• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 195
  • 145
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 343
  • 142
  • 141
  • 51
  • 48
  • 41
  • 39
  • 35
  • 30
  • 29
  • 28
  • 27
  • 25
  • 24
  • 24
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ecologia alimentar de Acanthochelys spixii (Testudines, Chelidae) no Parque Nacional de Brasília, Distrito Federal

Brasil, Marcela Ayub January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2009-09-15T17:05:02Z No. of bitstreams: 1 2008_MarcelaAyubBrasil.pdf: 479529 bytes, checksum: adf35c6be577fa113828f113b57c3c44 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2009-10-23T19:38:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_MarcelaAyubBrasil.pdf: 479529 bytes, checksum: adf35c6be577fa113828f113b57c3c44 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-10-23T19:38:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_MarcelaAyubBrasil.pdf: 479529 bytes, checksum: adf35c6be577fa113828f113b57c3c44 (MD5) Previous issue date: 2008 / A composição da dieta de Acanthochelys spixii foi estudada em uma população natural no Cerrado do Distrito Federal ao longo de 19 meses, investigando a variação ontogenética, sexual e inter-individual, como também a freqüência de estômagos vazios. Os indivíduos foram capturados manualmente e com armadilhas iscadas e os conteúdos estomacais foram obtidos através de lavagem estomacal. O procedimento foi aplicado 68 vezes, onde 28 resultaram em estômagos vazios. A dieta foi composta basicamente de ninfas de Odonata, ocorrendo também anfíbios, material vegetal, insetos alados, terrestres e aquáticos. A mudança de jovens carnívoros para adultos herbívoros não ocorreu, o que pode ser devido à grande abundância de itens de origem animal nos ambientes estudados. A ausência da relação entre o tamanho de presas consumidas e o tamanho dos animais se deveu ao fato de animais maiores continuarem ingerindo presas pequenas. Apesar da alta sobreposição de nicho entre os sexos e da ausência de diferença sexual na largura de nicho, foi possível observar indícios na dieta de uso diferenciado do hábitat, com machos usando mais a região periférica e fêmeas mais a região central das lagoas. A dieta variou mais entre machos do que entre fêmeas, o que pode refletir uma maior diversidade de presas na beira das lagoas ou uma maior movimentação ou área de vida de indivíduos desse sexo. Fêmeas maiores se mostraram mais especialistas, provavelmente por causa da maior demanda energética para reprodução nesse sexo, levando à otimização do forrageamento. A alta freqüência de estômagos vazios (41%) refletiu características da biologia desses animais como baixo metabolismo, ectotermia, maturidade sexual tardia e grande longevidade. A presença de presas sensíveis à poluição na dieta de A. spixii indica a integridade dos ambientes aquáticos estudados, sugerindo a vulnerabilidade das populações desses quelônios frente à acelerada degradação do Cerrado.
2

Avaliação da dieta em Escolas Municipais de Porto Alegre com relação ao consumo de sacarose/2004

Hernández, Alexandre Bulsing January 2005 (has links)
Este estudo teve como objetivo s descrever os principais componentes da dieta dos alunos do Segundo e Terceiro Ciclos nas escolas Municipais de Porto Alegre, RS, Brasil; verificar se a merenda escolar fornecida pela instituição é consumida pelos estudantes; e, também, verificar se a existência de cantina nas escolas modifica, entre os alunos, o consumo da merenda fornecida pela instituição. Para isso, utilizou-se um Recordatório de Vinte e Quatro Horas, com o qual foram avaliados 1.398 alunos do Ensino Fundamental de quatro escolas da Rede Municipal: Alberto Pasqualini, Carlos P. de Brum, João Goulart e João Satte. Verificou-se que 58,2% dos alunos não consumiram a merenda escolar e 51,6% indicaram ter consumido itens alheios à merenda institucional, a maioria deles ricos em açúcar, sal e gordura, e a quase ausência no consumo de frutas (0,6%). Na apresentação dos resultados, é possível verificar a procedência dos itens que não fazem parte da merenda fornecida pelas instituições e que foram consumidos no ambiente escolar e demonstra-se que o consumo da merenda escolar é maior entre os alunos nos estágios iniciais, enquanto o consumo de itens externos à merenda é maior entre os alunos mais adiantados. Concluiu-se que a merenda escolar fornecida pela instituição é pouco consumida pelos estudantes e que o consumo de itens externos à merenda fornecida pela instituição deve ser considerado fator de risco ao não consumo da merenda escolar.
3

Avaliação da dieta em Escolas Municipais de Porto Alegre com relação ao consumo de sacarose/2004

Hernández, Alexandre Bulsing January 2005 (has links)
Este estudo teve como objetivo s descrever os principais componentes da dieta dos alunos do Segundo e Terceiro Ciclos nas escolas Municipais de Porto Alegre, RS, Brasil; verificar se a merenda escolar fornecida pela instituição é consumida pelos estudantes; e, também, verificar se a existência de cantina nas escolas modifica, entre os alunos, o consumo da merenda fornecida pela instituição. Para isso, utilizou-se um Recordatório de Vinte e Quatro Horas, com o qual foram avaliados 1.398 alunos do Ensino Fundamental de quatro escolas da Rede Municipal: Alberto Pasqualini, Carlos P. de Brum, João Goulart e João Satte. Verificou-se que 58,2% dos alunos não consumiram a merenda escolar e 51,6% indicaram ter consumido itens alheios à merenda institucional, a maioria deles ricos em açúcar, sal e gordura, e a quase ausência no consumo de frutas (0,6%). Na apresentação dos resultados, é possível verificar a procedência dos itens que não fazem parte da merenda fornecida pelas instituições e que foram consumidos no ambiente escolar e demonstra-se que o consumo da merenda escolar é maior entre os alunos nos estágios iniciais, enquanto o consumo de itens externos à merenda é maior entre os alunos mais adiantados. Concluiu-se que a merenda escolar fornecida pela instituição é pouco consumida pelos estudantes e que o consumo de itens externos à merenda fornecida pela instituição deve ser considerado fator de risco ao não consumo da merenda escolar.
4

Avaliação da dieta em Escolas Municipais de Porto Alegre com relação ao consumo de sacarose/2004

Hernández, Alexandre Bulsing January 2005 (has links)
Este estudo teve como objetivo s descrever os principais componentes da dieta dos alunos do Segundo e Terceiro Ciclos nas escolas Municipais de Porto Alegre, RS, Brasil; verificar se a merenda escolar fornecida pela instituição é consumida pelos estudantes; e, também, verificar se a existência de cantina nas escolas modifica, entre os alunos, o consumo da merenda fornecida pela instituição. Para isso, utilizou-se um Recordatório de Vinte e Quatro Horas, com o qual foram avaliados 1.398 alunos do Ensino Fundamental de quatro escolas da Rede Municipal: Alberto Pasqualini, Carlos P. de Brum, João Goulart e João Satte. Verificou-se que 58,2% dos alunos não consumiram a merenda escolar e 51,6% indicaram ter consumido itens alheios à merenda institucional, a maioria deles ricos em açúcar, sal e gordura, e a quase ausência no consumo de frutas (0,6%). Na apresentação dos resultados, é possível verificar a procedência dos itens que não fazem parte da merenda fornecida pelas instituições e que foram consumidos no ambiente escolar e demonstra-se que o consumo da merenda escolar é maior entre os alunos nos estágios iniciais, enquanto o consumo de itens externos à merenda é maior entre os alunos mais adiantados. Concluiu-se que a merenda escolar fornecida pela instituição é pouco consumida pelos estudantes e que o consumo de itens externos à merenda fornecida pela instituição deve ser considerado fator de risco ao não consumo da merenda escolar.
5

Influência do ganho de massa corporal, induzido por dieta rica em sacarose, em parâmetros biométricos, bioquímicos e biofísicos de ratos Wistar

Biffe, Bruna Gabriele [UNESP] 12 August 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:23:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-08-12Bitstream added on 2014-06-13T19:29:43Z : No. of bitstreams: 1 biffe_bg_me_araca.pdf: 10135503 bytes, checksum: 46ae6716b47784e43923a7349a55d938 (MD5) / Obesidade e osteoporose são doenças crônicas de saúde pública que compartilham características e prevalência cada vez mais relevantes. Com a finalidade de analisar a influência da obesidade induzida por dieta rica em sacarose em parâmetros biométricos, bioquímicos e biofísicos, ratos Wistar machos com 3 meses de idade, foram divididos em grupo C -Controle (n=10), com livre acesso à ração e água e grupo S -Sacarose (n=10), submetidos às mesmas condições do grupo 1 controle e suplementados com sacarose a 30% (p/v). O período experimental foi de 8 semanas. Foram mensurados também massa corporal, ingestão de líquidos, consumo de ração, glicemia, tecido adiposo abdominal, concentrações de cálcio, fósforo, fosfatase alcalina, leptina e insulina. As tíbias foram desarticuladas e dissecadas para análises biofísicas. A densidade mineral óssea foi, avaliada por densitômetro ósseo padrão; a densidade radiográfica por meio do programa computacional de. análise de imagens - lMAGE J; a resistência óssea foi determinada por ensaio mecânico destrutivo; a quantidade de material mineral ósseo por meio da calcinação e a conectividade trabecular foi analisada por microtomografia óssea. Durante o período experimental os animais do grupo C consumiram quantidade maior de água e ração, porém a massa corporal final foi menor que a do grupo S. Neste grupo, a sobrecarga calórica oferecida aos animais, durante oito semanas, resultou em aumento no consumo energético, massa corporal, glicemia, concentração plasmática de leptina e de tecido adiposo abdominal. Entretanto, não apresentou diferença significativa na concentração plasmática de insulina. Na análise biofísica do tecido ósseo foi evidenciada... / Obesity and osteoporosis are chronic diseases of public health importance that share characteristics and increasingly and relevant prevalence. In order to analyze the influence of obesity induced by sucrose- rich diet in biometric, biochemical and biophysical parameters Wistar rats at 3 months of age were divided into two group: C - ControI (n = 10), with free access to food and water and S -Sucrose (n = 10) subjected to the same conditions of control group and supplemented with 30% sucrose (p/v), during 8 weeks. Measures of body mass, fluid intake, feed intake, blood glucose, abdominal adipose tissue, concentrations of calcium, phosphorus, alkaline phosphatase, leptin and insulin were taken. The tibias were disarticulated and dissected for biophysical analysis. Bone mineral density was assessed by standard bone densitometer; the radiographic image by the computer program of image analysis -IMAGE J; bane strength was determined by destructive mechanical testing; quantification of bone mineral material by calcination and trabecular connectivity was analyzed by microtomography bone. During the experimental period, animaIs in the control group (C) consumed higher amounts of food and water, but the body mass was smaller than the group receiving sucrose (S). In this group, the caloric load given to the animaIs for eight weeks resulted in increased energy consumption, body mass, glycemia, leptin plasmatic and abdominal faro However, the plasma insulin concentration was not altered. Biophysical analysis of bone tissue revealed lower bane density (DXA) for the group S when compared to the initial density within the same group. However, there was no significant difference in the final comparison between group C and S. Radiographic density showed lower density (mmAL) in the group S. There were... (Complete abstract click electronic access below)
6

Fontes protéicas em dietas à base de cana-de-açúcar para novilhas leiteiras

Mota, Diego Azevedo [UNESP] 01 December 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-12-01Bitstream added on 2014-06-13T18:44:38Z : No. of bitstreams: 1 mota_da_dr_jabo.pdf: 507033 bytes, checksum: 7176484de488bdf99464046ead04b736 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Foram realizados três experimentos, sendo o primeiro na avaliação de indicadores em estudos com novilhas leiteiras para a determinação da produção fecal, fluxo de digesta e digestibilidade. O segundo experimento foi conduzido visando avaliar os efeitos de dietas com diferentes fontes protéicas (farelo de soja, farelo de algodão, farelo de amendoim e farelo de girassol) no metabolismo, e o terceiro no desempenho produtivo e medidas corporais de novilhas mestiças Holandês/Zebu, alimentadas com 60% de cana-de-açúcar e 40% de concentrado na dieta. No primeiro e segundo experimentos foram utilizadas oito novilhas mestiças Holandês/Zebu, distribuídas em duplo quadrado latino 4x4. No terceiro, foram utilizadas 24 novilhas mestiças Holandês/Zebu distribuídas no delineamento experimental utilizado, o qual foi em blocos casualizados, constituído por seis repetições e quatro tratamentos. Os indicadores Cr-EDTA, YbCl3 e o FDNi não estimaram produção fecal de forma eficiente (P<0,05), obtendo resultado de 1,64, 1,71 e 2,71 kg/dia, respectivamente. O valor estimado de fluxo de matéria seca pela associação Cr-EDTA/YbCl3, utilizada na forma de duplo indicador, foi o mais confiável, devido a melhor recuperação dos indicadores externos (Cr-EDTA e YbCl3), que obtiveram médias de 89% e 85%, respectivamente, em comparação ao interno (FDNi), que obteve média 67%. Os coeficientes de digestibilidade ruminal e pós ruminal dos nutrientes avaliados, estimados pela associação Cr-EDTA/YbCl3, também foram considerados os melhores valores, em consequência do valor de fluxo de matéria seca estimado por esta associação. Os valores de digestibilidade aparente total, ruminal e pósruminal observados não apresentaram diferenças estatísticas para as fontes proteicas avaliadas (P>0,05). A taxa de passagem... / Experiments were carried, the first evaluating indicators in studies with dairy heifers for the determination of fecal output, digestibility and digest flow. The second experiment was conducted to evaluate the effects of diets with different protein sources (soybean meal, cottonseed meal, peanut meal and sunflower meal) in metabolism, and the third on growth performance and body measurements of heifers’ crossbred Holstein / Zebu fed 60% of sugar cane and 40% concentrate diet. In the first and second experiments were used eight heifers’ crossbred Holstein / Zebu, distributed in two 4x4 Latin square. In the third, we used 24 crossbred heifers’ Holstein / Zebu distributed in the experimental design, which was a randomized blocks design, consisting of six replicates and four treatments. The indicators Cr-EDTA and YbCl3 iNDF not estimate fecal output efficiently (P<0.05), obtaining a result of 1.64, 1.71 and 2.71 kg / day, respectively. The estimated flow of dry matter by the association Cr-EDTA/YbCl3, used in the form of double indicator, was the more confident due to better recovery of external markers (Cr-EDTA and YbCl3), who obtained 89% and 85% values of average, respectively, compared to the internal indicator (iNDF), who obtained an average of 67%. The coefficients of ruminal and post ruminal digestibility of nutrients, Cr-EDTA/YbCl3 estimated by the association, were also considered the best values in consequence of the flow of dry matter estimated by the association. The total apparent digestibility, ruminal and post ruminal observed no significant differences for the protein sources tested (P>0.05). The passage rate and retention time were not significant differences between protein sources (P>0.05) and mean values of 1.94 kg / day, 3.43% h and 30.47 hours, respectively. The excretion of purine... (Complete abstract click electronic access below)
7

Fatores nutricionais e de manejo que interferem na produção de suínos criados ao ar livre

Alexandre Filho, Luiz January 2002 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas. / Made available in DSpace on 2012-10-19T14:11:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 186888.pdf: 153670 bytes, checksum: db63db85297dac0002337c9ebcde0f49 (MD5) / Estabelece Técnicas de manejo para leitões na fase de creche (do desmame aos 65 dias de idade), criados em Sistemas de Criação de Suínos ao Ar Livre. Foram avaliadas duas idades de desmame, aos 21 e aos 30 dias de idade e duas dietas compostas a partir de três rações apresentada com as variáveis, com e sem promotores de crescimento. Com esse trabalho identificou-se a melhor idade de desmame e a dieta que resultou no melhor desempenho produtivo e econômico para este sistema de criação.
8

Valor nutritivo da torta da polpa da macaúba (Acrocomia aculeata) para suínos em crescimento / Nutritional value of macaúba meal (Acrocomia aculeata) for growing pigs

Pereira, José Henrique Bernardes 25 July 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-11-06T13:13:28Z No. of bitstreams: 1 2013_JoseHenriqueBernardesPereira.pdf: 937593 bytes, checksum: c9bf228b1f3d364c2ec9284a9f9f656f (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-11-07T10:32:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_JoseHenriqueBernardesPereira.pdf: 937593 bytes, checksum: c9bf228b1f3d364c2ec9284a9f9f656f (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-07T10:32:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_JoseHenriqueBernardesPereira.pdf: 937593 bytes, checksum: c9bf228b1f3d364c2ec9284a9f9f656f (MD5) / Foram avaliados os coeficientes de digestibilidade da matéria seca (CDMS), da proteína bruta (CDPB), da fibra (CDFDN), a energia Digestível (ED) e a energia Metabolizável (EM) da torta da polpa de macaúba (Acrocomia aculeata). Também foi avaliado a digestibilidade da MS, PB, FDN, a ED e a EM dos tratamentos T1(0%), T2(10%) e T3(20%) além do balanço de nitrogênio (BN) para suínos em crescimento, por meio de dois ensaios metabólicos de coleta total de fezes e urina. Foram utilizados 24 leitões machos castrados, de linhagem comercial, com peso inicial de aproximadamente 28 kg. Os ensaios foram realizados em delineamento experimental de blocos casualizado com três tratamentos com quatro animais por tratamento/bloco, totalizando 24 unidades experimentais. Os tratamentos foram: T1 - Dieta Referência (DR); T2 - Dieta Teste 1 (90% de DR+10% de torta da polpa de macaúba) e T3 - Dieta Teste 2 (80% de DR+20% de torta polpa de macaúba). As dietas foram fornecidas às 8h00 e às 16h00. A DMS, DPB e DFDN para a torta da macaúba foram de 16,5%, -2,25% e 30,80%, para a inclusão de 20% na dieta, não apresentando diferença significativa para os valores de inclusão de 10% na dieta. A ED para a torta da polpa da macaúba nos tratamentos T2(10%) e T3(20%) foram de, respectivamente, 2888,3 e 2900,6 (Kcal/Kg), já a EM para os mesmos tratamentos foram de, respectivamente, 2690,0 e 2680,5 (Kcal/Kg), não apresentando diferença significativa. A digestibilidade da MS nos tratamentos T2 e T3 foram, respectivamente, 79,1% e 72,0%, enquanto a digestibilidade da PB nos tratamentos T2 e T3 foram 77,9% e 71,2%, já a digestibilidade da FDN para os tratamentos T2 e T3 foram de 64,3% e 55,7%, respectivamente, apresentando diferença significativa. Em relação ao balanço de nitrogênio (BN), houve diferença significativa apenas no Nitrogênio Fecal (NF), mostrando que a fibra aumentou a excreção do nitrogênio endógeno do suíno. Dessa forma, o nível de inclusão da torta da polpa da macaúba na dieta interferiu nas digestibilidades da MS, PB e FDN. Esse coproduto da macaúba pode ser utilizado como ingrediente teste na dieta para suínos em crescimento, porém a porcentagem de inclusão deve ser considerada na ração referência. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Dry matter (DMD), crude protein (CPD) and Fiber (FD) digestibility and Digestible energy (DE), metabolizable energy (ME) of macauba meal (Acrocomia aculeata) were evaluated for growing pigs. Dry matter (DMD), crude protein (CPD), Fiber (FD) digestibility and (DE), (ME) of treatments T1 (0%), T2 (10%) and T3 (20%) plus nitrogen balance (NB) for growing pigs, through two metabolic assays collection Total feces and urine. We used 24 castrated male of commercial line, with an initial weight of approximately 28 kg. The experimental tests were conducted in a complete block randomized design with three treatments with four animals per treatment/block, totaling 24 experimental units. The treatments were: T1 - Reference Diet (RD), T2 - Test Diet 1 (90% RD+10% macauba meal) and T3 - Test Diet 2 (80% RD+20% macauba meal). The DMD, CPD and FD for macaúba meal were 16.5%, -2.25% and 30.80%, for the inclusion of 20% in the diet, with no significant difference in the values of inclusion of 10% in the diet. A (DE) for macauba meal in the T2 (10%) and T3 (20%) were, respectively, 2888.3 and 2900.6 (Kcal / Kg), since the (ME) for the same treatments were, respectively, 2690.0 and 2680.5 (Kcal / kg), with no significant difference. Dry matter (DM) digestibility in the T2 and T3 were, respectively, 79.1% and 72.0%, while the crude protein (CP) digestibility in the T2 and T3 were 77.9% and 71.2%) and Fiber digestibility for T2 and T3 were 64.3% and 55.7%, respectively, showing significant difference (P<0,05) In relation to nitrogen balance (NB), there was a significant difference (P<0,05) in Fecal Nitrogen (FN), showing that the fiber increased excretion of endogenous nitrogen for pig. Thus, the level of inclusion macauba meal in the diet interfered with the digestibility of DM, CP and FD. This co-product of macauba can be used as an ingredient in test diet for growing pigs, but the percentage of inclusion should be considered in the reference ration.
9

Uso de habitat pelo bugio, Alouatta fusca Clamitans, em um fragmento florestal em Lençois Paulista-SP

Martins, Cristiana Saddy 27 November 1997 (has links)
Orientador: Eleonore Zulnara Freire Setz / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-23T04:30:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Martins_CristianaSaddy_M.pdf: 4579070 bytes, checksum: aa99f4f976668643642725f45056edf4 (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: O uso de habitat por um grupo de três bugios (Alouatta fusca clamitans) foi estudado em um fragmento de 165 hectares de mata mesófila semidecídua na região de Lençóis Paulista, oeste de São Paulo. Aspectos da dieta dos animais, uso do tempo e uso do espaço foram investigados num período de 12 meses. Paralelamente foi realizada a descrição florística da área de estudo e o acompanhamento fenológico das espécies arbóreas. Através do método de parcelas foram amostradas 754 árvores (CAP = 32 cm), pertencentes a 38 famílias e 90 espécies. As observações da dieta e uso do tempo foram realizadas através do método "scan", a intervalos de dez minutos. Em trinta e quatro dias inteiros obteve-se 3.523 registros somando 408 horas de observação dos primatas. o uso do espaço foi estudado marcando o quadrado de 50x50 metros em que o grupo se localizava em mapas, a intervalos de 30 minutos. Os bugios consumiram partes de 34 espécies vegetais, sendo que os registros de dieta inc1uiram 66% de folhas maduras, 19% de frutos maduros, 10% de folhas jovens e 2% de frutos imaturos. As espécies mais utilizadas foram Ficus hirsuta e Pyrostegia venusta. O consumo de folhas maduras esteve presente durante todo o ano, mas foi significativamente maior nos meses de Junho a Agosto. Houve um consumo sazonal de folhas jovens (de Setembro a Novembro) e frutos maduros (de Dezembro a Fevereiro). A utilização de folhas maduras e jovens, assim como de frutos maduros apresentou correlação com a abundância destes itens na fenologia. Em relação ao uso do tempo, o descanso predominou, totalizando 77% do tempo amostrado, seguida da movimentação (12%) e alimentação (10%). Os bugios dispendem mais tempo se deslocando e se alimentando no verão. A área de uso total ('home range") calculada pelo método de somatório dos quadrados foi de 12,5 ha, com uma área central de utilização de 4 ha. Não houve diferenças entre a área utilizada e as distâncias diárias percorridas entre estações, embora na primavera e verão os bugios utilizem o espaço de forma mais restrita. Avaliando os resultados sob a ótica do forrageamento ótimo, pode-se perceber uma mudança de estratégia pelos bugios nas diferentes épocas do ano. Utilizam a estratégia de alto custo/alto retomo no uso do habitat, durante os períodos de maior oferta de recursos (época chuvosa). Há um maior dispêndio de energia em atividades como deslocamento e alimentação, porém o retomo também é maior devido ao consumo de itens alimentares mais energéticos. E na época de escassez de recursos (época seca), utilizam a estratégia de baixo-custo/baixo-retorno. Comparando-se os resultados deste estudo com outros estudos realizados com a mesma espécie, os bugios em Lençóis Paulista utilizam menos espécies vegetais na dieta, mais folhas maduras e uma área de vida maior, o que pode ser explicado pelo formato estreito do fragmento utilizado, pelo grau de perturbação do habitat e pela baixa densidade de bugios no local / Abstract: The habitat use of a group of three brown howler monkeys (Alouatta fusca clamitans) was studied in a fragment with 165 ha of semideciduous forest in Lençóis Paulista, west of São Paulo State. Aspects of diet, time budgets and space use of the animals were investigated during 12 months. It was carried out also the fIoristic study of the area and the phenology of the trees. Through the "quadrat method" 754 trees with CBH = 32 cm were sampled, belonging to 38 families and 90 species. The diet and space use observations were carried out through the "scan sampling" method using ten minutes intervalo Thirty-four whole days were sampled and 3.523 records were obtained in 408 hours of field observations. The space use was studied ploting the primate group locations in a map with quadrats of 50x50 meters each 30 minute. The howlers consumed parts of 34 plant species, and the diet records included 66% of mature leaves, 19% ofripe fruits, 10% ofyoung leaves and 2% ofunripe fruits. The most consumed species were Ficus hirsuta and Pyrostegia venusta. Mature leaves were used during the whole year, but consumption was significant higher from June to August. There was a seasonal consumption of young leaves (from September to November) and ripe fruits (from December to January). The mature, young leaves and ripe fruits use showed correlation with the abundance found in the phenology. Regarding time budgets, resting is predominant, with 77% of the records, followed by moving (12%), and feeding (10%). The howlers spent more time moving and feeding during summer (December to February). The home range calculated using the "summed quadrats" method was 12,5 ha, with a core area of 4 ha. There was no difference between the area used and the daily distances among the seasons, although during spring and summer the howlers had used the area in a restrict way. Analysing the results according to the optimal foraging theory, the animals changed the strategy of habitat use according to the seasons. They have a high cost/high benefit strategy of habitat use during periods of great abundance of resources. They spent more energy, but they have also a greater return, because of the use of more energetical food itens. And during the season with scarce resouces, they have a strategy of low-cost/Iowreturn. Comparing the results of this study with other studies carried out with the same species, the howlers in Lençóis Paulista used less plant species in the diet, more mature leaves and they have a larger home range. The format of the fragment (thin and long), the disturbance degree of the habitat and the low density of howlers in the study site are probably the reasons for these findings / Mestrado / Mestre em Ecologia
10

Avaliação da influencia da fisioterapia respiratoria no refluxo gastrofaringeo de dieta enteral em pacientes sob ventilação mecanica

Godoy, Armando Carlos Franco de 26 February 2002 (has links)
Orientadores : Maria Isabel Pedreira de Freitas Ceribelli, Izilda Esmenia Muglia Araujo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-02T06:33:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Godoy_ArmandoCarlosFrancode_M.pdf: 16079773 bytes, checksum: b553455af796f1f762e7e37c8737676a (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Foi estudada a performance de sete marcas de ressuscitadores manuais auto-infláveis fabricados e/ou comercializados no Brasil utilizando um pulmã-teste e um mensurador analógico quanto aos quesitos: FiO2 ofertada por fluxo de O2 recebido, oferta de fluxo de O2 sem manipulação da unidade compressível, funcionamento das válvulas do ressuscitador quando este recebe fluxo de O2 de 35 l/min, vedação da válvula do paciente, danos provocados pela queda ao solo, resistência ao fluxo inspiratório e expiratório, facilidade de limpeza e informações contidas no aparelho. Os ressuscitadores que possuem a opção de acoplagem do reservatório de O2 forneceram maiores FiO2 com este acessório conectado. Os ressuscitadores que não têm a opção de acoplagem do reservatório de O2 apresentaram maiores oferta de fluxo de O2 sem a manipulação da unidade compressível. Os ressuscitadores que recebem fluxo de O2 no interior da unidade compressível tiveram a válvula do paciente presa quando receberam fluxo de O2 a partir de 5 l/min, alterando a pressão de pico, o volume corrente e os fluxos inspiratório e expiratório. Os ressuscitadores, quando utilizados como fonte de oferta de O2 sem a manipulação da unidade compressível devem estar com reservatório de O2 acoplado e recebendo 10 a 15 l/min de O2. Três ressuscitadores recebendo 35 l/min de O2 ficaram impossibilitados de ventilar o pulmão teste. Um ressuscitador apresentou falha na vedação da válvula do paciente. As mais altas resistências ao fluxo inspiratório foram de 8 e 7 cmH2O e a mais alta resistência ao fluxo expiratório foi de 7 cmH2O. Todos os ressuscitadores passaram no teste de vômito e queda. Nenhum dos ressuscitadores trouxe informações sobre qual o fluxo de O2 seguro a ser ofertado à unidade compressível e à FiO2 ofertada. Os diferentes modelos de ressuscitadores podem ter diferentes performance / Abstract: The performance of seven marks of autoinflated resuscitator bag manufactured and/or commercialized in Brazil was studied using a lung-test and an analyzer analogical about: FiO2 offered for O2 flow received, O2 flow offered without manipulation of the compressible unit, patient valve lock-up when resuscitator receives na O2 flow of 35 l/min, patient valve backward leakage, drop test, inspiratory and expiratory flow resistance, valve function after contamination by vomitus, easy cleaning and information contained in the device. The resuscitators that possess the option for attached the reservoir of O2 had supplied to a best concentration of FiO2 with this accessory. The resuscitator that does not have the option of attached of the reservoir of O2 had presented greater offers of O2 flow without the manipulation of the compressible unit. The resuscitator that receive O2 flow from in the interior of the compressible unit, had the valve of the patient fixed when they had received O2 flow higher than 5 l/min, modifying the peak pressure, the tidal volume and inspiratory and expiratory flow. The resuscitator when used as source of offering O2 flow without the manipulation of the compressible unit must be with reservoir of O2 connected and receiving 15 l/min of O2. Three resuscitators receiving 35 l/min had been disabled to ventilate the lung test because patient valve lock-up. One resuctitator presented imperfection in the patient valve backward leakage. The highest resistance to the inspiratory flow had been of 7 and 8 cmH2O and the highest resistance to the expiratory flow was of 7 cmH2O. All resuctitators had passed in the test of valve function after contamination by vomitus and drop test. Any resuctitators offered information about to the flow of safe O2 to the compressible unit and the offered FiO2. The different models of resuctitators can get different performances / Mestrado / Mestre em Enfermagem

Page generated in 0.0368 seconds