• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 31317
  • 338
  • 88
  • 23
  • 4
  • Tagged with
  • 32588
  • 14403
  • 8841
  • 5885
  • 5589
  • 4735
  • 4726
  • 4011
  • 3994
  • 2819
  • 2620
  • 2510
  • 2366
  • 2275
  • 2249
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Pró-criança

Rodrigues, Marilda Merencia 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação Made available in DSpace on 2012-10-19T07:12:17Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T20:56:48Z : No. of bitstreams: 1 181180.pdf: 15220751 bytes, checksum: f24fc9f4d3b8e85ea4b15b79fab1f87a (MD5) Trata-se de um estudo sobre o Projeto Pró-Criança, proposto em Santa Catarina nos anos de 1980. Tem como objetivo fundamental discutir alguns instrumentos utilizados pelas forças políticas que pretendem tornar-se hegemônicas por uma via mais consensual. Sobressaindo-se dessa proposta, retoricamente inovadora, uma política assistencialista, em consonância com as políticas propostas em âmbito nacional, contribuindo para a desqualificação da Educação e descomprometimento do Estado para com as políticas sociais. Ao intitular este trabalho como Pró-Criança: por entre Creches, Livros e Canções, a busca de consensos, evidentemente conduzo a um entendimento pautado por uma interpretação das fontes que conduziram e orientaram a principal hipótese do mesmo, qual seja, a de que os livros, as músicas infantis, as creches domiciliares e outros que denominamos de subprojetos deste Projeto, tenham servido de artifício, de instrumentos geradores de conformismo, de uma política que se pretendia retoricamente divorciada da ideologia. As fontes às quais me refiro compreendem Relatórios de Encontros das Instituições ligadas ao Pró-Criança tanto da fase de idealização quanto implementação e acompanhamento do Projeto (1982-1986), tais como: Informativos, o Documento Básico, que reúne as suas principais fundamentações , os livros infantis selecionados no concurso promovido pelo Pró-Criança Cultural e as Canções selecionadas no Concurso de músicas no Festival da Canção - FECIC. Ao considerarmos o Projeto Pró-Criança no contexto histórico que o viabilizou, buscamos evidenciar a multiplicidade de formas em que o mesmo apresentava-se, os seus objetivos e a prioridade anunciada aos "pequenos". Assim, buscamos fundamentalmente discutir essa tão anunciada "opção pelos pequenos" e o contexto de "emergência" dessas forças políticas que estavam propondo o projeto. Falamos anteriormente em instrumentos geradores de conformismo, este pode ser considerado como um dos aspectos fundamentais que nortearam este estudo, partindo principalmente da perspectiva histórico-dialética de Antonio Gramsci, cujo pensamento, possibilitou e norteou o constante questionamento deste trabalho, isto é, "qual é o tipo histórico do conformismo do homem-massa do qual fazemos parte?" Nesse sentido, trabalhando a partir desta perspectiva histórica, foi possível compreender que esta realidade traçada pelo projeto Pró-Criança, aparentemente tão simples e já traçada, só poderia avançar a partir de um entendimento que trabalhasse com a perspectiva de totalidade, não enquanto justaposição ou soma das partes, mas enquanto síntese de múltiplas relações. Num primeiro momento abordamos o Projeto Pró-Criança enquanto um caminho conservador até os considerados "pequenos" pelo mesmo. Assim, enfatizamos a multiplicidade de formas pelas quais o referido projeto apresentava-se, mas sobretudo a homogeneização proposta pela categoria "pequeno" tão enfatizada e os significados da estratégia de intervenção social via a "opção pelo pequeno".Num segundo momento, foi possível situar este projeto, proposto em Santa Catarina, em âmbito nacional. Deste modo, foi possível estabelecer uma relação com a política nacional, o que nos possibilitou avançar na compreensão de que o Pró-Criança estava em conformidade com as políticas nacionais de barateamento e qualificação desqualificadora, sobressaindo-se aí, os constantes apelos à "participação" como respostas à diversificação e complexificação da sociedade. Num terceiro momento, a partir da análise dos conteúdos dos livros infantis, das Canções e do subprojeto Creches Domiciliares, foi possível compreender alguns consensos objetivados e propostos pelo Pró-Criança, consensos que comprometem-se sobretudo, com a reprodução da subalternidade. Nesse sentido, discutimos os argumentos de convencimento sobre a conveniência e viabilidade das creches domiciliares, apresentados pelo Pró-Criança, e a direção político-cultural intrínseca ao mesmo Talvez não seja exagero fazermos essas considerações em tom de perplexidade. Quando este trabalho era apenas um projeto tínhamos clareza de estarmos lidando com uma realidade que pululava diante de nossos olhos; costumávamos mesmo brincar, que o objeto desta pesquisa estava cada vez mais vivo. Claro, tínhamos perante nós uma Prefeita que era a mesma primeira dama, do período histórico em que esta pesquisa trilhava, mas, ironicamente, a primeira dama atual do Estado, também era a mesma primeira dama do período a que nossa pesquisa se referia. Contudo, o embaraço não parava por aí. José Murilo de Carvalho talvez tenha reforçado o tom de nossa perplexidade ao refletir que "a manutenção da democracia política está ameaçada pela persistência da exclusão social. A aplicação recente da LSN contra os militantes do MST, a proibição de entrevista de líder do mesmo movimento a uma TV pública, a volta do uso da palavra 'baderna' por parte do governo federal e dos editoriais da grande imprensa para caracterizar a ação da oposição, a tentativa do governo federal de fortalecer os instrumentos de repressão são indicadores da fragilidade de nossa democracia." E, talvez esse fosse realmente o ponto maior de nossa perplexidade, a fragilidade da democracia que imperava nos discursos e propostas do Projeto Pró-Criança. Afinal de que forma aquele que é considerado já previamente como "pequeno", participa do processo decisório? O reconhecimento da categoria homogeneizada sob a fórmula "pequeno" constitui-se inegavelmente numa estratégia pela busca de consensos, de uma categoria social, empresarial, de grupos que têm historicamente articulações sociais e compromissos essencialmente excludentes, que buscam a conformação de seu domínio. Assim, a criança, ou o "pequeno" torna-se instrumento de grande valor nesse processo de convencimento, que visa sobretudo, as famílias, apropriando-se daquela crença popular e muito consensual: "fez para o meu filho está fazendo para mim". Enfim, a inquietude vem também da percepção da concepção de ser humano que perpassa esse projeto, porque ao proporem no interior dos documentos que "os grandes precisam ser gente", dando significado a esta fala num contexto de desqualificação do profissional que cuida/educa a criança de 0 a 6 anos, ou ainda, quando falam em "encher a barriga/fazer a cabeça", salientando que isto não significava programar as pessoas, vem à tona o referencial de democracia e participação tão enfatizados retoricamente. De fato, a fragilidade da nossa democracia é também (re) construída a partir de projetos como o Pró-Criança, com suas formas de "lidar pobremente com a pobreza", vem, possivelmente, contribuindo para que, dentre outras coisas, chegássemos hoje, ao limite extremo da política do voluntariado ou ainda, para uma desqualificação da educação onde todos podem ser "amigos da escola". Indubitavelmente, a participação tão proclamada pelo Projeto Pró-Criança, justificada pela observância de direitos, dissimula as bases antidemocráticas desta "nova direita". Compreendendo que a democracia ancora-se em noções de direitos, os adjetivos "pequenos" ou "desassistidos", empregados ao longo de todo o Pró-Criança, trazem à tona a incoerência que permeiam os discursos dessas forças políticas. Esses termos ou "fórmulas" carregam consigo as relações/articulações dessas forças, que de fato, não se propõem a lutar por causas democráticas, ou por igualdade, trata-se de delimitar, de aprofundar cada vez mais as relações de disparidade. E, no interior desse projeto, sob uma multiplicidade de formas, de subprojetos, são construídos/reafirmados conformismos, dentre eles, o da pobreza, das desigualdades, das faltas, seja de saúde, educação, alimento e lazer, entre outros. Nesse processo de construção de consensos, a participação é nutrida como a grande saída para os problemas sociais, visualizados e tratados como problemas da "comunidade", homogeneizada sob este termo, contribuindo deste modo para o fortalecimento da percepção desses problemas num âmbito restrito, tratados individualmente, chegando-se mesmo ao extremo, como a realização de torneios de canastra para a construção de jardins de infância.
12

Mães sociais : que profissão é essa?

Ribeiro, Tammy 2013 (has links)
Orientadora: Profª Drª Tania Stoltz Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/05/2012 Inclui referências Resumo: A presente pesquisa visa a identificar a percepção de mães sociais da profissão em que atuam. Mães sociais atuam em instituições de acolhimento do tipo casa lar que acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. No Brasil, estudos sobre a profissão de pais sociais são recentes, com pouca literatura quanto aos serviços prestados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de caráter exploratório e que se pauta no método de Aguiar e Ozella (2006) baseado em Vygotsky. Realizaram-se observações e entrevistas semiestruturadas com seis mães sociais com idades entre 32 e 54 anos, coordenadoras de seis casas lares de três instituições de acolhimento de Curitiba, PR. Da análise de dados emergiram três núcleos de significação: como me tornei mãe social; a mãe dos filhos dos outros e o diferente como desafio, os quais em interação respondem à percepção de mães sociais investigadas sobre a sua profissão. Os resultados evidenciam o desenvolvimento de uma função, não de uma profissão, que conta com um treinamento que envolve somente a mãe social e não o seu companheiro, o pai social. Esta função é entendida, basicamente, como o cuidar dos filhos dos outros como dos próprios, desconsiderando que as estratégias educativas utilizadas com os próprios filhos nem sempre são as mais adequadas para crianças especialmente vulneráveis. As práticas cotidianas realizadas por eles estão relacionadas ao ambiente doméstico, de cuidados gerais e de educação dos acolhidos. Os pais sociais percebem no seu trabalho benefícios ao desenvolvimento do acolhido, por serem referências emocionais, sociais e de afeto. As dificuldades percebidas no desenvolvimento da função foram a falta de conhecimento para mediar comportamentos; tempo para interagir, dar mais atenção às crianças e adolescentes, visto contarem em média com dez crianças por casa; tempo para cuidar de si; estresse e desgaste físico. A relação positiva com os acolhidos, o gostar do cuidar, a identificação com a causa social e o suporte social e institucional foram identificados como facilitadores da sua função. Como conclusão, ressalta-se a necessidade de formação e capacitação continuada da mãe e do pai social para trabalhar com os acolhidos, a revisão de concepções envolvendo a função de mãe social, hoje cuidadora/educadora residente, investimento em parâmetros reguladores da sua função que levem a uma profissão, bem como em políticas públicas que se voltem ao atendimento com qualidade de crianças acolhidas, fenômeno relacionado tanto à pobreza afetiva de grupos humanos, como a um contexto sócio-econômico pautado pela desigualdade social. Palavras-chave: mãe-social; pais sociais; casa lar; crianças e adolescentes; acolhimento institucional; vulnerabilidade social. Abstract: The present research aims to identify the perception of social mothers of the profession they perform. Social mothers act in sheltering institutions as househome where children and teenagers in social vulnerability situation are sheltered. In Brazil, studies about social parent profession are recent, with few literatures about the provided services. It deals about a quality research of exploratory character and which is based on Aguiar e Ozella (2006) method, based on Vygotsky. It was realized a number of semi-structured observations and interviews with six 32 to 54 year old social mothers who are coordinators of house-homes of three sheltering houses of Curitiba, PR. From the data analysis three meaning nucleus emerged: how I became a social mother; the mother of somebody else's children and the different as a challenge, which in interaction respond to the perception of social mothers inquired about their profession. The outcome evidenced the development of a function, not of a profession, which depends on a training that involves only the social mother and not her partner, the social father. This function is comprehended, basically, as taking care of somebody else's children as well as their own, disregarding that the education strategies used towards their own children not always are the most adequate for especially vulnerable children. The daily practices made by them are related to the domestic environment of general care and of the education of the sheltered ones. The social parents notice in their work the benefits on the sheltered child development, once they are emotional, social and affective references. The realized difficulties on the function development were the lack of knowledge to mediate behaviors; time to interact, give more attention to the children and teenagers, once there is an amount of ten children per house; time to take care of themselves, stress and physical wearing. The positive relationship with the sheltered ones, the appreciation of taking care, the identification with the social cause and the social and institutional support were identified as facilitators of the function. As a conclusion, it is enhanced the necessity of continued capacitating and formation of the social mother and father in order to work with the sheltered one, the review of concepts involving the social mother function, today resident educator/care taker, investments in regulating parameters of their function which lead to a profession, as well as the public policies which may turn into a qualified service for the sheltered children, phenomenon related to affective poverty of human groups as well as to a social-economic context ruled by social difference. Key-words: social mother; social father; house-home; children and adolescents; institutional sheltering; social vulnerability.
13

Formação de professores de história : educação histórica, pesquisa e produção de conhecimento

Sobanski, Adriane de Quadros 2017 (has links)
Orientadora: Profa. Dra. Maria Auxiliadora M.S. Schmidt Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 14/03/2017 Inclui referências : f. 227-238 Resumo: Perspectiva da pesquisa como princípio fundamental para que os professores se reconheçam enquanto produtores de conhecimento, refletindo sobre sua prática no ambiente escolar. Tem como ponto de partida a importância que recai sobre a formação inicial e continuada dos professores de História e a relação teoria e prática. Entende a importância do conhecimento da epistemologia da História, apoiando-se nos estudos do filósofo da História Jörn Rüsen (2001; 2006; 2007; 2012; 2016) e nas reflexões sobre o modo como esses estudos podem modificar a forma de pensar dos professores de História. A Educação Histórica é apontada como importante suporte para a realização de investigações sobre a compreensão dos professores da Educação Básica. Ressalta que, a partir da década de 1990, autores como Liston e Zeichner (1997), Stenhouse (1996), (TARDIF; LESSARD, 2009) ampliaram a discussão em busca da necessidade de compreender os professores, cada vez mais, como pesquisadores de sua prática, na busca de conciliar a teoria e a prática educativas. Discute a importância de formar professores-pesquisadores capazes de transformar sua realidade e refletir sobre a sua própria prática. Expressões como professor reflexivo, ensino reflexivo, prática reflexiva, professor pesquisador, professor participante de pesquisa, ensino e pesquisa, pesquisa na formação e na prática dos professores, saberes docentes, entre outras que se vinculam diretamente às abordagens centradas na pesquisa passam a fazer parte das discussões. Trabalhar com pesquisa em sala de aula significa que o professor da Educação Básica deve ter autonomia, inclusive, para selecionar o conteúdo mais apropriado ao que pretende trabalhar. Constatação da História enquanto uma ciência especializada e da necessidade, por parte dos professores, de dominar a teoria da História. Rüsen (2010) afirma que é preciso, nas aulas de História, fazer com que os estudantes se apropriem dos processos de construção do conhecimento histórico. Ao entender esses processos, passam a ter condições de se apropriar da própria ciência. Colaborar com novas discussões sobre o ensino e a aprendizagem de História e, de forma imprescindível, sobre as ações dos professores-pesquisadores, sobretudo no que se refere ao desenvolvimento da consciência história dos estudantes. A formação inicial, nos cursos superiores ou por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) revelam a pouca importância dada à licenciatura no que se refere ao uso da pesquisa relacionado com o ensino de História. A formação continuada apresentada a partir dos programas de pós-graduação, acadêmico e profissional, não produzem diálogo com a concepção de professor pesquisador, mas são estabelecidos tendo em vista a instrumentalização que sirva para mudanças na prática diárias em salas de aula. Outras opções de formação continuada acontecem apenas a partir de políticas de governo e de forma esporádica. Palavras-chaves: Pesquisa - Epistemologia da História - Formação Professores - Professor pesquisador Abstract: Research as fundamentals for the teachers to recognize themselves as knowledge producers. Reflecting upon their daily practice in the school environment. The importance of the pre-service and in-service training of History teachers and the theory-practice relation. The importance of the History epistemology, having as basis the studies of the philosopher of History Jörn Rüsen (2001; 2006; 2007; 2012;2016) and his reflections about the way these studies can modify the thinking of the History teachers. Historical Education is pointed as an important support to carry out investigations on the understanding of the Basic Education. In the 1990, authors such as Liston e Zeichner (1997), Stenhouse (1996), Tardif e Lessard (2009) broadened the discussion towards the need to understand the teachers as researchers of their own practice, in order to relate theory and practice. The discussion of the importance of forming teachers-researchers able to transform their realities and reflect upon their own practice. Expressions as reflective teachers, reflective teaching, reflective practice, teacher-researcher, teaching and research, research in teacher training and practice, teachers knowledge which connect to the research centered approaches become topics of discussion. Working with research in the classroom means that the teachers of Basic Education must have autonomy, including, to select the most appropriate content to what they intend to work with. With the awareness of History as a specialized Science and the need that teachers have deep knowledge of the theory of History, Rüsen (2010) states that it is a need, in the History classes, to make students appropriate the processes of the construction of historical knowledge. Once they understand these processes they become able to appropriate the Science itself. Collaborate with new discussions about teaching and learning of History, about the actions of the teachersresearchers, mainly regarding to the development of the historical awareness of students. The pre-service training, in the college courses or through Institutional Program of Teaching Initiation Scholarship (PIBID) show the little importance given to the Teaching Majors regarding the use of research related to the History teaching. The in-service training presented in the Post-graduation programs, academic and professional, don't take into account the teacher-researcher concept, but they are established regarding the instrumentalization that enables changes in the daily practices in the classroom. Other in-service training options happen only from government policies and sporadic measures. Key-words: Research - Epistemology of History - In-service Training - Teacherresearcher
14

Trajetória da burocracia educacional : recrutamento e recursos de poder

Bellardo, Waldirene Sawozuk 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ângelo Ricardo de Souza Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 26/03/2015 Inclui referências : f. 374-393 Resumo: O presente estudo, denominado "Trajetória da burocracia educacional: recrutamento e recursos de poder" investiga, na esfera da politic, quem são os burocratas que ocupam os cargos e funções de livre nomeação na administração pública municipal, em seus diferentes níveis hierárquicos de atuação. A metodologia incluiu dados diretos da administração municipal (Regimento Interno, legislações, organograma, documentos) concomitante à coleta de dados referentes à carreira dos profissionais investigados, especialmente no que tange à trajetória no magistério público municipal. A análise empírica foi balizada pelos pressupostos teóricos da obra de Weber, a qual subsidiou o debate acerca da administração burocrática e do ethos que distingue os papéis dos dois atores internos ao aparelho de Estado: o político e o burocrata. Não obstante, os tensionamentos entre estes atores exigiu uma ampliação do quadro teórico, incorporando ao diálogo com Weber (1971, 1986, 1994, 2004, 2013), as obras de Wahrlich (1974, 1983, 1984), Schneider (1994, 1995), Peters (1987), Olivieri (2002, 2007), Moe (1983, 1990), Merton (1970), Martins (1997), Lipsky (1980), Lindblom (1981), Levin (2005), Lane (1993), Graham (1968), Geddes (1990, 1994), Evans (1979, 1993, 1999), Crozier (1964), Bonis e Pacheco (2010), Bendix (1986), Beetham (1988), Abrahamsson (1977), Abrucio e Loureiro (1999) e Aberbach, Putnam e Rockman (1981). Cabe ainda frisar que esta pesquisa tomará a burocracia como fenômeno de poder e a estrutura organizacional da administração pública como espaço de distribuição de poder. Considerando tais pressupostos, a escolha da Secretaria Municipal da Educação de Curitiba como locus de investigação se deu por dois motivos: primeiramente pelo vínculo da pesquisadora e, por conseguinte, pelas condições de acesso aos dados e, em segundo lugar, pelo grau de institucionalização de uma secretaria municipal de grande porte. Com relação ao tema, há também pelo menos duas justificativas para sua escolha: a primeira refere-se à ausência de trabalhos nessa área e ao incipiente debate sobre a identidade e a trajetória da burocracia educacional; a segunda diz respeito à relevância da burocracia nas arenas decisórias do poder público, no processo de formulação e implementação das políticas educacionais. Em síntese, a pesquisa permitiu a caracterização de quatro perfis singulares dos servidores que assumem as funções públicas na administração educacional municipal, bem como a identificação dos recursos de poder por eles acessados. Entrementes, trata-se de um trabalho que apenas inicia a reflexão e o levantamento de dados empíricos sobre este objeto - praticamente inexplorado na educação. Nas considerações que fecham o trabalho, procura-se também apontar - ainda que sob a forma de hipóteses - as implicações que os mecanismos de livre nomeação podem exercer nas relações entre políticos e burocratas e nas gramáticas que circundam o aparelho de Estado. Palavras-chave: Política Educacional, Burocracia, Poder, Politic, Educação. Abstract: The present study, denominated "Educational Bureaucracy Path: recruiting and power resources" investigates, on the politic circle, who are the bureaucrats that occupy posts and functions of free nomination on the city public administration, on its many hierarchical levels of action. The methodology includes direct data from the City administrators (Internal Rules, legislations, Organization Charts, documents) while collecting data that refers to the professional career of the investigated, mainly those regarding the trajectory on the city public career. The empirical analysis was named on the theoretical presupposes of Weber's work, which subside the debate about bureaucratic administration and the ethos that distinguish the roles of the two State's Machine internal actors: the politician and the bureaucrat. Nevertheless, the tensions between these two actors demanded a theoretical framework expansion, by incorporating to the dialogue with Weber (1971, 1986, 1994, 2004, 2013), the works of Wahrlich (1974, 1983, 1984), Schneider (1994, 1995), Peters (1987), Olivieri (2002, 2007), Moe (1983, 1990), Merton (1970), Martins (1997), Lipsky (1980), Lindblom (1981), Levin (2005), Lane (1993), Graham (1968), Geddes (1990, 1994), Evans (1979, 1993, 1999), Crozier (1964), Bonis and Pacheco (2010), Bendix (1986), Beetham (1988), Abrahamsson (1977), Abrucio and Loureiro (1999) and Aberbach, Putnam and Rockman (1981). Still suits underline that this research will take bureaucracy as a phenomena of the power and the organizational structure of the public administration as a space to distribute the power. That being said, the choice of Curitiba's City Office of Education is given by two reasons: firstly for the researcher's link and thus access conditions to the database and, secondly, for its level of institutionalization as a large-sized City Office. About the theme, there are at least two justifications for choosing the theme/topic/subject addressed in this study: the first refers to the lack of works on the area and to the incipient debate about the educational bureaucracy identity and path; the second one relates to the bureaucracy relevance on operative arenas of the public power when in process of formulating and implementing the educational policies. In summary, the research enabled the characterization of four singular profiles from the servers that assume public roles on the city education administration as well as the identification of the power resources they had accessed. Meanwhile, this is a work that just begins the reflection and the survey of empirical data about the object, almost unexplored on education. On the work's closing considerations, it aims as well to point out - even in the form of a hypothesis - the implications that the mechanisms of free nomination can exert over politicians and bureaucrats relations and in the grammars that surround the State's apparatus. Key-words: Educational policy, Bureaucracy, Power, Politic, Education.
15

Entre o impresso e o digital : o papel de materiais digitais mediados pelos livros didáticos de física

Heidemann, Daniel Sucha 2016 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Nilson Marcos Dias Garcia Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/09/2016 Inclui referências : f. 105-115 Resumo: Investigam-se aspectos da usabilidade dos materiais digitais de acesso gratuito presentes nos livros didáticos de Física aprovados no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2015, com o objetivo de analisar se e como os Objetos Educacionais Digitais de acesso gratuito estão em consonância com o livro didático em que estão inseridos. São identificadas as relações pedagógicas existentes entre estes materiais e o respectivo livro texto e se eles têm possibilitado o desenvolvimento de processos cognitivos ou de abordagens específicas não contempladas pelos livros, bem como possíveis dificuldades relativas ao seu uso em sala de aula. Utilizando-se de procedimentos da Análise de Conteúdo, buscou-se por elementos digitais em cada uma das 14 obras destinadas ao 1s ano do Ensino Médio selecionadas pelo PNLD 2015 (BRASIL, 2013). Tomando como pressuposto a intencionalidade da indicação desses materiais digitais no contexto do livro didático, os mesmos foram analisados sob duas categorias principais: a dos Objetos Educacionais Digitais Ativos, referente a materiais digitais que propõem e/ou possibilitam a execução de atividades pelo aluno, como simulações e experimentos, e a dos Objetos Educacionais Passivos, referente a materiais cuja função restringe-se à apresentação de informações aos alunos em formato digital, como textos, vídeos e animações. Tais objetos foram analisados tanto sob aspectos pedagógicos, utilizando-se de elementos da Taxonomia de Bloom Revisada e das discussões acerca de estratégias de ensino de Física presentes no edital do PNLD 2015, quanto em função de aspectos técnicos, em função de características desejáveis aos objetos educacionais digitais presentes na literatura da área. A análise indicou que estes Objetos Educacionais Digitais, de modo geral, representam formas interessantes para o desenvolvimento de estratégias de ensino em sala de aula, principalmente em função do desenvolvimento dos processos cognitivos mais complexos que propiciam. Evidenciou entretanto, que a falta de informação referente às suas formas de uso com o livro didático e a existência de problemas técnicos relacionados principalmente à interoperabilidade e à acessibilidade podem comprometer o desenvolvimento destas atividades. Palavras-chave: Objetos Educacionais Digitais, Livro didático de Física, Livro Digital, Taxonomia de Bloom, PNLD. Abstract: This study investigates aspects of the usability of free access digital materials found in Physics textbooks approved by the 2015 Textbook National Program (PNDL, Brazilian abbreviation), aiming to analyze if and how these materials are in consonance with the textbooks they are in. The pedagogical relations between these materials and the textbook are identified and whether they have enabled the development of cognitive processes or specific approaches not addressed by the books, as well as possible difficulties related to their use in the classroom. By employing the procedures of Content Analysis, digital elements were identified in each of the 14 books destined to the 1st year of high school selected by the PNLD 2015 (BRASIL, 2013). Taking into consideration the intention of indicating these digital materials in the textbook context, they were analyzed under two main categories: the Active Learning Objects, regarding digital materials which propose and/or enable the execution of activities by the students, such as simulations and experiments, and the Passive Learning Objects, regarding materials whose function is limited to the presentation of information in digital format to the students, such as texts, videos and animations. Such objects were analyzed by its pedagogical aspects, using elements from the Revised Bloom's Taxonomy and the discussions about strategies for teaching Physics that are present on the PNLD 2015 notice, but also by the technical aspects, in function of the desirable characteristics to digital educational objects that are found in the literature. The analysis indicated that these Learning Objects, in general, represent interesting ways of developing teaching strategies in the classroom, mainly in relation to the more complex cognitive processes provided, but that the lack of information regarding their use linked to the textbook and the existence of technical problems, mainly related to the interoperability and accessibility, might hamper the development of such activities. Keywords: Learning Objects, Physics Textbook, Digital Book, Bloom's Taxonomy, PNLD.
16

Performance, discurso e educação : (re)construindo sentidos de escola com professores em formação na Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza

Gonçalves, Michelle Bocchi 2016 (has links)
Orientadora: Profa. Dra. Odissea Boaventura de Oliveira Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 14/12/2016 Inclui referências : f. 136-141 Resumo: Essa pesquisa tem como objetivo compreender os sentidos atribuídos à escola por professores em formação por meio de um processo de experimentações performáticas vivenciado na Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza, da Universidade Federal do Paraná - Setor Litoral. O percurso metodológico foi composto por uma série de jogos e brincadeiras que desembocaram em uma vivência metodológica a partir da proposição de Jean- Pierre Ryngaert denominada de Rituais Cotidianos. Os acadêmicos discentes do referido curso de licenciatura foram convidados a realizar, durante o Tempo Comunidade, produções audiovisuais e narrativas escritas sobre o processo da pesquisa, tendo como foco a (re)construção dos sentidos de escola, em uma perspectiva performático-discursiva, pela qual práticas corporais e de escrita são consideradas como performance. O embasamento teórico se ancora nos Estudos da Performance na Educação (Pedagogia crítico-performativa) e na Análise de Discurso de linha francesa. Os resultados apontam para sentidos relacionados à memória discursiva escolar e à formações imaginárias de uma escola hierarquizada e permeada por relações de poder. Ao mesmo tempo, os sujeitos apontam para uma escola que, enquanto professores em formação, querem transformar, por uma perspectiva localizada espaço-temporalmente em futuro utópico, porém possível. O estudo apresenta, ainda, a triangulação entre Performance, Discurso e Educação como possibilidade de se pensar uma dimensão pedagógica ético-estética, por meio da qual a ação corporal (presentificada no próprio corpo, no gesto, na expressividade e na escrita) se configure enquanto ação de resistência dos sujeitos para com a sua realidade, na sua comunidade e no seu processo de formação docente. PALAVRAS-CHAVE: Escola; Performance; Discurso; Educação do Campo; Formação docente. Abstract: This research aims to understand the meanings attributed to the school by teachers in formation through a process of performative experiments in the Degree in Educação do Campo - Ciências da Natureza - Setor Litoral. The methodological way was composed of a series of plays that resulted in a methodological experience from the proposition of Jean-Pierre Ryngaert. The academic students of this undergraduate course were invited to carry out during the Community Time, audio-visual productions and written narratives about the research process, focusing on the (re)construction of the meanings about school, in a performative-discursive perspective, by the which bodily and writing practices are considered as performatives. Theoretical basis is anchored in the Performance Studies in Education (Critical-Performative Pedagogy) and French Discourse Analysis. The results point to meanings related to the school discursive memory and to the imaginary formations of a school hierarchized and permeated by relations of power. At the same time, the subjects point to a school that, as teachers in formation, wants to transform, from a spacetemporally localized perspective into a utopian but possible future. The study also presents the triangulation between Performance, Discourse and Education as the possibility of thinking about an ethical-aesthetic pedagogical dimension, through which the bodily action (present in one's body, gesture, expressiveness and writing) is configured as an action of resistance of the subjects towards their reality, in their community and in their process of teacher formation. KEY WORDS: School; Performance; Discourse; Field Education; Teacher in formation. Resumé: Cette recherche vise à comprendre les significations attribuées à l'école par les enseignants eleves par le biais d'un processus d de réalisation d'essais expérimentaux en en Licence d'éducation - Sciences naturelles, Université fédérale du Paraná - Secteur Litoral. L'approche méthodologique a consisté en une série de jeux et d'activités qui ont abouti à une expérience méthodologique de Jean-Pierre Ryngaert proposition appelée rituels du quotidien. On a demandé aux étudiants universitaires d'effectuer ce cursus pendant l'heure communautaire, des productions audiovisuelles et les récits écrits du processus de recherche, en se concentrant sur la (re) construction du sens de l'école, dans une perspective performative-discursive, les pratiques du corps et de l'écriture sont considérées comme des performances. Le fondement théorique est ancré dans les études de performance en éducation (pédagogie critiqueperformative) et dans l'analyse du discours français. Les premiers résultats indiquent des explications liées à la mémoire discursive scolaire et une perception d'une formation imaginaire d'une école hiérarchique et imprégnée par les relations de pouvoir. Dans le même temps, des sujets scolaires indiquent qu'une possible transformation de la perception actuelle de l'école, par un point de vue espace-temps, serait, dans un futur utopique bien possible. L'étude présente également la triangulation entre la performance, la parole et l'éducation comme une possibilité de penser à une dimension éducative éthique-esthétique, à travers l'action corps (présentifiée dans le corps, le geste, l'expression et de l'écriture) qui est configurée comme une action de résistance des sujets à leur réalité, dans leur communauté et dans leur processus de formation des enseignants. LES MOTS-CLÉS: l'école, performance; la parole; éducation en milieu rural; la formation des enseignants.
17

Relato da experiência de um grupo de apoio social com mães de crianças com TDAH e repercussões em suas práticas

Cavarzan, Daniele de Fatima Kot 2016 (has links)
Orientadora: Profª Drª Denise de Camargo Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/07/2016 Inclui referências : f. 152-147 Resumo: No município de Curitiba profissionais da área da saúde e da educação vêm produzindo e agregando conhecimento sobre as implicações do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade no que diz respeito ao desenvolvimento e aprendizagem de crianças em idade escolar. Paralelamente a esta discussão científica, o conhecimento prático adquirido pelas famílias destas crianças tem grande relevância para auxiliar no delineamento dos resultados obtidos nesta trajetória de estudo. Para ouvir estas famílias, esta pesquisa analisou as repercussões que um grupo de apoio social teve nas práticas educativas de mães de crianças diagnosticadas com TDAH. Para tal, o presente trabalho embasa-se em uma revisão relacionada ao TDAH no contexto familiar e da Educação em Curitiba, percorre pelo conceito de prática na visão de diversos autores e parte para conceitos muito discutidos dentro da psicologia histórico cultural na perspectiva de Vigotski, autor que aponta o caminho teórico deste trabalho. O conceito de grupo de apoio social e exemplos desta prática foram expostos e dialogam com a proposta da pesquisa participativa. A realização do grupo de apoio social foi precedida pela entrevista inicial semi estruturada individual, e trouxe os seguintes tópicos que foram discutidos com as famílias: O relacionamento entre a família e a escola, comunicação e relacionamento familiar, apoio à criança nas atividades escolares e práticas educativas. As repercussões da participação no grupo de apoio social nas práticas educativas das mães participantes foram legitimadas por meio da análise de conteúdo por núcleos de significação a partir das falas das mães durante o processo de desenvolvimento do grupo de apoio social e de uma segunda entrevista semi estruturada individual realizada após o término dos encontros do grupo. Após a realização desta proposta, pôde-se, a partir dos pré-indicadores, indicadores e núcleos de significação apreendidos, legitimar quais são as repercussões da participação em um grupo de apoio social quando ele é encarado como aliado do planejamento de práticas educativas de mães de crianças diagnosticadas com TDAH. Como resultado, averiguou-se que as repercussões foram positivas com relação às práticas, e aos significados atribuídos pelas mães às crianças e a elas mesmas, o que culminou em um contexto de vivência de sentimentos positivos e propícios para que as mães desempenhem seus papeis de mediadoras da auto-regulação do comportamento dos seus filhos. Palavras-chave: TDAH. Psicologia Histórico Cultural; Pesquisa Participativa; Grupos de Apoio Social; Práticas Educativas. Abstract: In the city of Curitiba (PR) on Brazil professionals in the area of health and education have been producing and aggregating knowledge about implications of Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder (ADHD) in relation to the development and learning of school-age children. In parallel with this scientific discussion, practical knowledge acquired by the families of these children is very important to assist in the design of the results obtained in this course of study. To listen to these families, this research analyzed the impact that a social support group had in the educational practices of mothers of children diagnosed with ADHD. For this, the present work was embased in a revision about ADHD in the context of family and education in Curitiba, runs through the concept of practice in the view of many authors and concepts of the Cultural-Historical Psychology are discussed in Vygotsky's perspective, author that points out the theoretical way of this work. The concept of social support groups and examples of this practice were exposed and are related with the proposal of participatory research. The realization of social support group was preceded by the initial semi structured interview, and brought the following topics that were discussed with the families: The relationship between family and school, communication and family relationships, child support in school activities and educational practices. The impact of participation in a social support group in the educational practices of mothers were legitimated by the content analysis by "core of meaning" from the reports of mothers during the process of social support group and a second semi structured interview applied after the end of the group's meetings. After the completion of this proposal, was possible, from the pre-indicators, indicators and "meaning core" legitimize what were the consequences of participation in a social support group when it is seen by the mothers as an ally of planning educational practices for children diagnosed with ADHD. As a result, it was established that the repercussions were positive related to practices, and meanings attributed by mothers to children and themselves, which culminated in a context of experience of positive feelings and suitable for mothers to play their mediating roles of selfregulation of behavior of their children. Keywords: ADHD; Cultural-Historical Psychology; Participatory Research; Social Support Groups; Educational Practices.
18

Gestão universitária : a coordenação de curso de graduação na área de saúde frente aos saberes e a prática de pedagógica

Herreira, Niélcia de Aguiar 2015 (has links)
Orientadora: Profª Drª Cristina Carta Cardoso de Medeiros Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/03/2015 Inclui referências Resumo: O presente estudo tem como tema a gestão universitária, observando especificamente a coordenação de curso na área de saúde frente aos saberes e a prática pedagógica. A investigação foi pautada nas seguintes questões: O que caracteriza a coordenação de curso de graduação na área de saúde? Quais são os saberes e práticas da gestão pedagógica presentes no âmbito da coordenação de curso de graduação? Teve-se, como objetivo, discutir a gestão de cursos de graduação, a partir dos saberes e práticas da gestão pedagógica no âmbito da coordenação de curso de graduação. A pesquisa com abordagem qualitativa foi realizada em duas etapas, entre os meses março/abril de 2014 a novembro/dezembro de 2014. No universo de 52 (cinquenta e dois) cursos de graduação da área de conhecimento (CAPES) saúde de Instituições de ensino superior públicas e privadas da cidade de Curitiba/PR, foram aplicados questionários e realizadas entrevistas, sendo que 20 (vinte) coordenadores responderam o questionário e 5 (cinco) participaram da entrevista. Visando o aprofundamento teórico e a reflexão em relação a problemática de pesquisa foram consultados, entre outros, os autores Saviani (2010, 2011), Anastasiou (2012), Cunha, (1989, 1999, 2003), Siqueira (2012), Santos (2011), Carneiro (1996), Chauí (1999), Luck (2011), Zainko e Pinto (2008), Eyng (2007), Veiga (2014), Alonso (2003), Trindade (1999), Cunha, M.I. (2006, 2010), Zainko (1998), Franco (2002), Reis (2003), Tardif (2012), Perini e Bufrem (2008), Sacristan (2000), Bourdieu (2001, 2013), Nogueira (2002), Brito e Cunha (2011), Oliveira e Catani (2011), Pimenta (2012). O referencial teórico associado às análises dos dados coletados na pesquisa propiciou reflexões a cerca do que caracteriza uma coordenação de curso de graduação. A partir do estudo foi possível inferir que a coordenação de curso na área de saúde se caracteriza pela gestão acadêmica na perspectiva de buscar atuação coletiva e participativa; é conduzida por docente universitário de formação na área específica do curso com autoridade científica, esta reconhecida pela sua inserção e referência na área profissional, e por tempo de experiência em gestão e docência universitária. Os saberes e práticas pedagógicas encontrados nas coordenações de curso de graduação compreendem os processos acadêmicos, e do trabalho pedagógico institucional, do curso e em sala de aula. Os processos acadêmicos são aqueles relacionados à vida do estudante universitário, como aproveitamento escolar, oferta de disciplinas, convênios e registro acadêmico. O trabalho pedagógico institucional 7ocorre por meio de atividades relacionadas ao planejamento estratégico da instituição; o trabalho pedagógico do curso compreende atualizar, implantar e avaliar o projeto pedagógico do curso, coletivamente com a participação de órgãos colegiados e docentes; o trabalho pedagógico de sala de aula é aquele realizado pelo docente, com orientação do coordenador, que abrange o planejamento educacional. O atual contexto do ensino superior demanda postura crítica e reflexiva do coordenador diante dos desafios que lhe são postos, a fim de construir para além da administração, um olhar sistêmico para a gestão universitária. A implantação de novos modelos de gestão na universidade se apresenta como uma realidade, que permitirá estabelecer relações com contextos sociais, políticos, culturais e pedagógicos contemporâneos. Palavras-chave: Gestão universitária. Coordenação de curso de graduação. Pedagogia universitária. Área de saúde. Abstract: The subject of this study is the university management, more specifically related to the coordination healthcare course in front to knowledge and pedagogical practice. The research was based on the following questions: What characterizes the graduation healthcare course coordination? What are the knowledge and practice of educational management present in the graduation course coordination? The objective was to discuss the management of graduate course from the knowledge and practice of educational management within the graduation course coordination. The qualitative research was conducted in two stages, between the months of March and April 2014 to November and December of 2014. In the universe of 52 (fifty two) graduate healthcare courses (CAPES) of public and private institutions from Curitiba/PR, the interviews and questionnaires were conducted, 20 (twenty) coordinators answered the questionnaire and five (5) participated of the interview. Aiming theoretical approaches and reflection to conduct this research were consulted, among others authors, the Saviani (2010, 2011), Anastasiou (2012), Cunha, (1989, 1999, 2003), Smith (2012), Santos (2011), Ram (1996), Chauí (1999), Luck (2011), Zainko and Pinto (2008), Eyng (2007), Veiga (2014), Alonso (2003), Trinity (1999), Cunha, MI (2006, 2010), Zainko (1998), Franco (2002), Reis (2003), Tardif (2012), Perini and Bufrem (2008), Sacristan (2000), Bourdieu (2001, 2013), Nogueira (2002), Brito e Cunha (2011), Oliveira and Catani (2011), Pepper (2012). The theoretical framework associated to data collected analysis in this research led to reflections about what characterize a graduation course coordination. From this study it was possible to assume that the healthcare coordination course is characterized by the academic management from the perspective of seek collective and participatory performance; is conducted by an university teacher in the specific area with scientific authority, was recognized by its inclusion and reference in the professional field, and management experience time and university teaching. The knowledge and pedagogical practices found in the graduate course coordination comprises the academic processes, the institutional pedagogical work, the course and the classroom. The academic processes are those related to college student life, as educational accomplishment, offering courses, partnerships and academic legal documentation. The institutional educational work occurs through activities related to the institution strategic planning; the pedagogical course work comprises update, implement and evaluate the course pedagogical project, collectively with collegiate and faculty bodies participation; the classroom pedagogical work is the one carried out by the teacher, with coordinator guidance, covering educational planning. The current context of higher education demand critical and reflective stance facing the challenges posed in order to buil in addition to administration, a university management systemic look. The implementation of new management models at the university is presented as a reality, which will establish relations with social, political, cultural, pedagogic and contemporary. Key words: University management. Course of coordinating graduation. University pedagogy. Healthcare
19

Materiais produzidos pelo Ministério da Educação para orientar professores na direção de uma educação para relações étnico-raciais

Soares, Lucilene Aparecida 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Tânia Maria Fugueiredo Braga Garcia Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/03/2014 Inclui referências Resumo: A investigação teve como objetivo analisar a potencialidade dos materiais didáticos produzidos pelo Ministério da Educação - MEC em decorrência da sanção de políticas públicas de caráter afirmativo no período de 2003 a 2013, na perspectiva da efetivação do artigo 26A da LDB, que instituiu a obrigatoriedade do ensino de história e cultura africana e afro-brasileira no currículo escolar. A partir dessa perspectiva foi constituída a questão de pesquisa: de que maneira os materiais produzidos pelo MEC para formação docente no processo de implementação da Lei 10.639/03 estão contribuindo para a aquisição de conhecimentos e avanços nas práticas docentes e em seu processo de consciência histórica e crítica? A pesquisa, de natureza qualitativa (LESSARD-HERBERT et al.) e sustentada na análise documental, foi constituída em duas etapas. A primeira traçou o mapeamento dos materiais produzidos, analisando alguns elementos como a autoria e as condições de acesso digital. A segunda etapa privilegiou a análise de uma obra em específico: Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnico-Raciais. Buscou identificar, nessa publicação acerca da temática étnico-racial, elementos de crítica ao eurocentrismo presente na construção da forma escolar; ao mito da democracia racial e ao princípio do universalismo. Nessa fase foram criadas categorias analíticas que contribuíram para articular o campo teórico da educação para as relações étnico-raciais - expressão que busca confrontar o eurocentrismo presente nas bases da educação e o racismo, camuflado ou direto, nas relações sociais - e a abordagem de materiais didáticos compreendidos nesta pesquisa como materiais didáticos para formação docente, uma vez que, em sua concepção original, são entendidos e pensados como orientadores da formação docente quanto à educação paras as relações étnico-raciais. Nesse sentido, as categorias a seguir foram utilizadas no processo de investigação dos valores civilizatórios africanos e afro-brasileiros como possibilidade de efetivação do 26 A da LDB: desconstrução de estereótipos - capacidade de historicizar criticamente as relações sociais, possibilitando o movimento de desconstrução de estereótipos; construção de espaços de diálogo - apresentação das informações articuladas à possibilidade de apreensão crítica do novo conhecimento; coerência epistemológica - capacidade de superar a lógica eurocêntrica presente na organização do currículo e na produção de materiais didáticos; e acesso digital - condições de circulação e apropriação dos materiais pelos professores. A pesquisa articulou ainda os elementos de análise ao esforço de constituição de novos sentidos históricos, na perspectiva da consciência crítica de Paulo Freire, conceito fundamentado na práxis, ou seja, na impossível dissociação entre teoria e prática, que está sustentada na dialética e no princípio de que o conhecimento deve ter como ponto de partida a realidade que, problematizada, possibilita a produção de novos sentidos críticos e emancipatórios, e da consciência histórica de Jörn Rüsen, que "trata do passado como experiência (e) nos revela o tecido da mudança temporal dentro do qual estão presas as nossas vidas, e as perspectivas futuras para as quais se dirige a mudança" (RÜSEN, 2010, p. 57). PALAVRAS-CHAVE: Educação para as relações étnico-raciais. Valores civilizatórios afro-brasileiros. Formação de Professores. Materiais didáticos. Abstract: The investigation had as analysis object the verifying of didactic materials produced by Ministry of Education - MEC as a result of the approval of public policies regarding affirmative action during the 2003 to 2013 period, in view of the validation of article 26A of LDB, which established the obligatoriness of history teachings about african and african-brazilian cultures into the whole school curriculum. Based on this perspective, the research problem was constituted: In what way the materials produced by MEC for teaching formation on implementation process of the law number 10.639/03, is contributing to improving knowledge acquisition and advances in teaching practices and its development of historical and critical consciousness? The research, of qualitative nature (LESSARD-HERBERT et al.) and sustained through documental analysis, was constituted in two stages: the first one traced the mapping of the materials produced, analyzing some elements such as the authorship and the conditions for digital access. The second stage focused on a specific MEC document: Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnico-Raciais (Guidelines and Actions for the Education on Ethnic-Racial Relations). It sought to identify, in this document about ethnic-racial thematics, elements of criticism on the eurocentrism present in the development of school curriculum; on the myth of racial democracy and universalism principle. At this stage were created some analytical categories which contributed to the analysis and expression in the theoric field of education for ethnic-racial relations - an idea that aims to face the eurocentrism contained in the basis of education and the racism, disguised or explicit, in social relations - and the didactic material approach understood in this research as didactic materials for teaching formation, whereas, in its original conception are understood and developed as guidelines for teaching formation for the education on ethnic and racial relations. In this sense, the following categories were used in the process of investigation of african and african-brazilian civilizatory values on the possibility of validation of the article 26A of LDB: deconstruction of stereotypes - ability to critically historicize the social relations, allowing the process of deconstruction of stereotypes; construction of dialogue spaces - introduction of information towards the possibility of critical apprehension of the new knowledge; epistemological coherence - ability to surpass the eurocentric logic contained on the composition of the curriculum and the didactic materials' production; and digital access - conditions for distribution and appropriation of materials by the teachers. The research has even articulated the analysis elements towards the constitution efforts for new historical senses, from the perspective of critical consciousness of Paulo Freire, concept based on praxis, in other words, on the impossible dissociation between theory and practice, which is based on dialectics and on the principle that knowledge must have as its starting point the reality that, inquired, capacitates the production of new critical and emancipatory senses, and of the historical consciousness of Jörn Rüsen, that "addresses the past as experience (and) reveals to us the web of temporal change within which our lives are caught up, and the future perspectives towards which that change is flowing" (RÜSEN, 2005, p. 25, versão nossa). KEY-WORDS: Law nº 10.639/03. Education for ethnic-racial relations. African-american civilizatory values. Teaching formation. Didactic materials.
20

Contribuições da práxis para a constituição da biblioteca escolar do trabalho a partir da educação do campo

Gehrke, Marcos 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Leilah Santiago Bufrem Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 12/12/2014 Inclui referências Área de concentração: Educação Resumo: Analisa a Biblioteca Escolar da Rede Estadual de Ensino do Campo do estado do Parana, na relacao com a conjuntura do Movimento da Educacao do Campo, a partir de contradicoes: se a producao escrita em processo de luta leva a composicao da Biblioteca da Educacao do Campo, pelos movimentos sociais, fica confirmada a tese de que escrever e um modo de lutar e trabalhar; a BET pode pautar politicas de producao e publicacao dos enunciados escolares e nao escolares, superando a simples copia do texto escolar e a espera, do livro, do Estado Educador; mesmo com o avanco da ciencia da informacao, os sistemas de informacao aperfeicoados, as tecnologias educacionais, o livro digital, entre outros acessorios midiaticos, a Biblioteca Escolar (BE) e os documentos impressos sao atuais e necessarios para o contexto educativo do campo; a formacao de intelectuais organicos, ledores-escrevedores na escola e na BET se faz possivel. Apresenta contribuicoes a praxis para transformar a BE em BET no contexto da Educacao do Campo; compreende a relacao entre a conjuntura da Educacao do Campo, as politicas publicas e a producao do acervo dessa luta (1998 a 2013): caracteriza a BE paranaense, seu espaco fisico e politico, acervo e o trabalho dos atores-sujeitos; concebe matrizes formativas para a formacao de atores-sujeitos na BET e indica principios para producao da BET. Realiza investigacao de cunho qualitativo e estudo em caso, encaminhada por meio das categorias da analise de conjuntura e de analise de conteudo. Ordena o referencial bibliografico a partir das bases de dados da Brapci, Capes, Unicamp e Unespar analisa com base nas categorias teoricas BE, BET, Educacao do Campo, Cultura, Conhecimento, Organizacao Coletiva e Trabalho. No campo empirico, produz os dados a partir da analise dos documentos produzidos no movimento da Educacao do Campo (1998 a 2013) e com o inventario da realidade desenvolvido em 355 BE. Verifica um crescente investimento em pesquisa e politicas publicas na area de ciencia da informacao e producao de tecnologias de informacao, em contradicao com o que ocorre no campo educacional e escolar, no qual a marginalizacao ainda e frequente. Conclui que ocorreram avancos na formulacao de politicas e legislacoes para o livro e a BE, porem, identifica contradicoes na sua implementacao. Fundamenta a tese da BET com a formulacao das matrizes formativas cultura, conhecimento, organizacao coletiva e trabalho; a definicao de principios de ocupacao da BE para transforma-la em BET; forjar a pedagogia da ocupacao; resistir e lutar, como trabalho dos atores-sujeitos; o trabalho e organizacao coletiva como praxis; lutar \Por uma. definicao da identidade do trabalhador da biblioteca escolar; escolarizar-desescolarizar a praxis da BET; compor o acervo, um trabalho socialmente necessario; formar o ator-sujeito em ledor-escrevedor na BET. Argumenta que a contribuicao dos movimentos sociais e a producao do acervo ordenado na Biblioteca da Educacao do Campo aponta para consideraveis contribuicoes na projecao da BET, entre elas, a praxis da escrita coletiva com protagonismo dos sujeitos em luta, os processos de sistematizacao de experiencias, a publicacao e circulacao dos documentos produzidos e a escrita com proposito de varios generos do discurso. Palavras-chave: Biblioteca Escolar. Leitura. Escrita. Biblioteca Escolar do Trabalho. Educacao doCampo. Abstract: Analysing the School Library (SL) in the area of the Coutryside Education in Parana, in relation to the situation of the Coutryside Educational movement, taking into account somecontradictions: If the writing production during the process of struggle leads to the composition of the School Library of Work (SLW), through social movements, it is confirmed the theory that writing is a form of fight and work; The SLW, through social movements, it is confirmed the theory that writing is a form of fight and work can guide policies of production and publication of school and non-school texts, exceeding the simple copy of school text and the wait for the book, from the Educator State; even with the advanceof the information science, the information systems improvement, educational technologies, the digital book, and any other media tools, the SL and the printed documents are up-to-dated and necessary for the educational context of Coutryside Education; the formation of organic intellectuals,readers and writers at school and SLW is made possible. This study presents a contribution to the praxis to change the BE into SLW in the context of the Coutryside Education; it understands the relation between the reality of the this education, the public politics and the production of this struggle collection (1998 to 2013): it represents the Parana SL, its physical and political space, its collection and the work of actors-subjects; It designs training headquarters for the training of actors-subjects from the SLW and indicates principles for its production. This study in conducted through a qualitative approach and a case study, transmitted through the categories of situation analysis and content analysis. It sorts the bibliographic reference according to The Brapci databases, Capes, Unicamp and Unesparand analyzes them based on theoretical categories BE, SLW, Rural Education, Culture, Knowledge, Collective Organization and Work.In the empirical fieldit produces the data from the analysis of the documents that come as a result of the of Rural Educationmovement (1998-2013) and the real inventory developed in 355 SL. It is observed a growing public investment in research and policy in the area of science information and production information technology, contrary to what happens in the educational and academic field in which marginalization is still frequent. It has come to the conclusion that some progress was made in the formulation of policies and legislation for the book and the SL, however, it identifies contradictions in its implementation.This study substantiates the theory of SLW with the formulation of training headquarters, culture, knowledge, collective organization and work; the definition of SL principles of occupation to turn it on SLW; fabricate the pedagogy of occupation; resist and fight, as the work of actor-subjects; work and collective organization as praxis; fight for a definition of the identity of the school Librarian; Turn the practice of SLW into a school/non-school style; draw up the collection, a social necessary task to be done; educate the actor-subject into a reader-writer on SLW. It also argues that the contribution of social movements and the collection of the production organized in the Coutryside Education Library points to considerable contributions in the projection of SLW, among them, the praxis of collective writing with a center role of the subjects in struggle, the processes of systematization of experiences, the publication and circulation of this produced documents and the writingof different genres of speech. Keywords: School Library; Reading; Writing; School Library of Work; Coutryside Education.

Page generated in 0.0659 seconds