• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3594
  • 129
  • 54
  • 40
  • 30
  • 30
  • 29
  • 29
  • 27
  • 27
  • 19
  • 6
  • 6
  • 6
  • 3
  • Tagged with
  • 3892
  • 1345
  • 1031
  • 907
  • 867
  • 630
  • 385
  • 378
  • 367
  • 329
  • 319
  • 305
  • 290
  • 248
  • 248
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A parte do todo : David Carneiro, o Paranismo e o SPHAN - etnicidade, prestígio e disputas pela consagração

Doberstein, Juliano Martins January 2017 (has links)
Orientador: Dr. Paulo Renato Guérios / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 31/07/2017 / Inclui referências : f. 280-289 / Resumo: Certas tradições de interpretação social do sul do Brasil sublinham o lugar da imigração europeia na formação racial e étnica regional, gerando um diacrítico ao país negro e mulato. No Rio Grande do Sul, a antropologia já observou entre os gaúchos uma diferença imaginada entre a parte e o todo. Em Santa Catarina, a construção científica da ideia do "vazio" de gente ocupado pelo imigrante. No Paraná também se nota a ocorrência da mitologia do território branco, gerado da colonização europeia e sem presença negra. David Carneiro (1904-1990), intelectual já considerado "o último dos paranistas" e homem processado por incentivo ao regionalismo, foi um dos responsáveis pelo prestígio social dessa mitologia, compartilhada com Romário Martins e outros atores do paranismo. Entretanto, foi também o primeiro assistente regional do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan), órgão do centralizador Estado Novo que, segundo a literatura especializada, buscava compor sem regionalismos a imagem do país. Dividido e movido pelo não-essencialismo, combinava um orgulho regionalista do paranaense branco com críticas de fundo nacionalista a quem procurava insinuar a sua falta de brasilidade. Gaúcho migrado para o Paraná, estranhava que a ideia da diversidade da gente e da natureza deste estado sul-brasileiro estivessem tão alinhadas com imagens de unidade, que, como sempre fez David Carneiro, destacavam as conexões dos (ante)passados nacional e paranaense. A Revolução Farroupilha, marco celebrado da ancestral singularidade gaúcha, contrastava com o Cerco da Lapa, tido como símbolo da unidade do Paraná com o Brasil. Sua compreensão do Paraná como uma antiga parte do todo brasileiro, aliás, esteve na origem da acusação de regionalismo. Motivou-o a desafiar o adversário Wilson Martins, regionalista (anti)paranista que simbolizaria, com o livro Um Brasil diferente, a ideia do "vazio" local tomado pelos imigrantes promotores da distinção entre a parte e o todo. Sugiro então que uma segmentação dos pensadores do Paraná branco, que dividiam preconceitos contra a raça e a cultura das etnias negras, mas ao mesmo tempo lutavam pela consagração de uma identidade social regional (europeia) de linhagem ou imigrante ou portuguesa, ajuda a explicar o nacionalismo de David Carneiro. O regionalista convicto, acreditando no processo de "branqueamento" nacional em curso, encontrou na legitimação do patrimônio das "colonizações primitivas", anteriores às imigrações "extra-íberas", uma conexão com o Sphan e suas imagens de uma nação luso-brasileira, moderna e civilizada. PALAVRAS-CHAVE: Identidade; paranismo; patrimônio cultural; racismo; etnicidade. / Abstract: Some traditions of social interpretation of brazilian southern emphasize the place of european immigration in racial and ethnic regional formation, generating a diacritic in relation to the black and mulatto nation. In Rio Grande do Sul, anthropology has already observed among the gaúchos an imagined difference between the part and the whole. In Santa Catarina, the scientific construction of the concept of the "emptiness" of people occupied by the immigrant. In Paraná also the occurrence of the mythology of a white territory, generate of the european colonization and whithout black presence occurs. David Carneiro (1904-1990), intellectual already called "the last of the paranistas" and a man accused for encouraging regionalism, was one of those responsible for the social prestige of this mythology, shared with Romário Martins and others actors of paranismo. However, he was also the first regional assistant of Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan), an agency of the centralizer Estado Novo that, according to the specialized literature, hoped to form the image of the nation without regionalisms. Divided and non-essentialist, it combined a proud regionalism of the white paranaense with nacionalistic denunciations to those who tried to insinuate its lack of brazilianness. Gaúcho migrated to Paraná, it surprized me that the idea of diversity of the people and the nature of this south-brazilian state were so closely combined with images of the unity that, as David Carneiro always did, emphasized the connections between the national and paranaense pasts. Revolução Farroupilha, celebrated ícon of the ancestral singularity gaúcha, contrasted with Cerco da Lapa, symbol of the unity of Paraná and Brazil. His understanding of Paraná as an anciant and traditional part of the whole formed by Brazil, in fact, was the origin of the accusation of regionalism. It led David Carneiro to challenge the adversary Wilson Martins, a regionalist (anti)paranista who would symbolize, with the book Um Brasil diferente, the idea of the local "emptiness" of people occupied by the immigrants who promoted the distinction between the part and the whole. I suggest then that a segmentation of white Paraná thinkers, who divided prejudices against the race and the culture of black ethnic groups, but at the same time contend for the recognition of a regional social identity (european) of lineage or immigrant ou portuguese, helps to explain the nationalism of David Carneiro. The convicted regionalist, believing on the ongoing process of national "whitening", found in the legitimation of the cultural heritage of the "primitive colonies", previous to the "extra-iberian" immigration, a connection with the Sphan and its images of a luso-brazilian, modern and civilized nation. KEY WORDS: Identity; paranism; cultural heritage; racism; ethnicity.
2

Cacique Kretã : aquele que olha por cima da montanha enxerga mais alto

Baptista, Patrick Leandro January 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ricardo Cid Fernandes / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 21/12/2015 / Inclui referências : f. 123-126 / Resumo: O presente trabalho é uma etnografia de como se constitui uma liderança Kaingang. Neste caso específico como o nome Kaingang "Kretã" agencia uma série de prerrogativas, dentre elas, ser líder/chefe.O nome Kretã é traduzido por Francisco Luís dos Santos (importante liderança Kaingang da Terra Indígena Mangueirinha) como aquele que olha por cima da montanha enxerga mais alto. Este nome foi designado a algumas lideranças Kaingang que se destacaram na luta pela conquista e manutenção do território. Antônio Joaquim Capanema Kretã foi o responsável por receber a posse da terra do Estado em 1903, acordo este quebrado em 1949 pelo governo Lupion que dividiu a área destinada aos indígenas em três glebas. Ângelo de Souza Kretã, herdeiro do nome, comandou os Kaingang na retomada de terras nos anos 1970, contudo, segundo os Kaingang, foi assassinado em uma emboscada. Francisco Luís dos Santos levou a luta adiante pela via judicial e em 2005 ela retorna a posse Kaingang.Romancil Gentil Kretã, filho de Ângelo, após desentendimentos na aldeia deixa a Reserva Indígena e passa a viver na cidade. Quando seu avô Francisco Luís dos Santos lhe traz um prenúncio e o significado do seu nome, "Kretã". Para confirmar o prenúncio Romancil deveria voltar a T.I. Mangueirinha e tornar-se cacique.Desde então Romancil persegue estrategicamente a confirmação desse prenúncio, tornando-se "cacique" primeiro na cidade, estabelece relações com o movimento indígena brasileiro, volta a Mangueirinha e torna-se cacique da Terra Indígena. Entretanto, a trilha seguida por Romancil Kretã, imprime a essa liderança um modo de ser "cacique" que conflita com modo Kaingang de ser cacique, são esses os caminhos que esse trabalho aborda, refletindo sobre os caminhos, os lugares, as ferramentas usadas por Romancil Kretã e sua relação com o movimento indígena. PALAVRAS CHAVES: Kaingang, Movimento indígena, Política indígena. / Abstract: This work its an ethnography of how a leadership Kaingang Kreta that translated by Francisco Luis dos Santos ( Important Kaingang leadership) of the indigenous land Mangueirinha. ( Like the one who looks over the montain and see taller) This name was a signed to some Kainkang leaders who stood out ind the struggle for conquest and maitence of territory by Joaquin Capanema Kreta, was responsably for receiving possession of the land of the state in 1903 an agreement that was broken in 1949 by the Lupion government that divided the area destined to the Indians in the three lands. Angelo de Sousa kreta, heir of the name, comandeded the Kaingang the resumption of land in the years 1970, yet, according to Kaingang, was assassinated in an ambush.Francisco Luis dos santos took the fight forward by judicial means and to returns to possession kaingang Romancil Gentil Kreta, son of Angelo afther that disagreements in the village leave the indian reservation and starts to live in the city.When your grandfather Francisco Luis dos Santos brigs him a prelude and the meaning of his name, Kreta. To complete the prelude Romancil should returned to the Vilage and become chieftain.Since them Romancil pursves strategically the confirmation of this sentiment, becoming cacique in the city and later in the lands Mangueirinha.These are the ways that this work approaches a reflection one the ways, the places, the tools used by Romancil in Relation with the indigenous movement. Key Words - Kaingang, Indigenous movimment, Indigenous politics.
3

Agentes e agências : o processo de construção do Paraná Negro

Lewandowski, Andressa January 2009 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ricardo Cid Fernandes / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 17/12/2009 / Inclui referências : f. 92-95 / Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo analisar a construção da intervenção política de dois agentes centrais no debate e constituição da "questão quilombola" no estado do Paraná: um grupo de trabalho formado no interior da administração pública para identificar as comunidades e comunidade quilombola de João Surá, localizado na região do Vale do Ribeira. A intervenção desses dois grupos, que vão se consolidando ao longo do processo de reconhecimento étnico baseado no artigo 68 da Constituição Federal de 1988, revelam os elementos mobilizados pelos atores, bem como apontam para estratégias que envolvem modelos e enquadramentos, que permitem construir um espaço político que tenta garantir direitos culturais e territoriais das comunidades quilombolas do estado, bem como afirmar a sensibilidade dos agentes públicos frente a diversidade cultural. Palavras-chave: Antropologia, Direito, Comunidades Remanescentes de Quilombos, Estado / Abstract: This research aims at the analysis of two central agents of the political arena related to the maroon communities in Paraná State, Southern Brazil. The first one is a group formed in the governmental administration whose mission is to identify the maroon communities. The other one is the Comunidade João Surá, a maroon community placed in the Vale do Ribeira region. These two agents interventions are built along the processes of ethnic identification based on the 1988 Brazilian Constitution. Such processes reveal the elements articulated by the agents, as well as, indicates the strategies that involve models and framings intended to build a political space that assures cultural and territorial rights. Key Words: Anthropology, Law, Maroon Communities, State
4

Folclore, cultura e patrimônio : da produção social do(s) fandango(s)

Silveira, Carlos Eduardo January 2014 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Paulo Renato Guérios / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 23/10/2014 / Inclui referências / Resumo: O objeto desta dissertação é o "Fandango Caiçara", uma manifestação musical encontrada no litoral norte do Paraná e no litoral sul paulista, e que recentemente foi declarada patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial. Neste trabalho procuramos restituir a trajetória social desta manifestação musical e das suas diferentes apropriações ao longo do tempo por folcloristas, produtores culturais, especialistas em patrimônio e pelas "populações tradicionais caiçaras". Ao evidenciarmos como são produzidos os predicados do fandango ("tradicional", "folclórico", "patrimônio cultural", "conhecimento tradicional caiçara") procuramos mostrar como o fandango não tem uma natureza definida a priori e que a estabilização da sua natureza é justamente a tarefa à qual se dedicam diversos atores, como folcloristas, fandangueiros, ambientalistas, produtores culturais, especialistas em patrimônio, etc. Palavras-chave: fandango; folclore; patrimônio imaterial; caiçaras. / Abstract: The object of this dissertation is the "Fandango Caiçara", a musical manifestation found in the northern coast of Paraná and in the southern coast of São Paulo, that was recently declared as Brazilian intangible cultural heritage. In this work, we seek to restore the social trajectory of this musical manifestation and its different allocations over the time for folklorists, cultural producers, patrimony experts and the native populations "caiçaras". Our goal is to show how the same musical manifestation can be configured in different ways, depending on the agency of historical set of people and ideas. As we argued, the attributes and predicates applied to the idea of "fandango" are tributaries of certain social processes. Thus, we seek to show how the "fandango" has not a defined nature a priori, whereas the stabilization of its nature is rightly seen as the task to which are engaged several actors, and therefore, what is wanted to ethnography here: the process of composition/creation/stabilization of the "fandango". Keywords: fandango; folklore; intangible heritage; caiçaras.
5

Jovens, festas e luxo : uma etnografia de um circuito de lazer de elite em Florianópolis/ SC

Ramos, Thaís Henriques January 2014 (has links)
Orientadora: Profª. Drª. Ciméa Barbato Bevilaqua / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 28/11/2014 / Inclui referências / Resumo: Esta dissertação é uma etnografia sobre um circuito de lazer de elite em Jurerê Internacional, loteamento à beira-mar, criado em 1982 na cidade de Florianópolis (SC) e transformado na última década em uma área significativa de lazer, com bares, beach clubs, restaurantes, lojas, hotéis e casas noturnas que, com suas festas, promovem Jurerê Internacional e atraem visitantes de várias partes do mundo. Os diferentes equipamentos dispostos em Jurerê apontam para um tipo de lazer de elite que relaciona pessoas, coisas, espaços e tempos e faz com que a distinção, tão evidenciada pelos frequentadores, apareça não como um atributo fixo, mas antes como resultado das relações e de suas qualidades contextuais. Esta etnografia mostra que os trajetos dos jovens frequentadores das festas em Jurerê Internacional conformam um circuito que não se restringe a Jurerê, mas se conecta (de forma concreta ou por meio de narrativas e dos repertórios específicos que as constituem) a outros circuitos de lazer de elite em diferentes países. Este trabalho busca entender essas relações, evidenciando similaridades, diferenças e hierarquias em um circuito que se estende para além do espaço da cidade e não exige que os pontos que o compõem sejam percorridos concretamente. Palavras-chave: Jurerê Internacional, jovens, lazer, elite e distinção. / Abstract: This dissertation is an ethnography about an elite leisure circuit in Jurerê Internacional, a beachside real estate created in 1982 in the city of Florianópolis (SC) and transformed in the last decade in a significant leisure area with bars, beach clubs, restaurants, shops, hotels and nightclubs that, through its parties, promote Jurerê Internacional and attract visitors from all over the world. The different equipments arranged in Jurerê point to a kind of elite leisure that relates people, things, spaces and times and makes distinction, so emphasized by its participants, appear not as a fixed attribute, but instead, as a result of the relations and its contextual qualities. This ethnography shows that the young partygoers routes in Jurerê Internacional establish a circuit that is not restricted to Jurerê itself, but connected (be it in a concrete manner or in the narratives and specific repertoires that constitute them) to other elite leisure circuits in different countries. This work seeks to understand these relations, showing similarities, differences and hierarchies in a circuit which extends beyond the space of the city and does not require the points that form it to be concretely roamed. Key-words: Jurerê Internacional, youth, leisure, elite and distinction.
6

Uma noção de pessoa trans não-binária

Krasota, Alisson Gebrim January 2016 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Miguel Alfredo Carid Naveira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 08/12/2016 / Inclui referências : f. 112-114 / Resumo: O presente texto parte da hipótese de que os dispositivos de sexualidade a partir do século XVIII, principalmente a medicina e as ciências psi (psiquiatria, psicologia e psicanálise), no projeto moderno de purificar o sexo, estabelecendo a normatização da estreita e exclusiva relação entre heterossexualidade e identidade binária de gênero (homem/mulher), possibilitaram paradoxalmente as condições de emergência para uma multiplicidade destas identidades. O recorte temático deste trabalho é sobre a explosão do binarismo realizado nas pessoas trans não-binárias que, grosso modo, são as pessoas que não se percebem somente mulher ou homem. O trabalho de campo foi realizado junto a um grupo do Facebook constituído principalmente por pessoas trans não-binárias e conversas pessoais com alguns de seus integrantes não-binários, durante o período de junho de 2014 a setembro de 2016. O problema fenomênico levantado foi compreender a autopercepção destas pessoas a partir de suas próprias vivências. Para isto, vali-me dos conceitos que elas próprias utilizam e de suas relações com seus "Outros". Ao verificar que a constituição de suas autopercepções situa-se em relação às discriminações (diferenças) com que se demarcam e diante das discriminiações (opressões) com que são marcadas, este trabalho sustenta que a identidade trans não-binária está relacionada com a síntese destas discriminações no tipo de dor que experimentam. Palavras-chave: pessoa; transgênero; corpo; / Abstract: The follow text is based on the hypothesis from the sexuality behavior in the XVIII century, especially in the medical knowledge and PSI science study (psicology, psychiatry and psychoanalysis), in a project that has as a goal to purify the sex issues, establishing as normal the strict relationship between the heterosexuality and binary gender identity (man/womam), paradoxically make possible the conditions to a multiple identities to emerge. The dissertation's theme is about the explosion of binarism found in transgender people who don't follow to this binary behavior, to make it simple, people who don't see themselves as only women or men. This dissetation is based on a study with a group of people that use a Facebook page where most part of it is of people who don't see themselves as the binary gender ideology and converstions with the people who is part of that Facebook page from June, 2014 to September, 2016. The big issue raised during the research was to comprehend the transgender people self perception based on their true life experience. Following the concepts established by the transgender people in their own relationships. the basis of the self perception is on the discrimination (differences) that shows the characteristics of being transgender and the discrimination (oppression) that they suffer daily, this dissertation supports that transgender identity no binary is bound with the sinthesis of the discrimination and pain that they experience. Key-words: people, transgender, body.
7

Entre a política indígena e a política indigenista : um estudo sobre as relações políticas entre índios e não índios em Curitiba no século XIX

Fortes, Pedro Henrique Ribas January 2014 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ricardo Cid Fernandes / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 28/08/2014 / Inclui referências / Resumo: A rede de alianças entre indíos e não índios no Paraná Provincial é um tema recorrente na análise dos sociedades indígenas que habitavam esse território no período em questão. A cidade de Curitiba foi palco de intenso contato entre lideranças políticas e indígenas desde a chegada dos primeiros contingentes colonizadores a este território, apesar das narrativas tradicionais minimizarem e até mesmo desconsiderarem esta situação histórica. Durante muito tempo, governos e assembléias reais, imperiais, provinciais e municipais estiveram empenhados em garantir a aproximação ou o afastamento de indígenas, segundo os interesses e especificidades do período e região. Os registros dos períodos, especialmente no século XIX, demonstram que indígenas de diversas regiões encontraram na atual capital do estado do Paraná um espaço próprio para suas negociações. Para além da política indigenista de amansamento, a presença de lideranças indígenas em Curitiba configurou um cenário de atuação política frente às autoridades municipais. A análise dessa convivência revela uma relação profunda entre a política indigenista, vigente na sociedade curitibana e a política indígena, representada aqui pela política Kaingang, que desafiou em diversos momentos da história os discursos unilaterais da política e administração da províncial. Palavras-chave: Política indigenista; política indígena; índios na cidade; kaingang. / Abstract: The network of alliances between Indians and non-Indians in Provincial Paraná is a recurring theme in the analysis of indigenous societies that inhabited this territory during the nineteenth century. The city of Curitiba was the scene of intense contact between indigenous leaders and policy since the arrival of the first settlers in this territory, despite traditional narratives disregard of such a historical situation. For too long, governments and royal, imperial, provincial and municipal assemblies were committed to ensuring the approach or departure of indigenous, according to the interests and characteristics of the period and region. The records of the periods, especially in the nineteenth century, show that indigenous people from various regions found in the current capital of the state of Paraná own space for their negotiations. In addition to the indigenous policy of taming the presence of indigenous leaders in Curitiba configured a scenario of political action in the face of municipal authorities. The analysis of this interaction reveals a deep relationship between the indigenous policy and indigenous politics, represented here by Kaingang policy, which challenged at various times in history unilateral discourse of politics and the provincial administration. Keywords: indigenous polity, indigenous politics, urban Indians, Kaingang
8

Uma "ilha assombrada" na cidade : estudo etnográfico sobre cotidiano e memória coletiva a partir das narrativas de antigos moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, Porto Alegre

Devos, Rafael Victorino January 2002 (has links)
Esta dissertação pretende apresentar uma etnografia realizada entre antigos moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, em Porto Alegre. Enfocam-se suas lembranças na forma de narrativas orais em que contam sobre o cotidiano do lugar onde vivem e suas trajetórias sociais que conformam uma experiência diferenciada de habitar a cidade de Porto Alegre a partir do Bairro Arquipélago, com sua peculiar característica insular. Tomando o Arquipélago enquanto um “território-mito” da cidade, realiza-se a análise da “arte de dizer” desses narradores antigos e das constelações de imagens presentes ao repertório de narrativas míticas, contos fantásticos e lendários sobre desenterramentos de tesouros, aparições e assombrações, lobisomens e bruxaria que remetem, a partir da atual paisagem das ilhas, aos mitos de fundação da Cidade de Porto Alegre e ao trajeto antropológico de assimilação e acomodação da figura de um “Homem da Tradição” às margens da cidade.
9

Uma "ilha assombrada" na cidade : estudo etnográfico sobre cotidiano e memória coletiva a partir das narrativas de antigos moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, Porto Alegre

Devos, Rafael Victorino January 2002 (has links)
Esta dissertação pretende apresentar uma etnografia realizada entre antigos moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, em Porto Alegre. Enfocam-se suas lembranças na forma de narrativas orais em que contam sobre o cotidiano do lugar onde vivem e suas trajetórias sociais que conformam uma experiência diferenciada de habitar a cidade de Porto Alegre a partir do Bairro Arquipélago, com sua peculiar característica insular. Tomando o Arquipélago enquanto um “território-mito” da cidade, realiza-se a análise da “arte de dizer” desses narradores antigos e das constelações de imagens presentes ao repertório de narrativas míticas, contos fantásticos e lendários sobre desenterramentos de tesouros, aparições e assombrações, lobisomens e bruxaria que remetem, a partir da atual paisagem das ilhas, aos mitos de fundação da Cidade de Porto Alegre e ao trajeto antropológico de assimilação e acomodação da figura de um “Homem da Tradição” às margens da cidade.
10

Uma "ilha assombrada" na cidade : estudo etnográfico sobre cotidiano e memória coletiva a partir das narrativas de antigos moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, Porto Alegre

Devos, Rafael Victorino January 2002 (has links)
Esta dissertação pretende apresentar uma etnografia realizada entre antigos moradores da Ilha Grande dos Marinheiros, em Porto Alegre. Enfocam-se suas lembranças na forma de narrativas orais em que contam sobre o cotidiano do lugar onde vivem e suas trajetórias sociais que conformam uma experiência diferenciada de habitar a cidade de Porto Alegre a partir do Bairro Arquipélago, com sua peculiar característica insular. Tomando o Arquipélago enquanto um “território-mito” da cidade, realiza-se a análise da “arte de dizer” desses narradores antigos e das constelações de imagens presentes ao repertório de narrativas míticas, contos fantásticos e lendários sobre desenterramentos de tesouros, aparições e assombrações, lobisomens e bruxaria que remetem, a partir da atual paisagem das ilhas, aos mitos de fundação da Cidade de Porto Alegre e ao trajeto antropológico de assimilação e acomodação da figura de um “Homem da Tradição” às margens da cidade.

Page generated in 0.0192 seconds