• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 282
  • 13
  • 11
  • 10
  • 9
  • 9
  • 6
  • 6
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 288
  • 288
  • 135
  • 86
  • 77
  • 75
  • 72
  • 67
  • 64
  • 63
  • 59
  • 59
  • 57
  • 52
  • 45
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Environmental benefit-cost analysis in the US : risk-based regulation and the role of the National Center for Environmental Economics

Teodorovicz, Thomaz, 1991- January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Victor Manoel Alvarez / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Defesa : 25/03/2015 / Inclui referências : fls. 155-177 / Resumo: O desenvolvimento do marco regulatório ambiental dos EUA começou a ficar em evidência a partir da criação da Environmental Protection Agency (EPA) em 1970, agência responsável por estabelecer regulações de emissão de poluentes e determinar o uso de tecnologias para seu controle. Contudo, a partir de meados da década de 1970, em um ambiente político-econômico marcado pela crise energética e voltado à priorização da produtividade e do desempenho econômico, um ferramental específico tornou-se proeminente no processo de avaliação a respeito de regulações (tanto gerais como ambientais): a análise custo-benefício (ACB). A ACB foi introduzida nos EUA, por meio de uma série de Executive Orders (EO) emitidas pelo poder executivo estadunidense, especialmente a partir do governo Reagan, sob o argumento de proporcionar uma análise regulatória consistente, objetiva, neutra e em sintonia com o desenvolvimento econômico. A ACB foi mantida e reforçada em governos subsequentes, institucionalizando-se como uma peça obrigatória na pré-avaliação do impacto econômico de novas regulações. Enquanto os principais argumentos para a adoção da ACB estão ligados à defesa de sua objetividade teórica e à busca de eficiência, o conhecimento para sua efetiva prática na regulação ambiental é concentrado em um grupo de economistas ligados à área da economia ambiental. Esses especialistas utilizam ferramentas econométricas para simular preços artificiais dos "bens naturais", de modo a precificar e comparar custos e benefícios das regulações e políticas ambientais. O objetivo deste trabalho é realizar uma análise crítica da ACB ambiental, a partir da experiência da sua implantação na EPA. Mais especificamente, o trabalho analisa o modo pelo qual o departamento de economistas especializados em economia ambiental e ACB da EPA (National Center for Environmental Economics - NCEE) influencia o processo decisório da agência. Verifica-se que os praticantes de ACB ambiental formam uma comunidade epistêmica responsável por defender a aplicação política desta prática. Entretanto, outra corrente, composta por representantes do meio acadêmico e por policy-makers com passagem pela EPA, apresenta críticas multidisciplinares. Estes questionam os fundamentos da metodologia adotada, ao assumir pressupostos que envolvem significativo grau de subjetividade. Por fim, observou-se que a NCEE não está inserida formalmente no processo regulatório da EPA. Entrevistas conduzidas na EPA revelaram que a ação da NCEE é restrita por legislações que impedem a aplicação da ACB ambiental em regulações ambientais específicas. Entretanto, ao realizar pesquisas independentes, promover seminários e workshops e desenvolver manuais técnicos, a NCEE busca a sua legitimidade, tanto ao nível interno da agência, quanto ao nível externo, ao conectar-se com especialistas da comunidade acadêmica e de outros órgãos de governo. Palavras-chave: Análise Custo-Benefício, Regulação de Risco, Comunidade Epistêmica; Regulação Ambiental; NCEE. / Abstract: The creation of the Environmental Protection Agency (EPA) in 1970, a federal regulatory agency focused on environmental protection and restoration, was a cornerstone in the development of US environmental policy and a landmark of the the US environmentalist movement. However, in the mid-1970s, as a result of the energy crisis, the US political and economic agenda shifted towards greater concern over productivity and economic performance. In such context, a particular economic tool for evaluating new economic and environmental regulations gained prominence in the US regulatory process: the benefit-cost analysis (BCA). The US executive branch issued a series of Executive Orders and gradually introduced BCA in the regulatory system, reaching its acumen during the Reagan Presidency, on the grounds that BCA would not only provide a consistent, neutral, and objective regulatory analysis, but also be aligned with economic development and recovery. Subsequent Administrations maintained and reinforced BCA's role in the regulatory process, institutionalizing it as a mandatory stage for ex ante regulatory analysis. While the main arguments defending BCA defends its theoretical objectivity and the necessity of efficient policies, its practice to environmental regulations, what we call "environmental BCA", depends on a group of economists specialized in the field of environmental economics. These experts rely on econometric tools to estimate artificial prices of "environmental goods", thus assigning a monetary value to environmental regulation's benefits and making them comparable to regulatory costs. This work aims to critically analyze environmental BCA, particularly based on the US experience and on its implementation at EPA. More specifically, we analyze how the National Center for Environmental Economics (NCEE), a particular department within EPA mainly composed of economists experts in environmental economics and BCA, might influence the agency's regulatory process. It was verified that environmental BCA's practitioners share characteristics of an epistemic community, which is responsible for defending such practice in the policy arena. However, an opposing group of academics and policy-makers fosters multidisciplinary criticisms regarding BCA's subjective assumptions and methods. Finally, we observed that NCEE is not formally included in EPA's regulatory process. Interviews conducted at EPA revealed that NCEE's activities are restricted by legislative mandates impeding the application of environmental BCA for particular environmental regulations. However, by fostering independent research, promoting seminars and workshops, and developing technical guidelines, NCEE seeks internal and external legitimacy, connecting itself to experts from the academic community and other governmental agencies. Keywords: Benefit-Cost Analysis, Risk-Based Regulation, Epistemic Community; Environmental Regulation; NCEE.
12

O Programa Mais Médicos : a formulação de uma nova política pública de saúde no Brasil

Couto, Mariele Pena de January 2015 (has links)
Orientadora : Profª. Drª. Eneida Desiree Salgado / Orientador : Prof. Dr. Alexsandro Eugênio Pereira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Defesa : 25/02/2015 / Inclui referências / Resumo: O Programa Mais Médicos adentrou a agenda governamental de saúde em resposta a um período de intensas disputas e conflitos sociais, com a finalidade de ampliar o acesso social aos serviços públicos de saúde, mediante a contratação de mais médicos, inclusive por intermédio de convênios internacionais. Este trabalho objetiva resgatar o processo de formulação deste programa, iniciado a partir das Manifestações de Junho de 2013, pois foi a partir deste episódio que a Presidente Dilma Rousseff promulgou Medida Provisória n.º 621/2013, instituidora do Programa Mais Médicos. Esta norma foi submetida à análise do Poder Legislativo por meio do Projeto de Lei de Conversão n.º 26/2013-CN que culminou na edição da Lei Federal n.º 12.871/2013, sendo relevante compreender os fluxos político, de problemas e de soluções formadores desta agenda política. Este processo é estudado pela perspectiva do Modelo de Múltiplos Fluxos, desenvolvido por John Kingdon, cuja atualidade do tema permite identificar a perenidade da agenda governamental de saúde, analisada por meio de pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva, por permitir identificar a atuação dos diversos atores para a formulação deste programa de saúde. A coleta de dados pautou-se em pesquisa documental, tais como documentos oficiais expedidos por órgãos públicos diretamente ligados à regulamentação da saúde pública, além de dados secundários provenientes de artigos, livros, sites eletrônicos, entre outros. O resultado obtido consiste na reestruturação da agenda política governamental de saúde, que culminou na formulação do Programa Mais Médicos, por meio da identificação dos atores envolvidos, seus interesses e estratégias destinadas tanto à formulação da agenda quanto à tomada de decisão pelas instâncias políticas da Administração Pública, com ênfase nos embates travados entre os Poderes Executivo e Legislativo na fase pré-decisória. Palavras-chave: Políticas Públicas. Agenda Governamental. Saúde Coletiva. Programa Mais Médicos. Política Regulatória. / Abstract: The "Mais Médicos" (More Doctors) Program has entered the government healthy agenda in response to a period of intense disputes and social conflicts. It has the purpose of increasing the social access to healthy public services by hiring more doctors through international according. This work aims to bring through the formulation process of this program, which started in June 2013 with Manifestations that led President Dilma Rousseff to enact provisional measure number 621/2013 establishing the Mais Médicos Program. The rule was submitted by legislative analysis, assured by Conversion Act number 26/2013-CN that culminate in the issue of Federal Law number 12.871/2013, as being relevant to understand the political stream, problems and solutions which has formed this political agenda. This process was studied from the perspective of the Multiple Stream Model developed by John Kingdon. The actuality of this theme allows the recognition of the continuity of the healthy Government agenda analyzed through qualitative, exploratory and descriptive research by admitting to identify the activities of the various actors in the formulation of this healthy program. The data collection has been done in documentary research as official documents issued by public agencies directly linked to public health regulations and as secondary data from articles, books, websites, and others. The result obtained is the restructuring of government health policy agenda, which culminated in the formulation of Mais Médicos Program through the identification of its actors involved, their interests and strategies aimed at both formulation of the agenda and the decision by the political bodies of public administration, emphasizing on the differ between the Executive and legislative branches in the prior decision phase. Keywords: Public Policy. Government Agenda. Healthy Collective. Mais Médicos Program. Regulatory Policy.
13

Políticas públicas de turismo : interação empresários-setor público em Curitiba sob a ótica institucional

Gomes, Bruno Martins Augusto January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Huáscar Fialho Pessali / Orientador : Prof. Dr. Adriano Nervo Codato / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Defesa : 27/03/2015 / Inclui referências / Resumo: A compreensão da interação entre empresários e setor público é requisito para que as políticas públicas de turismo contemplem os aspectos econômicos inerentes ao turismo assim como seus efeitos socioculturais e ambientais. Esta tese tem como objetivo analisar as instituições presentes na interação entre empresários e setor público nas políticas públicas de turismo, por meio de um estudo na cidade de Curitiba. Para cumpri-lo foi elaborado um referencial teórico sobre institucionalismo, interação, políticas públicas e turismo. A partir dele e de uma metodologia pautada na teoria fundamentada foram coletados e analisados os dados. Foram realizadas vinte e seis entrevistas com agentes do setor público e da iniciativa privada ligados ao turismo em Curitiba. Como resultado obteve-se primeiramente que os principais agentes que interagem com o setor público são Fecomércio, Sebrae e Abrasel. Desde sua criação, o Instituto Municipal de Turismo teve como principais ações a Feira do Largo da Ordem, a Galeria de Luz, o Fórum Metropolitano de Turismo, as Feira Gastronômicas e a Copa do Mundo de Futebol 2014. A exposição sobre as instituições presentes na interação em Curitiba foi organizada em quatro temas: antecedentes da interação, interação para a organização do turismo no destino, distribuição dos custos e benefícios da interação e estágio da interação em Curitiba. Nos antecedentes da interação foram descritas a ação coletiva dos empresários, a interação dos burocratas e a trajetória. Sobre a interação para a organização do turismo no destino foram tratados dos temas frequência, coordenação, comando, negociação, setor público e os aspectos econômicos do turismo, importância do turismo no setor público, incrementalismo, gerencialismo, janelas de oportunidade, hábitos presentes na defesa de ideias, influências na formulação de políticas públicas, e setor público e a sustentabilidade do turismo. Já em relação à distribuição dos custos e benefícios na interação foram abordados expectativa, racionalidade limitada, incerteza, oportunismo, investimentos específicos e confiança. Sobre o estágio da interação entre empresários e setor público na cidade de Curitiba observou-se que ela se encontra em um nível intermediário, que portanto se aproxima da lealdade. Então apresentou-se a teoria fundamentada sobre interação entre empresários setor público nas políticas públicas de turismo voltada para grandes cidades. Nesta destacou-se que os hábitos na defesa de ideias estão associados aos recursos destinados ao órgão de turismo, que, por sua vez, são a principal causa do incrementalismo. O gerencialismo é um hábito associado aos equipamentos turísticos e ao órgão de turismo. A mudança de governo explica a incerteza dos empresários relacionada a investimentos específicos e às indicações para os cargos do órgão de turismo. Conclui-se que o baixo conhecimento dos agentes sobre como potencializar a interação, os contatos pessoais, o desperdício de oportunidades e a construção ou não do futuro centro de convenções afetam a interação entre empresários e setor público em Curitiba. Assim, essa tese coloca em evidência um objeto até então pouco estudado e que portanto, para ser melhor compreendido requer vários analistas, com distintos instrumentos de análise. Palavras-chave: Políticas Públicas. Turismo. Interação. Empresários. / Abstract: Understanding business and the public sector interaction is a requirement for tourism public policies contemplate the economic aspects of tourism and its social, cultural and environmental effects. This thesis aims to analyze the institutions present in the interaction between business and the public sector in tourism public policies, through a study in the city of Curitiba. To fulfill it, a theoretical framework on institutionalism, interaction, public policy and tourism was designed. From it and using a methodology based in the grounded theory were collected and analyzed the data. Twenty-six interviews with agents of the public sector and the private sector related to tourism in Curitiba were ran. As a result was obtained first that the main agents that interact with the public sector are Fecomércio, Sebrae and Abrasel. Since its inception, the Municipal Tourism Institute had the main actions the Largo da Ordem Fair, the Christma's Light Gallery, the Metropolitan Tourism Forum, the gastronomic fairs, the FIFA World Cup. The exhibition about the institutions presents in the interaction was organized into four themes: history of interaction, interaction for the tourism organization in the destination, distribution of costs and benefits of interaction and stage of interaction in Curitiba. In the history of the interaction were described collective action of entrepreneurs, bureaucrats and the interaction of the trajectory. About the interaction for the tourism organization in the destination were treated the frequency issues, coordination, control, negotiation, public sector and the economic aspects of tourism, importance of tourism in the public sector, incrementalism, managerialism, windows of opportunity, habits present in the defense ideas, influences in the formulation of public policies, and public sector and the sustainability of tourism. Regarding the distribution of costs and benefits in the interaction were discussed expectation, bounded rationality, uncertainty, opportunism, specific investments and trust. On the stage of interaction between business and public sector in the city of Curitiba was observed that it is at an intermediate level, so that approaches the loyalty. Then presented the grounded theory on interaction between public sector business in public policy focused on tourism cities. This was highlighted that in the interaction habits in the defense of ideas are associated with the resources allocated to tourism body, which, in turn, are the main cause of incrementalism. The managerialism is a habit associated with tourist facilities and tourism agency. The government change explains the business uncertainty related to specific investments and tourism political appointment. It is concluded that the low knowledge of the agents on how to strengthen the interaction, personal contacts, missed opportunities and the construction or not the future convention center affect the interaction between business and public sector in Curitiba. Thus, this thesis highlights an object hitherto little studied and therefore to be better understood requires several analysts with different analysis tools. Keywords: Public Policy. Tourism. Interaction. Entrepreneurs.
14

A nova Classe C : estudo sobre as mudanças estruturais ocorridas no Brasil, e o diferentes conceitos de classe média

Naizer, Claudi Ayres January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. José Guilherme Vieira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 07/11/2014 / Inclui referências / Resumo: Este trabalho estuda as características particulares da chamada nova classe média brasileira, também conhecida como classe C, e verifica se os padrões são condizentes com a ideia de uma transição de classes ou se representam apenas uma ampliação de consumo momentânea. O objetivo é verificar a sustentabilidade desta chamada nova classe média, e qual a vulnerabilidade diante de uma possível instabilidade econômica, numa análise levando em consideração não apenas renda e consumo. Se existe um fenômeno de mobilidade social, ele é multidimensional, e precisa levar em consideração outros aspectos, como o nível educacional, aumento na poupança das famílias, condições do mercado de trabalho e a força da classe trabalhadora etc. Palavras-chave: nova classe média, classe C, transição de classes, mobilidade social, multidimensional. / Abstract: This paper studies the particular characteristics of the new Brazilian middle class called, also known as class C, and verifies that the standards are consistent with the idea of a class of transition or represent only a momentary expansion of consumption. The objective is to verify the sustainability of this so-called new middle class, and how vulnerability to a possible economic instability, an analysis taking into account not only income and consumption. If there is a social phenomenon of mobility, it is multidimensional, and must take into account other aspects, such as educational level, increase in household savings, labor market conditions and the strength of the working class etc. Key-words: new middle class, class C, class transition, social mobility, multidimensional.
15

Estratégias de comunicação da indústria de agrotóxicos no Brasil

Moreau, Daiane Cristine de Souza January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Victor Pelaez / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Defesa : 30/03/2015 / Inclui referências / Resumo: O uso de agrotóxicos no Brasil intensificou-se a partir dos anos 1960 no contexto da chamada "Revolução Verde". A difusão desse modelo tem-se baseado fundamentalmente no aumento da produtividade agrícola, com a promessa da erradicação da fome. Concomitantemente à difusão dos agrotóxicos na agricultura, os efeitos adversos desses produtos passaram a ser discutidos, com o surgimento do ambientalismo em nível nacional e internacional. No Brasil, essa oposição ganhou maior expressão na década de 1980 diante da tramitação e da aprovação de leis estaduais de agrotóxicos. As empresas desse ramo, representadas pela Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF), reagiram com ações judiciais e simultaneamente iniciaram uma campanha publicitária contemplando um discurso voltado ao convencimento da segurança e da indispensabilidade do uso dos agrotóxicos para o controle de pragas, diante da ameaça da fome. A atual Lei de Agrotóxicos (7.802/1989) foi discutida e promulgada nesse período de intensas disputas entre grupos de interesses com lógicas opostas. O quadro legislativo atual das restrições à propaganda de agrotóxicos foi reforçado na década seguinte, com a vigência da Lei Murad (9294/1996) que restringiu a publicidade desses produtos aos agricultores, proibindo a sua divulgação na imprensa voltada ao público leigo. Consequentemente, a ANDEF teve que adequar as suas estratégias de comunicação ao novo contexto sociopolítico, incorporando a questão da sustentabilidade. O presente estudo se propõe a analisar as estratégias de comunicação adotadas pela ANDEF. O foco de análise baseia-se no processo adaptativo das táticas e dos instrumentos retóricos de convencimento adotados a partir dos anos 1980 por essa Associação vis-à-vis a evolução das políticas públicas voltadas ao controle da propaganda de agrotóxicos. Para tanto, aplicam-se as teorias da "Ação Comunicativa", da "Nova Retórica" e do "Framing", a fim de discutir as estratégias de convencimento e de construção de argumentos adotadas para atingir sua plateia (agricultores, consumidores, pesquisadores, entre outros). Palavras-chave: Agrotóxicos. ANDEF. Estratégias de Comunicação. Políticas Públicas. / Abstract: From the 1960's and on, the usage of pesticides in Brazil has escalated within the so called "Green Revolution". The growing adoption of the technique is justified by the significant productivity gain and also under the promises to eradicate starvation. As the dissemination of pesticides in agriculture was getting more intense, the harmful effects of its utilization became a relevant topic of discussion along with the advent of national and international environmentalism. In Brazil, this movement gathered significant strength during the 1980's, as a result of the development and approval of several pesticide state laws. The industry, represented by the National Association of Vegetal Defense (ANDEF), struck back with several lawsuits and simultaneously launched a massive advertising campaign which deemed the use of pesticides as crucial to pest control, especially under the constant threat of hunger. The Pesticide Law (7.802/1989) was discussed and approved during this period of intense dispute between ideologically disparate groups. The legislative configuration which restricted pesticides advertisements was reinforced in the following decade by the enactment of the Murad Law (9294/1996), responsible for limiting the advertising of such products to farmers and banning it on mainstream media. The ANDEF therefore was compelled to review its communication strategies and, throughout the 2000's, has turned the reasoning to the new sociopolitical context, incorporating the sustainability issue. The present study intends to analyze the communication strategies adopted by ANDEF. It will focus on the adaptive process of its tactics and also on the rhetorical persuasion tools adopted as from the 1980's by this Association while facing the evolution of public policies regarding pesticides advertisement controls. According to this purpose, the "Communicative Action", "New Rhetoric" and "Framing" theories will be applied, in order to approach and describe the persuasion and argumentation strategies undertaken by the Association to relate to its public (farmers, consumers, researchers, among others). Key Words: Pesticides. ANDEF. Communication Strategies. Public Policies.
16

Administração e economia como às pequenas e médias empresas

Ferreira, Luciano January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Marco Cavalieri / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa :28/10/2014 / Inclui referências / Resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar o benefício que a aplicação das teorias econômicas e administrativas podem proporcionar aos pequenos empreendimentos. A primeira fase deu base teórica suficiente para definir e identificar determinados pontos onde julga-se haver possibilidades de aplicações práticas da teoria. A segunda fase é a apresentação efetiva da aplicação prática destas teorias nos pontos ora identificados. De posse destas informações almeja-se a utilização como consulta a pequenos fatos relevantes no cotidiano empresarial e que apoiados em conceitos possam ser expressados como alternativa a adoção de estratégias ou reconhecimento da força e eficácia da Tecnologia da Informação como diferenciais competitivos de mercado. Palavras-chave Competitividade, Estratégias; Tecnologia da Informação; Análise; Economia; Identificação de oportunidades. / Abstract:This study aimed to evaluate the benefit that the application of economic and management theories can provide small enterprises. The first stage has sufficient to define and identify certain points where it is believed there possibilities of practical application of the theory theoretical basis. The second stage is the actual presentation of the practical application of these theories in points now identified. With this information we aim to use as a small consulting relevant facts in everyday business and supported concepts can be expressed as the adoption of alternative strategies or recognition of the strength and effectiveness of information technology as a competitive market differentiators. Keywords Competitiveness strategies; Information Technology; analysis; economy; Identifying opportunities. Keywords Competitiveness strategies; Information Technology; analysis; economy; Identifying opportunities.
17

Uma análise da dinâmica do setor bancário brasileiro, suas capacidades dinâmicas e os acordos de Basileia

Alvarenga, Rodrigo de January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. José Guilherme Silva Vieira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 28/11/2014 / Inclui referências / Resumo: Esse estudo se propõe a analisar a dinâmica do setor bancário brasileiro, buscando em suas origens e na forma do seu desenvolvimento os incentivos e circunstâncias que o levaram a ser o que vemos atualmente, um setor de atividade concentrado e com a maior parte de seus ativos em poder dos grandes bancos nacionais de varejo. Essa perspectiva histórica demonstra como, e em razão de que fatores, algumas instituições do sistema bancário brasileiro desenvolveram capacidades dinâmicas ao longo do tempo que as ajudaram a se tornar os principais atores do segmento no Brasil, tendo sobrepujado vários concorrentes nacionais e em alguns casos multinacionais, sobrevivendo a inúmeras dificuldades relacionadas ao desenvolvimento econômico do Brasil, suas várias moedas, seu processo inflacionário crônico e excesso de legislação. Por fim, avaliaremos as mudanças provocadas no sistema bancário nacional decorrentes da implantação do Plano Real em 1994, seguida pela implantação sequencial dos Acordos de Basileia (I, II e III), ocorrida ao longo desse período e até o presente, acordos esses que promoveram (e ainda promoverão) mudanças importantes na forma com que o sistema financeiro e seus participantes se organizam para fazer a identificação, acompanhamento e gestão dos riscos de crédito, de mercado, operacionais, sua fiscalização, alocação de capital e alavancagem. Tais mudanças exigiram uma capacidade de adaptação muito expressiva e desenvolvida dos bancos atuantes no mercado nacional, sendo que os principais bancos nacionais não só sobreviveram a esse desafio como se tornaram ainda mais robustos. PALAVRAS-CHAVE: Setor bancário, capacidades dinâmicas, história do setor bancário, bancarização, acordos de Basileia, Basileia I, Basileia II, Basileia III, alocação de capital. / Abstract: This study aims to analyse the dynamics of the Brazilian banking sector looking at its origins and form of development to identify the incentives and circumstances that led to what we see today, a sector heavily concentrated in which most of its assets are held by large national retail banks. This historical perspective shows what factors, how and why some banks in the Brazilian banking system developed dynamics capabilities over time, which helped them to become major players in the segment in Brazil, having had to overcome several national competitors and, in some cases, multinational ones, as well as survived numerous difficulties related to the economic development of Brazil, its various coins, their chronic inflationary process and excessive legislation. Finally, we evaluate the changes caused in the national banking system arising from the implementation of the Real Plan in 1994, followed by the sequential implementation of the Basel Agreements (I, II and III), which took place during this period and until the present, promoting major changes in the way the financial system and their participants are organized to make the identification, monitoring and risk management of credit, market and operational risks, their supervision, capital allocation and leverage. These changes have required from banks in the Brazilian market a huge and well developed capability to adapt themselves and as a result major national banks not only survived that challenge but have become even more robust. KEYWORDS: Banking sector, dynamics capabilities, history of banking sector, banking, Basel agreements, Basel I, Basel II, Basel III, capital alocation.
18

Desindustrialização no Brasil : uma síntese do debate na literatura nacional

Silva, Fabiano Camargo da January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Marcelo Luiz Curado / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 12/11/2014 / Inclui referências / Resumo: O presente estudo tem por objetivo realizar uma síntese teórica a respeito do debate travado sobre a tese da desindustrialização no Brasil. Para alcançar tal finalidade será abordado inicialmente o processo de desenvolvimento econômico nos países desenvolvidos que levou estas nações a se desindustrializarem de modo natural. Posteriormente, será realizada avaliação das publicações mais relevantes no país que tratam como tema central a desindustrialização no período de 2002 a 2014. Deste modo, discorreremos sobre as posições, argumentações e causas elencadas pelos teóricos, que nos permitem classificá-los em três grupos diferentes em relação à tese da desindustrialização no Brasil: favoráveis à tese da desindustrialização; contrários à tese da desindustrialização; e por fim, aqueles que mesmo sendo contrários a existência de tal fenômeno, argumentam que veem com preocupação a possibilidade da deflagração de tal processo no futuro. Palavras chave: Desindustrialização; doença holandesa; desenvolvimento econômico. / Abstract: This present study have the objective of make a theoretical synthesis about the debate envolving the thesis of Brazil's deindustrialization process. To reach this objetive will be initially presented the development process of the developed countries which naturally led this nations to the deindustrialization. Later will be carried out an evaluation of the most relevant publications in Brazil that deal with the deindustrialization theme from 2002 until 2014. Thus, we will discuss about the positions, argumentations and causes choosen by the theoreticals, which will allow us classify then in three different related groups about the brazilian deindustrialization thesis: the ones that agrees with the thesis; the ones against the thesis; and at last, the ones that even being against the existance of such phenomenon, argue that sees with preoccupation the possibility of this process will going to happen in the future. Keywords: Deindustrialization; dutch disease; economic development.
19

Inovações e seus atores : as indicações geográficas no Vale dos Vinhedos

Juk, Yohanna Vieira January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Marcos Paulo Fuck / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Defesa : 27/02/2015 / Inclui referências / Resumo: A Indicação Geográfica (IG) é instrumento de propriedade intelectual que pode estimular a adoção de inovações a partir da valorização, reposicionamento e inserção de produtos vinculados à origem no mercado. Essa forma de proteção pode ser aplicada a diversos produtos em diferentes contextos, e os efeitos de sua implementação variam de acordo com o arranjo institucional no qual está inserida. O papel dos diversos atores que atuam durante o processo de implementação da IG, como instituições de apoio e uma infra-estrutura subjacente, são essenciais para a condução do processo inovativo, pois atuam na condução e influenciam a funcionalidade da IG, bem como auxiliam na apropriação de benefícios decorrentes da implementação desse instrumento. Para compreender a IG como um instrumento de estímulo à adoção de inovações e como mecanismo de diferenciação de produtos, deve-se levar em consideração o contexto produtivo no qual ela será implementada. O propósito da presente análise ilustra o papel da IG no caso específico do segmento vinícola nacional. As estratégias abraçadas pelos produtores e atores (em geral instituições de pesquisa nacional e de apoio aos produtores) vão ao encontro das tendências internacionais de um novo padrão produtivo e tecnológico das vinícolas do novo mundo produtor. A instituição de pesquisa pública Embrapa Uva e Vinho, compreendendo a oportunidade decorrente da abertura comercial e da integração econômica no Brasil, juntamente com vinícolas brasileiras, observaram a indicação geográfica como um instrumento que permite aumentar a competição frente aos vinhos importados, podendo incentivar mudanças em suas estruturas produtivas, com destaque para a modernização da produção visando melhoria da qualidade no produto. A partir da análise da implementação da IG no Vale dos Vinhedos será comprovada a validação da utilização desse mecanismo de proteção como um instrumento de estímulo a inovações de diversas magnitudes (de cunho produtivo, organizacional e marketing), destacando o papel dos atores e seus possíveis impactos não apenas no âmbito local, mas também afetando aspectos institucionais que coordenam a concessão desse instrumento. Palavras-chave: Indicação Geográfica. Vale dos Vinhedos. Inovação. Atores. Processo Inovativo. / Abstract: The Geographical Indication (GI) is an intellectual property instrument that may allow the adoption of innovations through the appreciation, repositioning and insertion of origin labeled products in the market. This sort of protection can be applied to a variety of products with different natures and different context and, in consequence, the effect of its implementation may vary according to its institutional formation. The role of the several actors which act in the process of GI implementation, such as support institutions and an underlying substructure, is fundamental to the conduction of an innovative process, since they not only conduce but also actuate in the function of the GI. Their role may also relay in the assistance of the appropriation of benefits that results from the implementation of an GI. In order to understand the GI as an instrument that stimulates the adoption of innovation and as a mechanism of differentiation of origin labeled products, the productive context must be taken into account. The purpose of this research is to elucidate the role of GI in the specific case of its concession in the national wine industry. The strategies which were embraced by producers and other actors (such as national research institutions) are aligned to the international trends of technological patterns and wine production of the new world producers. Embrapa Uva e Vinho (an public research institution) comprehends the opportunity opened by the economic integration and trade openness in Brazil, and jointly with Brazilian wineries, noticed that GI could be an instrument that allows their entrance in the wine market as well as may increased their competition facing imported wines, allowing changed in the productive structures, especially in the modernization of production aiming the increasing quality of the product. The present analysis of the implementation of GI in Vale dos Vinhedos aims to prove the validation of this protection mechanism as an instrument that stimulates innovation adoptions of several magnitudes (productive, organizational or marketing oriented), highlighting the role of the actors and their possible impacts not only in the local scope, but also affecting institutional aspects that coordinate the concession of GI in a macro level. Key-words: Geographical Indication. Vale dos Vinhedos. Innovation. Actors. Innovative Process.
20

A nova ordem ambiental e a mudança nas rotinas das firmas : uma abordagem amostral dos setores primários, secundários e terciários

Marchiani, Giuliano January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Armando Dalla Costa / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 11/12/2014 / Inclui referências / Resumo: O mundo está mudando. Os agentes econômicos, no caso as firmas e a sociedade, estão reavaliando suas necessidades, expectativas, gostos e anseios, na tentativa de garantir sua eficiência comercial. Uma das premissas para este momento transitório é a nova avaliação dos fenômenos da natureza e suas interfaces com os agentes econômicos e sociais. O que organizações distintas em tamanho, estrutura, mercado e orientação estratégica, como BP, BRF, GE, Cargill, Alcoa, MIchelin, Phillips entre outras possuem em comum sob a égide das teorias neoclássicas e evolucionárias da firma no enfrentamento da transição ambiental vigente? A tentativa contínua de adaptação a uma nova orientação do mercado em maximizar sua utilidade, seus resultados e lucros. PALAVRAS-CHAVES: Firma, ambiental, oferta e demanda, consumo, processo, evolucionária, neoclássica / Abstract: The world is changing. The economic agents are reviewing their needs, expectations, wishes and desires in an attempt of keep its business efficiency. One of the premises for this transitory timeis the new evaluation of the nature events and its interfaces with the economic and social agents. What different companies such as BP, BRF, GE, Cargill, Alcoa, MIchelin, Phillips among others have in common under neoclassic and evolutionary firm theories facing the current environmental transition in course? Their attempt of adaptation to a new market drive which is maximize their utility, results and profits. KEY WORDS : Firm, environment, offer and supply, consumption, proccess, evolutionary, neo-classics

Page generated in 0.1234 seconds