• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 26
  • 5
  • Tagged with
  • 31
  • 31
  • 9
  • 5
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Cultura organizacional e execução estratégica : um estudo em um grupo empresarial da indústria do aço

Cavalcanti, Cinthia Maria Freitas 31 August 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:22:19Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2017-08-31 / ABSTRACT This research discusses the influence of the organizational culture in the execution of the corporate strategy in the context of a business group of the steel industry. As the main urpose of this study refers to the alignment of the organizational culture in distinct strategic business units, it was sought to identify the essential factors that must be present in the organizational culture of the Strategic Business Units (SBUs) and the group as a whole so that the formulated corporate strategy is effectively implemented. For the research, a diagnosis of the prevailing cultural profiles was conducted using Cameron and Quinn's (2006) Competing Value Model (CVM). This model was selected once it addresses issues of organizational effectiveness related to aspects of organizational culture. The literature review was based on the concepts of rganizational culture and strategy and on the relationship between the two themes with regard to obtaining competitive advantage. This research can be categorized as exploratory and descriptive; a case study was employed from a qualitative approach,complemented by a document analysis. A structured questionnaire based on the CVM was conducted in three SBUs, with the objective of identifying the existing cultural profiles according to Cameron and Quinn (2006): clan, innovative, rational and hierarchical. A documental research was also conducted to gather information on the corporate strategy, specifically strategic maps, objectives, and indicators of the Balanced Scorecard (BSC). The research identified an absence of a predominant cultural profile: the SBUs had similar scores for Clan, Hierarchical and Rational culture profiles. From these results, one may conclude an absence of cultural strength in the SBUs under investigation. In addition, the formal corporate strategy presents objectives in line with Hierarchical and Innovative culture profiles, the latter having the lowest score in all the SBUs. Thus, according to the theoretical framework used, it is suggested the design of an organizational change plan focused on the cultural aspects that need to be managed, altered, strengthened or weakened in order to execute the corporate strategy more effectively. Keywords: Organizational culture. Strategic management. Corporate strategy. Competitiveness. Case study. / RESUMO Esta pesquisa discute a influência da cultura organizacional na execução da estratégia corporativa no contexto de um grupo empresarial da indústria do aço. Como o principal objetivo deste estudo se refere ao alinhamento da cultura organizacional em unidades estratégicas de negócios distintas, buscou-se identificar quais os fatores essenciais que devem estar presentes na cultura organizacional das Unidades Estratégicas de Negócio (UENs) e do grupo como um todo para que a estratégia corporativa formulada seja efetivamente executada. Para a pesquisa, realizou-se um diagnóstico dos perfis culturais existentes utilizando como referência o Competing Value Model (CVM), de Cameron e Quinn (2006). Esse modelo foi escolhido por tratar questões da eficácia organizacional relacionadas a aspectos da cultura organizacional. A revisão da literatura se baseou nos conceitos de cultura organizacional e estratégia e na relação entre os dois temas no que diz respeito à obtenção de vantagem competitiva. Essa pesquisa pode ser categorizada como exploratória e descritiva; um estudo de caso foi empregado a partir de uma abordagem qualitativa, complementada por uma análise documental. Foi utilizado um questionário estruturado com base no CMV em três UENs do grupo empresarial, com o objetivo de identificar os perfis culturais existentes conforme Cameron e Quinn (2006: clã, inovativa, racional e hierárquica. Uma pesquisa documental foi também realizada para levantar informações sobre a estratégia corporativa, especificamente, os mapas, objetivos e indicadores estratégicos do Balanced Scorecard (BSC). A pesquisa identificou a ausência de um perfil predominante: as UENs obtiveram pontuações próximas para os perfis de cultura Clã, Hierárquica e Racional. A partir desses resultados, pode-se concluir uma ausência de força cultural nas UENs investigadas. Além disso, a estratégia corporativa formal apresenta objetivos alinhados aos perfis de cultura Hierárquica e Inovativa, sendo essa última a que obteve menor pontuação em todas as UENs. Assim, de acordo com o referencial teórico utilizado, sugere-se o desenho de um plano de mudança organizacional com foco nos aspectos culturais que precisam ser gerenciados, alterados, fortalecidos ou enfraquecidos para que a execução da estratégia corporativa seja realizada com maior eficácia. Palavras chave: Cultura organizacional. Administração estratégica. Estratégia corporativa. Competitividade. Estudo de caso.
2

Fatores do tripé estratégico determinantes da estratégia e performance exportadora de empresas brasileiras / FACTORS DETERMINING THE STRATEGIC TRIPOD STRATEGY AND EXPORT PERFORMANCE OF BRAZILIAN COMPANIES (Inglês)

Lima, Paulo Giovanni Nogueira de 10 August 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:36:11Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-08-10 / Two of the main streams of Academic research in the Strategy field are: the industry based view, which covers the structural characteristics of the industry and based on the work of Porter (1986) and the resource based view, which focused on the idiosyncrasies of the firms, whether a resource or capability, and based on the work of Wernerfelt (1984) and Barney (1991). A new perspective, the institutional based view, emerges as an aditive to what is already known to the subject. Considering this, at the time of entering in a foreign market, exporting is still the first choice as a mode of entry used by companies. In Brazil, companies lack the experience and expertise to market their product abroad and compete in equal terms with the foreign firms. Exporting companies face institutional contexts in the target markets that are considerably different from those of their local markets. They then need to adapt their product, services and business for theses specific institutional environments. This research adopts the strategic tripod as a tool to investigate which factors are determinants of the export strategy, and what are the implications of the latter to the export performance. A sample of 55 exporting firms was utilized. The research adopted Exploratory Factor Analysis and Multiple Linear Regression as for methods of data analysis. The results showed that although the institutions appear forcefully as explanatory factors, not only as control variables, resources are still more prevalent in explaining export strategy. Regarding resources, the most prevalent factors include Values, trademarks and policies and Reputation, Skills, Experience and Structure . The most decisive factor related to institutions was External Influence and Internal Corruption . There were no robust empirical evidence from the industry based view. With regard to the export strategy and its relationship with export performance, while adaptive behavior of product and promotion had a positive relationship with export performance, adaptive strategies of price and distribution resulted in a negative relationship with export performance. / Duas das mais importantes linhas de pensamento na pesquisa em Estratégia são: a visão baseada em indústrias, voltada para as características estruturais da indústria, baseada nos estudos de Porter (1986), e a visão baseada em recursos voltada para as idiossincrasias das empresas, sejam elas recursos ou capacidades, baseada nos trabalhos de Barney (1991) e Wernerfelt (1984). Uma nova perspectiva, a visão baseada em instituições, emerge como aditivo para aquilo que já é conhecido na matéria. Posto isto, no momento de adentrar um mercado externo, exportação ainda é o primeiro mecanismo utilizado pelas empresas. No caso brasileiro, as empresas carecem de experiência e competência para comercializar seus produtos externamente. Empresas exportadoras encontram contextos institucionais nos mercados externos que são consideravelmente distintos dos seus mercados domésticos. Elas precisam, então, adaptar seus produtos, serviços e relacionamentos de negócio para esses ambientes institucionais específicos. O presente trabalho adota o tripé estratégico como forma de investigar quais são os fatores determinantes da estratégia de exportação e quais são as implicações dessa estratégia para a performance exportadora. A pesquisa foi realizada com uma amostra de 55 empresas exportadoras brasileiras. O trabalho adotou Análise Fatorial Exploratória e Regressão Linear Múltipla como técnicas de análise dos dados. Os resultados apontaram que apesar dos fatores institucionais surgirem com força como fatores explicativos, e não somente como variáveis de controle, os recursos ainda são mais preponderantes na explicação da estratégia de exportação. Em relação a esses recursos, os fatores mais preponderantes são Valores, Marcas e Políticas e Reputação, Habilidades, Estrutura e Experiência . O fator mais decisivo relacionado às Instituições foi Influencia Externa e Corrupção Interna . Não houve robustez empírica que mostrasse fatores determinantes relativos à Indústria. No que diz respeito à estratégia de exportação e sua relação com a performance, comportamentos adaptativos de produto e promoção obtiveram relacionamento positivo com a performance de exportação, enquanto estratégias adaptativas de preço e distribuição resultaram numa relação negativa com o desempenho exportador.
3

Determinantes e efeitos das práticas de responsabilidade social empresarial / Determinants and Effects of Corporate Social Responsibility (Inglês)

Lourenço, Maria Salvelina Marques 25 August 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:58:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2017-08-25 / Corporate Social Responsibility (CSR) is a relevant topic, which can contribute to the understanding of the relations between business and society. The institutional theory assumes that norms, beliefs and values in the environment in which the company operates are factors that determine CSR practices. Compliance with these norms, beliefs and values drives companies to become similar. Recognition of such compliance by stakeholders gives legitimacy and contributes to corporate survival. On the other hand, strategic studies guided by the Resource Based Vision advocate that companies should develop intangible resources in order to become different from their competitors, as they can thus gain competitiveness. This suggests that the pursuit of legitimacy is incompatible with the pursuit of efficiency. In view of potentially divergent theoretical assumptions, this thesis aimed to understand how institutional and strategic factors influence CSR practices and how these practices influence the intangible resources of companies. To achieve this goal, a qualitative research was carried out, in the case study modality. Data were collected through semi-structured interviews and documentary research, and analyzed based on content analysis techniques. According to propositions of this research, the results suggest that institutional factors (ethics, pressure of legislation and stakeholder pressure) and strategic factors (perception of a strategic opportunity) positively influence CSR practices. On the other hand, CSR practices positively influence the development of intangible resources, such as legitimacy, good reputation and innovation, considered as sources of competitive advantage. It is concluded that, despite potentially divergent assumptions, institutional theory and strategic studies may explain the involvement of companies in CSR practices in a relationship of complementarity rather than incompatibility. Keywords: Corporate social responsibility. Neoinstitutionalism. Resource-based view. Strategy. Intangible resources. / Responsabilidade Social Empresarial (RSE) é um tema relevante, que pode contribuir para o entendimento das relações entre negócios e sociedade. A teoria institucional assume que normas, crenças e valores vigentes no ambiente em que a empresa atua são fatores que determinam as práticas de RSE. A conformidade com essas normas, crenças e valores leva as empresas a se tornarem semelhantes. O reconhecimento dessa conformidade, pelos stakeholders, confere legitimidade e contribui para a sobrevivência empresarial. Por outro lado, os estudos estratégicos orientados pela Visão Baseada em Recursos preconizam que as empresas devem desenvolver recursos intangíveis, de modo a se tornarem diferentes dos seus concorrentes, pois, assim, podem conquistar competitividade. Isso sugere que a busca da legitimidade é incompatível com a busca da eficiência. Diante de pressupostos teóricos potencialmente divergentes, esta tese teve o objetivo de entender como fatores institucionais e estratégicos influenciam as práticas de RSE e como essas práticas influenciam os recursos intangíveis das empresas. Para alcançar esse objetivo, realizou-se uma pesquisa qualitativa, na modalidade estudo de caso. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e de pesquisa documental, e analisados com base nas técnicas de análise de conteúdo. Conforme proposições desta pesquisa, os resultados sugerem que fatores institucionais (ética, pressão da legislação e pressão dos stakeholders) e fatores estratégicos (percepção de uma oportunidade estratégica) influenciam positivamente as práticas de RSE. Por outro lado, práticas de RSE influenciam positivamente o desenvolvimento de recursos intangíveis, como legitimidade, boa reputação e inovação, consideradas fontes de vantagem competitiva. Conclui-se que, apesar dos pressupostos potencialmente divergentes, a teoria institucional e os estudos estratégicos podem explicar o envolvimento das empresas em práticas de RSE, numa relação de complementaridade, em vez de incompatibilidade. Palavras-chave: Responsabilidade social empresarial. Neoinstitucionalismo. Visão baseada em recursos. Estratégia. Recursos intangíveis.
4

Implementación de estrategias para cambiar la cultura organizacional de la empresa Zoe S.A en Arequipa

Argüelles Bendezú, Irene, Butrón Bazán, Alexander José, Del Carpio San Miguel, Gunther Yanko, García Revilla, Suggei Karina 02 January 2016 (has links)
El presente trabajo tiene como objetivo principal realizar el análisis e implementar estrategias para cambiar la cultura organizacional de la empresa Zoe S.A, dedicada a la producción y comercialización de postes, adoquines y accesorios de concreto armado y pre-fabricado en Arequipa. Durante el análisis de la cultura organizacional de la empresa Zoe S.A se identificó la carencia de conocimiento de la misión, visión y valores empresariales, así como una deficiente forma de comunicación, insatisfacción en las condiciones laborales y problemas en el control de las tareas asignadas y supervisión. También se identificó el desconocimiento por parte de los trabajadores de las áreas de mando, sus funciones y sus respectivas divisiones así como una necesidad del trabajador por expresarse de forma libre y sin presiones. Basados en el análisis empresarial que incluye factores internos y externos se planteó la reformulación de la misión, visión y valores y realizar su publicación, realizar la reformulación de un organigrama circular que aporte mayor visión de las áreas de la empresa así como la generación del área de Recursos Humanos independiente de la de Producción, la implementación de un cuaderno de avances o cuaderno bitácora que formalice la comunicación y mejore el control de las tareas encomendadas al personal, la elaboración de un Manuel de Identidad Corporativa y un Manual de Ética, todo esto aunado a la mejora de las instalaciones de la empresa. Lamentablemente para la evaluación económica/financiera de las implementaciones realizadas no se pudo establecer ningún indicador numérico de índole económico/financiero ni de retorno/beneficio debido a la política de restricción de información que la empresaZoe S.A. Más se establecieron costos de inversión propuestos y beneficios cualitativos como la mejora del clima laboral, mejora de las instalaciones de forma gráfica y mejoras delentendimiento en la comunicación, los clientes fueron informados de estos logros y mostraron agrado e interés por las mejoras, lo que se reflejo en mayor satisfacción de los productos. Como dato adicional cabe destacar que la empresa actualmente continúa con el uso de estas propuestas lo que generó mayor conciencia en gerencia y la decisión de implementación un sistema de salud y seguridad ocupacional como continuidad de las mejoras, este trabajo empero se limita a el análisis e implementaciónde las estrategias para cambiar la cultura organizacional de la empresa Zoe S.A, en el marco de sustentación de la Maestría de Administración MBA realizada por la Escuela de Post-Grado de Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas en la ciudad de Arequipa. / Tesis
5

Determinantes de desempenho do setor de floricultura / Performance Determinants of industry floriculture (Inglês)

Florêncio, Cristiane de Sousa 31 May 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:07:24Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2016-05-31 / The agribusiness focused on flowers and ornamental plants in Ceará State has stood out nationally resulting in its expansion and consequently generating income and employment. This segment of agribusiness has been started up 2000 aiming at driving efforts to the international market but after a few years, there have been a decrease in the volume of exports, mainly since 2011, which in general, made the companies turned to this segment go through some difficulties. However, some companies, such as the flower-growing companies in Serra da Ibiapaba/CE, have been showing higher performance. Thus, this study aims at identifying the determinants of performance regarding the main flower and ornamental plant growers in Serra da Ibiapaba based on the Tripod of Strategy. For this purpose, a bibliographic research has been carried out on strategy, determinants of performance and tripod of strategy. This field research has been based on qualitative methodology and has been developed by interviews, which involved two flower-growing companies in Ceará State and the Instituto Agropólos do Ceará. This study brings out the fact that the opportunities in the external environment generated by the low intensity of competitiveness (rivalry between companies, bargaining power of customers, threat of substitute products or new entrants), the intangible resources and capacities (human, innovative and reputational) and the informal institutional strengths (organizational culture, level of satisfaction and identification of teams with regard to the flower business) are determinants of the higher performance of the major flower-growing companies in Serra da Ibiapaba ¿ CE in face of the downswing in the external market. Keywords: Determinants of performance. Strategy. Tripod of Strategy. Flower Agribusiness / O agronegócio de flores de plantas ornamentais do estado do Ceará tornou-se destaque no cenário brasileiro na última década e sua ampliação tem contribuído com a economia a partir da geração de renda e emprego. A atividade surgiu no Ceará em 2000 com o intuito de direcionar esforços ao mercado internacional e após evolução significativa nos primeiros anos, observa-se desde 2011 uma redução no volume das exportações, e de uma maneira geral as empresas que atuam na floricultura têm enfrentado dificuldades. No entanto, algumas empresas, a exemplo das produtoras de flores da Serra da Ibiapaba/CE, mesmo diante de um cenário de crise no setor, tem apresentado desempenho superior. Portanto, a dissertação tem como objetivo geral identificar os determinantes de desempenho das principais produtoras de flores e plantas ornamentais da Serra da Ibiapaba tendo como base o Tripé da Estratégia. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre estratégia, determinantes de desempenho e Tripé da estratégia. Baseada na metodologia qualitativa, a pesquisa de campo ocorreu por meio de entrevista junto a duas produtoras cearenses de flores e ao Instituto Agropólos do Ceará. Como conclusão do estudo, pode-se constatar que as oportunidades do ambiente externo geradas pela baixa intensidade das forças competitivas (rivalidade entre os concorrentes, poder de barganha de clientes, ameaça de produtos substitutos ou novos entrantes), os recursos e capacidades intangíveis (humanos, inovadores e reputacionais) e as forças institucionais informais (cultura organizacional, nível de satisfação e identificação das equipes com a atividade de floricultura) são determinantes do desempenho superior das maiores produtoras de flores da Serra da Ibiapaba ¿ CE em meio ao cenário de retração no mercado externo. Palavras-chave: Determinantes de Desempenho. Estratégia. Tripé da Estratégia. Agronegócio de Flores.
6

Estudo sobre o estágio de vantagem competitiva no setor imobiliário : o caso da Incorporadora Penta / STUDY ON THE STAGE OF COMPETITIVE ADVANTAGE IN REAL ESTATE: THE CASE OF THE COMPANY PENTA (Inglês)

Matos, Luana Araújo 27 November 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:36:31Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-11-27 / The study focuses on the Resource Based View associated with differentiation strategies advocated by Mintzberg (2006). The survey assesses the stage of the Competitive Advantage Developer Penta, a construction company. The analytical perspective of the study used the model VRIO (Barney, 1996) in its four indicators: Value; Rarity, Imitability and Organization in order to identify the stage of competitive advantage of domestic resources and capabilities used in the marketing of the company case. The research is classified as theoretical-empirical, descriptive and the methodological procedures used in the case study involved a literature review of the on the tripod of Strategy, Resources and Sustainable Competitive Advantage. Data collection was performed by applying semi-structured interviews with *company case and of the six commercial product partner companies, the completion of quantitative analytical tables and more a satisfaction survey with 152 customers who have purchased the product. The qualitative analysis adopted the technique of content analysis with the features of the software Atlas/TI, triangulation of data and quantitative evaluation used the descriptive method. It was compared two methods of Competitive Advantage using Yes / No and the use of Likert Scale. As a conclusion of the study it can be motievid that the features found in the organization are generating potential competitive advantages within the methodological criteria considered in the survey they can be considered as temporary competitive advantages. / O estudo versa sobre a Visão Baseada em Recursos associada às estratégias de diferenciação defendidas por Mintzberg (2006). A pesquisa avalia o estágio de Vantagem Competitiva da Incorporadora Penta, uma empresa da construção civil. A perspectiva de análise do estudo utilizou o modelo VRIO (BARNEY, 1996) em seus quatro indicadores: Valor; Raridade; Imitabilidade e Organização, a fim de identificar o estágio de vantagem competitiva dos recursos e as capacidades internas utilizados na comercialização dos produtos da empresa-caso. A pesquisa está classificada como qualitativa e quantitativa de natureza teórico-empírica, descritiva e os procedimentos metodológicos utilizados no estudo de caso envolveu um levantamento bibliográfico da literatura sobre o tripé da Estratégia, Recursos e Vantagem Competitiva Sustentável. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de entrevistas semiestruturadas com os gestores da empresa-caso e das seis empresas parceiras comerciais do produto, mais o preenchimento de tabelas quantitativas analíticas e também um questionário de satisfação de 152 clientes que adquiriram o produto. A análise dos resultados qualitativos adotou a técnica de análise de conteúdo com os recursos do software Atlas/TI, a triangulação de dados e a avaliação quantitativa utilizou o método descritivo. Compararam-se dois métodos de Vantagem Competitiva utilizando Sim/Não e com uso de Escala Likert. Como conclusão do estudo pode-se constatar que os recursos encontrados na organização são geradores de vantagens competitivas em potencial e dentro dos critérios metodológicos considerados na pesquisa podem ser consideradas vantagens competitivas temporárias.
7

Estratégia de expatriação e performance : uma proposta de framework para as subsidiárias estrangeiras / STRATEGY AND EXPORT PERFORMANCE : A PROPOSED FRAMEWORK FOR SUBSIDIARIES FOREIGN (Inglês)

Moreira, Márcia Zabdiele 22 January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:44:31Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-01-22 / The expatriation strategy is related to the decision to assign people to supply the international demands of multinational enterprises (MNEs). Given the importance of the role of expatriates in international operations and implementing the strategies of the parent company in foreign subsidiaries, this study aimed to analyze the strategies related to intrinsic and extrinsic factors determining the decision of expatriation. It was a quantitative study based on secondary data collected from the annual reports of Toyo Keizai, mainly among other complementary bases. The total of 107 subsidiaries of Japanese multinationals in Latin America in the period of 2006-2012 were analyzed. It was conducted through multiple regression with panel data (longitudinal study). With the development and empirical testing of hypotheses, it was proposed the development of an initial framework relating the intrinsic and extrinsic determinants of expatriation strategy. After the testing of hypotheses, the final framework was developed. It was found that there is a direct and significant relationship between expatriation and nationality of Chief Executive Officer (CEO), size of the subsidiary, the subsidiary industry and regulatory aspects of the host country. Moreover, the results showed a significant inverse relationship between expatriation and permanence of the CEO in office, market competitiveness, business operations and cultural distance. It was concluded that expatriation is not decisive for the performance of the foreign subsidiary and the determinants of expatriation in relation to the organization extrinsic aspects were the cultural distance and institutional dissimilarity between countries and in relation to intrinsic aspects only operational control is determinant. The mode of entry into the host country and experiential knowledge does not imply an increase or decrease of expatriation. / A estratégia de expatriação está relacionada à decisão de designação de pessoas para atender às demandas internacionais das empresas multinacionais (MNEs). Dada à importância da atuação dos expatriados na atuação internacional e implementação das estratégias da empresa matriz nas subsidiárias estrangeiras, esse estudo teve o objetivo de analisar as estratégias relacionadas aos fatores intrínsecos e extrínsecos determinantes da decisão de expatriação. Tratou-se de estudo quantitativo com dados secundários coletados a partir dos relatórios anuais da Toyo Keizai, principalmente, entre outras bases complementares. Foram analisadas 107 subsidiárias de multinacionais japonesas instaladas na América Latina no período de 2006 a 2012. Realizou-se regressão múltipla com dados em painel (estudo longitudinal). Com o desenvolvimento e teste empírico das hipóteses, propôs-se a elaboração de um framework inicial relacionando os determinantes intrínsecos e extrínsecos da estratégia de expatriação. Após o teste das hipóteses, compôs-se framework final. Constatou-se a existência de uma relação direta e significativa entre expatriação e nacionalidade do Chief Executive Officer (CEO), tamanho da subsidiária, indústria da subsidiária e aspectos regulatórios do país hospedeiro. Além disso, os resultados mostraram uma relação inversa e significativa entre expatriação e permanência do CEO no cargo, competitividade do mercado, operações dos negócios e distância cultural. Conclui-se que a expatriação não é determinante para a performance da subsidiária estrangeira e que os fatores determinantes da expatriação em relação aos aspectos extrínsecos à organização são a distância cultural e a dissimilaridade institucional entre os países e em relação aos aspectos intrínsecos apenas o controle operacional é determinante. O modo de entrada no país hospedeiro e o conhecimento experiencial não implicam em aumento ou redução da expatriação. Palavras-chaves: Estratégia de Expatriação. Empresas Multinacionais. Aspectos Institucionais. Distância Cultural. Conhecimento Experiencial. Controle Organizacional.
8

O estrategizar em uma rede interorganizacional do segmento varejista supermercadista do Estado do Ceará / The strategizing ON A NETWORK Inter SEGMENT RETAILER Supermarket OF CEARÁ STAT (Inglês)

Freitas, Paulo Henrique Gondim de 26 September 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:52:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-09-26 / With the globalizations of the markets and constant changes in the economic scenario, many companies have operated in networking, seeking to develop more competitive strategies. This work has as a purpose to know how the establishment of strategy unfolds in an interorganizational network of the supermarket retail segment in the State of Ceara, analyzing the relationship between agents and the strategies used by them in order to obtain competitive advantage. With a theoretical basis for this analysis, it is defined what interorganizational network is, mentioning its typologies, configurations and the main benefits of the operation of a company in network. It will also be shown how strategies as a social practice are elaborated, analyzing the relationships between the agents of the network and its interfaces, in order to define better strategies. For the research, a qualitative and descriptive model will be applied, conducting interviews, using questionnaires and observing the agents involved in an interorganizational network located in the Metropolitan Region of Fortaleza-CE, seeking to know their form of acting, as well as the agents capable of having an impact in the establishment of strategies capable of generating competitive edge to the associated companies. / Com a globalização dos mercados e as constantes transformações do cenário econômico, muitas empresas adotaram uma atuação em Rede, buscando desenvolver estratégias mais competitivas. Este trabalho tem como propósito conhecer como o processo de estrategizar se desdobra em uma Rede interornaizacional do segmento varejista supermercadista do Estado do Ceará, analisando os relacionamentos entre os agentes e as estratégias usadas por esses para obter vantagem competitiva. Como base teórica para essa análise, define-se o que são Redes interorganizacionais, mencionando suas tipologias, configurações e os principais benefícios da atuação de uma empresa em rede. Mostra-se-á, também como são elaboradas estratégias como prática social, analisando os relacionamentos entre os agentes da rede e suas interfaces, para definição das melhores estratégias. Para realização da pesquisa, aplica-se-á um modelo qualitativo e descritivo, realizando entrevistas, aplicando questionários e observando os agentes envolvidos em uma rede interorganizacional localizada na Região Metropolitana de Fortaleza-CE, buscando conhecer sua forma de atuação, bem como os agentes capazes de impactar na elaboração de estratégias capazes de gerar diferencial de competitividade às empresas associadas.
9

Capacidade estratégica das micro e pequenas empresas cearenses / STRATEGIC CAPACITY OF MICRO AND SMALL CEARÁ ENTERPRISES (Inglês)

Albuquerque, Joyce da Silva 29 August 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:52:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-08-29 / The survival of MPE increasingly depends on their capacity to formulate, express, communicate, disseminate and implement their strategies effectively in order to make better use of their resources and expertise in pursuit of competitive advantage. Thus, evaluate the strategic capacity of the MPE is essential because a diagnosis with real information on the strategic framework of these organizations can be decisive for intervention and improvements that can generate sustainable competitive advantage or even prevent the bankruptcy of those on the market. This is still a relatively unexplored subject, with few studies on this topic, generating therefore a difficulty to be overcome regarding the establishment of an instrument to assess the strategic capacity of micro and small enterprises. Having as Based empirical, the companies in the state Ceará-Brazil, this research presents a proposal for development of an index for assessing the strategic capability of the MPE. The research is quantitative, descriptive, using the experts to consultation and secondary data in a base of 196 undertakings for the census and weight of variables for formation of Index general of strategic capability. The results showed that index of strategic capacity of MSEs cearenses have strategic capacity very low, a factor that directly influences the competitiveness of these organizations on the market. / A sobrevivência das MPEs depende cada vez mais de suas capacidades de formular, expressar, comunicar, difundir e aplicar suas estratégias de maneira eficaz, visando uma melhor utilização de seus recursos e competências em busca da vantagem competitiva. Assim, medir a capacidade estratégica das MPEs é essencial, pois um diagnóstico com informações reais sobre o quadro estratégico dessas organizações pode ser decisivo para intervenção e melhorias que podem gerar vantagem competitiva sustentável ou até mesmo impedir a falência destas no mercado. Esse é um tema ainda pouco explorado, com poucos trabalhos nessa temática, gerando, portanto uma dificuldade a ser vencida no que concerne à criação de um instrumento que avalie a capacidade estratégica das micro e pequenas empresas. Tendo como base empírica, as empresas no Estado do Ceará-Brasil, esta pesquisa apresenta uma proposta para elaboração de um índice de avaliação da capacidade estratégica das MPEs. A pesquisa é de natureza quantitativa, do tipo descritiva, utilizando-se de consulta a expertises e de dados secundários em uma base de 196 empresas, para o recenseamento e peso das variáveis para a formação do Índice de Capacidade Estratégia geral. Os resultados apontaram que os índices de capacidade estratégica das MPEs cearenses se enquadram em um nível de capacidade estratégica muito baixa, fator que influencia diretamente na competitividade dessas organizações no mercado.
10

Avaliação da capacidade estratégica nas empresas de mercado diferenciado da BM & FBOVESPA / CAPABILITY ASSESSMENT IN STRATEGIC DIFFERENTIATED MARKET COMPANIES BM&FBOVESPA (Inglês)

Sobreira, Michelle Do Carmo 25 September 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:52:30Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014-09-25 / Over the years, studies are confirming the importance of strategy, either inner or outer organization level, contributing to the competitive advantages scope and development explanation and strategy implications for financial and non-financial results. However, there is great difficulty of measuring the strategic capacity of organizations, with few studies on the subject. Among the companies that need this measurement, are publicly traded companies, whose importance in Brazil and the world has been taking ever greater proportions. This difficulty of finding a model for assessing the strategic capability along this study lines is a reflection of many factors that may render the organization strategy, making it complex and increasing the difficulty of identifying the relevant factors and their influence on business success. Thus, this study has the general objective to formulate an index for assessing the strategic capacity for organization of special BM&FBOVESPA segments (N1, N2 and Novo Mercado). To that end, we performed an extensive literature search and consultation with 10 experts (three officers and seven academics) to raise what are the dimensions and variables relevant to strategic ability evaluation of differentiated market firms of BM&FBOVESPA. After this, a field research when academics were consulted 11 experts and 29 investor relations directors for differentiated market companies, determining the final dimensions and determinants of strategic capability variables was performed. Five dimensions were met: Strategic Knowledge Management Dimension (six variables); Corporate Governance Dimension (five variables); Strategic Behavior Dimension (four variables); Tangible Resources (two variables); and Financial Performance Management Dimension (three variables). Weights were assigned to these variables, allowing the formatting a applicable tool to differentiated market companies, to obtain the Strategic Capacity Index (ICE), this dissertation product. In addition, we built a framework of strategic organizational capacity, contributing to the literature. Moreover, their academic importance increases when we know that there are few studies that deal with the subject. All the findings and products have, therefore, the research evaluation structure of the strategic capacity for companies in the Novo Mercado, N1 and N2 of BM & FBOVESPA, reaching the overall goal of the work. / Ao longo dos anos, estudos vêm atestando a importância da estratégia, seja no nível interno ou externo da organização, colaborando para a explicação do alcance e do desenvolvimento de vantagens competitivas e da implicação da estratégia em resultados financeiros e não financeiros. Entretanto, existe uma grande dificuldade de medir a capacidade estratégica das organizações, com escassos trabalhos sobre o assunto. Dentre as empresas que necessitam dessa mensuração, encontram-se as empresas de capital aberto, cuja importância no Brasil e no mundo vem tomando proporções cada vez maiores. Essa dificuldade de encontrar um modelo de avaliação da capacidade estratégica nos moldes deste estudo é reflexo dos muitos fatores que podem compor a estratégia de uma organização, tornando-a complexa e aumentando a dificuldade de identificar os fatores relevantes, bem como suas influências no sucesso empresarial. Sendo assim, este estudo tem como objetivo geral investigar a estrutura para avaliação da capacidade estratégica para organizações dos segmentos Novo Mercado, N1 e N2 da BM&FBOVESPA. Para tanto, foi realizada uma extensa pesquisa bibliográfica e consulta a 10 especialistas (três executivos e sete acadêmicos) para levantar quais seriam as Dimensões e variáveis relevantes para avaliação da capacidade estratégica das empresas de mercado diferenciado da BM&FBOVESPA. Após isso, foi realizada uma pesquisa de campo, quando foram consultados 11 especialistas acadêmicos e 29 diretores de relacionamento com investidores de empresas de mercado diferenciado, determinando as Dimensões finais e variáveis determinantes da capacidade estratégica. Encontraram-se cinco dimensões: Dimensão Gestão Estratégica do Conhecimento (seis variáveis); Dimensão Governança Corporativa (cinco variáveis); Dimensão Comportamento Estratégico (quatro variáveis); Dimensão Recursos Tangíveis (duas variáveis); e Dimensão Gestão do Desempenho Financeiro (três variáveis). Foram atribuídos pesos a essas variáveis, permitindo a formatação de uma ferramenta aplicável às empresas de mercado diferenciado, para a obtenção do Índice de Capacidade Estratégica (ICE), produto desta dissertação. Este índice possui uma aplicação prática para as organizações de alto nível de governança corporativa, podendo, inclusive, ser adaptado para outros tipos de organizações em estudos posteriores, tendo em vista seu caráter abrangente. Além disso, construiu-se um framework da Capacidade Estratégica organizacional, contribuindo para a literatura da área. Outrossim, sua importância acadêmica aumenta quando se sabe que são poucos os estudos que tratam sobre o tema. O conjunto dos achados e produtos apresentam, portanto, a investigação da estrutura de avaliação da capacidade estratégica das empresas pertencentes ao Novo Mercado, N1 e N2 da BM&FBOVESPA, atingindo o objetivo geral do trabalho.

Page generated in 0.145 seconds