• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 24
  • Tagged with
  • 24
  • 24
  • 11
  • 10
  • 8
  • 8
  • 7
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo das propriedades de blendas Poli (OXIETILENO) / Carbopol

Kanis, Luiz Alberto January 1998 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química. / Made available in DSpace on 2012-10-17T07:31:19Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-09T00:16:21Z : No. of bitstreams: 1 181647.pdf: 15300824 bytes, checksum: 27d6248232a8a9755102975ad100aa58 (MD5) / A obtenção e análise micro e macroscópica de novos materiais poliméricos, resultantes da mistura física de dois ou mais polímeros tem merecido muita atenção nos últimos anos. As blendas foram preparadas sob agitação mecânica, variando-se as percentagens em massa dos componentes. Neste trabalho estudou-se a miscibilidade e as propriedades de blendas de Poli(oxietileno)[PEO] (semicristalino) e Carbopol (amorfo) , através de análises espectrosocópicas, térmicas, microscópicas e mecânicas.
2

Preparação e caracterização de filmes de blendas de quitosana/poli(álcool vinílico) incorporados com clorofilina cúprica de sódio

Vanz, Georgia 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Programa de Pós-Graduação em Químca, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T05:33:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 278136.pdf: 4621874 bytes, checksum: cb2ab4b8341d4f622d59b06710579b1a (MD5) / Neste estudo foram sintetizadas nanopartículas de ZnO pelo método dos Precursores Poliméricos e as mesmas foram caracterizadas pelas análises de FEG e EDX. A análise de FEG mostra partículas esféricas homogêneas, com tamanhos de distribuição uniforme compreendendo uma faixa de 55nm a 100nm aproximadamente. A análise dispersiva de raio X (EDX) mostra a presença dos elementos Zn e O (94,93% e 5,07%, respectivamente) nas partículas formadas. Ainda, no presente estudo, foram desenvolvidos filmes de blendas de quitosana/poli(álcool vinílico) (3:1; 3:2 e 1:1) incorporados com 2,5% e 5% de clorofilina cúprica de sódio (CCS) e filmes de blendas quitosana/poli(álcool vinílico) 1:1 incorporados com 5% de CCS e ZnO (5% e 7,5%) utilizando a técnica de casting. As amostras de filmes resultantes foram caracterizadas por IV, TG, DSC e MEV. Além disso, foram avaliadas as suas propriedades mecânicas e algumas amostras foram submetidas a teste de atividade antibacteriana. A análise de TG mostra uma maior estabilidade térmica para os filmes com maior fração de PVA na blenda polimérica incorporada com 5% de CCS e menor estabilidade térmica para os filmes com maior quantidade de ZnO na matriz polimérica. As micrografias para os filmes formados revelam certa rugosidade, sendo esta aumentada com o aumento de CCS na matriz. Algumas micrografias mostram ainda, a presença de pequenas rachaduras na estrutura interna dos filmes. Os ensaios mecânicos indicam um aumento na maleabilidade dos filmes com o aumento do teor de PVA e diminuição da quantidade de CCS incorporada. Os filmes contendo ZnO na sua composição foram os que apresentaram maior rigidez. O teste de atividade antibacteriana mostra uma maior eficiência dos filmes contendo 5% de CCS e 7,5% de ZnO na redução de microrganismos viáveis, sendo que de um modo geral os filmes testados provocaram uma maior diminuição de bactérias gram-negativas (Escherichia Coli).
3

Estudo da miscibilidade de blendas de poli(óxido de etileno) e poli(succinato de etileno)

Amorim, Alexandra Mara de January 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química. / Made available in DSpace on 2012-10-22T02:16:50Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / As propriedades e a miscibilidade das blendas dos dois componentes semi-cristalinos, poli(óxido de etileno) [PEO] e poli(succinato de etileno) [PES] foram avaliadas, através de análises espectrofotométricas, térmicas, mecânicas e viscosimétricas. Os resultados de viscosimetria e análise térmica demonstraram que a blenda é miscível até a adição de 60%(m/m) PES, e as análises de FTIR sugerem que forças intermoleculares do tipo dipolo-dipolo entre o carbono sp2 da carbonila (positivamente polarizada) do PES e o oxigênio (negativamente polarizado) do PEO, são responsáveis pelas interações específicas. As análises de DSC demonstraram uma única transição vítrea para as blendas com até 60% PES, indicativo de miscibilidade. Nos ensaios de tração, conclui-se que a adição de 20% (m/m) de PES ao PEO resulta em um aumento considerável do módulo de Young, sem grande perda na capacidade elástica da blenda. A presença de PES na blenda diminui a estabilidade térmica do PEO. Os valores de energia de ativação sugerem um mecanismo de degradação via cisão randômica da cadeia polimérica.
4

Preparação e caracterização de blendas de poliamida 6/ elastomeros de EPDM

Barra, Guilherme Mariz de Oliveira January 1997 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico / Made available in DSpace on 2013-12-05T20:32:51Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: null / Foi estudado a modificação sob impacto da poliamida-6 (PA6), através da produção de blendas com o copolímero de etileno-propileno-etilideno norborneno (EPDM) e/ou com EPDM enxertado com anidrido maleíco (EPDM-g-AM). A reação de enxerto para a obtenção do EPDM-g-AM continha EPDM, anidrido maleico (AM), peróxido de benzoila como inciador, solubilizados em clorobenzeno, mantidos a 80 C, sob agitação por três horas. O teor de anidrido maleico incorparado ao EPDM foi avaliado por espectroscopia no infra-vermelho. Análises de densidade, infra-vermelho e térmica indicaram que as blendas, em todas as proporções em peso, são imiscíveis. As micrografias, obtidas por microscopia eletrônica de varredura, mostraram domínios da fase elastomérica em uma matriz de PA6 para os sistemas estudados. Com o aumento da quantidade de EPDM-g-AM, observou-se uma diminuição no tamanho dos aglomerados de borracha e uma melhora aparente na distribuição dos domínios elastoméricos, a qual foi confirmada pelos resultados obtidos de análise elementar de CHN. As blendas de PA6/elastômeros funcionalizados apresentaram uma melhora significativa na resistência ao impacto em relação a PA6.
5

Propriedades térmicas, espectroscópicas e eletroquímicas

Franzoi, Ana Cristina January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química. / Made available in DSpace on 2012-10-23T13:54:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 240096.pdf: 2478319 bytes, checksum: fd2f29da21b4b6c7476e26675f6f8bf0 (MD5) / Neste trabalho foi estudada a formação de complexos entre o polímero poli(vinilpirrolidona) (PVP) e blendas poli(vinilpirrolidona)/poli(4-vinilpiridina) (PVP/P4VP) e o íons Cu(II) na presença de tiocianato. Os espectros na região do infravermelho (IV) dos complexos PVP/Cu(II) mostram que a complexação ocorre pela coordenação entre os íons Cu(II) e o oxigênio carbonílico e com os ânions tiocianato coordenados através dos átomos de nitrogênio. As curvas de termogravimetria (TG) e de calorimetria diferencial exploratória (DSC) mostram influência dos íons Cu(II), que reduzem a temperatura de degradação do PVP, bem como valores de Tg pouco maiores que para o PVP puro. Os resultados para as blendas mostram que os polímeros são miscíveis, principalmente com relação às curvas de DSC, que mostram apenas um valor de Tg. Os resultados para os complexos obtidos entre Cu(II) e a blenda PVP/P4VP mostram que a complexação ocorre entre os íons Cu(II) e os componentes da blenda, apresentando deslocamentos nas bandas de estiramento C=O e C=N. As propriedades térmicas são modificadas, apresentando redução na temperatura de degradação da blenda e apenas um valor de Tg, consistente com um caráter miscível para o sistema. O comportamento eletroquímico do eletrodo de cobre em meio de tiocianato e PVP, evidenciam a potencialidade deste polímero em modificar as propriedades do eletrodo, como redução na densidade de corrente anódica, e dependentes da concentração do polímero, de sua massa molar e da concentração hidrogeniônica do meio. O filme gerado eletroquimicamente apresenta espectro de IV e curvas de TG similares aos complexos preparados.
6

Preparação e caracterização de blendas de amido termoplástico com poli (ácido lático) enxertado com anidrido maleico

Clasen, Samuel Hammes January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Programa de Pós-Graduação em Química, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2014-08-06T18:10:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326338.pdf: 1069847 bytes, checksum: 23e89434346c5cf064279e82e34a9468 (MD5) Previous issue date: 2014 / A utilização de materiais biodegradáveis e de fonte renovável, em diferentes setores industriais e comerciais, está em crescente avanço pela necessidade da diminuição dos impactos ambientais gerados em parte pela utilização de materiais petroquímicos não biodegradáveis. Neste cenário, o amido se destaca por ser renovável, ter baixo curto de produção e ser biodegradável. Entretanto, o amido termoplástico (ATp) apresenta características físico-químicas e mecânicas que inviabilizam a sua utilização, tornando-se necessária a incorporação de componentes que promovam mudanças nesta propriedades. A incorporação de poli(ácido lático) (PLA) a matriz de ATp vem despertando interesse dos pesquisadores por suas propriedades mecânicas e de barreira ao vapor de água. Neste trabalho foram estudadas blendas de ATp/PLA enxertado ou não com anidrido maleico (AM). A reação de enxerto e a formação da blenda ocorreram em meio fundido por extrusão ou reometria. Dois diferentes procedimentos experimentais foram utilizados para obtenção das blendas de ATp/PLA: i) PLA previamente enxertado com AM e posterior mistura com ATp e ii) simultâneo enxerto do PLA e obtenção das blendas. O enxerto de AM à cadeia polimérica de PLA foi maior nas amostras produzidas em uma única etapa em relação à amostra produzida com prévio enxerto do PLA. Os laminados produzidos em uma única etapa apresentaram maior deformação e menor tensão na ruptura quando comparados aos laminados de ATp/PLA sem enxerto de AM. O laminado produzido da amostra obtida por reômetria com prévio enxerto apresentou a maior deformação e uma tensão na ruptura na mesma magnitude que os laminados sem processamento. No que se refere à morfologia, os laminados das blendas obtidos com o PLA modificado apresentaram adesividade na interface e redução dos domínios de PLA na matriz de ATp. Os laminados obtidos por reometria apresentaram uma menor permeabilidade ao vapor de água quando comparados aos laminados obtidos por extrusão. O PLA extraído das blendas produzidas no reômetro apresentou uma redução significativa na massa molar em relação ao PLA sem processamento indicando uma degradação do material. A blenda obtida por reometria com prévio enxerto do PLA foi o que apresentou melhores resultados em todas as propriedades estudadas, destacando-a para possível aplicação como bandejas para a indústria de alimentos.<br> / Abstract : The use of biodegradable materials and renewable resources, in different industrial and commercial sectors, has been remarkably growing since there is a need for reduction of environmental impacts caused by the use of non-biodegradable petrochemical materials. In this scenario, starch points outdue to the characteristics of biodegradability, renewability and low cost. Starch has physico-chemical and mechanical properties which prevent their use, incorporation of components that promote changes in the physico-chemical properties. The incorporation of poly(lactic acid) in thermoplastic starch matrix has been attracting interest of researchers due to its improved mechanical properties and as a barrier to water vapor. In this study, blends of TPS/PLA with or without grafted maleic anhydride (MA ) were studied. The graft reaction and the formation of the blends were cast by using extruder and torque rheometer. Two different experimental procedures were used in order to obtain blends of TPS/PLA: i) PLA was previously grafted with MA and then blends were formed with TPS and ii) simultaneously obtainment of graft PLA and the blends in a single step. The MA graft into the polymer chain PLA was higher in samples produced in one step than in sample produced with prior graft PLA. The laminates produced in a single step showed higher elongation and lower tensile strength when compared to TPS/PLA without graft MA. The laminate produced samples taken in a torque rheometer with previous graft had the highest elongation and tensile stress in the same magnitude as the laminates without modification. The laminates of the blends obtained with the modified PLA showed morphologies with reduced areas of PLA and continuity at the interface between the domains of TPS matrix and PLA. The laminates obtained using the rheometer had a lower water vapor permeability as compared to laminates obtained in the extruder. PLA extracted from blends produced in rheometer showed significant reduction in molecular weight indicating a degradation of the material. The laminate prepared in advance of the rheometer with graft PLA showed the best results in all studied properties, highlighting it for possible application as trays in food industry.
7

Obtenção de nanopartículas de PLLA e nanopartículas blenda PLLA/PMMA e PLLA/PS para incorporação de um análogo da isoniazida

Peres, Luana Becker January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química / Made available in DSpace on 2013-06-25T19:42:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 308266.pdf: 1458136 bytes, checksum: 47b833947d2d297f894e010920013db6 (MD5) / Nanopartículas poliméricas apresentam grande potencial de aplicação como carreadores de fármacos. Suas características típicas de liberação lenta e sustentada, além da viabilidade de aplicação através de variadas rotas de administração, favorecem o aumento da biodisponibilidade do fármaco e a redução dos efeitos colaterais. Polímeros biocompatíveis e biodegradáveis apresentam características importantes para aplicação biomédica como sistemas nanoparticulados. No entanto, algumas propriedades dos biopolímeros como o alto grau de cristalinidade dificultam seu processamento. Nanopartículas blendas de biopolímeros e polímeros sintéticos derivados do petróleo constituem uma alternativa para a obtenção de novos produtos, que apresentam propriedades complementares interessantes para uso em sistemas de liberação sustentada de fármacos. Neste contexto, o presente trabalho propõe o desenvolvimento de nanopartículas de PLLA (poli(L-ácido lático) e nanopartículas blenda de PLLA/PMMA (poli(metacrilato de metila)) e PLLA/PS (poliestireno) através da técnica de miniemulsificação/ evaporação do solvente, polimerização em miniemulsão e polimerização em emulsão semeada para incorporação de um fármaco hidrofóbico análogo da isoniazida. Os resultados obtidos mostram que a estabilidade das miniemulsões de PLLA e o diâmetro médio das nanopartículas são diretamente influenciados pela concentração de polímero, bem como pelo tipo de surfactante e solvente orgânico. As imagens de microscopia (MET) aliadas às temperaturas de transição vítrea (determinadas por DSC) apontam para a formação de blendas de PLLA/PMMA miscíveis através da técnica de miniemulsificação/evaporação do solvente e imiscíveis por polimerização em miniemulsão. A morfologia encontrada para as nanopartículas de PLLA/PS indica a formação de uma blenda imiscível com estruturas do tipo casca-núcleo. Foi possível incorporar até 5% de fármaco (m/m, em relação à massa de PLLA) às nanopartículas sem que ocorresse a perda de estabilidade das miniemulsões e com eficiência de encapsulação superior a 85%. As nanopartículas blenda de PLLA/PMMA, em especial aquelas com maior concentração de PMMA, apresentaram maior eficiência de encapsulação (aproximadamente 90%). / Polymeric nanoparticles have considerable potential for drug delivery system purposes. Their typical slow and sustained release, as well as feasibility of variable routes of administration, enables improvement of drug bioavailability and reduction of side effects. Biocompatible and biodegradable polymers have interesting characteristics for biomedical application as nanoparticulated systems. On the other hand, some properties of the biopolymers such as high crystallinity encumber their processing. Bio/synthetic (petroleum-derived) polymers nanoparticle blend represents an alternative to the development of new materials with improved properties for the drug delivery systems use. This work discusses the development of PLLA (poli(L-lactic acid)) nanoparticles and PLLA/PMMA (poli(methyl methacrylate)) and PLLA/PS (polystyrene) nanoparticle blends by miniemulsification/solvent evaporation, miniemulsion and seeded emulsion polymerization methods for hydrophobic drug-loaded nanoparticle application. The results show that PLLA miniemulsions stability and nanoparticle size suffer direct influence by the polymer concentration, surfactant type and polymer solvent. Regarding the nanoparticles blend, the preparation method and PMMA presence induced the PLLA crystallinity loss. The microscopic images (TEM) and glass transition temperatures (specified by DSC) indicate the formation of miscible PLLA/PMMA blends obtained by miniemulsification/solvent evaporation technique; and imiscible by miniemulsion polymerization. The PLLA/PS nanoparticles morphology indicates towards the formation of an immiscible blend with core-shell structures. Stable drug loaded nanoparticles and encapsulation efficiency of 85% were obtained with up to 5% of drug (wt/wt, relative to the PLLA mass). The nanoparticle PLLA/PMMA blends, particularly those with larger PMMA concentration, exhibited better encapsulation efficiency (approximately 90%).
8

Blendas de hidroxipropilmetilcelulose/poli(1-vinilpirrolidona-co-acetato de vinila) ou alginato de sódio

Zaccaron, Claudia Menegaz January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química. / Made available in DSpace on 2013-07-16T00:40:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 221572.pdf: 1395947 bytes, checksum: 0446ee630fc4eed6f0dd0f8b6aa7f9e5 (MD5) / Neste trabalho estudou-se a miscibilidade, as propriedades mecânicas e a estabilidade térmica de filmes formados por hidroxipropilmetilcelulose (HPMC) e poli(1-vinilpirrolidona-co-acetato de vinila) - P(VP-co-VAc) ou alginato de sódio (SA). Análises (infravermelho, térmicas e morfológicas) sugeriram interações nas blendas HPMC/P(VP-co-VAc). Ensaios mecânicos revelaram o comportamento dúctil dos filmes com maiores quantidades de HPMC. Análises termogravimétricas indicaram que a blenda com 70% de HPMC é a mais estável termicamente. Os valores de energia de ativação, obtidos pelo método de Ozawa, sugeriram que a degradação do HPMC ocorreu por cisão das ligações fracas da cadeia. A degradação térmica dos filmes sugeriu a formação de álcoois e hidrocarbonetos insaturados. Em relação ao HPMC, CO2, CO, aldeídos, álcoois e éteres foram detectados como produtos voláteis. Já para o P(VP-co-VAc) foram detectados como voláteis ácido acético, amidas e NH3. Em relação ao sistema HPMC/SA, as análises sugeriram pouca interação entre os polímeros. Os valores de tensão de ruptura e alongamento são menores nas blendas que nos polímeros puros. A adição de alginato diminuiu a estabilidade térmica em relação ao HPMC puro. Os valores de energia de ativação foram maiores nas blendas. A degradação térmica do SA sugeriu a formação hidrocarbonetos insaturados e, como voláteis, CO2, CO e álcoois.
9

Obtenção e avaliação das propriedades físico-químicas de membranas poliméricas SPEEK/PANI de condução mista

Jesus, Jerusa Roeder January 2005 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Fisicas e Matematicas. Programa de Pós-graduação em Química / Made available in DSpace on 2013-07-16T01:04:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 212891.pdf: 2425754 bytes, checksum: 36625a614fc4ff609afb415eb842e75a (MD5) / A mistura física entre polímero condutor protônico, poli(éter éter cetona) sulfona [SPEEK], e polímero condutor eletrônico, polianilina [PANI], pode levar a obtenção de membranas de condução mista. O foco deste trabalho foi à obtenção e avaliação das propriedades físico-químicas de membranas poliméricas SPEEK/PANI de condução mista para aplicação na interface membrana/eletrodo em células combustíveis. Foram estudadas duas metodologias de preparo das membranas: dissolução dos polímeros em solvente comum e síntese da PANI na matriz ácida de SPEEK. A protonação da PANI com SPEEK, o efeito do solvente e quantidades necessárias de SPEEK no sistema para a obtenção de PANI condutora foram avaliadas. Propriedades específicas das membranas como permeabilidade, difusão, solubilidade e seletividade a gases, morfologia, condutividade protônica/eletrônica e estabilidade térmica mostraram a viabilidade do sistema proposto. A morfologia da interface eletrodo membrana de SPEEK/PANI apresentou-se homogênea e estável e os ensaios de permeabilidade a úmido do sistema mostraram que pode desempenhar a função de separar hidrogênio e oxigênio na interface eletrodo/membrana. A condução mista foi verificada pela obtenção das condutividades eletrônica e protônica da ordem de 10-5 S cm-1 e 6 10-2 S cm-1, respectivamente, tornando o sistema apto para participar do transporte de elétrons e prótons.
10

Análise das propriedades micro e macroscópicas de blendas de poliamida 4,6/poliamida6

Araújo, Rogério Gomes January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais. / Made available in DSpace on 2012-10-20T07:06:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 188380.pdf: 1725802 bytes, checksum: f90a6f4c0837d7ac8c838fa3db81c509 (MD5) / No presente trabalho foram estudadas as propriedades micro e macroscópicas de blendas poliméricas de poliamida 4,6 / poliamida 6, nas composições de 95, 90, 80, 70, 50, 30, 20 e 10% em peso de poliamida 4,6. As blendas foram preparadas através de mistura física no estado fundido, utilizando-se o processo de injeção. O teor de absorção de água em função do tempo, para três diferentes composições das blendas e dos componentes puros, foi avaliado em corpos de prova submersos em água e expostos a ambientes com 80% de umidade relativa. A taxa de absorção de água, bem como o grau de saturação, mostrou ter maior influência da concentração de PA 4,6 na composição da blenda do que de PA 6. Através dos resultados de calorimetria diferencial de varredura (DSC) foi sugerida a imiscibilidade do sistema, que concorda com os resultados da análise de difração de raios-X. Foram avaliadas as propriedades mecânicas de resistência ao impacto, resistência à tração, deformação na ruptura e módulo de elasticidade de tração. As blendas com composições a partir de 40% de PA 4,6 apresentaram propriedades de resistência à tração bem próximas das propriedades da PA 4,6 pura. As blendas apresentaram menor tenacidade que os componentes puros. O teor de água absorvida pelas misturas reduziu a resistência à tração no limite de escoamento e o módulo de elasticidade, aumentando a deformação na ruptura. O processo de injeção mostrou-se adequado para a obtenção das blendas cujas propriedades mecânicas, com exceção da resistência ao impacto, apresentaram um comportamento aditivo.

Page generated in 0.086 seconds