• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 59
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • Tagged with
  • 61
  • 61
  • 16
  • 9
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 7
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo da oscilação oral de alta frequencia (flutter) nos pacientes submetidos a cirurgia cardiaca

Palhares, Luciana Campanatti 29 July 2018 (has links)
Orientador: Eros Antonio de Almeida / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-29T00:53:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Palhares_LucianaCampanatti_M.pdf: 999057 bytes, checksum: 4cf4ac78ee5c2affa0bc758ab16e2998 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: A oscilação oral de alta freqüência é considerada que tenha um efeito terapêutico dentro da fisioterapia respiratória. Essa oscilação é produzida nos pulmões, através de um aparelho chamado Flütter VRP1, que pode ser utilizado como conduta fisioterapêutica, para promover a desobstrução dos brônquios, facilitando a higiene pulmonar. Com o objetivo de estudar o comportamento do pico de fluxo expiratório, nos doentes no período pós-operatório de cirurgia cardíaca, estudaram-se 30 pacientes, utilizando a oscilação oral de alta freqüência (Flütter VRP1) e comparou-se com 30 pacientes, realizando a fisioterapia respiratória convencional. Foi medido o pico de fluxo expiratório, um dia antes da cirurgia e depois no terceiro, quarto e quinto dias do pós-operatório, tanto do grupo que utilizou o Flütter VRP1, como do grupo de fisioterapia convencional, o qual foi chamado de grupo controle, para efeito de comparação da evolução desses dados. O grupo que utilizou o Flütter VRP1 apresentou um aumento no pico de fluxo expiratório em relação ao grupo que realizou a fisioterapia convencional. Conclui-se que a oscilação oral de alta freqüência, proporcionada pelo aparelho Flütter VRP1, pode ser adicionada no tratamento da fisioterapia respiratória, no pós-operatório de cirurgia cardíaca / Abstract: Oral high frequency oscillation is considered a useful treatment in respiratory physiotherapy. This oscillation is produced in the lungs by a Flütter VRP1 device which can be used for bronchial disobstrucion, there by aiding pulmonary hygiene. The effect of this therapy on peak expiratory flow was examined in 60 postoperative cardiac surgery patients. Thirty of these patients were treated with oral high frequency oscillation Flütter VRP1 and where compared to 30 patients receiving conventional respiratory physiotherapy control group. The peak expiratory flow was measured one day before surgery and on the third, forth and fifth days, postsurgery in both groups. The results showed that patients who used Flütter VRP1 had an increased, peak expiratory flow compared to patients who received conventional physiotherapy. Thus, oral high frequency oscillation provided by the Flütter VRP1 device may be a useful auxiliary treatment in respiratory physiotherapy following cardiac surgery / Mestrado / Ciencias Biomedicas / Mestre em Ciências Médicas
2

Comportamento evolutivo imediato e valor prognostico tardio da dosagem serica de troponina-I em pacientes submetidos a revascularização cirurgica do miocardio

Leal, João Carlos Ferreira 10 April 1999 (has links)
Orientador: Domingo M. Braile / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-26T04:23:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Leal_JoaoCarlosFerreira_M.pdf: 3228786 bytes, checksum: 6178aa806dc291cda2147dcf75ef1d9a (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Introdução: Recentemente as troponinas têm recebido crescente atenção como marcadores altamente específicos de injúria celular miocárdica. As troponinas formam um complexo que regula a interação cálcio-dependente da míosina com a actma. Constituem-se em três diferentes proteínas (troponinas I, C e T), existentes tanto no músculo esquelético quanto cardíaco, e codificadas por diferentes genes. A troponina C é idêntica tanto no músculo esquelético como cardíaco, mas os genes codificadores das troponinas I e T, cardíaca e esquelética são diferentes, o que permitiu que anticorpos memocionais de reatividade cruzada extremamente baixa pudessem ser desenvolvidos facilitando o diagnóstico de sofrimento isquêmico da fibra miocárdica. A introdução da dosagem de troponinas na prática clínica diária dos vários centros cardiológicos tem facilitado enormemente o diagnóstico e a condução dos casos duvidosos e a melhor avaliação do grau de sofrimento miocárdico após eventos clínicos ou procedimentos cirúrgicos. No Brasil praticamente não há trabalhos clínicos ou cirúrgicos envolvendo o uso da dosagem sérica de troponina para avaliação de sofrimento miocárdico. Objetivo: O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de determinar o comportamento evolutivo imediato e o valor prognóstico em termos de sobrevivência tardia, da dosagem sérica de troponina I em pacientes submetidos a operações cardíacas para revascularização miocárdica. Casuística e Método: Foram analisados 108 pacientes, não selecionados, sendo 85 do sexo masculino (78,7%), submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio com ou sem auxilio de circulação extracorpórea, no período de dezembro de 1996 a dezembro de 1997. O método empregado na dosagem da troponina I foi o da Quimiluminescência, em equipamento Acess da Sanofi-Pasteur. Foram feitas dosagens no pré-operatório, logo na chegada na Unidade de Terapia Intensiva, no primeiro dia de pós-operatório e no segundo dia de pós-operatório, admitindo-se como normais valores abaixo de 0,1 nanogramas por mililitro (ng/ml). Foram estabelecidos níveis de corte para avaliação prognóstica. Os pacientes foram avaliados pós-operatoriamente, registrando-se a evolução em meses, com vistas a determinação das taxas de sobrevivência. O único evento levado em consideração foi o óbito de causa cardíaca. Foi admitida como sendo de causa cardíaca toda morte não decorrente de complicações neurológica, hemorrágica ou infecciosa primárias e também não decorrente de acidente ou trauma mecânico. Resultados: A dosagem de troponina I em pacientes submetidos a operações de revascularização miocárdica mostrou comportamento evolutivo agudo característico, com importante elevação dos níveis séricos no primeiro dia de pós-operatório. Pacientes operados com auxílio de circulação extracorpórea (CEC) mostraram níveis significativamente mais elevados, mas não houve correlação com tempo de isquemia ou tempo de CEC, sugerindo que a elevação da troponina I seja decorrente de sofrimento miocárdico específico (obstrução coronária nativa, oclusão de ponte, etc.) e não decorrente da CEC propriamente dita. Foi ainda possível determinar que os níveis de corte estabelecidos separam pacientes com mau prognóstico, uma vez que valores / Abstract: Background: Troponins recently have received progressive attention as highly specific markers of myocardial cellular injury. They constitute a regulatory complex for the calcium dependent myosin-actin interaction. This regulatory complex of three different proteins (troponin I, C and T) is present both in skeletal and cardiac muscle and codified by different genes. Troponin C is the same in skeletal and cardiac muscle but the codifiers genes for I and T troponins are quite different making possible the development of monoclonal antibodies with very low cross reactivity and allowing the accurate diagnosis of myocardial cellular injury. The introduction in clinical practice of serum troponin evaluation has made possible a more easy diagnosis and better conduction of the patients in cases of acute coronary syndromes. There are no much papers in Brazil studying the influence of serum troponin determinations for the myocardial cellular injury evaluation. Objective: The present study was developed to determine the early and late prognosis of patients submitted to myocardial revascularization (with or without extracorporeal circulation) and the relationship with troponin-I serum levels at the postoperative period. Casuistic and Method: Were studied 108 patients (78.7% male), submitted to myocardial revascularization with or without extracorporeal circulation between December 1996 and December 1997. The serum troponin-I levels were determined by quimioluminiscence (Acess - Sanofi-Pasteur) in four periods: preoperative, Intensive Care Unit arrive, first postoperative day and second postoperative day. Were considered normal values below 0.1 ng/ml. Were choosen cut-off levels for prognostic evaluation (0.5, 1.0, 2.5 and 5.0 ng/ml). The follow-up was measured in months with the aim of survival curves construction. The only considered event was cardiac death. Results: Serum troponin-I had a characteristic early bahaviour with higher levels at the first postoperative day. When extracorporeal circulation was utilized (Group I), the levels were significantly higher but there was no correlation with ischemic or perfusional times. Perhaps the troponin-I high serum levels could be because of specific myocardial injury like native coronary artery obstruction, saphenous bypass graft acute failure and so on and not by extracorporeal circulation influence per se. Also was possible determine the cut-off levels as markers of bad prognosis. Serum troponin-I higher than 2.5 ng/ml at the first postoperative day was followed by mortality rates between 33% and 50% up to 6 months of follow-up. Conclusion: Serum troponin-I levels were higher than normal in patients submitted to myocardial revascularization with or without extracorporeal circulation, signalizing myocardial cellular injury. Values near 2.5 ng/ml at the first postoperative day alert to the necessity of more aggressive diagnostic and therapeutic measures / Mestrado / Cirurgia / Mestre em Ciências Médicas
3

Desempenho tardio das bioproteses valvares porcinas

Carvalho, Marcus Vinicius Henriques de 28 August 1991 (has links)
Orientadores: Sergio Almeida de Oliveira, Reinaldo Wilson Vieira / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T00:41:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Carvalho_MarcusViniciusHenriquesde_M.pdf: 789366 bytes, checksum: b9c21423eb95941145cb230bf9c39da5 (MD5) Previous issue date: 1991 / Resumo: o objetivo deste trabalho foi ode estudar o desempenho tardio das biopróteses porcinas modelo Carpentier-Edwards, com ênfase a todos os eventos mórbidos e/ou 1etais que pudessem estar relacionados à presença da bioprótese. Foram estudados 100 pacientes consecutivos submetidos à substituição de valva mitral e 100 pacientes consecutivos submetidos à substituição de valva aórtica. O seguimento médio dos pacientes foi de 93 meses para pacientes submetidos à substituição de valva mitral e de 62 meses para os pacientes submetidos à substituição de valva aórtica. Aproximadamente, 80% dos pacientes permaneceram vivos ao longo do seguimento. As curvas de sobrevida dos pacientes submetidos à substituição de valva mitral e dos pacientes submetidos à substituição de valva aórtica demonstram uma desenso inicial em razão da mortalidade hospitalar e, a partir dai, as curvas se estabilizam, voltando a ter outro descenso a partir dos cinco a seis anos da cirurgia, provavelmente em razão da alta incidência de degeneração estrutural nesse periodo. Os pacientes que necessitaram de reoperação para substituir a bioprótese que sofreu deterioração estrutural. tiveram uma mortalidade maior do que aqueles que não necessitaram de reoperação. Entretanto, essa diferença não teve significância estatística. A mortalidade relacionada à presença da bioprótese foi de aproximadamente de 5% tanto nos portadores de bioprótese em posição mitral, quanto nos portadores de bioprótese em posicão aórtica. Entre os pacientes que receberam implante da bioprótese em posição mitral, 22 deles necessitaram de reoperação para substituir a bioprótese, sendo que a incidência de reoperação foi maior nos pacientes que tinham menos de 35 anos na ocasião da primeira operação. Vinte e dois pacientes submetidos a substituição de valva mitral necessitaram reoperação, enquanto que apenas sete pacientes submetidos a substituição de valva aórtica necessitaram reoperação. As complicações tromboembólicas foram raras com o uso das biopróteses, apesar dos pacientes não terem recebido anticoagulação oral sistêmica. Concluímos que: 1) o uso das biopróteses porcinas tipo Carpentier-Edwards em nosso meio apresentou resultados clínicos satisfatórios, com mortalidade hospitalar e tardia semelhante à de outros grupos e também semelhante àquela quando outros substitutos valvares são empregados; 2) . a deterioração estrutural é um evento marcante para os pacientes portadores dessas biopróteses e começa a ocorrer basicamente a partir de seis a sete anos após o implante; 3) a deterioração estrutural da bioprótese modifica o destino dos pacientes, mot ivando a reoperação para substituir a bioprótese implantada. Entretanto, a ocorrência desta reoperação não aumenta significativamente a mortalidade. / Abstract: The objective of this study was to investigate the late performance of the porcine bi prosthesis Carpentier Edwards model with emphasis on all morbid and/or lethal events which could be related to its presence. A hundred (100) consecutive patients who underwent a mitral valve implant and a hundred (100) consecutive patients who underwent an aortic valve implant were studied. The avarage tracking period for the former was 93 months and 62 months for the latter. Aproximately 80% of those patients remained alive during the follow-up time. The survival curves of patients who received a mitral valve implant and patients who received an aortic valve implant showed an inicial decrease due to in-hospital mortality. Then, the curves stabilized showing another decrease about 5 to 6 years later probably due to structural degeneratiem. Patients who needed reoperation to substitute the deteriorated bioprosthesis presented a higher mortality rate that those who did not need reoperation. Nevertheless, that difference had not statistic significancy. Mortality related to the bioprosthesis was close to 5% either for patients with bioprosthesis in mitral or in aortic positions. Among those patients (100) who received amitral-position bioprosthesis twenty-two (22)- of them needed reoperation toreplace it, being the incidence of reoperation higher on those who were under 35 years of age by the time of the first operation. Yet, only seven (7 ) among those who received an aortic-position bioprosthesis needed reoperation. The thromboembolic complications were rare with the use of bioprosthesis although none of the patients received systemic oral anticoagulation. It was concluded that: 1) The use of Carpentier Edwards type porcine bioprosthesis presented satisfactory clinic results in our midst, with in-hospital and late mortality rate similar not only to other groups but also when other types of valve substitutes are used. 2) The structural deterioration is a remarkable event for patients who bear the bioprosthesis, starting basically 6 to 7 years after the implant. 3) The structural deterioration of the bioprosthesis modifies patient's fate causing, as a result, reoperation to substitute the implanted bioprosthesis. However, the occurance of such cases does not increase mortality rate significantly. / Mestrado / Mestre em Cirurgia
4

Estudo das alterações hemodinamicas decorrentes da utilização de dois tipos de estabilizadores para operações de revascularização do miocardio sem circulação extracorporea : trabalho experimental

Oliveira, Pedro Paulo Martins de, 1968- 22 December 2004 (has links)
Orientador: Domingo Marcolino Braile / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-04T02:20:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Oliveira_PedroPauloMartinsde_M.pdf: 4806008 bytes, checksum: 6e77b30fcf0ef7f0f8ea519d308a8a3d (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Introdução: A operação de revascularização do miocárdio foi concebida nos meados do século passado, tratando-se então, de uma operação experimental, sem fazer parte do arsenal terapêutico da isquemia miocárdica. Nos anos 60 com o advento da circulação extracorpórea(CEC), que permitiu trabalhar com o coração em assistolia e a publicação dos trabalhos de Favarolo, ela se tomou um dos procedimentos mais realizados pelos cirurgiões cardiovasculares. No início da década de 90, houve um interesse pela realização destas operações sem CEC, evitando seus efeitos deletérios, havendo desenvolvimento de técnicas e aparelhos para realização de revascularização cirúrgica com o coração batendo. Objetivo: Estudar as alterações hemodinâmicas secundárias ao uso de dois tipos de estabilizadores para operações de revascularização do miocárdio sem circulação extracorpórea-CEC, um por sucção (OctopuSTM- Meditronic Inc.) e outro por compressão (SperoniTM- Geister). Material e Métodos: Foram utilizados dez suínos da raça large-white com 40 Kg de peso. Anestesiados e sob ventilação mecânica os animais foram submetidos à estemotomia longitudinal mediana e pericardiotomia. Foram monitorizados o eletrocardiograma, o débito cardíaco (com fluxômetro posicionado na aorta ascendente) e as seguintes pressões: arterial média, pulmonar média, atriais médias direita e esquerda, ventriculares diastólicas direita e esquerda, sendo calculado o volume sistólico e a resistência vascular sistêmica. Foram estudados os estabilizadores posicionados em três artérias: interventricular anterior, interventricular posterior e ramo marginal da circunflexa. Para cada animal foi sorteada a ordem de aplicação do estabilizador com relação ao tipo e à artéria. As mensurações foram realizadas cinco minutos após a aplicação do estabilizador durante o final da expiração, sempre precedidas de mensuração dos dados basais. Para análise estatística utilizou-se o teste t de student para dados pareados com significância P <0.05. Resultados: Na a. interventricular anterior ocorreram alterações somente com o estabilizador por compressão, havendo queda do débito cardíaco, do volume sistólico e da pressão arterial média, com aumento da resistência vascular sistêmica. Na a.interventricular posterior constatamos alterações com o estabilizador por compressão, havendo queda do débito cardíaco e do volume sistólico, com aumento da freqüência cardíaca. Com o estabilizador por sucção houve aumento da freqüência cardíaca e da resistência vascular sistêmica, com queda do volume sistólico. No ramo marginal da circunflexa ocorreu queda do débito cardíaco, do volume sistólico e da pressão arterial média com os dois estabilizadores, havendo também queda na pressão arterial pulmonar média e aumento da pressão atrial direita média com o estabilizador por compressão. Conclusões: Ambos os estabilizadores causaram alterações hemodinâmicas. O que atua por compressão provocou sistematicamente mais alterações do que o que atua por sucção / Abstract: Introduction: The coronary artery bypass grafting was initially conceived in the middle of the last century but only achieved widespread indications after development of cardiopulmonary bypass during the sixties with the studies by Favaloro. Since the nineties, there has been a growing interest in off-pump procedures, with the acquisition of new technologies that allowed beating heart surgeries. Objective: To study the hemodynamic disturbs related to use of two types of cardiac stabilizers used in beating heart surgery, the OctopuSTM(Medtronic Inc.), and the SperoniTM(Geister ). Methodology: Ten 40 kg large-white pigs were anaesthetized, and under mechanical ventilation were submitted to median stemotomy and pericardiotomy. ECG, cardiac output, arterial, pulmonary artery, right and left atrial and right and left ventricular pressures were monitored and calculated systolic volume and systemic vascular resistance. Both stabilizers were studied positioned over three arteries: anterior interventricular, posterior interventricular and obtuse marginal circumflex branch. Measures were performed tive minutes before and after stabilizer application, during end of expiration time. For statistical analysis was used "student t test" withp<O.O5. Results: In anterior interventricular artery, there was disturbs only with Speroni, with decrease in the cardiac output, systolic volume, medium arterial pressure and increase in the systemic vascular resistence. In posterior interventricular artery, with Speroni, we found cardiac output and systolic volume decrease, associated to cardiac rate increase. With Octopus, there was cardiac rate and systemic vascular resistance increase, associated with systolic volume decrease.There was decrease in cardiac output, systolic volume and medium arterial pressure with both stabilizers when applied to obtuse marginal circumflex branch. When Speroni was used, we also veritied right atrial medium pressure increase and decrease in the medium pulmonary pressure. Conclusions: Both the stabilizers caused hemodynamics disturbs. Speroni was more associated to alterations than Octopus / Mestrado / Cirurgia / Mestre em Cirurgia
5

Niveis sericos de arginina-vasopressina no pos-operatorio não complicado de cirurgia cardiaca com circulação extracorporea

Martins, Edna Freitas 29 January 2003 (has links)
Orientadores: Sebastião Araujo, Margaret de Castro / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:29:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martins_EdnaFreitas_M.pdf: 4803103 bytes, checksum: 259532b5aa3ba675d8102e2c09f7a3de (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Objetivo. Avaliar os níveis séricos de vasopressina (AVP) em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea (CC-CEC), não complicada, até o terceiro dia pós-operatório (pós-OP). Métodos. A A VP foi dosada por radioimunoensaio em amostras sangüíneas colhidas de 51 pacientes adultos, não consecutivos, não complicados, submetidos à CC-CEC não pulsátil, nos seguintes tempos: 12h pré-OP (t-12); 15min após a indução anestésica (tO); 5min pós-CEC (t1); 2h (t2) e 6h (t6) após o término da cirurgia; e manhãs do 10 (t24) , 20 (t48) e 30 (t72) dia pós-OP. Como controle, dosagens dos níveis basais de A VP foram realizadas em amostras sangüíneas colhidas pela manhã, em repouso, de 29 indivíduos adultos (21 a 45 anos), sadios, de ambos os sexos (17M e 12F). Resultados. A idade média dos pacientes foi de 47,6 :f: 13,9 anos (21 a 73 anos), sendo 30 homens e 21 mulheres. Os tipos de cirurgias realizadas foram: revascularização miocárdica em 16 (31%) pacientes, troca valvar em 25 (49%) e outros em 10 (20%). Os níveis séricos de AVP [média :f: DP pg/ml; (min -max) foram baixos e dentro da faixa de normalidade nos tempos t-12 [2,4 :f: 1,7 (0,58 - 10,4); controle] e tO [2,0 :f: 1,8 (0,125 - 8,7); P = 0,19], mostrando uma dramática elevação logo após a CEC [t1: 151,3 :f: 125,5 (7,1 - 615,0); P < 0,0001], tendendo posteriormente à queda, porém com valores ainda superiores ao período basal até o 30 PO [t72: 3,5 :f: 1,7 (0,8 - 8,0); P = 0,0004]. Os valores da AVP sérica (média :f: DP) nos voluntários sadios foram de 2,22 :f: 1, 15pg/ml (0,4 a 5,2). Conclusão. Em pacientes que evoluem sem complicações, os níveis séricos de A VP mantêm-se elevados até o 30 dia PO após CC-CEC, sugerindo, como tem sido descrito por diversos autores recentemente, que este hormônio tenha um importante papel na manutenção da estabilidade hemodinâmica e/ou homeostática nesta condição clínica / Abstract: Objective. To evaluate plasma vasopressin (A VP) levels in patients undergoing uncomplicated cardiopulmonary bypass open heart surgery (CPB-OHS) until the 3rd post-operative (post-OP) day. Methods. Plasma AVP concentration was measured by radioimmunoassay in 51 non-consecutive adult patients undergoing uncomplicated non-pulsatile CPB-OHS at the following moments: 12h pre-OP (t-12); 15min after anaesthetic induction (tO); 5min post-CPB (t1); 2h (t2) and 6h (t6) after ending surgery; and by the morning at the 1st (t24) , 2nd (t48) and 3rd (t72) post-OP days. Basal plasma A VP was also measured in 29 healthy volunteer adults (21 to 45 years), both sexes (17M and 12F), to serve as controls. Results. Patients median age was 47.6:t 13.9 years (ranging 21 to 73 years), with 30 males and 21 females. The types of surgical procedures were: coronary artery bypass grafting in 16 (31 %) patients, valvular heart surgery in 25 (49%) and others in 10 (20%). AVP plasma levels [median :t 5D pg/mL; (min - max)] were low and within the normal range at moments t-12 [2.4 :t 1.7 (0.58 - 10.4); control] and tO [2.0 :t 1.8 (0.125 - 8.7); P = 0.19], showing a dramatic increase just after CPB [t1: 151.3 :t 125.5 (7.1 - 615.0); P < 0.0001], with a slow and progressive fali in the subsequent hours, but remaining over the normal range until the 3rd post-OP day [t72: 3.5 :t 1.7 (0.8 - 8.0); P = 0.0004]. Healthy volunteers' AVP plasma AVP levels (median :t SD) were 2.22 :t 1.15pg/mL (ranging 0.4 to 5.2). Conclusion. Plasma A VP levels remain elevated until the 3rd post-operative day in these uncomplicated patients undergoing non-pulsatile CPB-OHS, suggesting that this hormone may play an important role in the maintenance of hemodynamic and/or homeostatic stability in this clinical condition, as has been recently reported by many authors / Mestrado / Medicina Interna / Mestre em Ciências Médicas
6

Transplante cardiaco pediatrico

Sgarbieri, Ricardo Nilsson 12 July 1995 (has links)
Orientador: Reinaldo Wilson Vieira / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-20T09:45:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sgarbieri_RicardoNilsson_M.pdf: 4818640 bytes, checksum: 5fe450988e798339194415d27596a459 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: A cirurgia cardíaca pediátrica apresentou grandes progressos nos últimos 50 anos. Um grande número de cardiopatias, congênitas ou adquiridas, podem ser corrigidas cirurgicamente, muitas delas, nos primeiros meses de vida. Outras, necessitam de alguma forma de tratamento paliativo antes da cirurgia corretiva. Porém, existe um grupo de cardiopatias onde o tratamento convencional não apresenta bons resultados. O tratamento deste grupo de crianças constitui o desafio dos que trabalham com transplante cardíaco pediátrico. O objetivo do presente trabalho é o de avaliar os problemas técnicos, as complicações pós-operatórias e os resultados do transplante cardíaco na população pediátrica. Para tanto, estudamos um grupo de 24 pacientes, operados entre 1985 e 1991, e com seguimento variando de sete meses a sete anos e dois meses. A idade dos pacientes variou de dois dias a 21 anos, com média de 10,5 anos. A patologia inicial era miocardiopatia em 12 pacientes, cardiopatia congênita em 11 e um paciente apresentava tumor cardíaco. Dois pacientes foram, posteriormente, submetidos a retransplante por falência do órgão transplantado. A espera pelo transplante variou de dois a 156 dias, com média de 37,3 dias. Seis transplantes foram realizados de maneira eletiva, 14 pacientes encontravam-se internados em unidades de terapia intensiva com suporte de drogas inotrópicas intravenosas e seis necessitaram de assistência circulatória mecânica externa. Várias modificações técnicas foram empregadas para abordar problemas anatõmicos nos pacientes portadores de cardiopatias congênitas complexas. Estas incluíram a correç~o de anomalias da drenagem venosa sistêmica, correção de anomalias causadas por cirurgias paliativas prévias e anomalias de posição e desenvolvimento dos grandes vasos da base. Os cuidados pós-operatórios envolveram um protocolo de imunossupressão baseado na associação de ciclosporina, azatioprina, corticóides (em baixas doses) e soro antilinfocitário, como terapêutica de indução. A mortalidade global foi de sete pacientes (29%), sendo cinco no período pós-operatório imediato e dois óbitos tardios. Dos óbitos pós-operatórios, três foram causados por falência de múltiplos órgãos e todos estes se encontravam sob suporte circulatório mecânico pré-operatório. Dos óbitos tardios, um foi por pancreatite e outro por infecção. O diagnóstico de rejeição aguda foi baseado em parâmetros clínicos e exames não-invasivos, recorrendo-se à biópsia endomiocárdica apenas excepcionalmente. A média de episódios de rejeição aguda foi de 1,8 episódios I paciente, sendo que 78% ocorreram durante os três primeiros meses após o transplante. A incidência total de infecção foi de 58,8% nos pacientes seguidos, sendo apenas dois casos considerados graves (8,3%). As complicações relacionadas à imunossupressão mais freqüentes foram as alterações da função renal (94%), o déficit de crescimento (88% das crianças abaixo de dez anos), a neutropenia (35%) e a hipertensão arterial (23%). A sobrevida global foi de 71 %, após um seguimento médio de 29 meses. Concluímos que o transplante cardíaco é uma alternativa terapêutica atraente, que compara favoravelmente com as outras formas de tratamento disponíveis, para crianças portadoras de cardiopatias graves em estádio terminal. A recuperação e reintegração familiar e social destas crianças nos encoraja a prosseguir nesta forma de tratamento / Abstract: Pediatric cardiac surgery has shown great progress in the past 50 years. A great number of cardiac diseases, congenital or acquired, may be treated surgicaly, many of them, during the first months of life. Others, may need some form of paliative treatment before undergoing corrective surgery. However, there exists a small group of lesions where conventional treatments do not have good results. The treatment of this group of patients is the main task of those who work with pediatric cardiac transplantation. The purpose of the present study is to evaluate the technical difficulties, the post-operative complications and the results of heart transplantation in the pediatric age group. For such, we have studied a group of 24 patients, operated upon between 1985 and 1991, and followed for a period varying from seven months to seven years and two months. The patients' age varied from two days to 21 years, with a mean age of 10.5 years. The initial pathology was a cardiomyopathy in 12, a congenital heart defect in 11 and a recurrent cardiac tumor in one. Two patients were submitted, later, to retransplantation due to donor organ failure. The waiting time varied from two to 156 days, with a mean of 37.3 days. Six transplants were done electively, 14 patients were in the intensive care unit on intravenous inotropic support and s~x patients were on ventricular assist devices at the time of transplantation. Several technical modifications were used while dealing with anatomical problems in patients with complex forms of congenital heart defects. These included correction of anomalus sistemic venous drainage, correction of distortions caused by previous paliative procedures and the correction of anomalies in the position and relation of the great vessels. Post-operative care involved a protocol of imunossupression including cyclosporine, azathioprine, prednisone and antilynphocyte serurn, as induction therapy. Global mortality was 29% (seven patients). Five of these died in the immediate post-operative period. Three of the five post-opeative deaths were due to multi-organ failure and all of these patients had needed ventricular assist devices pre-operatively. There were two late deaths, one due to acute pancreatitis and the other from infection. The diagnosis of acute rejection was based on clinical parameters and non-invasive exams. Endomyocardial biopsy was used only exceptcionally. The mean number of rejection episodes was 1.8 per patient. Seventy eight percent ofthese occured during the first three post-operative months. The total incidence of infectious complications was 58.8%0 but only two patients were considered to have serious infections (8.3%). The complications, related to imunossupression, most commonly seen were renal disfunction (94%), growth deficit (88% of the children less than 10 years of age), and hypertension (23%). The global survival rate was of 71 % after a mean follow up period of 29 months. We conclude that cardiac transplantation is an attractive therapeutic altemative, whose results compare favorably with those of other conventional forms of treatment, for children affected by end stage cardiac disease. The functional recovery and social rehabilitation of these children encourage us to continue with this form of treatment / Mestrado / Mestre em Cirurgia
7

Estudos da ultra-estrutura pulmonar em cirurgia cardiaca com tecnicas de hipotermia profunda geral : trabalho experimental em cães

Vieira, Reinaldo Wilson, 1941- 17 July 2018 (has links)
Acompanha memorial / Tese (livre-docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-17T06:17:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vieira_ReinaldoWilson_LD.pdf: 12739235 bytes, checksum: 6cbe900cb082195ad2b40f0a95d00932 (MD5) Previous issue date: 1983 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Tese (livre-docencia) - Univer / Livre Docente em Cirurgia
8

Influencia de alguns fatores extrapulmonares na determinação dos parametros respiratorios no periodo pos-operatorio de cirurgia cardiaca com circulação extracorporea

Terzi, Renato Gouseppe Giovanni, 1937- 17 July 2018 (has links)
Acompanha memorial / Tese (livre-docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-17T06:07:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Terzi_RenatoGouseppeGiovanni_LD.pdf: 3682026 bytes, checksum: 3004c6be827c5ecb8c8a0ba896bb5ed9 (MD5) Previous issue date: 1983 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Tese (livre-docencia) - Univer / Livre Docente em Ciencias Medicas
9

Plastica mitral com anel maleavel de pericardio bovino.

Volpe, Marco Antonio 06 February 1997 (has links)
Orientador: Domingo Marcolino Braile / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-22T11:19:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Volpe_MarcoAntonio_M.pdf: 4869546 bytes, checksum: 527a2dc706b96d2ae7469dbd264bcfaa (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: No final da década de 50, realizou-se a primeira tentativa de corrigir a insuficiência mitral pura por anuloplastia. Desde então, numerosas técnicas têm sido propostas na correção das valvopatias. O presente trabalho mostra os resultados obtidos com doentes submetidos a uma variedade de plástica mitral. A técnica consiste em medir o perímetro da cúspide anterior e implantar uma prótese flexível de pericárdio bovino, com esta medida, para reforço e conformação do anel mitral posterior. Assim, obtém-se redução do anel mitral posterior ao perímetro da cúspide anterior, com perfeito ajuste do aparelho valvar. Foram estudados 32 doentes, em 16 meses, com seguimento de 100%. Destes, 25 eram do sexo feminino e 7 do masculino, com idade variando de 9 a 66 anos (M = 36,38 ± 17,18 anos). A abordagem mitral foi exclusiva em 23 (72%) doentes, enquanto os demais (9) foram submetidos a operações associadas, como plástica tricúspide (4), troca valvar aórtica (3) e plástica aórtica (2). Não se registrou óbito operatório. Houve 2 óbitos (6,2%), sendo um de causa desconhecida e outro no terceiro dia de pós-operatório de uma troca valvar mitral realizada 9 meses após a anuloplastia. Registrou-se sobrevida de 93,8%. Entre as complicações tardias não fatais, o tromboembolismo e a endocardite não registraram eventos nos 16 meses de estudo. Houve apenas uma reoperação nesse período. Na avaliação ecodopplercardiográfica, 88% dos doentes mostraram completa recuperação funcional da valva mitral (50% com ausência de insuficiência e 38% com insuficiência leve e sem repercussão hemodinâmica). Dos 12% (4 doentes) restantes, 6% apresentaram insuficiência moderada e 6% permaneceram com insuficiência grave. Segundo a classificação da N.Y.H.A., os doentes das classes II (28%) e III (72%) passaram para as classes I (65%), II (32%) e III (3%). O anel de pericárdio bovino mostrou-se flexível, moldando-se perfeitamente ao anel valvar, respeitando sua geometria e contratilidade. Não produziu hemólise e permitiu a seus portadores prescindirem de anticoagulação. Desse modo, o reparo da valva mitral por meio desta técnica pareceu simples e facilmente reprodutível, com vantagens significantes na evolução dos doentes / Abstract: By the end of the 50's, the first attempt to correct the pure mitral insufficiency through annuloplasty was made. Since then, various techniques have been considered for the correction of valvopathies. This paper shows the results of patients undergoing a variety of mitral plastic. The technique consists of a perimeter measurement of the anterior cuspid and the implantation of a bovine pericardium flexible prosthesis, with that size, for reinforcement and conformation of the posterior mitral ring. Thus, it is possible to obtain the reduction of the posterior mitral ring towards the anterior cuspid perimeter, with a perfect adjustment of the valvar device. Thirty-two patients were studied, in 16 months, with a 100% follow-up. Twenty-five of them were females and 7 males, at the age range from 9 to 66 years (M=36,38 ± 17,18 years). The mitral approach was exclusive in 23 (72%) patients whereas the others (9) underwent operations associated, as tricuspid plastic (4), aortic valve replacement (3), aortic plastic (2). There were no reports of operative deaths. There were two deaths (6,2%), one had an unknown cause of death and one died on the third postoperative day following a mitral valve replacement that was performed 9 months after the annuloplasty. A survival of 93,8% was recorded. Among the late nonfatal complications, the thromboembolism and the endocarditis did not show any events in 16 months of study. There was only one reoperation within this period In the echodopplercardiography evaluation, 88% of the patients showed a complete functional recovery of the mitral valve (50% with absence of insufficiency and 38% with slight insufficiency with no hemodynamic repercussion). Of the 12% (4 patients) remaining, 6% showed moderate insufficiency and 6% remained with severe insufficiency. According to the N.Y.H.A. classification, the patients of classes H (28%) and m (72%) went on to classes 1 (65%), II (32%), and III (3%). The bovine pericardium ring was flexible enough, fitting the valvar ring perfectly, repecting its geometry and contractility. It did not produce hemolysis and allowed its sufferers to disregard anticoagulation. Thus, the mitral valve repair through this technique seemed simple and easily reproductive, with significant advantages in the evolution of the patients / Mestrado / Clinica Medica / Mestre em Ciências Médicas
10

Sistematização da assistencia de enfermagem : visita pre-operatoria a pacientes submetidos a revascularização do miocardio

Cordeiro, Carin de Freitas Nomi 31 August 2001 (has links)
Orientador : Rachel Noronha / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-02T11:06:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cordeiro_CarindeFreitasNomi_M.pdf: 22724952 bytes, checksum: c531c2ca319a99f3dd020bce5e7b4e17 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: O presente trabalho tem como objetivos analisar a assistência pré-operatória de enfermagem, pela ótica dos pacientes em pós-operatório de revascuIarizaçãodo miocárdio, e identificar a contribuição da visita pré-operatória de enfermagem - VPreOE - na assistência aos pacientes. A opção por pacientes submetidos a cirurgia cardíaca deve-se, particularmente, à estigmatização do órgão afetado (coração - órgão vital de extrema importância) e sua associação à vida e à morte, à complexidade e ao porte da cirurgia, à recuperação pós-operatória que é crítica e lenta e à necessidade de alterações nos hábitos e no estilo de vida desses pacientes. Trata-se de um estudo comparativo/descritivo/exploratório. A amostra foi composta por 30 pacientes internados em unidades de internação, em pós-operatório de revascularização do miocárdio, maiores de idade, verbalmente comunicativos e que concordaram em participar do estudo. A pesquisa foi desenvolvida em dois hospitais públicos, com características semelhantes: um no município de São Paulo, com a Sistemática da Assistência de Enfermagem Perioperatória - SAEP implantada, com visita pré-operatória de enfermagem, e outro no município de Campinas-SP, sem a implantação da sistemática. Obteve-se como resultados que os pacientes que receberam a VPreOE (Grupo A) identificaram o profissional enfermeiro, o qual lhe ofereceu infonnações e orientações. Estes pacientes manifestaram sentimentos de ansiedade, angústia, desconfiança e confusão, mas obtiveram contribuições da VPreOE para a melhora da expressão, enftentamento e reversão de seus sentimentos, fatos não ocorridos com aqueles que não receberam a visita do enfermeiro, (Grupo B). A VPreOE foi considerada pelos pacientes estudados uma intervenção positiva do profissional enfermeiro / Abstract: This work has as objectives to analyze the nursing preoperative assistance by the patiens' view in postoperative of coronary artery bypass grafting (CABG) and to identify the contribution of the nursing preoperative visit to those patient ones. The choice for patients of heart surgery was due to the fact of its connection, rrurinlyto its association with the life and the death, to the complexity and load of the surgery, to the postoperative recovery to be critical and slow and to the need of alterations in the habits and in the lifestyle of those patient ones. It is a study comparative/descritive/explorative. The sample was composed by 30 patients intemed in units of intemment, in postoperative of coronary artery bypass grafting (CABG), larger of age, talkative and that agreed in participating in the study. The research was developed in two public hospitaIs, with similar characteristics, one in São Paulo-SP, with perioperative nursing assistance implanted, with preoperative nursing visit and another in Campinas-SP, without the implantation of the system. It was obtained as results, that the patients that received nursin visit identified the nurse, which offered them information and orientations. These patients didn't manifest anxiety feelings, anguish, distrust and confusion and they obtained contributions of nursing visit for the improvement of the expression, and reversion of its feelings, facts not happened with those that didn't receive the nursing visit, which was considered a positive intervention / Mestrado / Mestre em Enfermagem

Page generated in 0.0608 seconds