Return to search

Fadiga neuromuscular e performance no domínio severo

Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, 2017. / Made available in DSpace on 2017-10-31T03:19:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1
348881.pdf: 1137489 bytes, checksum: f623b83778776a8817407dbe2c4b933d (MD5)
Previous issue date: 2017 / No ciclismo, a relação hiperbólica entre intensidade de exercício e tempo de exaustão (tlim) apresenta uma potência crítica (PC) e uma quantidade constante de trabalho que pode ser realizado acima da PC (W ). Alguns pressupostos dessa relação ainda não foram completamente testados e/ou confirmados. Dessa forma, os objetivos da presente tese foram: 1) investigar o efeito de duas diferentes taxas de utilização de uma mesma fração da W na magnitude de fadiga neuromuscular (redução do torque muscular pico); 2) investigar o efeito de duas diferentes taxas de utilização de uma mesma fração da W no tlim de um exercício subsequente realizado no domínio severo. A amostra foi composta por 17 sujeitos saudáveis do sexo masculino (25,6 ± 3,7 anos) que participaram voluntariamente. Para atender ao primeiro objetivo, o torque muscular pico dos sujeitos foi determinado por meio de um sprint isocinético all-out (cadência fixa de 120 rpm) em uma condição controle e após dois testes de carga constante programados para depletar 70% W em 3 e 10 min, respectivamente. Em adição, para atender ao segundo objetivo, os sujeitos realizaram dois testes de carga constante programados para depletar 70% W em 3 e 10 min seguidos por um teste até a exaustão na carga correspondente à PC + 10 W. O torque muscular pico nos testes de 3 min (108 ± 19 N.m) e 10 min (112 ± 23 N.m) foi significantemente reduzido
(p < 0,05) em comparação à condição controle (135 ± 20 N.m). Contudo, não houve diferença entre as duas condições experimentais (p > 0,05). Por outro lado, o tlim na carga correspondente à PC + 10 W foi mais longo após o teste de 3 min (15,8 ± 6,4 min) que após o teste de 10 min (10,0 ± 6,8 min). Assim, com base nos resultados encontrados, pode ser concluído que a fadiga neuromuscular no domínio severo é independente da taxa de utilização da W quando o trabalho
realizado acima da PC é o mesmo. Contudo, o tlim de um exercício severo pode ser prolongado quando é realizado após uma alta taxa de depleção da W . Isso significa que a magnitude da W pode ser aumentada dependendo da amplitude de variação da carga acima da PC.<br> / Abstract : During cycling exercise, power output and time to exhaustion (tlim) describe a hyperbolic relationship, with an asymptote known as critical power (CP) and a fixed amount of work that can be performed above the CP (W ). Some assumptions of this relationship have not yet been fully tested and/or confirmed. Therefore, the aims of this thesis were: to investigate the effect of two different rates of utilization of the same fraction of W on 1) the magnitude of neuromuscular
fatigue (reduction of peak muscle torque); and on 2) a tlim performed within the severe-intensity domain immediately following the first part of exercise. 17 healthy male subjects (25.6 ± 3.7 years) volunteered to participate in this study. Peak muscle torque was determined through an allout isokinetic sprint (cadence fixed at 120 rpm) in a control condition and after two constant power output tests set to deplete 70% W in 3 and 10 min, respectively. In addition, the subjects performed two constant power output tests set to deplete 70% W in 3 and 10 min, respectively, followed by a constant test at CP + 10 W performed to exhaustion. Peak muscle torque was significantly reduced (p < 0.05) after 3 min (108 ± 19 N.m) and 10 min (112 ± 23 N.m) tests compared to the control condition (135 ± 20 N.m). However, there was no significant difference between the two experimental conditions (p > 0.05). On the other hand, the tlim at CP + 10 W was
significantly longer (p > 0.05) after the 3 min test (15.8 ± 6.4 min) compared to after the 10 min test (10.0 ± 6.8 min). In conclusion, neuromuscular fatigue in the severe-intensity domain is independent of the rate of utilization of W when the same work is accumulated above the CP. However, the tlim within the severe-intensity domain can be prolonged when performed after a fast rate of utilization of W which means that the magnitude of W can be increased depending on the
amplitude of power output variation above the CP.

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufsc.br:123456789/180563
Date January 2017
CreatorsSouza, Kristopher Mendes de
ContributorsUniversidade Federal de Santa Catarina, Denadai, Benedito Sérgio
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Format91 p.| il., gráfs., tabs.
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFSC, instname:Universidade Federal de Santa Catarina, instacron:UFSC
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0089 seconds