• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 40
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 40
  • 40
  • 40
  • 8
  • 7
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Verificação de alguns aspectos imunologicos e parasitologicos em Biomphalaria Tenagophila (D'Orbigny, 1835) infectada por trematodeos digeneticos

Balan, Doralice de Souza Luro 18 June 1990 (has links)
Orientador : Luiz Augusto Magalhães / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-13T22:59:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Balan_DoralicedeSouzaLuro_M.pdf: 9129131 bytes, checksum: df8a0d70d1712db4bba9e643f3bc8bdb (MD5) Previous issue date: 1990 / Resumo: Considerando-se os resultados que obtivemos na Investigação de alguns aspectos Imunológicos e parasitológicos em BIomphalaria tenagophila infectadas por trematódeos digenéticos.,admitimos que: B. tenagophila capturados no campo, em tanques de piscicultura, foram encontradas parasitadas, sempre em infecção única, por furcocercárias Iongifurcadas sem ocelo, furcocercárias Iongifurcadas com ocelo, equinostomocercárias ou xifidiocercárias. Nos moluscos superinfectados com S. mansoni, não foram encontradas reações amebocitárias em torno dos esporocistos degenerados de Schistosoma mansoni. Sugerimos que isso pode indicar que não houve participação direta dos amebócitos na destruição da .larva do S. mansoni e que possivelmente fatôres da hemolinfa (excluindo-se as células), estariam envolvidos na destruição ao parasita. Os valores de proteína total da hemolinfa, mostraram-se maiores nos moluscos B. tenagophila sem infecção mantidos em laboratório, quando comparados com os capturados no campo livres de infecção por trematódeos. Esses valores não estão aumentados nos caramujos de campo naturalmente parasitados, ou mesmo aos caranguejos experimentalmente infectados com S. mansoni. O número de amebócitos da hemolinfa estava elevado em todos os grupos de moluscos infectados em comparação com 0s moluscos do grupo controle sem Infecção. Obtivemos maior atividade fagocitária dos amebócitos dos caramuJos parasitados principalmente naqueles parasitados por xifidiocercárias. Admitimos que o parasitismos poderiam funcionar ativando as células fagocíticas. - Na emolinfa dos vários grupos estudados demonstramos que houve Identidade antigênica total. As imunodifusões mostraram sempre ao menos 3 linhas de precipitação no gel formando 3 sistemas precipitantes diferentes. Os resultados obtidos na imunoeletroforese permitiram-nos afirmar que,existem diferenças qualitativas e quantitativas na hemolinfa dos moluscos parasitados e não parasitados. As diferenças parecem ter características específicas dependente do tipo de Infecção apresentada / Mestrado / Mestre em Ciências Biológicas
2

Resistencia ao brometo de etidio em aspergillus nidulans

Frau, Maria Elizabeth Scarazzatti 09 December 1985 (has links)
Orientador : Renato Bonatelli Junior / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-16T08:31:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Frau_MariaElizabethScarazzatti_M.pdf: 2276782 bytes, checksum: 672eacce609a7a6071f0c59763bc51f5 (MD5) Previous issue date: 1985 / Resumo: O presente trabalho teve por objetivo isolar e ana-lisar geneticamente mutantes de Aspergillus nidulans resistentes ao Brometo de Etídio (BE), bem como estudar os efeitos da riboflavina em relação a toxicidade do BE. Foram isolados mutantes espontâneos e induzidos. Dos mutantes isolados espontaneamente apenas 3 continuaram a apresentar resistência, sendo 1 da linhagem A e 2 da linhagem biAl methGl. Os outros mutantes (16) foram obtidos por indução com luz ultravioleta. Destes apenas 9 colônias continuaram a apre-sentar resistência ao serem retestados. Todos os mutantes apresentaram também resistência cruzada para acriflavina. Com relação à interação alélica, a maioria das mutações apresentaram-se como semi-dominantes ao BE, com exceção dos mutantes R7-10, R8-10 (recessivos) e R9-10 (dominante), enquanto que os resultados para a interação alélica em acriflavina mostraram que algumas mutações são semidominantes (4), outras são dominantes (2) e outras recessivas (6). A maioria dos mutantes analisados foram mapeados no grupo de ligação II, com exceção do R7-10, que foi mapeado no grupo de ligação I e dos mutantes R8-10 e R9-10 que não puderam ser mapeados. Foi feito teste de alelismo com algumas linhagens resistentes ao BE para verificar se os genes mapeados no grupo de ligação II eram ou não alelos ao gene AcrA1 mapeados por ROPER e KAFFER,(1957). A escolha das linhagens para o teste foi feito de acordo com a distância do marcador para resistência do gene wA3'. Todas as linhagens testadas mostraram ser alélicas de - AcrA1. Tendo em vista todos os resultados obtidos foi proposta sua nova denominação para os mutantes isolados neste trabalho e os descritos por ROPER e KAFFER (1957) a qual combina as iniciais E (de etídio), A(de acriflavina) e R (de resistencia) . Assim o mutante AcrA1 passa a ser EarA1; o mutante Etb A1, EarC1 e assim por diante, dependendo da ordem em que foi descrito. Observou-se ainda o efeito da riboflavina na ação tóxica do BE pois, a presença desta vitamina no meio de cultura tem um efeito antagônico com relação a toxicidade do BE, o que não foi constatado em relação à aciiflavina / Abstract: In the present work we intended to isolate Aspergillus nidulans mutants showing resistance to ethidium bromide (EB), aiming to analise them genetically as well as to study the effects causede by the ribof1avine in relation to the EB toxicity. Spontaneous and induced mutants were isolated. Only three out of the spontaneous mutants continued to show resistance: one from the A strain and two from the biA1 methGl strain. The other mutants (16) were obtained after induction with ultraviolet light but only 9 colonies maintained resistance after further testing. All mutants thus obtained also showed cross-resistance to acrifla-vine. As far as allelic interaction is concerned, mast of the mutations showed to be semi-dominant to EB., except for R7-10, R8-10(recessive) R7-10, R9-10 (dominant). The results for the acriflavine allelic interaction showed semi-dominant (4), dominant (2) and recessive (6) mutations. Lost of the mutants studied were mapped in the linkage group II, with the exception of R7-10 mapped in the linkage group I and the mutants R8-10 and R9-10, which mapping could not be achieved. Test for allelism were undertaken with some resistant strains to show whether the genes mapped to the group of linkage II were allelic or not- to the AcrA1 gene, mapped by ROPER & KAFFER (1957). The distance of the resistance marker to the wA3 gene was taken as a basis in the choice of the strains to be tested. Based on the reported results a new denomination for the mutants here isolated as well as for thow described by ROPER & KAFFER(1957)is proposed, using the following 1etters:E (from ethidium) ,A (from acrif1avine) and R (from resistance). Thus, the AcrA1 mutant would be identified as EarA1; the EtbA1, as EarC1 and so far, depending repor sequence of its description. Furthermore, when present in the culture medium riboflavine showed an arttagonistic effect in relation to the EB toxicity. The same was not found in the case of acriflavine / Mestrado / Mestre em Genetica
3

O genero sterculia L. no Brasil : revisão taxonomica e aspectos da biologia da reprodução

Taroda, Neusa 17 July 2018 (has links)
Orientador: Neusa Diniz da Cruz / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-17T06:00:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Taroda_Neusa_M.pdf: 10098056 bytes, checksum: e2954d99ef82d9132d2d84eda3b7e013 (MD5) Previous issue date: 1980 / Resumo: Neste trabalho, foi realizada uma revisão na taxonomia do gênero Sterculia L. no Brasil. Paralelamente, alguns aspectos da biologia da reprodução foram abordados, bem como determinado o número de cromossomos para duas espécies deste gênero. Os estudo taxonômicos permitiram a elaboração da descrição de cada uma das espécies, a construção de mapas com a distribuição geográfica (dessas espécies) e de chave para a identificação das mesmas. Das 16 espécies descritas para o Brasil, somente 11 foram consideradas válidas e distintas: S. pilosa Ducke e S. roseiflora Ducke, foram consideradas como sinônimos de S. speciosa Schum. E S. frondosa Rich., respectivamente; a validade das espécies S. megalocarpa Smith, S. goyazensis Glaziou e S. excelsa Mart. Não pôde ser discutida face a ausência de material para esta análise. A maior parte das espécies de Sterculia ocorre na região amazônica, onde é observada a maior diversidade. Duas espécies, S. chicha St. Hil e S. striata St. Hil. et Naud., fogem deste padrão de distribuição, aparecendo nos estados da região Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. O estudo da biologia floral realizado em S. chicha demonstrou que esta espécie é miiófila. As espécies de moscas consideradas como agentes polinizadores mais efetivos, no local onde foram realizadas as observações, foram Ornidia obesa, Cochliomya macellaria e 3 espécies do gênero Chysomya (C. chloropyga, C. albiceps e C. megacephalla)... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The present study consists of a taxonomic revision of the genus Sterculia in Brazil. In parallel, various aspects of reproductive biology were investigated and the chomosome number of two species of this genus was determined. Descriptions and maps of their geographic distribution are provided for each species along with a key for identification. Of the 16 species described for Brazil, only 11 are considered valid and distinct S. pilosa Ducke and S, roseiflora Ducke are considered to be synonyms of S. speciosa K. Schum. And S. frondosa Rich. Respectively. The validity of the species S. megalocarpa Smith, S. goyazensis Glaziou and S. excelsa Mart. is not discussed as no material was available for study. The majority of the species of Sterculia occur in the Amazon region, where the greatest diversity is also observed. Two species S. chichi St. Hil and S. striata St. Hil et Naud. Diverge from this distribution pattern and occur in the South-east, Centre-west and Northeastern region of Brazil. Studies of floral biology in S, chichi St. Hil. show that the species is myophilous. The dpecies of flies which were considered to be most effective pollinators, in the area where observation were made, were Ornidia obesa, Cochliomya macellaria and three species of the genus Chrysomya (C. chloropyga, C. albiceps and C. megacephalla)... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Biologia Vegetal / Mestre em Ciências Biológicas
4

Aspidosperma Mart., nom. cons. (Apocynaceae) : estudos taxonomicos

Marcondes-Ferreira Neto, Washington 02 September 1988 (has links)
Orientador: Luiza Sumiko Kinoshita Gouvea / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-17T05:14:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Marcondes-FerreiraNeto_Washington_D.pdf: 7690099 bytes, checksum: 1d7442f28973968aa3d79a2b36ce65cc (MD5) Previous issue date: 1988 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Doutorado / Biologia Vegetal / Doutor em Ciências
5

Contribuição ao conhecimento taxonomico das especies do genero gomphrena L(Amaranthaceae) que ocorrem nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

Siqueira, Josafa Carlos de 17 July 2018 (has links)
Orientador : Graziela Maciel Barroso / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-17T14:08:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Siqueira_JosafaCarlosde_D.pdf: 14647049 bytes, checksum: 7b3c13d131edc676fbf7c6d14adbf80e (MD5) Previous issue date: 1983 / Resumo: O presente trabalho é uma contribuição para o conhecimento taxonômico de 27 espécies do gênero Gomphrena L. (Amaranthaceae), encontradas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Estas regiões são as mais significativas quanto ao aspecto da distribuição geográfica das espécies brasileiras do gênero. A maioria das espécies estudadas são procedentes dos cerrados e campos rupestres. Os estudos taxonômicos destas espécies permitiram a elaboração de descrições, chaves para a identificação das secções e espécies, construção de mapas e comentários sobre a distribuição geográfica, e sobretudo, discussões sobre afinidades e sinonímias destas espécies. As espécies relacionadas neste trabalho, estão distribuídas em 4 secções: Gomphrena L., Gomphrenula Seub., Stachyanthus Seub. e Xerosiphon (Turcz.) Moq. Das 32 espécies, citadas para as regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, somente 27 destas foram consideradas válidas e distintas. As espécies G. pungens Seub., G. riedelii Seub., G. macrocephala St. Hil. e G. equisetiformis R.E.Fries, foram consideradas como sinônimos de G. prostata Mart., G. agrestis Mart., G. officinalis Mart. e G. aphylla Pohl ex Moq., respectivamente / Abstract: The present paper is a contribution to the taxonomic study of 27 species of the genus Gomphrena L. (Amaranthaceae) found in southeast and central Brazil. These regions are the most interesting ones in Brazil in relation to the geographic distribution of the Brazilian species of the genus. The majority of the species dealt with in the text come from the "cerrados" and "campos rupestres". The autor presents detailed descriptions of the species, distribution maps, keys for identification of sections and species and discussion of affinities and synonimy. The species dealt with in the text belong to 4 sections: Gomphrena L., Gomphrenula Seub., Stachyanthus Seub. and Xerosiphon (Turcz.) Moq.. Of the 32 species refered to southeast and central Brazil, only 27 were considered to be valid and distinct species. G. pungens Seub., G. riedelii Seub., G. macrocephala St. Hil. and G. equisetiformis R.E.Fries were considered synonyms of G. prostata Mart., G. agrestis Mart., G. officinalis Mart. and G. aphylla Pohl ex Moq., respectively / Doutorado / Mestre em Ciências Biológicas
6

Efeito de uma fração derivada do veneno de Crotalus durissus terrificus na evolução clinica da encefalomielite experimental auto-imune e na ativação de linfocitos T

Garcia, Flavia 03 August 2018 (has links)
Orientador: Leonilda Maria Barbosa dos Santos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T19:25:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Garcia_Flavia_M.pdf: 784656 bytes, checksum: 385fe85499774a8f5f11a26bb4ae6615 (MD5) Previous issue date: 2003 / Mestrado
7

As relações dos alunos com o saber na atividade de produção de documentário científico no ensino de biologia

Cázon, Heron Omar Arraya January 2016 (has links)
Orientadora: Profª. Drª. Odisséa Boaventura de Oliveira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/03/2016 / Inclui referências : f. 136-140 / Linha de pesquisa: Cultura, escola e ensino / Resumo: Este trabalho aborda o conceito da Relação com o Saber na produção de documentários científicos por alunos do terceiro ano da disciplina de biologia do Ensino Médio, de um colégio público na cidade de Curitiba. Investiga-se a mobilização dos alunos nesta atividade: suas relações particulares com o saber, com a ciência, com o mundo, consigo mesmo e com os outros. Dentre os documentários produzidos, foi escolhido um para análise, intitulado "Anomalias cromossômicas: Um Olhar sobre a Síndrome de Down". Para tal análise, fez-se uma aproximação entre os referenciais teóricos da Análise de Discurso e da Relação com o Saber, criando-se a imagem de um cubo, uma matriz com os eixos x (interdiscurso), y (intradiscurso) e z (relação com o saber). Foi feito também a análise da técnica utilizada pelos alunos. Conhecer a história de vida dos estudantes e seus contextos sociais foi o que possibilitou correlacionar memória discursiva, relação com o saber e sentidos mobilizados na atividade de produção. A investigação como um todo se deu por meio do acompanhamento de grupos de estudantes desde a introdução teórica sobre o documentário, passando pela escolha do tema, pesquisa, construção do roteiro, entrevista com pesquisadores da área científica, até a finalização do audiovisual. Foi observado na análise, a mobilização, ou seja, o aluno atribuiu sentido ao trabalho, sentiu prazer em aprender, se sentiu fazendo parte do trabalho, foi afetado pela língua, usou da criatividade e da imaginação para compor o documentário. Palavras-chave: Discurso. Autoria. Relação com o Saber. Ensino. Aprendizagem. / Abstract: This study discusses the concept of Relationship to Knowledge in the production of scientific documentaries, whose authors are students of the third year of high school in biology discipline of a public school in Curitiba. It is investigated the mobilization of students in this activity: their special relationship to knowledge, to science, to the world, to themselves and to others. Among the documentaries produced one of them was chosen for analysis, entitled "Chromosomal abnormalities: a look at the Down Syndrome". For this analysis, it was made an approximation between the theoretical references of Discourse Analysis and Relationship to Knowledge, creating the image of a cube, a matrix with the axes x (interdiscourse), y (intradiscourse) and z (relationship to knowledge). It was also made an analysis of the technique used by the students. Knowing the history of student's lives and their social contexts made it possible to correlate their discursive memory, their relationship to knowledge and the mobilized senses in the activity of production. The investigation as a whole was through the monitoring of the group of students from the theoretical introduction to documentary, through the choice of theme, research, script construction, interview with researchers from the scientific area until the completion of the audiovisual. It was observed in the analysis, mobilization, which means that students gave meaning to the activity, felt pleasure in learning, felt part of the work, was affected by language, used creativity and imagination to compose the scientific documentary. Keywords: Discourse. Authorship. Relationship to knowledge. Teaching. Learning.
8

Aspectos biologicos de muscima stabulans (Fallen, 1817) Diptera: muscidae), em condições laboratoriais

Mascarini, Luciene Maura 19 July 2018 (has links)
Orientador: Angelo Pires do Prado / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-19T22:49:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mascarini_LucieneMaura_M.pdf: 2878852 bytes, checksum: c67d8a05f4e2d25ab8a76a31b622405d (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Muscina stabulans (F allén, 1917) (Diptera: Muscidae) destaca-se entre diversos artrópodes, por sua abundância em locais confinados, devido ao acúmulo de fezes por longos períodos. Este trabalho apresenta alguns aspectos de sua biologia, através de coletas realizadas na Granja Capuavinha, município de Monte-Mor, São Paulo, e da sua posterior colonização em laboratório. Foram realizados vários experimentos em temperatura controlada, onde inicialmente observou-se o rítmo e taxa de eclosão das larvas em 14 diferentes temperaturas (8,10,12,14,16,18,20,22,24,25,26,27,29 e 31 oC.). O desenvolvimento dos estágios imaturos ( larva e pupa) foi observado e quantificado para construção de Tabela de Vida em duas diferentes temperaturas constantes - 20 e 260C e para a determinação da constante térmica da espécie, dada em graus/dia. Os resultados mostram que tanto para a eclosão das larvas, como para todo o desenvolvimento dos estágios imaturos, o tempo de desenvolvimento foi inversamente proporcional a temperatura, mostrando que a espécie pode não estar bem adaptada a temperaturas elevadas. A tabela de vida, realizada pelo programa "Life Basic 48", levantou várias taxas importantes, e entre elas destaca-se o Rm, maior a 200C que a 260C. O cálculo da constante térmica expresso em graus/dia foi realizado pela linearização da curva obtida em laboratório de 4 temperaturas constantes (16, 20, 26 e 310C), apresentando uma temperatura base padrão de 4.390C e K=35.30 GD. e segundo Ricker tb= 7.800C e K=28.93 GD / Abstract: Muscina stabulans (Fallén, 1817) (DIPTERA: MUSCIDAE) detachs among several arthropods, by its abundance in places of animal 's border, proper dreg's accumule by long periods. This work presents some aspects by its biology through collects realized at Granja Capuavinha, Monte Mor Community, SP and about its posterior colonization in laboratory. Several experiments were realized in controled temperature, where initially observed the rithm and the tax larva! hatched in 14 differents temperatures (8, 10, 12 14, 16, 18, 20, 22, 24, 25, 26, 27, 29 e 31°C). The development of the immature stages (larva and pupa) were obseved and quantified for construction of life table in two differents constant temperatures 20 and 26 ° C and for determination of constant termic species, gives in degree day. The results show us that as to the eggs hatched than to alI the development of immature stages, the development time wasinversaly proportional to the temperature, showing us that the species can't be adapted in high temperatures. The life table realized by computer, has rised several importants tax and among them, detachs o Vm, bigger a 26°C than on 20°C. The calculate of constant termic expressed in degree-day was realized by linearing of the curve got in laboratory of 4 constant temperature (16, 20,26 e 31 ° C) presenting a standard temperature base of4,39°C e K= 35,30 GD and according the Ricker Methods: tb= 7,8°C e K= 28,93GD / Mestrado / Parasitologia / Mestre em Ciências Biológicas
9

Ecologia quimica na interação ithomunae (lepidoptera:nymphalidae) echitoideae (angiospermae:apocynaceae)

Trigo, José Roberto, 1956-2017 10 February 1988 (has links)
Orientador : Keith Spalding Brown Jr / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-17T06:14:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Trigo_JoseRoberto_M.pdf: 10199130 bytes, checksum: 207e07d24a00da5710a7b5c8689fe2f2 (MD5) Previous issue date: 1987 / Resumo: Neste trabalho foram estudado vários aspectos da interação entre lthomiinae e suas plantas hospedeiras da larva, pertencentes a subfamília Echitoideae (Apocynaceae), com realce na mediação química dos alcalóides pirrolizidínicos (PAs). A variação e função dos PAs nestes ithomiíneos também foi estudada. As espécies estudadas foram: Tithorea harmonia pseudethra na região de Mogi-Guçú, Aeria olena olena na região de Campinas e Serra do Japi, SP, Brasil. As plantas hospedeiras da larva destas duas espécies são Prestonia acutifolia e p. coalita, respectivamente. Para comparação com um ithomiíneo cuja larva se alimenta de Solanaceae, foi estudado Mechanitis polymnia casabranca na região de Campinas. A planta hospedeira desse ithomiíneo é Solanum paniculatum, além de outras espécies de Solanum. As variações do tamanho populacional de Aeria olena e Tithorea harmonia têm padrão semelhante. Um alto número de indivíduos ocorre no período úmido de março a maio. O tamanho populacional decresce em junho/julho no período seco, voltando a aumentar somente em fevereiro/março do ano seguinte. Estas populações parecem ser reguladas pela disponibilidade de plantas hospedeiras, que por sua vez têm suas fenologias associadas ao clima. Machos de Aeria olena visitam fontes de néctar com PÁS mais freqüentemente do que outras fontes de néctar. Machos desta espécie também visitam fontes de néctar com PAs mais freqüentemente que fêmeas. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Aspects of the interaction between Ithomiinae and larval host plants of subfamily Echitoideae (Apocynaceae) were studied, with emphasis on the chemical role of pyrrolizidine alkaloids (PAs). The function of the PAs in these ithomiine and their temporal and spacial variation were aIso studied. The species studied were Tithorea harmonia pseudethra in the region of Mogi-Guaçú, and Aeria olena olena in Campinas and Serra do Japi, both in the state of São Paulo, Brazil. Prestonia acutifolia and P. coalita were the respective larva I host plants of these two insects. Mechanitis polymnia casabranca was studied to provide a comparasion with a solanaceous feeding ithomiine. The larvaI host plants of the latter species are Solanum paniculatum and other Solanum species. Aeria olena and Tithorea harmonia have a similar temporal pattern of variation in population size. Large populations are found under humid conditions from March to May. In June and July, during the dry season, population decrease and return to increase only in the following February and March. These populations seem to be regulated by larval host plant availability; changes in the phenology of larval host plants are associated with climatic cycles. Males of Aeria olena visit in decreasing order the following sources of PAs: Eupatorium maximilianum, Heliotropium transalpinum and Ageratum conyzoides. Qualitative observations showed that Mechanitis rarely visits Heliotropium transalpinum and Ageratum conizoides. ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Ciências Biológicas
10

Controle da germinação em Beta vulgaris L. cv. Britta

Klein, Edna Scola 14 December 1987 (has links)
Orientador: Maria de Fatima D. Aleixo Pereira / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-17T14:05:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Klein_EdnaScola_M.pdf: 3389663 bytes, checksum: c2c260b2c7fd18791f4b6dfa8a5fe855 (MD5) Previous issue date: 1987 / Resumo: A beterraba açucareira foi introduzida no Brasil para ser utilizada como material alternativo para a produção de álcool e tem, na baixa taxa de germinação o fator que mais afeta a produção. Os baixos níveis de emergência, no campo, e de germinação, em laboratório, têm sido associados a presença do pericarpo que envolve a semente e ao nível de hidratação do meio. Neste trabalho tentou-se elucidar os possíveis mecanismos, que, devido a estes dois fatores, poderiam atuar na inibição da germinação de sementes do cultivar Britta de Beta vulgaris. A germinação das sementes de beterraba açucareira é dependente da hidratação do substrato onde foram colocadas para germinar. Em condição de excesso de água a taxa de germinação foi menor do que aquela em pouca hidratação. Isto parece estar associado ao pericarpo e à absorção de oxigênio pelas sementes, uma vez que, sementes nuas germinam independentemente do nível de umidade, assim como sementes intactas em meio enriquecido com este gás. Um dos fatores que pode estar associado à inibição da germinação de sementes do cultivar Britta, em condição de excesso de água no meio e a formação de uma barreira liquida, devido ao tecido bastante poroso do pericarpo, que ao absorver grande quantidade de água durante a embebição, pode retê-la. Isso dificultaria o acesso de oxigênio do meio para o embrião, já que em meio liquido a difusão desse gás é menor que no ar, diminuindo assim a disponibilidade do gás para o embrião. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Not informed. / Mestrado / Biologia Vegetal / Mestre em Ciências Biológicas

Page generated in 0.059 seconds