• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1785
  • 40
  • 37
  • 4
  • 2
  • Tagged with
  • 1907
  • 950
  • 459
  • 393
  • 303
  • 255
  • 248
  • 226
  • 196
  • 162
  • 150
  • 142
  • 126
  • 116
  • 112
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Répteis Squamata endêmicos do cerrado : perdas de hábitat e conservação em cenários futuros

Mello, Pietro Longo Hollanda de 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2014. Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-05-09T15:08:44Z No. of bitstreams: 1 2014_PietroLongoHollandadeMello.pdf: 1841819 bytes, checksum: d71e7f86d6f36ec0b5b2ca16176bb71b (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-05-13T12:16:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_PietroLongoHollandadeMello.pdf: 1841819 bytes, checksum: d71e7f86d6f36ec0b5b2ca16176bb71b (MD5) Made available in DSpace on 2014-05-13T12:16:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_PietroLongoHollandadeMello.pdf: 1841819 bytes, checksum: d71e7f86d6f36ec0b5b2ca16176bb71b (MD5) Embasado na biogeografia da conservação, que tem como uma das suas principais ferramentas a utilização de dados computadorizados e ferramentas analíticas para auxiliar na solução de problemas ligados à conservação da biodiversidade (Whittaker et al., 2005), busquei neste estudo avaliar os impactos atuais e futuros da perda de hábitat sobre a diversidade e distribuição dos répteis Squamata endêmicos do Cerrado. Meu objetivo central é avaliar como estes cenários de perda interferirão no grau de risco de extinção de cada espécie, classificando cada espécie de acordo com as categorias de ameaça da União Internacional Para Conservação da Natureza - IUCN (IUCN, 2010; Bird et al., 2011). Para tal, elaborei mapas atualizados de distribuição para todas 105 espécies de Squamata endêmicos do Cerrado por meio de modelos de distribuição espacial (Species distribution models - SDM) (ver Guisan & Zimmermann, 2000; Elith et al., 2006) ou mapas de micro bacias quando para representar a distribuição das espécies raras e com poucos registros de ocorrência (ver Nogueira et al., 2010). Os mapeamentos partiram de uma base de registros previamente revisada contendo dados de coleção e fontes bibliográficas seguras (ver Nogueira et al., 2011). Os mapas de distribuição produzidos foram cruzados com projeções futuras para remanescentes de áreas nativas do Cerrado em dois cenários distintos, um no qual as taxas atuais são mantidas sem intervenção ou controle governamental (cenário BAU – Business as Usual), e outro construído a partir da ação governamental para redução das taxas de desmatamento (cenário GOV – Governance). Cada cenário foi ainda estudado em dois intervalos de tempo: de 2010 a 2020 e de 2010 a 2030. Como demandado pela IUCN, 71 além dos diferentes cenários para inserção de margem de incerteza na análise, revisei todas as espécies utilizando os critérios A e B, dependentes de dados de distribuição espacial (IUCN, 2010). Frente aos resultados, fiz a diagnose da distribuição das espécies ameaçadas revisadas neste trabalho frente aos padrões de ameaça impostos pelo desmatamento. A partir desta identifiquei três tipos áreas prioritárias à conservação: áreas de crise (pontos de alta diversidade que provavelmente serão perdidos nos próximos dez anos), áreas de refúgio (pontos de alta diversidade, mas que deverão ser mantidos nos próximos dez anos) e áreas altamente insubstituíveis (cf. Bird et al., 2011). O segundo objetivo do trabalho é calcado em uma das constatações centrais da biogeografia da conservação: tanto espécies quanto ameaças não estão distribuídas ao acaso no espaço (Whittaker et al., 2005; Ladle & Whitakker, 2011). Para grupos de Squamata endêmicos do Cerrado, análises recentes detectaram níveis significativos de regionalização, formando sete conjuntos de espécies co-distribuídas e regionalizadas (Nogueira et al., 2011). Desta forma testei se a perda de hábitat se dá de maneira aleatória no Cerrado através destes conjuntos regionais de espécies endêmicas. Com este objetivo comparei as perdas de hábitat das espécies de Squamata endêmicos do Cerrado entre e dentro de cada um dos elementos bióticos (EB) (Guedes et al., 2014). Esta análise foi construída a partir da intersecção das áreas de distribuição de cada uma das espécies pertencentes a cada EB com as perdas de superfície do domínio ocorridas até 2010. Por fim, as perdas sofridas dentro e entre cada EB foram comparadas via teste de Kruskall-Wallis, utilizando cada espécie como uma amostra distinta das perdas para cada EB. No trabalho assumi que diferenças significativas para o teste entre quaisquer dois EBs representam perdas diferenciadas entre regiões dentro do Cerrado. Verifiquei também a representatividade das unidades de conservação de proteção integral frente aos padrões de regionalização de Squamata do Cerrado, testando se a proteção se dá de modo aleatório nos diferentes EBs (cf. Guedes et al., 92 2014). _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT Aim To assess extinction risk of Cerrado endemic Squamates based on spatially explicit scenarios of future habitat loss; test if habitat losses pose significant, non-random threats to Cerrado biogeographical patterns; test if biogeographical patterns and priority protection areas detected for Cerrado endemic Squamates are adequately represented by the existing protected areas network. Location Brazilian Cerrado. Methods For all 105 Cerrado endemic Squamates we revised extinction risk estimates through inferred population declines combining updated species distribution maps with spatially explicit future habitat loss 20 scenarios. We overlapped remaining species ranges in order to detect three major regions of conservation concern indicating short and long term spatial priorities for conservation. Finally, we examined the overlap between biogeographical units and spatial patterns of habitat loss and protected area coverage. Results The number of threatened species rose from three (2.85% of total, current redlist) to at least 78 (74%). Habitat loss and protected area coverage are significantly different between biotic elements; crisis and refugia areas are located in the south-central region, while irreplaceable areas are scattered through Cerrado remaining areas; all three priority regions are currently poorly protected, and the southern biotic element is less protected than its northern counterparts. Main conclusions The application of the IUCN Red List criteria here presented substantially raised the number of accessed and threatened species, being recommended for other taxonomic groups in highly threatened and still poorly studied regions. Important areas are not secured and biogeographical process and patterns may be lost in the near future if proper action is not taken. There is an urgent need for expanding protected area cover and to reduce the pace of deforestation in the Cerrado.
2

A conservação da biodiversidade, a proteção do conhecimento tradicional associado e a formação de um regime internacional de repartição de benefícios no âmbito da Convenção da Diversidade Biológica (CDB)

Rêgo, Patrícia de Amorim 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito. Made available in DSpace on 2012-10-24T04:54:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 255201.pdf: 1236009 bytes, checksum: 0db720fb260677e69c9b1d7640956bf1 (MD5) As possibilidades econômicas geradas pelas biotecnologias aliadas a um arcabouço jurídico que permitiu a extensão dos direitos de propriedade intelectual para formas de vida e conhecimento alteraram profundamente o sentido e o valor da biodiversidade, intensificando o movimento de apropriação e degradação, no Hemisfério Sul, dos recursos genéticos e dos conhecimentos das comunidades locais. Durante séculos, o acesso a essa diversidade social e biológica por países e empresas transnacionais do Norte ocorreu sem qualquer controle ou contraprestação. Buscando uma compensação por este tipo de apropriação injusta, a Convenção da Diversidade Biológica (CDB) dispôs sobre a necessidade de se estabelecer um sistema de repartição de benefícios e de controle no acesso a referidos recursos, como forma de garantir a conservação e o uso sustentável da biodiversidade e resguardar os direitos das comunidades locais. Após anos de vigência desse Tratado, a repartição de benefícios não conseguiu sair do papel. O presente trabalho pretende verificar a viabilidade de um Regime Internacional de Repartição de Benefícios, atualmente em discussão no âmbito da CDB, quanto à sua efetividade para a conservação da biodiversidade e para a proteção dos direitos das comunidades tradicionais. Para tanto, a abordagem é realizada a partir de uma visão integrada da realidade, lançando mão do pensamento complexo, em particular, da visão sistêmica da vida cunhada por Fritjof Capra, bem como de outros autores, como Edgar Morin, Enrique Leff e Vandana Shiva, o que implica no reconhecimento do valor intrínseco da biodiversidade, independente de seu valor econômico. A pesquisa vai buscar as raízes da atual crise da sóciobiodiversidade, decorrente da insustentabilidade do atual modelo de desenvolvimento econômico e do paradigma científico reducionista que o informa. Nessa perspectiva, passa a demonstrar o sentido e a importância da biodiversidade, sua valoração e usos, destacando a profunda alteração no seu significado operada pela emergência das novas biotecnologias no mercado e pela expansão de um regime global de direitos de propriedade intelectual. Abordam-se, ainda, as alterações introduzidas pela CDB no tocante ao regime de acesso e à proteção dos direitos das comunidades tradicionais, analisando-se o mecanismo de repartição de benefícios e as dificuldades de implementação, para finalmente discutir a viabilidade de um Regime Internacional de Acesso e Repartição de Benefícios para a finalidade da conservação da biodiversidade e da proteção do conhecimento tradicional. The economic possibilities generated by biotechnology, linked to a legal structure that permitted the extension of intellectual property rights to life forms and to knowledge, altered profoundly the meaning and value of biodiversity, intensifying the appropriation and degradation of genetic resources and local community knowledge in the Southern Hemisphere. During centuries, the access to this social and biological diversity by countries and transnational companies of the North had occurred without any control or compensation. The Convention on Biological Diversity (CBD), conceived to address this type of unjust appropriation, was to create a system to share the benefits and to control the access of these resources as a means of guaranteeing the conservation and sustainable use of biodiversity and the protection of the rights of local communities. Years after this treaty had been ratified, the sharing of benefits never became a reality. The present study seeks to verify the viability of an international regime of benefit sharing, now being discussed within the CBD, as to its effectiveness for the conservation of biodiversity and the protection of traditional communities. The approach is based on an integrated view of reality, using the systemic vision of life used by Fritjof Capra, and others philosophers like Edgard Morin, Enrique Leff e Vandana Shiva, one that implies the recognition of the intrinsic value of biodiversity, independent of its economic value. This research analyzes the roots of the current sociobiodiversity crisis based on the unsustainable current model of economic development and its supporting, reductionist scientific paradigm. Based on this perspective, the thesis demonstrates the importance of biodiversity, its value and uses, emphasizing the change caused by the emergence of new market biotechnologies and by the expansion of a global regime of intellectual property rights. Also addressed are the changes introduced by the CBD with respect to the access and protection of the rights of traditional communities, analyzing the mechanisms for benefit-sharing and the difficulties for implementation. Finally, is discussed the viability of an international regime of access and sharing of benefits for the conservation of biodiversity and protection of traditional knowledge.
3

Considerações sobre a criação do pólo ecológico de Brasília e a conservação da biodiversidade

Silva, Daniel Louzada da 24 May 2001 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável, 2001. Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-04-27T10:31:47Z No. of bitstreams: 1 2001_DanielLouzadaDaSilva.PDF: 664173 bytes, checksum: cad2bb0ee5c25e67eefbba3b6aa512d3 (MD5) Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-04-27T10:32:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2001_DanielLouzadaDaSilva.PDF: 664173 bytes, checksum: cad2bb0ee5c25e67eefbba3b6aa512d3 (MD5) Made available in DSpace on 2012-04-27T10:32:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2001_DanielLouzadaDaSilva.PDF: 664173 bytes, checksum: cad2bb0ee5c25e67eefbba3b6aa512d3 (MD5) O período e o processo de transformação do Jardim Zoológico de Brasília em uma fundação de direito público foram analisados do ponto de vista histórico e de sustentabilidade ambiental e econômica. Considerou-se os documentos Relatório do Plano Piloto de Brasília e Brasília Revisitada de Lucio Costa e o Plano Diretor do Parque Zoobotânico para avaliar os objetivos de um zoológico na capital de um país de megadiversidade de fauna. A proposta de criação da Fundação Pólo Ecológico de Brasília foi confrontada com estes documentos para verificar se houve avanços nesta no sentido da sustentabilidade econômica de instituição e em sua atuação na conservação da biodiversidade. As bases legais e conceituais da atuação dos Jardins Zoológicos na conservação da biodiversidade e a legislação brasileira que rege o funcionamento dessas instituições foram analisadas. Uma breve história dos jardins zoológicos e, particularmente do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro foram traçadas. A natureza dos zoológicos modernos e sua atuação em lazer, educação, conservação e pesquisa foram analisadas. A história do Jardim Zoológico de Brasília, do Santuário de vida Silvestre do Riacho Fundo e do Parque das Aves foram relatadas. O processo de criação da Fundação Pólo Ecológico de Brasília foi relatado a partir de documentos oficiais, anotações de reuniões e entrevistas com os diretores e funcionários. Verificou-se que todos os requisitos formais para o efetivo funcionamento da Fundação Pólo Ecológico de Brasília haviam sido conquistados no final de 1998. Concluiu-se pelo avanço institucional no sentido de sustentabilidade econômica e no desempenho de um papel relevante na conservação da biodiversidade. Verificou-se que este avanço está limitado pela falta de continuidade administrativa, pelo não preenchimento de cargos efetivos e por constantes ameaças a integridade física da área da Fundação. Concluiu-se ainda pela prioridade em se reforçar os laços entre o público visitante e o zoológico e a necessidade de se garantir o acesso de parcelas da população de menor poder aquisitivo ao parque. Para tanto, programas de conservação de espécies brasileiras e um trabalho continuado de educação ambiental e divulgação dos trabalhos do zoológico são fundamentais. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT The period and process that leads to the transformation of Brasília Zoological Garden into a pubic foundation were analysed from the historical, environmental and economic point of view. We took Lucio Costa´s reports Relatório do Plano Piloto de Brasília and Brasília Revisitada and the original plant of the zoo, Plano Diretor do Parque Zoobotânico, to evaluate the objectives of a zoo at the capital of a country with faunal megadiversity. The new administrative structure of Fundação Pólo Ecológico de Brasília was checked with these original propositions to verify if there were any improvement related to economical sustainability of the zoo and its role on biodiversity conservation. The legal and conceptual support for zoo biological conservation initiatives and the Brazilian legislation were analysed. The modern concept of zoo’s activity related to entertainment, education, conservation and research were also considered. Brasília’s Zoo history and the one of Riacho Fundo Wildlife Sanctuary and Parque das Aves were briefly described. We used official documents, meetings notes and interviews wit the staff of the zoo to describe how the changes occurred. We verified that all the formal changes for Fundação Pólo Ecológico de Brasília activities were made by the end of 1998 and concluded that these changes led to an important improvement on economical sustainability and in its capacity to actuate on biological conservation. By the other hand, this improvement will not be effective without administrative continuity, staff stability and the preservation of the new geographical limits of the institution. We understand as priorities the reinforcement on the relations between the zoo and the its public, the search for new approaches to guarantee that poorest parts of these public will not be put apart by higher prices. These goals depends on well designed programs for Brazilian species conservation and on education to maintain the population informed about the zoo’s research activities.
4

Estudo de características morfológicas e variabilidade genética de baru e araticum utilizando marcadores RAPD e microssatélites Study of morphological characteristics and genetic variability of baru and araticum using RAPD and microsatellites molecular markers

Pires, Marcela Versiani Venancio 30 March 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2012. Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-09-21T14:40:33Z No. of bitstreams: 1 2012_ MarcelaVersianiVenancioPires.pdf: 832777 bytes, checksum: f5f19b9567603c3e584148e9ad0de9a5 (MD5) Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2012-09-24T13:26:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_ MarcelaVersianiVenancioPires.pdf: 832777 bytes, checksum: f5f19b9567603c3e584148e9ad0de9a5 (MD5) Made available in DSpace on 2012-09-24T13:26:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_ MarcelaVersianiVenancioPires.pdf: 832777 bytes, checksum: f5f19b9567603c3e584148e9ad0de9a5 (MD5) Os frutos das espécies nativas do cerrado oferecem um elevado valor nutricional, além de atrativos sensoriais como, cor, sabor e aroma peculiares e intensos, ainda pouco explorados comercialmente. O baru (Dipteryx alata Vog.), árvore da família Leguminosae, é uma fruteira amplamente disseminada no Cerrado. O araticum (Annona crassiflora Mart.) é uma espécie frutífera da família Annonaceae, nativa da região do Cerrado, muito estudada atualmente em diversas áreas. Os objetivos deste estudo foram: a) estudar a variabilidade genética de acessos de baru com base em características morfológicas e com base em análise de DNA por marcadores moleculares RAPD e Microssatélites; b) estudar a variabilidade genética da coleção de trabalho de acessos de araticum, utilizando características morfológicas e marcadores moleculares RAPD e Microssatélites. Folhas de 10 acessos de baru e 18 acessos de araticum da coleção de trabalho da Embrapa Cerrados foram coletadas e o DNA genômico extraído utilizando o método do CTAB, com modificações. Amostras de DNA de cada material genético foram amplificadas via Reação em Cadeia da Polimerase para obtenção de marcadores moleculares RAPD e Microssatélites. Foram avaliadas 15 características morfológicas quantitativas do baru e 23 características morfológicas categóricas de baru e de araticum. As análises das amostras de DNA demonstraram grande diversidade genética entre os acessos. Os trabalhos de caracterização morfológica e molecular mostraram a importância dos diferentes grupos de características para avaliar a variabilidade genética dos acessos.Observou-se que o ambiente pode ter interferido muito nas características morfológicas dos acessos. Estudos de variabilidade genética utilizando apenas características morfológicas avaliadas in situ podem não ser adequados devido à grande influência ambiental sobre tais características. Os acessos de baru e araticum avaliados são importantes fontes de variabilidade para enriquecimento da atual coleção de trabalho da Embrapa Cerrados. Os resultados obtidos nesse trabalho sugerem que a análise das progênies ou de matrizes clonadas em diferentes ambientes assume importância estratégica para futuros estudos de caracterização morfo-agronômica de germoplasma. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT The fruits of native species of the Brazilian Savanna offer a high nutritional value, as well as attractive color, flavor and intense aroma. Most of these species were not exploited commercially. The baru (Dipteryx alataVog.) is a fruit widely disseminated in the Brazilian Savanna. Araticum (Annona crassiflora Mart.) is an Annonaceae fruit, native in the Brazilian Savanna region, nowadays widely studied in several areas. The objectives of this work were: a) to analyze the genetic variability of baru accessions based on morphological characteristics and on DNA analysis using RAPD and microsatellite markers; b) studying the genetic variability of the araticum germplasm collections, using morphological and RAPD and microsatellites molecular markers. Young leaves of 10 baru and 18 araticum accessions from Embrapa Cerrados collections were collected and used to genomic DNA extractions using the CTAB method, with modifications. DNA samples from each genetic material were amplified by Polymerase Chain Reaction for obtaining. Fifteen quantitative and 23 categorical morphological characteristics were used to analyze baru and araticum genetic variability.DNA analyzes showed high genetic diversity among baru and araticum accessions. The characterization using morphological and molecular markers showed the importance of different types of characteristics to evaluate the genetic variability of accessions. It was observed that the environment may have high interference on morphological characteristics of the accessions. Genetic variability studies using only morphological characteristics assessed in situ may not be effective due to the large environmental influence on these phenotypic characteristics. The baru and araticum accessions evaluated in these work are important sources of variability to enlarge the current Embrapa Cerrados collections. The present results suggest that analysis of accessions (progeny or cloned plants)in different environment shave strategic importance for future studies of morpho-agronomic germplasm characterization.
5

Ocorrência e caracterização da espécie invasora Arundo donax L. (CANA-DO-REINO) no Distrito Federal, Brasil

Simões, Kenya Carla Cardoso 4 March 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2013. Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-07-29T14:24:12Z No. of bitstreams: 1 2013_KeniaCarlaCardosoSimoes.pdf: 51341864 bytes, checksum: 679f4752af5861244ca349afec36236b (MD5) Approved for entry into archive by Leandro Silva Borges(leandroborges@bce.unb.br) on 2013-07-31T20:55:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_KeniaCarlaCardosoSimoes.pdf: 51341864 bytes, checksum: 679f4752af5861244ca349afec36236b (MD5) Made available in DSpace on 2013-07-31T20:55:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_KeniaCarlaCardosoSimoes.pdf: 51341864 bytes, checksum: 679f4752af5861244ca349afec36236b (MD5) A degradação do solo e dos ecossistemas nativos e a dispersão de espécies exóticas são as maiores e mais amplas ameaças à biodiversidade do Cerrado. Arundo donax L. (CANA DO REINO) é uma espécie invasora vigorosa que se estabeleceu e espalhou em habitats ripários com clima quente. Uma vez estabilizada, essa espécie se espalha rapidamente, substituindo a vegetação nativa, causando vários impactos no ecossistema. O estudo aqui apresentado tem por objetivo determinar a ocorrência e caracterizar a espécie invasora Arundo donax L. (CANA-DO-REINO) no Distrito Federal, Brasil. Através do mapeamento das populações, observou-se que a maior concentração da espécie está localizada na região central do Distrito Federal e que a presença dessa espécie está relacionada a áreas antropizadas, tais como: rodovias, aterros, depósitos de entulhos (bota-fora) e locais em obras. Após a análise de sementes coletadas no Distrito Federal, não foi encontrada nenhuma espigueta cheia, o que corrobora os trabalhos realizados nos Estados Unidos. E não foi encontrada, com a utilização do marcador molecular do üpo RAPD. uma variabilidade genética entre os indivíduos coletados. Arumdo donax apresentou, no Distrito Federal, uma média de crescimento de 0,01(m.dia-'1), ± 0.01(m.dia'!). A partir de uma análise de regressão observou-se um aumento no peso seco total do indivíduo com o aumento da altura do mesmo, porém esse aumento tende a não ser linear (R2 = 0.8784). Com relação a produção de biomassa. essa variou nos pontos estudados de 0,75kg/m2 a 4.47kg/m2. O estudo ecológico aqui apresentado é pioneiro, pois a maioria dos estudos realizados para essa espécie é dos Estados Unidos e Europa, sendo no Brasil tais estudos inexistentes. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT Degradation of the soil and of native ecosystems and dispersal of exotic specie are the greatest threats to the biodiversity in the Cerrado. Arundo donax L. is a vigorous invasive species that has established and spread in riparian habitats in warm climates. Once stabilized, this species spreads rapidly, replacing native vegetation, causing various impacts on the ecosystem. The objectives of this study were to determime the occurrence and characterize the invasive species Arundo donax L. (Giant reed) in the Federal District, Brazil. Through mapping its occurrence, we found higher concentrations of the species is in the central region of the Federal District and that the presence of this species was related to disturbed areas, such as highways, landfills, and deposits of construction debris. No viable seeds were found in analysis of panicles collected in several locations in the Federal District, a result similar to studies done m the United States. An analysis of genetic variability using RADP molecular markers did not find any variability in the samples analyzed. In the Federal District Arundo donax presented an average growth of 0.0l (mdia-1) and a standard deviation of 0.0(mdia-1). A regression analysis showed an increase in total dry weight of the individual with increase in height (R2=0.8784). but this mcrease was not linear. In regard to biomass production, this pomts studied ranged from 0.75 kg/m2 to 4.47 kg/m2. The study presented here is pioneer, since most of the studies on this species are from the United States and Europe.
6

Avaliação da estrutura da comunidade fitoplanctônica em várzeas amazônicas frente às variações hidrológicas, ambientais e espaciais

Kraus, Cleber Nunes 3 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2015. Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2015-05-25T13:17:10Z No. of bitstreams: 1 2015_CleberNunesKraus.pdf: 1128389 bytes, checksum: 051f55661eecbb72c783643adbafa38b (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2015-05-26T14:48:41Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_CleberNunesKraus.pdf: 1128389 bytes, checksum: 051f55661eecbb72c783643adbafa38b (MD5) Made available in DSpace on 2015-05-26T14:48:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_CleberNunesKraus.pdf: 1128389 bytes, checksum: 051f55661eecbb72c783643adbafa38b (MD5) O pulso de inundação é a principal força estruturadora ambiental e biológica das planícies alagáveis, mas nem sempre é capaz de homogeneizar os ambientes ao longo de um gradiente espacial e/ou ambiental de conexão. Os regimes hidrológicos controlam o funcionamento dos ecossistemas aquáticos, gerando fases distintas com características distintas, porém, o ciclo de enchente e seca sazonal, não gera sempre uma homogeneização das características ambientais e biológicas da comunidade fitoplanctônica como sugerido por outros autores. Essa heterogeneidade leva a um alto índice de diversidade beta. A diversidade beta é uma das medidas mais importantes para a compreensão do funcionamento dos ecossistemas. Uma das formas mais simples de mensurá-la é uma medida de dissimilaridade biológica entre locais. Existem diferentes métodos para se avaliar essa dissimilaridade, mas todos se concentram em separar a dissimilaridade causada por turnover da dissimilaridade causada pelo aninhamento. Como estes fenômenos levam em conta fatores espaciais e ambientais, eles também podem ajudar na avaliação da estrutura de metacomunidades. Neste trabalho, avaliamos a influência do pulso de inundação na homogeneização das características físicas e químicas da planície e avaliamos a diversidade beta da comunidade fitoplanctônica em dois ambientes lacustres desta planície. Avaliamos também, a importância dos fatores ambientais e espaciais na estruturação da comunidade fitoplanctônica. Nosso trabalho mostra, de forma surpreendente, que períodos de águas baixas e vazante são igualmente heterogêneos, ou seja, não há uma homogeneização das características, embora elas sejam diferentes para os períodos. Mostraram que fatores ambientais e espaciais são importantes na estruturação da diversidade beta, mas que a resposta que eles podem dar depende da escala adotada para o estudo. Por fim, foi evidenciado que diferentes escalas revelaram diferentes padrões na estruturação das metacomunidades. Esses resultados destacam a importância de compreender melhor os processos que afetam a dinâmica hidrológica da planície amazônica e as interações que ocorrem entre as várzeas que compõe esta região, com a biota local e os eventos climáticos extremos. The flood pulse is not a force that always cause the homogenization of characteristics in floodplain environments. The hydrological regimes control the functioning of aquatic ecosystems, generating distinct phases with different characteristics, however, the flood cycle and seasonal drought, not always generates a homogenization of environmental and biological characteristics of the phytoplankton community as suggested by other authors. This heterogeneity leads to a high beta diversity index. The beta diversity is one of the most important measures for understanding the functioning of ecosystems. One of the simplest ways to look at, is as a measure of biological dissimilarity between sites. There are different methods to evaluate this dissimilarity, but all focus on separating the divergence caused by turnover of dissimilarity caused by nestedness. As these phenomena take into account spatial and environmental factors, they can also help us in understand the metacommunity structure. We evaluate the influence of the flood pulse in homogenization the physical and chemical characteristics of flooplain and evaluate the beta diversity of phytoplankton in two lakes in this floodplaine. We evaluate also the importance of environmental and spatial factors in the structuring of phytoplankton community. Our work shows, surprisingly, that the low-water and low tide are also heterogeneous, there is not a homogenization of the features, although they are different for the periods. Showed that environmental and spatial factors are important in structuring the beta diversity, but the answer they can give depends on the scale adopted for the study. Finally, it was evident that different scales revealed different patterns in structuring metacommunities. These results highlight the importance of better understanding the processes that affect the hydrological dynamics of Amazonian floodplain systems and the interactions that occur between the floodplain that make up this region with the local biota and climate extremes.
7

Da pornografia à pornoteoria : desafios e reimaginações feministas

Santana, Camilla Martins 16 March 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2016. Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2016-04-25T13:47:59Z No. of bitstreams: 1 2016_CamillaMartinsSantana.pdf: 2098966 bytes, checksum: b7aafc0a940326dcd5fe05c7bde3818f (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2016-04-26T11:33:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_CamillaMartinsSantana.pdf: 2098966 bytes, checksum: b7aafc0a940326dcd5fe05c7bde3818f (MD5) Made available in DSpace on 2016-04-26T11:33:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_CamillaMartinsSantana.pdf: 2098966 bytes, checksum: b7aafc0a940326dcd5fe05c7bde3818f (MD5) Essa dissertação tem como objeto os diálogos que perpassam as teorizações feministas nas produções audiovisuais pornográficas tidas como “feministas” e comerciais, com foco nos arranjos teóricos envolvidos em suas construções, na história e territorialização da abordagem sobre a sexualidade, e o modo como são recepcionadas e debatidas no espaço de posições do campo feminista, além das representações de diversidades sexuais. Assim pretende-se refletir sobre como o contexto sócio-político oitocentista dos Estados Unidos propiciou uma arena de debates que dividiu feministas em posicionamentos anti-pornografia e pró-sexo, bem como os resultado desses conflitos orientaram a reformulação da perspectiva feminista sobre a pornografia, engajaram atrizes e produtoras à criticar a indústria mainstream, e estruturaram politicamente iconografias pornográficas na contemporaneidade. Neste sentido, serão analisadas como essas respostas pornográficas ao problema da grande indústria possibilitam a representação da alteridade a partir das estéticas corporais e os números sexuais desenvolvidos em sua narrativa, afim de clarear a materialidade dessa proposta e avaliar em que medida essas saídas atualizam e/ou ressignificam o dispositivo pornográfico. Como considerações finais, aponto que as pornografias feministas não rompem inteiramente com a lógica da pornografia mainstream, contudo, abrem possibilidades representacionais da sexualidade, a partir do simulacro cinemático, à sujeitos historicamente silenciados, e dinamiza teoricamente as abordagens sobre esse tema dentro das ciências sociais. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT This dissertation has as object the dialogues that underlie the feminist theorizing in pornographic audiovisual productions considered "feminist" and commercial, focusing on theoretical arrangements involved in its construction, history and territorial approach on sexuality, and how they are received and discussed in the feminist field position space, in addition to depictions of sexual diversity. Therefore is intended to reflect on how the nineteenth century socio-political context of the United States provided an arena of debate, that divided feminist anti-pornography positions and pro-sex, as well as the outcome of these conflicts guided the reformulation of the feminist perspective on pornography engaged actresses and producers to criticize the mainstream industry, and politically structured pornographic iconography in contemporary times. In this sense, will be analyzed how these pornographic responses to the major industry problem enable the representation of otherness from the body aesthetic and sexual numbers developed in its narrative, in order to lighten the materiality of this proposal and assess to what extent these outputs update and/or resignify the pornographic device. Lastly, we point out that feminist pornography do not break entirely with the logic of mainstream pornography, however, open representational possibilities of sexuality, from the cinematic simulacrum, the subject historically silenced, and theoretically streamlines approaches to this issue within the social sciences.
8

Vegetação arbustivo-árborea em áreas de cerrado típico e cerrado rupestre no estado de Tocantins The tree-shrub vegetation in areas “cerrado típico” and “cerrado rupestre” in Tocantins state

Lemos, Helena Lara 28 March 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2013. Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-10-23T12:22:11Z No. of bitstreams: 1 2013_HelenaLaraLemos.pdf: 1967212 bytes, checksum: dd92b863b5b29e99e9382d22a5bebbcf (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-10-23T13:18:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_HelenaLaraLemos.pdf: 1967212 bytes, checksum: dd92b863b5b29e99e9382d22a5bebbcf (MD5) Made available in DSpace on 2013-10-23T13:18:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_HelenaLaraLemos.pdf: 1967212 bytes, checksum: dd92b863b5b29e99e9382d22a5bebbcf (MD5) A heterogeneidade da vegetação do Cerrado é apontada como resultado das mudanças ambientais e espaciais. Nesse sentido nosso objetivo foi descrever e comparar a composição florístico-estrutural, riqueza e diversidade da vegetação arbustivo-arbórea avaliando o efeito do espaço e do ambiente na similaridade de pares adjacentes de Cerrado Típico e Cerrado Rupestre no Estado de Tocantins. Para amostragem da vegetação alocamos dez parcelas de 20 x 50 m e inventariamos os indivíduos arbustivo-arbóreos vivos com diâmetro a 30 cm do solo ≥ 5 cm. As variáveis ambientais foram: altitude, rochosidade, precipitação média anual e propriedades edáficas (teores de areia, pH, soma de bases, capacidade de troca catiônica e matéria orgânica). Analisamos a vegetação através de curvas de rarefação, perfil de diversidade, parâmetros fitossociológicos, distribuição dos indivíduos em classes de diâmetro e altura, TWINSPAN, NMDS e sua relação com o ambiente pela CCA, incluindo filtros espaciais (MEMs) para controlar possível efeito da estrutura espacial dos dados. Realizamos a partição da variância para quantificar quanto o espaço e o ambiente explicam a variação vegetacional. Das 144 espécies inventariadas 19 foram comuns aos quatro sítios e 71 ocorreram em apenas um. Fabaceae foi a família mais representativa seguida por Vochysiaceae e Myrtaceae. Os sítios rupestres apresentaram menores densidades que os típicos, tendência não evidenciada para a área basal. Os quatro sítios tiveram forte separação devido às condições ambientais (altitude e rochosidade) e recursos ambientais (fertilidade do solo), de modo que, tanto áreas adjacentes de diferentes fitofisionomias e áreas de mesma fitofisionomia distantes entre si são menos similares que as áreas sob mesma condição ambiental. As condições e recursos ambientais aliados ao espaço, em escala local, exerceram forte influência sobre a vegetação e explicaram mais de 50% da variação da vegetação. Assim, a heterogeneidade da vegetação nos sítios de Cerrado Rupestre e Cerrado Típico no Estado do Tocantins parece estar relacionada com a heterogeneidade ambiental local, em ação conjunta com a espacial. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT The vegetation heterogeneity the Cerrado it is indicating to what result of the environment and spatial heterogeneity. Therefore, we purpose describe and compare the floristic-structural composition, richness and diversity of the tree-shrub vegetation to evaluate the effect of space and environment in the similarity of the adjacent pair of “Cerrado Típico” and “Cerrado Rupestre” in Tocantins State. For vegetation sampling, we established ten plots 20 x 50m and inventoried all of the tree-shrub individuals with diameters at 30 cm above soil > 5cm. The environmental variables were: altitude, rocky, annual mean precipitation and soil properties (sand content, pH, sum of bases, cation exchange capacity and organic matter). We analyze the vegetation through of the rarefaction curve, diversity profile, phytosociological standard, distribution of the individual in a class of the diameter and height, TWINSPAN, NMDS and your relation with the environment by CCA including spatial filters (MEMs) to controlled one potential spatial effect. We carry a variation partitioning to amount how much the space and environment to explain of vegetacional variation. From the 144 species was found 19 were common at the sites four and 71 place in only one. Fabaceae was a family more representative followed from Vochysiaceae and Myrtaceae. The outcrops sites presented densities minors than typical, trend don’t evidence for the basal area. The sites four was separated strong due to the environmental conditions (altitude and rocky) and resource (fertile), in order that, as much near distinct phytophysionomy areas and the same distant phytophysionomie areas being similarity minor than the environmental condition under areas. The environmental conditions and resources to join to the space, in fine scale, to carry influence strong upon vegetation, explanation more the 50% of vegetation variation. The vegetation heterogeneity in sites of the “Cerrado Rupestre” and “Cerrado Típico” in Tocantins State appearance being related with the environmental heterogeneity local in action joined with spatial heterogeneity.
9

Avaliação da biodiversidade bentônica no Vale do Paranã (GO) : visando a identificação de áreas prioritárias para conservação

Dutra, Silvia Leitão 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2006. Submitted by Priscilla Brito Oliveira (priscilla.b.oliveira@gmail.com) on 2009-11-23T19:07:46Z No. of bitstreams: 1 Silvia Leitao Dutra.pdf: 555518 bytes, checksum: 78103af02ea5f8e606aac656f7d85d89 (MD5) Approved for entry into archive by Joanita Pereira(joanita) on 2010-01-28T17:09:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Silvia Leitao Dutra.pdf: 555518 bytes, checksum: 78103af02ea5f8e606aac656f7d85d89 (MD5) Made available in DSpace on 2010-01-28T17:09:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silvia Leitao Dutra.pdf: 555518 bytes, checksum: 78103af02ea5f8e606aac656f7d85d89 (MD5) Previous issue date: 2006 O trabalho tem como objetivo avaliar a composição e distribuição espaço-temporal das comunidades de macroinvertebrados bentônicos encontradas no Vão do Paranã-GO, para posterior indicação de áreas prioritárias para sua conservação na região. A sub-bacia do Rio Paranã esta inserida na bacia hidrográfica do Tocantins- Araguaia, localizada no Planalto Central do Brasil entre os paralelos 2° e 18° e os meridianos de longitude 46° e 56°. Apesar de ser uma área riquíssima em ambientes aquáticos e de apresentar grande importância biológica, o Vão do Paranã é extremamente carente de estudos limnológicos. As coletas foram realizadas em 27 pontos (ambientes lênticos e lóticos) em dois períodos do ano, agosto referente ao período de seca, e março referente ao período chuvoso. Para isso a metodologia de avaliação rápida foi feita com auxílio de redes manuais (0,2 cm de abertura) durante quinze minutos. Os resultados demonstraram que a composição de macroinvertebrados encontrada no Vão do Paranã é típica do bioma Cerrado e indica uma boa integridade ecológica. A estrutura desta comunidade se diferencia em resposta à variação das ordens dos rios, sinalizando a importância da preservação de áreas com diferentes tamanhos de rios. Diante disso, critérios como raridade, representatividade e proteção das duas margens do Paranã, foram utilizados para a seleção de áreas para conservação da macrofauna bentônica. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT The objective of this work is to evaluate the composition and the space-temporal distribution of the communities of bentic macroinvertebrates found in the Paranã River (Goiás, Brazil), for later indication of the priority areas to be conserved in that region. The watershed Paranã River is inserted in the hydrographical Tocantins-Araguaia, located in Central Plateaus of Brazil. Although it is a very rich area in aquatic environments and present great biological importance, there are not many limnologic studies about the Paranã River. The collections were carried through in 27 points (lentic and lotic) in two periods of the year, referring August to the period of drought, and referring March to the rainy period. The methodology of fast evaluation was made with manual nets (0,2 cm of opening) during fifteen minutes in each season throughout the 27 points of collection. The results demonstrated that the composition of macroinvertebrates found in the Paranã river is typical of the bioma Cerrado and indicate a good ecological integrity. The structure of this community differentiates according to the variation of the orders of the rivers. Signaling the importance of the preservation of areas with different sizes of rivers. An area was selected based on the following criteria of biological diversity: rarity, greatest representation of taxa and the protection of two riversides of the Paranã river.
10

Especiação e diversidade genética no subgênero Ortgiesia (Aechmea, Bromeliaceae)

Goetze, Márcia 2014 (has links)
Aechmea subgênero Ortgiesia apresenta 17 espécies, distribuídas no sul e sudeste do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. São espécies epífitas, rupícolas ou terrestres, ocorrendo desde o nível do mar até altas altitudes. Ortgiesia é um grupo característico da Mata Atlântica, região considerada um dos centros de diversidade para a família Bromeliaceae. O relacionamento interespecífico em Ortgiesia é pouco compreendido, assim como a distribuição da diversidade genética entre e dentro das espécies. Com o objetivo de contribuir para o entendimento dos processos responsáveis pela diversificação em Ortgiesia e pelo padrão de distribuição da variação genética, o presente estudo foi realizado, sendo dividido em quatro capítulos. No capítulo II o relacionamento interespecífico de Ortgiesia foi investigado utilizando marcadores moleculares AFLP (“Amplified Fragment Length Polymorphisms”). A evolução de caracteres morfológicoschave foi acessada, e padrões biogeográficos e a importância da hibridação para a evolução do subgênero foram discutidos. Três grupos genéticos principais de espécies proximamente relacionadas foram detectados, que de uma maneira geral puderam ser caracterizados pela cor das flores. Cor de pétala foi confirmada como um bom caratere taxonômico a ser usado na distinção de espécies dentro de Ortgiesia, enquanto tipo e forma da inflorescência mostrou-se homoplásico. O sul da Mata Atlântica foi considerado o centro de diversidade para Ortgiesia enquanto hibridação parece ser um fator importante na evolução do grupo. No capítulo III a diferenciação genética entre espécies de Ortgiesia com pétalas amarelas foi investigada, usando marcadores plastidiais e o gene nuclear phyC. Compartilhamento de haplótipos foi observado tanto no genoma nuclear como no plastidial. Os resultados sugerem que eventos de hibridação e separação incompleta das linhagens (polimorfismo ancestral) podem ser responsáveis pelo compartilhamento de haplótipos entre as linhagens de Ortgiesia. Ainda, nesse capítulo, áreas com maior diversidade genética foram identificadas no norte do estado de Santa Catarina, que podem ser consideradas como de grande valor evolutivo e conservacionista. Locos de microssatélites para o gênero Aechmea foram isolados pela primeira vez, conforme artigo no capítulo IV, com o objetivo de investigar aspectos da diversidade e estruturação genética de A. caudata e espécies relacionadas. Dez locos foram caracterizados, apresentando alta variação genética. Esses locos também amplificaram com sucesso em outras 21 espécies de bromélias, pertencentes a 12 gêneros, mostrando que serão úteis em estudos com inúmeros membros de Bromeliaceae. No capítulo V foi investigada a estruturação genética em populações de A. calyculata usando marcadores plastidiais, o gene nuclear phyC e microssatélites nucleares. Os resultados detectaram forte estruturação genética entre populações localizadas na Floresta Ombrófila Densa e na Semidescídua. A Mata de Araucária, que separa essas duas formações florestais no sul do Brasil, foi considerada como barreira ao fluxo gênico entre as populações de A. calyculata. A partir dos resultados encontrados na presente tese, foi observada, de uma maneira geral, baixa diferenciação genética interespecífica no subgênero Ortgiesia, apesar do uso de diferentes marcadores moleculares. Esse padrão pode ser explicado pela recente diversificação das linhagens do subgênero, aliado a retenção de polimorfismo ancestral e a ocorrência localizada de eventos de hibridação. O isolamento geográfico e de habitat foram identificados como os principais fatores da diversificação em Aechmea subgênero Ortgiesia. Aechmea subgenus Ortgiesia presents 17 species distributed in south and southeastern Brazil, Argentina, Paraguay, and Uruguay. They are epiphytes, lithophytes, or terrestrials, occurring from sea level to high altitudes. Ortgiesia is a characteristic group from the Brazilian Atlantic rainforest, which is considered one of the diversity centers of family Bromeliaceae. The interspecific relationships in Ortgiesia are poorly understood, as well as the distribution of genetic diversity within and among species. With the objective to contribute to the understanding of the processes underlying the diversification in Ortgiesia and the patterns of genetic diversity distribution, the presented study was conducted and divided in four chapters. In chapter II the interspecific relationships in Ortgiesia were investigated using AFLP (Amplified Fragment Length Polymorphisms) molecular markers. The evolution of key-morphological characters was examined and their taxonomic value discussed. We also discussed biogeographical patterns as well as the importance of hybridization for Ortgiesia evolution. Three main genetic groups were recovered, which could at broad scale be characterized by flower color. Petal color seems to be a good taxonomic character to be used to distinguish Ortgiesia species, while inflorescence type and shape were homoplasic. The southern region of Atlantic rainforest was considered the center of diversity for Ortgiesia and hybridization may have played an important role during the diversification of this group. At chapter III genetic differentiation of yellow flowered Ortgiesia species was investigated by using plastid markers and the nuclear gene phyC. The sharing of haplotypes was observed in both plastid and nuclear genomes. The results suggest that hybridization events and incomplete lineage sorting may be responsible for the haplotype sharing between Ortgiesia lineages. Still, in this chapter we identified areas with high genetic diversity as located at northern Santa Catarina state, which may be considered of conservation and evolutionary value. Microsatellite loci for genus Aechmea were isolated for the first time as described in the chapter IV, aiming to investigate genetic diversity and structure of A. caudata and related species. Ten loci were characterized, showing high genetic variation. These loci also amplified in other 21 bromeliads species, belonging to 12 genera, showing that they can be useful as well in other taxa of Bromeliaceae. In the chapter V the genetic structure of A. calyculata populations was assessed using plastid markers, phyC gene, and nuclear microsatellites. The results detected strong genetic differentiation between populations located at the ombrophilous and semi-deciduous forest. Araucaria forest, which separates these two forest formations in south Brazil, was considered as a barrier to gene flow between A. calyculata populations. The results obtained in the presented thesis showed shallow genetic interspecific differentiation in subgenus Ortgiesia, despite the use of different molecular markers. This pattern could be explained by the recent divergence of the lineages, allied to the persistence of ancestral polymorphism and localized hybridization events. Geographical and habitat isolation were identified as the main factors triggering the diversification process in Aechmea subgenus Ortgiesia.

Page generated in 0.1249 seconds