• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 174
  • 5
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 182
  • 53
  • 47
  • 34
  • 30
  • 29
  • 26
  • 25
  • 24
  • 22
  • 22
  • 22
  • 20
  • 19
  • 17
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Síntese de fosfeto de índio pelo método de síntese por difusão de soluto

Miskys, Claudio Ronald 18 December 1996 (has links)
Orientador: Mauro Monteiro Garcia de Carvalho / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica Gleb Wataghin / Made available in DSpace on 2018-07-21T23:09:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Miskys_ClaudioRonald_M.pdf: 3929691 bytes, checksum: 3e1be554aef527bf83955e9651835f0d (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Desenvolvemos neste trabalho um sistema para realizar a síntese de InP a partir dos elementos Índio e Fósforo utilizando o método de crescimento a partir de solução SSD (Síntese por Difusão de Soluto ). Com este sistema obtivemos tarugos de 125g com 3,7cm de diâmetro. Modificações do processo de síntese foram feitas ao longo do trabalho visando otimizar a qualidade elétrica e ótica do cristal. Também investigamos o uso do carbono-vítreo como alternativa à utilização do Quartzo para os cadinhos de síntese. Este material alternativo possui propriedades químicas e mecânicas convenientes para aplicação no crescimento de cristais. A caracterização elétrica de amostras crescidas em cadinhos de Quartzo mostrou uma concentração de portadores na faixa de 1,2 a 3,5x1015cm-3 com mobilidades de 38100 a 45900cm2/Vs. Estes resultados estão entre os melhores relatados na literatura, indicando que o sistema implementado está bem adaptado para a síntese de InP através do método SSD / Abstract: In this work we developed an InP synthesis system where we apply the SSD (Synthesis, Solute Diffusion) solution growth method starting from elemental Indium and Phosphorus. With this system we obtained InP bulks with 125g and 3,7cm diameter. Changes in the process were performed during the work to optimize the electrical and optical qualities of the crystal. We also investigated the use of glassy-carbon instead of Quartz as na alternative crucible material due to its mechanical and chemical properties which seem suitable for crystal growth. The electrical characterization of samples grown using Quartz crucibles showed carrier concentration in the range of 1,2 to 3,5x1015cm-3, with mobilities from 38100 to 45900cm2/Vs. These results are among the best reported in literature, indicating that that our system is well adapted to InP synthesis with the SSD method / Mestrado / Física / Mestre em Física
2

Vivendo entre mundos : o povo Apurinã e a última fronteira do Estado brasileiro nos séculos XIX e XX

Link, Rogério Sávio January 2016 (has links)
Esta investigação se insere nas linhas de pesquisa “cultura e representações” e “relações sociais de dominação e resistência” do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa em história indígena. Situada em torno das fronteiras étnicas, problematiza o encontro entre diferentes identidades étnicas em posições assimétricas com o objetivo de verificar como as relações de dominação são estruturadas através das representações e como os grupos dominados escapam ou agenciam essas relações a fim de conseguirem se colocar no espaço social. Como tal, pretende delinear o processo histórico vivido pelo povo Apurinã em relação à sociedade não-indígena, tendo como ponto de partida os primeiros contatos mais sistemáticos durante a segunda metade do século XIX e durante o século XX. Assim, o problema geral gira em torno dos motivos que levaram os Apurinã a se misturarem tanto com a sociedade não-indígena a tal ponto de “colocar em risco” seus distintivos culturais, notadamente a língua apurinã. Para além das noções que abordam as mudanças culturais como perdas, a pesquisa se propõe responder se haveria aí uma dinâmica cultural que impeliria os Apurinã em direção ao Outro e que os empoderasse com uma cultura aberta para incorporar a alteridade e para a mudança. O objetivo investigativo principal, nesse sentido, é mapear nas fontes e na cultura apurinã as estruturas e conjunturas que podem explicar a realidade atual dos Apurinã. Trata-se de verificar na longa duração a condição performativa da sociedade apurinã. Além disso, como objetivo mais específico, a investigação ainda busca responder se as narrativas dos primeiros contatos e se as fontes históricas e etnográficas realmente descrevem os Apurinã como um povo belicoso e qual poderia ser o sentido de tal retórica narrativa tanto para a sociedade do entorno quanto para os próprios Apurinã. As principais fontes primárias para a análise dos problemas levantados pela pesquisa são: o material produzido pelas primeiras expedições exploratórias do Rio Purus e pelos primeiros colonizadores, o resultado publicado dos primeiros etnógrafos que descrevem os Apurinã, o material produzido por um grupo de missionários provenientes da Inglaterra durante os primeiros anos de contato, e observações etnográficas. / This research takes part of the fields “culture and representations” and “social relations of domination and resistance” of the Post-Graduate Programs in History at Universidade Federal do Rio Grande do Sul. It deals with research into indigenous history. Working along ethnic boundaries, it investigates the encounter between different ethnic identities in assymetric positions with the aim of verifying how the relationships of domination are structured through these representations and how the dominated groups escape from or make use of these relationships in order to take control of the social space. In this way, it attempts to outline the historical process experienced by the Apurinã people in relating to the non-indigenous society, having as its point of departure the first most systematic contacts during the second half of the nineteenth century and during the twentieth. The general problem revolves around the motives that led the Apurinã to mix so much with the non-indigenous society to the point of “putting at risk” their distinctive customs, notably the Apurinã language. Escaping from the concepts that see cultural changes as losses, the research sets out to answer whether there is a cultural dynamic that pushes the Apurinã in the direction of the Other and which empowers them with a culture which is open to the otherness and to change. The principal investigative aim, in this understanding, is to map the sources and, within Apurinã culture, the structures and constructs that can explain the current reality of the Apurinã. It concerns itself with verifying over a long period the performative condition of Apurinã society. Moreover, as a more specific objective, the investigation looks to answer whether the narratives of the first contacts and the historical and ethnographic sources truly describe the Apurinã as warlike people and what the meaning of such a rhetorical narrative could be as much for the surrounding society as for the Apurinã themselves. The principal sources for the analysis of the problems raised by this research are: the material produced by the first exploratory expeditions of the Purus river and by the first colonisers, the resulting publication of the first ethnographies which described the Apurinã, the material produced by a group of missionaries from England during the first years of contact, and ethnographic observations.
3

Aplicação da metodologia de superfície de resposta na avaliação de fatores correlacionados a periodontite em Índios Kiriri do nordeste do Brasil.

Soares, Susana Silva January 2016 (has links)
Submitted by Programa de Pós-Graduação em Odontologia Saúde (mestrodo@ufba.br) on 2017-03-03T14:47:23Z No. of bitstreams: 1 SUSANA SILVA SOARES Dissertação.pdf: 4863945 bytes, checksum: 2692443bf1bbefa0e6927a47dcda2da5 (MD5) / Approved for entry into archive by Delba Rosa (delba@ufba.br) on 2017-06-07T13:36:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 SUSANA SILVA SOARES Dissertação.pdf: 4863945 bytes, checksum: 2692443bf1bbefa0e6927a47dcda2da5 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-07T13:36:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 SUSANA SILVA SOARES Dissertação.pdf: 4863945 bytes, checksum: 2692443bf1bbefa0e6927a47dcda2da5 (MD5) / CAPES / A metodologia de superfície de resposta (MSR) é um conjunto de técnicas avançadas de análises de regressão, complementares ao planejamento experimental, que ajudam a entender a influência de vários fatores em uma variável resposta de interesse. O presente estudo tem como objetivo avaliar fatores associados com a periodontite, utilizando metodologia de superficie de resposta e desenvolver um modelo matemático representativo para periodontite. Em uma amostra de 176 índios Kiriri, avaliou-se a associação de 16 diferentes fatores socioeconômicos e comportamentais com a periodontite, variável de resposta, de acordo com cinco diferentes critérios de classificação da doença. Equações polinomiais de 4º grau, com altos coeficientes de determinação (R² = 1), foram escolhidas para representar os modelos. As variáveis correlacionadas com periodontite, de acordo com a definição 1 de periodontite (ZABOR et al., 2010), foram: escolaridade, idade, índice de placa (IP), orientação de higiene oral, sexo, índice de massa corpórea (IMC) e número de dentes perdidos. Definição 2 de periodontite (BAELUM & LÓPEZ 2012): escolaridade, idade, orientação de higiene oral, IMC, IP, glicemia em jejum e número de dentes perdidos. Definição 3 de periodontite (TONETTI & CLAFFEY 2005): número de dentes perdidos, idade, IP, dependência de nicotina, hipertensão, escolaridade, dependência alcoólica e uso de fio dental. Definição 4 de periodontite (EKE et al., 2012): idade, IP, escolaridade, sexo, orientação de higiene oral, renda, uso de bochecho, frequência de escovação e tipo de escova dental. Por fim as variáveis correlacionadas com Risco periodontal (LANG & TONETTI 2003) foram: IP, hipertensão, escolaridade, uso do fio dental, tipo de escova dental, dependência alcoólica, frequência de escovação, sexo e orientação de higiene oral. Desta forma, concluiu-se que é possível desenvolver modelos matemáticos multifatoriais capazes de predizer casos de periodontite ou risco periodontal, sem a utilização de parâmetros periodontais. Entretanto, novos estudos confirmatórios são necessários para validação destes modelos em outras populações. / The response surface methodology (RSM) is a set of advanced regression analysis techniques, complementary to Design of Experiments, which help to understand the influence of various factors on a dependent variable of interest. This study aimed to assess factors associated with periodontitis using response surface methodology. In a sample of 176 Kiriri Indians it was evaluated the association of 16 different socioeconomic and behavioral factors with periodontitis, output variable, according to five different criteria for classification of the disease. Polynomial equations of 4th degree with high coefficients of determination (R ² = 1), were chosen to represent the models. The variables associated with periodontitis, according to definition 1 of periodontitis (ZABOR et al., 2010) were: education level, age, plaque index (IP), oral hygiene instructions, gender, body mass index (BMI) and number of missing teeth. Definition 2 of periodontitis (BAELUM & LÓPEZ 2012): education level, age, oral hygiene instructions, BMI, IP, fasting glucose and number of missing teeth. Definition 3 of periodontitis (TONETTI & CLAFFEY 2005): number of missing teeth, age, IP, nicotine dependence, hypertension, education level, alcohol dependence and flossing. Definition 4 of periodontitis (EKE et al., 2012): age, IP, education level, gender, oral hygiene instructions, income, use of mouthwash, frequency of brushing and type of toothbrush. Finally the variables correlated with the output variable periodontal risk (LANG & TONETTI 2003) were: IP, hypertension, education level, flossing, type of toothbrush, alcohol dependence, frequency of brushing, gender and oral hygiene instructions. Thus, it is concluded that it is possible to develop multifactorial mathematical models capable of predicting periodontitis or periodontal risk cases without the use of periodontal parameters. However further confirmatory studies are required to validate these models in other populations.
4

Estudo da Eletrodeposição de Índio Sobre a Superfície de Cobre em Meio de Cloreto de Colina e Etilenoglicol / Study of Indium Electrodeposition on Copper Surface From Choline Chloride/Ethylene Glycol Eutectic Mixture

Alcanfor, Ana Aline Coelho January 2017 (has links)
ALCANFOR, Ana Aline Coelho. Estudo da Eletrodeposição de Índio Sobre a Superfície de Cobre em Meio de Cloreto de Colina e Etilenoglicol. 2017. 44 f. Dissertação (Mestrado em Química)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by Anderson Silva Pereira (anderson.pereiraaa@gmail.com) on 2017-07-13T18:39:26Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_aacalcanfor.pdf: 1362156 bytes, checksum: 704f74929d98655a8a0357c4a44503de (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-07-13T19:19:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_aacalcanfor.pdf: 1362156 bytes, checksum: 704f74929d98655a8a0357c4a44503de (MD5) / Made available in DSpace on 2017-07-13T19:19:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_aacalcanfor.pdf: 1362156 bytes, checksum: 704f74929d98655a8a0357c4a44503de (MD5) Previous issue date: 2017 / The electrodeposition of In on Cu substrate was investigated using 0.05 mol L–1 InCl3 dissolved in a mixture of choline chloride (ChCl) and ethylene glycol (EG), in molar ratio of 1:2 (1ChCl:2EG DES + InCl3 0,05 mol L–1), at temperatures of 25, 45, 65 e 80 °C. Analysis of the current-time curves using the Scharifker-Hills model indicated that the In deposition on Cu electrode occurred by the mechanism of progressive nucleation. Morphological examination showed that from 25 to 65 °C electrodeposited consisted of In grains and rods. The elevation of the temperature to 80 °C favors the formation of In rods. XRD results revealed the presence of the crystalline phase of CuIn and the phase of In with preferential orientated in the (101) planes. / A eletrodeposição de índio sobre substrato de cobre foi investigada usando 0,05 mol L–1 de InCl3 dissolvido em uma mistura de cloreto de colina (ChCl) e etilenoglicol (EG), numa razão molar de 1:2 (1ChCl:2EG DES + InCl3 0,05 mol L–1), nas temperaturas de 25, 45, 65 e 80 °C. A análise das curvas de corrente-tempo, aplicando o modelo de Scharifker-Hills indicou que a eletrodeposição de índio sobre cobre ocorre por um mecanismo de nucleação progressiva. A análise morfológica demonstrou que de 25 a 65 °C os eletrodepósitos consistiam em grãos e barras de índio. A elevação da temperatura para 80 ºC favorece a formação de barras de índio. Os resultados de DRX revelaram a presença da fase cristalina de CuIn e da fase de In com crescimento preferencial no plano (101).
5

Vivendo entre mundos : o povo Apurinã e a última fronteira do Estado brasileiro nos séculos XIX e XX

Link, Rogério Sávio January 2016 (has links)
Esta investigação se insere nas linhas de pesquisa “cultura e representações” e “relações sociais de dominação e resistência” do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa em história indígena. Situada em torno das fronteiras étnicas, problematiza o encontro entre diferentes identidades étnicas em posições assimétricas com o objetivo de verificar como as relações de dominação são estruturadas através das representações e como os grupos dominados escapam ou agenciam essas relações a fim de conseguirem se colocar no espaço social. Como tal, pretende delinear o processo histórico vivido pelo povo Apurinã em relação à sociedade não-indígena, tendo como ponto de partida os primeiros contatos mais sistemáticos durante a segunda metade do século XIX e durante o século XX. Assim, o problema geral gira em torno dos motivos que levaram os Apurinã a se misturarem tanto com a sociedade não-indígena a tal ponto de “colocar em risco” seus distintivos culturais, notadamente a língua apurinã. Para além das noções que abordam as mudanças culturais como perdas, a pesquisa se propõe responder se haveria aí uma dinâmica cultural que impeliria os Apurinã em direção ao Outro e que os empoderasse com uma cultura aberta para incorporar a alteridade e para a mudança. O objetivo investigativo principal, nesse sentido, é mapear nas fontes e na cultura apurinã as estruturas e conjunturas que podem explicar a realidade atual dos Apurinã. Trata-se de verificar na longa duração a condição performativa da sociedade apurinã. Além disso, como objetivo mais específico, a investigação ainda busca responder se as narrativas dos primeiros contatos e se as fontes históricas e etnográficas realmente descrevem os Apurinã como um povo belicoso e qual poderia ser o sentido de tal retórica narrativa tanto para a sociedade do entorno quanto para os próprios Apurinã. As principais fontes primárias para a análise dos problemas levantados pela pesquisa são: o material produzido pelas primeiras expedições exploratórias do Rio Purus e pelos primeiros colonizadores, o resultado publicado dos primeiros etnógrafos que descrevem os Apurinã, o material produzido por um grupo de missionários provenientes da Inglaterra durante os primeiros anos de contato, e observações etnográficas. / This research takes part of the fields “culture and representations” and “social relations of domination and resistance” of the Post-Graduate Programs in History at Universidade Federal do Rio Grande do Sul. It deals with research into indigenous history. Working along ethnic boundaries, it investigates the encounter between different ethnic identities in assymetric positions with the aim of verifying how the relationships of domination are structured through these representations and how the dominated groups escape from or make use of these relationships in order to take control of the social space. In this way, it attempts to outline the historical process experienced by the Apurinã people in relating to the non-indigenous society, having as its point of departure the first most systematic contacts during the second half of the nineteenth century and during the twentieth. The general problem revolves around the motives that led the Apurinã to mix so much with the non-indigenous society to the point of “putting at risk” their distinctive customs, notably the Apurinã language. Escaping from the concepts that see cultural changes as losses, the research sets out to answer whether there is a cultural dynamic that pushes the Apurinã in the direction of the Other and which empowers them with a culture which is open to the otherness and to change. The principal investigative aim, in this understanding, is to map the sources and, within Apurinã culture, the structures and constructs that can explain the current reality of the Apurinã. It concerns itself with verifying over a long period the performative condition of Apurinã society. Moreover, as a more specific objective, the investigation looks to answer whether the narratives of the first contacts and the historical and ethnographic sources truly describe the Apurinã as warlike people and what the meaning of such a rhetorical narrative could be as much for the surrounding society as for the Apurinã themselves. The principal sources for the analysis of the problems raised by this research are: the material produced by the first exploratory expeditions of the Purus river and by the first colonisers, the resulting publication of the first ethnographies which described the Apurinã, the material produced by a group of missionaries from England during the first years of contact, and ethnographic observations.
6

Vivendo entre mundos : o povo Apurinã e a última fronteira do Estado brasileiro nos séculos XIX e XX

Link, Rogério Sávio January 2016 (has links)
Esta investigação se insere nas linhas de pesquisa “cultura e representações” e “relações sociais de dominação e resistência” do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa em história indígena. Situada em torno das fronteiras étnicas, problematiza o encontro entre diferentes identidades étnicas em posições assimétricas com o objetivo de verificar como as relações de dominação são estruturadas através das representações e como os grupos dominados escapam ou agenciam essas relações a fim de conseguirem se colocar no espaço social. Como tal, pretende delinear o processo histórico vivido pelo povo Apurinã em relação à sociedade não-indígena, tendo como ponto de partida os primeiros contatos mais sistemáticos durante a segunda metade do século XIX e durante o século XX. Assim, o problema geral gira em torno dos motivos que levaram os Apurinã a se misturarem tanto com a sociedade não-indígena a tal ponto de “colocar em risco” seus distintivos culturais, notadamente a língua apurinã. Para além das noções que abordam as mudanças culturais como perdas, a pesquisa se propõe responder se haveria aí uma dinâmica cultural que impeliria os Apurinã em direção ao Outro e que os empoderasse com uma cultura aberta para incorporar a alteridade e para a mudança. O objetivo investigativo principal, nesse sentido, é mapear nas fontes e na cultura apurinã as estruturas e conjunturas que podem explicar a realidade atual dos Apurinã. Trata-se de verificar na longa duração a condição performativa da sociedade apurinã. Além disso, como objetivo mais específico, a investigação ainda busca responder se as narrativas dos primeiros contatos e se as fontes históricas e etnográficas realmente descrevem os Apurinã como um povo belicoso e qual poderia ser o sentido de tal retórica narrativa tanto para a sociedade do entorno quanto para os próprios Apurinã. As principais fontes primárias para a análise dos problemas levantados pela pesquisa são: o material produzido pelas primeiras expedições exploratórias do Rio Purus e pelos primeiros colonizadores, o resultado publicado dos primeiros etnógrafos que descrevem os Apurinã, o material produzido por um grupo de missionários provenientes da Inglaterra durante os primeiros anos de contato, e observações etnográficas. / This research takes part of the fields “culture and representations” and “social relations of domination and resistance” of the Post-Graduate Programs in History at Universidade Federal do Rio Grande do Sul. It deals with research into indigenous history. Working along ethnic boundaries, it investigates the encounter between different ethnic identities in assymetric positions with the aim of verifying how the relationships of domination are structured through these representations and how the dominated groups escape from or make use of these relationships in order to take control of the social space. In this way, it attempts to outline the historical process experienced by the Apurinã people in relating to the non-indigenous society, having as its point of departure the first most systematic contacts during the second half of the nineteenth century and during the twentieth. The general problem revolves around the motives that led the Apurinã to mix so much with the non-indigenous society to the point of “putting at risk” their distinctive customs, notably the Apurinã language. Escaping from the concepts that see cultural changes as losses, the research sets out to answer whether there is a cultural dynamic that pushes the Apurinã in the direction of the Other and which empowers them with a culture which is open to the otherness and to change. The principal investigative aim, in this understanding, is to map the sources and, within Apurinã culture, the structures and constructs that can explain the current reality of the Apurinã. It concerns itself with verifying over a long period the performative condition of Apurinã society. Moreover, as a more specific objective, the investigation looks to answer whether the narratives of the first contacts and the historical and ethnographic sources truly describe the Apurinã as warlike people and what the meaning of such a rhetorical narrative could be as much for the surrounding society as for the Apurinã themselves. The principal sources for the analysis of the problems raised by this research are: the material produced by the first exploratory expeditions of the Purus river and by the first colonisers, the resulting publication of the first ethnographies which described the Apurinã, the material produced by a group of missionaries from England during the first years of contact, and ethnographic observations.
7

Estudo das propriedades óticas do InP crescido por CBE : O efeito da impureza isoeletrônica de arsênio

Laureto, Edson 10 October 1995 (has links)
Orientador: Eliermes Arraes Meneses / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica Gleb Wataghin / Made available in DSpace on 2018-07-22T07:16:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Laureto_Edson_M.pdf: 1882201 bytes, checksum: 02ecede7696462a8e369cb130074e049 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: São investigadas as propriedades elétricas e óticas na região excitônica do InP utilizando as técnicas de efeito Hall e fotoluminescência a baixas temperaturas, respectivamente. As amostras analisadas foram crescidas pela técnica de CBE (epitaxia por feixe químico), cujo sistema foi recentemente instalado no IFGW/Unicamp. Os espectros de fotoluminescência caracterizam-se pelas linhas excitônicas intensas nas amostras sem dopagem, e são bem distintos para amostras com diferentes níveis de dopagem de Silício. Uma linha de luminescência situada em 1 ,389 eV é observada nas amostras dopadas, e é atribuída à transição radiativa D0si-A0si. A energia de ligação do Si como aceitador no InP é estimada em 28 meV. Outra linha, em 1 ,401 eV, se torna bastante evidente em amostras onde houve incorporação de impurezas de Arsênio. Com base na sua posição em energia, forma de linha, e correlação com a presença de As, é sugerido que esse pico esteja relacionado à recombinação de éxcitons ligados a "traps" isoeletrônicos, gerados por impurezas de As substituindo sítios do P. A formação desse estado ligado pode estar sendo assistida pela distorção da rede causada pela dopagem com Silício / Abstract: Not informed. / Mestrado / Física / Mestre em Física
8

Heterojunções de oxido de indio e silicio

Hung, Jin Yen 15 July 2018 (has links)
Orientadora : Alaide P. Mammana / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Campinas / Made available in DSpace on 2018-07-15T07:48:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Hung_JinYen_M.pdf: 2405398 bytes, checksum: 72b6144c22414b3bc943cbf40ac66b5c (MD5) Previous issue date: 1982 / Resumo: Construiram-se heterojunções de. óxido de índio por evaporação térmica e por canhão de elétrons sobre silício monocristalino, tipos p e n e de resistividades escolhidos entre 0,015 a 15 ?cm. Os filmes de In2O3 submetidos ao tratamento térmico, alcançaram transparência acima de 85% na faixa do visível (300 a 2500 nm), e baixas resistividades, da ordem de l0-2 a 10-3 ?cm. As análises por microscopia eletrônica e por difração de raios-x revelaram filmes policristalinos de forma cúbica de corpo concentrado cujos grãos tem aproximadamente 100nm a 200 nm. Por sua vez microanálise por espectroscopia de elétrons não revelou desvios estequiométricos nem tampouco a presença de outras fases químicas foram identificadas. Já a análise por microsonda eletrônica revelou traços de Mo e W utilizados nos cadinhos de evaporação térmica. Para conveniência das medidas elétricas os dispositivos foram montados com áreas de aproximadamente de 10mm2. Heterojunções de In2O3/Si-n, sob iluminação de AM1, apresentaram tensão de circuito aberto da ordem de 0,25V e correntes de curto circuito da ordem de 20mA/cm2. Também as amostras obtidas com Si-n de baixas resistividades (0,015?cm) apresentaram o comportamento de fotoiodos. A grande limitação destas células está no alto valor de resistência série apresentado (>50?) fazendo com que a eficiência caia para 1 a 2%. Os dispositivos de In2O3/Si-p de resistividades entre 1 a 10 ?cm apresentaram pobre retificação com baixos valores de Voc e Isc , quando sob iluminação, em contradições às expectativas baseadas em resultados publicados por outros grupos de pesquisas. Já substrato de Si-p de baixa resistividades (0,015 ?cm) levaram a dispositivos com características ôhmicas, de acordo com os modelos anteriormente propostos / Abstract: Not informed / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
9

Recuperação de indio a partir ligas de metalicas de InP, InGaAs e InGaAs

Gonçalves, Jose Lino 19 July 2018 (has links)
Orientador: Peter Jurgen Tatsch / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica / Made available in DSpace on 2018-07-19T09:53:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Goncalves_JoseLino_M.pdf: 3628330 bytes, checksum: 34e77e3fd5c0401e242c9d530d6dc8a0 (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: o objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento de um processo de reaproveitamento e purificação de índio a partir de soluções de InP, InGaAs e InGaAsP. Essas soluções são usadas como fonte para obtenção de camadas semicondutoras na confecção de dispositivos optoeletrônico. O processo consiste de duas etapas: a pré-purificação e a purificação num forno a vácuo, e uma terceira etapa opcional; puxamento de cristais pela técnica Czochralski. Todos os procedimentos adotados no processo de purificação estão descritos no Capítulo II. Na etapa de pré-purificação observou-se a formação de uma crosta na superfície. Esta crosta foi analisada por microsonda eletrônica e por difratometria de raio-x. Com o índio reaproveitado, fizemos vários crescimentos epitaxiais a partir da fase líquida para testar o seu grau de pureza. Foram feitas camadas de 'In IND. 1-x¿ 'Ga IND. x¿ As sobre substrato de InP que foram caracterizadas quanto a espessura, morfologia; resistividade, concentração de portadores e mobilidade por efeito Hall. As análises das crostas, as condições e procedimentos adotados para o crescimento e a caracterização das camadas crescidas estão contidos no Capítulo III. No Capítulo IV apresentamos as conclusões do trabalho / Abstract: The objective of this research was that of developing a process in with one can purifity indium from a solutions of InP, InGaAs, InGaAsP. These solution were uses as a source for obtaining the semiconductor layer in the fabrication of opto-electronic devices. The process consists of two steps: those of prepurification and of purification in a vacuum oven. There also exists an optional step in which crystal is pulIed by the Czochralski method. AlI the the procedures adopted for described in chapter II. the processes of purification are In the step of prepurification we observed the formation of a crust on the surface. This crust was analised by electronic microscopy and X-ray diffractometry. From the purified indium we made several liquid phase epitaxial growths to test the degree of the purity of the indium. The layers of 'In IND. 1-x¿ 'Ga IND. x¿ As obtained by epitaxial growth on the substrate of indium phosphide were characterized with respect to thickness and morphology and to resistivity, carrier concentration and Hall mobility. The analysis of the crusts, the conditions and procedures adopted for the growth and the characterization of the layers are given in chapter III. Chapter IV presents the conclusions of this research / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
10

Síntese de calcogenoacetilenos catalisada por haletos de In III

Giovenardi, Rodrigo January 2011 (has links)
Neste trabalho foi desenvolvida uma nova metodologia para a síntese de calcogenoacetilenos. Para isto, foram utilizados haletos de índio III como catalisadores, uma base para ativar o alcino terminal e um dicalcogeneto de diorganoila. Foram avaliados diferentes haletos de índio; a saber, InCl3, InBr3 e InI3. Diferentes bases também foram testadas, sendo que a mais efetiva na promoção da reação foi o Cs2CO3. A quantidade de catalisador também foi avaliada, sendo que a que o melhor resultado foi observado quando 10 mol % de InCl3 foi empregada. Alem de testes com catalisadores e bases, foram realizados testes com diferentes solventes, e o solvente que se mostrou mais efetivo foi DMSO. A reação está mostrada abaixo, o mecanismo da mesma será elucidado no decorrer desta dissertação. Depois de otimizadas as condições reacionais, a metodologia foi estendida a diferentes disselenetos, um dissulfeto e um ditelureto, onde a reação apresentou bons rendimentos em geral. Os rendimentos obtidos com diferentes calcogênios foi na ordem S<Se<Te, o que pode ser explicado pela força de ligação S-S ser maior que Se-Se que é maior que Te-Te. A reação também foi extendida a grupos alquílicos, que reagiram bem tanto no lado do disseleneto quanto no lado do alcino. Por fim foi proposto um mecanismo evidenciado pelos resultados obtidos nos testes realizados. Onde pode ser explicado o efeito eletrônico da reação e o efeito do solvente, onde o DMSO foi escolhido como o melhor solvente para a reação. / A new approach for the one-pot synthesis of alkynyl chalcogenides, exemplified mainly by selenides, was developed in which dual activation of diorgano dichalcogenides and terminal acetylenes is achieved by using an indium(III) catalyst. The method has advantages of broad substrate scope, simple operation, mild reaction conditions, and good yields. A plausible reaction mechanism is proposed.

Page generated in 0.0477 seconds