• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 36
  • 4
  • 1
  • Tagged with
  • 40
  • 28
  • 8
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Adição de reagentes organometálicos a sais de cetenimínio : síntese de cetonas mediante ativação de amidas

Baldassari, Lucas Loss January 2016 (has links)
Devido a sua múltipla reatividade, cetonas são possivelmente a classe mais versátil de moléculas para a formação de ligações C-C na Química Orgânica. Além disso, cetonas são amplamente encontradas em muitos compostos bioativos e fármacos. Consequentemente, embora muitos métodos para a síntese de cetonas já tenham sido desenvolvidos, ainda existe um grande apelo para a elaboração de novas metodologias. Dentre os métodos para a síntese de cetonas, aqueles baseados na adição de reagentes organometálicos a compostos derivados de ácidos carboxílicos estão entre os mais populares na literatura. No entanto, para os derivados de ácidos carboxílicos que apresentam baixa reatividade, como por exemplo as amidas, existem poucas estratégias que conseguem evitar a dupla adição dos compostos organometálicos, e por consequência a formação de alcoóis terciários. Nesse contexto, o presente trabalho busca proporcionar uma alternativa para preencher essa lacuna existente na literatura, através do desenvolvimento de uma metodologia para a transformação direta de amidas terciárias em cetonas, mediante a reação entre sais de cetenimínio e reagentes de Grignard. Para isso diferentes amidas terciárias foram empregadas em reações com anidrido tríflico para a formação dos correspondentes cetenimínios, na presença de bases derivadas da piridina. A seguir, sobre esses intermediários bastante reativos foram adicionados reagentes de Grignard ou organozinco, sendo esta etapa seguida por hidrólise em meio básico. A adição de haletos de aril-magnésio levou a formação das cetonas de interesse em rendimentos de 19-70% após purificação por cromatografia em coluna. No entanto, a adição de organozinco não se mostrou eficiente, não sendo possível a obtenção das cetonas de interesse. / Advisor: Dr. Diogo Seibert Lüdtke Due to their multiple reactivities, ketones are perhaps the most versatile class of molecules for C-C bond formation in organic chemistry. In addition, ketones are widely found in many bioactive compounds and drugs. Consequently, although many methods for the synthesis of ketones have already been developed, there is still a great appeal for the development of new methodologies. Among the methods for ketone synthesis, those based on the addition of organometallic reagents to carboxylic acid derivatives are among the most popular in the literature. However, for the derivatives of carboxylic acids which show low reactivity, such as amides, there are few strategies that can avoid double addition of the organometallic reagents, and thus the formation of tertiary alcohols. In this context, this work seeks to provide an alternative to fill this gap in the literature, through the development of a methodology for the direct transformation of tertiary amides to ketones, by the reaction between keteniminium salts and Grignard reagents. For this purpose, different tertiary amides were employed in reactions with triflic anhydride to form the corresponding keteniminium in presence of bases derived from pyridine. Next, to these very reactive intermediates was added organozinc or Grignard reagent, being this step followed by hydrolysis under basic conditions. The addition of aryl magnesium halides led to the formation of the ketones of interest in 19-70% yield, after purification by column chromatography. However, the addition of organozinc reagents was not efficient, not being possible to obtain the ketone of interest.
2

Adição de reagentes organometálicos a sais de cetenimínio : síntese de cetonas mediante ativação de amidas

Baldassari, Lucas Loss January 2016 (has links)
Devido a sua múltipla reatividade, cetonas são possivelmente a classe mais versátil de moléculas para a formação de ligações C-C na Química Orgânica. Além disso, cetonas são amplamente encontradas em muitos compostos bioativos e fármacos. Consequentemente, embora muitos métodos para a síntese de cetonas já tenham sido desenvolvidos, ainda existe um grande apelo para a elaboração de novas metodologias. Dentre os métodos para a síntese de cetonas, aqueles baseados na adição de reagentes organometálicos a compostos derivados de ácidos carboxílicos estão entre os mais populares na literatura. No entanto, para os derivados de ácidos carboxílicos que apresentam baixa reatividade, como por exemplo as amidas, existem poucas estratégias que conseguem evitar a dupla adição dos compostos organometálicos, e por consequência a formação de alcoóis terciários. Nesse contexto, o presente trabalho busca proporcionar uma alternativa para preencher essa lacuna existente na literatura, através do desenvolvimento de uma metodologia para a transformação direta de amidas terciárias em cetonas, mediante a reação entre sais de cetenimínio e reagentes de Grignard. Para isso diferentes amidas terciárias foram empregadas em reações com anidrido tríflico para a formação dos correspondentes cetenimínios, na presença de bases derivadas da piridina. A seguir, sobre esses intermediários bastante reativos foram adicionados reagentes de Grignard ou organozinco, sendo esta etapa seguida por hidrólise em meio básico. A adição de haletos de aril-magnésio levou a formação das cetonas de interesse em rendimentos de 19-70% após purificação por cromatografia em coluna. No entanto, a adição de organozinco não se mostrou eficiente, não sendo possível a obtenção das cetonas de interesse. / Advisor: Dr. Diogo Seibert Lüdtke Due to their multiple reactivities, ketones are perhaps the most versatile class of molecules for C-C bond formation in organic chemistry. In addition, ketones are widely found in many bioactive compounds and drugs. Consequently, although many methods for the synthesis of ketones have already been developed, there is still a great appeal for the development of new methodologies. Among the methods for ketone synthesis, those based on the addition of organometallic reagents to carboxylic acid derivatives are among the most popular in the literature. However, for the derivatives of carboxylic acids which show low reactivity, such as amides, there are few strategies that can avoid double addition of the organometallic reagents, and thus the formation of tertiary alcohols. In this context, this work seeks to provide an alternative to fill this gap in the literature, through the development of a methodology for the direct transformation of tertiary amides to ketones, by the reaction between keteniminium salts and Grignard reagents. For this purpose, different tertiary amides were employed in reactions with triflic anhydride to form the corresponding keteniminium in presence of bases derived from pyridine. Next, to these very reactive intermediates was added organozinc or Grignard reagent, being this step followed by hydrolysis under basic conditions. The addition of aryl magnesium halides led to the formation of the ketones of interest in 19-70% yield, after purification by column chromatography. However, the addition of organozinc reagents was not efficient, not being possible to obtain the ketone of interest.
3

Adição de reagentes organometálicos a sais de cetenimínio : síntese de cetonas mediante ativação de amidas

Baldassari, Lucas Loss January 2016 (has links)
Devido a sua múltipla reatividade, cetonas são possivelmente a classe mais versátil de moléculas para a formação de ligações C-C na Química Orgânica. Além disso, cetonas são amplamente encontradas em muitos compostos bioativos e fármacos. Consequentemente, embora muitos métodos para a síntese de cetonas já tenham sido desenvolvidos, ainda existe um grande apelo para a elaboração de novas metodologias. Dentre os métodos para a síntese de cetonas, aqueles baseados na adição de reagentes organometálicos a compostos derivados de ácidos carboxílicos estão entre os mais populares na literatura. No entanto, para os derivados de ácidos carboxílicos que apresentam baixa reatividade, como por exemplo as amidas, existem poucas estratégias que conseguem evitar a dupla adição dos compostos organometálicos, e por consequência a formação de alcoóis terciários. Nesse contexto, o presente trabalho busca proporcionar uma alternativa para preencher essa lacuna existente na literatura, através do desenvolvimento de uma metodologia para a transformação direta de amidas terciárias em cetonas, mediante a reação entre sais de cetenimínio e reagentes de Grignard. Para isso diferentes amidas terciárias foram empregadas em reações com anidrido tríflico para a formação dos correspondentes cetenimínios, na presença de bases derivadas da piridina. A seguir, sobre esses intermediários bastante reativos foram adicionados reagentes de Grignard ou organozinco, sendo esta etapa seguida por hidrólise em meio básico. A adição de haletos de aril-magnésio levou a formação das cetonas de interesse em rendimentos de 19-70% após purificação por cromatografia em coluna. No entanto, a adição de organozinco não se mostrou eficiente, não sendo possível a obtenção das cetonas de interesse. / Advisor: Dr. Diogo Seibert Lüdtke Due to their multiple reactivities, ketones are perhaps the most versatile class of molecules for C-C bond formation in organic chemistry. In addition, ketones are widely found in many bioactive compounds and drugs. Consequently, although many methods for the synthesis of ketones have already been developed, there is still a great appeal for the development of new methodologies. Among the methods for ketone synthesis, those based on the addition of organometallic reagents to carboxylic acid derivatives are among the most popular in the literature. However, for the derivatives of carboxylic acids which show low reactivity, such as amides, there are few strategies that can avoid double addition of the organometallic reagents, and thus the formation of tertiary alcohols. In this context, this work seeks to provide an alternative to fill this gap in the literature, through the development of a methodology for the direct transformation of tertiary amides to ketones, by the reaction between keteniminium salts and Grignard reagents. For this purpose, different tertiary amides were employed in reactions with triflic anhydride to form the corresponding keteniminium in presence of bases derived from pyridine. Next, to these very reactive intermediates was added organozinc or Grignard reagent, being this step followed by hydrolysis under basic conditions. The addition of aryl magnesium halides led to the formation of the ketones of interest in 19-70% yield, after purification by column chromatography. However, the addition of organozinc reagents was not efficient, not being possible to obtain the ketone of interest.
4

Uso do glicerol, metil-formamida e dimetil-formamida como crioprotetores do sêmen canino

Futino, Daniele Oga 05 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2008. / Submitted by Diogo Trindade Fóis (diogo_fois@hotmail.com) on 2009-09-08T16:56:50Z No. of bitstreams: 1 2008_DanieleOgaFutino.pdf: 344538 bytes, checksum: d57e476051f680fd9bf2ae927cc6d356 (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2009-09-22T16:00:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_DanieleOgaFutino.pdf: 344538 bytes, checksum: d57e476051f680fd9bf2ae927cc6d356 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-09-22T16:00:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_DanieleOgaFutino.pdf: 344538 bytes, checksum: d57e476051f680fd9bf2ae927cc6d356 (MD5) Previous issue date: 2008-05 / A crescente demanda por biotécnicas reprodutivas em cães tem despertado grande interesse no desenvolvimento de protocolos de congelação de sêmen canino que, associados à correta identificação do momento ótimo para a inseminação, resultem em taxas de fertilidade próximas às da inseminação artificial com sêmen fresco ou resfriado. A grande vantagem da congelação do sêmen é a sua viabilidade por tempo indeterminado. O crioprotetor de eleição na congelação do sêmen canino é o glicerol, entretanto a busca por crioprotetores alternativos tem sido crescente. O presente trabalho objetivou comparar a eficiência da metil-formamida (MF) e da dimetil-formamida (DF) em relação ao glicerol (GL) como crioprotetores na congelação do sêmen canino. Para o experimento, foram utilizados pools de amostras de sêmen de cinco cães da Polícia Federal, coletadas por manipulação digital. Cada pool foi fracionado em três amostras, sendo cada uma delas submetida a um dos três crioprotetores, sempre à concentração final de 3% em diluidor Tris-gema. Cada tratamento foi repetido cinco vezes. O sêmen foi avaliado subjetivamente quanto à motilidade total e progressiva, vigor e morfologia logo após a coleta do sêmen, formação do pool, diluição, resfriamento e descongelação. As alíquotas foram resfriadas e equilibradas a 4°C por uma hora e meia e envasadas em palhetas de 0,5m?. Em seguida, procedeu-se a congelação, expondo-se as palhetas ao vapor de nitrogênio líquido por 15 minutos seguido de imersão e armazenamento no nitrogênio líquido. As palhetas foram acondicionadas em botijão criogênico por um período mínimo de sete dias antes da descongelação. A descongelação foi feita em banho-maria a 37°C durante um minuto, permanecendo a esta temperatura durante 30 minutos para a realização do teste hiposmótico (HOST). A longevidade espermática foi feita realizando-se o teste de termorresistência (TTR). A análise estatística foi realizada utilizando-se análises de variância (ANOVA) e teste PLSD de Fischer. As amostras de sêmen fresco apresentaram características físicas e morfológicas dentro da normalidade (93,60±7,60%, 90,40±8,70%, 4,8±0,44 e 90,25±3,17% para motilidade total, motilidade progressiva, vigor e morfologia normal, respectivamente). Após a descongelação, foram observadas diferenças significativas (P<0,05) entre GL e DF em relação à motilidade total e progressiva e vigor. Em relação à MF, não houve diferenças significativas em relação ao GL ou à DF em nenhum parâmetro avaliado. As médias para motilidade total, motilidade progressiva, vigor e morfologia normal na pós-descongelação foram 69,00±5,47%, 61,00±7,41%, 2,9±0,54% e 57,10±5,01% para o GL, 59,00±8,94%, 50,00±10,00%, 2,5±0,70 e 66,90±7,74% para a MF e 44,00±21,03%, 37,00±19,87%, 2,1±0,65 e 61,10±5,59% para a DF, respectivamente. No teste HOST o GL apresentou-se superior à MF e DF (57,80±12,47%, 35,80±18,47% e 34,40±9,40%, porcentagens médias de células com membranas íntegras para GL, MF e DF, respectivamente). Durante o TRT, não houve diferenças entre o GL e a MF e ambos mostraram-se superior à DF. De acordo com os resultados encontrados, pode-se concluir que a MF apresenta resultados semelhantes ao GL, e, portanto pode ser considerada uma alternativa como crioprotetor na criopreservação de sêmen canino. Testes comparando diferentes concentrações da MF são necessários visando seu melhor desempenho como crioprotetor. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Due to an increasing demand for canine reproductive biotechnologies, it has been crescent interests for improving freezing protocols employed for canine semen which, associated to a correct identification of optimal breeding time, results on fertility rates close to those achieved with artificial insemination with fresh or cooled semen. The unlimited viability of cryopreserved semen is the greatest advantage of this technique. Glycerol is the most commonly used cryoprotectant for dog sperm however the search for alternative cryoprotectants has increased. The aim of the present work was to compare the efficiency of methyl-formamide (MF), dimethyl-formamide (DF) and glycerol (GL) as cryoprotectants in canine semen cryopreservation. Five dogs were used in the experiment. Ejaculates were collected, pooled and divided into three aliquots and each one was submitted to one of the three cryoprotectants, with final concentration of 3% in egg yolk-TRIS extender. Treatments were repeated five times. Semen was subjectively evaluated for total and progressive motility, vigor and morphology immediately after each of the following procedures: semen collection, pool formation, dilution, chilling and freezing/thawing. Sperm membrane functional integrity was assessed by hypo-osmotic swelling test (HOST), ans longevity was assessed using the thermoresistance test (TRT). Fresh semen showed normal physical and morphological characteristics. After thawing, differences were observed between semen frozen using GL and DF regarding total and progressive motility and bigot (P<0.05) but not between MF and GL or MF and DF. Means for total motility, progressive motility, vigor and morphologically normal spermatozoa were respectively 69,00±5,47%, 61,00±7,41%, 2,9±0,54% e 57,10±5,01% for GL, 59,00±8,94%, 50,00±10,00%, 2,5±0,7 and 66,90±7,7% for MF and 4,00±21,03%, 37,00±19,87%, 2,1±0,65 and 61,10±5,59% for DF. On HOST, GL was superior to MF and DF (57,80±12,47%, 35,80±18,47% and 34,40±9,40%, respectively). During TRT, both GL and MF were superior to DF, with no differences between GL and MF. In conclusion, the use of MF as cryoprotectant showed results similar to GL, except on HOST, and can br considered as an alternative in canine semen cryopreservation. Further studies testing different concentrations of MF may improve its effects on cryopreservation of canine semen.
5

Avaliação da atividade inseticida de amidas analógas à piperina em larvas de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) / Evaluation of the insecticidal activity of piperine analog amides in larvae of Spodoptera frugiperda

Estrela, Joelma Lima Vidal 30 March 2001 (has links)
Submitted by Nathália Faria da Silva (nathaliafsilva.ufv@gmail.com) on 2017-07-19T13:27:13Z No. of bitstreams: 1 texto completo.PDF: 406149 bytes, checksum: 4512c9710f3dc585f44f6e1d4b401f97 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-07-19T13:27:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.PDF: 406149 bytes, checksum: 4512c9710f3dc585f44f6e1d4b401f97 (MD5) Previous issue date: 2001-03-30 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Foram conduzidos testes para avaliar a atividade inseticida de amidas sintéticas análogas à piperina, utilizando a espécie Spodoptera frugiperda como inseto-modelo para estes estudos. A criação de S. frugiperda foi mantida à base de dieta artificial. Inicialmente foram realizados bioensaios que consistiram na aplicação tópica de 0,5 μL das seguintes amidas, pertencentes a dois grupos diferentes: 1) N-alquil-3-(3,4-metilenodioxifenil)-(E)-prop-2- enamidas, que são as amidas: N-isopropil-3-(3,4-metilenodioxifenil-(E)-prop- 2enamida [1], N-isopentil-3(3,4-etilenodioxifenil)-(E)-prop-2-enamida [2], N- hexill-3-(3,4-metilenodioxifenil)-(E)-prop-2-enamida [3], N-pentil-3-(3,4- metiledioxfenil)-(E)-prop-2-enamida [4] e N-dodecil-3(3,4-metilenodioxi- fenil)-(E)-prop-2-enamida [5]; e 2) N-alquil-(3,4-metilenodioxifenil)-amidas, que são as amidas N-isopropil-(3,4-metilenodioxifenil) amida [6], N-isopentill- (3,4-metilenodioxifenil) amida [7], N-hexil-(3,4-metilenodioxifenil) amida [8], N-butil-(3,4-metilenodioxifenil) amida [9], N-etil-(3,4-metilenodioxifenil) amida [10] e N-pentil-(3,4-metilenodioxifenil) amida [11]; além do butóxido de piperonila, com ampla faixa de concentrações de cada amida em larvas de 3 o instar para obtenção de faixas de respostas, que serviram de referencial na preparação dos bioensaios definitivos de dose-resposta. Após esses, um segundo bioensaio foi então realizado, a fim de verificar o efeito de doses mais baixas dos compostos mais promissores ao longo do desenvolvimento do inseto, avaliando os seguintes parâmetros: mortalidade larval (corrigida para a testemunha), ganho de peso em função do tempo, sobrevivência durante o período larval, duração do período larval e dieta assimilada (diferença entre a dieta consumida e fezes). A metodologia de aplicação foi a mesma descrita anteriormente, utilizando acetona como solvente e depositando 0,5 μL das amidas N-isopropil-(3,4-metilenodioxifenil)-amida [6], N-isopentil-(3,4- metilenodioxifenil)-amida [7] e N-hexil-(3,4-metilenodioxifenil)-amida [8] e do butóxido de piperonila, aplicadas nas seguintes concentrações sobre os insetos, 5,0, 1,0, 0,5, 0,1 e 0,05 mg/mL, correspondentes às doses 1.344,0, 268,8, 134,4, 26,88 e 13,44 ppm, respectivamente. As amidas [6], [7] e [8], sintetizadas e avaliadas pelos ensaios de aplicação tópica, apresentaram efeito inseticida para a espécie S. frugiperda. O butóxido de piperonila apresentou baixa toxicidade, além de não comprometer significativamente a sobrevivência larval nas doses utilizadas, ao contrário do que foi observado para as outras amidas. Além da mortalidade das larvas, foram observadas também, quando aplicada a dose de 268,8 ppm, anomalias morfológicas, além de prolongamento dos instares de S. frugiperda. Em relação ao ganho de peso dos insetos expostos às três amidas e ao butóxido de piperonila, foram constatadas diferenças significativas entre os tratamentos. Os resultados dos testes com dieta assimilada apresentaram diferenças significativas com base nas superposições das barras de erro-padrão, sendo a amida [6] a que apresentou o menor valor do assimilado nas doses de 26,88 e 134,4 ppm e a amida [7], a que apresentou o menor valor do assimilado em relação às outras, na dose de 1.344,0 ppm. / Tests were carried out to assess the insecticide activity of synthetic amides derived from piperine using the species Spodoptera frugiperda as insect model for these studies. S. frugiperda was mass reared in laboratory conditions using an artificial diet. At first, bioassays were carried out with topical application of 0.5 μL of each insecticide solution in 3rd instar larvae. We used a broad range of concentrations to be used for establishing dose- response bioassays. After these, a second bioassay was carried out to assess the subtle effects of the most promising insecticide compounds. The following parameters were evaluated in this study final larval mortality (corrected for the control), weight gain, survival during the larval period, duration the larval period and absorbed diet. The insecticides were also topically applied in this second experiment, as previously described, using acetone as solvent and the following concentrations of N-isopentyl-(3,4-methylenodioxiphenyl)-amide, N-isopropyl-(3,4-methylenodioxiphenyl))-amide, N-hexyl-(3,4-methylenodioxiphenyl))-amide, besides piperonyl butoxide: 5.0, 1.0, 0.5,0.1, and 0.05 mg/mL. These four were most toxic amides towards S. frugiperda observed in the first experiment. Among them, piperonyl butoxide was the less toxic compound while the others showed similar and lighter toxicity to this insect species. The toxic effect of these compounds followed the same trend observed for acute toxicity with piperonyl butoxide showing lower larval toxicity than the other three amides which resemble each other and showed greater insecticide effect. There were significant differences in weight gain when the different insecticides were used, but this does not seem to be related weith their acute and sublettal. There was difference in absorbed diet per insect exposed to each compound, with piperonyl butoxide showing higher values and a peak of diet absorption seem to occur when insects are exposed to doses 26.88 and 134.4 ppm, showing lower in the dose de 1,344.0 ppm.
6

Potencial anticâncer da piplartina e da piperina, amidas isoladas de plantas do gênero piper / Anticancer potential of piplartine and piperine, amides isolated from piper species

Bezerra, Daniel Pereira January 2005 (has links)
BEZERRA, Daniel Pereira. Potencial anticâncer da piplartina e da piperina, amidas isoladas de plantas do gênero piper. 2005. 140 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-03-09T15:42:49Z No. of bitstreams: 1 2005_dis_dpbezerra.pdf: 807370 bytes, checksum: 167b7dccf8e281ad52b11ad4ce185c6c (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-03-12T12:12:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2005_dis_dpbezerra.pdf: 807370 bytes, checksum: 167b7dccf8e281ad52b11ad4ce185c6c (MD5) / Made available in DSpace on 2012-03-12T12:12:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2005_dis_dpbezerra.pdf: 807370 bytes, checksum: 167b7dccf8e281ad52b11ad4ce185c6c (MD5) Previous issue date: 2005 / Piplartine and piperine are alkaloids/amides isolated from Piper species. The activity of these compounds was initially evaluated on the brine shrimp lethality assay, sea urchin development, MTT assay using tumor cell lines, and hemolytic assay. Piperine showed a higher toxicity in brine shrimp than piplartine. Both piplartine and piperine inhibited the sea urchin development, but in this assay piplartine was more potent than piperine. In MTT assay, piplartine was also the most active with IC50 values ranging from 0.7 to 1.7 µg/mL. None of the tested substances induced hemolysis. Since the piplartine showed the best results, its mode of action was studied. Viability of HL-60, K562, JUKART, and MOLT-4 cell lines were affected by piplartine only after an exposure time of 24h, as analyzed by the Trypan blue exclusion. Piplatine reduced the number of viable cells associated with an increasing of the number of non-viable cells, which corroborate data from morphologic analysis. The cytotoxic activity of piplartine was related to the inhibition of DNA synthesis, as revealed by the reduction of BrdU incorporation. Administration of piplartine or piperine (50 or 100 mg/kg/day) inhibited the solid tumor development in mice transplanted with Sarcoma 180. The inhibition rates were of 28.7 and 52.3% for piplartine and 55.1 and 56.8% for piperine at lowest and highest dose, respectively. Piplartine-antitumor activity was related to the tumor proliferation rate inhibition, as observed by reduction of Ki67 staining in tumor of the treated-animals. The histopathological analysis of liver and kidney showed that both organs were reversible affected by piplartine and piperine treatment, but in a different way. Piperine was more toxic to the liver while piplartine affected more the kidney. Thus, both amides may act as antitumor agents, although, they seem to act through different pathways. Piplartine activity seems to be related to direct cytotoxicity on tumor cells, while piperine presented a host mediated activity. / Piplartina e piperina são alcalóides/amidas presentes em plantas do gênero Piper. A atividade desses compostos foi inicialmente avaliada através do ensaio de toxicidade aguda em Artemia sp., desenvolvimento de ovos de ouriço do mar, ensaio do MTT usando células tumorais e ensaio hemolítico. A piperina apresentou toxicidade maior em Artemia sp. que a piplartina. Ambas inibiram o desenvolvimento de ouriço do mar, mas neste ensaio a piplartina foi mais potente que a piperina. No ensaio do MTT, a piplartina também foi a mais ativa com valores de CI50 variando de 0,7 a 1,7 µg/mL. Nenhuma das substâncias testadas induziu hemólise. O mecanismo de ação da piplartina foi, então, estudado. A viabilidade de células HL-60, K562, JUKART e MOLT-4 foi afetada por piplartina apenas após de um período de exposição de 24h, quando analisada por exclusão por azul de tripan. A piplatina reduziu o número de células viáveis associado com um aumento no número de células não-viáveis, o que colabora com os achados da analise morfológica, onde observou-se um aumento do número de células mortas. A atividade citotóxica da piplartina está relacionada com a inibição da síntese de DNA, como revelado pela incorporação do BrdU. A administração de piplartina ou piperina (50 ou 100 mg/kg/dia) inibe o desenvolvimento de tumor sólido em camundongos transplantados com Sarcoma 180. A inibição foi de 28,7 e 52,3% para piplartina e 55,1 e 56,8% para piperina na menor e maior dose, respectivamente. A atividade antitumoral da piplartina, mas não da piperina, está relacionada com a inibição da proliferação do tumor, como observada pela redução da marcação com Ki67 em tumores de animais tratados. A analise histopatológica do fígado e rins demostrou que ambos os órgãos foram reversivelmente afetados pelo tratamento com piplartina e piperina, mas de maneira diferente. A piperina foi mais tóxica para o fígado, enquanto que a piplartina afetou mais os rins. Assim, ambas as amidas podem atuar como agentes antitumorais, embora, elas pareçam atuar por vias diferentes. Sendo que a atividade da piplartina parece estar relacionada diretamente a sua ação citotóxica, enquanto que a atividade da piperina séria mediada pelo hospedeiro.
7

Estudo das propriedades anticâncer da piplartina / Study of anticancer properties of piplartine

Bezerra, Daniel Pereira January 2008 (has links)
BEZERRA, Daniel Pereira. Estudo das propriedades anticâncer da piplartina. 2008. 274 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-06-06T15:25:14Z No. of bitstreams: 1 2008_tese_dpbezerra.pdf: 2542400 bytes, checksum: 859ced20597360fa2f01b6c9228aa8b3 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-06-06T15:48:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_tese_dpbezerra.pdf: 2542400 bytes, checksum: 859ced20597360fa2f01b6c9228aa8b3 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-06-06T15:48:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_tese_dpbezerra.pdf: 2542400 bytes, checksum: 859ced20597360fa2f01b6c9228aa8b3 (MD5) Previous issue date: 2008 / Piplartine is a known alkaloid/amide from Piper species with interesting cytotoxic properties. In order to understand the antineoplasic potential of piplartine, a pharmacological study was performed in several biological models. Piplartine displayed potent cytotoxicity against all cancer cell lines. By comparing the cytotoxicity of selected molecules that differ in structural elements, it was identified that the presence of the α,β-unsaturated carbonyl moiety of the amide ring is an important structural requirement for cytotoxic activity. In healthy peripheral blood mononuclear cells exposed to piplartine, it was observed only weak cytotoxic activity. Moreover, piplartine treatment induced apoptosis in HL-60 cells, by the intrinsic pathway, in a dose-dependent manner, as observed by morphology and cytoplasmatic membrane integrate changes, alteration in mitochondrial membrane potential and an increase in internucleosomal DNA fragmentation. In the cell cycle analysis, piplartine induced G2 cell cycle arrest. Piplartine treatment induced DNA strand breaks in V79 cells, as detected by neutral and alkaline comet assay. Its genotoxic mechanism of action seems to be similar to its cytotoxic activity. No mutagenic effect, with or without metabolic activation (S9 mix), in Salmonella strains (prokaryotic model) was observed under experimental conditions. On the other hand, piplartine was mutagenic and recombinogenic in Saccharomyces cerevisiae assays (eukaryotic model). This can be explained due to the differences in physiological between eukaryote and prokaryote DNA topoisomerase II, reflecting a possible interference of piplartine upon this enzyme activity. In vivo micronucleus test, piplartine increased in the levels of micronuclei in the highest dose tested (100 mg/kg). Nevertheless, no bone marrow cytotoxicity was found after piplartine-treated animals as observed by the polychromatic/normochromatic erythrocyte ratio. In pharmacokinetic study, a LC–MS/MS bioanalytical method for the determination of piplartine in rat plasma was established. The method developed shows great linearity and low quantification limit; precision and accuracy were within the acceptable ranges for bioanalytical purposes. In the concentration–time profiles, piplartine showed absorption kinetic of a monocompartimental model. Additionally, the plasma levels are compatible with the in vitro cytotoxicity which leads us to propose that the anticancer activity of piplartine is due to its direct cytotoxic properties. In antitumor assay, the combination of piplartine with 5-fluourouracil led to an in vitro and in vivo increasing of the tumor growth inhibition. In addition, hematological analysis showed leukopenia after 5-fluourouracil treatment, which was reversed by the combined use of piplartine. These data suggest that piplartine has promising anticancer potential / A piplartina é um alcalóide/amida conhecido encontrado em espécies do gênero Piper com propriedade citotóxica interessante. Para avaliar o seu potencial antineoplásico, um estudo farmacológico de suas propriedades anticâncer foi realizado em vários modelos biológicos. A piplartina apresentou potente atividade citotóxica em todas as linhagens tumorais testadas. Por comparação da citotoxicidade de moléculas com estruturas relacionadas com a piplartina, foi identificado que a presença da carbonila α,β-insaturada do anel amídico é essencial para a sua atividade citotóxica. Em células mononucleares de sangue periférico de doadores saudáveis expostas a piplartina, foi observada apenas fraca atividade citotóxica. Adicionalmente, a piplartina induziu apoptose em células leucêmicas HL-60, com participação da via intrínseca, de maneira dependente da concentração, como observado pelo padrão de morfologia celular, integridade da membrana citoplasmática, alteração no potencial transmembrânico da mitocôndria e aumento da fragmentação do DNA. Na análise do ciclo celular, foi observado bloqueio na fase G2. A piplartina foi capaz de induzir dano ao DNA em células V79, como observado pelo ensaio do cometa alcalino e neutro. Seu mecanismo de ação genotóxico parece ser semelhante ao da sua atividade citotóxica. Não foi observada atividade mutagênica, com ou sem ativação metabólica (S9), nas linhagens de Salmonella (modelo procariótico) testadas. Por outro lado, a piplartina foi mutagênica e recombinogênica em linhagens de Saccharomyces cerevisiae (modelo eucariótico). Isto pode ser explicado pela diferença fisiológica entre a enzima topoisomerase II de eucarióticos e procarióticos, refletindo uma possível interferência da piplartina sobre a atividade desta enzima. No ensaio do micronúcleo in vivo, a piplartina induziu aumento da freqüência de micronúcleo na maior dose testada (100 mg/kg). Entretanto, não alterou a proporção de eritrócitos policromáticos/normocromáticos. Em estudo farmacocinético, um método bioanalítico por LC-MS/MS foi desenvolvido e validado para a quantificação da piplartina em plasma de ratos. O método apresentou-se linear, sensível, preciso e exato. No estudo de disposição cinética, a piplartina apresentou um perfil de absorção típico de um modelo monocompartimentado. Adicionalmente, os níveis plasmáticos são compativeis com o valor obtido na citotoxicidade in vitro o que nos leva a propor que a atividade anticâncer da piplartina deve-se as suas propriedades citotóxica direto. No ensaio de atividade antitumoral, a combinação da piplartina com o 5-fluourouracil levou a um aumento da inibição do crescimento in vitro e in vivo. Além disso, análises hematológicas mostraram leucopenia após tratamento dos animais com o 5-fluourouracil, o qual foi revertido pela combinação com a piplartina. Esses dados sugerem que a piplartina apresenta um potencial anticâncer promissor
8

Síntese de glicosil amidas e glicoconjugação via utilização de selenocarboxilatos como reagentes traceless

Silva, Luana January 2016 (has links)
A química de carboidratos têm sido um importante link entre a síntese orgânica, a biologia e a química medicinal devido ao papel fundamental que açúcares apresentam na glicobiologia. Neste contexto, a ligação amida glicosídica é uma importante conexão encontrada na natureza, sendo uma das formas de ligar um núcleo de carboidrato a outras biomoléculas e produtos naturais, como glicopeptídeos e N-glicosil amidas. Dessa forma, o desenvolvimento de métodos sintéticos para a introdução de núcleos de carboidratos em diferentes estruturas é fundamental. Tendo em vista o interesse do nosso grupo de pesquisa em desenvolver novas estratégias utilizando a química de selênio na funcionalização de derivados de carboidratos, o presente projeto descreve uma metodologia de síntese de N-glicosil amidas e de glicoconjugação via formação de ligação amida, envolvendo a reação entre selenocarboxilatos, gerados in situ, com azidas glicosídicas. Foi possível sintetizar com sucesso uma série de derivados de carboidratos, para uma variedade de substratos que incluíram: N-glicosil amidas furanosídicas (20 exemplos), piranosídicas (13 exemplos) e também N-glicoconjugados graxos (10 exemplos). A metodologia foi baseada na geração in situ de selenocarboxilatos de lítio, a partir de Se0/ LiEt3BH e derivados de ácidos carboxílicos, e suas reações com azidas derivadas de açúcares. Um aspecto importante deste protocolo é que a reação se inicia com selênio elementar e apresenta como subprodutos N2 e Se0. O isolamento e manipulação de espécies intermediárias reativas de selênio são evitadas durante o curso reacional, conferindo ao selenocarboxilato o status de reagente traceless. / Carbohydrate chemistry has been an important link between organic synthesis, biology and medicinal chemistry due to the fundamental roles that sugars play in glycobiology. In this context, the glycosyl amide linkage is an important connection found in nature, since it is one of the ways in which a sugar unit can be found attached to other biomolecules and natural products, such as N-glycosyl amides and glycopeptides that are known for possessing a wide range of bioactivities. Therefore, the development of synthetic methods for the introduction of sugar moieties into various different scaffolds is of paramount importance. In connection with our interest on the development of new strategies using selenium chemistry for the functionalization of carbohydrate derivatives, we describe herein an efficient synthesis of glycosyl amides and glycoconjugation methodology via amide bond-formation, enabled by the reaction of in situ generated selenocarboxylates with glycosyl azides. Carbohydrate-derived amides were successfully prepared in good yields for a broad range of substrates, including: furanosyl (20 examples), pyranosyl (13 examples) N-glycosil amides derivatives and also fatty acids glycoconjugates (10 examples). The methodology relied in the in situ generation of lithium selenocarboxylates, from Se/LiEt3BH and acyl chlorides or carboxylic acids and their reaction with sugar azides. A key aspect of the present protocol is that we start from elemental selenium and as by-products we have harmless gaseous nitrogen and elemental selenium. Isolation and handling of all reactive and sensitive seleniumcontaining intermediates is avoided, therefore assigning to the selenocarboxylate the status of a traceless reagent.
9

Síntese e avaliação da atividades citotóxica e do efeito sobre o transporte fotossintético de elétrons de trifluorometil-aril-amidas / Synthesis, cytotoxicity and effects on the photosynthetic electron transport of trifluoromethyl aryl amides

Barros, Marcus Vinícius de Andrade 26 September 2014 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2018-04-03T18:12:07Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 9065877 bytes, checksum: c07fc6e43016e49e621d504592e3e171 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-03T18:12:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 9065877 bytes, checksum: c07fc6e43016e49e621d504592e3e171 (MD5) Previous issue date: 2014-09-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O presente trabalho de pesquisa teve por meta a síntese e avaliação do efeito de vinte e três trifluorometil aril amidas sobre o transporte de elétrons da fotossíntese com vistas à possível obtenção de novos princípios ativos para o controle de plantas daninhas. Partindo-se da substância 1-fluoro-2-nitro-4- (trifluorometil)benzeno, as amidas foram preparadas empregando-se reações de substituição nucleofílica aromática, redução do grupo nitro com SnCl 2 /HCl e processos de acilação. As amidas foram caracterizadas utilizando-se a espectroscopia no infravermelho (IV) e de ressonância magnética nuclear (RMN) de 1 H e de (1D), bem como espectrometria de massas. As N-[2-(4-bromofenilamino)-5-(trifluorometil)fenil]isonicotinamida substâncias (SRPIN 13 C 340#05), 2-cloro-N-[2-(4-bromofenilamino)-5-(trifluorometil)fenil] nicotinamida (SRPIN 340#11), N-[2-(4-bromofenilamino)-5-(trifluorometil)fenil] nicotinamida (SRPIN (trifluorometil)fenil]benzamida 340#17) (SRPIN e N-[2-(4-bromofenilamino)-5- 340#23) foram aquelas que apresentaram maior eficiência com respeito ao efeito inibitório sobre o transporte de elétrons na reação de Hill e seus respectivos valores de IC 50 foram 1,5; 1,2; 4,9 e 1,1 μmol L -1 . Destaca-se que os valores obtidos são comparáveis àqueles descritos na literatura para herbicidas comerciais e inibidores da fotossíntese. As trifluorometil-aril-amidas também tiveram seus efeitos citotóxicos avaliados buscando identificar possíveis protótipos que possam ser desenvolvidos como novos quimioterápicos para o tratamento do câncer. Realizou-se uma avaliação de suas atividades citotóxicas contra as linhagens de células tumorais HL60 (leucemia mieloide aguda-LMA) e Jurkat (leucemia linfoblástica aguda T – LLA-T). Dez das amidas avaliadas foram capazes de inviabilizar o crescimento das células HL60 e/ou Jurkat, apresentando valores de IC 50 abaixo de 100 μmol L -1 . Os resultados também mostraram que há compostos que apresentaram atividade citotóxica mais elevada em relação ao inibidor de quinases SRPKs SRPIN 340, uma das trifluorometil-aril-amidas sintetizadas. Tomando-se a linhagem HL60, observou-se que o análogo SRPIN 340#11 é aproximadamente três vezes mais ativo, enquanto que o SRPIN 340#17 mostrou-se quatro vezes mais ativo; o análogo SRPIN 340#23 apresentou atividade duas vezes superior. Outro resultado importante foi obtido na avaliação da citotoxicidade de nove amidas, as mais ativas, contra culturas primárias de células brancas periféricas extraídas de pacientes saudáveis (PBMCs). Os resultados demonstraram que, de modo geral, as amidas foram mais ativas sobre as linhagens leucêmicas do que sobre as PBMCs. Em termos de estrutura química-atividade biológica, observou-se que as amidas que apresentaram os melhores resultados nos ensaios de avaliação de atividades biológicas apresentaram em sua estrutura o grupo 4-bromofenila, indicando que esse grupo é impactante para a atividade biológica. / It is described in this work the synthesis of twenty tree trifluoromethyl aryl amides and the evaluation of their effects on the photosynthetic electron transport. Starting with commercially available 1-fluoro-2-nitro-4- (trifluoromethyl)benzene, the preparation of the amides was achieved via a three step sequence, namely nucleophilic aromatic substitution, reduction with SnCl 2 /HCl and acetylation reactions. The amides were fully characterized by infrared (IR) and NMR ( 1 H and 13 C, one dimension) spectroscopy and mass spectrometry. The measurement of ferricyanide reduction by functionally intact spinach chloroplasts showed that several derivatives are capable of inhibiting the Hill reaction. The most active amides N-[2-(4-bromophenylamino)-5- (trifluoromethyl)phenyl]isonicotinamide (SRPIN 340#05), N-[2-(4-bromophe- nylamino)-5-(trifluoromethyl)phenyl]-2-chloronicotinamide (SRPIN N-[2-(4-bromophenylamino)-5-(trifluoromethyl)phenyl]nicotinamide 340#11), (SRPIN 340#17) and N-[2-(4-bromophenylamino)-5-(trifluoromethyl)phenyl]benzamide (SRPIN 340#23) presented IC 50 values respectively equal to 1.5, 1.2, 4.9 and 1.1 mol L -1 . These values are comparable to IC 50 values presented by commercial herbicides that act inhibiting the photosynthesis. The cytotoxic effects of the amides were also evaluated against the cancer cell lines HL60 (human promyelocytic leukemia cells), and Jurkat (acute T cell leukemia). Ten amides were capable of interfering with cell viability. For these active amides, the determined IC 50 values were below 100 mol L -1 . The biological evaluation revealed that some trifluoromethyl amides present higher cytotoxicity compared to the SPRKs kinase inhibitor N-[2-(piperidin-1-yl)-5-(trifluoromethyl) phenyl]isonicotinamide (SRPIN 340) which was also synthesized. Taking into consideration the cell line HL60, it was found that SRPIN#11, SRPIN#17 and SRPIN#23 are, respectively, three, four, and two times more potent than SRPIN 340. The evaluation of the nine most active amides against peripheral blood mononucleated cells (PMBC immune cell lines) showed that, in general, the synthesized compounds presented higher cytotoxicity against cancer cell lines HL60 and Jukart. In terms of structure- activity relationship, all the biological assays showed that the most active amides possess as a common structural feature the presence of a 4-bromo phenyl group.
10

Síntese de glicosil amidas e glicoconjugação via utilização de selenocarboxilatos como reagentes traceless

Silva, Luana January 2016 (has links)
A química de carboidratos têm sido um importante link entre a síntese orgânica, a biologia e a química medicinal devido ao papel fundamental que açúcares apresentam na glicobiologia. Neste contexto, a ligação amida glicosídica é uma importante conexão encontrada na natureza, sendo uma das formas de ligar um núcleo de carboidrato a outras biomoléculas e produtos naturais, como glicopeptídeos e N-glicosil amidas. Dessa forma, o desenvolvimento de métodos sintéticos para a introdução de núcleos de carboidratos em diferentes estruturas é fundamental. Tendo em vista o interesse do nosso grupo de pesquisa em desenvolver novas estratégias utilizando a química de selênio na funcionalização de derivados de carboidratos, o presente projeto descreve uma metodologia de síntese de N-glicosil amidas e de glicoconjugação via formação de ligação amida, envolvendo a reação entre selenocarboxilatos, gerados in situ, com azidas glicosídicas. Foi possível sintetizar com sucesso uma série de derivados de carboidratos, para uma variedade de substratos que incluíram: N-glicosil amidas furanosídicas (20 exemplos), piranosídicas (13 exemplos) e também N-glicoconjugados graxos (10 exemplos). A metodologia foi baseada na geração in situ de selenocarboxilatos de lítio, a partir de Se0/ LiEt3BH e derivados de ácidos carboxílicos, e suas reações com azidas derivadas de açúcares. Um aspecto importante deste protocolo é que a reação se inicia com selênio elementar e apresenta como subprodutos N2 e Se0. O isolamento e manipulação de espécies intermediárias reativas de selênio são evitadas durante o curso reacional, conferindo ao selenocarboxilato o status de reagente traceless. / Carbohydrate chemistry has been an important link between organic synthesis, biology and medicinal chemistry due to the fundamental roles that sugars play in glycobiology. In this context, the glycosyl amide linkage is an important connection found in nature, since it is one of the ways in which a sugar unit can be found attached to other biomolecules and natural products, such as N-glycosyl amides and glycopeptides that are known for possessing a wide range of bioactivities. Therefore, the development of synthetic methods for the introduction of sugar moieties into various different scaffolds is of paramount importance. In connection with our interest on the development of new strategies using selenium chemistry for the functionalization of carbohydrate derivatives, we describe herein an efficient synthesis of glycosyl amides and glycoconjugation methodology via amide bond-formation, enabled by the reaction of in situ generated selenocarboxylates with glycosyl azides. Carbohydrate-derived amides were successfully prepared in good yields for a broad range of substrates, including: furanosyl (20 examples), pyranosyl (13 examples) N-glycosil amides derivatives and also fatty acids glycoconjugates (10 examples). The methodology relied in the in situ generation of lithium selenocarboxylates, from Se/LiEt3BH and acyl chlorides or carboxylic acids and their reaction with sugar azides. A key aspect of the present protocol is that we start from elemental selenium and as by-products we have harmless gaseous nitrogen and elemental selenium. Isolation and handling of all reactive and sensitive seleniumcontaining intermediates is avoided, therefore assigning to the selenocarboxylate the status of a traceless reagent.

Page generated in 0.0395 seconds