• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 112
  • 1
  • Tagged with
  • 113
  • 77
  • 29
  • 26
  • 25
  • 22
  • 21
  • 20
  • 17
  • 15
  • 15
  • 14
  • 14
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Eficácia acaricida de uma emulsão contendo linalol e cinamato de metila, frente à espécie de carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887)

Lara, Ricardo de Almeida January 2016 (has links)
Orientadora : Profª. Drª. Sandra Maria W. Zanin / Coorientadores : Prof. Dr. Francisco de Assis Marques; Prof. Dr. Marcos Vinicius Ferrari / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Defesa: Curitiba, 15/02/2017 / Inclui referências : f. 87-94 / Resumo: O tema carrapatos no Brasil e no mundo, tornou-se importante principalmente pelos aspectos negativos que estes ectoparasitas causam nas áreas de saúde, ambiental e econômica. Na saúde porque os hospedeiros sofrem pela infestação de carrapatos que também transmitem doenças. No ambiente por causa dos produtos químicos comerciais acaricidas usados e pela crescente resistência dos carrapatos a estes produtos disponíveis comercialmente, agravando o problema e econômicos pelos custos para controle e pelas perdas ocasionadas pelos carrapatos. O linalol e o cinamato de metila, componentes voláteis de óleos essenciais, possuem atividade comprovada sobre Aedes aegypti como também são bem menos agressivos ao meio ambiente que os acaricidas comerciais. Testes iniciais in vitro comprovaram a ação acaricida da mistura de linalol e cinamato de metila, provocando a morte de fêmeas ingurgitadas de carrapatos Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887), em 24 horas. A eficácia acaricida in vitro do linalol e cinamato de metila, misturados na proporção de 4:1 (m/m) respectivamente, identificado como ativo LCm, foi avaliada sobre fêmeas ingurgitadas de Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887) coletadas manualmente de gado holandês de lactação na Fazenda da UFPR. A ação acaricida, in vitro, com o ativo LCm nas concentrações de 10, 100, 250, 500, 750 e 1000 ?g/g em água e tween 80® como dispersante foi realizada. O ativo LCm emulsionado nas concentrações de 6, 10 e 12 mg/g foi aplicado sobre as fêmeas ingurgitadas. A aplicação do ativo LCm emulsionado foi realizada com o desenvolvimento de uma emulsão base estável com óleo mineral e goma arábica, sendo o ativo LCm adicionado à emulsão base no momento da aplicação sobre os carrapatos devido à sua volatilidade e instabilidade. O doseamento do ativo LCm foi desenvolvido no cromatógrafo líquido de alta resolução (CLAE). Após o banho de imersão, as fêmeas foram mantidas em placas de Petri no laboratório à temperatura ambiente. A atividade acaricida do ativo LCm diluído em água, mostrou-se inócua em relação a mortalidade e oviposição das fêmeas ingurgitadas. No teste acaricida com o ativo LCm emulsionado, a emulsão sem o ativo LCm, usada como branco no teste de imersão, apresentou atividade na mortalidade das fêmeas. A emulsão com o ativo LCm na concentração de 12 mg/g, apresentou no segundo dia do teste, mortalidade de 46,7 % acelerando o processo. A oviposição das fêmeas com a emulsão sem ativo LCm foi de 27,3 % e a da emulsão com 12 mg/g do ativo LCm foi de apenas 10,0 % de oviposição. A emulsão base foi diluída na proporção de 1:5 (m/m) em água e comparada novamente com a emulsão base sem diluição em um novo teste acaricida. A emulsão base, sem o ativo LCm, apresentou no terceiro dia de teste mortalidade de 48,3 % e a emulsão base diluída apresentou no quinto dia do teste mortalidade de 66,7 %, retardando o processo. A oviposição das fêmeas com a emulsão sem diluição foi de 37,9% e a da emulsão diluída foi de 100,0 % de oviposição das fêmeas. Novo teste deve ser realizado com a emulsão diluída como referência para verificação da ação acaricida específica do ativo LCm em concentrações de ativo LCm apropriadas. Os dados obtidos neste estudo revelam o uso promissor da emulsão com o ativo LCm e a necessidade de continuidade dos estudos da ação acaricida no controle de carrapatos Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887). Palavras - chave: acaricidas, carrapatos, Rhipicephalus (Boophilus) microplus, linalol, cinamato de metila, emulsão, CLAE. / Abstract: The matter of tick in Brazil and in the world has become relevant mainly due to negative effects that these ectoparasites have in health, environment and economics. Health is impaired as the hosts suffer due to infestation of ticks, who also transmit diseases. The environment is compromised by the use of commercial acaricidal chemicals and also by the increasing resistance of ticks to the products available, which aggravates the problem. The economic impacts are cause of the investment to control ticks and the occasional cattle loss. Linalool and methyl cinnamate, volatile components of essential oils, have a proven effect on Aedes aegypti and are less aggressive to the environment when compared to the commercial acaricides available. Initial in vitro tests confirmed the acaricidal action of the mixture of pure linalool and cinnamate, causing death of engorged females of Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887) ticks within 24 hours. The in vitro acaricidal efficacy of linalool and methyl cinnamate, mixed at a ratio of 4:1 (m/m) respectively, identified as LCm active, was evaluated on engorged females of Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887), collected manually from Dutch lactation cattle at the UFPR Farm. The acaricidal action, in vitro, was performed with the active LCm at the concentrations of 10, 100, 250, 500, 750 and 1000 ?g/g in water and tween 80® as a dispersant. The LCm active was also emulsified at the concentrations of 6, 10 and 12 mg/g and administered to the engorged females. The application of the emulsified LCm active was carried out with the development of a stable base emulsion with mineral oil and arabic gum, with the LCm active being added to the base emulsion at the time of application on the ticks due to its volatility and instability. The dosage of the LCm active was developed with high-performance liquid chromatography (HPLC). After the immersion bath, the females were kept in Petri dishes in the laboratory at room temperature. The acaricide activity of the active LCm diluted in water proved to be innocuous on mortality and oviposition of engorged females. In the acaricide test with the active LCm emulsified, the emulsion without the active LCm, used as white in the immersion test, showed activity in the mortality of the females. The emulsion with the LCm active at the concentration of 12 mg/g, presented, on the second day of the test, mortality of 46.7%, accelerating the process. The oviposition of the females with the emulsion without LCm active was 27.3% and that of the emulsion with 12 mg/g of the LCm active was only 10.0%. The base emulsion was diluted 1:5 (m/m) in water and compared again with the base emulsion without dilution in a new acaricide test. The base emulsion without the active LCm, presented, on the third day of the test, mortality 48.3% while the diluted base emulsion presented, on the fifth day of the test, mortality of 66.7%, delaying the process. The oviposition of the females with the emulsion without dilution was 37.9% while that of the diluted emulsion was 100.0%. Further testing should be performed with the diluted emulsion as a reference in order to verify the specific acaricidal action of the LCm active at appropriate concentrations. The data obtained in this study reveal the promising use of the emulsion with the LCm active and the need for continuity of the acaricidal action studies in the control of Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini, 1887) ticks. Key words: acaricides, ticks, Rhipicephalus (Boophilus) microplus, linalool, methyl cinnamate, emulsion, HPLC.
2

Caracterização do parasitismo por Ornithodoros brasiliensis (Chelicerata: Argasidae) e da toxicose induzida em humanos e animais

Reck Junior, José January 2011 (has links)
Carrapatos são artrópodos hematófagos com ampla distribuição mundial, sendo capazes de parasitar quase todos os animais vertebrados terrestres. Estes parasitos causam grandes impactos em saúde pública e na produção animal por serem vetores de diversas doenças infecciosas e, também, pelos distúrbios diretos associados ao parasitismo. O Ornithodoros brasiliensis, conhecido popularmente como carrapato mouro, é uma espécie de carrapato somente encontrada no Brasil, e com distribuição restrita à região dos Campos de Cima da Serra no Rio Grande do Sul (RS). Desde os primeiros relatos, O. brasiliensis tem sido considerado um potencial risco à saúde pública no RS devido a ocorrência de parasitismo em humanos. Somado a isto, alguns relatos indicam que sua picada é capaz de induzir distúrbios locais e sistêmicos severos nas pessoas e animais parasitados, possivelmente enquadrando-se na definição de toxicose induzida pela picada de carrapatos. Depois de mais de 50 anos sem relatos sobre O. brasiliensis, recentemente, novos casos de parasitismo humano e animal foram observados na mesma região onde este carrapato foi originalmente descrito. O objetivo deste trabalho é caracterizar o parasitismo pelo carrapato O. brasiliensis, bem como a síndrome tóxica desencadeada nos hospedeiros parasitados. Com esta finalidade, neste trabalho realizamos: (i) um estudo epidemiológico sobre o parasitismo por O. brasiliensis, determinando sua prevalência em propriedades situadas nos municípios de São Francisco de Paula e Jaquirana (regiões de ocorrência natural), descrevendo características de seu habitat e determinando possíveis fatores de risco associados à sua ocorrência; (ii) a descrição de casos retrospectivos de parasitismo em humanos e animais domésticos; (iii) a descrição de um caso clínico de toxicose induzida por O. brasiliensis em cão naturalmente parasitado; (iv) a caracterização clínico-patológica do parasitismo e da toxicose experimentalmente induzida pela picada de O. brasiliensis em ratos; (v) a caracterização dos efeitos do conteúdo salivar sobre o processo de cicatrização in vivo e sobre células endoteliais. Entre as propriedades incluídas na amostragem, em 16,7% foram coletados exemplares de O. brasiliensis. O. brasiliensis foram encontrados perto das habitações humanas e enterrados no solo em pequenas áreas com grande densidade de parasitos, em uma espécie de “ninho”. A análise dos fatores de risco demonstrou que somente duas das 17 variáveis estudadas (falta de higiene e a presença de porão com chão de terra na propriedade) aumentam a probabilidade de ocorrência deste carrapato. Foram identificadas 28 pessoas e 11 cães previamente parasitados. A partir de relatos foi possível identificar os principais sintomas associados ao parasitismo: prurido, eritema, edema, dor, lesão de lenta cicatrização. Evidências indicam que, além do homem e do cão, Conepatus chinga (zorrilho) e Dasypus hybridus (tatu-mulita) podem servir de hospedeiros. A síndrome associada à picada do O. brasiliensis foi caracterizada em detalhes através do registro do progresso clínico de um cão naturalmente exposto ao carrapato, e em ratos experimentalmente infestados. Os achados decorrentes destas observações são compatíveis entre si e com as descrições dos casos retrospectivos em humanos, e evidenciam a severidade do quadro induzido pela picada de O. brasiliensis. Por fim, foi demonstrado que o extrato de glândula salivar de O. brasiliensis inibe a cicatrização in vivo, possivelmente por inibir a proliferação endotelial e por ser citotóxico. Esta atividade relaciona-se diretamente a uma das características marcantes da picada por O. brasiliensis: a indução de uma lesão de lenta cicatrização. O conjunto dos resultados aqui mostrados fornece novos subsídios para a compreensão das peculiaridades evolutivas, de habitat, biológicas e ecológicas do O. brasiliensis, bem como dos efeitos desencadeados pelo seu parasitismo. / Ticks are blood-sucking arthropods distributed worldwide and able to parasitize almost all terrestrial vertebrate animals. Ticks are considered a great hazard for both public health and animal breeding due to their ability to transmit infectious diseases and to induce direct toxic effects leading to clinical disturbances. Ornithodoros brasiliensis, popularly known as mouro tick, is a specie only found in highlands region of Rio Grande do Sul state, Southern Brazil. Since initial reports, O. brasiliensis is considered a potential public health hazard in Rio Grande do Sul state due to the possibility of human parasitism. In addition, few reports indicate that O. brasiliensis bite is able to induce severe local and systemic disturbances in humans and animals. This clinical profile possibly fits in the definition of tick toxicosis syndrome. After more than 50 years without reports about O. brasiliensis, new cases of human and animal parasitism were recently reported in the same region of its original description. This work aimed to describe the characteristics of O. brasiliensis parasitism, as well as the toxicosis observed in bitten hosts. Thus, we performed: (i) an epidemiological study about O. brasiliensis parasitism in farms located in the municipalities of São Francisco de Paula and Jaquirana (endemic region) to determine its prevalence and risk factors, and also, to describe the characteristics of its habitat; (ii) an analysis of retrospective cases of human and animal parasitism; (iii) the report of a clinical case of tick toxicosis in a dog naturally parasitized; (iv) a clinico-pathological characterization of the toxicosis induced in experimentally bitten rats; (v) the evaluation of salivary glands effects on skin wound healing. in vivo and upon endothelial cells. Specimens of O. brasiliensis were collected in 16.7% of sampled farms. Ticks were found near human houses and buried in sand. They were found in a very restricted area and in great density, in a kind of tick “nest”. Risk factor analysis showed that only two of the 17 studied variables (insufficient sanitary conditions and presence of house basement with sand floor) were significantly associated with an increased probability to find O. brasiliensis. Twenty-eight people and eleven bitten dogs were identified by analysis of retrospective cases. This analysis also showed the most common symptoms associated to parasitism (pruritus, erythema, edema, pain and slow healing lesion). Our results indicate that in addition to human and dogs, Conepatus chinga (hog-nosed skunk) and Dasypus hybridus (long nosed armadillo) may serve as potential hosts. The toxicosis syndrome induced by tick bite was characterized registering the clinical progress of a naturally bitten dog, and in experimentally infested rats. The clinical findings both in the dog and in rats were similar, and also were compatible with the symptoms reported by bitten humans. The set of all clinical findings evinced the clinical severity of this syndrome. Finally, it was shown that salivary gland extract inhibit in vivo wound healing, possibly due to inhibition of endothelial cell proliferation and cytotoxicity. This biological activity may explain one of the most common symptoms of O. brasiliensis bite: the induction of a slow healing lesion. The set of all results showed here gives new evidences for the understanding of habitat distribution, biology, ecology and peculiarities of O. brasiliensis, as well as for the clinical signs induced by its parasitism.
3

Caracterização do parasitismo por Ornithodoros brasiliensis (Chelicerata: Argasidae) e da toxicose induzida em humanos e animais

Reck Junior, José January 2011 (has links)
Carrapatos são artrópodos hematófagos com ampla distribuição mundial, sendo capazes de parasitar quase todos os animais vertebrados terrestres. Estes parasitos causam grandes impactos em saúde pública e na produção animal por serem vetores de diversas doenças infecciosas e, também, pelos distúrbios diretos associados ao parasitismo. O Ornithodoros brasiliensis, conhecido popularmente como carrapato mouro, é uma espécie de carrapato somente encontrada no Brasil, e com distribuição restrita à região dos Campos de Cima da Serra no Rio Grande do Sul (RS). Desde os primeiros relatos, O. brasiliensis tem sido considerado um potencial risco à saúde pública no RS devido a ocorrência de parasitismo em humanos. Somado a isto, alguns relatos indicam que sua picada é capaz de induzir distúrbios locais e sistêmicos severos nas pessoas e animais parasitados, possivelmente enquadrando-se na definição de toxicose induzida pela picada de carrapatos. Depois de mais de 50 anos sem relatos sobre O. brasiliensis, recentemente, novos casos de parasitismo humano e animal foram observados na mesma região onde este carrapato foi originalmente descrito. O objetivo deste trabalho é caracterizar o parasitismo pelo carrapato O. brasiliensis, bem como a síndrome tóxica desencadeada nos hospedeiros parasitados. Com esta finalidade, neste trabalho realizamos: (i) um estudo epidemiológico sobre o parasitismo por O. brasiliensis, determinando sua prevalência em propriedades situadas nos municípios de São Francisco de Paula e Jaquirana (regiões de ocorrência natural), descrevendo características de seu habitat e determinando possíveis fatores de risco associados à sua ocorrência; (ii) a descrição de casos retrospectivos de parasitismo em humanos e animais domésticos; (iii) a descrição de um caso clínico de toxicose induzida por O. brasiliensis em cão naturalmente parasitado; (iv) a caracterização clínico-patológica do parasitismo e da toxicose experimentalmente induzida pela picada de O. brasiliensis em ratos; (v) a caracterização dos efeitos do conteúdo salivar sobre o processo de cicatrização in vivo e sobre células endoteliais. Entre as propriedades incluídas na amostragem, em 16,7% foram coletados exemplares de O. brasiliensis. O. brasiliensis foram encontrados perto das habitações humanas e enterrados no solo em pequenas áreas com grande densidade de parasitos, em uma espécie de “ninho”. A análise dos fatores de risco demonstrou que somente duas das 17 variáveis estudadas (falta de higiene e a presença de porão com chão de terra na propriedade) aumentam a probabilidade de ocorrência deste carrapato. Foram identificadas 28 pessoas e 11 cães previamente parasitados. A partir de relatos foi possível identificar os principais sintomas associados ao parasitismo: prurido, eritema, edema, dor, lesão de lenta cicatrização. Evidências indicam que, além do homem e do cão, Conepatus chinga (zorrilho) e Dasypus hybridus (tatu-mulita) podem servir de hospedeiros. A síndrome associada à picada do O. brasiliensis foi caracterizada em detalhes através do registro do progresso clínico de um cão naturalmente exposto ao carrapato, e em ratos experimentalmente infestados. Os achados decorrentes destas observações são compatíveis entre si e com as descrições dos casos retrospectivos em humanos, e evidenciam a severidade do quadro induzido pela picada de O. brasiliensis. Por fim, foi demonstrado que o extrato de glândula salivar de O. brasiliensis inibe a cicatrização in vivo, possivelmente por inibir a proliferação endotelial e por ser citotóxico. Esta atividade relaciona-se diretamente a uma das características marcantes da picada por O. brasiliensis: a indução de uma lesão de lenta cicatrização. O conjunto dos resultados aqui mostrados fornece novos subsídios para a compreensão das peculiaridades evolutivas, de habitat, biológicas e ecológicas do O. brasiliensis, bem como dos efeitos desencadeados pelo seu parasitismo. / Ticks are blood-sucking arthropods distributed worldwide and able to parasitize almost all terrestrial vertebrate animals. Ticks are considered a great hazard for both public health and animal breeding due to their ability to transmit infectious diseases and to induce direct toxic effects leading to clinical disturbances. Ornithodoros brasiliensis, popularly known as mouro tick, is a specie only found in highlands region of Rio Grande do Sul state, Southern Brazil. Since initial reports, O. brasiliensis is considered a potential public health hazard in Rio Grande do Sul state due to the possibility of human parasitism. In addition, few reports indicate that O. brasiliensis bite is able to induce severe local and systemic disturbances in humans and animals. This clinical profile possibly fits in the definition of tick toxicosis syndrome. After more than 50 years without reports about O. brasiliensis, new cases of human and animal parasitism were recently reported in the same region of its original description. This work aimed to describe the characteristics of O. brasiliensis parasitism, as well as the toxicosis observed in bitten hosts. Thus, we performed: (i) an epidemiological study about O. brasiliensis parasitism in farms located in the municipalities of São Francisco de Paula and Jaquirana (endemic region) to determine its prevalence and risk factors, and also, to describe the characteristics of its habitat; (ii) an analysis of retrospective cases of human and animal parasitism; (iii) the report of a clinical case of tick toxicosis in a dog naturally parasitized; (iv) a clinico-pathological characterization of the toxicosis induced in experimentally bitten rats; (v) the evaluation of salivary glands effects on skin wound healing. in vivo and upon endothelial cells. Specimens of O. brasiliensis were collected in 16.7% of sampled farms. Ticks were found near human houses and buried in sand. They were found in a very restricted area and in great density, in a kind of tick “nest”. Risk factor analysis showed that only two of the 17 studied variables (insufficient sanitary conditions and presence of house basement with sand floor) were significantly associated with an increased probability to find O. brasiliensis. Twenty-eight people and eleven bitten dogs were identified by analysis of retrospective cases. This analysis also showed the most common symptoms associated to parasitism (pruritus, erythema, edema, pain and slow healing lesion). Our results indicate that in addition to human and dogs, Conepatus chinga (hog-nosed skunk) and Dasypus hybridus (long nosed armadillo) may serve as potential hosts. The toxicosis syndrome induced by tick bite was characterized registering the clinical progress of a naturally bitten dog, and in experimentally infested rats. The clinical findings both in the dog and in rats were similar, and also were compatible with the symptoms reported by bitten humans. The set of all clinical findings evinced the clinical severity of this syndrome. Finally, it was shown that salivary gland extract inhibit in vivo wound healing, possibly due to inhibition of endothelial cell proliferation and cytotoxicity. This biological activity may explain one of the most common symptoms of O. brasiliensis bite: the induction of a slow healing lesion. The set of all results showed here gives new evidences for the understanding of habitat distribution, biology, ecology and peculiarities of O. brasiliensis, as well as for the clinical signs induced by its parasitism.
4

Caracterização do parasitismo por Ornithodoros brasiliensis (Chelicerata: Argasidae) e da toxicose induzida em humanos e animais

Reck Junior, José January 2011 (has links)
Carrapatos são artrópodos hematófagos com ampla distribuição mundial, sendo capazes de parasitar quase todos os animais vertebrados terrestres. Estes parasitos causam grandes impactos em saúde pública e na produção animal por serem vetores de diversas doenças infecciosas e, também, pelos distúrbios diretos associados ao parasitismo. O Ornithodoros brasiliensis, conhecido popularmente como carrapato mouro, é uma espécie de carrapato somente encontrada no Brasil, e com distribuição restrita à região dos Campos de Cima da Serra no Rio Grande do Sul (RS). Desde os primeiros relatos, O. brasiliensis tem sido considerado um potencial risco à saúde pública no RS devido a ocorrência de parasitismo em humanos. Somado a isto, alguns relatos indicam que sua picada é capaz de induzir distúrbios locais e sistêmicos severos nas pessoas e animais parasitados, possivelmente enquadrando-se na definição de toxicose induzida pela picada de carrapatos. Depois de mais de 50 anos sem relatos sobre O. brasiliensis, recentemente, novos casos de parasitismo humano e animal foram observados na mesma região onde este carrapato foi originalmente descrito. O objetivo deste trabalho é caracterizar o parasitismo pelo carrapato O. brasiliensis, bem como a síndrome tóxica desencadeada nos hospedeiros parasitados. Com esta finalidade, neste trabalho realizamos: (i) um estudo epidemiológico sobre o parasitismo por O. brasiliensis, determinando sua prevalência em propriedades situadas nos municípios de São Francisco de Paula e Jaquirana (regiões de ocorrência natural), descrevendo características de seu habitat e determinando possíveis fatores de risco associados à sua ocorrência; (ii) a descrição de casos retrospectivos de parasitismo em humanos e animais domésticos; (iii) a descrição de um caso clínico de toxicose induzida por O. brasiliensis em cão naturalmente parasitado; (iv) a caracterização clínico-patológica do parasitismo e da toxicose experimentalmente induzida pela picada de O. brasiliensis em ratos; (v) a caracterização dos efeitos do conteúdo salivar sobre o processo de cicatrização in vivo e sobre células endoteliais. Entre as propriedades incluídas na amostragem, em 16,7% foram coletados exemplares de O. brasiliensis. O. brasiliensis foram encontrados perto das habitações humanas e enterrados no solo em pequenas áreas com grande densidade de parasitos, em uma espécie de “ninho”. A análise dos fatores de risco demonstrou que somente duas das 17 variáveis estudadas (falta de higiene e a presença de porão com chão de terra na propriedade) aumentam a probabilidade de ocorrência deste carrapato. Foram identificadas 28 pessoas e 11 cães previamente parasitados. A partir de relatos foi possível identificar os principais sintomas associados ao parasitismo: prurido, eritema, edema, dor, lesão de lenta cicatrização. Evidências indicam que, além do homem e do cão, Conepatus chinga (zorrilho) e Dasypus hybridus (tatu-mulita) podem servir de hospedeiros. A síndrome associada à picada do O. brasiliensis foi caracterizada em detalhes através do registro do progresso clínico de um cão naturalmente exposto ao carrapato, e em ratos experimentalmente infestados. Os achados decorrentes destas observações são compatíveis entre si e com as descrições dos casos retrospectivos em humanos, e evidenciam a severidade do quadro induzido pela picada de O. brasiliensis. Por fim, foi demonstrado que o extrato de glândula salivar de O. brasiliensis inibe a cicatrização in vivo, possivelmente por inibir a proliferação endotelial e por ser citotóxico. Esta atividade relaciona-se diretamente a uma das características marcantes da picada por O. brasiliensis: a indução de uma lesão de lenta cicatrização. O conjunto dos resultados aqui mostrados fornece novos subsídios para a compreensão das peculiaridades evolutivas, de habitat, biológicas e ecológicas do O. brasiliensis, bem como dos efeitos desencadeados pelo seu parasitismo. / Ticks are blood-sucking arthropods distributed worldwide and able to parasitize almost all terrestrial vertebrate animals. Ticks are considered a great hazard for both public health and animal breeding due to their ability to transmit infectious diseases and to induce direct toxic effects leading to clinical disturbances. Ornithodoros brasiliensis, popularly known as mouro tick, is a specie only found in highlands region of Rio Grande do Sul state, Southern Brazil. Since initial reports, O. brasiliensis is considered a potential public health hazard in Rio Grande do Sul state due to the possibility of human parasitism. In addition, few reports indicate that O. brasiliensis bite is able to induce severe local and systemic disturbances in humans and animals. This clinical profile possibly fits in the definition of tick toxicosis syndrome. After more than 50 years without reports about O. brasiliensis, new cases of human and animal parasitism were recently reported in the same region of its original description. This work aimed to describe the characteristics of O. brasiliensis parasitism, as well as the toxicosis observed in bitten hosts. Thus, we performed: (i) an epidemiological study about O. brasiliensis parasitism in farms located in the municipalities of São Francisco de Paula and Jaquirana (endemic region) to determine its prevalence and risk factors, and also, to describe the characteristics of its habitat; (ii) an analysis of retrospective cases of human and animal parasitism; (iii) the report of a clinical case of tick toxicosis in a dog naturally parasitized; (iv) a clinico-pathological characterization of the toxicosis induced in experimentally bitten rats; (v) the evaluation of salivary glands effects on skin wound healing. in vivo and upon endothelial cells. Specimens of O. brasiliensis were collected in 16.7% of sampled farms. Ticks were found near human houses and buried in sand. They were found in a very restricted area and in great density, in a kind of tick “nest”. Risk factor analysis showed that only two of the 17 studied variables (insufficient sanitary conditions and presence of house basement with sand floor) were significantly associated with an increased probability to find O. brasiliensis. Twenty-eight people and eleven bitten dogs were identified by analysis of retrospective cases. This analysis also showed the most common symptoms associated to parasitism (pruritus, erythema, edema, pain and slow healing lesion). Our results indicate that in addition to human and dogs, Conepatus chinga (hog-nosed skunk) and Dasypus hybridus (long nosed armadillo) may serve as potential hosts. The toxicosis syndrome induced by tick bite was characterized registering the clinical progress of a naturally bitten dog, and in experimentally infested rats. The clinical findings both in the dog and in rats were similar, and also were compatible with the symptoms reported by bitten humans. The set of all clinical findings evinced the clinical severity of this syndrome. Finally, it was shown that salivary gland extract inhibit in vivo wound healing, possibly due to inhibition of endothelial cell proliferation and cytotoxicity. This biological activity may explain one of the most common symptoms of O. brasiliensis bite: the induction of a slow healing lesion. The set of all results showed here gives new evidences for the understanding of habitat distribution, biology, ecology and peculiarities of O. brasiliensis, as well as for the clinical signs induced by its parasitism.
5

Componente celular inflamatório no local da fixação de carrapatos adultos Rhipicephalus sanguineus LATREILLE, 1806 em cães imunizados com o antígeno Bm86 /

Furlan, Bruna Nucci. January 2011 (has links)
Orientador: Gervásio Henrique Bechara / Coorientador: Gilson Pereira de Oliveira / Banca: Rosimeri de Oliveira Vasconcelos / Banca: Pablo Henrique Nunes / Resumo: A imunização dos hospedeiros contra carrapatos tem sido considerada como uma alternativa promissora. Vacinas contendo o antígeno Bm86 (Gavac®, TickGard®) foram desenvolvidas originalmente para controlar infestações de Rhipicephalus Boophilus microplus. Como recentes estudos filogenéticos mostraram que o gênero Rhipicephalus inclui todas as cinco espécies de Boophilus, o papel protetor do antígeno Bm86 em cães imunizados e desafiados com carrapatos Rhipicephalus sanguineus foi testado previamente neste laboratório. Dando continuidade, o presente estudo teve como objetivo descrever o componente celular inflamatório no local de fixação do carrapato em cães imunizados com o antígeno Bm86 e desafiados com carrapatos adultos R. sanguineus. Para tanto, cães SRD (n=8), foram distribuídos em dois grupos (não vacinado e vacinado) e receberam duas doses de 50 g do antígeno Bm86 (Hebercan®) ou placebo, com 21 dias de intervalo. Cada animal foi desafiado com 55 carrapatos adultos 15 dias após a última dose e biopsias da lesão de fixação dos carrapatos foram coletadas as 48, 96, 144 e 192 horas após sua fixação. Os fragmentos foram então processados histologicamente e as secções coradas com hematoxilina-eosina e Giemsa. Nos animais vacinados predominaram neutrófilos, eosinófilos e mastócitos na 48ª hora PF, enquanto que nos não vacinados houve predomínio de eosinófilos, neutrófilos e linfócitos. Com o decorrer da infestação, observou-se um infiltrado celular mais intenso a partir de 96h PF, atingindo as camadas mais profundas da derme, sendo composto principalmente por neutrófilos e linfócitos nos vacinados, e eosinófilos, linfócitos e neutrófilos nos não vacinados. Concluiu-se que o antígeno Bm86 administrado em cães interfere na resposta inflamatória induzida por R. sanguineus / Abstract: Immunization of hosts against ticks has long been considered as a promising alternative. Vaccines containing the Bm86 antigen (e.g. Gavac®, Heber-Biotec, Cuba) have been developed to control Rhipicephalus Boophilus microplus infestations. As recent molecular phylogeny studies showed that the Rhipicephalus genus includes all five Boophilus species, the protector role of Bm86 antigen in immunized dogs challenged with adult Rhipicephalus sanguineus was investigated first at this lab. This study aimed to evaluate the inflammatory cells at the attachment site of ticks in dogs immunized by the Bm86 antigen against infestations of adults of Rhipicephalus sanguineus ticks. Mongrel dogs (n=8), were divided into two groups (non-vaccinated and vaccinated). It was given twice 50 g of Bm86 antigen (Gavac®, Heber-Biotec, Cuba) or placebo, at 21 days interval. Each animal was challenged with 55 adult ticks 15 days after the last dose. Biopsies of tick feeding lesions taken 48, 96, 144 e 192 hours post-attachment (PA) were processed through routine histology and sections 4μm thickness stained with H.E. and Giemsa for general features and cell counts, respectively. There was an inflamed dermis including an inflammatory cell infiltrate constituted overwhelmingly by neutrophils, eosinophils and mast cells in vaccinated dogs at first and eosinophils, neutrophils and lymphocytes in non-vaccinated hosts. After 96h PA, a dense and diffuse cell infiltrate reached into deep dermis, constituted overwhelmingly by neutrophils and lymphocytes in vaccinated dogs and eosinophils, lymphocytes and neutrophils in non-vaccinated dogs. It's been concluded that antigen Bm86 administered to dogs interferes on the Rhipicephalus sanguineus induced inflammatory cell influx / Mestre
6

Componente celular inflamatório no local da fixação de carrapatos adultos Rhipicephalus sanguineus LATREILLE, 1806 em cães imunizados com o antígeno Bm86

Furlan, Bruna Nucci [UNESP] 25 November 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:27:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-11-25Bitstream added on 2014-06-13T19:57:08Z : No. of bitstreams: 1 furlan_bn_me_jabo.pdf: 897898 bytes, checksum: 0afdcf0092ae63fb6d940df6e256a3d4 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / A imunização dos hospedeiros contra carrapatos tem sido considerada como uma alternativa promissora. Vacinas contendo o antígeno Bm86 (Gavac®, TickGard®) foram desenvolvidas originalmente para controlar infestações de Rhipicephalus Boophilus microplus. Como recentes estudos filogenéticos mostraram que o gênero Rhipicephalus inclui todas as cinco espécies de Boophilus, o papel protetor do antígeno Bm86 em cães imunizados e desafiados com carrapatos Rhipicephalus sanguineus foi testado previamente neste laboratório. Dando continuidade, o presente estudo teve como objetivo descrever o componente celular inflamatório no local de fixação do carrapato em cães imunizados com o antígeno Bm86 e desafiados com carrapatos adultos R. sanguineus. Para tanto, cães SRD (n=8), foram distribuídos em dois grupos (não vacinado e vacinado) e receberam duas doses de 50 g do antígeno Bm86 (Hebercan®) ou placebo, com 21 dias de intervalo. Cada animal foi desafiado com 55 carrapatos adultos 15 dias após a última dose e biopsias da lesão de fixação dos carrapatos foram coletadas as 48, 96, 144 e 192 horas após sua fixação. Os fragmentos foram então processados histologicamente e as secções coradas com hematoxilina-eosina e Giemsa. Nos animais vacinados predominaram neutrófilos, eosinófilos e mastócitos na 48ª hora PF, enquanto que nos não vacinados houve predomínio de eosinófilos, neutrófilos e linfócitos. Com o decorrer da infestação, observou-se um infiltrado celular mais intenso a partir de 96h PF, atingindo as camadas mais profundas da derme, sendo composto principalmente por neutrófilos e linfócitos nos vacinados, e eosinófilos, linfócitos e neutrófilos nos não vacinados. Concluiu-se que o antígeno Bm86 administrado em cães interfere na resposta inflamatória induzida por R. sanguineus / Immunization of hosts against ticks has long been considered as a promising alternative. Vaccines containing the Bm86 antigen (e.g. Gavac®, Heber-Biotec, Cuba) have been developed to control Rhipicephalus Boophilus microplus infestations. As recent molecular phylogeny studies showed that the Rhipicephalus genus includes all five Boophilus species, the protector role of Bm86 antigen in immunized dogs challenged with adult Rhipicephalus sanguineus was investigated first at this lab. This study aimed to evaluate the inflammatory cells at the attachment site of ticks in dogs immunized by the Bm86 antigen against infestations of adults of Rhipicephalus sanguineus ticks. Mongrel dogs (n=8), were divided into two groups (non-vaccinated and vaccinated). It was given twice 50 g of Bm86 antigen (Gavac®, Heber-Biotec, Cuba) or placebo, at 21 days interval. Each animal was challenged with 55 adult ticks 15 days after the last dose. Biopsies of tick feeding lesions taken 48, 96, 144 e 192 hours post-attachment (PA) were processed through routine histology and sections 4μm thickness stained with H.E. and Giemsa for general features and cell counts, respectively. There was an inflamed dermis including an inflammatory cell infiltrate constituted overwhelmingly by neutrophils, eosinophils and mast cells in vaccinated dogs at first and eosinophils, neutrophils and lymphocytes in non-vaccinated hosts. After 96h PA, a dense and diffuse cell infiltrate reached into deep dermis, constituted overwhelmingly by neutrophils and lymphocytes in vaccinated dogs and eosinophils, lymphocytes and neutrophils in non-vaccinated dogs. It’s been concluded that antigen Bm86 administered to dogs interferes on the Rhipicephalus sanguineus induced inflammatory cell influx
7

Farmacologia da saliva do carrapato Rhipicephalus (Boophillus) microplus : papel da modulação da hemostasia na relação parasito-hospedeiro

Reck Junior, José January 2009 (has links)
Carrapatos são artrópodos hematófagos distribuídos por todo o mundo e vetores de diversas doenças. Como todos os hematófagos, os carrapatos possuem um arsenal de moléculas que inibe a resposta hemostática do hospedeiro, o que viabiliza o repasto sanguíneo bemsucedido. O carrapato bovino Rhipicephalus (Boophilus) microplus é um carrapato de um só hospedeiro e considerado o mais importante parasito de animais domésticos da América Latina. O R. microplus causa sérios danos aos bovinos, direta, e principalmente, devido à espoliação de sangue que leva à anemia e diminuição da produção de leite e do ganho de peso; e, indiretamente, via a transmissão de patógenos, como Babesia spp. e Anaplasma spp. O R. microplus é também um modelo interessante para o estudo das relações parasitohospedeiro, visto que ele permanece fixado ao mesmo hospedeiro durante toda a sua vida parasitária, o que leva em torno de três semanas. Os objetivos deste trabalho são explorar os mecanismos farmacológicos da saliva do carrapato R. microplus capazes de modular o sistema hemostático, bem como o papel que esta modulação desempenha na relação parasito-hospedeiro. Nesse sentido, este estudo foi organizado em duas partes. Primeiramente, foi realizada uma investigação sobre os parâmetros hemostáticos em bovinos infestados por carrapatos. Em um segundo momento, foram estudados os mecanismos da saliva do carrapato envolvidos na inibição da hemostasia, assim como a habilidade do soro de bovinos repetidamente infestados (que apresentam resistência imunológica naturalmente adquirida contra o carrapato bovino) em interferir na ação antihemostática da saliva do carrapato. Na primeira parte do estudo, foi demonstrado que bovinos experimentalmente infestados com 20.000 larvas de R. microplus apresentam uma diminuição na capacidade de agregação plaquetária (em resposta a colágeno e ADP), bem como na coagulação sanguínea (evidenciada por um aumento nos tempos de tromboplastina parcialmente ativado e de protrombina), enquanto a contagem de plaquetas e os níveis de fibrinogênio aumentaram significativamente ao longo da infestação. Na segunda parte, foi demonstrado que a saliva de R. microplus: (i) apresenta atividade inibitória in vitro sobre a agregação plaquetária induzida por colágeno; (ii) inibe a indução de ativação endotelial; e (iii) reduz a trombogênese in vivo. Ademais, o soro de bovinos repetidamente infestados (RIBS) foi capaz de bloquear parcialmente a atividade anticoagulante e antitrombótica da saliva e totalmente a modulação da ativação endotelial, ao passo que o RIBS não apresentou nenhum efeito sobre a inibição da agregação plaquetária. O conjunto dos dados apresentados permite um melhor entendimento dos fenômenos que ocorrem no hospedeiro durante o parasitismo, e também fornece mais subsídios para uma maior compreensão do processo de hematofagia e dos mecanismos fisiopatológicos que regem a relação parasitohospedeiro. / Ticks are blood-feeding arthropods widely distributed in the world and vectors of several diseases. Like all hematophagous animals, ticks resort to a variety of molecules in order to avoid the host hemostatic response, which in turn allow a successful blood-meal. The cattle tick Rhipicephalus (Boophilus) microplus is an one-host tick, and is considered the most harmful parasite of domesticated animals in Latin America. R. microplus causes expressive injuries to bovines, directly, mainly due to blood spoliation, leading to anemia, and diminution of milk production and weight gain. Indirectly the tick is responsible for the transmission of pathogens such as Babesia spp. and Anaplasma spp. R. microplus is also a consistent model to study the parasite-host relationship, since it remains attached to the same host throughout the whole parasitic stage, which lasts around three weeks. This work aims at exploring the pharmacological mechanisms of R. microplus tick saliva able to modulate hemostasis, and the role of this modulation in tick-host relationship. In this sense, this study was organized in two parts: firstly, an investigation about the hemostatic parameters in tick infested bovines was performed. Secondly, the tick salivary mechanisms involved in the inhibition of hemostasis were studied, and the ability of serum from repeatedly infested bovines (which displays natural acquired immunological resistance to the cattle tick) to interfere in anti-hemostatic activity of tick saliva was also investigated. In the first part of this study it was shown that calves experimentally infested with 20,000 R. microplus larvae display a decrease in platelet aggregation (in response to collagen and ADP) as well as in coagulation ability (evinced by an increase in activated partial thromboplastin time and prothrombin time), whereas platelet blood count and fibrinogen level significantly increased during the course of infestation. In the second part of this work, it was demonstrated that R. microplus saliva: (i) displays in vitro inhibitory activity upon collagen-induced platelet aggregation; (ii) inhibits the induction of endothelial activation; and (iii) reduces thrombogenesis in vivo. Moreover, repeated infested bovine sera (RIBS) were shown to be able to partially block the delay of coagulation and the antithrombotic effect of saliva, and to totally abolish the modulation of endothelium activation, in spite of the fact that RIBS has no effect on the inhibition of platelet aggregation. The set of data presented in this work allows a better understanding of the phenomena occurring in the host during parasitism, and also gives more insights to improve the understanding of the hematophagy process and the pathophysiological mechanisms behind host-tick interaction.
8

Farmacologia da saliva do carrapato Rhipicephalus (Boophillus) microplus : papel da modulação da hemostasia na relação parasito-hospedeiro

Reck Junior, José January 2009 (has links)
Carrapatos são artrópodos hematófagos distribuídos por todo o mundo e vetores de diversas doenças. Como todos os hematófagos, os carrapatos possuem um arsenal de moléculas que inibe a resposta hemostática do hospedeiro, o que viabiliza o repasto sanguíneo bemsucedido. O carrapato bovino Rhipicephalus (Boophilus) microplus é um carrapato de um só hospedeiro e considerado o mais importante parasito de animais domésticos da América Latina. O R. microplus causa sérios danos aos bovinos, direta, e principalmente, devido à espoliação de sangue que leva à anemia e diminuição da produção de leite e do ganho de peso; e, indiretamente, via a transmissão de patógenos, como Babesia spp. e Anaplasma spp. O R. microplus é também um modelo interessante para o estudo das relações parasitohospedeiro, visto que ele permanece fixado ao mesmo hospedeiro durante toda a sua vida parasitária, o que leva em torno de três semanas. Os objetivos deste trabalho são explorar os mecanismos farmacológicos da saliva do carrapato R. microplus capazes de modular o sistema hemostático, bem como o papel que esta modulação desempenha na relação parasito-hospedeiro. Nesse sentido, este estudo foi organizado em duas partes. Primeiramente, foi realizada uma investigação sobre os parâmetros hemostáticos em bovinos infestados por carrapatos. Em um segundo momento, foram estudados os mecanismos da saliva do carrapato envolvidos na inibição da hemostasia, assim como a habilidade do soro de bovinos repetidamente infestados (que apresentam resistência imunológica naturalmente adquirida contra o carrapato bovino) em interferir na ação antihemostática da saliva do carrapato. Na primeira parte do estudo, foi demonstrado que bovinos experimentalmente infestados com 20.000 larvas de R. microplus apresentam uma diminuição na capacidade de agregação plaquetária (em resposta a colágeno e ADP), bem como na coagulação sanguínea (evidenciada por um aumento nos tempos de tromboplastina parcialmente ativado e de protrombina), enquanto a contagem de plaquetas e os níveis de fibrinogênio aumentaram significativamente ao longo da infestação. Na segunda parte, foi demonstrado que a saliva de R. microplus: (i) apresenta atividade inibitória in vitro sobre a agregação plaquetária induzida por colágeno; (ii) inibe a indução de ativação endotelial; e (iii) reduz a trombogênese in vivo. Ademais, o soro de bovinos repetidamente infestados (RIBS) foi capaz de bloquear parcialmente a atividade anticoagulante e antitrombótica da saliva e totalmente a modulação da ativação endotelial, ao passo que o RIBS não apresentou nenhum efeito sobre a inibição da agregação plaquetária. O conjunto dos dados apresentados permite um melhor entendimento dos fenômenos que ocorrem no hospedeiro durante o parasitismo, e também fornece mais subsídios para uma maior compreensão do processo de hematofagia e dos mecanismos fisiopatológicos que regem a relação parasitohospedeiro. / Ticks are blood-feeding arthropods widely distributed in the world and vectors of several diseases. Like all hematophagous animals, ticks resort to a variety of molecules in order to avoid the host hemostatic response, which in turn allow a successful blood-meal. The cattle tick Rhipicephalus (Boophilus) microplus is an one-host tick, and is considered the most harmful parasite of domesticated animals in Latin America. R. microplus causes expressive injuries to bovines, directly, mainly due to blood spoliation, leading to anemia, and diminution of milk production and weight gain. Indirectly the tick is responsible for the transmission of pathogens such as Babesia spp. and Anaplasma spp. R. microplus is also a consistent model to study the parasite-host relationship, since it remains attached to the same host throughout the whole parasitic stage, which lasts around three weeks. This work aims at exploring the pharmacological mechanisms of R. microplus tick saliva able to modulate hemostasis, and the role of this modulation in tick-host relationship. In this sense, this study was organized in two parts: firstly, an investigation about the hemostatic parameters in tick infested bovines was performed. Secondly, the tick salivary mechanisms involved in the inhibition of hemostasis were studied, and the ability of serum from repeatedly infested bovines (which displays natural acquired immunological resistance to the cattle tick) to interfere in anti-hemostatic activity of tick saliva was also investigated. In the first part of this study it was shown that calves experimentally infested with 20,000 R. microplus larvae display a decrease in platelet aggregation (in response to collagen and ADP) as well as in coagulation ability (evinced by an increase in activated partial thromboplastin time and prothrombin time), whereas platelet blood count and fibrinogen level significantly increased during the course of infestation. In the second part of this work, it was demonstrated that R. microplus saliva: (i) displays in vitro inhibitory activity upon collagen-induced platelet aggregation; (ii) inhibits the induction of endothelial activation; and (iii) reduces thrombogenesis in vivo. Moreover, repeated infested bovine sera (RIBS) were shown to be able to partially block the delay of coagulation and the antithrombotic effect of saliva, and to totally abolish the modulation of endothelium activation, in spite of the fact that RIBS has no effect on the inhibition of platelet aggregation. The set of data presented in this work allows a better understanding of the phenomena occurring in the host during parasitism, and also gives more insights to improve the understanding of the hematophagy process and the pathophysiological mechanisms behind host-tick interaction.
9

Farmacologia da saliva do carrapato Rhipicephalus (Boophillus) microplus : papel da modulação da hemostasia na relação parasito-hospedeiro

Reck Junior, José January 2009 (has links)
Carrapatos são artrópodos hematófagos distribuídos por todo o mundo e vetores de diversas doenças. Como todos os hematófagos, os carrapatos possuem um arsenal de moléculas que inibe a resposta hemostática do hospedeiro, o que viabiliza o repasto sanguíneo bemsucedido. O carrapato bovino Rhipicephalus (Boophilus) microplus é um carrapato de um só hospedeiro e considerado o mais importante parasito de animais domésticos da América Latina. O R. microplus causa sérios danos aos bovinos, direta, e principalmente, devido à espoliação de sangue que leva à anemia e diminuição da produção de leite e do ganho de peso; e, indiretamente, via a transmissão de patógenos, como Babesia spp. e Anaplasma spp. O R. microplus é também um modelo interessante para o estudo das relações parasitohospedeiro, visto que ele permanece fixado ao mesmo hospedeiro durante toda a sua vida parasitária, o que leva em torno de três semanas. Os objetivos deste trabalho são explorar os mecanismos farmacológicos da saliva do carrapato R. microplus capazes de modular o sistema hemostático, bem como o papel que esta modulação desempenha na relação parasito-hospedeiro. Nesse sentido, este estudo foi organizado em duas partes. Primeiramente, foi realizada uma investigação sobre os parâmetros hemostáticos em bovinos infestados por carrapatos. Em um segundo momento, foram estudados os mecanismos da saliva do carrapato envolvidos na inibição da hemostasia, assim como a habilidade do soro de bovinos repetidamente infestados (que apresentam resistência imunológica naturalmente adquirida contra o carrapato bovino) em interferir na ação antihemostática da saliva do carrapato. Na primeira parte do estudo, foi demonstrado que bovinos experimentalmente infestados com 20.000 larvas de R. microplus apresentam uma diminuição na capacidade de agregação plaquetária (em resposta a colágeno e ADP), bem como na coagulação sanguínea (evidenciada por um aumento nos tempos de tromboplastina parcialmente ativado e de protrombina), enquanto a contagem de plaquetas e os níveis de fibrinogênio aumentaram significativamente ao longo da infestação. Na segunda parte, foi demonstrado que a saliva de R. microplus: (i) apresenta atividade inibitória in vitro sobre a agregação plaquetária induzida por colágeno; (ii) inibe a indução de ativação endotelial; e (iii) reduz a trombogênese in vivo. Ademais, o soro de bovinos repetidamente infestados (RIBS) foi capaz de bloquear parcialmente a atividade anticoagulante e antitrombótica da saliva e totalmente a modulação da ativação endotelial, ao passo que o RIBS não apresentou nenhum efeito sobre a inibição da agregação plaquetária. O conjunto dos dados apresentados permite um melhor entendimento dos fenômenos que ocorrem no hospedeiro durante o parasitismo, e também fornece mais subsídios para uma maior compreensão do processo de hematofagia e dos mecanismos fisiopatológicos que regem a relação parasitohospedeiro. / Ticks are blood-feeding arthropods widely distributed in the world and vectors of several diseases. Like all hematophagous animals, ticks resort to a variety of molecules in order to avoid the host hemostatic response, which in turn allow a successful blood-meal. The cattle tick Rhipicephalus (Boophilus) microplus is an one-host tick, and is considered the most harmful parasite of domesticated animals in Latin America. R. microplus causes expressive injuries to bovines, directly, mainly due to blood spoliation, leading to anemia, and diminution of milk production and weight gain. Indirectly the tick is responsible for the transmission of pathogens such as Babesia spp. and Anaplasma spp. R. microplus is also a consistent model to study the parasite-host relationship, since it remains attached to the same host throughout the whole parasitic stage, which lasts around three weeks. This work aims at exploring the pharmacological mechanisms of R. microplus tick saliva able to modulate hemostasis, and the role of this modulation in tick-host relationship. In this sense, this study was organized in two parts: firstly, an investigation about the hemostatic parameters in tick infested bovines was performed. Secondly, the tick salivary mechanisms involved in the inhibition of hemostasis were studied, and the ability of serum from repeatedly infested bovines (which displays natural acquired immunological resistance to the cattle tick) to interfere in anti-hemostatic activity of tick saliva was also investigated. In the first part of this study it was shown that calves experimentally infested with 20,000 R. microplus larvae display a decrease in platelet aggregation (in response to collagen and ADP) as well as in coagulation ability (evinced by an increase in activated partial thromboplastin time and prothrombin time), whereas platelet blood count and fibrinogen level significantly increased during the course of infestation. In the second part of this work, it was demonstrated that R. microplus saliva: (i) displays in vitro inhibitory activity upon collagen-induced platelet aggregation; (ii) inhibits the induction of endothelial activation; and (iii) reduces thrombogenesis in vivo. Moreover, repeated infested bovine sera (RIBS) were shown to be able to partially block the delay of coagulation and the antithrombotic effect of saliva, and to totally abolish the modulation of endothelium activation, in spite of the fact that RIBS has no effect on the inhibition of platelet aggregation. The set of data presented in this work allows a better understanding of the phenomena occurring in the host during parasitism, and also gives more insights to improve the understanding of the hematophagy process and the pathophysiological mechanisms behind host-tick interaction.
10

Investigação sobre espécies de Ixodida em interação trófica com humanos no Município de Belford Roxo, Rio de Janeiro

Borsoi, Ana Beatriz Pais January 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-02-26T13:40:36Z (GMT). No. of bitstreams: 2 ana_borsoi_ioc_mest_2015.pdf: 2344606 bytes, checksum: f514085f17068fe492fb1b3de021eb22 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2016-02-23 / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Os carrapatos são ectoparasitos obrigatórios de grande importância veterinária e médica, pois estão envolvidos na transmissão de agentes infecciosos para o homem e os animais como babesias, riquétsias, espiroquetas e vírus. O objetivo do trabalho foi identificar casos de carrapatos em interação trófica com humanos moradores do Município de Belford Roxo, no Estado do Rio de Janeiro, através de busca ativa de casos com munícipes que aderirem voluntariamente à pesquisa após a exposição do mesmo. O estudo foi realizado no período entre Julho de 2013 e Janeiro de 2015 através de busca ativa dos casos de ixodidose humana em bairros do Município de Belford Roxo. O material recolhido foi entregue voluntariamente pelos moradores parasitados, tanto em locais indicados pelos mesmos, como no Laboratório de Parasitologia do Centro Universitário UNIABEU, local usado como base operacional de apoio na região, e posteriormente transportados até o Laboratório de Referência Nacional em Vetores das Riquetsioses \2013 LIRN, no Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, onde foram triados e identificados por chaves dicotômicas Foram visitados 14 bairros com casos confirmados de ixodidose humana em pelo menos nove bairros. Os homens foram mais parasitados que as mulheres e houve uma dominância de casos na faixa etária de adultos. Foram 129 carrapatos entregues voluntariamente pelos hospedeiros após remoção manual dos mesmos fixados na pele. Amblyomma cajennense foi a espécie encontrada dominante entre as diagnosticadas com interação trófica com humanos, seguida por Rhipicephalus sanguineus, e Amblyomma dubitatum. De acordo com os cálculos de risco, a infecção por uma das espécies não influencia a probabilidade de parasitismo por uma das outras duas espécies. É necessário a realização de novos estudos, e mais ampliados no município, inclusive com busca na identificação de possíveis patógenos que possam ser vetorados pelos carrapatos com avaliação do risco de transmissão / Ticks are necessarily ectoparasites very important veterinary and medical, because they are involved in the transmission of infectious agents to humans and animals. The objective was to identify cases of ticks on trophic in teractions with human residents of the municipality of Belford Roxo, Rio de Janeiro, through active case finding with citizens who voluntarily join the search after exposure there. The study was conducted from July 2013 until January 2015 by means of activ e search for cases of human ixodidose in the municipality of districts in Belford Roxo. The collected material was given voluntarily by infected residents at locations indicated by them or on Parasitology Laboratory in “Centro Universitário UNIABEU”, used as operational base of support in the region, and later transported at “L aboratório de Referência Nacional em Vetores das Riquetsioses – LIRN”, at “Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ”, which they were separated and identified by specific dicotomic keys. They w ere visited 14 districts with confirmed cases of human ixodidose in at least nine districts. Men were more infected than women and there was a predominance of cases aged adults. There were 129 ticks left voluntarily by the host after manual removal of the same fixed on the skin. Amblyomma cajennense was the dominant species found among diagnosed with trophic interaction with humans, followed by Rhipicephalus sanguineus and Amblyomma dubitatum . According to the risk calculations, infection by a species does not influence the probability of parasitism by the other two species. It is necessary to conduct new studies, and more extended in the city, including search in identifying potential pathogens that can be inoculat by ticks with assessing the risk of transm ission

Page generated in 0.0519 seconds