• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 31317
  • 338
  • 88
  • 23
  • 4
  • Tagged with
  • 32588
  • 14403
  • 8841
  • 5885
  • 5589
  • 4735
  • 4726
  • 4011
  • 3994
  • 2819
  • 2620
  • 2510
  • 2366
  • 2275
  • 2249
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

O diabo em forma de gente : (r)existências de gays afeminados, viados e bichas pretas na educação

Oliveira, Megg Rayara Gomes de 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Maria Rita de Assis César Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 30/03/2017 Inclui referências : f. 178-190 Resumo: Nesta pesquisa analiso as experiências de gays afeminados, viados e bichas pretas na escola. O problema de pesquisa consistiu em identificar os elementos que incidem de maneira positiva nos processos de subjetivação das experiências negras que fogem à norma cis heterossexual e como esses elementos são agenciados no interior da escola. Para fazer este trabalho, utilizei a metodologia das (auto)biografias proposta pelo pesquisador Marcio Caetano (2016), por estas se constituírem como fragmentos que apresentam a vida com base em diversos pontos de vista dos sujeitos. O conceito de interseccionalidade desenvolvido pela jurista negra estadunidense Kimberlé Crenshaw foi peça-chave para o desenvolvimento desta pesquisa, por ter possibilitado um revezamento entre diversas áreas do conhecimento, como os estudos das relações étnico- raciais, os estudos de gênero e diversidade sexual, os estudos feministas e as teorizações de Michel Foucault. Sendo assim, este trabalho se caracteriza por uma ampla pesquisa bibliográfica que preparou o terreno para colocar em ação o método (auto)biográfico que permitiu que as (r)existências de gays afeminados, viados e bichas pretas fossem pautadas. Quatro professores negros em atividade em escolas públicas no Paraná e no Rio de Janeiro, que escapam às práticas da heterossexualidade normativa, foram personagens centrais nesta pesquisa e contribuíram decisivamente para colocar em debate os dispositivos de poder presentes no racismo e na homofobia. Através de suas narrativas foi possível pautar o vocábulo "preto/a" como categoria de análise e não como simples adjetivo, bem como as categorias gay afeminado, viado e bicha. Como esta pesquisa se caracteriza pelo revezamento entre diversas áreas do conhecimento, nenhuma categoria aqui debatida foi tratada como algo estático, fixo, cristalizado, numa oposição declarada às visões essencialistas que generalizam existências desconsiderando os múltiplos processos que as envolvem. Palavras-chave: (R)existência. Escola. Dispositivo. Racismo. Homofobia. Abstract: In this research i analyze the experiences of effeminate gays, fagots and black rogues in school. The research problem consisted in identifying the elements that positively affect the processes of subjectivation of black experiences that escape the cis heterosexual norm and how these elements are organized within the school. In order to do this work, i used the methodology of the (auto)biographies proposed by the researcher Marcio Caetano (2016) because they constitute fragments that present life based on different points of view of the subjects. The concept of intersectionality developed by the afro-american jurist Kimberlé Crenshaw was instrumental in the development of this research for having made possible a relay between several areas of knowledge, such as studies of ethnic-racial relations, studies of gender and sexual diversity, feminist studies and the theorizations of Michel Foucault. Thus, this work is characterized by an extensive bibliographical research that prepared the ground to put into action the (auto)biographical method that allowed the (r)existences of effeminate, vicious and black rogues to be ruled. Four black teachers active in public schools in Paraná and Rio de Janeiro, who escape the practices of normative heterosexuality, were central figures in this research and contributed decisively to putting in debate the mechanisms of power present in racism and homophobia. Through his narratives it was possible to refer to the black word as a category of analysis and not as a simple adjective, as well as the categories gay effeminate, gay and queer. As this research is characterized by the relay between several areas of knowledge, no category discussed here has been treated as something static, fixed, crystallized, in a declared opposition to the essentialist visions that generalize existences disregarding the multiple processes that involve it. Keywords: (R)existence. School. Device. Racism. Homophobia.
42

"Sentinelas dos mares do glorioso Brasil" : a formaçãomdos oficiais na escola Naval (1932-1942)

Machado, Gisele 2017 (has links)
Orientadora: Prof. Dr. Marcus Levy Albino Bencostta Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/03/2017 Inclui referências : f. 336-361 Resumo: Entre as instituições escolares alvo dos projetos político-educacionais que marcaram o Brasil durante a Era Vargas (1930-1945) estão aquelas destinadas à formação dos militares, compreendidas aqui como instituições híbridas: quartel e escola, que tanto instruíam jovens para que desempenhassem as tarefas operativas, especializadas e técnicas afetas à profissão, quanto educavam conforme padrões morais e cívicos da sociedade daquela época. Considerando as especificidades indissociáveis entre quartel e escola, a presente tese busca compreender parte significativa das propostas de processos de formação dos oficiais na Escola Naval de 1932 a 1942, do início do Programa Naval do Almirante Protógenes Guimarães até a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial. Meu objetivo é compreender como essa instituição, responsável pela formação dos oficiais da Armada brasileira, alinhou-se ao projeto nacionalista da Ditadura Vargas. Para tanto, investigo as sedes da Escola Naval, o Navio-Escola Almirante Saldanha e o edifício construído em Villegagnon - aquisição e construção efetuadas no período varguista - bem como as festas em celebração ao aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, com o intuito de perceber o papel da Escola Naval dentro das políticas públicas e educacionais que visaram a modernização do Brasil, das Forças Armas e da educação - ou seja, da sociedade que se forjava. As fontes aqui utilizadas são as seguintes: periódicos, decretos, acordos, regulamentos, regimentos, relatórios, currículos, folhetos das viagens de instrução, anuários escolares, plantas arquitetônicas, fotografias e bibliografia sobre o tema. Minha hipótese é comprovar que, ao remodelar os meios e as práticas escolares na tentativa de habilitar esses homens às novas tecnologias da batalha naval do entre guerras, a Escola Naval tanto atuou na construção do projeto de Nação brasileira almejada por aquele Governo quanto se aproximou do modelo educacional defendido pelo movimento da Escola Nova. O Navio-Escola Almirante Saldanha, adquirido em 1934 e encomendado para o fim de realizar viagens de instrução com os aspirantes e guardas-marinhas; a nova sede inaugurada em 1938 na Ilha de Villegagnon, construída para atender as necessidades do quartel e da escola; e a festa do 11 de Junho da qual participava esses futuros oficiais navais, que proporcionavam grandes exibições nacionalistas, compreendem alguns dos elementos que compõem a identidade dessa Instituição escolar da Marinha do Brasil e que lhe conferem um sentido único no cenário dos projetos político-educacionais daqueles anos. Palavras-chave: Marinha do Brasil. Escola Naval. Navio-Escola Almirante Saldanha. Arquitetura escolar. Festas. Abstract: Among the school institutions targeted by the political-educational projects that marked Brazil during the Vargas Era (1930-1945) are those destined to the formation of the military personnel, understood here as hybrid institutions: barracks and school, which instructed the young to perform operational, specialized and technical tasks of the profession, as well as educate according to the moral and civic standards of society that time. Considering the indissociable specificities between barracks and school, this thesis aims to understand a significant part of the proposals of processes to the formation of the officers in the Naval School between 1932 and 1942, from the beginning of the Naval Program of Almirante Protógenes Guimarães until the entrance of Brazil in World War II. Our objective here is to comprehend how this institution, responsible for the formation of the officers from the Brazilian Navy, aligned with the nacionalist project from Vargas Dictatorship. To do so, we will investigate the headquarters of the Naval School, the Almirante Saldanha Training Ship and the building built in Villegagnon - acquisition and construction caried out in the varguist period - as well as parties celebrating the anniversary of the Riachuelo Naval Battle, in order to perceive the role of the Naval School within the public and educational policies that aimed the modernization of Brazil, the Armed Forces and education - that is, the society that was forging. The sources used here were as follows: Periodicals, decreees, agreements, regulations, regiments, reports, resumes, instruction leaflets, school yearbooks, architectual plans, photographs and bibliography on the subject. Our hyphotesis is to prove that, by reshaping school means and practices in an attempt to empower these men to new technologies of the naval battle between wars, the Naval School both approached the educational model defended by the New School movement and acted in the construction of the project of a brazilian nation sought by that Government. The Almirante Saldanha Training Ship, purchased in 1934 and commissioned for the purpose of carrying out instructional trips with the aspirants and naval guards; the new headquarters opened in 1938 at the Villegagnon Island, built to meet the needs of the barracks and school; and the festivity of June 11, which the future naval officers participated, who provided great nationalistic exhibitions, understand some of the elements that make up the indentity of this school institution of the Brazilian Navy and which give it a unique meaning in the scenario of political-educational projects of those years. Keywords: Naval School. Almirante Saldanha Training Ship. School Architecture. Festivity.
43

O controle judicial da qualidade da oferta da educação infantil : um estudo das ações coletivas nos Tribunais de Justiça do Brasil (2005 - 2016)

Taporosky, Barbara Cristina Hanauer 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Adriana A. Dragone Silveira Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 07/08/2017 Inclui referências : f. 178-202 Resumo: O trabalho tem como objetivo analisar as decisões proferidas pelos Tribunais de Justiça do Brasil em ações coletivas que exigem o direito à educação infantil, verificando-se em que medida e de que maneira tem-se discutido a qualidade dessa oferta. Foi realizado um estudo das decisões proferidas pelos Tribunais de Justiça do Brasil, no período de outubro de 2005 a julho de 2016, em ações coletivas nas quais se exige o direito à educação infantil, mediante análise qualitativa de seu conteúdo. A opção da análise das ações coletivas deu-se em virtude da compreensão do direito à educação como um direito coletivo, motivo pelo qual sua efetividade é melhor garantida por essa via. Realiza-se uma revisão teórica sobre os temas do direito à educação, direito à educação infantil, sua justiciabilidade e judicialização, discutindo-se como o Poder Judiciário tem enfrentado as questões relacionadas ao princípio da separação dos poderes, teoria da reserva do possível e mínimo existencial. Discute-se a qualidade da educação infantil, apresentando-a como um princípio do direito, o acesso como elemento da qualidade com base na evolução histórica do conceito de qualidade na educação básica e as dimensões necessárias à sua caracterização. Procede-se à análise dos documentos orientadores do MEC sobre a qualidade da educação infantil, bem como normas juridificadas que apresentam condições de qualidade. A coleta dos dados deu-se mediante busca das decisões nos sítios eletrônicos dos Tribunais de Justiça do Brasil pelo uso dos descritores "creche", "pré-escola" e "educação infantil", encontrando-se 306 decisões, proferidas em 289 ações coletivas em que se exige o direito à educação infantil. Dessas decisões, 107 discutiam condições de oferta e foram organizadas nas seguintes categorias: proximidade da residência e transporte público; apoio técnico e financeiro dos estados; infraestrutura; construção; profissionais; número de crianças por adulto, por turma e dimensão mínima; jornada e carga horária; currículo; outras decisões, que reúne aquelas que discutem condições de oferta específicas e que não se encaixam nas demais categorias; e negativa do acesso fundamentada na redução da qualidade da educação infantil. Como conclusões, não se encontrou relação entre a existência de demandas coletivas e baixas taxas de atendimento, percebendo-se a desigualdade do acesso à justiça entre as diferentes regiões do país. Foram identificados casos nos quais o direito à educação infantil é negado e outros que não são analisados pelos tribunais em virtude de questões processuais. Os casos nos quais se discutem condições de oferta correspondem a 43% das demandas, nos quais os tribunais discutiam o mérito do direito à educação infantil. Observou-se, ainda, que o argumento da discricionariedade administrativa é utilizado tanto para o deferimento quanto para a negativa de pedidos relacionados às condições de oferta, levando à reflexão a respeito da interferência do Poder Judiciário nesse âmbito. Concluiu-se, ainda, pela existência de judicialização em alguns casos, com o deslocamento das decisões para o Poder Judiciário. Indicou-se a tendência pelo reconhecimento dessas condições de oferta pelo Poder Público, embora o deferimento pareça possuir mais vinculação com o conteúdo do pedido. PALAVRAS-CHAVE: Direito à educação. Educação infantil. Judicialização. Qualidade da educação. Políticas educacionais. Abstract: The purpose of this work is to analyze the rulings delivered by the Brazilian Courts of Justice regarding collective legal actions that require the right to early childhood education, verifying to which extent and in what way its quality has been discussed. A study of the decisions issued by the Brazilian Courts of Justice was carried out in the period of October 2005 to July 2016 using qualitative analysis of the content of collective legal actions where the right to early childhood education was demanded. The option of analyzing collective legal actions was chosen understanding the right to education as a collective right, reason why its effectiveness is better guaranteed in this way. A theoretical review on the matter of the right to education, the extent to which it is justified and its judicialization was carried out, discussing how the judiciary has handled issues related to the principle of separation of powers, theory of reserve for contingencies, and theory of existential minimum. The quality of early childhood education is discussed, presenting it as a principle of the right, its access as an element of quality based on the historical evolution of the concept of quality in basic education, and the required dimensions for its characterization. An analysis of guideline documents by the Ministry of Education (MEC) about the quality of early childhood education is done, as well as of the legal norms that present the quality conditions. The data collection was done through a research of rulings registered in the websites of the Brazilian Courts of Justice with the descriptors "creche", "préescola" and "educação infantil". 306 decisions were found, pronounced in 289 collective actions in which the right to early childhood education was demanded. 107 of these decisions addressed the conditions of the implementation of such rights and were organized in the following categories: proximity of residence and public transportation; technical and financial support provided by the respective States; infrastructure; construction; professionals; number of children per adult, per class, and minimum site requirements; working hours and workload; curriculum; other decisions, which include discussion of the condition of specific supply and do not fit into the above categories; and denial of access based on the reduction of the quality of early childhood education. In conclusion, there was no association between the existence of collective demands and low attendance rates, while the inequality of access to justice between different regions of the country was also noticed. Cases in which the right to early childhood education was denied, and others that were not analyzed by the courts due to procedural incompliance were identified. The cases in which the implementation conditions are addressed correspond to 43% of the cases in which the courts discussed the merits of the right to early childhood education. It was also observed that the administrative discretion argument is used both for the approval and refusal of requests related to the conditions of the supply, leading to a reflection with regards to the interference of the judiciary in this matter. It was also concluded, that some cases are judicialized and their decisions are deferred to the judiciary. It was noticed a tendency by the Government to recognize the conditions on which this service is to be provided, however its effectiveness seems to be oriented by the content of each request. KEYWORDS: Right to education; Early childhood education; Judiciary; Quality of education; Educational policies.
44

Formação do professor para uso da internet : o que querem os professores

Mikosz, Marco Aurélio 2016 (has links)
Orientadora: Profª. Drª. Gláucia da Silva Brito Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 13/12/2016 Inclui referências : f. 76-78 Resumo: Esta pesquisa está inserida na linha de pesquisa Cultura, Escola e Ensino, do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná - UFPR, tendo como Área de Concentração em Educação, Cultura e Tecnologia. O fato de a tecnologia adentrar no espaço escolar vem provocando mudanças no cotidiano da sala de aula. Os professores percebem que disputam a atenção dos alunos com um elemento "invisível", mas presente - A internet. Muitos professores, ou quase todos já são usuários do ciberespaço, porém poucos fazem uso deste meio em suas aulas. Alegação de senso comum é de não estar preparado para tal utilização. A partir deste entendimento, definiu-se como problema de pesquisa: o que os professores do ensino médio, de uma escola pública, estadual, precisam em sua formação continuada para utilizar a internet em sala de aula? Como objetivo da pesquisa queremos identificar o que é necessário ser trabalhado numa formação continuada dos professores para uso da internet em sala de aula. O contexto para o desenvolvimento desta investigação dividiu-se em duas etapas, tendo como instrumento de coleta de dados um questionário, na primeira etapa da pesquisa e uma entrevista semiestruturada, realizada na segunda etapa. Participaram da pesquisa 12 professores de uma escola estadual de Curitiba/PR, que responderam de forma espontânea os questionários e destes foram selecionados 4 para participar da entrevista. A estruturação metodológica da pesquisa seguiu os princípios da pesquisa qualitativa, tomando por base os estudos de Alves-Mazzotti e Gewandsznadjer (1998), Laville e Dionne (1999), Lessard-Hébert, Goyette e Boutin (1990) e Günther (2006). O referencial teórico utilizado para a construção das reflexões sobre os envolvidos na formação do professor para uso da internet em sala de aula foram Marcelo-Garcia (1999), Lévy (1999), Moran (1997, 2001, 2011), Chantraine-Demailly (1995), Brito e Purificação (2011) e Abreu (2009) entre outros. Para a análise dos dados obtidos, utilizou-se a proposta de análise de conteúdo de Bardin (1977). Os resultados indicaram que a formação técnica é ainda a principal necessidade dos professores para ser trabalhada em cursos de formação para uso da internet em sala de aula. Dentre outros pontos que a análise apresentou, verificamos também que o grupo, embora sem ter em sua formação inicial preparação para uso da internet, já vivenciou uma prática com seus alunos. Palavras-chave: Internet. Formação continuada. Sala de aula. Abstract: The present research is inserted in the Culture, School and Education research line of the Education Sector from the Federal University of Paraná - UFPR, focusing on Education, Culture and Technology. The fact that technology entered into the school environment has been provoking changes in the daily classroom routine. Teachers noticed they vie for the attention of the students with an "invisible", but present element: the internet. Many teachers, or almost all of them are already cyberspace users, but few use it in class. Not being prepared for such usage is a common sense argument. From this understanding, it was defined the following research problem: what do high school teachers from state schools need in their lifelong learning for to use the internet in the classroom? As a research goal, we look forward to identifying what it needs to be addressed in lifelong learning courses for teachers regarding the internet use in the classroom. The context of this research development was divided into two stages, having a questionnaire as a data collection instrument in the first stage and a semi-structured interview, conducted during the second phase. 12 participants from a public school from Curitiba/PR answered the questionnaires spontaneously. From those, 4 were selected to participate in the interview. This study is a qualitative approach based on Alves-Mazzotti and Gewandsznadjer (1998), Laville and Dionne (1999), Lessard-Hébert, Goyette and Boutin (1990) and Günther (2006)'s methodology. The methodological structure of the research followed the principles of qualitative research, based on the studies of Alves-Mazzotti and Gewandsznadjer (1998), Laville and Dionne (1999), Lessard-Hébert, Goyette and Boutin (1990), and Günther (2006). The theoretical framework used for setting up teacher's reflection about the internet use in the classroom was Marcelo-Garcia (1999), Lévy (1999), Moran (1997, 2001, 2011), Chantraine-Demailly (1995), Brito and Purificação (2011), Abreu (2009) and others. For data analysis, we used content analysis according to Bardin's perspective (1977). The results indicated technical training is still the main necessity to be worked out in lifelong learnig courses for teachers. We also verifyed that the group has already experienced such practice while teaching although not having an initial internet use training. Keywords: Internet. Lifelong learning. Classroom.
45

Formação docente e a prática pedagógica na educação em direitos humanos

Krueger, Eliane de Andrade 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Sonia Maria Haracemiv Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 28/07/2017 Inclui referências : f. 85-90 Resumo: A formação docente em Direitos Humanos está intimamente ligada a uma prática pedagógica condizente com o respeito ao ser humano bem como de uma educação que privilegie as dimensões inter e multidisciplinar que envolve a temática. Nessa linha, há que se valorizar o que é construído e não simplesmente transmitido. A formação continuada deve ser permanentemente incentivada num processo de reflexão dos saberes que vão sendo recontextualizados, e visam mudanças nas práticas pedagógicas. Considerando esse pressuposto, a presente pesquisa teve como objetivo investigar as contribuições da formação continuada na Educação em Direitos Humanos na ótica dos professores de uma escola pública dos anos iniciais do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Curitiba - PR. O estudo buscou responder como o processo de formação docente continuada pode contribuir na prática pedagógica da EDH. Para tanto, buscou-se identificar as concepções e práticas docentes verificando as formas de trabalho pedagógico com o tema e as aproximações com as Diretrizes Nacionais, Estadual e com o Projeto Político Pedagógico da escola. A fundamentação teórico-metodológica desta pesquisa se baseou nas leituras de Candau (1998, 2000a, 2000b 2000c), Benevides (2003), Freire, (1999, 2000, 2001), Nóvoa (1997), Pimenta (2005), Sacavino (2000), Silva (2000), Tavares (2007), Veiga (2008), Ludke; André (1986), André (2001, 2013), dentre muitos outros, de forma embasar as ideias que envolvem a Educação em Direitos Humanos, a formação docente e a prática pedagógica. Trata-se de uma pesquisa qualitativa do tipo pesquisa-ação, que utilizou como intervenção um Curso de Extensão que possibilitou a coleta de dados. A investigação teve início no ano de 2015, tendo o Projeto de Pesquisa sido aprovado pelo Comitê de Ética Pesquisa (CEP/SD), do Setor de Ciências da Saúde da UFPR, através do Parecer nº 2.113.486. Os resultados revelaram através do posicionamento dos professores quanto ao processo formativo na prática da escola, que as ações para a implantação da EDH na escola ainda são mínimas. Também foi possível verificar que a formação docente promove uma reflexão efetiva sobre Educação em Direitos Humanos, capaz de promover o empoderamento do sujeito e da coletividade visando a Educação para a Paz. Palavras-chave: Educação em Direitos Humanos, Formação Docente, Prática Pedagógica. Abstract: The teacher education in Human Rights is closely linked to a pedagogical practice consistent with the respect for the human being. As well as an education that privileges the inter and multidisciplinary dimensions that surround the theme. In this way, it is important to appreciate what is constructed rather than simply transmitted. Continuing education should be permanently promoted in process of reflection of the knowledge that is being recontextualized and seeks to changes in pedagogical practices. Considering this presupposition, the present research had the objective to investigate the contributions of the continued education in Human Rights from the point of view of the teachers of a public school in the initial years of the Elementary School of the Municipal Complex of Curitiba -PR. The study sought to answer how the process of continuing education of teachers can contribute to the pedagogical practice of HRE. In order to do so, we sought to identify the conceptions and teaching practices by verifying the forms of pedagogical work with the theme and the approximations with the National State Directives and the School's Political Pedagogical project. The theoretical methodological basis of this research was based on the reading of Candau (1998, 2000a, 2000bh 2000c), Benevides (2003), Freire, (1999, 2000, 2001), Nóvoa (1997), Pimenta (2005), Sacavino (2000), Silva (2000), Tavares (2007), Veiga (2008), Ludke; André (1986), André (2001, 2013). Amongst many others, in order to base the ideas that involve Human Rights Education, teacher training, and pedagogical practice. It is a qualitative research action type, which used as an intervention an Extension Course that enabled the data collection. The research began in 2015 and the Research Ethics Committee (CEP/SD), of the Health Science Sector of UFPR, through Decision n º 2.113.486, approved the Research Project. The results revealed through the position of the teachers regarding the formative process in the school practice, that the actions for the implementation of EDH in the school are still minimal. It was also possible to verify that teacher education promotes an effective reflection on Education in Human Rights, capable of promoting the empowerment of the subject and the community aiming at Education for Peace. Keywords: Education in Human Rights, Teacher Training, Pedagogical Practice.
46

Educação filosófica : entre a redução às metodologias procedimentais, os limites da institucionalização e a razão instituinte

Arias, Valéria 2017 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Geraldo Balduíno Horn Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/04/2017 Inclui referências : f. 148-157 Resumo: Esta Tese, de cunho teórico e, ao mesmo tempo, teleologicamente comprometido com as urgências do presente, defende, a partir de um referencial marxiano de corte ontológico, as possibilidades do campo da educação filosófica, no horizonte específico da filosofia considerada em suas matrizes emancipatórias. Para tanto, lança as bases categoriais da educação filosófica, entendida como razão pública, instituinte, rigorosa e intencionalmente voltada ao esclarecimento e, dentro de seus limites, à superação do sistema-mundo do capitalismo. Criticam-se as tendências procedimentalistas, subjetivistas, produtivistas e relativistas, hegemônicas no horizonte filosófico nacional, ao passo que os problemas da recepção filosófica e do método apresentam-se como centrais. Conclui-se pela necessidade da reorientação dos cânones que atualmente regem a produção e a reprodução da filosofia, com destaque para a atenção ao caráter imanente da realidade e de suas contradições. Palavras-chave: filosofia, educação filosófica, ontologia, recepção filosófica, método. Resumen:Esta tesis tiene naturaleza teórica y, al mismo tiempo, una teleología comprometida con las urgencias del, presente. Defiéndese, partiéndose de referenciales marxianos de corte ontológico, las posibilidades del campo de la educación filosófica, en el horizonte especifico de la filosofía, considerada en su matriz emancipatoria. Para eso, se sientan las bases categoriales de la educación filosófica, entendida como razón pública, instituyente, rigurosa y dirigida intencionalmente al esclarecimiento y, dentro de ciertos límites, a la superación del sistema-mundo capitalista. Se evalúa críticamente las tendencias procedimentalista, subjetivista, relativista y productivista, hegemónicas en el horizonte filosófico nacional, mientras que los problemas de recepción y método filosófico se presentan como centrales. Las conclusiones apuntan la necesidad de una reorientación de los cánones que rigen actualmente la producción y reproducción de la filosofía, destacándose la atención a la naturaleza inmanente de la realidad y sus contradicciones. Palabras clave: filosofía, educación filosófica, ontología, recepción filosófica, método. Abstract: This Thesis, of theoretical mark and, at the same time, teleologically comprimised with the urgencies of the present, advocates - built on an Marxian frame of reference with an ontological - the possibilities of the Philosophical Education, in the specific horizon of Philosophy. In order that, it launches the categorial bases of Philosophical Education, taken as public reason, instituting, rigorous and intentionally towards the enlightment and, between its limits, the overcoming of the system-world of Capitalism. The procedurementalist, subjectivist and relativist trends, hegemonic in the national horizon, are criticezed, while the problems of the method and Philophical Reception's matters are presented as central. It concludes about the need of reorientation of those principles wich, currently, conduct both production and reproduction of Philosophy, with emphasis on the attention at the immanent spirit of reality and its contraditions. Key words: Philosophy, Philosophical Education, ontology, Philosophical Reception, method.
47

Da chimica europeia à química no Brasil

Custódio, Renato da Silva 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2017. Made available in DSpace on 2018-01-23T03:15:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 349678.pdf: 2086564 bytes, checksum: 002495081956ea54d86db1ff64ef6c85 (MD5) Previous issue date: 2017 Este estudo apresenta elementos sobre a constituição histórica da Química como disciplina escolar. Parte de componentes oriundos da Química europeia, com foco em Portugal, até a inclusão dessa disciplina no Brasil, em um período de 1750 até 1890. Em 1750, Dom José I nomeia o Marquês de Pombal, que empreende reformas educacionais, gerando uma reorganização na educação portuguesa e de suas colônias. Já o ano de 1890 é relacionado a diversas reformas educacionais no Brasil: a Reforma Couto Ferraz (1854), a Reforma Leôncio de Carvalho (1879) e a Reforma Benjamin Constant (1890). A pesquisa apresenta os seguintes objetivos: Caracterizar aspectos históricos que constituem uma trajetória de institucionalização da disciplina de Química no Brasil, notadamente para a escola secundária; Discutir elementos didático-pedagógicos, curriculares e de docência da disciplina de Química. A metodologia está embasada em uma pesquisa bibliográfica e documental e apresenta as seguintes fontes: Compêndio Histórico da Universidade de Coimbra (1771), Estatuto da Faculdade de Filosofia de Coimbra (1772), A Instrução e o Império - Subsídios para História da Educação no Brasil (1823-1853) (MOACYR, 1936), Elementos de Chimica (TELLES, 1788) e Relatórios de Presidência de Província de Santa Catarina. A análise das fontes foi realizada através da Análise de Conteúdo (BARDIN, 1977) e mediante referenciais do campo da História da Educação que caracterizam práticas pedagógicas relacionadas à disciplina de Química. Os resultados evidenciam uma origem da disciplina na segunda metade do século XVIII, institucionalizada nos Estudos Superiores de Portugal, voltada aos estudos da Medicina e da Filosofia na Universidade de Coimbra, caracterizados por aulas expositivas e atividades experimentais. No Brasil, no século XIX, a disciplina de Química é inserida primeiramente em instituições de ensino superior, estando vinculada a interesses econômicos de desenvolvimento, como a mineralogia e a medicina. No ensino secundário a disciplina é ratificada nos programas de ensino do Colégio de Pedro II, apresentando um conteúdo que se iniciava com definições básicas da Química até a Química Orgânica. Os livros utilizados para o ensino da Química eram de origem francesa, indicando a reprodução do modelo curricular francês que incorporou conteúdos científicos. Na Província de Santa Catarina constata-se a inserção da disciplina de Química em dois momentos: no projeto curricular do Colégio de Bellas Letras, em 1850; no currículo do Liceu Provincial e ainda num pedido de materiais para montagem de um laboratório, ambos datados de 1859. Conclui-se que a disciplina de Química, em sua vertente portuguesa produzida no século XVIII, chegou ao Brasil durante o século seguinte, sendo introduzida inicialmente em instituições de nível superior e, posteriormente, no ensino secundário, neste caso sob influência de modelos curriculares franceses. A trajetória histórica de constituição da Química como disciplina escolar foi, depois disso, nutrida pela sua presença na escola secundária como conteúdo necessário para o acesso ao ensino superior. Abstract : This study presents elements that constitute a historical basis about the constitution of Chemistry as a subject. Starting from historical components from European chemistry, focusing in Portugal, until the inclusion of this matter in Brazil, in a period since 1750 until 1890. In 1750, Dom José I took over the Portuguese throne, appointing the Marquês de Pombal, whom endeavor reforms in the education questions, which generates reorganization in the Portuguese education and of its colonies. Yet the year of 1890 is related several educational reforms in Brazil: the Couto Ferraz Reform (1854), the Leôncio de Carvalho Reform (1879), and the Benjamin Constant Reform (1890). The research presents the following objectives: To characterize historical aspects that constitute a trajectory of Chemistry subject institutionalization in Brazil, especially for secondary school; to discuss didactic-pedagogical, curricular and teaching elements of Chemistry matter. The methodology is based on bibliographical and documentary researches and presents the following sources: the Historical Compendious of the Coimbra University (1771), the Coimbra Philosophy Faculty Statute (1772), Education and the Empire - Subsidies for History of Education in Brazil (1823-1853) (MOACYR, 1936), Chimica Elements (TELLES, 1788) and Province Presidency Reports from Santa Catarina. The analysis of the sources were carried out through Content Analysis (BARDIN, 1977) and through references in the History Education domain which characterize didactic-pedagogical practice of Chemistry subject. The results emphasizes, as the origin of the subject in the second half of XVIII century, the Chemistry subject institutionalization in the Portugal Higher Studies, focused on the Medicine and Philosophy studies at the Coimbra University, characterized by expository lesson complemented with experimental activities. In Brazil, in the nineteenth century, the Chemistry subject is inserted first in institutions of Higher Education, tied to economic development interests, such as mineralogy and medicine. In secondary school the subject is ratified in Pedro II School, presenting content that began with Chemistry basic definitions until Organic Chemistry. The books used for the teaching of Chemistry were French originating, ratifying the French model reproduction of secondary education and the scientific contents presence in the curriculum. In Santa Catarina Province, to evidences highlight the insertion in only two moments: in the Bellas Letras School curriculum project in 1850; and the Provincial Liceu curriculum and in the materials request to set up a Chemistry laboratory, both in 1859. As a conclusion, it is indicated that the Chemistry subject, in its Portuguese side produced in the XVIII century, come to Brazil and initially was installed in higher level institutions, posteriorly, in secondary education, following French models. The historical trajectory of the Chemistry constitution as a school subject was, after that, nurtured by its presence in secondary school as necessary content for the access to higher education.
48

História, memória e educação no olhar Photographico de Guilherme Glück (Lapa, PR : 1920-1953)

Lima, Ederson Prestes Santos 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Marcus Levy Bencostta Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 30/03/2015 Inclui referências : f. 275-287 Resumo: A presente pesquisa procura analisar um conjunto de 3.000 fotografias que compõe a Coleção Guilherme Glück, bem como os documentos referentes ao quotidiano do fotógrafo que atuou por aproximadamente quatro décadas na cidade da Lapa, estado do Paraná, entre os anos de 1920 e 1953. O estudo buscou compreender a forma pela qual este descendente de alemães conseguiu inserção social e estrutura econômica para desenvolver a atividade fotográfica no seio de uma sociedade interiorana, marcadamente agrária, de origem luso-brasileira e que reproduziu muitos aspectos da política nacionalizante do período varguista. Foi dada prioridade às diferentes estruturas implantadas pela comunidade alemã lapeana, como foi o caso da igreja, escola e clube teuto. Priorizou-se a análise do conjunto fotográfico partindo do pressuposto de que a longevidade do trabalho deste profissional possibilitou que o mesmo viesse a registrar a dinâmica política, cultural, econômica e educacional da cidade entre as décadas de 1920 e 1950. Dentre as vertentes de análise a pesquisa buscou identificar a forma pela qual o olhar fotográfico de Glück registrou a educação na cidade da Lapa, com destaque para sua arquitetura escolar republicana, seus desfiles cívico-patrióticos, bem como, professores e alunos. Com relação às fontes utilizadas destacam-se as fotografias, entrevistas, plantas arquitetônicas, cartas pessoais e de cunho comercial, bilhetes e documentos escritos do acervo, depoimentos e atas. Dentre os referenciais teóricos utilizados e cujas obras contribuíram para que pudéssemos abrir novos caminhos de investigação destacam-se: Antonio Vinão e Augustín Escolano (2001), Rosa Fátima de Souza (1998), Marcus Levy Bencostta (2005), Etienne Samain (2012), Pierre Nora (1993), Boris Kossoy (2002), Giralda Seyferth (2003). Dessa forma este estudo de cunho histórico procurou compreender a trajetória, social e profissional, bem como o olhar fotográfico, de Guilherme Glück. Palavras-chave: Guilherme Glück. Fotografia. Arquitetura Escolar. Lapa - século XX. Desfiles cívico-patrióticos. Germanidade. Abstract: This research seeks to analyze a set of 3,000 photographs that make up the Guilherme Glück Collection, as well as documents referring to everyday life by the photographer who worked for nearly four decades in the city of Lapa, in the state of Paraná, between 1920 and 1953. The study sought to understand the way in which this German descendant managed social inclusion and economic structure to develop photographic activities within a provincial society, most notably covering agriculture and of Luso-Brazilian origin, while reproducing many aspects of national politics during the Vargas era. Priority was given to the different structures set by the Lapeana German community, as was also the case in the church, schools, and the teutonic clubs. The analysis of the photo set is prioritized on the assumption that the longevity of the work of this professional made it possible for him to record his dynamic views on politics, culture, economics, and education between 1920 and 1950. Among the forms of analysis, the research sought to identify the way in which Glück's photographic eye recorded education in the city of Lapa, especially highlighting its republican school architecture, its civic-patriotic parades as well as teachers and students. In regard to the sources used, those highlighted are photographs, interviews, architectural plans, personal and business letters, tickets and written documents, statements and minutes. Among the theoretical references used which contributed in a way to open avenues of research are: Antonio Vinão and Augustín Escolano (2001), Rosa Fátima de Souza (1998), Marcus Levy Bencostta (2005), Etienne Samain (2012), Pierre Nora (1993), Boris Kossoy (2002), Giralda Seyferth (2003). Thus, this historical study sought to understand the trajectory, social and professional, as well as the photographic eye of Guilherme Glück. Key Words: Guilherme Glück. Photography. School Architecture. Lapa. 20th Century. Civic-Patriotic Parades. Germanity
49

Letramento literário a partir do PNAIC/2013 - Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa : limites e possibilidades

Brustulin, Aurea Elizabeth da Costa Scheer 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Elisa Maria Dalla-Bona Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/08/2017 Inclui referências : p. 216-218 Resumo: Este trabalho, por meio de uma pesquisa de natureza etnográfica, analisou o PNAIC - Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, os limites e possibilidades para o desenvolvimento do letramento literário em uma turma de 3º ano do Ciclo de Alfabetização, de uma escola pública de Curitiba. A fundamentação teórica alusiva ao PNAIC/2013 foi construída a partir dos Cadernos de Formação do programa. O apoio teórico da investigação ancorou-se principalmente nas noções de letramento literário de Cosson e Colomer e em estudiosos do campo da alfabetização e letramento, desenvolvimento do aluno-autor e leitor literário, estratégias de leitura e professor como um profissional reflexivo. A metodologia empregada exigiu inserção da pesquisadora no cotidiano escolar para acompanhar as estratégias utilizadas por uma professora alfabetizadora formada pelo PNAIC/2013. Ao observar as ações da professora alfabetizadora envolvendo as obras literárias constatou-se que houve o pouco uso destas em sala de aula, e quando utilizadas constantemente o foram com um fim didatizante. A formação do aluno-autor literário foi limitada, o aluno ao produzir textos apresenta poucos erros ortográficos, mas as produções escritas continuam com características cartilhescas, com pouca criatividade e sem a criticidade esperada de um aluno-autor literário. Ao analisar o acervo PNLD - Obras Complementares enviadas pelo PNAIC às escolas constatou-se a prevalência neste acervo das características instrucionais, conteudistas, didatizantes e de cunho moral, em detrimento das obras literárias. Esta se justifica pela opção do programa em enfatizar a alfabetização e não o letramento, e menos ainda o letramento literário. Pouco se observa em sala de aula a leitura deleite, predominando o uso do texto literário como pretexto para fins de fixação da escrita correta de palavras, para abordar conteúdos curriculares e para demais fins didatizantes. As formações do PNAIC/2013 atingiram seu objetivo quanto à formação de professores alfabetizadores, mas não quanto ao professor reflexivo transformador de sua prática. Apesar da distribuição de obras literárias e de em alguns momentos destacar o incentivo ao uso de estratégias de leitura literária, o PNAIC/2013 apontou poucas possibilidades para o desenvolvimento do letramento literário. Palavras-chave: Letramento literário. Aluno-autor e leitor literário. PNAIC. Estratégias de leitura. Abstract: This work found on Educational Ethnography Research assumptions and aims to analyze the limits and possibilities of PNAIC program (National Pact for Literacy at the right age) for the development of the literary literacy of 3rd year class of Elementary School of a public local school in Curitiba. The theoretical basis of this text was built from the Training Teachers' Books program and notions of literary literacy stated by Cosson and Colomer and authors in the field of literacy and literacy, development of the student-author and literary reader, reading strategies and teacher as a reflective professional. The employed methodology required researchers insertion in school context, everyday, to keep up with the reading strategies used by teachers formed on PNAIC/2013. Through the observation of actions realized by literate teachers involving literary texts, it found that there was little use of it in the classroom, and when was use, was in a constantly didactically sense. This way, the student-literary author formation was limited. Although the students' written texts presents a few misspellings, this written productions still remains in a hornbook aspects, expressing, by consequence, little creativity and not matching with the expectations for student criticality-literary author development. In addition, the analysis of PNLD-additional works sent by PNAIC to schools, found in this material content the prevalence of instructional content-based, didactically and moral nature features instead of literary. The PNAIC/ 2013 Program formations have reached their goal regarding the formation of literacy teachers, but not the reflective teacher who transforms their practice. In spite of the fact, in relation to the distribution of literary texts and books, in some moments the Program highlighted the incentive to use literary reading strategies, PNAIC pointed out few possibilities for the development of literary literacy in Elementary School. Keywords: Literary Literacy. Student-author and literary reader. PNAIC. Reading Strategies.
50

O espaço escolar como ambiente alfabetizador

Dobranski, Vânia Gusmão 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Veronica Branco Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 25/08/2017 Inclui referências : f. 184-187 Resumo: Essa dissertação apresenta uma investigação de abordagem qualitativa do tipo exploratória. Investigamos como o espaço escolar e sua organização pode se tornar um ambiente alfabetizador. O problema estudado foi: como os espaços são organizados na escola e qual a contribuição deles para despertar o interesse dos alunos pela leitura? O objetivo geral foi compreender como os espaços da escola colaboram para o processo de leitura das crianças inseridas em escolas do Município de Curitiba. Como objetivos específicos, buscamos observar como as escolas do município de Curitiba otimizam seus espaços para a aprendizagem da leitura, analisar como a escrita é apresentada no espaço escolar, levantar as ideias dos alunos sobre as escritas nos espaços da escola e identificar a contribuição da escrita nos espaços escolares para despertar o interesse pela leitura. Buscou-se o suporte teórico da Linguística, Psicolinguística, Psicologia, Pedagogia, Neurociência e da Arquitetura Escolar, com os estudos de Ferreiro e Teberosky (1999), Ferreiro (2001; 2008; 2011 2012), Smith (1999; 1989), Jolibert (1994; 2006), Soares (2012; 2015; 2016), Cagliari (1988; 1999), Colomer e Camps (2002), Forneiro (1998); Kowaltowski (2011), Maluf e Gombert (2003), Curto et al. (2000), Dehaene (2012), dentre outros. A coleta de dados aconteceu em três etapas: na primeira etapa foram coletadas imagens de escrita existentes nos espaços de 4 escolas Municipais de Curitiba, na segunda etapa foi realizada uma intervenção no contexto de uma escola Municipal de Curitiba e a observação participante da interação dos estudantes com a escrita no espaço. A terceira etapa consistiu em uma entrevista em grupo com 8 estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental após a interação com o material escrito da intervenção. Os resultados da pesquisa indicaram que muitos materiais escritos expostos no espaço escolar perdem a função comunicativa para as crianças em processo de alfabetização, por não considerarem indícios de compreensão para a interação com a escrita. Com a intervenção realizada em uma escola foi possível perceber as contribuições de um ambiente alfabetizador para a aprendizagem da leitura: possibilita a construção de hipóteses de leitura, a identificação da função da escrita, a leitura interativa e a exploração linguística. Constatou-se que a comunidade escolar precisa refletir sobre a organização de todo o espaço, percebendo-se como ambiente formativo para imergir os estudantes em uma cultura letrada, possibilitando experiências significativas com a escrita dentro de todos os espaços da escola. Palavras-chave: Formação e desenvolvimento profissional do professor. Ambiente alfabetizador. Espaço escolar. Alfabetização da criança. Abstract: This dissertation presents a qualitative research of the exploratory type. We investigate how school area and its organization can become a literacy environment. The problem studied was: how spaces are organized in the school and what their contribution to the awakening in the students' interest in reading? The general objective was to understand how the spaces of the school collaborate for the reading process of the children inserted in schools of Curitiba. As specific objectives, we search to observe how schools in the city of Curitiba optimize their spaces for reading learning, analyze how writing is presented in school spaces, raise students' ideas about writing in school spaces and identify the contribution of writing in the School spaces to arouse interest in reading. We sought the theoretical support of Linguistics, Psycholinguistics, Psychology, Pedagogy, Neuroscience and School Architecture, with the studies of Ferreiro and Teberosky (1999), Smith (2001, 2008, 2011 2012), Smith (1999, 1989), Jolibert (1994), Soares (2012, 2015, 2016), Cagliari (1988, 1999), Colomer and Camps (2002), Forneiro (1998); Kowaltowski (2011), Maluf and Gombert (2003), Curto et al. (2000), Dehaene (2012), among others. Data collection took place in three stages: in the first stage, written images were collected in the spaces of 4 schools in Curitiba, in the second stage an intervention was performed in the context of a School in Curitiba and involvement observation of student interaction with writing in school area. The third stage consisted of a group interview with 8 students from the 1st year of elementary school after the interaction with the written material of the intervention. The results of the research indicated that many written materials exposed in the school space lost the communicative function for the children in the process of literacy because they do not consider an indicator of understanding for the interaction with writing. With the intervention performed in a school it was possible to notice the contributions of a literacy environment to the learning of reading: it allows the construction of hypotheses of reading, identification of the function of writing, interactive reading and linguistic exploration. The conclusion was that the school community needs to rethink about the organization of the whole space, noticing itself as a formative environment to immerse students in a literate culture, enabling meaningful experiences with writing within all spaces of the school. Keywords: Teacher training and professional development. Literacy environment. School area. Children literacy.

Page generated in 0.0645 seconds