• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 371
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 376
  • 376
  • 214
  • 114
  • 114
  • 113
  • 84
  • 46
  • 45
  • 44
  • 41
  • 32
  • 29
  • 28
  • 26
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O processo de aleitamento materno na perspectiva do cuidado cultural de enfermagem

Poli, Lilian Mara Consolin January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. / Made available in DSpace on 2012-10-18T00:18:02Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T16:43:43Z : No. of bitstreams: 1 173525.pdf: 4704454 bytes, checksum: e9d098a7c6ce4f06ccb112ea31895270 (MD5) / Este trabalho analisa o processo de aleitamento materno no contexto familiar. A cultura familiar é presente e marcante nesse processo. O referencial teórico e metodológico foi alicerçado nas idéias de Leininger (1985, 1991, 1995). As entrevistas foram realizadas com a mulher que amamenta e seu familiar/significante. Da análise dos dados emergiram três temáticas: o familiar/significante no convívio com a mulher que amamenta; a mulher que amamenta inserida no contexto familiar cultural e o profissional/instituição de saúde partícipe no processo de amamentação sob a ótica da mulher que amamenta e seu familiar/significante. Conclui-se que o profissional/instituição de saúde deve considerar o contexto cultural familiar da nutriz e prover o cuidado cultural de enfermagem.
2

Atributos psicométricos necessários à construção de uma medida de carga mental de trabalho

Schonblum, Rosane January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2012-10-21T18:58:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / O objetivo desde estudo foi caracterizar atributos psicométricos necessários à construção de uma medida de carga mental de trabalho. Carga mental de trabalho pode ser definida como a resultante da relação entre as exigências da atividade de trabalho e a capacidade ou estado psicológico necessário para respondê-las. Partindo-se da literatura especializada, foram sistematizadas dimensões psicológicas, associadas ao desempenho na atividade de trabalho, caracterizadas como indicadores de carga mental de trabalho. Foi realizada uma decomposição de comportamentos inerentes a essas dimensões (itens) que pudessem expressar percepções sobre os estados psicológicos para responder as exigências do trabalho. Esses itens (47) compuseram o Questionário de Avaliação de Carga Mental de Trabalho (Q-CMT), que foi organizado com base nas seguintes dimensões: Sensória-Atencional, Perceptiva, de Interação, Temporal, Cognitiva-Reacional e Afetiva-Emocional. Associado às dimensões definidas, foi adaptado um Inventário de Bem Estar Psicológico (criado para este fim), com intuito de avaliar a relação entre a percepção de carga mental e percepção de saúde. A pesquisa transcorreu ao longo de três estudos empíricos com populações distintas (enfermeiros -08, policiais militares-130 e operadores de teleatendimento-134) com intuito de testar sistematicamente a medida, o grau de compreensão dos itens e a sensibilidade do instrumento. Os dados foram tratados por meio de análise estatística descritiva, relacionando a carga mental de trabalho com variáveis demográficas e ocupacionais, e análise fatorial, buscando reagrupar comportamentos e dimensões, confrontando-as com as dimensões pré-definidas. O Q-CMT mostrou-se sensível às variações de carga mental de trabalho, apresentando as variáveis idade e tempo de função como principais moduladores da carga mental, juntamente com a percepção de bem-estar psicológico do trabalhador. Por fim foram identificados que os atributos necessários para a construção de uma medida de carga mental devem ter propriedades de natureza perceptiva, sensorial, cognitiva, afetiva e comunicacional.
3

Tenho um diploma universitário, mas não tenho emprego

Felisberto, Regina de Fátima Teixeira January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia / Made available in DSpace on 2012-10-18T13:14:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-26T00:47:24Z : No. of bitstreams: 1 181638.pdf: 1026535 bytes, checksum: b06837dcd962511c25e1c482bb878ccb (MD5) / O objetivo desta pesquisa foi o de investigar como as pessoas compreendem e explicam a não possibilidade de desenvolverem seu projeto profissional a partir de sua formação universitária. Estudamos este fenômeno utilizando o método história oral ou história de vida. Entre as questões abordadas relacionamos o desemprego com a formação universitária e o projeto profissional. Os informantes consideram fundamental a formação universitária para concretizarem seus projetos profissionais e os sentimentos vividos com a experiência do desemprego são de decepção consigo mesmo, inutilidade, inferioridade, vítimas do preconceito, depressão. Duas explicações foram dadas pelos informantes acerca do desemprego: a) o mercado local está com uma grande quantidade de pessoas qualificadas com formação universitária, e b) as pessoas não se dedicaram durante a formação buscando mais experiência e conhecimento. Concluímos que a experiência do desemprego proporciona uma desestruturação psicológica e social às pessoas, e o emprego traz o reconhecimento social e a segurança para si e para os seus.
4

Eventos estressantes da hospitalização

Farias, Juracy Nunes de January 1981 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 1981 / Made available in DSpace on 2012-10-16T21:22:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 143408.pdf: 4474696 bytes, checksum: b69318fb6ed1b62bb5d82b7f57eab932 (MD5) / 0 presente estudo exploratOrio-descritivo trata da replicagão do estudo de VOLICER & BOHANNON (1975), no qual foi desenvolvida uma Escala de Avaliação do Estresse da Hospitalização (EAEH). Foram entrevistados 265 sujeitos que ordenaram os 49 eventos componentes da escala, na sequrencia do mais para o menos estressante. Tomando por base a ordem que os sujeitos atribuiram aos eventos, foi calculado um escore médio para cada um deles Os eventos foram, depois, colocados na ordem do de menor para de maior escore, ou seja do menos para o mais estressante. Foi feita uma comparação entre os resultados do presente estudo e os resultados do estudo de VOLICER & BOHANNON (1975). Independentemente das caracteristicas sexo, idade, escolaridade, estado civil, ocupação, clinica, tempo de hospitalizagão e gravidade da doença, os sujeitos tiveram a tendência de escolher ordenagOes semelhantes para os eventos estressantes da hospitalização. Os resultados encontrados demonstram a valida de da EAEH para ser utilizada em unidades de internação medico - cirtirgicas, com individuos adultos, no local onde foi realizado o estudo levando-se em consideração a ordenação e escores medios encontrados no presente estudo.
5

Correndo atrás de seu projeto de vida

Mandelli, Maria Teresa January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2012-10-26T01:45:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 301943.pdf: 1071206 bytes, checksum: 2f26f29566d3bd35a88c3a606460230e (MD5) / A Orientação Profissional é uma prática social comprometida com o desenvolvimento humano, ao auxiliar os jovens na ampliação de possibilidades profissionais e na construção de projetos de vida. Mediante uma abordagem qualitativa, esta pesquisa procurou compreender a juventude como processo social, e não como fenômeno natural. Seu propósito é investigar quais são os projetos de vida de participantes do Programa Jovem Aprendiz do Centro Cultural Escrava Anastácia sob o ponto de vista da Orientação Profissional. Para atingi-lo, realizaram-se oito entrevistas individuais e quatro grupos focais, com 33 jovens entre 14 e 21 anos. A análise de conteúdo foi organizada em quatro categorias: projeto de vida; identificação familiar; importância do Programa Jovem Aprendiz; e escolha profissional. A categoria projeto de vida relaciona-se com a dinâmica sócio-histórica e com o movimento de construção da identidade, entendida como metamorfose. Ao abordarem seus projetos, os jovens expuseram aspectos das trajetórias educacional e profissional de seus familiares, a importância do trabalho e dos estudos para o desenvolvimento profissional e as exigências do mercado de trabalho. O projeto profissional é o elemento principal de seus projetos de vida e relaciona-se com a continuação dos estudos, considerada fundamental para a obtenção de melhores condições de vida. O principal meio de efetivação dos projetos de vida dos jovens é o trabalho, que auxilia na transformação em realidade de um projeto futuro. O Programa Jovem Aprendiz foi considerado uma oportunidade profissional e motivador para os estudos e para o crescimento pessoal. Quanto à escolha profissional, os jovens apontam aspectos relacionados aos significantes #ser bem-sucedido#, #fazer o que gosta#, #ser alguém superior#, retratando o quanto o trabalho é um aspecto central para a construção da identidade deles, além de possibilitar a efetivação de seus projetos de vida e alcançar a satisfação pessoal. / Career Counseling is a social practice committed to human development, helping young people to expand professional possibilities and build life projects. Using a qualitative approach, this research sought to understand youth as a social process, and not as a natural phenomenon. Its purpose is to explore which are the life projects of the Young Apprentice Program participants of the Centro Cultural Escrava Anastácia from the Career Counseling point of view. To reach it, there were eight individual interviews and four focal groups, with 33 young people between the age of 14 and 21. Content analysis was organized into four categories: life project; family identification; Young Apprentice Program importance; and career choice. The category life project relates to the social-historical dynamic and to the identity formation movement, understood as metamorphosis. By addressing their projects, young people presented the aspects of educational and professional trajectories of their relatives, the importance of work and study to the professional development and the demands of the world of work. The professional project is the main element of their life projects and relates to the continuation of studies, considered essential for the achievement of better living conditions. The primary means of realization of young people life projects is work, which helps the transformation of a future project into reality. The Young Apprentice Program was considered a professional opportunity and motivation for study and for personal growth. As for career choice, young people point out aspects related to the significant "be successful", "do what you like", "be somebody superior", depicting how work is a central aspect to their identity formation, besides allowing the realization of their life projects and achieving personal satisfaction.
6

Fatores motivacionais associados à prática esportiva de atletas de voleibol

Franzoni, Tiago de Bergamaschi January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2012-10-22T12:26:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 232027.pdf: 334140 bytes, checksum: 183c5d034819b4d72cbee67eda1440ec (MD5) / O presente trabalho objetivou-se a verificar os principais Fatores Motivacionais associados à prática esportiva de atletas de voleibol, por meio da caracterização dos motivos pelos quais os atletas buscam satisfazer as suas necessidades no esporte de alto rendimento. A pesquisa foi realizada com 125 atletas profissionais do sexo masculino com faixa etária variando entre 17 a 38 anos de idade, pertencentes a nove clubes brasileiros de voleibol. Utilizou-se o instrumento de coleta de dados denominado Motivograma, o qual possui alternativas de respostas (totalizando 20) inseridas de acordo com cada um dos cinco Fatores Motivacionais que o instrumento se propõem a verificar: Fisiológico, Segurança, Associação, Auto-estima e Auto-realização. Os resultados apontam uma ênfase atribuída pelos esportistas ao Fator Motivacional de Segurança (19,29 pontos) como representante do conjunto de motivos mais relevantes para a satisfação de suas necessidades. Verificou-se, também, neste estudo a prevalência da motivação extrínseca sob a motivação intrínseca, caracterizando a preferência dos participantes pelos benefícios e gratificações materiais oferecidas pelo meio, sob forma de reforçamento externo, para a satisfação das suas demandas no trabalho. Conclui-se que, ao obter-se a confirmação da presença de motivos mais importantes sob os demais, pode-se responder a uma das hipóteses levantadas pela pesquisa de que há Fatores Motivacionais relevantes associados á pratica esportiva de atletas de voleibol.
7

Altoestima

Borges, Maria de Fátima Castro January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2012-10-26T09:13:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 302111.pdf: 917550 bytes, checksum: 316d55887dd9512cb549222af88ff587 (MD5) / Essa pesquisa é fruto de minhas interrogações como psicóloga/psicanalista responsável pelo atendimento aos educadores, professores e técnicos, em uma Secretaria Municipal de Educação, da região central do país, considerados inaptos para exercerem suas funções, elevando progressivamente o índice de adoecimento e de afastamento dos trabalhadores. Tal situação apresentava-se como proveniente das tensões geradas na relação entre o professor e seus alunos, especialmente as estabelecidas na sala de aula. Uma passagem singular ocorrida durante um curso de capacitação deu materialidade ao tema, por expressar a manifestação do inconsciente na prática educacional. Ao aceitar o convite de uma palestrante para escrever algo impeditivo ao seu exercício pedagógico, uma professora vai ao quadro e escreve #alto-estima#. Esse ato falho, fio condutor das elaborações suscitadas nessa pesquisa, trouxe à tona a interferência dos enigmas da subjetividade na temática educativa. Servi-me dos conceitos de transferência, do ideal de eu, da formação de sintomas e da noção de compromisso com a dívida simbólica, conforme as formulações de Freud e Lacan, para discutir a função do professor e a posição do psicanalista na prática em extensão. Tomei por base os apontamentos e registros de entrevistas realizadas com os educadores encaminhados ao Setor Psicossocial, expressos nos pedidos de afastamento. As solicitações ocorriam a partir das demandas de terceiros, devidas a questões comportamentais, e com vistas às adequações (às readaptações), sem considerar a subjetividade e o contexto em que se originavam. Para empreender a leitura desse material, recorri a um dos dispositivos fundamentais da investigação psicanalítica: a atenção flutuante. Considerei como um recurso viável, para responder às demandas de intervenção solicitadas ao Setor Psicossocial, a circulação da palavra, uma proposição de Kupfer, para propiciar a implicação dos envolvidos nas questões que atravessam o processo educativo, a fim de possibilitar uma visão diferenciada acerca do adoecimento, presente na queixa dos trabalhadores. / This research is the fruit of my questions as a psychologist / psychiatrist responsible for the care of educators, teachers and technicians in a City Department of Education, the central region, considered to be unfit to perform their functions, progressively raising the rate of illness and removal of workers. This situation was presented as coming from the tensions generated in the relationship between the teacher and his students, especially those set in the classroom. A singular passage occurred during a training course gave materiality to the subject, to express the manifestation of the unconscious in educational practice. By accepting the invitation of a speaker to write something impeding the exercise teaching, a teacher will write to the frame and "high esteem". This Freudian slip, thrust of this research raised elaborations, brought about the interference of the puzzles of subjectivity in educational theme. Serve me the concepts of transference, the ego ideal, the formation of symptoms and the notion of commitment to the symbolic debt, according to the formulations of Freud and Lacan, to discuss the teacher's role and position of the psychoanalyst in practice in extension. I took notes based on the records and interviews with teachers referred to the Service Psychosocial expressed in requests for removal. Requests occurred from the demands of others, due to behavioral issues, and with a view to adjustments (the retrofits), without considering the subjectivity and context in which they originated. To begin reading this material, using one of the key devices of psychoanalytic research: the floating attention. Considered as a viable resource to meet the demands of the sector Psychosocial intervention required, the circulation of the word, a proposition Kupfer, to facilitate the involvement of the issues involved in going through the educational process, in order to provide a different view about the disease, present in the abuse of workers.
8

A abordagem biográfica na orientação profissional

Ehrlich, Irene Fabrícia January 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2013-03-04T18:29:53Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / O objetivo desta pesquisa é analisar a teoria e o método do existencialismo de J. P. Sartre para o desenvolvimento de uma abordagem biográfica no campo da orientação profissional. Com esse trabalho, propomo-nos a examinar em que medida a abordagem sartreana proporciona um avanço da pesquisa biográfica de maneira a ajudar a pessoa a situar-se como sujeito da sua história face aos condicionamentos sócio-históricos, bem como na consideração do papel da profissão dentro do conjunto da personalidade face ao futuro. A abordagem biográfica foi construída no campo da orientação profissional durante os anos 80. Sua integração caracterizou-se pela tentativa de ultrapassar a proposição inicial que, desde o desenvolvimento do capitalismo industrial, concentrou-se sobre a medida das aptidões humanas, com a finalidade de achar o lugar certo para o sujeito no mundo do trabalho. Contribuindo para a construção de uma nova perspectiva para o campo, a abordagem biográfica inaugurada por G. Francequin busca integrar a história pessoal do sujeito ao processo de escolha profissional, considerando os determinantes da situação psíquica e social. Nesse sentido, principalmente a partir da sociologia clínica e, particularmente, a partir da perspectiva desenvolvida por Vincent de Gaulejac, Francequin encontra as bases teórico-metodológicas para o desenvolvimento de uma perspectiva biográfica em orientação profissional (OP). A sociologia clínica insiste na articulação do social e do psíquico, visando a ultrapassar as análises reducionistas, tanto de cunho psicológico quanto sociológico. A hipótese dessa perspectiva é a de que somente a compreensão da articulação do social e do psíquico na sua complexidade característica permite ao sujeito reapropriar-se da sua história, de forma a promover, assim, tanto a ideia de uma liberdade ilusória própria do individualismo contemporâneo, quanto a ideia da impotência do sujeito face às determinações exteriores. Gaulejac, assim, desenvolve seus trabalhos à luz da sociologia francesa, da psicanálise e do existencialismo sartreano. Perseguindo a perspectiva inaugurada pela sociologia clínica, buscamos analisar a contribuição da teoria e do método de J. P. Sartre para a abordagem biográfica dentro do campo da OP. A perspectiva sartreana propõe ultrapassar as concepções que naturalizam as possibilidades humanas e, neste sentido, recusa, desde a sua raiz, as noções de "vocação" e "aptidão" como pré-existentes à constituição dialética do sujeito no seu contexto sócio-histórico. Tal perspectiva, portanto, visa a ultrapassar a ideia marxista de uma "história sem homens", bem como os determinismos da psicanálise freudiana com relação ao estudo da psique singular. Nesse sentido, o filósofo existencialista propõe uma "psicanálise existencial" que, em articulação com o método "progressivo-regressivo", considera o sujeito como universal-singular, isto é, compreensível somente a partir da implicação interna entre o social, o psíquico e o existencial. Para analisar a contribuição do existencialismo de Sartre e seu valor heurístico para o campo da orientação profissional, esta tese busca expor tanto a concepção antropológica que lhe serve de base, como os principais eixos que caracterizam o método que lhe concerne. Tal caminho permitiu-nos compreender que um processo biográfico no campo da orientação profissional sustentado por uma perspectiva sartreana pode ajudar as pessoas a desnaturalizar a sua personalidade, compreendendo o seu processo histórico de formação, de maneira a permitir visualizar como o ser singular de cada um, tal como vivido no presente, é resultante de um projeto escolhido a partir de condições sócio-históricas reais que compõem a sua situação. Tal desnaturalização supõe evidenciar a "situação" do sujeito, isto é, a sua pré-história, a sua proto-história e a sua personalização. Em suma, supõe compreender aquilo que os outros fizeram dele dentro de condições sociais e materiais determinadas, bem como aquilo que ele conseguiu fazer de si a partir daquilo que fizeram dele. Nesse sentido, uma abordagem biográfica sustentada nos trabalhos de J. P. Sartre permite situar e compreender o sentido de uma profissão no âmbito da dialética composta pela "constituição" (aquilo que fizeram de mim) e pela "personalização" (aquilo que faço do que fizeram de mim). Isto significa que se deve considerar a escolha profissional como indissociável do conjunto da dialética constituição-personalização compreendida como totalização em curso. / The goal of this research is to analyze the theory and the method of the Existentialism of J. P. Sartre for the development of a biographical approach in the field of career guidance (CG). We propose with this work to examine to what extent the Sartrean approach provides an advance of the biographical research in order to help the person to live as subject of their history with socio-historical conditions, as well as in consideration of the role of the profession within the set of personality for the future. The biographical approach was built in the field of vocational guidance during the years 80. Their integration was characterized by the attempt to overcome the initial proposition, since the development of industrial capitalism, focused on the extent of human skills to find the right place for the subject in the world of work. Contributing to the construction of a new perspective to the field, the biographical approach inaugurated by G. Francequin seeks to integrate the personal history of the subject to the professional choice, considering the determinants of mental and social situation. In this sense, it is mainly from the Clinical Sociology and particularly the perspective developed by Vincent de Gaulejac, that Francequin finds the theoretical and methodological bases for the development of a biographical perspective in CG. Clinical sociology insists on the articulation of social and psychic to overcome the reducionists analyses, of both sociological and psychological nature. The hypothesis of this perspective is that only the understanding of the psychic and social articulation in its characteristical complexity allows the subject to reappropriate its history, in order to promote the idea of an illusory freedom itself is the impotence of contemporary individualism subject face exterior measurement. Gaulejac thus, develops its work in the light of French sociology, of psychoanalysis and of Sartrean Existentialism. Chasing the perspective inaugurated by clinical sociology, we seek to analyze the contribution of theory and method of J-P Sartre for the biographical approach within the field of professional guideline. The Sartrean perspective is proposed to overcome conceptions that naturalize the human possibilities and, in this sense refuses, from its roots, the notions of vocation and suitability as pre-existing to the dialectical constitution of the subject in his social-historic context. Such a perspective therefore seeks to overcome the Marxist idea of a story without men as well as the determinisms of Freudian psychoanalysis in relation to study the individual psyche. In this sense, the Existentialist philosopher proposes an existential psychoanalysis, which, articulated with the progressive-regressive method, considers the subject as universal-singular, i.e. comprehensible only from the internal implication between the social, the psycho and the existential. To analyze the contribution of the Sartrean Existentialism and its heuristic value to the field of vocational guidance, this thesis seeks to expose both the anthropological concept that serves as its basis as well as the main axes that characterize the method that concerns it. This way allowed us to understand that a biographical process in the field of vocational guidance upholder upon a Sartrean perspective propose to help people to denaturalize their personality, understanding its historical process of formation, so as to allow them to visualize how the singular being of each one, as lived in the present, is the result of a project chosen from actual historical social conditions that make up their situation. Such denaturalization supposed to evident ate the situation of the subject, i.e., his prehistory, his proto-history and his personalization, in short, to understand what others made of him within certain material social conditions, as well as, what he was able to do from what was made of him. Accordingly, a biographical approach sustained in the works of J. P. Sartre allows situating and understanding the meaning of a occupation in the scope of the dialectic composed by the constitution (what made me) and personalization (what we do from what they did from me). This means that one has to consider the professional choice as inseparable from the whole dialectic constitution-personalization understood as aggregation under way.
9

Dizendo adeus

Lisbôa, Márcia Lucrécia January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia / Made available in DSpace on 2012-10-19T17:25:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-26T03:03:31Z : No. of bitstreams: 1 181042.pdf: 2150391 bytes, checksum: fac141f120d9fd62458bbc471d6d9a5b (MD5) / Estudo dos efeitos terapêuticos do ritual de despedida na iminência da morte, em familiares de pacientes com prognóstico reservado, internados no Hospital Universitário da UFSC. Participaram oito famílias. Coleta de dados em duas etapas: no pré-óbito, acompanhando o familiar no processo de despedida, e no pós-óbito, fazendo uma entrevista com o familiar entre 1 e 2 meses após a morte do paciente. Constatou-se que o modo como os familiares se despediram abrangeu a comunicação verbal e não-verbal, a religião, a "liberação", o "estar junto", trazer outros familiares e a despedida do próprio paciente. Todos se manifestaram favoráveis à realização do ritual, destacando a oportunidade de aprendizado, o privilégio de participar de um momento especial, a importância da orientação psicológica e da qualidade anterior do relacionamento. Como dificuldades, colocaram os sentimentos de pena, tristeza, angústia e falta de coragem. Entre os efeitos, estão o conforto e a tranqüilidade, o alívio da sensação de impotência, de culpas e da tristeza, a ajuda na aceitação da morte e na recuperação da família, a aproximação entre os familiares e o paciente, a abertura da comunicação entre eles, a melhoria de condições para elaborar o luto, a redefinição dos relacionamentos com a pessoa ainda em vida, sendo que esta também se beneficia dos efeitos.
10

Atendimento psicológico a pacientes internados e seus familiares na fase de suspeita de diagnóstico de câncer e/ou AIDS

Lima, Sonia de January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia. / Made available in DSpace on 2012-10-20T11:08:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / No presente trabalho investiga-se a avaliação do acompanhamento psicológico a pacientes que estão na iminência de receber diagnósticos de câncer ou AIDS e seus familiares. Foram pesquisados nove pacientes dos quais se suspeitava estivessem desenvolvendo algum tipo de câncer ou fossem portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e de alguma forma já estivessem manifestando a doença. Todos os pacientes estavam internados nas Clínicas Médicas do Hospital Universitário. A coleta de dados foi realizada em duas etapas. Na primeira as informações foram colhidas ao mesmo tempo em que foram realizados os atendimentos psicológicos, e na segunda, o paciente ou algum dos seus familiares foram

Page generated in 0.0813 seconds