• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 5758
  • 77
  • 58
  • 55
  • 55
  • 55
  • 42
  • 36
  • 29
  • 29
  • 28
  • 13
  • 13
  • 9
  • 3
  • Tagged with
  • 5941
  • 2415
  • 1344
  • 1340
  • 1245
  • 1150
  • 1104
  • 776
  • 763
  • 514
  • 505
  • 458
  • 438
  • 437
  • 428
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Desenho, desejo e designio na arquitetura de Flavio de Carvalho

Ishida, Americo January 1995 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo / Made available in DSpace on 2012-10-16T09:22:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0
2

Humanização de ambientes hospitalares

Vasconcelos, Renata Thaís Bomm January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura. / Made available in DSpace on 2012-10-21T19:09:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 206199.pdf: 3670641 bytes, checksum: c4741a34f5f25008bf3ebbc8cfb01821 (MD5) / Este trabalho aborda a importância da humanização do ambiente hospitalar destacando a influência que o contato com o exterior causa na recuperação do paciente, auxiliando seu processo de cura. Tendo em vista os benefícios causados ao paciente - que tem seu tratamento acelerado - e à instituição - que tem seus custos reduzidos # analisa-se de que maneira o projeto arquitetônico pode humanizar o edifício hospitalar e proporcionar o contato do paciente com o ambiente exterior. Para isso são definidas as Características Arquitetônicas Responsáveis pela Integração Interior/Exterior - ambientes e elementos construtivos que otimizam esta integração -, e em seguida analisadas a partir de aspectos Ambientais, Sensoriais e Comportamentais que constituem as Dimensões de Análise determinadas pelo pesquisador. A metodologia divide o trabalho em duas partes: revisão bibliográfica, onde são apresentados os elementos estimulantes do ambiente exterior e os benefícios que causam, assim como as características arquitetônicas de integração e o desempenho das mesmas nas anatomias hospitalares atuais; e o estudo de casos que, a partir de leituras espaciais e entrevistas semi-estruturadas realizadas durante visitas a três hospitais, traz exemplos que ilustram como a integração interior/exterior vem ocorrendo nestes estabelecimentos. A partir deste estudo é possível verificar que a integração interior/exterior é otimizada na anatomia horizontal, possibilitando contato físico e visual entre paciente e ambiente externo, e é restringida na anatomia vertical, limitando o paciente, na maioria dos casos, ao contato apenas visual com o exterior. Questionam-se então, as razões da reduzida exploração de soluções arquitetônicas que poderiam promover maior contato do paciente com o exterior em anatomias verticais.
3

Humanização de ambientes hospitalares

Vasconcelos, Renata Thaís Bomm January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura. / Made available in DSpace on 2012-10-21T23:30:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 226212.pdf: 3670641 bytes, checksum: c4741a34f5f25008bf3ebbc8cfb01821 (MD5) / Este trabalho aborda a importância da humanização do ambiente hospitalar destacando a influência que o contato com o exterior causa na recuperação do paciente, auxiliando seu processo de cura. Tendo em vista os benefícios causados ao paciente - que tem seu tratamento acelerado - e à instituição - que tem seus custos reduzidos # analisa-se de que maneira o projeto arquitetônico pode humanizar o edifício hospitalar e proporcionar o contato do paciente com o ambiente exterior. Para isso são definidas as Características Arquitetônicas Responsáveis pela Integração Interior/Exterior - ambientes e elementos construtivos que otimizam esta integração -, e em seguida analisadas a partir de aspectos Ambientais, Sensoriais e Comportamentais que constituem as Dimensões de Análise determinadas pelo pesquisador. A metodologia divide o trabalho em duas partes: revisão bibliográfica, onde são apresentados os elementos estimulantes do ambiente exterior e os benefícios que causam, assim como as características arquitetônicas de integração e o desempenho das mesmas nas anatomias hospitalares atuais; e o estudo de casos que, a partir de leituras espaciais e entrevistas semi-estruturadas realizadas durante visitas a três hospitais, traz exemplos que ilustram como a integração interior/exterior vem ocorrendo nestes estabelecimentos. A partir deste estudo é possível verificar que a integração interior/exterior é otimizada na anatomia horizontal, possibilitando contato físico e visual entre paciente e ambiente externo, e é restringida na anatomia vertical, limitando o paciente, na maioria dos casos, ao contato apenas visual com o exterior. Questionam-se então, as razões da reduzida exploração de soluções arquitetônicas que poderiam promover maior contato do paciente com o exterior em anatomias verticais.
4

Notas para a construção de um diálogo entre a arquitetura e a semiótica

Monteiro, Marcos Rafael 07 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2006. / Submitted by Alexandre Marinho Pimenta (alexmpsin@hotmail.com) on 2009-11-17T23:26:11Z No. of bitstreams: 1 2006_Marcos Rafael Monteiro.pdf: 1694807 bytes, checksum: 4fbfbe002e10383c7cf5549d54ac5279 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2010-01-19T18:47:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_Marcos Rafael Monteiro.pdf: 1694807 bytes, checksum: 4fbfbe002e10383c7cf5549d54ac5279 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-19T18:47:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_Marcos Rafael Monteiro.pdf: 1694807 bytes, checksum: 4fbfbe002e10383c7cf5549d54ac5279 (MD5) Previous issue date: 2006-07 / Estudo bi-disciplinar onde procuramos analisar a dinâmica da significação dos espaços e sua conceituação. No que se refere ao espaço arquitetônico, buscamos um conceito de arquitetura que abarque o universo da arquitetônica; analisamos o processo de formação da noção de espaço, considerando alguns conceitos que lhe são atribuídos, e que foram ditados, sobretudo, pelos impactos sociais causados por uma situação de contato intersemiótico. No que se refere à semiótica, analisamos os processos de formação de conceitos e a dinâmica da simbolização do objeto - espaço - reconhecendo assim, uma realidade moldada pelas necessidades e anseios do homem. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Bi-disciplinary study where we look for to analyze the dynamics of the meanings of the spaces and its conceptualization. As for the space architectural, we search an architectural concept that accumulates of stocks the universe of science architectural; we analyze the process of formation of the space notion, considering some concepts that are attributed to it, and that they had been dictated, over all for the social impacts caused by a situation of intersemiotic contact. In that if it relates to the semotic, we analyze the processes of formation of concepts and the dynamics of the simbolization of the object - space -, thus recognizing, a reality molded for the necessities and yearnings of the man.
5

A fronteira do moderno : Holanda Mendonça e a difusão da arquitetura moderna brasileira no sul

Gonçalves, Magali Nocchi Collares January 2017 (has links)
O presente trabalho, ora apresentado no Programa de Pesquisa e Pós- Graduação em Arquitetura - PROPAR - da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estuda o arquiteto Carlos Alberto de Holanda Mendonça e sua obra no Rio Grande do Sul, que data do fim da década de 40 até a sua morte prematura em 1956. O objeto da investigação é a sua contribuição na introdução da Arquitetura Moderna em Porto Alegre e no interior do estado, considerando seu papel pioneiro. Graduado na Faculdade Nacional de Arquitetura, no Rio de Janeiro, seu deslocamento imediato para o sul sugere a aplicação direta dos pressupostos compartilhados pela FNA na época, que correspondem ao Modernismo Carioca. No panorama arquitetônico rio-grandense ainda havia resistência a essa corrente da arquitetura, com a rejeição de projetos de autoria de Oscar Niemeyer, Jorge Moreira e Affonso Reidy em meados da década de 40. O estudo contempla a migração concomitante de Edgar Graeff, igualmente recém diplomado na FNA, com o reforço dessas ideias na região, principalmente através da docência. A tardia aceitação e assimilação da arquitetura moderna faz parte do objeto de estudo da presente tese a partir da análise dos numerosos projetos de Holanda Mendonça e seus respectivos contextos. Tais exemplares, em muitos casos, logram sua imposição ao abrir mão de aspectos fundamentais modernistas ou adaptá-los à cultura local. Também, sua intensa produção de edifícios de grande presença na cidade torna mais concreta a perspectiva de implementação da Arquitetura Moderna no sul. A amostragem arquitetônica compreendida por sua obra é inventariada segundo suas características bidimensionais, volumétricas e espaciais, como também seus elementos arquitetônicos, quantitativa e qualitativamente. Para a produção de tal amostragem, são adotados os projetos originais do arquiteto, ao invés dos exemplares tal como construídos ou conforme se apresentam hoje. A produção e análise deste material contribuem com a historiografia da obra de Holanda Mendonça no sentido de permitir, na íntegra, sua percepção e entendimento. A relevância de interpretá-la se deve ao papel significativo que teve na introdução e difusão da arquitetura moderna no Rio Grande do Sul / The current body of work, presented in the Research and Graduation Program in Architecture – PROPAR – at the Federal University of Rio Grande do Sul, studies the architect Carlos Alberto de Holanda Mendonça and his lifetime work in Rio Grande do Sul, since his arrival in the end of the 1940s until his premature death in 1956. The object of this research is his contribution on introducing the Modern Architecture in Porto Alegre and the state’s countryside, due to the pioneer role he had in such. Graduated in the National College of Architecture (FNA), in Rio de Janeiro, his immediate displacement to the south suggests the direct implementation of the principles shared in FNA at this time, which correspond to the Modernismo Carioca. In the Rio Grande do Sul province architecture context there was still resistance to that architecture, by the rejection of designs by Oscar Niemeyer, Jorge Moreira and Affonso Reidy, by the 40's decade. The study contemplates the simultaneous migration of Edgar Graeff, just graduated in FNA, reinforcing those ideas on the region, especially through teaching. The late acceptance and assimilation of modern architecture is part of this work’s object of research, by the analysis of numerous designs by Holanda Mendonça and their respective contexts. Such designs in many cases manage their implementation because they give up on a series of fundamental modernist aspects or adapting them to the local culture. Also, Holanda Mendonça’s intense production, of buildings of great presence on the city, turns the perspective of realization of the modernism in the south more concrete. The architectural sample made out of his works is inventoried under their 2-dimensional, volumetric and spatial characteristics, as well as their architectural elements, quantitatively and qualitatively. For the production of those samples, the architect’s original designs are used as reference, instead of their as built result, or the present state of the buildings. The production and analysis of such material contribute to the historiography of Holanda Mendonça’s work, in a sense of permitting its complete perception and understanding. The relevance of interpreting it is consequence of the important role it had in the introduction of the modern architecture in Rio Grande do Sul.
6

A fronteira do moderno : Holanda Mendonça e a difusão da arquitetura moderna brasileira no sul

Gonçalves, Magali Nocchi Collares January 2017 (has links)
O presente trabalho, ora apresentado no Programa de Pesquisa e Pós- Graduação em Arquitetura - PROPAR - da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estuda o arquiteto Carlos Alberto de Holanda Mendonça e sua obra no Rio Grande do Sul, que data do fim da década de 40 até a sua morte prematura em 1956. O objeto da investigação é a sua contribuição na introdução da Arquitetura Moderna em Porto Alegre e no interior do estado, considerando seu papel pioneiro. Graduado na Faculdade Nacional de Arquitetura, no Rio de Janeiro, seu deslocamento imediato para o sul sugere a aplicação direta dos pressupostos compartilhados pela FNA na época, que correspondem ao Modernismo Carioca. No panorama arquitetônico rio-grandense ainda havia resistência a essa corrente da arquitetura, com a rejeição de projetos de autoria de Oscar Niemeyer, Jorge Moreira e Affonso Reidy em meados da década de 40. O estudo contempla a migração concomitante de Edgar Graeff, igualmente recém diplomado na FNA, com o reforço dessas ideias na região, principalmente através da docência. A tardia aceitação e assimilação da arquitetura moderna faz parte do objeto de estudo da presente tese a partir da análise dos numerosos projetos de Holanda Mendonça e seus respectivos contextos. Tais exemplares, em muitos casos, logram sua imposição ao abrir mão de aspectos fundamentais modernistas ou adaptá-los à cultura local. Também, sua intensa produção de edifícios de grande presença na cidade torna mais concreta a perspectiva de implementação da Arquitetura Moderna no sul. A amostragem arquitetônica compreendida por sua obra é inventariada segundo suas características bidimensionais, volumétricas e espaciais, como também seus elementos arquitetônicos, quantitativa e qualitativamente. Para a produção de tal amostragem, são adotados os projetos originais do arquiteto, ao invés dos exemplares tal como construídos ou conforme se apresentam hoje. A produção e análise deste material contribuem com a historiografia da obra de Holanda Mendonça no sentido de permitir, na íntegra, sua percepção e entendimento. A relevância de interpretá-la se deve ao papel significativo que teve na introdução e difusão da arquitetura moderna no Rio Grande do Sul / The current body of work, presented in the Research and Graduation Program in Architecture – PROPAR – at the Federal University of Rio Grande do Sul, studies the architect Carlos Alberto de Holanda Mendonça and his lifetime work in Rio Grande do Sul, since his arrival in the end of the 1940s until his premature death in 1956. The object of this research is his contribution on introducing the Modern Architecture in Porto Alegre and the state’s countryside, due to the pioneer role he had in such. Graduated in the National College of Architecture (FNA), in Rio de Janeiro, his immediate displacement to the south suggests the direct implementation of the principles shared in FNA at this time, which correspond to the Modernismo Carioca. In the Rio Grande do Sul province architecture context there was still resistance to that architecture, by the rejection of designs by Oscar Niemeyer, Jorge Moreira and Affonso Reidy, by the 40's decade. The study contemplates the simultaneous migration of Edgar Graeff, just graduated in FNA, reinforcing those ideas on the region, especially through teaching. The late acceptance and assimilation of modern architecture is part of this work’s object of research, by the analysis of numerous designs by Holanda Mendonça and their respective contexts. Such designs in many cases manage their implementation because they give up on a series of fundamental modernist aspects or adapting them to the local culture. Also, Holanda Mendonça’s intense production, of buildings of great presence on the city, turns the perspective of realization of the modernism in the south more concrete. The architectural sample made out of his works is inventoried under their 2-dimensional, volumetric and spatial characteristics, as well as their architectural elements, quantitatively and qualitatively. For the production of those samples, the architect’s original designs are used as reference, instead of their as built result, or the present state of the buildings. The production and analysis of such material contribute to the historiography of Holanda Mendonça’s work, in a sense of permitting its complete perception and understanding. The relevance of interpreting it is consequence of the important role it had in the introduction of the modern architecture in Rio Grande do Sul.
7

Valores paisagísticos

Favaretto, Angela January 2017 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2017-08-08T04:11:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 349374.pdf: 28357555 bytes, checksum: 27830d7d15f8cfd6d083558adc443962 (MD5) Previous issue date: 2017 / O Brasil é um país de dimensões continentais com paisagens naturais e culturais ricas e diversificadas. O sistema rodoviário é o meio mais utilizado para o conhecimento dessas paisagens onde convive o transporte de cargas e o de passageiros, com a circulação veículos e pedestres. As estradas são indutoras de modificações no uso e ocupação do solo no seu entorno. Algumas ocorrências são positivas, tais como: a acessibilidade aos lugares e o desenvolvimento de fluxos comerciais, econômicos e culturais, mas outras ocorrências são negativas, tais como: o desmatamento, os atropelamentos, a poluição e outros distúrbios gerados pelo tráfego. As estradas brasileiras têm apresentado muitos problemas relacionados à falta de manutenção e da qualidade da geometria do traçado, da pavimentação e da sinalização. A engenharia apresenta dois aspectos determinantes nas decisões projetuais de estradas: os custos e o conhecimento técnico. Identificou-se que a paisagem é considerada de modo secundário nos projetos de estradas e poucas são as pesquisas realizadas sobre essa temática no país. O atendimento à demanda por duplicação e pavimentação de estradas existentes tem sido maior do que o atendimento da demanda por novas estradas, enfatizando uma maior necessidade de projetos de requalificação das estradas existentes do que de novos traçados. Existem países que consideram os aspectos da paisagem nos projetos de estradas desde os questionamentos preliminares de suporte ao projeto básico. Tomando-se em conta os argumentos mencionados pergunta-se: Como a paisagem pode ser considerada no projeto de estradas? A hipótese é que todas as cidades estão inseridas em biomas, todas as localidades expressam uma identidade cultural e todas as estradas possuem qualidades cênicas. Percebe-se que as estradas passam por lugares dotados de valores paisagísticos, mas muitos deles não são aproveitados, sendo, por vezes, descaracterizados. Portanto, o objetivo geral dessa tese é identificar e sistematizar métodos projetuais que incorporem os valores da paisagem aos projetos de estradas, visando promover a requalificação paisagística das mesmas. Cabe ao projetista reconhecer, proteger e aproveitar os valores ecológicos, culturais e visuais presentes na relação entre a estrada e a paisagem, considerando todos esses fatores na elaboração dos projetos, tanto de requalificação de estradas existentes, quanto de estradas novas. Nessa pesquisa utiliza-se de abordagem qualitativa, sistêmica e multiescalar do campo da paisagem e da ecologia de estradas. O procedimento metodológico está estruturado em: 1) identificação do problema de pesquisa; 2) fundamentação teórica sobre paisagem do ponto de vista ecológico, cultural e visual; 3) investigação de exemplos significativos, considerados boas práticas de projeto; 4) elaboração de estudo de caso para a BR-101 em Santa Catarina trecho norte, com avaliação da paisagem, visando a requalificação da rodovia. Os fatores considerados na atribuição de valores da paisagem da BR-101/SC trecho norte foram: a) valores ecológicos: geomorfologia, hidrografia, vegetação, relevo e Unidades de Conservação; b) valores culturais: patrimônio material, diversidade cultural, usos do solo e atividades econômicas; c) valores visuais: presença de água, formas do relevo, vegetação característica do bioma ? floresta, restinga e mangue ?, patrimônio edificado e forma urbana. Propõe-se que além das leis e normas para projetos de engenharia existentes, também sejam consideradas a legislação pertinente à paisagem e ao ambiente, em seus valores ecológicos, culturais e visuais, com vistas à preservação do patrimônio paisagístico e maior qualificação das estradas. Como resultados apresenta-se recomendações ao projeto paisagístico de estradas e sugestões para pesquisas futuras.<br> / Abstract : Brazil is a country of continental dimensions with rich and diverse natural and cultural landscapes. The road system is the most used to get in touch with landscapes knowledge where at the same time exists the transport of loads and passengers and the circulation of vehicles and pedestrians. Roads are inducing changes in land use and occupation in its surroundings. Some events are positive, such as accessibility to the places and the development of commercial, economic and cultural flows but some other events are negative, such as deforestation, pedestrian accidents, pollution and other disturbances caused by the traffic. Brazilian roads have presented many problems related to the lack of maintenance and the quality of road geometry, pavement and signalling. Engineering presents two fundamental aspects in the road design decision: costs and technical knowledge. It was possible to identify that the landscape is considered secondary in road projects and few are the researches carried out on this theme in the country. The response to the demand for duplication and paving of existing roads has been greater than meeting the demand for new roads, emphasizing a greater need for projects to requalify existing roads than for new routes. There are countries that consider the aspects of landscape in road projects and preliminary issues in support to the basic project. In view of the above arguments, it is asked: How can landscape be considered in roads project? The hypothesis is that all cities are embedded in biomes, all localities express a cultural identity and all roads have scenic qualities. It is observed that the roads pass through places endowed with landscaped values, but many of them are not used, being sometimes decharacterized. Therefore, the overall objective of this thesis is to identify and systematize projective methods that incorporate the landscape values to road projects in order to promote the environmental rehabilitation. it is up to the designer to recognize, to protect and to take benefit of ecological, cultural and visual values presented in the relationship between road and landscape, taking into account all these factors in the project development both in the rehabilitation of existing roads and in the construction of new roads. This research uses a qualitative, systemic and multi-scalar approach to landscape field and road ecology. Methodological proceedings are structured in: 1) identification of the research problem; 2) theoretical foundation on landscape from the ecological, cultural and visual point of view; 3) investigation of significant examples, considered as best practices in project; 4) elaboration of a case study for BR-101 in Santa Catarina northern section, with landscape evaluation, aiming at the requalification of the highway. Factors considered in the assignment of landscape values of the BR-101/SC northern section were: a) ecological values: geomorphology, hydrography, vegetation, topography and conservance units; b) cultural values: material heritage, cultural diversity, land use and economic activities; c) visual values: presence of water, landforms, biome vegetation characteristics - forest, marsh and mangrove cultural heritage and urban form. It is proposed that, in addition to the laws and regulations for engineering projects, legislation on the landscape and the environment, its ecological, cultural and visual values should also be considered, with the objective of preserving landscape heritage and qualifying the roads. The results include recommendations for landscape road design and suggestions for future research.
8

Orientação espacial e informações arquitetônicas: estudo de caso em campus universitário

Knak, Giseli Zuchetto January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-10-19T12:47:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 338269.pdf: 42182108 bytes, checksum: 463d776a2665ac0223914bd6d312cc04 (MD5) Previous issue date: 2015 / Orientar-se é fundamental para que o deslocamento no ambiente construído urbano ocorra de modo independente, utilizando-se das informações disponibilizadas pelo ambiente, e sem recorrer a questionamentos a outros usuários. Um campus universitário é um local de grande circulação de pessoas, incluindo visitantes para eventos específicos e usuários dos diferentes serviços de atendimento à comunidade. Todos os usuários de um campus, incluindo os que não estão familiarizados com o mesmo, necessitam encontrar os locais que pretendem utilizar sem o contratempo de se perder. O objetivo deste trabalho é desenvolver análise sobre orientação espacial em campus universitário classificando seus elementos e informações arquitetônicas e compreendendo sua relevância. A análise baseou-se em estudo de caso realizado no campus Reitor João David Ferreira Lima da UFSC. Para isso, foi inicialmente desenvolvida fundamentação teórica dos principais conceitos que envolvem o processo de orientação espacial, e foi realizada pesquisa documental nos arquivos existentes sobre o desenvolvimento do campus Reitor David Ferreira Lima, como plantas de projetos e acervo fotográfico. A seguir, foram aplicados diferentes métodos, que incluem visitas exploratórias, entrevista semiestruturada com funcionários, mapas mentais com usuários, mapas mentais com arquitetos do escritório-técnico da UFSC e passeios acompanhados, para analisar a imagem pública do campus universitário, isto é quais áreas possuem imagem forte e quais áreas possuem imagem fraca. Os diferentes métodos contribuíram para que os elementos arquitetônicos e as informações arquitetônicas fossem classificados e se compreendesse de que modo auxiliam para aumentar e/ou reforçar: a identidade, a estrutura, a legibilidade, a imaginabilidade, a individualidade e a pregnância do objeto ou lugar, facilitando a orientação espacial. A partir das conclusões, espera-se contribuir para a projetação do próprio campus estudado, em áreas a serem remodeladas, e de novos campi. Os elementos e as informações espaciais devem ser premissas de projeto desde a sua concepção, pois uma vez ignorados podem afetar negativamente a qualidade da orientação dos usuários do campus por um período de tempo significativo.<br> / Abstract : To orientate is crucial to navigate in the urban built environment independently, using information provided in the environment without asking information to other users. University campus is a place of intense movement of persons, including visitors to specific events and users of the different services offered to community. All campus users, including those who are unfamiliar with the location, need to find the places they want to use without the setback of losing orientation. This research objective is to develop a spatial orientation analysis on university campus classifying its elements and architectural information and understanding their relevance. The analysis was based on a case study developed in the campus Reitor João David Ferreira Lima of UFSC. To accomplish this aim theoretical studies about the main concepts involving spatial orientation process was initially developed. Following, documentary research was performed on the existing files about the development of campus Reitor João David Ferreira Lima, the architectural plans and photographic collection plants. On a second stage different methods were applied, including exploratory visits, interviews with employees, mental maps with users, mental maps with architects of UFSC's technical office and accompanied walks. All this instruments helped to analyze the public image of the university campus, i.e. which areas possess strong images and which areas have poor images. The different methods employed contributed to classify the architectural elements and information, and to understand how they can convey and/or increase: identity, structure, legibility, imageability, individuality and pregnancy of the objects or places supporting spatial orientation. Based on the research findings, we hope to contribute for future campus architecture projects in areas to be rebuilt and new campuses. Spatial elements and information should be design premises from the start, because their absence can negatively affect the spatial quality and orientation possibilities for campus users for a significant period of time.
9

A fronteira do moderno : Holanda Mendonça e a difusão da arquitetura moderna brasileira no sul

Gonçalves, Magali Nocchi Collares January 2017 (has links)
O presente trabalho, ora apresentado no Programa de Pesquisa e Pós- Graduação em Arquitetura - PROPAR - da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, estuda o arquiteto Carlos Alberto de Holanda Mendonça e sua obra no Rio Grande do Sul, que data do fim da década de 40 até a sua morte prematura em 1956. O objeto da investigação é a sua contribuição na introdução da Arquitetura Moderna em Porto Alegre e no interior do estado, considerando seu papel pioneiro. Graduado na Faculdade Nacional de Arquitetura, no Rio de Janeiro, seu deslocamento imediato para o sul sugere a aplicação direta dos pressupostos compartilhados pela FNA na época, que correspondem ao Modernismo Carioca. No panorama arquitetônico rio-grandense ainda havia resistência a essa corrente da arquitetura, com a rejeição de projetos de autoria de Oscar Niemeyer, Jorge Moreira e Affonso Reidy em meados da década de 40. O estudo contempla a migração concomitante de Edgar Graeff, igualmente recém diplomado na FNA, com o reforço dessas ideias na região, principalmente através da docência. A tardia aceitação e assimilação da arquitetura moderna faz parte do objeto de estudo da presente tese a partir da análise dos numerosos projetos de Holanda Mendonça e seus respectivos contextos. Tais exemplares, em muitos casos, logram sua imposição ao abrir mão de aspectos fundamentais modernistas ou adaptá-los à cultura local. Também, sua intensa produção de edifícios de grande presença na cidade torna mais concreta a perspectiva de implementação da Arquitetura Moderna no sul. A amostragem arquitetônica compreendida por sua obra é inventariada segundo suas características bidimensionais, volumétricas e espaciais, como também seus elementos arquitetônicos, quantitativa e qualitativamente. Para a produção de tal amostragem, são adotados os projetos originais do arquiteto, ao invés dos exemplares tal como construídos ou conforme se apresentam hoje. A produção e análise deste material contribuem com a historiografia da obra de Holanda Mendonça no sentido de permitir, na íntegra, sua percepção e entendimento. A relevância de interpretá-la se deve ao papel significativo que teve na introdução e difusão da arquitetura moderna no Rio Grande do Sul / The current body of work, presented in the Research and Graduation Program in Architecture – PROPAR – at the Federal University of Rio Grande do Sul, studies the architect Carlos Alberto de Holanda Mendonça and his lifetime work in Rio Grande do Sul, since his arrival in the end of the 1940s until his premature death in 1956. The object of this research is his contribution on introducing the Modern Architecture in Porto Alegre and the state’s countryside, due to the pioneer role he had in such. Graduated in the National College of Architecture (FNA), in Rio de Janeiro, his immediate displacement to the south suggests the direct implementation of the principles shared in FNA at this time, which correspond to the Modernismo Carioca. In the Rio Grande do Sul province architecture context there was still resistance to that architecture, by the rejection of designs by Oscar Niemeyer, Jorge Moreira and Affonso Reidy, by the 40's decade. The study contemplates the simultaneous migration of Edgar Graeff, just graduated in FNA, reinforcing those ideas on the region, especially through teaching. The late acceptance and assimilation of modern architecture is part of this work’s object of research, by the analysis of numerous designs by Holanda Mendonça and their respective contexts. Such designs in many cases manage their implementation because they give up on a series of fundamental modernist aspects or adapting them to the local culture. Also, Holanda Mendonça’s intense production, of buildings of great presence on the city, turns the perspective of realization of the modernism in the south more concrete. The architectural sample made out of his works is inventoried under their 2-dimensional, volumetric and spatial characteristics, as well as their architectural elements, quantitatively and qualitatively. For the production of those samples, the architect’s original designs are used as reference, instead of their as built result, or the present state of the buildings. The production and analysis of such material contribute to the historiography of Holanda Mendonça’s work, in a sense of permitting its complete perception and understanding. The relevance of interpreting it is consequence of the important role it had in the introduction of the modern architecture in Rio Grande do Sul.
10

Arquitetura residencial modernista : a influência da escola carioca nos projetos de Anísio Medeiros em Teresina

Andrade, Artur Fernando Sampaio Andrade January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2005. / Submitted by Marcos Felipe Gonçalves Maia (felipehowards@gmail.com) on 2010-08-04T12:36:16Z No. of bitstreams: 1 artur_sampaio.pdf: 3318929 bytes, checksum: 88fd6c08a01d958c532fd7f87ee63fa7 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2010-09-27T13:05:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 artur_sampaio.pdf: 3318929 bytes, checksum: 88fd6c08a01d958c532fd7f87ee63fa7 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-09-27T13:05:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 artur_sampaio.pdf: 3318929 bytes, checksum: 88fd6c08a01d958c532fd7f87ee63fa7 (MD5) Previous issue date: 2005 / Este trabalho consiste em um estudo de caso, no qual as residências modernistas projetadas por Anísio Medeiros em Teresina durante as décadas de 1950 e 1960 foram analisadas à luz de critérios ambientais, socioculturais e técnicos. Visou-se estudar a postura adotada por Medeiros - um arquiteto piauiense, graduado no Rio de Janeiro, mas que vivenciou por pouco tempo a realidade de sua terra-natal - ante a necessidade de conciliar as peculiaridades do meio teresinense à influência que recebera da Escola Carioca. Para avaliar sua preocupação em conceber esses edifícios conforme o clima, os costumes e as limitações técnicas locais, foram selecionados como referencial comparativo cinco residências modernistas construídas no Rio de Janeiro durante o mesmo período. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This work consists in a case-study, in which the modernist houses designed by Anisio Medeiros in Teresina during the decades of 1950 and 1960 were analyzed under ambiental, sociocultural and technical criteria. It aimed to study the Medeiros’s attitude – born in Teresina, he early moved to Rio de Janeiro, where he became an architect – before the need to adjust the characteristics of the Teresina’s element to the influence he got from the remarkable modernist architecture developed in Rio de Janeiro. To evaluate his concern in designing these buildings according to the local climate, habits e technical limitations, five modernists residences constructed in Rio de Janeiro at the same time were selected for comparison.

Page generated in 0.0735 seconds