociais (TRS) propicia estudos dos fenômenos construídos e partilhados nos grupos sociais, por possibilitar o conhecimento das idéias, valores e crenças de um grupo de pertença. Objetivou-se apreender e analisar as representações sociais (RS) elaboradas pelas(os) enfermeiras(os) atuantes em UTI de adulto sobre o seu trabalho, com a finalidade de oferecer subsídios para a reflexão desse trabalho, compreensão do valor e importância atribuídos por essas(es) profissionais. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório com abordagem quantitativa e qualitativa que ressalta o trabalho da enfermeira em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) fundamentado na TRS. A pesquisa de campo foi realizada em cinco UTIs de adulto de dois hospitais de grande porte com finalidades de: ensino, pesquisa e assistência, prestadores de serviços aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo um público e o outro filantrópico que atende também à rede privada na cidade de Salvador (BA). Para a coleta de dados, utilizou-se a entrevista semi-estruturada, gravada após anuência das informantes. Participaram desta pesquisa 90 enfermeiras(os) para o teste ALP e destas 24 foram escolhidas aleatoriamente para as entrevistas. Para análise dos elementos obtidos no teste ALP foi usado o software EVOC; para as entrevistas, a análise de conteúdo, atribuindo a unidade de enumeração às unidades temáticas, o que possibilitou a análise quantitativa e qualitativa dos dados, por meio da categorização do conjunto de núcleos de significados. Os resultados do teste ALP evidenciaram que a estrutura da RS tem como elementos centrais duas categorias: trabalho estressante de responsabilidade e trabalho de assistência integral gratificante. Como elementos periféricos, também foram identificadas duas categorias de elementos atitudinais relacionadas a atributos profissionais e pessoais. As entrevistas evidenciaram núcleos de significados organizados em cinco categorias com distribuição em vinte subcategorias: descrição do trabalho, atributos associados, valorização, viabilidade do trabalho e aspectos psicossociais. Concluiu-se que as RS envolvem elementos contraditórios e conflituosos entre os profissionais e usuários do setor, especialmente no que se refere às atividades e condições estressoras, à assistência integral, à satisfação e ao sofrimento. Tornam o trabalho desgastante, exaustivo acompanhado de sentimentos negativos, insatisfações, comportamentos indesejáveis e dificuldades, que interferem no trabalho das enfermeiras. Essas situações evidenciam necessidades de mudanças, no sentido de reduzir o estresse, o sofrimento e elevar as aspirações do grupo. / Salvador
7

Os familiares na sala de espera de uma unidade de terapia intensiva

Frizon, Gloriana 24 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T09:59:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 276056.pdf: 12400646 bytes, checksum: a3d82276171ab44423fa7a7d03be1196 (MD5) / Trata-se de um estudo que teve como objetivo conhecer, quais os sentimentos e expectativas de cuidados, dos familiares de pacientes internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), antes da visita. O estudo se deu em duas etapas: a primeira, através de uma pesquisa de revisão bibliográfica sobre o tema família em UTI adulto, com foco nos sentimentos dos familiares relacionados a internação. A revisão bibliográfica foi realizada nas bases de dados LILACS e BDENF e constituíram o corpus documental 20 artigos. A segunda etapa se constituiu de uma pesquisa de campo qualitativa do tipo exploratório descritiva com foco nos sentimentos e expectativas dos familiares, cujo cenário foi a UTI de um hospital público, da região oestina de Santa Catarina. Para a coleta de dados utilizou-se a entrevista estruturada com 18 familiares. Os resultados dessa dissertação, são apresentados de acordo com a Resolução 001/PEN/2008 de 10 de julho de 2008, na qual determina que os resultados apresentados deverão ser na forma de no mínimo 2 manuscritos/artigos. Um artigo refere-se a pesquisa de revisão bibliográfica e o outro a pesquisa de campo. A revisão bibliográfica revelou que o tema predominante nos estudos foi comunicação/informação e os sentimentos referidos pelos familiares foram: o difícil acesso a informação, o tempo restrito de visita, sentimentos de medo, ansiedade, desconfiança, o pouco diálogo com a equipe, informações transmitidas de maneira confusa . Para o tratamento dos dados do estudo de campo, foram utilizados as figuras metodológicas do Discurso do Sujeito Coletivo. Os discursos foram organizados em quatro tema: os sentimentos dos familiares relacionados a internação dos pacientes na UTI, os sentimentos na espera para entrar na unidade de terapia intensiva, a relação da equipe de enfermagem e aos familiares, necessidades dos familiares na sala de espera. As famílias ao terem seu familiar hospitalizado na UTI, sentem como sendo um momento desesperador, muito difícil, devido ao isolamento que a hospitalização acomete. O momento que antecede o horário de visita é referido pelos familiares como angustiante e o pior momento do dia, devido a pouca ou nenhuma informação referente ao seu familiar e por não saber como encontrá-lo. Os familiares apontaram como necessidade na sala de espera, ter informações sobre as condições do seu familiar doente e ampliar o horário de visitas. Este estudo reforça a necessidade da equipe de saúde da UTI, em particular da enfermagem, considerar o familiar do paciente em UTI como sujeito de cuidado, como cliente com inúmeras necessidades em especial a necessidade de informação, diálogo, respeito aos seus sentimentos. / This is a study which its main purpose was to understand what feelings and caring expectations from family members of patients placed in an Intensive Care Unit (ICU), before visiting them. The study was performed in two stages: the first, through a survey of literature on the subject of Family In adult ICU, focusing on feelings of family members related to the hospitalization. The Literature review was conducted on the databases LILACS and BDENF, and they composed the documentary corpus in 23 articles. The second stage consisted of a qualitative field research of an exploratory descriptive kind, focused on feelings and expectations of family members which took place in the ICU of a public hospital in Western Santa Catarina. In order to collect data, It was necessary to use a structured interview with 18 family members. The results of this dissertation are presented in accordance with the Resolution 001/PEN/2008 July 10, 2008 which states that the results should be presented in the form of at least 2 manuscripts/articles. An article refers to the Literature review research and the other refers to the field research. The Literature review, revealed that the main issues in the studies were communication/information; and the feelings expressed by the family members were: the difficulty on accessing information, restricted time of visit, feelings of fear, anxiety, mistrust, lack of dialogue with the personnel, information provided in a confusing way. For processing data of the studies field, methodological tools of #Discurso do Sujeito Coletivo# were used. The Speeches were organized in four subjects: The feelings of the family members related to the hospitalization in ICU, their feelings on waiting for the hospitalization in ICU, the relationship between the nursing personnel and the family, the family needs in the waiting room. Having their relatives hospitalized in ICU, they feel as a very desperating and difficult moment, due to the isolation which hospitalization entails. The preceding moment of the visit is referred by the relatives as anguishing and the worst part of the day due to poor or absence of information regarding the family member and for not knowing how to find Him/Her. The relatives noted as necessities in the waiting room, having information on the sick relative#s conditions and expanding visit time. This study reinforces the necessity of the ICU health care team, (of the nursing personnel in particular), in considering the patient#s relative in ICU as a care needing individual, a client with several necessities, (mainly informational needs), dialogue and respect for their feelings.
8

Segurança do paciente na aspiração endotraqueal em terapia intensiva

Senna, Carla Vieira Amante January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:51:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 327753.pdf: 2281677 bytes, checksum: a216ffc5196270a2e086d880ffb87add (MD5) Previous issue date: 2014 / Este estudo teve como objetivo analisar as evidências dos cuidados/intervenções de enfermagem que previnem a ocorrência de danos e eventos adversos durante o procedimento de aspiração endotraqueal em pacientes internados em Terapia Intensiva, mediante o preconizado pelo Instituto Joana Briggs e o Escore de Jadad. A proposta da pesquisa foi uma Revisão Sistemática sem metanálise, que responde a uma pergunta específica que utilizou métodos explícitos e sistemáticos para identificar, selecionar e avaliar criticamente os estudos, e coletar e analisar os dados. A pesquisa foi realizada nas bases de dados, com objetivo de resgatar evidências cientificas publicadas com os termos/descritores definidos pelo vocabulário Medical Subject Headings (Mesh) e no Descritores (DECs) da BVS. Os estudos foram obtidos nas bases MEDLINE/PubMed, Colaboração Cochrane, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), Scielo e SCOPUS. Após a estratégia de busca, foram encontrados 121 artigos e excluídos 46 por repetição. Restaram 75 artigos nos quais foram analisados os títulos e resumos. Destes, 33 artigos não se enquadravam nos quesitos da pesquisa, restando 42 artigos incluídos para primeira etapa da seleção e após a análise dos artigos na íntegra, restaram 28 artigos. Na sequência, 7 artigos foram excluídos neste processo por não se enquadrarem nos quesitos da pesquisa, restando 21 artigos incluídos na pesquisa. Os resultados mostraram que a colonização por microorganismos apresenta maior importância nos danos e eventos adversos aos quais os pacientes são submetidos, acompanhado da PAV, levando ao aumento do tempo de VM e do tempo de permanência do paciente na UTI. Verificou-se a ocorrência de colonização do trato respiratório quando o paciente é submetido ao sistema de aspiração fechado. A aspiração traqueal pode alterar a PaO2/SpO2, diminuindo imediatamente após a aspiração em sistema aberto e, a saturação de oxigênio aumenta na realização com sistema de aspiração fechado. As alterações na FC, PAM, PIC, PPC e PAM foram observadas no sistema de aspiração aberto e fechado. Os danos e eventos adversos podem ser prevenidos quando a aspiração traqueal por via oral é realizada entre o intervalo de 2-4 horas, e em pacientes neurológicos no intervalo de 2 horas. Para reduzir os danos, devemos observar as indicações clínicas e o tipo de VM. A seleção do sistema fechado deve ser realizada prevenindo as alterações hemodinâmicas, juntamente com a aspiração contínua de secreção subglótica para prevenir PAV. Para a recomendação pelo sistema de aspiração fechado ou aberto, deve se avaliar as condições clínicas do paciente, o estado hemodinâmico, respiratório e cardiovascular. Outro ponto importante é o cuidado com a higiene oral na UTI. Preconiza-se a realização do procedimento correto com produtos selecionados por meio de estudos baseados em evidências para prevenir eventos adversos, redução do tempo de permanência em VM na UTI, redução na colonização por micro-organismos e outros eventos adversos.<br> / Abstract : This study is aimed at examining the evidence of the care/interventions in nursing that prevent the occurrence of damage and adverse events during the procedure of endotracheal aspiration in hospitalized patients in intensive care, by what is suggested by the Joan Briggs Institute and the Jadad Score. The purpose of the study was a systematic review without meta-analysis, which answers a specific question that used explicit and systematic methods to identify, select and critically appraise the studies, to collect and to analyze data methods. The search was conducted in the databases, with the objective of rescuing published scientific evidence, by the terms/descriptors defined in the vocabulary Medical Subject Headings (Mesh) and in the Descriptors (DECs) of the Virtual Library of Health. The studies were obtained among MEDLINE/PubMed, Cochrane Collaboration, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature (CINAHL), SciELO and SCOPUS. After the search strategy, were obtained 121 articles, 46 were excluded because of the repetition. Of the remaining 75 articles, we reviewed the titles and abstracts. Of these, 33 articles did not fit the research items, remaining 42 items for the first stage of selection and after reviewing the full articles, 28 articles remained. Later, seven articles were excluded in this process, leaving 21 articles included in the study. The results showed that colonization by micro-organisms has a great importance on damage and adverse effects which patients undergo, together with ventilation-associated pneumonia (VAP), leading to increased duration of mechanical ventilation (MV) and permanence length of patients in the ICU. It has been notice the occurrence of colonization of the respiratory tract when the patient is subjected to a closed suction system. The tracheal aspiration can change Pao2/Spo2, decreasing immediately after aspiration in an open system, and the oxygen saturation increases with accomplishment of a closed suction system. The change in HR, MAP, ICP and CPP were observed in both open and closed suction systems. The damage and adverse events can be prevented when suction is performed orally within the range of 2-4 hours, and neurological patients within 2 hours. To reduce the damage, we should observe the clinical indications and types of MV. The selection of the closed system should be performed preventing hemodynamic changes, along with the continuous aspiration of subglottic secretions to prevent VAP. The recommendation for the closed or open suction system should be to evaluate the clinical condition of the patient, the hemodynamic, respiratory and cardiovascular status. Another important point is the care of oral hygiene in the ICU. It is advocated the performance of the correct procedure with products selected through studies based on evidence to prevent adverse events, decreased length of the permanence on MV inside the ICU, reduced colonization by micro-organisms and other adverse events.
9

Cultura de segurança do paciente em unidade de terapia intensiva

Mello, Janeide Freitas de January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saude. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem / Made available in DSpace on 2013-07-16T04:16:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 305244.pdf: 2350040 bytes, checksum: c1349d7ee5701874b3034da7f9d8ca83 (MD5) / Promover a cultura de segurança tem se tornado um dos pilares do movimento em prol da segurança do paciente. Nesse sentido, estratégias de avaliação da cultura de segurança têm sido estimuladas visando reconhecer as condições organizacionais que podem levar a eventos adversos e dano ao paciente nas instituições de saúde. Foi definido como objetivo deste estudo analisar as dimensões da cultura de segurança do paciente sob a ótica dos profissionais de enfermagem de duas unidades de terapia intensiva (UTIs) adulto na Grande Florianópolis/SC, Brasil. Trata-se de um survey quantitativo, transversal e comparativo cuja coleta de dados foi realizada entre abril e junho de 2011 com 103 profissionais. Foi aplicado o instrumento denominado Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSOPSC) e a seguinte questão: "cite três recomendações que você sugere para melhorar a segurança do paciente em sua unidade". Para análise dos dados do survey foi utilizada estatística descritiva com cálculo dos percentuais de resposta positiva para cada dimensão da cultura de segurança avaliada e estatística inferencial utilizando-se o teste Z para avaliação das diferenças entre as UTIs e teste "r" de Pearson para avaliar correlação entre as variáveis. As respostas à questão qualitativa foram categorizadas conforme as dimensões do HSOPSC e analisadas por meio de estatística descritiva. Após exclusão de 11 questionários incompletos dos 97 respondidos, foram analisados 86, obtendo-se uma taxa de respostas de 83,49% (19 enfermeiros, 60 técnicos e 07 auxiliares); a questão qualitativa foi respondida por 91 profissionais (88,35%). As dimensões com maiores percentuais de avaliação positiva foram trabalho em equipe dentro das unidades (62,8%), expectativas e ações de promoção da segurança do paciente do supervisor/gerente (49,1%) e aprendizado organizacional, melhoria contínua (46,1%). As dimensões com menores percentuais de respostas positivas foram: apoio da gestão hospitalar para a segurança do paciente (13,6%), respostas não punitivas aos erros (17,4%) e percepção geral de segurança do paciente (25,9%). Houve diferenças significativas nos percentuais de resposta positiva entre as duas UTIs para as dimensões comunicação a respeito de erros (p=0,271) e pessoal (p= 0,456). Resultaram correlações moderadas a fortes (r=0,651 a r=0,838) entre os itens que avaliam a dimensão frequência de eventos relatados. Dentre 267 recomendações para melhorar a segurança do paciente nas duas UTIs, a maioria estava voltada para as dimensões aprendizado organizacional e melhoria contínua (19%); pessoal (16,5%), percepção geral de segurança do paciente (16%); apoio da gestão hospitalar para a segurança do paciente (14,6%). Foi identificado que capacitação e treinamento, melhoria dos processos de trabalho, disponibilização de materiais e equipamentos bem como quantitativo adequado de profissionais, são necessidades prementes evidenciadas nas duas UTIs, dentre outras recomendadas com menor frequência. Os resultados deste estudo revelam uma cultura de segurança frágil, necessitando investimentos para melhorar a segurança do paciente nas UTIs avaliadas, tendo em vista os baixos percentuais de respostas positivas. Requer primordialmente, na percepção dos profissionais, maior envolvimento da gestão para a segurança do paciente e mudança na abordagem dos erros. / Promoting safety culture has become one of the movement pillars for patient safety. Accordingly, strategies for safety culture assessment have been stimulated in order to recognize the organizational conditions that can lead to adverse events and patient harm, at the healthcare institutions. It was defined, as this study objective, to analyze the dimensions of patient safety culture from nursing staff perspective at two intensive care units (ICUs) for adults in Florianópolis/SC, Brazil. This is a comparative, transversal and quantitative survey whose data collection was conducted between April and June, 2011 and with 103 professionals. We used the tool called Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSOPSC), and the following topic: "mention three recommendations you would suggest to improve the patient safety at your unit". In order to analyze survey data, it was used descriptive statistics with percentage calculation of positive responses to each dimension of the evaluated safety culture, inferential statistics by applying the Z test to assess differences between ICUs and Pearson´s "r" test to evaluate the correlation among variables. Answers for the qualitative question were categorized according to the qualitative dimensions from HSOPSC, and they were analyzed through descriptive statistics. After excluding 11 incomplete questionnaires out of 97, 86 were analyzed. It was obtained a response rate of 83.49% (19 nurses, 60 technicians and 7 assistants), and the qualitative question was answered by 91 professionals (88.35%). Dimensions with higher rates of positive assessment were teamwork within the units (62.8%), expectations and actions promoting supervisor/manager patient safety (49.1%), organizational learning and continuous improvement (46, 1%). Dimensions with lower percentage of positive responses were hospital management support for patient safety (13.6%), non-punitive responses to errors (17.4%) and general perception of the patient safety (25.9%). There were significant differences in the percentage of positive response between both ICUs to the dimensions of communication about errors (p= 0.271) and personnel (p= 0.456). It came up strong and moderate correlations (r= 0.651 to r= 0.838) among items assessing the dimension reported events frequency. There were 267 recommendations to improve patient safety at both ICUs, and most of them were focused on the following dimensions: organizational learning and continuous improvement (19%), personnel (16.5%), general perception of patient safety (16%) and hospital management support to patient safety (14.6%). It was identified that capacity building and training, work processes improvement, availability of materials and equipments and appropriate quantitative of professionals are pressing needs highlighted at both ICUs, among others recommended less frequently. This study results show weak safety culture, requiring investments to improve patient safety at the evaluated ICUs, in view of the low percentage of positive responses. It requires primarily, according to the professionals' perception, greater management involvement for patient safety and errors approaching change.
10

Recomendações dos cuidados de enfermagem ao paciente adulto submetido à terapia renal substitutiva na unidade de terapia intensiva

Rassele, Tatiana January 2016 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Gestão do Cuidado em Enfermagem, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2016-09-20T04:48:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 341833.pdf: 513050 bytes, checksum: 5f88d2868fc80c2599ae2ff072de13ca (MD5) Previous issue date: 2016 / O presente estudo teve como objetivos identificar na literatura os cuidados de enfermagem ao paciente adulto submetido à terapia renal substitutiva na unidade de terapia intensiva e propor recomendações de cuidados de enfermagem ao paciente adulto submetido à terapia renal substitutiva na unidade de terapia intensiva com base em revisão integrativa da literatura. Para a seleção dos artigos foram utilizadas as bases de dados CINAHL, LILACS, PUBMED e SCOPUS de artigos publicados nos idiomas inglês, espanhol e português nos últimos 11 anos (2005 a 2015) disponíveis na íntegra. A amostra da revisão constituiu-se de oito artigos. Destes, seis utilizaram como metodologia a revisão de literatura e apenas dois apresentaram um nível de evidência mais forte (um estudo randomizado e um estudo de coorte). Com a análise dos estudos, foram identificados cuidados que contribuíram para a elaboração das recomendações como: avaliação clínica, monitorização hemodinâmica, exame físico, controle do balanço hidroeletrolítico, cuidados com catéter venoso central, suporte nutricional, coleta de exames laboratoriais, posição e mobilização do paciente, uso de anticoagulantes, manejo com o circuito e a máquina, a identificação de complicações durante o procedimento. Considerando a estratégia de busca utilizada, foi verificado que na área de enfermagem ainda são realizados poucos estudos com este enfoque, sendo necessária a realização de um número maior de pesquisas clínicas, de modo a prover evidências mais robustas que fundamentem a prática de enfermagem. Diante da complexidade das tecnologias na área da saúde, a terapia renal substitutiva vem para proporcionar um melhor tratamento aos pacientes gravemente enfermos. E, com um guia de recomendações, acredita-se manter um padrão de qualidade no serviço, contribuindo com a equipe de enfermeiros na assistência ao paciente.<br> / Abstract : This study aimed to identify the literature nursing care to adult patients undergoing renal replacement therapy in the intensive care unit and propose nursing care recommendations for adult patients undergoing renal replacement therapy in the intensive care unit based on an integrative review literature. For the selection of the articles were used the CINAHL databases, LILACS, PUBMED and Scopus articles published in English, Spanish and Portuguese in the last 11 years (2005-2015) available in full. The review sample consisted of eight articles. Of these, six used as methodology the literature review and only two showed a level of strongest evidence (a randomized study and a cohort study). With the analysis of the studies, care were identified that contributed to the formulation of recommendations as clinical evaluation, hemodynamic monitoring, physical examination, control fluid and electrolyte balance, care of central venous catheters, nutritional support, laboratory exams, position and mobilization of patient anticoagulants, handling of the circuit, and the machine identification of complications during the procedure. Considering the search strategy, it was found that in nursing are still few studies conducted with this approach, being necessary to carry out a greater number of clinical trials in order to provide more robust evidence that supports the practice of nursing. Given the complexity of technologies in health care, renal replacement therapy is to provide better treatment to critically ill patients. And with a guide of recommendations is believed to maintain a quality standard in service, contributing to the team of nurses in patient care.

Page generated in 0.124 seconds