• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 32536
  • 322
  • 95
  • 23
  • 4
  • Tagged with
  • 33833
  • 15229
  • 9189
  • 6445
  • 6047
  • 5123
  • 4909
  • 4293
  • 4114
  • 2993
  • 2675
  • 2591
  • 2460
  • 2389
  • 2371
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O conservadorismo moderno na estruturação do projeto da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (1910-1950)

Torres, Renato 2017 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Carlos Eduardo Vieira Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 08/11/2017 Inclui referências : f. 241-249 Resumo: A presente pesquisa teve por objetivo compreender de que maneira o pensamento e as práticas que associam conservadorismo e modernidade fizeram parte do contexto de criação da Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Para tanto, tornou-se necessário: analisar a configuração das redes de sociabilidades que se formaram em torno do projeto de criação da escola superior de arte no Paraná; compreender a construção da tradição e da modernidade em artes plásticas no Paraná; e os aspectos da tradição e da modernidade presentes na estruturação da EMBAP, como tensões que constituem o modo de pensar e de agir próprios do conservadorismo moderno. O recorte temporal compreendeu a atuação dos intelectuais em Curitiba, Paraná, entre as décadas de 1910 e 1950. Para contribuir com a operação historiográfica, a prosopografia, como aporte teórico metodológico, permitiu o trabalho com biografias coletivas, auxiliando na organização dos dados, na descrição das características dos grupos e na análise do contexto histórico. As fontes mobilizadas são de tipologias variadas como atas, estatutos, periódicos, catálogos de exposições, entre outros. O referencial teórico utilizado nesta tese se valeu dos conceitos da teoria praxiológica de Pierre Bourdieu, do conceito de conservadorismo moderno, desenvolvido por Karl Mannheim e do conceito de intelectual configurado por Carlos Eduardo Vieira, a partir de seus estudos sobre os intelectuais brasileiros que atuaram na primeira metade do século XX. Foram analisados dois grupos de intelectuais envolvidos na criação da EMBAP, um grupo que se destacou durante o processo de criação da instituição e um segundo grupo que atuou na estruturação da escola. No momento da estruturação da EMBAP, a forma de ocupação do espaço arquitetônico, a configuração do currículo e as concepções de ensino superior de arte foram permeadas por princípios que ora remetiam ao conservadorismo, ora se pautavam no diálogo com a modernidade. Palavras-chave: História da Educação, História do Ensino da Arte no Paraná, Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Ensino Superior de Arte, conservadorismo moderno. Abstract: The present research was focused on understanding how the beliefs and practices that associate conservatism and modernity took part in the context of creation of the School of Music and Fine Arts of Paraná. For this, it was required: to analyze the configuration of the social networks that were formed around the project of creation of the superior school of art in Paraná; to understand the construction of tradition and modernity in plastic arts in Paraná; and finally to understand the aspects of tradition and modernity present in the frame of EMBAP as tensions that constitute the standard way of thinking and acting of modern conservatism. The temporal cut included the performance of intellectuals in Curitiba, Paraná, between the 1910s and 1950s. In order to contribute to the historiographic proceedings, the prosopography, taken as a theoretical and methodological contribution, furnished a basis for considering collective biographies as devices allowing to organize of the data, to describe the characteristics of the groups and to analyze the historical context. There are a number of kinds of sources, such as minutes, statutes, journals, exhibition catalogs, among others. The theoretical reference used in this thesis was based on the concepts of Pierre Bourdieu's praxiologic theory, the concept of modern conservatism developed by Karl Mannheim and the concept of intellectual configured by Carlos Eduardo Vieira, based on his studies of Brazilian intellectuals who worked during the first half of the 20th century. Two groups of intellectuals involved in the creation of EMBAP were analyzed, the one of which was influential during the process of the foundation of the institution; the second group worked in the structuring of the school. During the structuration of EMBAP, the way by which the architectural space was occupied, the configuration of the curriculum and the conceptions of higher education of art were permeated by principles that sometimes referred to conservatism, sometimes expressed a dialogue with modernity Keywords: History of Education, History of Art Education in Paraná, Paraná Music and Fine Arts School, Art's Higher Education, Modern Conservatism.
2

Grupos de apoio entre professores e a inclusão : uma reflexão sobre a reinvenção das práticas de doc~encia a partir da ênfase no ensino colaborativo

Venancio, Ana Carolina Lopes 2017 (has links)
Orientadora: Profa. Dra. Denise de Camargo Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/11/2017 Inclui referências : f. 292-319 Resumo: A pesquisa avaliou um Grupo de Apoio Entre Professores - GAEP como estratégia de reorganização do trabalho pedagógico frente à diversidade. Compreende o grupo como espaço que oferece apoio estruturado aos professores, apoio prático e emocional estendido aos estudantes. Argumenta pelo apoio a todos os membros da comunidade escolar para construção de uma cultura inclusiva. Adotou viés colaborativo de reflexão na ação e sustentou a premissa de que a prática é dimensão transformadora da realidade, unidade privilegiada de análise e compreensão do social. A abordagem da prática fundamentou-se na proposta metodológica de Nicolini (2013), apresentou três movimentos de investigação: olhar interno para avaliar dinamicidade, olhar externo para perceber conexões e interrelações entre práticas - espaciotemporalmente e, finalmente, análise das inteligibilidades, interpretativista e crítica. Foram eleitos critérios de dupla verificação para averiguação dos pressupostos de pesquisa. O primeiro baseou-se nos relatos / histórias de vida das participantes. O segundo avaliou o planejamento escolar, verificando se ocorria flexibilização curricular. Assume-se a adequação curricular, metodológica e avaliativa como indicadores práticos da personalização do ensino. Surgiu um critério emergente, a dimensão da afetividade / emoção. Entende-se que emoções / afetos têm potencial de sustentar ou refutar práticas, com conhecer/sentir/fazer sendo processos indissociáveis. Os estudos de Bourdieu, Wenger e Vygostky se constituíram nas bases teórico-metodológicas da pesquisa. Na análise destacaram-se os indicativos teórico-práticos do documento "Index para a inclusão: desenvolvendo a aprendizagem e a participação nas escolas" e as pesquisas de Rodrigues e Mendes como fontes diferenciais de debate. A questão que orientou a pesquisa foi: Como os GAEPs podem contribuir para transformar as práticas de docência e reorganizar o trabalho pedagógico direcionando-o a uma perspectiva inclusiva e colaborativa de ensino? Definiu-se inclusão como projeto social, cultural e político de resgate de direitos humanos. Considerou-se que cada realidade possui particularidades que lhe conferem identidade e desafios próprios - e que na problematização da inclusão é crucial partir de cada contexto específico. Argumentou-se pela transformação dos ambientes de ensino, adequando-os as necessidades singulares do alunado. Enunciaram-se como conceitos centrais de discussão / operacionalização da inclusão: prática, participação, colaboração, mediação e significado. Discutiu-se, paralelamente, a função do diagnóstico na (re)elaboração das práticas de docência, problematizando a questão da medicalização da vida humana e a percepção da diferença enquanto desvio. A pesquisa referendou a visão de escola enquanto Comunidade de Práticas/CoP, local onde domínio e prática dão sentido ao ser comunidade. Os resultados sugerem a relevância do GAEP no apoio aos docentes e enquanto modelo formativo in loco. O grupo auxiliou detectar fragilidades da realidade escolar e contribuiu no fortalecimento de recursos materiais / humanos. Evidenciou a importância da afetividade na produção do ensino. Apesar da aderência reduzida, percebeu-se o potencial que um GAEP pode ter para exercício dos princípios inclusivos. Comprovou-se a importância do GAEP ser legitimado na comunidade escolar para obter maior poder de ação e corroborou-se necessidade de ampliar discussões acerca do currículo, metodologias e avaliação na lógica inclusiva. Sugere-se que o GAEP é um modelo formativo que poderia ser assumido enquanto rede e sistema de ensino. Palavras chave: Inclusão - Práticas de Docência - Mediação/Aprendizagem - CoP - GAEP. Abstract:The research evaluated a Support Group between Teachers - GAEP as a strategy to reorganize the pedagogical work towards diversity. It understands the group as a space that offers structured support to teachers, practical and emotional support extended to students. He argues for the support of all members of the school community to build an inclusive culture. It adopted a collaborative bias of reflection in action and supported the premise that practice is a transformative dimension of reality, privileged unit of analysis and understanding of social. The approach of practice was based on the methodological proposal of Nicolini (2013), presented three research movements: internal look to evaluate dynamicity, external look to perceive connections and interrelationships between practices - spatiotemporalmente and, finally, analysis of intelligibilities, interpretativist and criticism. Double verification criteria were chosen to investigate the research assumptions. The first one was based on the participants' life stories / stories. The second evaluated the school planning, verifying if curricular flexibilization occurred. Curricular, methodological and evaluative adequacy are assumed as practical indicators of teaching personalization. An emerging criterion emerged, the dimension of affection / emotion. It is understood that emotions / affects have the potential to sustain or refute practices, with knowing / feeling / doing being inseparable processes. The studies of Bourdieu, Wenger and Vygostky were constituted in the theoretical-methodological bases of the research. In the analysis, the theoretical-practical indicatives of the document "Index for inclusion: developing learning and participation in schools" and Rodrigues and Mendes' researches as differential sources of debate were highlighted. The question that guided the research was: How can GAEPs contribute to transforming teaching practices and reorganizing the pedagogical work by directing it to an inclusive and collaborative teaching perspective? Inclusion was defined as a social, cultural and political project to rescue human rights. It was considered that each reality has particularities that give it its own identity and challenges - and that in the problematization of inclusion it is crucial to start from each specific context. It was argued for the transformation of teaching environments, adapting them to the singular needs of the student. They were stated as central concepts of discussion / operationalization of inclusion: practice, participation, collaboration, mediation and meaning. At the same time, the role of diagnosis in (re) elaboration of teaching practices was discussed, problematizing the question of the medicalization of human life and the perception of difference as a deviation. The research endorsed the vision of school as a Community of Practices / CoP, where domain and practice give meaning to being a community. The results suggest the relevance of GAEP in supporting teachers and as an on-site training model. The group helped detect weaknesses in school reality and contributed to the strengthening of material / human resources. It showed the importance of affectivity in the production of teaching. Despite the reduced adherence, the potential that a GAEP can have for the exercise of inclusive principles was perceived. The importance of GAEP was legitimized in the school community in order to obtain greater power of action, and corroborated the need to expand discussions about curriculum, methodologies and evaluation in the inclusive logic. It is suggested that the GAEP is a formative model that could be assumed as a network and education system. Keywords: Inclusion - Teaching Practices - Mediation / Learning - CoP - GAEP. Resumen: La encuesta evaluó un Grupo de Apoyo entre Profesores - GAEP como estrategia de reorganización del trabajo pedagógico frente a la diversidad. Comprende el grupo como espacio que ofrece apoyo estructurado a los profesores, apoyo práctico y emocional extendido a los estudiantes. Argumenta por el apoyo a todos los miembros de la comunidad escolar para la construcción de una cultura inclusiva. Se adoptó un sesgo colaborativo de reflexión en la acción y sostuvo la premisa de que la práctica es dimensión transformadora de la realidad, unidad privilegiada de análisis y comprensión de lo social. El enfoque de la práctica se fundó en la propuesta metodológica de Nicolini (2013), presentó tres movimientos de investigación: mirada interna para evaluar dinamicidad, mirada externa para percibir conexiones e interrelaciones entre prácticas - espaciotemporalmente y, finalmente, análisis de las inteligibilidades, interpretativista y crítica. Se eligieron criterios de doble verificación para averiguación de los supuestos de investigación. El primero se basó en los relatos / historias de vida de las participantes. El segundo evaluó la planificación escolar, verificando si ocurría flexibilización curricular. Se asume la adecuación curricular, metodológica y evaluativa como indicadores prácticos de la personalización de la enseñanza. Surgió un criterio emergente, la dimensión de la afectividad / emoción. Se entiende que emociones / afectos tienen potencial de sostener o refutar prácticas, con conocer / sentir / hacer procesos indisociables. Los estudios de Bourdieu, Wenger y Vygostky se constituyeron en las bases teóricometodológicas de la investigación. En el análisis se destacaron los indicativos teórico-prácticos del documento "Index para la inclusión: desarrollando el aprendizaje y la participación en las escuelas" y las encuestas de Rodrigues y Mendes como fuentes diferenciales de debate. La cuestión que orientó la investigación fue: ¿Cómo los GAEP pueden contribuir a transformar las prácticas de docencia y reorganizar el trabajo pedagógico dirigiéndolo a una perspectiva inclusiva y colaborativa de enseñanza? Se definió inclusión como proyecto social, cultural y político de rescate de derechos humanos. Se consideró que cada realidad posee particularidades que le confieren identidad y desafíos propios - y que en la problematización de la inclusión es crucial partir de cada contexto específico. Se argumentó por la transformación de los ambientes de enseñanza, adecuándolos a las necesidades singulares del alumnado. Se enunciaron como conceptos centrales de discusión / operacionalización de la inclusión: práctica, participación, colaboración, mediación y significado. Se discutió paralelamente la función del diagnóstico en la (re) elaboración de las prácticas de docencia, problematizando la cuestión de la medicalización de la vida humana y la percepción de la diferencia como desvío. La investigación refrendó la visión de escuela como Comunidad de Prácticas / CoP, local donde dominio y práctica dan sentido al ser comunidad. Los resultados sugieren la relevancia del GAEP en el apoyo a los docentes y como modelo formativo in loco. El grupo ayudó a detectar fragilidades de la realidad escolar y contribuyó en el fortalecimiento de recursos materiales / humanos. Se evidenció la importancia de la afectividad en la producción de la enseñanza. A pesar de la adherencia reducida, se percibió el potencial que un GAEP puede tener para el ejercicio de los principios inclusivos. Se comprobó la importancia del GAEP de ser legitimado en la comunidad escolar para obtener mayor poder de acción y se corroboró la necesidad de ampliar discusiones acerca del currículo, metodologías y evaluación en la lógica inclusiva. Se sugiere que el GAEP es un modelo formativo que podría ser asumido como red y sistema de enseñanza. Palabras clave: Inclusión - Prácticas de Docencia - Mediación / Aprendizaje - CoP - GAEP
3

Matemática, geografia e cidadania : contribuições de um jogo educativo interdisciplinar para o desenvolvimento de habilidades no 3º ano do Ensino Fundamental

Jendreieck, Céres de Oliveira 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Ettiène Guérios Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 16/08/2017 Inclui referências : f. 150-155 Resumo: Trata-se de uma pesquisa qualitativa cujo objetivo foi identificar as contribuições que o jogo educativo interdisciplinar "Localize-se" pode proporcionar para o desenvolvimento de habilidades nas disciplinas de matemática e geografia para estudantes de 3º ano do Ensino Fundamental de uma escola municipal de Curitiba. Os principais referenciais teóricos foram Arantes (2006), Macedo (2006), Fazenda (1991), Grando (2000, 2004), Japiassu (1976), Machado (2001, 2006) e Moura (1992, 2010). Para o desenvolvimento da pesquisa, o jogo "Localize-se" foi criado pela pesquisadora e validado por uma equipe de profissionais da educação. Para a coleta de dados realizaram-se cinco partidas do jogo com oito estudantes, que foram divididos em dois grupos de quatro para participarem das partidas do jogo. Foi realizada observação sistemática in loco com posterior produção de narrativas. As partidas do jogo foram filmadas para uma análise comparativa das ações e das falas dos participantes. Buscou-se observar em que momentos os estudantes demonstraram ação interdisciplinar por meio do desenvolvimento de habilidades das disciplinas de geografia e matemática. Também foram realizadas atividades com foco na resolução de situações-problema, uma atividade inicial e outra final. Para a análise de dados foi criado um método próprio para esta pesquisa, realizando-se uma triangulação dos instrumentos buscando-se observar se as falas, atitudes e ações dos participantes demonstravam mudanças em relação à conhecimentos e habilidades. Os resultados demonstraram que o jogo pode contribuir para desenvolvimento de habilidades como: usar legenda, utilizar noções topológicas e de lateralidade para movimentação no espaço representado, usar instrumentos como a bússola e a Rosa dos Ventos para localização por meio dos pontos cardeais, planejar movimentações no espaço representado, realizar cálculo mental e outras estratégias de resolução de problemas matemáticos para movimentação no espaço representado. Palavras-chave: Interdisciplinaridade. Jogo. Ensino de Matemática. Ensino de Geografia. Abstract: This study reports a qualitative research whose objective is to identify the contributions that the interdisciplinary educational game "Localize-se" can provide for the development of abilities in the subjects of mathematics and geography for students of 3rd year of elementary school in a municipal school in Curitiba. The main theoretical references were Arantes (2006), Macedo (2006), Fazenda (1991), Grando (2000, 2004), Japiassu (1976), Machado (2001, 2006) and Moura (1992, 2010). For the development of the research, the game "Localize-se" was created by the researcher and validated by a team of education professionals. For data collection, five matches were played with eight students, who were divided into two groups of four, to participate in the matches of the game. Systematic observation was carried out in loco with subsequent production of narratives. Game matches were also filmed for a comparative analysis of the participants' actions and speech. It was sought to observe in which moments the students demonstrate the use of abilities of the subjects of geography and mathematics. There were also activities focused on solving problem situations and an initial and final activity. For the data analysis, a specific method was created for this research, with a triangulation of the instruments and a search to see if the participants' speeches, attitudes and actions showed changes in relation to knowledge and abilities. The results showed that the game can contribute to the development of abilities such as: use subtitle, use the topological notions and the laterality to move in the space represented, use instruments such as the compass and the Rose of the Winds to locate through the cardinal points, to plan movements in the space represented, to perform mental calculation and other strategies of solving mathematical problems for movement in the represented space. Keywords: Interdisciplinarity. Game. Mathematics Teaching. Geography Teaching.
4

Políticas afirmativas para negros nas universidades federais entre 2002 e 2012 : processos e sentidos na UNB, UFPR e UFBA

Marçal, José Antonio 2016 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Paulo Vinicius Baptista da Silva Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 29/03/2016 Inclui referências : f. 245-255 Resumo: Nesta tese desenvolvemos um estudo sobre o período de implantação de políticas de ação afirmativa no ensino superior público brasileiro compreendido entre 2002 e 2012. A complexidade do período envolvia a ocorrência de um polêmico debate com diferentes linhas argumentativas divididas entre contrárias e favoráveis, e de centenas de instituições de ensino público implantando políticas de ação afirmativa a partir diversas modalidades, bem como para diferentes sujeitos de direitos. A hipótese que levantamos foi que tanto os discursos contrários quanto à efetivação das políticas se conformaram à dinâmica sociocultural do mito da democracia racial. No período em questão, consolidou-se hegemonicamente uma perspectiva conservadora de classe social que negou o critério racial e enfraqueceu o potencial simbólico-político das políticas de ação afirmativa implantadas. Formulamos as perguntas-problemas, a saber: que sentido foi atribuído às políticas de ação afirmativa em diferentes contextos universitários? E em que medida a cultura racista, caracterizada no discurso pela defesa do mito da democracia racial e na prática social pela subalternização da população negra, impregnou o sentido das políticas de ação afirmativa? Para a operacionalização do estudo, utilizamos o conceito de cultura na acepção de "concepção de mundo" e a metodologia da "Abordagem Cognitiva de Política Pública", cujas principais etapas de desenvolvimento foram: a) Problematização e Amplificação: denúncia do racismo através da histórica luta do movimento negro; b) Agenda: colocação da pauta de reinvindicação em favor da população negra no conjunto de prioridades governamental; c) Formulação e d) Implementação: análise das políticas de ação afirmativa implantadas a partir de três contextos universitários específicos: Universidade Federal do Paraná, Universidade de Brasília e Universidade Federal da Bahia, por meio da técnica da "Análise Textual Discursiva". A metodologia possibilitou-nos analisar o período já que tem por objetivo compreender as políticas públicas na sua complexidade de processos construídos através de disputas políticas. Possibilitou também estabelecer relação entre o processo de implantação dessas políticas e a dimensão sociocultural fundamentada pelo mito da democracia racial, já que o foco da análise se orienta mais para os processos e atores sociais envolvidos e interessados nas políticas públicas que para os resultados que estas possam produzir. Os resultados do estudo indicaram que a implantação das políticas nos três contextos universitários foi produto de típica disputa política. No geral, constatamos um "movimento reacionário" que se consolidou em torno da defesa de políticas de ação afirmativas a partir de critérios socioeconômicos em detrimento à demanda do movimento negro por política de ações afirmativas a partir da "diferenciação racial". A tendência do período foi a negação ou o enfraquecimento do fator racial como elemento estruturante da desigualdade, bem como critério para a definição dos beneficiários da política. A característica difusa e sistemática do movimento reacionário, manifestada por diversos agentes públicos e em diferentes espaços político-institucionais permitiu estabelecer uma relação de "conformidade" com o mito da democracia racial, pois esse mito consolidou-se como imaginário coletivo na sociedade e seu principal aspecto é encobrir ou dissimular práticas racistas em prejuízo da população negra. Palavras-chave: Política de Ação Afirmativa. Racismo. Cultura. Movimento Negro. Universidades Públicas. Abstract: In the present doctorate thesis, we carried out a study about the period of implementation of affirmative action policies for Brazilian Public Higher Education System, from 2002 to 2012. The complexity of the period involved the occurrence of a polemic debate with different argumentative lines divided between for and against, and of hundred public education institutions implementing affirmative action policies from several modalities, as well as for different subjects of right. The hypothesis we raised was both the discourses against and the effectuation of the policies were settled to the sociocultural dynamic of the racial democracy myth. In the period framed, has been hegemonically consolidated a conservatory perspective of social class that denied the racial criterion and weakened the symbolic-political potential of the affirmative action policies implemented. We have formulated the following problem-questions: what meaning has been attributed to the affirmative action policies in different university contexts? And to what extend the racist culture, characterized on the discourse for the defence of the racial democracy myth and in the social practice by the subalternization of black population, impregnated the meaning of those affirmative action policies? For the operationalization of the study, we have used the concept of culture in the meaning of 'world view' and the methodology of 'Public Policy Cognitive Framework" whose main development stages were: a) Problematization and Amplification: racism complaint through the history battle of black people movement; b) Agenda: setting the claim agenda for the black population in the set of government priorities; c) Formulation and d) Implementation: analysis of affirmative action public policies implemented from three specific university contexts: Universidade Federal do Paraná [Federal University of Paraná], Universidade de Brasília [Brasília University], Universidade Federal da Bahia [Federal University of Bahia], by means of the "Textual Discourse Analysis" technique. This methodology allowed for analysing the period since the study aimed at comprehending the public policies in its complexity of processes built upon political disputes. It also allowed for stablishing a relationship between the implementation process of those policies and the sociocultural dimension grounded by the racial democracy myth, since the focus of analysis is more guided towards the processes and social actors involved and interested in the public policies than for the results that they can produce. The study results indicate that the implementation of the policies on the three university contexts was product of a typical political dispute. In general, we verified a 'reactionary movement' that has been consolidated around the defence of affirmative action policies from the socioeconomic criteria in detriment of the black movement demand for those actions from the 'racial differentiation'. The tendency of the period was the denying or weakening of the racial factor was a structuring element of inequality, as well as the criterion for the definition of the beneficiaries of that policy. The diffuse and systematic characteristic of the reactionary movement manifested by several public agents and in different politicalinstitutional spaces allowed for stablishing a 'conformity' relationship with the racial democracy myth, for that myth has been consolidated as a collective imaginary in the society and its main aspect is covering or dissimulating the racial practices in prejudice of black population. Keywords: Affirmative Action Policy. Racism. Culture. Black Movement. Public Universities.
5

O uso pedagógico da lousa digital interativa : o caso da prática docente em língua estrangeira

Vogt, Poliana 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ricardo Antunes de Sá Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 18/03/2015 Inclui referências : f. 120-126 Resumo: A pesquisa estudou como os professores tem se apropriado, integrado e utilizado, pedagogicamente a lousa digital interativa (LDI) em suas docências, no ensino de língua estrangeira. O estudo analisou como ocorre esse processo nos professores de uma instituição educacional privada, voltada ao ensino de língua estrangeira. A investigação está caracterizada como um estudo de caso sob uma abordagem qualitativa. O processo de aproximação e aprofundamento com os estudos referentes às tecnologias e mídias digitais na escola se deu com base em PRIMO, 2003; KENSKY, 2007; MORAN, 2007; SCHMID, 2010; SANTAELLA, 2012; SÁ; e GALEB, 2014. Os resultados obtidos dividiram-se em cinco categorias as quais indicam que o uso pedagógico da LDI interfere na prática docente devido: a) à convergência e integração de diferentes mídias que auxiliam a prática docente; b) ao acesso a material didático autêntico, de fácil compartilhamento e reutilização; c) ao aumento na disponibilidade de tempo do professor, contribuindo para diversidade e multidimensionalidade das aulas; d) à diferenciação entre professores produtores e professores usuários de material didático para LDI; e e) ao uso da LDI como estímulo para aprimoramento da formação continuada. As considerações críticas apontam a necessidade de que os professores de língua estrangeira tenham formação continuada e acompanhamento para atualização com relação à utilização das ferramentas e da produção de aulas/atividades na LDI. Destaca-se também a necessidade de uma política institucional que incorpore teórica e metodologicamente o uso pedagógico da LDI, de maneira crítica e reflexiva, ao processo de docência. Palavras-chave: Lousa Digital. Cultura Digital. Prática Docente. Língua Estrangeira. Abstract: This research intended to study and characterize how teachers have appropriated, integrated and used pedagogically the interactive whiteboard (IWB) in their teaching processes in foreign language teaching. The research can be characterized as a case study through a qualitative approach (DEMO, 1997, 1998, 2009; LESSARDHEBERT, 1990; LUDKE, 1986). The research analyzed how the process of appropriation, integration and use of the interactive whiteboard, by teachers from a traditional Brazilian private educational institution of foreign language teaching, has been. A literature review/bibliography was developed which gave theoretical and methodological support to the approximation process of the studies related to technology and digital media in school (PRIMO, 2003; KENSKY, 2007; MORAN, 2007; SCHMID, 2010; SANTAELLA 2012; SA; GALEB, 2014) From the questionnaires and interviews it was possible to observe how the teaching process in a foreign language school and the use of IWB have developed. The results, obtained by means of questionnaires and interviews, were divided into five categories which indicate that the pedagogical use of the IWB interfere in the teaching practice due to: a) the convergence and integration of different media that support the teaching practice; b) access to authentic teaching materials, with easy sharing and reuse; c) the increase in the availability of teacher time, contributing to the diversity and the multilinearity of the classes; d) the differentiation between producer teachers and user teachers of the IWB; and e) the use of the IWB as a stimulus for improvement in teachers' continuing professional development. The critical considerations point to the need for continuing training and providing support to teachers regarding the use of tools and production of classes/activities on the IWB. Also noteworthy is the need for an institutional policy that incorporates theoretically and methodologically the pedagogical use of IWB in a critical and reflective way, in the teaching process. KEYWORDS: Interactive Whiteboard. Digital Culture. Teaching Practice. Foreign Language.
6

Institucionalização dos cursos de graduação na modalidade a distância : políticas públicas federais e suas aplicações em uma universidade pública no estado do Paraná

Reichen, Melissa Milleo 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Glaucia da Silva Brito Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 30/10/2014 Inclui referências Área de concentração: Educação cultura e tecnologia Resumo: A Educação a Distância está presente nos grandes centros universitários. Seus modelos e técnicas de aplicação rendem pesquisas e questionamentos sobre o futuro desta modalidade. Este trabalho caracteriza-se por uma pesquisa nas políticas públicas e legislação que ajudaram a construir o cenário da educação a distância nas universidades federais brasileiras. Observamos que as leis e políticas são aplicadas pelas gestões e os professores seguem essas determinações, porém, não são questionados sobre a aplicação de novos modelos e se querem determinadas mudanças. Verificamos a importância de analisar o processo de institucionalização da educação a distância em uma universidade pública federal no Estado do Paraná em relação à aplicação das leis e programas de fomento estabelecidos pelo Governo Federal. A partir disso, definimos como problema de pesquisa: Qual a percepção dos professores de uma Instituição Federal de Ensino Superior sobre a Institucionalização da Educação a Distância? O objetivo foi analisar qual a percepção que os docentes dos cursos de graduação possuem a respeito da modalidade a distância no âmbito da instituição pesquisada. O referencial teórico para relacionar as políticas públicas e legislação federal foram os documentos legais que deram origem a essas iniciativas públicas. A abordagem metodológica selecionada foi a pesquisa qualitativa e esta desenvolveu-se em duas etapas. Antes de aplicá-las, definimos qual o conceito de institucionalização iria nos guiar para analisar os dados coletados a partir dos autores Tolbert e Zucker (1999). Na primeira etapa da pesquisa realizamos a análise documental buscando descrever os trâmites da legislação, quais os entendimentos que se formaram sobre os conceitos de educação a distância e de universidade aberta, os impedimentos para realização das propostas e quais as resoluções que regulamentam a modalidade na IFES selecionada. Na segunda etapa aplicamos um questionário aos professores vinculados aos dois cursos de graduação na modalidade a distância ofertados pela instituição com o objetivo de coletarmos dados para analisar quais as opiniões sobre a institucionalização e como atuam de acordo com orientações das resoluções institucionais. Para a análise dos dados foram utilizadas as três etapas do processo de institucionalização propostos por Tolbert e Zucker. A análise apontou que é possível verificar essas três etapas na instituição pesquisada, sendo que a análise documental aponta para uma transição entre a etapa de Objetificação para Sedimentação e a análise dos dados coletados pelo questionário apontam que a visão dos professores diverge das informações registradas pelos gestores nos relatórios institucionais. Palavras-chave: Educação a Distância, Institucionalização, Políticas Públicas de Educação a Distância. Abstract: Distance education is present in large university centers. Models and their application techniques yield surveys and questions about the future of this modality. This work is characterized by research on public policy and legislation that helped build the scenario of distance education in the Brazilian federal universities. We observed that laws and policies are applied by the managements and the teachers follow these determinations, however, are not asked about the implementation of new models and if they want some changes. Verified the importance of analyzing the process of institutionalization of distance education in a Public University in Paraná State in relation to the application of laws and incentive programs established by the Federal Government. Based on this, we define the research problem: What is the perception of teachers of a Federal Higher Education Institution on the Institutionalization of Distance Education? The objective was to analyze the perception that teachers of graduate courses have concerning the distance education within the research institution. The theoretical referential to relate public policy and federal legislation have been legal documents that gave rise to these public initiatives. The selected methodological approach was qualitative research and this was developed in two stages. Before applying them, which we define the concept of institutionalization would guide us to analyze the data collected from the authors Tolbert and Zucker (1999). In the first stage of the research we conducted document analysis trying to describe the procedures of legislation which understandings that have been formed on the concepts of distance education and open university, impediments to realization the proposed and which resolutions regulating the mode in IFES selected. In the second step we applied a questionnaire to teachers linked to two undergraduate courses in the distance mode offered by the institution for the purpose of collect data to analyze which opinions about the institutionalization and how to act in accordance with institutional guidelines resolutions. The three stages of the institutionalization process proposed by Tolbert and Zucker were used for data analysis. The analysis indicated that it is possible to verify these three steps in the research institution, and document analysis indicates a transition between the stage and the Objectification for Sedimentation analysis of data collected by the questionnaire indicate that the vision of teachers differs from information reported by managers in institutional reports. Key word: Distance Education, Institutionalization, Public Policies for Distance Education.
7

Contribuição das metodologias participativas para o desenvolvimento da educação ambiental em espaços escolares

Silveira, Karin Raphaella 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Marília Andrade Torales Campos Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 24/08/2017 Inclui referências : p. 153-161 Resumo: Esta pesquisa toma como eixo de reflexão o desenvolvimento de ações de Educação Ambiental no contexto escolar. Aborda as metodologias participativas como ferramenta para potencializar e contribuir com a ampliação dos conhecimentos da comunidade escolar, considerando a complexidade dos princípios e dos objetivos da Educação Ambiental. Esta pesquisa tem por objetivo analisar as contribuições das metodologias participativas para o desenvolvimento da Educação Ambiental, para os processos de inserção curricular da temática ambiental, para a gestão do espaço escolar, para a relação com a comunidade do entorno da escola e para a formação de professores e demais profissionais envolvidos no processo pedagógico. A coleta de dados foi realizada em uma escola pública municipal de Curitiba que atende estudantes do ensino fundamental I -1º ao 5º ano, ensino regular nos períodos manhã e tarde. Os sujeitos da pesquisa são professores, funcionários, equipe pedagógica, direção da escola e membro da comunidade, totalizando dez participantes selecionados com base nos conhecimentos, nas experiências e/ou interesse em relação as metodologias participativas em Educação Ambiental. Como metodologia optou-se pela abordagem qualitativa, tendo em vista as características do objeto e dos objetivos. Para a coleta de dados foram utilizadas a análise documental, a observação participante e a entrevista semiestruturada. A pesquisa compreendeu três etapas. Na primeira etapa foi realizada a entrevista semiestruturada como diagnóstico do conhecimento prévio sobreas metodologias participativas e a Educação Ambiental, na segunda etapa foi realizada a experimentação e a observação participante com as metodologias participativas para o desenvolvimento da Educação Ambiental. Na terceira etapa foi realizada a entrevista semiestruturada como avaliação da experiência. A análise do processo e o trabalho proposto permitiram reflexões sobre o desenvolvimento da Educação Ambiental e das metodologias participativas para o contexto escolar. Os resultados mostraram a importância da reflexão, da ação e da participação democrática e coletiva para a construção, reconstrução e desconstrução do conhecimento, apontando as contribuições das metodologias participativas para o desenvolvimento da Educação Ambiental nos espaços escolares. Esta pesquisa pode contribuir também para o conhecimento e o incentivo ao uso das metodologias participativas com relação às questões ambientais e gerar conhecimentos pertinentes ao campo da Educação Ambiental. Palavras-chave: Metodologias Participativas. Educação Ambiental. Escola. Resumen: En este trabajo hay como eje de la reflexión el desarrollo de las acciones ambientales en el contexto escolar. Aborda las metodologías participativas como herramienta para potencializar y contribuir con la ampliación de los conocimientos de la comunidad escolar, considerando la complexidad de los principios y de los objetivos de la Educación Ambiental. Esta investigación tiene el objetivo analizar las contribuciones de las metodologías participativas para el desarrollo de la Educación Ambiental,paralos procesos de inserción curricular de la temática ambiental, para la gestión del espacio escolar, para la relación con la comunidad alrededor de la escuela y para la formación de profesores y otros profesionales envueltos en el proceso pedagógico. Larecolección de datos fuerealizada en una escuela pública municipal de Curitiba que atiende estudiantes de la enseñanza fundamental I -1º al 5º año, enseñanza regular en los turnos de la mañana y de la tarde. Los sujetos de la investigación son profesores, empleados, equipo pedagógica, dirección de la escuela y miembro de la comunidad, totalizando diezparticipanteselegidos por los conocimientos, las experiencias y/o interés en relación a las metodologías participativas en Educación Ambiental. Como metodología fue elegido el abordaje cualitativo, fijando en las características del objeto y de los objetivos. Para la recolección de datos fueronutilizados el análisis documental, la observación participante y la entrevista semiestructurada. La investigación comprendiótres etapas. En la primeraetapa fueutilizada la entrevista semiestructurada como diagnóstico del conocimiento previo sobre las metodologías participativas y la Educación Ambiental.En la segunda fue realizadala experimentación con las metodologías participativas en la Educación Ambiental y en la tercera etapa fue utilizada la entrevista semiestructurada como evaluación de la experiencia.El análisis del proceso y el trabajo propuestopermiten reflexiones sobre eldesarrollo de la Educación Ambiental y de las metodologías participativaspara elcontexto escolar. Los resultados muestran la importancia de la reflexión, delacción y de la participación democrática y colectiva para la construcción, reconstrucción y desconstrucción del conocimiento, apuntandolas contribuciones de las metodologías participativas para el desarrollo de la Educación Ambiental en la escuela y su entorno, para poder reflejar un cambio de pensamiento y comportamiento sobre las cuestiones ambientales. Esta pesquisa puede contribuir también para elconocimiento y elincentivo del uso de las metodologías participativas conrelación a las cuestiones ambientalesy generar conocimientos pertinentes al campo de la Educación Ambiental. Palabras clave: Metodologías participativas. Educación Ambiental. Escuela.
8

Mães sociais : que profissão é essa?

Ribeiro, Tammy 2013 (has links)
Orientadora: Profª Drª Tania Stoltz Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/05/2012 Inclui referências Resumo: A presente pesquisa visa a identificar a percepção de mães sociais da profissão em que atuam. Mães sociais atuam em instituições de acolhimento do tipo casa lar que acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. No Brasil, estudos sobre a profissão de pais sociais são recentes, com pouca literatura quanto aos serviços prestados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de caráter exploratório e que se pauta no método de Aguiar e Ozella (2006) baseado em Vygotsky. Realizaram-se observações e entrevistas semiestruturadas com seis mães sociais com idades entre 32 e 54 anos, coordenadoras de seis casas lares de três instituições de acolhimento de Curitiba, PR. Da análise de dados emergiram três núcleos de significação: como me tornei mãe social; a mãe dos filhos dos outros e o diferente como desafio, os quais em interação respondem à percepção de mães sociais investigadas sobre a sua profissão. Os resultados evidenciam o desenvolvimento de uma função, não de uma profissão, que conta com um treinamento que envolve somente a mãe social e não o seu companheiro, o pai social. Esta função é entendida, basicamente, como o cuidar dos filhos dos outros como dos próprios, desconsiderando que as estratégias educativas utilizadas com os próprios filhos nem sempre são as mais adequadas para crianças especialmente vulneráveis. As práticas cotidianas realizadas por eles estão relacionadas ao ambiente doméstico, de cuidados gerais e de educação dos acolhidos. Os pais sociais percebem no seu trabalho benefícios ao desenvolvimento do acolhido, por serem referências emocionais, sociais e de afeto. As dificuldades percebidas no desenvolvimento da função foram a falta de conhecimento para mediar comportamentos; tempo para interagir, dar mais atenção às crianças e adolescentes, visto contarem em média com dez crianças por casa; tempo para cuidar de si; estresse e desgaste físico. A relação positiva com os acolhidos, o gostar do cuidar, a identificação com a causa social e o suporte social e institucional foram identificados como facilitadores da sua função. Como conclusão, ressalta-se a necessidade de formação e capacitação continuada da mãe e do pai social para trabalhar com os acolhidos, a revisão de concepções envolvendo a função de mãe social, hoje cuidadora/educadora residente, investimento em parâmetros reguladores da sua função que levem a uma profissão, bem como em políticas públicas que se voltem ao atendimento com qualidade de crianças acolhidas, fenômeno relacionado tanto à pobreza afetiva de grupos humanos, como a um contexto sócio-econômico pautado pela desigualdade social. Palavras-chave: mãe-social; pais sociais; casa lar; crianças e adolescentes; acolhimento institucional; vulnerabilidade social. Abstract: The present research aims to identify the perception of social mothers of the profession they perform. Social mothers act in sheltering institutions as househome where children and teenagers in social vulnerability situation are sheltered. In Brazil, studies about social parent profession are recent, with few literatures about the provided services. It deals about a quality research of exploratory character and which is based on Aguiar e Ozella (2006) method, based on Vygotsky. It was realized a number of semi-structured observations and interviews with six 32 to 54 year old social mothers who are coordinators of house-homes of three sheltering houses of Curitiba, PR. From the data analysis three meaning nucleus emerged: how I became a social mother; the mother of somebody else's children and the different as a challenge, which in interaction respond to the perception of social mothers inquired about their profession. The outcome evidenced the development of a function, not of a profession, which depends on a training that involves only the social mother and not her partner, the social father. This function is comprehended, basically, as taking care of somebody else's children as well as their own, disregarding that the education strategies used towards their own children not always are the most adequate for especially vulnerable children. The daily practices made by them are related to the domestic environment of general care and of the education of the sheltered ones. The social parents notice in their work the benefits on the sheltered child development, once they are emotional, social and affective references. The realized difficulties on the function development were the lack of knowledge to mediate behaviors; time to interact, give more attention to the children and teenagers, once there is an amount of ten children per house; time to take care of themselves, stress and physical wearing. The positive relationship with the sheltered ones, the appreciation of taking care, the identification with the social cause and the social and institutional support were identified as facilitators of the function. As a conclusion, it is enhanced the necessity of continued capacitating and formation of the social mother and father in order to work with the sheltered one, the review of concepts involving the social mother function, today resident educator/care taker, investments in regulating parameters of their function which lead to a profession, as well as the public policies which may turn into a qualified service for the sheltered children, phenomenon related to affective poverty of human groups as well as to a social-economic context ruled by social difference. Key-words: social mother; social father; house-home; children and adolescents; institutional sheltering; social vulnerability.
9

Formação de professores de história : educação histórica, pesquisa e produção de conhecimento

Sobanski, Adriane de Quadros 2017 (has links)
Orientadora: Profa. Dra. Maria Auxiliadora M.S. Schmidt Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 14/03/2017 Inclui referências : f. 227-238 Resumo: Perspectiva da pesquisa como princípio fundamental para que os professores se reconheçam enquanto produtores de conhecimento, refletindo sobre sua prática no ambiente escolar. Tem como ponto de partida a importância que recai sobre a formação inicial e continuada dos professores de História e a relação teoria e prática. Entende a importância do conhecimento da epistemologia da História, apoiando-se nos estudos do filósofo da História Jörn Rüsen (2001; 2006; 2007; 2012; 2016) e nas reflexões sobre o modo como esses estudos podem modificar a forma de pensar dos professores de História. A Educação Histórica é apontada como importante suporte para a realização de investigações sobre a compreensão dos professores da Educação Básica. Ressalta que, a partir da década de 1990, autores como Liston e Zeichner (1997), Stenhouse (1996), (TARDIF; LESSARD, 2009) ampliaram a discussão em busca da necessidade de compreender os professores, cada vez mais, como pesquisadores de sua prática, na busca de conciliar a teoria e a prática educativas. Discute a importância de formar professores-pesquisadores capazes de transformar sua realidade e refletir sobre a sua própria prática. Expressões como professor reflexivo, ensino reflexivo, prática reflexiva, professor pesquisador, professor participante de pesquisa, ensino e pesquisa, pesquisa na formação e na prática dos professores, saberes docentes, entre outras que se vinculam diretamente às abordagens centradas na pesquisa passam a fazer parte das discussões. Trabalhar com pesquisa em sala de aula significa que o professor da Educação Básica deve ter autonomia, inclusive, para selecionar o conteúdo mais apropriado ao que pretende trabalhar. Constatação da História enquanto uma ciência especializada e da necessidade, por parte dos professores, de dominar a teoria da História. Rüsen (2010) afirma que é preciso, nas aulas de História, fazer com que os estudantes se apropriem dos processos de construção do conhecimento histórico. Ao entender esses processos, passam a ter condições de se apropriar da própria ciência. Colaborar com novas discussões sobre o ensino e a aprendizagem de História e, de forma imprescindível, sobre as ações dos professores-pesquisadores, sobretudo no que se refere ao desenvolvimento da consciência história dos estudantes. A formação inicial, nos cursos superiores ou por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) revelam a pouca importância dada à licenciatura no que se refere ao uso da pesquisa relacionado com o ensino de História. A formação continuada apresentada a partir dos programas de pós-graduação, acadêmico e profissional, não produzem diálogo com a concepção de professor pesquisador, mas são estabelecidos tendo em vista a instrumentalização que sirva para mudanças na prática diárias em salas de aula. Outras opções de formação continuada acontecem apenas a partir de políticas de governo e de forma esporádica. Palavras-chaves: Pesquisa - Epistemologia da História - Formação Professores - Professor pesquisador Abstract: Research as fundamentals for the teachers to recognize themselves as knowledge producers. Reflecting upon their daily practice in the school environment. The importance of the pre-service and in-service training of History teachers and the theory-practice relation. The importance of the History epistemology, having as basis the studies of the philosopher of History Jörn Rüsen (2001; 2006; 2007; 2012;2016) and his reflections about the way these studies can modify the thinking of the History teachers. Historical Education is pointed as an important support to carry out investigations on the understanding of the Basic Education. In the 1990, authors such as Liston e Zeichner (1997), Stenhouse (1996), Tardif e Lessard (2009) broadened the discussion towards the need to understand the teachers as researchers of their own practice, in order to relate theory and practice. The discussion of the importance of forming teachers-researchers able to transform their realities and reflect upon their own practice. Expressions as reflective teachers, reflective teaching, reflective practice, teacher-researcher, teaching and research, research in teacher training and practice, teachers knowledge which connect to the research centered approaches become topics of discussion. Working with research in the classroom means that the teachers of Basic Education must have autonomy, including, to select the most appropriate content to what they intend to work with. With the awareness of History as a specialized Science and the need that teachers have deep knowledge of the theory of History, Rüsen (2010) states that it is a need, in the History classes, to make students appropriate the processes of the construction of historical knowledge. Once they understand these processes they become able to appropriate the Science itself. Collaborate with new discussions about teaching and learning of History, about the actions of the teachersresearchers, mainly regarding to the development of the historical awareness of students. The pre-service training, in the college courses or through Institutional Program of Teaching Initiation Scholarship (PIBID) show the little importance given to the Teaching Majors regarding the use of research related to the History teaching. The in-service training presented in the Post-graduation programs, academic and professional, don't take into account the teacher-researcher concept, but they are established regarding the instrumentalization that enables changes in the daily practices in the classroom. Other in-service training options happen only from government policies and sporadic measures. Key-words: Research - Epistemology of History - In-service Training - Teacherresearcher
10

Trajetória da burocracia educacional : recrutamento e recursos de poder

Bellardo, Waldirene Sawozuk 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ângelo Ricardo de Souza Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 26/03/2015 Inclui referências : f. 374-393 Resumo: O presente estudo, denominado "Trajetória da burocracia educacional: recrutamento e recursos de poder" investiga, na esfera da politic, quem são os burocratas que ocupam os cargos e funções de livre nomeação na administração pública municipal, em seus diferentes níveis hierárquicos de atuação. A metodologia incluiu dados diretos da administração municipal (Regimento Interno, legislações, organograma, documentos) concomitante à coleta de dados referentes à carreira dos profissionais investigados, especialmente no que tange à trajetória no magistério público municipal. A análise empírica foi balizada pelos pressupostos teóricos da obra de Weber, a qual subsidiou o debate acerca da administração burocrática e do ethos que distingue os papéis dos dois atores internos ao aparelho de Estado: o político e o burocrata. Não obstante, os tensionamentos entre estes atores exigiu uma ampliação do quadro teórico, incorporando ao diálogo com Weber (1971, 1986, 1994, 2004, 2013), as obras de Wahrlich (1974, 1983, 1984), Schneider (1994, 1995), Peters (1987), Olivieri (2002, 2007), Moe (1983, 1990), Merton (1970), Martins (1997), Lipsky (1980), Lindblom (1981), Levin (2005), Lane (1993), Graham (1968), Geddes (1990, 1994), Evans (1979, 1993, 1999), Crozier (1964), Bonis e Pacheco (2010), Bendix (1986), Beetham (1988), Abrahamsson (1977), Abrucio e Loureiro (1999) e Aberbach, Putnam e Rockman (1981). Cabe ainda frisar que esta pesquisa tomará a burocracia como fenômeno de poder e a estrutura organizacional da administração pública como espaço de distribuição de poder. Considerando tais pressupostos, a escolha da Secretaria Municipal da Educação de Curitiba como locus de investigação se deu por dois motivos: primeiramente pelo vínculo da pesquisadora e, por conseguinte, pelas condições de acesso aos dados e, em segundo lugar, pelo grau de institucionalização de uma secretaria municipal de grande porte. Com relação ao tema, há também pelo menos duas justificativas para sua escolha: a primeira refere-se à ausência de trabalhos nessa área e ao incipiente debate sobre a identidade e a trajetória da burocracia educacional; a segunda diz respeito à relevância da burocracia nas arenas decisórias do poder público, no processo de formulação e implementação das políticas educacionais. Em síntese, a pesquisa permitiu a caracterização de quatro perfis singulares dos servidores que assumem as funções públicas na administração educacional municipal, bem como a identificação dos recursos de poder por eles acessados. Entrementes, trata-se de um trabalho que apenas inicia a reflexão e o levantamento de dados empíricos sobre este objeto - praticamente inexplorado na educação. Nas considerações que fecham o trabalho, procura-se também apontar - ainda que sob a forma de hipóteses - as implicações que os mecanismos de livre nomeação podem exercer nas relações entre políticos e burocratas e nas gramáticas que circundam o aparelho de Estado. Palavras-chave: Política Educacional, Burocracia, Poder, Politic, Educação. Abstract: The present study, denominated "Educational Bureaucracy Path: recruiting and power resources" investigates, on the politic circle, who are the bureaucrats that occupy posts and functions of free nomination on the city public administration, on its many hierarchical levels of action. The methodology includes direct data from the City administrators (Internal Rules, legislations, Organization Charts, documents) while collecting data that refers to the professional career of the investigated, mainly those regarding the trajectory on the city public career. The empirical analysis was named on the theoretical presupposes of Weber's work, which subside the debate about bureaucratic administration and the ethos that distinguish the roles of the two State's Machine internal actors: the politician and the bureaucrat. Nevertheless, the tensions between these two actors demanded a theoretical framework expansion, by incorporating to the dialogue with Weber (1971, 1986, 1994, 2004, 2013), the works of Wahrlich (1974, 1983, 1984), Schneider (1994, 1995), Peters (1987), Olivieri (2002, 2007), Moe (1983, 1990), Merton (1970), Martins (1997), Lipsky (1980), Lindblom (1981), Levin (2005), Lane (1993), Graham (1968), Geddes (1990, 1994), Evans (1979, 1993, 1999), Crozier (1964), Bonis and Pacheco (2010), Bendix (1986), Beetham (1988), Abrahamsson (1977), Abrucio and Loureiro (1999) and Aberbach, Putnam and Rockman (1981). Still suits underline that this research will take bureaucracy as a phenomena of the power and the organizational structure of the public administration as a space to distribute the power. That being said, the choice of Curitiba's City Office of Education is given by two reasons: firstly for the researcher's link and thus access conditions to the database and, secondly, for its level of institutionalization as a large-sized City Office. About the theme, there are at least two justifications for choosing the theme/topic/subject addressed in this study: the first refers to the lack of works on the area and to the incipient debate about the educational bureaucracy identity and path; the second one relates to the bureaucracy relevance on operative arenas of the public power when in process of formulating and implementing the educational policies. In summary, the research enabled the characterization of four singular profiles from the servers that assume public roles on the city education administration as well as the identification of the power resources they had accessed. Meanwhile, this is a work that just begins the reflection and the survey of empirical data about the object, almost unexplored on education. On the work's closing considerations, it aims as well to point out - even in the form of a hypothesis - the implications that the mechanisms of free nomination can exert over politicians and bureaucrats relations and in the grammars that surround the State's apparatus. Key-words: Educational policy, Bureaucracy, Power, Politic, Education.

Page generated in 0.0727 seconds