• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 119
  • 8
  • 5
  • Tagged with
  • 132
  • 80
  • 63
  • 51
  • 50
  • 42
  • 33
  • 26
  • 20
  • 20
  • 18
  • 17
  • 17
  • 16
  • 14
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Redução do esforço amostral de ácaros do solo (Acari: Oribatida) em fragmentos de floresta da região de Alter do Chão, Pará, Brasil

Ferreira, Raimundo Nonato Costa 20 January 2011 (has links)
Submitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2016-02-03T20:00:21Z No. of bitstreams: 2 Dissertação_Raimundo Nonato Costa Ferreira.pdf: 844097 bytes, checksum: 15e58850fa7e383e15961d10131cfbab (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-02-03T20:00:21Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação_Raimundo Nonato Costa Ferreira.pdf: 844097 bytes, checksum: 15e58850fa7e383e15961d10131cfbab (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Previous issue date: 2011-01-20 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The high diversity and abundance of edaphic invertebrates results in high costs in biodiversity studies, mainly in tropical regions. The highest issue related to sampling protocols is its efficiency for ecological studies that is reduced in studies with small organisms. With oribatid mites community, this issue must take in consideration the large investment in time necessary to sort and identify the individuals, because of the high abundance and diversity, and also the necessary techniques to indentify these small organisms. Therefore, as time investment increases, higher will be the costs of the protocol, and the higher will be the time necessary for publication of the results. We aimed to evaluate the efficiency of reduced effort in sorting subsamples, and to demonstrate which one possesses better cost-benefits relationship in identifying oribatid mites. We are also comparing two levels of taxonomical identification: species and genera. Litter and soil were sampled in 16 plots in fragments of forest, and the apparatus of Berlese-Tullgren was used for extraction of the invertebrates. Using the apparatus of Santos-Yano, reduction of the initial proportion of the sub- samples, containing the extracted mites from the Berlese-Tullgren and preserved in alcohol, were done in fractions of 50, 25, 12.5 e 6.25 % of the initial content. For each effort reduction dissimilarities matrixes were generated using abundance (Bray- Curtis index), and presence absence data (Sørensen index). Using Mantel correlation, we evaluated the similarity among each reduced effort, considering ≥ 07 as a satisfactory value. For eight of the 16 plots, the similarity index among the maximum effort (100%) and effort reductions to 50% were higher than 70% for species and genera. Therefore, for the others eight plots, the calculations were done to compare the reduced effort of 50% with 25, 12.5 and 6.25%. For each effort, the community composition was reduced to two axes using Principal Component Analysis (PCoA). The axes of the PCoA were submitted to a Multiple Multivariate Regression with three environmental variables: amount of litter, tree density and area of the fragment. A total of 7,318 individuals of adult oribatid mites, distributed in 156 species, being 61% composed by morphospecies, 96 genera and 51 families was recorded. The most abundant species were: Rostrozetes ovulum e Archegozetes longisetosus. Due the high number of monotypic genera, the relation between species and genera is about 2:1 in the higher efforts. This ratio is reduced when the effort is being reduced. In general, the influence patterns of the environmental variables detected with higher efforts were also captured in reduced efforts. This pattern was similar between the two levels of identification, meaning that genera as a surrogate of species is viable. The costs per each species in the protocol were reduced in smaller efforts. The costs and time in the identification of oribatid mites can be reduced with lower loss of ecological and taxonomic information. With this strategy, oribatid mites can be used in medium or large spatial scale surveys in Amazonia. / A grande diversidade e abundância de alguns grupos de invertebrados de solo faz com que investimentos em estudos de biodiversidade de tais grupos sejam dispendiosos, principalmente nas regiões tropicais. O grande questionamento a respeito dos protocolos de coletas é sobre a sua eficiência para uso em estudos ecológicos, que diminui em estudos com organismos de pequeno tamanho. Com ácaros oribatídeos, esse questionamento deve levar em consideração a alta demanda de tempo para triar e identificar os indivíduos, devido à grande abundância e alta diversidade, além das técnicas necessárias para identificações desses pequenos organismos. Sendo assim, quanto maior o tempo maior será os custos envolvidos no protocolo e maior será a demora na publicação dos resultados. Portanto, foi avaliada a eficiência de proporções reduzidas de amostras para demonstrar quais delas possuem melhor relação custo-benefício na identificação de ácaros oribatídeos. Também foram comparados dois níveis de identificações taxonômicas: espécies e gêneros. Foram coletadas amostras de serrapilheira e solo em 16 parcelas situadas em 16 fragmentos de floresta e o aparelho de Berlese- Tullgren foi utilizado para extração dos invertebrados. Utilizando o aparato Santos- Yano, foram obtidas reduções das sub-amostras extraídas no Berlese-Tullgren e preservadas em álcool, em frações de 50, 25, 12,5 e 6,25% do tamanho inicial. Para cada esforço de triagem, foram geradas matrizes de dissimilaridade com dados de abundância (índice de Bray-Curtis) e de presença e ausência (índice de Sørensen). Utilizando o índice de correlação de Mantel, foi avaliada a similaridade entre cada uma das diluições, adotando como medida satisfatória valores ≥ 0,7. Para oito das 16 parcelas, os índices de similaridade entre os esforços máximos de triagem (100%) e os esforços reduzidos a 50% foram maiores que 70%, tanto para espécies quanto para gêneros. Deste modo, para as outras oito parcelas os cálculos foram feitos para comparar o esforço 50% com os de, 25, 12,5 e 6,25%. A composição da comunidade foi reduzida a poucas dimensões com Análise de Componentes Principais (PCoA) para cada esforço. Os resultados da PCoA foram submetidos a uma Regressão Múltipla Multivariada com três variáveis ambientais: quantidade de serrapilheira, densidade de árvores e área (ha) dos fragmentos. Foram identificados 7.318 indivíduos de ácaros oribatídeos adultos, distribuídos em 156 espécies, sendo 61% compostas por morfoespécies, 96 gêneros e 51 famílias. As espécies mais abundantes foram Rostrozetes ovulum e Archegozetes longisetosus. Devido à grande quantidade de gêneros monotípicos, a relação entre o número de espécies e o de gêneros é ao redor de 2:1 nos esforços maiores. Essa relação tende a ser menor à medida que o esforço é reduzido. No geral, os padrões de influência das variáveis ambientais capturados nos esforços maiores, se mantiveram nos esforços mais reduzidos. Esse padrão de influência foi semelhante entre os dois níveis de identificações taxonômicas, significando que o uso de gêneros como “surrogate” de espécies é viável. Os custos por espécies adicionadas ao protocolo foram reduzidos nos esforços menores. Foi verificado que os custos e o tempo na identificação dos ácaros oribatídeos podem ser reduzidos com pouca perda de informação ecológica e taxonômica. Com o emprego destas estratégias, os ácaros oribatídeos e podem ser utilizados em estudos de média e larga escala espacial na Amazônia.
2

Sistemática molecular para ácaros planos do gênero Brevipalpus Donnadieu (Acari: Tenuipalpidae) : utilização de marcadores moleculares mitocondriais e nucleares / Molecular systematics for flat mites of the genus Brevipalpus Donnadieu (Acari: Tenuipalpidae) : using mitochondrial and nuclear molecular markers

Oliveira, Ísis Carolina Souto de 29 August 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2015-02-05T18:07:06Z No. of bitstreams: 1 2014_IsisCarolinaSoutodeOliveira.pdf: 2170234 bytes, checksum: 3e041531fdefa9851652d45970087c0a (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2015-03-06T19:40:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_IsisCarolinaSoutodeOliveira.pdf: 2170234 bytes, checksum: 3e041531fdefa9851652d45970087c0a (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-06T19:40:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_IsisCarolinaSoutodeOliveira.pdf: 2170234 bytes, checksum: 3e041531fdefa9851652d45970087c0a (MD5) / O gênero Brevipalpus Donnadieu destaca-se como um dos mais importantes na família Tenuipalpidae. Esses ácaros fitófagos podem causar danos a seus hospedeiros, sejam diretos, pela alimentação em folhas, ramos e frutos, sejam indiretos, devido à transmissão de vírus. A taxonomia dos ácaros Brevipalpus, especialmente das espécies de importância econômica, tem representado um desafio para os acarologistas; numerosas sinonímias têm sido estabelecidas e a ocorrência de espécies crípticas tem sido confirmada. A acurada identificação desses ácaros é fundamental para compreensão do papel de cada espécie na transmissão dos fitovírus, para a determinação dos hospedeiros de cada espécie, e para a definição de medidas de prevenção e controle. Estudos morfológicos com a utilização de diferentes técnicas de microscopia têm possibilitado um imenso avanço na taxonomia do grupo. Em uma abordagem integrativa, além dos estudos morfológicos é fundamental dispor de ferramentas adicionais para a construção de uma sistemática consistente dos grupos de organismos. Até o momento apenas um fragmento, da região Citocromo Oxidase I (COI) do DNA mitocondrial foi explorado na sistemática de Brevipalpus. A utilização de um maior número de marcadores moleculares, independentes, é importante para a consistência dos estudos. O presente trabalho teve como objetivos contribuir para o avanço da sistemática molecular de ácaros Brevipalpus, através da avaliação e otimização de protocolos de extração e amplificação de DNA; comparação de filogenias obtidas a partir de sequências de quatro regiões do genoma, incluindo marcadores mitocondriais - dois fragmentos da região COI -, e nucleares - regiões “Internal Transcriber Spacer II” (ITS2) e subunidade D1-D3 do gene 28S; apresentação de faixas de distâncias genéticas intra e interespecíficas; e avaliação de caracteres morfológicos em um contexto filogenético. Foram obtidas 25 amostras de Brevipalpus, de cinco países - Argentina, Brasil, Chile, Espanha, e Israel -, de 22 plantas hospedeiras. Foram avaliados dois protocolos de extração de DNA em relação ao rendimento da concentração de DNA, de sua qualidade e eficiência para amplificação, sendo um parcialmente destrutivo e um não destrutivo. Apesar do rendimento da concentração de DNA dos dois protocolos ser similar, observou-se maior eficiência de amplificação com o DNA obtido através do método parcialmente destrutivo. Para cada um dos quatro pares de primers foram testadas Reações de Polimerase em Cadeia (PCR) com variações nas concentrações de componentes da reação (MgCl2, BSA, DNTP e primers), assim como nas condições das reações (temperaturas de amplificação, número e tempo dos ciclos). As reações de PCR foram alteradas para possibilitar a amplificação do DNA com apenas 2μL de DNA molde, permitindo a amplificação dos quatro marcadores com DNA de um único espécime. Para as análises filogenéticas, além das sequências obtidas durante o desenvolvimento desse estudo, foram incluídas, nos datasets das análises filogenéticas, sequências de Brevipalpus recuperadas do GenBank. O fragmento da região COI amplificado com os primers DNR e DNF foi de 373 pares de base (pb) e o alinhamento final foi composto por 190 sequências de Brevipalpus (92 obtidas nesse estudo, 98 recuperadas do GenBank), as quais foram classificadas em 89 haplótipos, agrupados em 18 linhagens. O fragmento da região COI amplificado com os primers LCO e HCO foi de 650pb e o alinhamento final foi composto por 64 sequências (todas obtidas nesse estudo), as quais foram classificadas em 31 haplótipos, agrupados em 12 linhagens. O fragmento da região ITS2 foi de 500pb e o alinhamento final foi composto por 109 sequências (108 obtidas nesse estudo, uma recuperada do GenBank), as quais foram classificadas em 43 genótipos, agrupados em 14 linhagens. O fragmento da região D1-D3 foi de 900pb e o alinhamento final foi composto por 74 sequências (todas obtidas nesse estudo), as quais foram classificadas em 28 genótipos, agrupados em 11 linhagens. De forma geral, as topologias das árvores filogenéticas obtidas a partir de sequências das quatro regiões do genoma foram congruentes. Apesar de não ter sido possível obter sequências dos quatro fragmentos para todos os espécimes foi possível fazer a correspondência entre os clados das diferentes árvores a partir das infomações sobre as amostras e/ou espécimes sequenciados. Entretanto, entre as árvores dos diferentes marcadores, foram observadas algumas incongruências na divisão de linhagens dentro dos grupos phoenicis e obovatus. A principal diferença na topologia das ávores filogenéticas, foi a posição do clado do grupo cuneatus. O status taxonômico de algumas populações, que provavelmente consituem novos táxons para a ciência, foi aclarado. Os resultados das análises filogenéticas indicaram a necessidade da condução de estudos mais detalhados para esclarecer a posição taxonômica de linhagens próximas a B. yothersi, B. incognitus e B. phoenicis tipo 1, para as quais não houve consenso entre as filogenias das diferentes regiões. O valor filogenético de alguns dos caracteres morfológicos que têm sido utilizados para a taxonomia de Brevipalpus foi discutido com a finalidade de subsidiar a revisão da classificação de grupos. As informações geradas representam um ponto de partida para a construção de uma classificação taxonômica consistente para os ácaros Brevipalpus, baseada nas relações filogenéticas entre os táxons. ___________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The genus Brevipalpus is one of the most important in the Tenuipalpidae family. These phytophagous mites can cause damage to their host plants either directly, by feeding on leaves, stems and fruits or indirectly, by transmitting plant virus. Brevipalpus mite taxonomy, particularly of economically important species, represents a challenge for acarologists; numerous synonyms have been established and the occurrence of cryptic species has been confirmed. The accurate identification of these mites is essential to understand the role of each species in the transmission of plant viruses, for listing host plants of each species, and for defining prevention and control strategies. Morphological studies applying different microscopy techniques have enabled a considerable advance in the taxonomy of the group. In an integrative approach, besides the morphological studies is essential to have additional tools for building a consistent systematics for groups of organisms. So far, only one fragment of the Cytochrome Oxidase I (COI) region, of the mitochondrial DNA had been explored in Brevipalpus systematics. Employing a higher number of independent molecular markers is important to give consistency for the studies. The present study aimed to contribute for the advance of Brevipalpus mite molecular systematics by evaluating and optimizing DNA extraction and amplification protocols; comparing phylogenies obtained from sequences of four different genome regions, including mitochondrial– two fragments of the COI region -, and nuclear markers – regions Internal Transcriber Spacer II (ITS2) and the subunit D1-D3 of the gene 28S; presenting intra and interspecific genetic distances; and evaluating the morphological traits in a phylogenetic context. For the study 25 samples of Brevipalpus were obtained, from five countries – Argentina, Brazil, Chile, Spain and Israel, from 22 host plants. Two protocols of DNA extraction were evaluated considering DNA concentration, quality and efficiency for amplification, being one partially destructive and the other one non destructive. Although the DNA concentration for both protocols has been similar, the partially destructive method was more efficient for DNA amplification. For each of the four pairs of primers Polymerase Chain Reactions (PCR) were tested with variations on the components of reaction (MgCl2, BSA, DNTP and primers) as well as in the reactions conditions (amplification temperatures, number and duration of cycles). Reactions were adjusted to make possible DNA amplification from 2μL of DNA, thus allowing amplification of the four markers from DNA of one specimen. For the phylogenetic analyses, in addition to the sequences obtained in this study, Brevipalpus sequences retrieved from Genbank were included in the datasets. The length of the amplified fragment of the COI region using primers DNF & DNR was 373 base pairs (bp) and the final alignment included 190 sequences (92 obtained in this study, 98 retrieved from Genbank), which were classified in 89 haplotypes, clustered in 18 lineages. The length of the amplified fragment of the COI region using primers LCO & HCO was 650bp and the final alignment included 64 sequences (all obtained in this study), which were classified in 31 haplotypes, clustered in 12 lineages. The length of the amplified fragment of the ITS2 region was 500bp and the final alignment included 109 sequences (108 obtained in this study, one retrieved from Genbank), which were classified in 43 genotypes, clustered in 14 lineages. The length of the amplified fragment of the subunit D1-D3 of the gene 28S was 900bp and the final alignment included 74 sequences (all obtained in this study), which were classified in 28 genotypes, clustered in 11 lineages. In general topologies of phylogenetic trees obtained from sequences of the four genome regions were congruent. Although it wasn’t possible to obtain sequences of the four fragments for all the specimens, it was possible to match clades trees from information of the sequenced samples and/or specimens. However, incongruences in the division of lineages within groups phoenicis and obovatus were observed between trees built from different markers. The main difference between the phylogenetic trees topologies, was the position of the cuneatus group. Taxonomic status of some populations, which probably constitute new taxa, was clarified. Results of phylogenetic analyses showed the need to conduct further studies to clarify the taxonomic position of lineages close to B. yothersi, B. incognitus and B. phoenicis tipo 1, to which were observed incongruencies between phylogenies. The phylogenetic value of some morphological characters used for Brevipalpus taxonomy was discussed to support the revision of groups classification. Information provided represents a starting point for the development of a consistent taxonomic classification of the Brevipalpus mites, based on the phylogenetic relations between groups and taxa.
3

Sistemática morfológica e molecular de ácaros fitófagos do gênero Brevipalpus Donnadieu de importância econômica e quarentenária para o Brasil / Morphological and molecular systematics of phytophagous mites of Brevipalpus Donnadieu genus of economic and quarantine importance to Brazil

Miranda, Letícia Calvoso 17 March 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2008. / Submitted by Jaqueline Oliveira (jaqueoliveiram@gmail.com) on 2008-12-23T17:55:40Z No. of bitstreams: 1 2008_LeticiaCalvosoMiranda.pdf: 2948386 bytes, checksum: 4ff10fa8d37ac3a011392e71608abf2a (MD5) / Approved for entry into archive by Georgia Fernandes(georgia@bce.unb.br) on 2009-03-03T18:02:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_LeticiaCalvosoMiranda.pdf: 2948386 bytes, checksum: 4ff10fa8d37ac3a011392e71608abf2a (MD5) / Made available in DSpace on 2009-03-03T18:02:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_LeticiaCalvosoMiranda.pdf: 2948386 bytes, checksum: 4ff10fa8d37ac3a011392e71608abf2a (MD5) / O gênero de maior importância na família Tenuipalpidae é Brevipalpus Donnadieu. Esse gênero é composto por cerca de 300 espécies distribuídas por todo o mundo. Ácaros Brevipalpus apresentam importância agrícola por danificarem diversas culturas e, principalmente, por algumas espécies agirem como vetoras de importantes vírus fitopatogênicos. No Brasil, as principais espécies de Brevipalpus são B. phoenicis (Geijskes), B. obovatus Donnadieu e B. californicus (Banks). A espécie B. chilensis Baker é de expressão quarentenária para o Brasil e apresenta alto risco de introdução no país, através do trânsito de material vegetal. As espécies de Brevipalpus são morfologicamente muito próximas e, algumas delas, têm sido confundidas e erroneamente identificadas. Esta dificuldade de identificação das espécies de Brevipalpus tem causando dificuldades para o desembaraço de commodities brasileiras e para a interceptação de espécies quarentenárias em pontos de entrada no Brasil. Este trabalho teve como objetivo geral dar subsídio para a rápida e acurada identificação de espécies de Brevipalpus e contribuir para a sistemática do grupo. São apresentados três capítulos, cujos objetivos específicos foram: 1) contribuir para o conhecimento de hospedeiros e distribuição de ácaros Brevipalpus no Brasil, através de coletas, bem como através de compilação de informações; 2) descrever a variabilidade fenotípica de B. chilensis entre populações de diferentes hospedeiros e localidades no Chile, usando métodos de morfometria multivariada, e investigar se a variação observada estava relacionada com o hospedeiro ou localidade de origem; 3) contribuir para o conhecimento da sistemática molecular de Brevipalpus e avaliar o potencial da região Citocromo Oxidase subunidade I (CO-I) do DNA mitocondrial para a definição de primers espécieespecíficos para a identificação de Brevipalpus. Nos levantamentos realizados foram encontrados Brevipalpus em 70 plantas hospedeiras, tendo sido identificadas quatro espécies nas plantas amostradas: B. californicus, B. cassia, B. obovatus e B. phoenicis. São relatados cinco novos hospedeiros para B. phoenicis, dois para B.californicus, um para B. cassia e um para B. obovatus. Até o momento, no Brasil, os ácaros Brevipalpus apresentam cerca de 250 hospedeiros distribuídos em 133 localidades. Os resultados das análises morfométricas indicam que B. chilensis apresenta variabilidade morfométrica intra e interpopulacional. Não se observou a formação de agrupamentos isolados de populações, que justificassem a distinção de categorias subespecíficas. As análises mostraram que a variabilidade morfométrica em B. chilensis apresenta relação com a planta hospedeira. Entretanto, não se observou a ocorrência de um padrão de variabilidade morfométrica relacionada com a localidade de origem das amostras. A caracterização morfométrica de B. chilensis revelou o potencial de caracteres, anteriormente não explorados, como úteis para distinção entre o ácaro quarentenário B. chilensis e B. obovatus. Para os estudos de sistemática molecular, um segmento CO-I de 430pb foi amplificado e seqüenciado. Foram obtidas 49 seqüências da região CO-I. Nas análises foram incluídas 41 seqüências de Brevipalpus recuperadas do GeneBank. As análises filogenéticas evidenciaram a formação de dois grupos principais: 1) B. phoenicis e 2) B. chilensis e B. aff. chilensis, B. obovatus, B. californicus e B. aff. phoenicis. Os resultados apoiam a atual classificação taxonômica das espécies B. obovatus e B. chilensis, indicando a independência desses dois táxons, bem como, apoiando a hipótese de que o fenótipo B. phoenicis seja um complexo de espécies. O polimorfismo da região CO-I entre as espécies de Brevipalpus estudadas indica que esta região não apresenta potencial para a definição de primers espécie-específico, outra região do genoma deverá ser explorada para diagnóstico. A região CO-I é filogeneticamente informativa. Perspectivas para continuidade de estudos de sistemática morfológica e molecular envolvendo ácaros Brevipalpus são apontadas. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Brevipalpus Donnadieu is the most importante genus in the Tenuipalpidae family. This genus presents about 300 species distributed around the world. Brevipalpus mites present agricultural importance because they are pests of several crops and especially due to their role as vectors of serious plant viroses. In Brazil, the main Brevipalpus species are B. phoenicis (Geijskes), B. obovatus Donnadieu and B. californicus (Banks). Brevipalpus chilensis Baker is of quarantine expression to Brazil and presents a high risk of introduction into the country through the movement of plant material. Brevipalpus species are morphologically very close which has caused some misidentification. This difficulty in identifying Brevipalpus species has caused problems to the Brazilian exportations and to the interception of quarantine species in the entry points in Brazil. The main goal of this work was to give support to a fast and accurate identification of Brevipalpus species and contribute to the systematic of the group. Three chapters are presented and their specific objectives were: 1) contribute to the knowledge on the host range and distribution of Brevipalpus mites in Brazil through collections as well as data compilation; 2) describe B. chilensis phenotypic variability among populations of different hosts and localities in Chile, using morphometric multivariate analysis and investigate whether or not the observed variation is associated with the host or geographic origin; 3) contribute to the knowledge on the molecular systematic of Brevipalpus and evaluate the potential of the mitochondrial DNA Cytochrome Oxidase subunit I (CO-I) to define speciesspecific primers to the identification of Brevipalpus. Brevipalpus mites were found in 70 host plants, and four species were identified from the sampled plants: B. californicus, B. cassia, B. obovatus and B. phoenicis. Five new hosts are reported to B. phoenicis, two to B. californicus, one to B. cassia and one to B. obovatus. Up to now, in Brazil Brevipalpus mites present about 250 hosts distributed in 133 localities. Results of morphometric analysis indicate that B. chilensis presents intrainterpopulational morphometric variability. It was not possible to detect the presence of isolated clusters among the studied populations, which could justify distintion of subspecific categories. Data analysis showed that the morphometric variation in B. chilensis is related to the host plants, and not to their geographic origin. The morphometric characterization of B. chilensis revealed the potential of characters, previously not explored, as useful to the distinction between the quarantine mite B. chilensis and B. obovatus. In the molecular systematic studies, a CO-I fragment of 430pb was amplified and sequenced. A total of 49 Brevipalpus samples were obtained. In the analysis there were included 41 Brevipalpus sequences retrieved from the GeneBank. Two main clades were observed - 1) B. phoenicis; 2) B. chilensis and B. aff. chilensis, B. obovatus, B. californicus, B. aff. phoenicis. Results support the present taxonomy of B. obovatus and B. chilensis as distinct taxa as well as the hypothesis of a species complex within B. phoenicis phenotypes. CO-I polymorphism among the studied Brevipalpus species seems to perform poorly in defining species-specific primers and other genomic regions should be explored for diagnostics. CO-I region is phylogenetically informative. Future perspectives to follow studies on morphological and molecular systematic on Brevipalpus are addressed.
4

Diversidade da acarofauna associada a ninhos de aves silvestres no município de São Sepé, Rio Grande do Sul, Brasil

Silva, Darliane Evangelho 18 March 2014 (has links)
Submitted by FERNANDA DA SILVA VON PORSTER (fdsvporster@univates.br) on 2014-05-29T19:06:24Z No. of bitstreams: 3 license_text: 21393 bytes, checksum: 7c4ecb3427d83129a338fc10c55e726a (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) 2014DarlianeEvangelhoSilva.pdf: 1600893 bytes, checksum: 81274d194a803a8ac68a6716a9799974 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Paula Lisboa Monteiro (monteiro@univates.br) on 2014-06-05T12:04:02Z (GMT) No. of bitstreams: 3 license_text: 21393 bytes, checksum: 7c4ecb3427d83129a338fc10c55e726a (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) 2014DarlianeEvangelhoSilva.pdf: 1600893 bytes, checksum: 81274d194a803a8ac68a6716a9799974 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-06-05T12:04:02Z (GMT). No. of bitstreams: 3 license_text: 21393 bytes, checksum: 7c4ecb3427d83129a338fc10c55e726a (MD5) license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) 2014DarlianeEvangelhoSilva.pdf: 1600893 bytes, checksum: 81274d194a803a8ac68a6716a9799974 (MD5) / Os ninhos de aves trazem consigo uma grande riqueza e diversidade de ácaros, composta por ácaros predadores, fitófagos e generalistas. O conhecimento e entendimento desses organismos são importantes para estudos futuros de controle biológico de ácaros praga a partir de predadores naturais podendo contribuir para minimizar altas infestações, evitando que ectoparasitas se tornem um problema sanitário e econômico. Este estudo teve como objetivo conhecer a diversidade da acarofauna associada a ninhos de aves silvestres, correlacionando com variáveis ecológicas dos ambientes do município de São Sepé, Rio Grande do Sul, Brasil. Os ninhos de aves foram coletados nas áreas, urbana e rural, em ambientes florestal, campestre, aquático, pomares e residenciais, entre os meses de agosto a dezembro de 2012. Os ninhos coletados foram dispostos em funil de Berlese para a extração dos ácaros e conservados em álcool 70%. Foi realizada a montagem em lâminas em meio Hoyer. A identificação foi realizada no Laboratório de Acarologia do Universidade do Vale do Taquari UNIVATES. No total foram amostrados 52 ninhos de aves, pertencentes a 25 espécies de aves e encontrado um total de 24.287 ácaros pertencentes a 34 famílias, 70 espécies, além daqueles da Subordem Oribatida. A diversidade de Shannon (H') foi maior no ambiente campestre da área rural (H’=1,91), seguido da residencial (H’=1,88). A diversidade total deu-se na área rural, no ambiente campestre (TD=48,67) e florestal (TD=23,75). A equitabilidade foi bem próxima na área rural em dois ambientes o aquático (ED=0,83) e o florestal (ED=0,80). Maior riqueza se deu na área rural, no ambiente campestre (1,8) e residencial (1,7). No ambiente urbano todas demostraram mesma riqueza (0,8).
5

Diversidade de ácaros edáficos em um fragmento de mata atlântica e três cultivos agrícolas, em Jaboticabal/SP, com ênfase nos Gamasina (Mesostigmata) / Diversity of edatic mites in an atlantic forest fragment and three agricultural crops, in Jaboticabal / SP, with emphasis in the Gamasine (Mesostigmata)

Junqueira, Barbara Rodrigues 31 October 2017 (has links)
Submitted by BARBARA RODRIGUES JUNQUEIRA null (barbararodriguesj@hotmail.com) on 2017-12-13T12:08:30Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Barbara_Rodrigues_Junqueira (1).pdf: 4886045 bytes, checksum: acd676ff2d3642858699d8bc8b2f628e (MD5) / Approved for entry into archive by Alexandra Maria Donadon Lusser Segali null (alexmar@fcav.unesp.br) on 2017-12-13T13:15:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 junqueira_br_me_jabo.pdf: 4886045 bytes, checksum: acd676ff2d3642858699d8bc8b2f628e (MD5) / Made available in DSpace on 2017-12-13T13:15:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 junqueira_br_me_jabo.pdf: 4886045 bytes, checksum: acd676ff2d3642858699d8bc8b2f628e (MD5) Previous issue date: 2017-10-31 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / No Brasil, os estudos que visam avaliar a diversidade e abundância de ácaros edáficos predadores, como os Gamasina (Mesostigmata), ainda são incipientes, focando principalmente em áreas de vegetação natural. No entanto, compreender o impacto da agricultura nestes organismos é importante no aspecto de preservar a biodiversidade e avaliar a sensibilidade destes indíviduos aos tratos culturais. Além disso, conhecer a diversidade desses ácaros edáficos é o primeiro passo na prospecção de novos agentes de controle biológico. Dessa forma, o objetivo dessa dissertação foi determinar e comparar a diversidade e abundância de espécies de ácaros edáficos presentes em um fragmento de Mata Atlântica e em três cultivos agrícolas, em Jaboticabal, estado de São Paulo, com ênfase nos Gamasina. As coletas de solo e serrapilheira (quando presente) foram realizadas bimenstralmente, entre os meses de agosto de 2015 a junho de 2017. Foram avaliadas quatro áreas: um fragmento de Mata Atlântica e cultivos de milho, soja e mangueiras. Cada coleta consistiu em 10 pontos amostrais aleatórios. No laboratório, as amostras foram colocadas em equipamento do tipo Funil de Berlese-Tullgren modificado para extração dos ácaros. O material extraído foi triado, os ácaros foram separados por ordem, sendo os Gamasina montados em lâminas de microscopia. Em seguida, os Gamasina foram identificados, sempre que possível, até o nível de espécie. Os resultados deste estudo demonstraram que o grupo de ácaros edáficos mais abundante, para as quatro áreas de coleta, foi Oribatida (Sarcoptiformes), representando 73,5% dos ácaros coletados. Os Gamasina foram o segundo grupo mais encontrado (19%). Dentre os Gamasina foram encontradas 12 famílias, 35 gêneros e 50 morfoespécies, com destaque para Ologamasidae, representando 33,9% dos Gamasina coletados, seguida de Blattisociidae (18,3%), Laelapidae (13,2%) e Phytoseiidae (11,8%). No fragmento de vegetação natural foram coletados cerca de 52% dos Gamasina, com 25% no cultivo de mangueira, 19% na soja e 4% no milho. A área de vegetação natural também foi a que apresentou maior diversidade de gêneros e morfoespécies seguido pelo cultivo de mangueiras, soja e milho. Nesse estudo também foram encontradas novas espécies para ciência e até um novo gênero, Ologamasidae n. gen. n. sp., que é descrito baseado na morfologia de fêmeas e machos adultos coletados no fragmento de Mata Atlântica. Esse estudo demonstra que o impacto da ação antrópica afeta a comunidade de ácaros edáficos qualitativa e quantitativamente, ou seja, nas áreas de cultivo agrícola obteve-se menor diversidade e abundância de Gamasina. / In Brazil, studies aimed to evaluate the diversity and abundance of edaphic predatory mites, such as the Gamasina (Mesostigmata), are still incipient, focusing mainly on areas of natural vegetation. However, understanding the impact of agriculture on these organisms is important in terms of preserving biodiversity and assessing the sensitivity of these individuals to agricultural managements. In addition, knowing the diversity of these soil mites is the first step in prospecting for new biological control agents. Thus, the objective of this study was to determine and compare the diversity and abundance of edaphic mite species present in a fragment of Atlantic Forest and three agricultural crops, in Jaboticabal, state of São Paulo, with an emphasis on Gamasina. Soil and litter (when present) were collected bi-monthly, between August 2015 and June 2017. Four areas were evaluated: a fragment of Atlantic Forest, corn, soybean and mango crops. Each sample consisted on ten random sampling points. In the laboratory, the samples were placed in a modified Berlese-Tullgren funnel for the extraction of mites. The extracted material was screened and the mites were separated in order, the Gamasina being mounted on microscopic slides. Then were identified, when possible, to species level. The results of this study showed that Oribatida (Sarcoptiforme) was the most abundant mite collected, representing 73.5% of total miltes, for the four areas. Gamasina were the second most abundant group (19%). Among the Gamasina, 12 families, 35 genera and 50 morphospecies were found, mainly Ologamasidae, representing 33.9% of the Gamasina collected, followed by Blattisociidae (18.3%), Laelapidae (13.2%) and Phytoseiidae (11, 8%). In the natural vegetation fragment, about 52% of the Gamasina were collected, 25% in mango culture, 19% in the soybean area and 4% in the corn area. The area of natural vegetation was also the one that presented greater diversity of genera and morphospecies followed by the cultivation of mango, soybean and corn. In this study new species were also found for science and even a new genus, Ologamasidae n. gen. n. sp., which is described based on the morphology of adult females and males collected in the Atlantic Forest fragment. This study demonstrates that the impact of anthropic action affects the community of soil mites qualitatively and quantitatively, that is, in the agricultural cultivation areas, there was less diversity and abundance of Gamasina. / 134530/2015-2
6

Diversidade de ácaros edáficos Gamasina (Mesostigmata) no bioma Caatinga no estado de Alagoas, com descrição de uma espécie nova, e elaboração de um catálogo para a família Podocinidae /

Barros, Ávyla Régia de Albuquerque January 2020 (has links)
Orientador: Gilberto José de Moraes / Resumo: No Brasil, o estudo da diversidade da acarofauna edáfica ainda é pouco conhecido e restrito principalmente a áreas de vegetação natural. Raros estudos têm sido conduzidos em áreas agricultáveis. Na Caatinga do estado de Alagoas não existe, até o momento, nenhum trabalho que busque compreender os impactos que as práticas agrícolas possam exercer sobre a diversidade e abundância da fauna de ácaros Gamasina (Mesostigmata). Os estudos de diversidade são interessantes do ponto de vista aplicado e conservacionista, visto que correspondem ao primeiro passo para compreensão dos sistemas, fornecendo base para desenvolvimento de outros trabalhos. Desta forma, com esse estudo objetivou-se realizar um inventário das espécies de ácaros edáficos, com ênfase nos Gamasina, no bioma Caatinga, em um fragmento de vegetação natural, em dois cultivos agrícolas e uma área de pastagem, em Olho d’ Água das Flores, estado de Alagoas, buscando compreender quais os possíveis impactos que as áreas agricultáveis podem exercer sobre a população dos Gamasina. As coletas foram realizadas a cada três meses, durante um ano (dezembro de 2018 a agosto de 2019). De cada área e em cada coleta foram tomadas 16 amostras de solo (0-5 cm de profundidade). O material extraído foi triado e os ácaros Gamasina foram montados em lâminas com meio de Hoyer, divididos em morfoespécies e identificados, sempre que possível, até o nível de espécie. Os ácaros dos outros grupos foram apenas contabilizados. A análise dos dados foi... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: In Brazil, the study of the diversity of mite fauna is still incipiente and restricted mostly to areas of natural vegetation. Rare studies have been conducted in agricultural areas. In the Caatinga of Alagoas state, no work has been conducted to understand the impacts that agricultural practices may have on the diversity and abundance of the edaphic mite fauna. Diversity studies are interesting from applied and conservationist points of view, as they are the first step in understanding systems, providing a basis for the development of other works. Thus, this study aimed to carry out an inventory of edaphic mite species, with emphasis on Gamasina (Mesostigmata), in a fragment of natural vegetation the Caatinga biome, two agricultural crops and a pasture area, in Olho d 'Água das Flores, seeking to understand the possible impacts that agricultural areas can have on the population of Gamasina. Samples went collected every three months between December 2018 and August 2019. At each sampling date, 16 soil samples were taken from each area (0-5 cm deep). The extracted material was examined and the Gamasina mites were mounted on slides using Hoyer's medium, divided into morpho-species and identified, whenever possible, at the species level. Data analysis was performed using the PAST and ANAFAU programs, in addition to the quantitative analysis of the Euclidean cluster. The results obtained indicate that the greatest abundance of Gamasina mites was found in natural vegetation, follow... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
7

Diversidade de ácaros edáficos, com ênfase nos mesostigmata, em cultivos agrícolas e na vegetação natural do bioma Cerrado no sul do estado do Tocantins / Diversity of soil mites, with emphasis in mesostigmata, in three crops and in the natural vegetation of Cerrado biome of south of Tocantins state

Azevedo, Emiliano Brandão [UNESP] 24 February 2017 (has links)
Submitted by EMILIANO BRANDÃO DE AZEVEDO (emilianogpi@yahoo.com.br) on 2017-04-24T13:57:09Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Emiliano_Brandão_de_Azevedo.pdf: 2356043 bytes, checksum: 2aeb22fa726a7955f180b9dd1586f033 (MD5) / Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-04-26T13:25:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 azevedo_eb_me_jabo.pdf: 2356043 bytes, checksum: 2aeb22fa726a7955f180b9dd1586f033 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-04-26T13:25:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 azevedo_eb_me_jabo.pdf: 2356043 bytes, checksum: 2aeb22fa726a7955f180b9dd1586f033 (MD5) Previous issue date: 2017-02-24 / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / O conhecimento da acarofauna edáfica nos diversos biomas do território brasileiro é incipiente, sendo que em algumas localidades não se tem estudos, como o estado de Tocantins. Um dos grupos mais encontrados nos solos são os Mesostigmata, conhecidos pelo potencial como inimigos naturais de muitos organismos fitófagos prejudiciais à agricultura. O objetivo com essa pesquisa foi determinar a diversidade de espécies dos principais grupos de Mesostigmata edáficos em vegetação natural e cultivos de soja, eucalipto e em pastagem, de uma região de Cerrado no sul do estado de Tocantins. Amostras de serrapilheira e de solo foram coletadas mensalmente, durante um ano, em uma região de cerrado no município de Sucupira, estado de Tocantins. Essas coletas foram realizadas em quatro áreas diferentes, sendo uma mata de vegetação natural, um cultivo de soja, um cultivo de eucalipto e em uma área de pastagem. Em cada uma dessas áreas foram escolhidos aleatoriamente 16 pontos amostrais. Em cada ponto foram recolhidas uma amostra de serrapilheira e uma amostra do solo subjacente (0-5 cm de profundidade). No laboratório, as amostras coletadas foram imediatamente colocadas no equipamento do tipo Berlese Tulgren modificado para extração. O material extraído foi triado e os ácaros da ordem Mesostigmata foram montados em lâminas. Os exemplares de Mesostigmata encontrados foram divididos em morfoespécies e identificados, sempre que possível, até o nível de espécie. A comunidade de ácaro de cada região foi submetida à análise multivariada de dados, métodos de agrupamento de Jaccard e Euclidiana. Os resultados desse trabalho mostram que a maior abundância foi encontrada na vegetação natural, seguido de eucalipto, soja e pastagem. A maior abundância de vegetação natural foi da família Rhodacaridae, enquanto que nas áreas de cultivo a maior abundância foi Ascidae. Foi observado também que a dinâmica de população de ácaros possui interação positiva e negativa com períodos de precipitação. As morfoespécies encontradas na vegetação natural se afastaram dos sitíos das espécies encontradas das áreas de cultivos. Além disso, foram encontradas quatro novas espécies para ciência. A espécie Multidentorhodacarus n. sp. foi descrita e a chave para separação das espécies desse gênero foi disponibilizada. Os resultados desse trabalho podem ser a base de estudos futuros para o uso aplicado de ácaros predadores edáficos no controle de pragas em cultivos. Além disso, esse é o primeiro trabalho realizado em relação a fauna edáfica no estado do Tocantins. / Knowledge about soil mite fauna in the various biomes of Brazil is incipient, and in some locations there are no studies, such as the state of Tocantins. One of the groups most commonly found in soils is Mesostigmata, known as potential natural enemies of many phytophagous organisms harmful to agriculture. The aim of this study is to determine the diversity of the major groups of edaphic Mesostigmata in crops and in the natural vegetation in the Cerrado biome of the state of Tocantins. Litter and soil samples went collected monthly, during one year, a Cerrado region in the Sucupira, state of Tocantins. Samples were done in four different areas, area of natural vegetation, soybean plantation, eucalyptus plantation and a pasture. In each of these areas 16 sampling points were randomly selected. At each point, a sample was collected from the litter and a sample in the underlying soil layer (0-5 cm deep). In the laboratory, the mites were extracted from the samples by using a modified Berlese-Tulgren funnel. The extracted material examined and Mesostigmata mites were mounted on microscopic slides. The Mesostigmata specimens will be separated into morphospecies and identified, where possible, at the species level. The mite community of each region was subjected to multivariate data analysis, Jaccard and Euclidian grouping methods. The results showed that the higher abundance was found in the natural vegetation, followed by eucalyptus, soybean and pasture. In the of natural vegetation of the family Rhodacaridae, while the production areas have higher abundance for Ascidae. It was also observed that the population dynamics of mites has positive and negative interaction with the rainfall. The morphospecies found in the natural vegetation moved away from the sites of the species found in the cultivated areas when analyzed by quantitative and qualitative methods. The results of this work can be the basis of future studies of the application of mites to the cropping systems using predatory mites. In addition, this is the first work done in relation to edaphic fauna in the state of Tocantins. / FAPESP: 2015/14400-6
8

Alteration of the faunistic composition of edafic mites according to land use in the central-southern region of Brazil / Alteraҫão da composiҫão faunística de ácaros edáficos de acordo com o uso da terra na região centro sul do Brasil

Muñoz Marticorena, Jorge Luis [UNESP] 07 April 2017 (has links)
Submitted by JORGE LUIS MUÑOZ MARTICORENA null (luismm1_2@yahoo.es) on 2017-06-09T04:07:29Z No. of bitstreams: 1 marticorena_jlm_dr_jabo.pdf: 14648897 bytes, checksum: ff7a6c84c074e64c99b66f0fa474d07b (MD5) / Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-06-13T14:05:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 munozmarticorena_jl_dr_jabo.pdf: 14648897 bytes, checksum: ff7a6c84c074e64c99b66f0fa474d07b (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-13T14:05:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 munozmarticorena_jl_dr_jabo.pdf: 14648897 bytes, checksum: ff7a6c84c074e64c99b66f0fa474d07b (MD5) Previous issue date: 2017-04-07 / Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado (AIUP) / O ecossistema natural da Região Centro Sul do Brasil é formado em grande parte pelos Biomas Cerrado e Floresta Atlântica, que hoje se encontram fragmentados como resultado da transformação das áreas para a realização de atividades agrícolas e pecuárias ao longo do tempo. Esses fragmentos ainda são habitados por uma rica fauna e flora endêmica, que em seu conjunto constituem um complexo sistema trófico formado por artrópodes, nematoides, microrganismos e plantas. O objetivo deste trabalho foi estimar a abundância e a diversidade de ácaros edáficos em áreas com diferentes usos da terra no município de Jataí no estado de Goiás, e nos municípios de Valparaíso e Ipaussu no estado de São Paulo. Duas amostragens foram feitas durante este estudo, a primeira entre Dezembro de 2013 e Janeiro de 2014 e a segunda entre Dezembro de 2014 e Janeiro do 2015. Em cada data de amostragem foram tomadas 12 amostras de serapilheira, 12 amostras de solo a 0-5 cm de profundidade e 12 amostras de solo a 5-10 cm em cada unidade de estudo, cada uma correspondendo a um uso da terra em cada município: vegetação natural, cana-de-açúcar ou pastagem. Os ácaros foram extraídos utilizando-se uma modificação do método de Berlese-Tullgren. Os resultados mostraram a existência de novas constatações de ácaros para o Brasil, incluindo algumas espécies ainda não descritas. Cita-se a ocorrência de uma nova espécie de Zercoseius Walter & Lindquist (Blattisociidae), três novas espécies de Asca von Heyden (Ascidae) e um novo gênero de Ologamasidae. Laelapidae foi a família com maior número de espécies, incluindo 19 espécies de Gaeolaelaps Evans & Till, oito de Cosmolaelaps Berlese, uma de Stratiolaelaps Berlese e uma de Pseudoparasitus Oudemans. O numero de gêneros e especies observados após do uso da terra foram vistos reduzidos. Isto foi mais evidente em Ipaussu. / The natural ecosystem of the Central South Region of Brazil is formed in large part by the Cerrado and Atlantic Forest Biomes, which today are fragmented as a result of the transformation of the areas for the carrying out of agricultural and livestock activities over time. These fragments are still inhabited by a rich endemic fauna and flora, which together constitute a complex trophic system formed by arthropods, nematodes, microorganisms and plants. The objective of this work was to estimate both, the abundance and diversity of edaphic mites in areas with different land uses located in the municipality of Jataí in the state of Goiás and in the municipalities of Valparaíso and Ipaussu in the state of São Paulo. Two samplings were taken during this study, the first between December 2013 and January 2014 and the second between December 2014 and January 2015. At each sampling date 12 litter samples were taken, 12 soil samples at 0-5 cm depth and 12 soil samples at 5-10 cm of each study unit, each corresponding to one land use in each municipality: natural vegetation, sugarcane or pasture. The mites were extracted using a modification of the Berlese-Tullgren method. The results showed the existence of new mite findings for Brazil, including some species not yet described. The occurrence of a new species of Zercoseius Walter & Lindquist (Blattisociidae), three new species of Asca von Heyden (Ascidae) and a new genus of Ologamasidae are mentioned. Laelapidae was the family with the highest number of species, including 19 species of Gaeolaelaps Evans & Till, eight of Cosmolaelaps Berlese, one of Stratiolaelaps Berlese and one of Pseudoparasitus Oudemans. The number of genera and species observed after land use was reduced. This was most evident in Ipaussu.
9

Desenvolvimento de modelo agudo e crônico de doença pulmonar alérgica em camundongos com extrato bruto de ácaro de origem não comercial

Nuñez, Nailê Karine January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-05-13T02:00:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000457790-Texto+Completo-0.pdf: 3390024 bytes, checksum: 41c896c778956a74d409b1c1d99f687a (MD5) Previous issue date: 2014 / Introduction: The present work included two originals articles about asthma, which is an airway chronic disease characterized by bronchial hiperresponssivenes and variable airway limitation. House dust mites are a major aeroallergen, responsible to trigger chronic inflammation in humans. In recent years there has been a substantial increase in the prevalence of allergic diseases around the world, with regional differences, which has raised many questions about the environmental factors that are involved in the development of allergic response, and especially protective factors in this response, particularly in relation to the effect of infections. Some authors suggest that helminth infections act as a protective factor to allergic diseases. Murine models are widely used, but there is still a need for approaches with protocols more similar to the disease in humans. Objectives: The aim of the first article was develop a experimental model of pulmonary allergic disease using a house dust mite extract produced in a research laboratory with a more simple and economic way and to evaluate their capacity to induce an inflammatory response similar to the ones of established protocols. Methods: In the first article, female adult BALB/C mice were used, exposed acutely and chronically to house dust mite extract (HDM), with group controls. In the second article, C57BL/6 e C57BL/6 TRL4-/- female mice were exposed in early life to Angiostrongylus cantonensis extract, with control groups. At the adult age, animals were submitted to asthma ovalbumin protocol. Results: In the first article, animals exposed to HDM (acute and chronic) had a significant increase in the absolute counts of eosinophils in bronchoalveolar lavage fluid when compared to the negative control (p<0. 001 and p=0. 002), and showed histological changes consistent with the disease, with increased peribronchovascular infiltrate and mucus secretion, and collagen deposition around the airway. In the second article, animals that received worm extract had a significant increase in total and eosinophil cell counts in both strains, presenting histological changes compatible with these findings, with increased cellular infiltration, goblet cell hyperplasia and increased collagen deposition in the airway. Conclusion: The non-commercial mite extract in the article 1 has shown to be effective to induce an acute and chronic allergic inflammatory response in a murine model. In the second article, the Angiostrongylus cantonensis extract when administered subcutaneously did not inhibit ovalbumin-induced pulmonary allergic disease. / Esta dissertação de Mestrado contemplou dois artigos originais sobre asma, que é uma doença crônica das vias aéreas, caracterizada por hiperresponsividade brônquica e limitação variável do fluxo aéreo. Os ácaros da poeira doméstica são um dos principais aeroalergenos responsáveis por desencadear esta doença em humanos. Nos últimos anos observou-se um crescimento substancial da prevalência de doenças alérgicas ao redor do mundo, com diferenças regionais, que tem levantado diversos questionamentos a respeito dos fatores ambientais que estão envolvidos no desenvolvimento da resposta alérgica, e principalmente nos fatores protetores dessa resposta, particularmente em relação ao efeito de infecções. Alguns autores sugerem que as infecções helmínticas funcionam como um fator de proteção a doenças alérgicas. Modelos murinos são amplamente utilizados, porém ainda existe a necessidade de aproximá-los ainda mais da realidade em humanos. O objetivo do primeiro artigo foi desenvolver um modelo experimental de doença pulmonar alérgica utilizando um extrato de ácaro da poeira doméstica produzido em laboratório de pesquisa de maneira mais simples e econômica e avaliar a sua capacidade de induzir uma resposta inflamatória semelhante à encontrada em protocolos já estabelecidos. O segundo artigo teve como objetivo avaliar o efeito protetor do extrato de Angiostrongylus cantonensis administrado por via subcutânea em animais recém desmamados num modelo de doença pulmonar alérgica induzida por ovalbumina. No primeiro artigo foram utilizadas fêmeas adultas da linhagem BALB/C, com grupos expostos agudamente e cronicamente a extrato de ácaro (HDM) e grupos controles. No segundo artigo, foram utilizados camundongos fêmeas das linhagens C57BL/6 e C57BL/6 TLR4-/-, expostos precocemente a extrato de Angiostrongylus cantonensis, com grupos controles. Na idade adulta, os animais foram submetidos ao protocolo de indução de asma pela ovalbumina. No artigo 1, os animais expostos ao extrato de ácaro (agudo e crônico) apresentaram aumento significativo na contagem de eosinófilos no lavado broncoalveolar em relação ao controle negativo (p<0,001 e p=0,002), bem como apresentaram histologia compatível à doença, com aumento de infiltrado peribroncovascular, na secreção de muco e no depósito de colágeno ao redor da via aérea. No artigo 2, os animais que receberam o extrato de verme tiveram um aumento significativo nas contagens total e de eosinófilos em ambas as linhagens, além de apresentar histologia compatível com esses achados, com aumento de infiltrado celular, hiperplasia de células caliciformes e aumento na deposição de colágeno na via aérea.O extrato de ácaro não comercial produzido no artigo 1 demonstrou ser eficaz em induzir uma resposta inflamatória alérgica aguda e crônica em modelo murino. No artigo 2, o extrato de Angiostrongylus cantonensis, quando administrado por via subcutânea, não inibiu o desenvolvimento de doença pulmonar alérgica induzida por ovalbumina.
10

Bioecologia de ácaros (acari) da videira (Vitis vinifera L.) ocorrentes no estado do Rio Grande do Sul, Brasil

Johann, Liana January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-10-24T01:01:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000462153-Texto+Parcial-0.pdf: 3775224 bytes, checksum: 53f7039427c81f58bb25468b8bd55521 (MD5) Previous issue date: 2014 / Grapevines are attacked by pests and diseases. Under humid conditions, fungal and bacterial diseases are predominant, while in arid regions, the main pests consist of insects and mites. Among the latter, the phytophagous mites are very important. The present work aimed to assess the diversity of mites in vineyards of Cabernet Sauvignon and Pinot Noir varietals in the municipalities of Bento Gonçalves and Candiota, located in the state of Rio Grande do Sul, Brazil; to identify all the stigmaeids at species level and, if necessary, describe unknown species; to know Panonychus ulmi biology in grapevine leaves in the laboratory and the biology of Agistemus floridanus and Neoseiulus californicus feeding on P. ulmi; to evaluate the predators’ feeding preference and the interactions among the three species; and to build an identification pictorial key for the phytophagous and predatory mites living on grapevines. To evaluate the mite diversity, leaves, buds and non-cultivated plants were sampled between October 2006 and September 2007. In the laboratory, the mites were taken from the leaves, mounted in slides using Hoyer medium and identified with the help of dichotomous keys. All stigmaeids collected were measured and compared to the species already described. Those that presented distinct measures or characteristics were considered new species. Biology of P. ulmi was initiated with 30 eggs kept on Cabernet Sauvignon leaves and 30 eggs kept on Pinot Noir leaves. The immature phases were observed three times per day, and the adult phase only once a day. The biology of the predators was initiated with 30 N. californicus eggs and 30 A. floridanus eggs, and the same observation method was used. The data generated was used to build fertility life tables. Agistemus floridanus and N. californicus feeding preference was assessed by offering them P. ulmi eggs, immature individuals and adults. In order to evaluate their behavior in the presence of P. ulmi and of conspecific and heterospecific odors, each predatory species was given two choices with different odor sources, and their populations were observed after N. californicus was liberated in the field. To make the pictorial key, the diagnostic characteristics were used to distinguish the families and the species, with representative illustrations. The results indicate that species richness and abundance are higher in Bento Gonçalves than in Candiota. Seven Stigmaeidae species live in vineyards in Rio Grande do Sul state: Agistemus brasiliensis, A. floridanus, Agistemus mendozensis, Agistemus riograndensis, Zetzellia agistzellia, Zetzellia malvinae and Zetzellia ampelae. Panonychus ulmi presents an adequate development on grapevine leaves, although its oviposition period and female longevity were both shorter than expected. The Cabernet Sauvignon variety seems to be more adequate than Pinot Noir. Agistemus floridanus and N. californicus completed their development cycle feeding on P. ulmi on grapevines, and presented different life table parameters. Neoseiulus californicus liberation test resulted in a decrease in the number of P. ulmi eggs and mobile forms and in an increase of Agistemus sp. populations, while the number of N. californicus remained stable. The two predators preferred to feed on P. ulmi eggs and responded positively to its presence, and recognized the odor of heterospecific predators. The pictorial key elaborated includes Tetranychidae, Eriophyidae, Tarsonemidae, Tydeidae, Tenuipalpidae, Phytoseiidae, Stigmaeidae and Iolinidae and will be very useful for professionals and researchers who wish to identify mites in the grapevine culture. / As videiras são atacadas por doenças e pragas. Sob condições úmidas, doenças fúngicas e bactérias são predominantes, enquanto que em regiões áridas, insetos e ácaros são as principais pragas. Dentre estas, os ácaros fitófagos apresentam grande importância. Objetivou-se avaliar a diversidade de ácaros em parreirais das variedades Cabernet Sauvignon e Pinot Noir nos municípios de Bento Gonçalves e Candiota, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil; identificar a nível específico todos os estigmeídeos coletados e descrever, quando o caso, espécies desconhecidas para ciência; conhecer a biologia de Panonychus ulmi em folhas de videiras em laboratório, assim como a biologia dos predadores Agistemus floridanus e Neoseiulus californicus alimentando-se de P. ulmi; avaliar a preferência alimentar dos predadores e a relação que se estabelece entre as três espécies; e, construir uma chave pictórica de identificação dos ácaros fitófagos e predadores presentes em videiras. Para avaliação da diversidade, folhas, gemas e plantas não cultivadas foram amostradas de outubro de 2006 a setembro de 2007. Em laboratório, os ácaros foram retirados das folhas, montados em lâminas com meio de Hoyer e identificados com auxílio de chaves dicotômicas. Todos os estigmeídeos coletados foram medidos e comparados com as espécies já descritas. Aqueles que possuíam medidas ou características distintas foram considerados como espécies novas. A biologia de P. ulmi foi iniciada com 30 ovos mantidos em folhas de Cabernet Sauvignon e 30 em Pinot Noir. As fases imaturas foram observadas três vezes ao dia, e a fase adulta uma vez ao dia. A biologia dos predadores foi iniciada com 30 ovos de N. californicus e 30 de A. floridanus, com o mesmo método de observação citado anteriormente. Os dados gerados foram utilizados para construção de tabelas de vida de fertilidade. A preferência alimentar de A. floridanus e N. californicus foi avaliada oferecendo ovos, imaturos e adultos de P. ulmi. Para avaliação do comportamento dos predadores na presença de P. ulmi e de odores de coespecíficos e heteroespecíficos foram dadas duas opções, com fontes diferentes de odor, para cada espécie de predador, além da observação das populações após a liberação de N. californicus em campo. Para elaboração da chave pictórica, características diagnósticas foram levantadas e utilizadas para diferenciação das famílias e espécies, com ilustrações representativas. Os resultados indicam que a riqueza de espécies e a abundância são maiores em Bento Gonçalves do que em Candiota. Sete espécies de Stigmaeidae estão presentes em videiras no Rio Grande do Sul: Agistemus brasiliensis, A. floridanus, Agistemus mendozensis, Agistemus riograndensis, Zetzellia agistzellia, Zetzellia malvinae e Zetzellia ampelae. Panonychus ulmi apresenta desenvolvimento adequado em folhas de videiras, no entanto o período de oviposição e a longevidade das fêmeas foram abaixo do esperado, e a variedade Cabernet Sauvignon parece ser mais adequada do que Pinot Noir. Agistemus floridanus e N. californicus completaram seu ciclo de desenvolvimento alimentando-se de P. ulmi em videiras, com parâmetros da tabela de vida diferentes.O teste de liberação de N. californicus revelou uma redução no número de ovos e formas móveis de P. ulmi, um aumento das populações de Agistemus sp., e estabilidade no número de N. californicus. Os dois predadores preferiram alimentar-se de ovos de P. ulmi, respondendo positivamente a presença do ácaro fitófago e reconhecendo o odor de predadores heteroespecíficos. A chave pictórica elaborada contempla Tetranychidae, Eriophyidae, Tarsonemidae, Tydeidae, Tenuipalpidae, Phytoseiidae, Stigmaeidae e Iolinidae, e será de grande utilidade para profissionais e extensionistas na rápida identificação de ácaros na cultura da videira.

Page generated in 0.0418 seconds