• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 84
  • 4
  • Tagged with
  • 88
  • 88
  • 60
  • 41
  • 27
  • 16
  • 13
  • 12
  • 12
  • 12
  • 10
  • 10
  • 9
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ação farmacológica das vitaminas A & E na produção de oócitos e embriões bovinos / Pharmacological action of vitamins A & E in the production of bovine oocytes and embryos

Evangelista, João José Ferreira January 2010 (has links)
EVANGELISTA, João José Ferreira. Ação farmacológica das vitaminas A & E na produção de oócitos e embriões bovinos. 2010. 108 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-04-09T16:24:05Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_jjfevangelista.pdf: 2062936 bytes, checksum: c0448179f2e6d0e2d8fc2f8cf02e1e25 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-04-09T16:33:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_jjfevangelista.pdf: 2062936 bytes, checksum: c0448179f2e6d0e2d8fc2f8cf02e1e25 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-04-09T16:33:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_jjfevangelista.pdf: 2062936 bytes, checksum: c0448179f2e6d0e2d8fc2f8cf02e1e25 (MD5) Previous issue date: 2010 / The in vitro (IVP) bovine embryos production has several factors that contribute to the variables in the production and quality of oocytes and embryos. We evaluated the parenteral use of vitamin A (VA) and vitamin E (VE) in the production of oocytes collected by follicular aspiration (OPU) and embryos by in vitro production (IVP) in cows (n = 22), where: Simmental (S) (n = 2), Nelore (N) (n = 4), Brahma (B) (n = 5) and Gir (G) (n = 11). All animals were allocated in the pre-treatment (F1) (n = 22) (not receiving vitamins) and the same animals used for post-treatment (F2) (received 1,000,000 IU of vitamin A and vitamin 1g E). The first OPU was in F1, soon after 1,000,000 IU was administered 1 g of VE and VA, and after 12 days was held to make the new OPU F2. Oocytes (COC) were matured, fertilized and cultured in vitro. The OPU 44 yielded 520 oocytes, 217 (F1) and 303 (F2), with significant effect, an increase of 86 oocytes, obtaining mean and standard deviation 9.86 ± 5.53 13.77 ± 2.0 F1 and F2, (*p <0.0219). When separate races NBG (Nelore, Brahman and Gir) (n = 20) there was an increase of 95 oocytes, obtaining mean and standard deviation 9.90 ± 5.81 and 14.65 NBG F1-F2-NBG ± 9.44, (*p <0.0085). The 44 IVP embryos produced 224, 93 F1 and 131 F2, getting mean and standard deviation 4.23 ± 3.09 5.95 ± 4.05 F1 and F2, (*p <0.0228). When separated from the NBG production was 214 embryos, with an increase of 38 embryos, obtaining values of 4.45 ± 3.15 6.25 ± 4.09 F1 and F2, (*p <0.0285). There was a significant effect on the quantity produced of oocytes (n = 22) and NBG oocytes (n = 20). It was an increased in all breeds embryos production (n = 22) and NBG embryos (n = 20). Supplementation with VE and VA increased the total number of oocytes (1.7 ± 0.7); NBG oocytes (1.8 ± 0.8); total embryos (3.9 ± 1.6) and embryos NBG (4 7 ± 1.6). The response of the F2 compared to F1 in the production of oocytes and embryos was significant when all races were grouped together and also when it was grouped only Bos taurus indicus (NBG). The use of vitamins A and E can be used to greater oocyte recovery and embryo in Zebu breeds. / Na produção in vitro (PIV) de embriões bovinos vários fatores contribuem para as variáveis na produção e qualidade dos oócitos e embriões. Avaliou-se o uso parenteral de vitamina A (VA) e vitamina E (VE) na produção de oócitos colhidos por aspiração folicular (OPU) e embriões por produção in vitro (PIV) em de vacas (n=22), sendo: Simental (S) (n=2); Nelore (N) (n=4); Brahma (B) (n=5) e Gir (G) (n=11). Todos os animais foram alocados na fase pré-tratamento (F1) (n=22) (não receberam vitaminas) e os mesmos animais utilizados para a fase pós-tratamento (F2) (receberam 1.000.000 UI de vitamina A e 1g de vitamina E). A primeira OPU foi na F1, logo em seguida foi aplicado 1.000.000 UI de VA e 1g de VE, e após 12 dias realizou-se nova OPU para fazer a F2. Os oócitos (CCO) foram maturados, fecundados e cultivados in vitro. As 44 OPU produziram 520 oócitos, 217 (F1) e 303 (F2), havendo efeito significativo, com acréscimo de 86 oócitos, obtendo média e desvio padrão 9,86±5,53 F1 e 13,77±2,0 F2, (*p<0,0219). Quando separada as raças NBG (Nelore, Brahma e Gir) (n=20) houve acréscimo de 95 oócitos, obtendo média e desvio padrão 9,90±5,81 F1-NBG e 14,65±9,44 F2-NBG, (*p<0,0085). As 44 PIV produziram 224 embriões, sendo 93 F1 e 131 F2, obtendo média e desvio padrão 4,23±3,09 F1 e 5,95±4,05 F2, (*p<0,0228). Quando separada as NBG a produção foi de 214 embriões, havendo acréscimo de 38 embriões, obtendo valores de 4,45±3,15 F1 e 6,25±4,09 F2, (*p<0,0285). Houve um efeito significativo na quantidade produzida de oócitos (n=22) e oócitos NBG (n=20). Houve efeito na produção de embriões de todas as raças (n=22) e embriões NBG (n=20). A suplementação com VA e VE aumentou o número de oócitos totais (1,7±0,7); oócitos NBG (1,8±0,8); embriões totais (3,9±1,6) e embriões NBG (4,7±1,6). A resposta da F2 comparado com a F1 na produção de oócitos e embriões foi significativa quando todas as raças estavam agrupadas e também quando foi agrupado apenas as Bos taurus indicus (NBG). O uso das vitaminas A e E pode ser usada para maior recuperação oócitária e embrionária em raças Zebuínas.
2

Estudo da atuação de substâncias de abuso durante o desenvolvimento embrionário por meio da químio-biologia de sistemas

Feltes, Bruno César January 2013 (has links)
Muitos caminhos bioquímicos e interações moleculares ainda são pouco conhecidos para as ciências biomédicas, dentre elas a ação de pequenos compostos tóxicos no desenvolvimento embrionário de diferentes modelos biológicos. Neste sentido, dois cenários críticos, de amplo interesse clínico e de impacto social, se destacam: o abuso de tabaco e de bebidas alcoólicas. Sabe-se que os derivados químicos do tabaco e do etanol são capazes de alterar o funcionamento de diferentes vias bioquímicas, levando a modificações. Por exemplo, crianças nascidas de mulheres fumantes expostas ou usuárias de tabaco mostram inúmeras alterações morfológicas e funcionais em diferentes tecidos do seu organismo. Da mesma forma, o abuso de álcool durante a gravidez é responsável por danos ao tecido neural do feto que, ao nascer, apresenta problemas cognitivos, motores e de aprendizado que se agravam ao longo da vida. Esse quadro patológico é chamado de Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). Infelizmente, devido à complexidade inerente dos sistemas bioquímicos, os mecanismos moleculares subjacentes a ambos cenários são escassos. Assim, essa dissertação de mestrado visa aplicar diversas ferramentas de químio-biologia de sistemas para elucidar os possíveis alvos e caminhos moleculares relacionados às anomalias geradas pelo abuso de tabaco e à SAF. Para tanto, análises topológicas globais e locais de redes de interação foram empregadas juntamente com informações transcritômicas para ambas as condições de uso de tabaco e de etanol em modelo humano e murino (Mus musculus). As análises dos efeitos do tabaco no desenvolvimento mostram que o abuso deste resulta na alteração na biossíntese de prostaglandinas e leucotrieno, assim como na regulação negativa de genes HOX e receptores de ácido retinóico. Da mesma forma, foi possível identificar diversas proteínas relacionados a diferenciação celular e formação do tecido ósseo. Por fim, as análises dos efeitos do etanol no neurodesenvolvimento indicam que o etanol afeta a diferenciação neural e importantes processos como a via de glutamato e o metabolismo de diferentes vitaminas. As análises indicam que o etanol pode causar graves quadros de neuroinflamação. Também se observou que diversas vitaminas têm a sua biossíntese e o seu metabolismo alterado pelo etanol, com importantes implicações no neurodesenvolvimento. / Many pathways and molecular interactions are still poorly described in biomedical sciences. Among these pathways, the knowledge related to the action of toxic compounds during embryonic development is largely unknown. In this sense, two scenarios, of broad clinical and social impact stand out: the abuse of tobacco and alcohol in the form of fermented or distillates. It is known that the chemical derivatives of tobacco and ethanol are capable of alter the functionality of different biochemical pathways. For example, children born from smoking abusing women or exposed to tobacco smoke show innumerous morphological alterations in different tissues. In addition, the abuse of alcohol during pregnancy is responsible for damages in the fetus neural tissue. Those fetuses, after birth and during growth, present cognitive, motors and learning problems that aggravate in the course of life. This pathology is called Fetal Alcohol Syndrome (FAS). Unfortunately, due to the inherent complexity of biochemical systems, the molecular mechanisms underlying both scenarios are scarce and poorly understood. Thus, this master’s degree dissertation aim to apply different chemo-systems biology tools to elucidate the possible molecular pathways and potential targets related to the tobacco and SAF-related anomalies. For such, local and global topological analyses from interaction networks were employed together with transcriptomic information to both conditions of tobacco and ethanol abuse in human and mice (Mus musculus). The analysis of the effect of tobacco during development shows that the abuse of this drug results in the alteration of prostaglandin and leukotriene biosynthesis, as well for a negative regulation of HOX gene receptors and retinoic acid. Moreover, it was possible to identify different proteins related to osteogenesis. Finally, the analysis of the effects of ethanol in neurodevelopment indicate that ethanol impair neural differentiation and essential process, such as glutamate pathway and the metabolism of different vitamins. The gathered data also propose a model where ethanol can promote severe neuroinflammation. In addition, was observed that multiple vitamins had their biosynthesis and metabolism impaired by ethanol, with crucial implications for neurodevelopment.
3

Estudo da atuação de substâncias de abuso durante o desenvolvimento embrionário por meio da químio-biologia de sistemas

Feltes, Bruno César January 2013 (has links)
Muitos caminhos bioquímicos e interações moleculares ainda são pouco conhecidos para as ciências biomédicas, dentre elas a ação de pequenos compostos tóxicos no desenvolvimento embrionário de diferentes modelos biológicos. Neste sentido, dois cenários críticos, de amplo interesse clínico e de impacto social, se destacam: o abuso de tabaco e de bebidas alcoólicas. Sabe-se que os derivados químicos do tabaco e do etanol são capazes de alterar o funcionamento de diferentes vias bioquímicas, levando a modificações. Por exemplo, crianças nascidas de mulheres fumantes expostas ou usuárias de tabaco mostram inúmeras alterações morfológicas e funcionais em diferentes tecidos do seu organismo. Da mesma forma, o abuso de álcool durante a gravidez é responsável por danos ao tecido neural do feto que, ao nascer, apresenta problemas cognitivos, motores e de aprendizado que se agravam ao longo da vida. Esse quadro patológico é chamado de Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). Infelizmente, devido à complexidade inerente dos sistemas bioquímicos, os mecanismos moleculares subjacentes a ambos cenários são escassos. Assim, essa dissertação de mestrado visa aplicar diversas ferramentas de químio-biologia de sistemas para elucidar os possíveis alvos e caminhos moleculares relacionados às anomalias geradas pelo abuso de tabaco e à SAF. Para tanto, análises topológicas globais e locais de redes de interação foram empregadas juntamente com informações transcritômicas para ambas as condições de uso de tabaco e de etanol em modelo humano e murino (Mus musculus). As análises dos efeitos do tabaco no desenvolvimento mostram que o abuso deste resulta na alteração na biossíntese de prostaglandinas e leucotrieno, assim como na regulação negativa de genes HOX e receptores de ácido retinóico. Da mesma forma, foi possível identificar diversas proteínas relacionados a diferenciação celular e formação do tecido ósseo. Por fim, as análises dos efeitos do etanol no neurodesenvolvimento indicam que o etanol afeta a diferenciação neural e importantes processos como a via de glutamato e o metabolismo de diferentes vitaminas. As análises indicam que o etanol pode causar graves quadros de neuroinflamação. Também se observou que diversas vitaminas têm a sua biossíntese e o seu metabolismo alterado pelo etanol, com importantes implicações no neurodesenvolvimento. / Many pathways and molecular interactions are still poorly described in biomedical sciences. Among these pathways, the knowledge related to the action of toxic compounds during embryonic development is largely unknown. In this sense, two scenarios, of broad clinical and social impact stand out: the abuse of tobacco and alcohol in the form of fermented or distillates. It is known that the chemical derivatives of tobacco and ethanol are capable of alter the functionality of different biochemical pathways. For example, children born from smoking abusing women or exposed to tobacco smoke show innumerous morphological alterations in different tissues. In addition, the abuse of alcohol during pregnancy is responsible for damages in the fetus neural tissue. Those fetuses, after birth and during growth, present cognitive, motors and learning problems that aggravate in the course of life. This pathology is called Fetal Alcohol Syndrome (FAS). Unfortunately, due to the inherent complexity of biochemical systems, the molecular mechanisms underlying both scenarios are scarce and poorly understood. Thus, this master’s degree dissertation aim to apply different chemo-systems biology tools to elucidate the possible molecular pathways and potential targets related to the tobacco and SAF-related anomalies. For such, local and global topological analyses from interaction networks were employed together with transcriptomic information to both conditions of tobacco and ethanol abuse in human and mice (Mus musculus). The analysis of the effect of tobacco during development shows that the abuse of this drug results in the alteration of prostaglandin and leukotriene biosynthesis, as well for a negative regulation of HOX gene receptors and retinoic acid. Moreover, it was possible to identify different proteins related to osteogenesis. Finally, the analysis of the effects of ethanol in neurodevelopment indicate that ethanol impair neural differentiation and essential process, such as glutamate pathway and the metabolism of different vitamins. The gathered data also propose a model where ethanol can promote severe neuroinflammation. In addition, was observed that multiple vitamins had their biosynthesis and metabolism impaired by ethanol, with crucial implications for neurodevelopment.
4

Estudo da atuação de substâncias de abuso durante o desenvolvimento embrionário por meio da químio-biologia de sistemas

Feltes, Bruno César January 2013 (has links)
Muitos caminhos bioquímicos e interações moleculares ainda são pouco conhecidos para as ciências biomédicas, dentre elas a ação de pequenos compostos tóxicos no desenvolvimento embrionário de diferentes modelos biológicos. Neste sentido, dois cenários críticos, de amplo interesse clínico e de impacto social, se destacam: o abuso de tabaco e de bebidas alcoólicas. Sabe-se que os derivados químicos do tabaco e do etanol são capazes de alterar o funcionamento de diferentes vias bioquímicas, levando a modificações. Por exemplo, crianças nascidas de mulheres fumantes expostas ou usuárias de tabaco mostram inúmeras alterações morfológicas e funcionais em diferentes tecidos do seu organismo. Da mesma forma, o abuso de álcool durante a gravidez é responsável por danos ao tecido neural do feto que, ao nascer, apresenta problemas cognitivos, motores e de aprendizado que se agravam ao longo da vida. Esse quadro patológico é chamado de Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). Infelizmente, devido à complexidade inerente dos sistemas bioquímicos, os mecanismos moleculares subjacentes a ambos cenários são escassos. Assim, essa dissertação de mestrado visa aplicar diversas ferramentas de químio-biologia de sistemas para elucidar os possíveis alvos e caminhos moleculares relacionados às anomalias geradas pelo abuso de tabaco e à SAF. Para tanto, análises topológicas globais e locais de redes de interação foram empregadas juntamente com informações transcritômicas para ambas as condições de uso de tabaco e de etanol em modelo humano e murino (Mus musculus). As análises dos efeitos do tabaco no desenvolvimento mostram que o abuso deste resulta na alteração na biossíntese de prostaglandinas e leucotrieno, assim como na regulação negativa de genes HOX e receptores de ácido retinóico. Da mesma forma, foi possível identificar diversas proteínas relacionados a diferenciação celular e formação do tecido ósseo. Por fim, as análises dos efeitos do etanol no neurodesenvolvimento indicam que o etanol afeta a diferenciação neural e importantes processos como a via de glutamato e o metabolismo de diferentes vitaminas. As análises indicam que o etanol pode causar graves quadros de neuroinflamação. Também se observou que diversas vitaminas têm a sua biossíntese e o seu metabolismo alterado pelo etanol, com importantes implicações no neurodesenvolvimento. / Many pathways and molecular interactions are still poorly described in biomedical sciences. Among these pathways, the knowledge related to the action of toxic compounds during embryonic development is largely unknown. In this sense, two scenarios, of broad clinical and social impact stand out: the abuse of tobacco and alcohol in the form of fermented or distillates. It is known that the chemical derivatives of tobacco and ethanol are capable of alter the functionality of different biochemical pathways. For example, children born from smoking abusing women or exposed to tobacco smoke show innumerous morphological alterations in different tissues. In addition, the abuse of alcohol during pregnancy is responsible for damages in the fetus neural tissue. Those fetuses, after birth and during growth, present cognitive, motors and learning problems that aggravate in the course of life. This pathology is called Fetal Alcohol Syndrome (FAS). Unfortunately, due to the inherent complexity of biochemical systems, the molecular mechanisms underlying both scenarios are scarce and poorly understood. Thus, this master’s degree dissertation aim to apply different chemo-systems biology tools to elucidate the possible molecular pathways and potential targets related to the tobacco and SAF-related anomalies. For such, local and global topological analyses from interaction networks were employed together with transcriptomic information to both conditions of tobacco and ethanol abuse in human and mice (Mus musculus). The analysis of the effect of tobacco during development shows that the abuse of this drug results in the alteration of prostaglandin and leukotriene biosynthesis, as well for a negative regulation of HOX gene receptors and retinoic acid. Moreover, it was possible to identify different proteins related to osteogenesis. Finally, the analysis of the effects of ethanol in neurodevelopment indicate that ethanol impair neural differentiation and essential process, such as glutamate pathway and the metabolism of different vitamins. The gathered data also propose a model where ethanol can promote severe neuroinflammation. In addition, was observed that multiple vitamins had their biosynthesis and metabolism impaired by ethanol, with crucial implications for neurodevelopment.
5

Heritable silencing mechanisms in mouse development

Silva, José Carlos Rebelo da January 2003 (has links)
No description available.
6

Avaliação dos parâmetros seminais no desenvolvimento embrionário em mulheres submetidas à fertilização in vitro com estimulação ovariana

Stein, Alberto da Costa January 2010 (has links)
Introdução: Apesar do grande avanço das técnicas de reprodução humana na área da infertilidade a avaliação do homem ainda carece de maiores conhecimentos. Estima-se que a prevalência de infertilidade seja de 10 a 15% de casais em idade reprodutiva (20-40 anos), com cerca de metade dos casos com algum grau de problema de ordem masculina. Até o momento a avaliação do homem quanto à fertilidade é, em grande parte, restrita a avaliação das características do sêmen. No entanto, a avaliação seminal não consegue determinar de maneira clara e eficaz a fertilidade masculina. Entretanto até agora nenhum autor havia correlacionado os parâmetros seminais com o escore embrionário (GES) que avalia todo o desenvolvimento embrionário. Nosso estudo avaliou a relação entre os parâmetros seminais (motilidade, motilidade progressiva e concentração) como fator prognóstico para o desenvolvimento embrionário em mulheres submetidas à fertilização in vitro (FIV convencional ou ICSI) com estimulação ovariana. Todos os casais foram avaliados no Centro De Reprodução Humana insemine. Material e métodos: Foi realizado um estudo prospectivo (coorte) no Período de janeiro de 2009 até agosto de 2010 com casais inférteis (n=290) que foram submetidos ao primeiro ciclo de Reprodução Assistida. Realizada estimulação ovariana, punção para retirada dos oócitos, FIV convencional ou ICSI conforme o caso, cultura dos embriões. Avaliado os parâmetros seminais (concentração, motilidade e motilidade A+B) pós preparo do sêmen. Avaliado o desenvolvimento embrionário com uso de escore embrionário (GES) proposto por Fisch 2001. Foram avaliados clivagem precoce, escore embrionário total e escore embrionário médio. Resultados: Foi demonstrado, após avaliar 290 casais, que sessenta e oito por cento realizaram FIV convencional e 32% ICSI. A média de oócitos recuperados após punção folicular foi de 6,2±4,6 com taxa de fertilização de 55% e clivagem de 97%. Analisando os parâmetros seminais após preparo e sua associação com clivagem precoce houve correlação com motilidade (P=0,006) e concentração (P=0,002). Entretanto não houve correlação com porcentagem de espermatozóides classificados como A+B (P=0,075). Em relação aos parâmetros seminais e clivagem precoce no grupo da FIV convencional existe correlação para motilidade (P=0,028) e concentração (P=0,001) e no grupo da ICSI não foi significativo para nenhum parâmetro. Com relação aos parâmetros seminais e escore embrionário médio, no grupo da FIV convencional existe correlação com a motilidade (P=0,0001) e motilidade A+B (P=0,0001), no grupo da ICSI apenas com a concentração (P=0,022). Conclusão: Existe correlação dos parâmetros seminais com a clivagem precoce no grupo da FIV convencional e nenhuma correlação destes parâmetros no grupo da ICSI. Em relação ao escore embrionário médio apresenta correlações tanto na FIV convencional quanto na ICSI.
7

Avaliação dos parâmetros seminais no desenvolvimento embrionário em mulheres submetidas à fertilização in vitro com estimulação ovariana

Stein, Alberto da Costa January 2010 (has links)
Introdução: Apesar do grande avanço das técnicas de reprodução humana na área da infertilidade a avaliação do homem ainda carece de maiores conhecimentos. Estima-se que a prevalência de infertilidade seja de 10 a 15% de casais em idade reprodutiva (20-40 anos), com cerca de metade dos casos com algum grau de problema de ordem masculina. Até o momento a avaliação do homem quanto à fertilidade é, em grande parte, restrita a avaliação das características do sêmen. No entanto, a avaliação seminal não consegue determinar de maneira clara e eficaz a fertilidade masculina. Entretanto até agora nenhum autor havia correlacionado os parâmetros seminais com o escore embrionário (GES) que avalia todo o desenvolvimento embrionário. Nosso estudo avaliou a relação entre os parâmetros seminais (motilidade, motilidade progressiva e concentração) como fator prognóstico para o desenvolvimento embrionário em mulheres submetidas à fertilização in vitro (FIV convencional ou ICSI) com estimulação ovariana. Todos os casais foram avaliados no Centro De Reprodução Humana insemine. Material e métodos: Foi realizado um estudo prospectivo (coorte) no Período de janeiro de 2009 até agosto de 2010 com casais inférteis (n=290) que foram submetidos ao primeiro ciclo de Reprodução Assistida. Realizada estimulação ovariana, punção para retirada dos oócitos, FIV convencional ou ICSI conforme o caso, cultura dos embriões. Avaliado os parâmetros seminais (concentração, motilidade e motilidade A+B) pós preparo do sêmen. Avaliado o desenvolvimento embrionário com uso de escore embrionário (GES) proposto por Fisch 2001. Foram avaliados clivagem precoce, escore embrionário total e escore embrionário médio. Resultados: Foi demonstrado, após avaliar 290 casais, que sessenta e oito por cento realizaram FIV convencional e 32% ICSI. A média de oócitos recuperados após punção folicular foi de 6,2±4,6 com taxa de fertilização de 55% e clivagem de 97%. Analisando os parâmetros seminais após preparo e sua associação com clivagem precoce houve correlação com motilidade (P=0,006) e concentração (P=0,002). Entretanto não houve correlação com porcentagem de espermatozóides classificados como A+B (P=0,075). Em relação aos parâmetros seminais e clivagem precoce no grupo da FIV convencional existe correlação para motilidade (P=0,028) e concentração (P=0,001) e no grupo da ICSI não foi significativo para nenhum parâmetro. Com relação aos parâmetros seminais e escore embrionário médio, no grupo da FIV convencional existe correlação com a motilidade (P=0,0001) e motilidade A+B (P=0,0001), no grupo da ICSI apenas com a concentração (P=0,022). Conclusão: Existe correlação dos parâmetros seminais com a clivagem precoce no grupo da FIV convencional e nenhuma correlação destes parâmetros no grupo da ICSI. Em relação ao escore embrionário médio apresenta correlações tanto na FIV convencional quanto na ICSI.
8

Efeitos da radiação ultravioleta-A e ultravioleta-B sobre os embriões do camarão de água-doce Macrobrachium olfersi (Crustacea, Decapoda) e o papel da radiação ultravioleta-A na fotorreativação

Cardoso, Valquíria Machado January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-26T05:17:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 297132.pdf: 1912112 bytes, checksum: c691c9e2fe55b7ead5cc910e948355ab (MD5) / Nas últimas décadas os pesquisadores têm voltado sua atenção para os efeitos da crescente incidência da radiação ultravioleta (UV) nos ecossistemas. A radiação UV pode causar efeitos diferenciados nos organismos, sendo conhecido o papel da radiação ultravioleta-A (UV-A) no processo de fotorreativação celular, recuperando danos causados pela radiação ultravioleta-B (UV-B). O objetivo do presente trabalho foi caracterizar o efeito das radiações UV-A e UVB sobre os embriões do camarão de água doce Macrobrachium olfersi em três idades ao longo do desenvolvimento: idade 1 (E1-E6), idade 2 (E7-E9) e idade 3 (E10-E14). As fêmeas ovígeras foram submetidas aos seguintes procedimentos de irradiação: (1) exposição à radiação UV-A por 60 min.; (2) exposição à radiação UV-B por 30 min.; (3) exposição à radiação UV-B por 30 min., seguida de exposição à radiação UV-A por 60 min. Fêmeas ovígeras não irradiadas foram utilizadas como controle. Após os procedimentos de irradiação, as fêmeas foram mantidas por 4 dias no escuro, para então serem realizadas as analises macro e microscópicas. Nossos resultados mostram um aumento no volume dos ovos e atraso no ritmo do desenvolvimento dos embriões da idade 1 expostos à radiação UV-A, UV-B e UV-B+UV-A. Alterações morfológicas externas foram observadas nos embriões das idades 2 e 3, submetidos a todos os procedimentos de radiação. As análises por imuno-histoquímica mostraram que a expressão das proteínas envolvidas nas vias apoptóticas, como caspase 8, caspase 3, Bak e Bcl2, assim como as proteínas induzidas pelo estresse celular p53 e Hsp70, foram alteradas pela radiação UV-A e UV-B. A expressão da proteína p53 foi aumentada somente nos embriões expostos à radiação UV-A na idade 1. A expressão da caspase 8 foi maior em todas as idades nos embriões irradiados com UV-A e UV-B, contudo 10 nos embriões irradiados com UV-B+UV-A foi observado aumento da expressão de caspase 8 somente na idade 3. Embriões expostos à radiação UV-B+UV-A apresentaram uma diminuição da expressão da Bcl2, p53 e Hsp70 nas idades 2 e 3. As análises por imunohistoquímica mostraram ainda que houve pouca variação na proliferação celular, identificada pela expressão da proteína fosfohistona H3. Em síntese, nossos resultados mostram que (1) os embriões de M. olfersi irradiados nas idades 1, 2 e 3 apresentaram alterações na morfologia externa e na expressão das proteínas analisadas; (2) os embriões expostos às radiações UV-A ou UV-B separamente apresentam importantes alterações morfológicas e comprometimentos na expressão das proteínas p53 e Hsp70; (3) os embriões expostos à radiação UV-B seguida pela radiação UV-A apresentam efeitos mais atenuados, quando comparados aos embriões iradiados com UV-A ou UV-B separadamente. / In recent decades, researchers have been focused their attention in the effects of increasing incidence of ultraviolet (UV) radiation on ecosystems. The UV radiation can cause diverse effects on organisms, being recognized the roles of the ultraviolet-A (UV-A) radiation on the cellular photorreactivation, recovering the damages caused by ultraviolet-B (UV-B). The aim of this study was to characterize the effects of UV-A and UV-B radiation on embryos of the freshwater prawn Macrobrachium olfersi in three ages throughout development: age 1 (from E1 to E6), age 2 (E7-E9) and age 3 (E10-E14). Ovigerous females were submitted to the irradiation procedures: (1) exposure to UV-A radiation for 60 min.; (2) exposure to UV-B radiation for 30 min.; (3) exposure to UV-B radiation for 30 min. followed by the exposure to UV-A radiation for 60 min. Non-irradiated ovigerous females were used as control. After irradiation procedures, ovigerous females were kept for 4 days in the dark, and then were realized the macro- and microscopic analyses. Our results showed an increase in the egg volume and delay in the developmental rythm of the embryos at age 1 which were exposed to UV-A, UV-B and UV-B followed by UV-A. External morphological alterations were observed in embryos of ages 2 and 3, which were submitted to all radiation procedures. Immunohistochemistry analyses showed that the expression of proteins involved on apoptotic pathways, as caspase 8, caspase 3, Bak, as well as, the proteins induced by cellular stress, p53 and Hsp70, were altered by UV-A and UV-B radiation. In embryos irradiated with UV-A on age 3, was observed an increase on expression of every studied protein. The expression of p53 protein was increased only on embryos exposed to UV-A radiation on age 1. The expression of caspase 8 was higher in all ages of the embryos exposed to UV-A and UV-B radiation, however, in embryos exposed to UV-B followed UV-A high expression of caspase 8 occurred only at age 3. Embryos exposed to UV-B followed UV-A radiation showed a decrease of expression of Bcl2, p53 and Hsp70 at ages 2 and 3. Immunohistochemistry analysis also showed slight variation on cell proliferation, identified by the expression of phosphohistone H3 protein. In general, was verified that embryos exposed to UV-B followed UV-A showed few variation on expression of analyzed proteins when compared to embryos exposed to UV-A or UV-B separately. In summary, our results showed that (1) the embryos of M. olfersi exposed at ages 1, 2 and 3 exhibited alterations on external morphology and on expression of the analyzed proteins; (2) the embryos exposed to UV-A and UV-B separately, showed important morphological alterations and impairments on the expression of p53 and Hsp70; (3) embryos exposed to UV-B followed UV-A radiation showed more attenuated effects when compares to embryos irradiated with UV-A or UV-B separately.
9

Culicídeos vetoresdiferenças e semelhanças fisiológicas e estruturais relacionadas ao processo de resistência dos ovos à dessecação

Ferreira, Luana Cristina Farnesi January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-03-08T14:03:47Z (GMT). No. of bitstreams: 2 luana_ferreira_ioc_dout_2014.pdf: 11732289 bytes, checksum: 1ef56f743ff0c803375a1307f2379adc (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2016-01-13 / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Diversos parasitas, agentes etiológicos de uma série de agravos, são transmitidos por mosquitos vetores em todo o mundo. A despeito de sua importância médica, ainda existem muitas lacunas no conhecimento da embriogênese desses insetos. Ovos de espécies do gênero Aedes resistem à dessecação, e são capazes de sobreviver vários meses no seco em estado de quiescência ao final da embriogênese. Entretanto, ovos de espécies de outros gêneros, como Anopheles e Culex, não possuem capacidade de resistir a longos períodos de exposição ao seco, apesar de adquirirem algum grau de impermeabilidade. Nos mosquitos Aedes aegypti e Anopheles gambiae tem sido mostrado que, durante a embriogênese, a síntese da cutícula serosa (CS), que contém quitina, coincide com a aquisição da resistência dos ovos à dessecação (ROD). O objetivo deste trabalho foi investigar, comparativamente, a embriogênese de diferentes mosquitos vetores, para elucidar semelhanças e diferenças na ROD. A maior parte do trabalho foi realizada com as espécies Ae. aegypti, An. aquasalis e Cx. quinquefasciatus. Verificamos que para An. aquasalis e Cx. quinquefasciatus a formação da CS também é simultânea à aquisição de ROD e contém quitina. O tempo requerido para a finalização da embriogênese de Ae. aegypti, An. aquasalis e Cx. quinquefasciatus é, respectivamente, 77,4, 51,3, e 34,2 horas após a postura A formação da CS ocorre em estágio embrionário equivalente para Ae. aegypti e An. aquasalis e um pouco mais tardio para Cx. quinquefasciatus. Ao final da embriogênese diferentes níveis de ROD foram detectados: alto para Ae. aegypti, médio para An. aquasalis e baixo para Cx. quinquefasciatus. Com o objetivo de entender essas diferenças, avaliamos, comparativamente, alguns aspectos físicos dos ovos: comprimento, largura, área, volume, peso e a superfície da casca. Apesar de diferenças interessantes e significativas terem sido observadas, não foi possível estabelecer correlação direta entre ROD e tais aspectos, quando avaliados individualmente. Quantificação do polissacarídeo quitina revelou tendência de maior conteúdo em cascas de ovos de espécies mais resistentes ao seco. Além disso, diferenças significativas foram encontradas no grau de melanização dos ovos das diferentes espécies, sugerindo que ovos mais melanizados são mais resistentes ao seco. Essa hipótese foi testada utilizando o mutante GORO da espécie An. quadrimaculatus. Nesta linhagem a melanização não ocorre corretamente, e as cascas de seus ovos têm aparência dourada. Em contraste, seu equivalente selvagem (WT) possui ovos de casca escura Ovos GORO possuem ROD deficiente: quando expostos ao seco por 10 horas após a formação da CS, apenas 12,3% são viáveis, em contraste com 66,5% de ovos WT. Nossos resultados confirmam de forma direta que, além da quitina da CS, a melanização da casca dos ovos é importante para a impermeabilização dos ovos de insetos / Several parasites, etiologic agents of a number of diseases, are transmitted by mosquito vectors worldwide. Despite their medical importance, many gaps in our knowledge about the embryogenesis of these insects still remain. Eggs from the Aedes genus resist to desiccation, and are able to survive several months in dry conditions in a quiescent status at the end of embryogenesis. In contrast, eggs belonging to other genera, like Anopheles and Culex, do not withstand long periods of exposure in dry conditions, although they acquire some degree of impermeability. It has already been demonstrated that, in the course of Aedes aegypti and Anopheles gambiae embryogenesis, the synthesis of the serosal cuticle (SC), which contains chitin, coincides with the acquisition of egg resistance to desiccation (ERD). The aim of the present work was to investigate, under a comparative basis, the embryogenesis of different mosquito vectors, in order to elucidate ERD similarities and differences. Most of the work was performed with Ae. aegypti, Anopheles aquasalis and Culex quinquefasciatus. We found that, for An. aquasalis and Cx. quinquefasciatus, ERD acquisition is also simultaneous to the development of SC, a layer containing chitin. Time required for embryogenesis completion is 77.4, 51.3, and 34.2 hours after egglaying for respectively Ae. aegypti, An. aquasalis and Cx. quinquefasciatus. The formation of SC occurs in an equivalent embryonic stage for Ae. aegypti and An. aquasalis, but a little later for Cx. quinquefasciatus. At the end of embryogenesis different ERD levels were detected: high for Ae. aegypti, medium for An. aquasalis and low for Cx. quinquefasciatus. In order to understand these differences, we comparatively evaluated some physical aspects of the eggs: length, width, area, volume, weight and eggshell surface appearance. Although interesting and significant differences have been observed, it was not possible to establish any direct correlation between ERD and these physical aspects, when individually considered. Quantification of chitin revealed tendency of higher amount of this polysaccharide in the eggshells of species more resistant to desiccation. Furthermore, significant differences were found in the degree of melanization of eggs from the different species, suggesting that more melanized eggs are also more resistant to dry conditions. This hypothesis was tested using the An. quadrimaculatus GORO mutant. In this strain, melanization does not occur properly, and the eggs have a golden appearance. Eggshells from the wild type (WT) strain, in contrast, are dark. GORO eggs exhibit a defective ERD: when exposed to dry conditions during 10 hours after the SC formation only 12.3% are viable, in contrast with 66.5% of WT eggs. Our results confirm, directly, that beyond the chitin present in the SC, the eggshell melanization is an important factor towards insect eggs impermeability
10

Bioeficácia da inoculação de l-glutamina em ovos embrionados de matrizes avícolas

Rufino, João Paulo Ferreira, 92-99380-6022 07 February 2018 (has links)
Submitted by Divisão de Documentação/BC Biblioteca Central (ddbc@ufam.edu.br) on 2018-04-06T18:05:17Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação_João Paulo F. Rufino.pdf: 1279416 bytes, checksum: ebe8315a6bd411352960eb60ab486177 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-06T18:05:17Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertação_João Paulo F. Rufino.pdf: 1279416 bytes, checksum: ebe8315a6bd411352960eb60ab486177 (MD5) Previous issue date: 2018-02-07 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / This study aimed to evaluate the effects and biological potential of L-glutamine for in ovo feeding (IOF) at fertile eggs. This study was conducted at the Laboratory of Poultry Technology, Poultry Sector, Department of Animal and Vegetable Production (DPAV), College of Agrarian Sciences (FCA), Federal University of Amazonas (UFAM), South Sector at the University Campus, Manaus, State of Amazonas, Brazil. Two trials were developed to evaluate the bioefficacy of L-glutamine for IOF. In the first trial, 315 fertile eggs Rhode Island Red (breeders with 32-weeks) were used. The experimental design was completely randomized with the treatments constituted by two controls and five solutions containing L-glutamine levels with 45 replicates (eggs) each. The variables evaluated were incubation yields (hatchability, embryo mortality and chick/egg correlation), serum biochemical parameters and gastrointestinal tract development (directly related organs and regions) of hatched chicks. In the second trial, 300 fertile eggs Rhode Island Red (breeders with 42-weeks) were used. The experimental design was completely randomized with the treatments constituted by two controls and three solutions containing L-glutamine and L-glutamine + ISP (Isolated Soy Protein), with 60 replicates (eggs) each. The variables evaluated were incubation yields (hatchability, embryo mortality and chick/egg correlation) and gastrointestinal tract development (directly related organs and regions) of hatched chicks. Statistical analysis was performed from software SAS 9.8 developed by SAS Institute Inc. The data were subjected to variance analysis, with the estimates of treatments of the first trial were submitted to polynomial regression at 0.01 and 0.05 of significance, and estimates of treatments of the second trial were evaluated by Tukey test at 0.01 and 0.05 of significance. The results of this study indicate that until 0.5% L-glutamine may be supplemented in ovo to chick embryos without negative influence on chick weight and gastrointestinal tract development, acting as serum biochemical metabolism regulator and obtaining better hatchability. The L-glutamine together with 1.0% ISP obtained medium hatchability, don't affected the intermediary embryo mortality and showed good gastrointestinal tract development. / O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos e o potencial biológico da L-glutamina para fins de inoculação em ovos embrionados. O estudo foi conduzido no Laboratório de Tecnologia Avícola do Setor de Avicultura do Departamento de Produção Animal e Vegetal da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas, Manaus, Amazonas, Brasil. Foram realizados dois experimentos para avaliação da bioeficácia da L-Glutamina para fins de inoculação in ovo. No primeiro experimento, foram utilizados 315 ovos férteis oriundos de matrizes Rhode Island Red (32 semanas de idade). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado onde os tratamentos foram constituídos por duas soluções controle e cinco soluções experimentais contendo níveis crescentes de L-glutamina, com 45 repetições (ovos) por tratamento. No primeiro experimento foram avaliados os rendimentos de incubação, a relação pinto/ovo, os parâmetros bioquímicos séricos e o desenvolvimento do trato gastrointestinal (órgãos diretamente relacionados e regiões) dos pintos ao nascer. No segundo experimento, foram utilizados 300 ovos férteis oriundos de matrizes Rhode Island Red (42 semanas de idade). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, onde os tratamentos foram constituídos por duas soluções controle e três soluções experimentais contendo L-glutamina e L-glutamina + Proteína Isolada de Soja (PIS), com 60 repetições (ovos) por tratamento. No segundo experimento foram avaliados os rendimentos de incubação, a relação pinto/ovo e o desenvolvimento do trato gastrointestinal (órgãos diretamente relacionados e regiões) dos pintos ao nascer. A análise estatística foi realizada através do programa computacional SAS (2008), onde os dados coletados foram submetidos à análise de variância e as estimativas dos tratamentos do Experimento 1 serão analisados por regressão polinomial à 0,01 e 0,05 de significância, enquanto as médias dos tratamentos do Experimento 2 foram avaliadas pelo teste de Tukey a 0,01 e 0,05 de significância. Os resultados deste estudo indicaram que até 0,5% de L-glutamina pode ser utilizada para fins de alimentação in ovo em embriões avícolas, proporcionado melhor eclodibilidade maior peso do pintanho ao nascer, maior desenvolvimento do trato gastrointestinal e atuando como regulador do metabolismo bioquímico sérico. Quando consorciada com a Proteína Isolada de Soja (1,0%), a L-glutamina obteve resultados satisfatórios de eclodibilidade, não afetando negativamente a mortalidade emrionária intermediária e apresentando bom desenvolvimento do trato gastrointestinal.

Page generated in 0.1244 seconds