• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 263
  • 4
  • 3
  • Tagged with
  • 275
  • 111
  • 60
  • 46
  • 45
  • 44
  • 42
  • 41
  • 39
  • 38
  • 35
  • 34
  • 33
  • 33
  • 33
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Sistematização crítica da produção acadêmica

Bovo, Jose Murari. 2010 (has links)
Banca: José Antônio Segatto Banca: Vera Mariza Henriques de Miranda Costa Banca: Flavio Saes Banca: Oriovaldo Queda Banca: Ângela Kageyama Resumo: Não disponível Abstract: Not available
2

Hegemonia, estados e mercado nos arranjos de Bretton Woods

2000 (has links)
Orientador : Jose Carlos Rocha Miranda Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia Made available in DSpace on 2017-03-22T12:10:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Scandiucci Filho,Jos? Gilberto.pdf: 9133277 bytes, checksum: 9cf81fe04d6070545323af59ee8c9176 (MD5) Previous issue date: 2000 Made available in DSpace on 2017-06-12T17:26:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ScandiucciFilho_JoseGilberto_D.pdf: 9133277 bytes, checksum: 9cf81fe04d6070545323af59ee8c9176 (MD5) Previous issue date: 2000 Resumo: O objeto da tese são as relações monetárias e financeiras entre os países centrais nas décadas de 1930 e 1940, período em que se formam as bases materiais e ideológicas que irão sustentar a estabilidade do sistema monetário internacional nos vinte anos subseqüentes. Procura-se oferecer uma abordagem alternativa às explicações tradicionais do padrão dólar-ouro, as quais conferem prioridade à assimetria de poder entre os Estados Unidos e o resto do mundo. Para estas explicações, a estabilidade do sistema monetário do período pode ser compreendida em função apenas da presença de um poder hegemônico na esfera internacional. Entretanto, o conceito de hegemonia subjacente a estas explicações é frágil, seja quando significa dominação política (da qual não existem provas históricas), seja quando representa a oferta de um bem público internacional (que não caracteriza a estabilidade do sistema monetário). O sistema monetário internacional reflete e sustenta determinado regime de acumulação, e não apenas os interesses do Estado mais poderoso. O estudo da formação das bases de sua estabilidade no período escolhido, portanto, deve atentar para dois movimentos históricos. Por um lado, a internacionalização das grandes empresas norte-americanas. A hegemonia do capital produtivo sobre o capital financeiro, nos Estados Unidos, permitiu a instituição de regras particulares para o funcionamento do sistema monetário, as quais atendiam aos interesses desta fração do capital. Por outro lado, o triunfo das concepções teóricas que apostavam no controle dos mercados. A Grande Depressão ocasionou desconfiança na capacidade do mercado conduzir ao equilíbrio da economia, levando os principais economistas do período a propor tanto mecanismos de controle sobre os fluxos de capitais de curto prazo quanto a montagem de um arcabouço público para a regulação do sistema monetário internacional Doutorado Teoria Economica Doutor em Ciencias Economicas
3

Finanças publicas municipais : o caso de Campinas

1987 (has links)
Orientador: Wilson Cano Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia Made available in DSpace on 2017-03-14T15:05:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Zimmermann, Gustavo.pdf: 4866745 bytes, checksum: 6a35969594218414e92e23e1ef4c6bfd (MD5) Previous issue date: 1987 Made available in DSpace on 2017-06-12T17:24:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Zimmermann_Gustavo_M.pdf: 4866745 bytes, checksum: 6a35969594218414e92e23e1ef4c6bfd (MD5) Previous issue date: 1987 Resumo: Não informado Abstract: Not informed. Mestrado Mestre em Economia
4

Fenomenologia do mercado futuro de DI

Doumen, Marcel. 2005 (has links)
Orientador: Gerson Francisco Banca: Renato Vicente Banca: Joe Akira Yoshino Resumo: Neste trabalho, estudamos alguns aspectos empíricos do mercado futuro de Dl, e como ele se comporta frente aos modelos de equilíbrio de Vasicek, Cox, Ingersoll, Ross e o modelo misto. Para isto, fizemos um estudo empírico detalhado sobre as hipóteses que os modelos de equilíbrio exigem tais como o acordo dos parâmetros do modelo para a taxa de juros à vista (Dl) e os dos modelos de equilíbrio; além de verificar a parametrização exponencial. Dentro dos resultados apresentados na dissertação, podemos destacar a dupla depêndencia dos contratos com a taxa à vista. Este fato pode levar a novos modelos teóricos e entender esse comportamento pode ser uma ferramenta para uma melhor precificação dos contratos Abstract: In this work we studied some empirical aspects from brazilian interest rate market traded at BM&F {Bolsa de Mercadorias e Futuros) and its behavior when faced with one factor equilibrium models like Vasicek, Cox, Ingersoll, Ross and Mixed model. We performed a detailed empirical study about the hypothesis that the equilibrium models require the agreement of the parameters from the spot rate model and the equilibrium models and the empirical exponential parametrization verification. In the results presented in this dissertation, we can remark the double dependence from the futures contracts with the spot rate. This fact may lead to another theoretical model and the understanding of this behavior might provide better contracts pricing Mestre
5

Financiamento do investimento produtivo na economia brasileira

2006 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006. Submitted by Alexandre Marinho Pimenta (alexmpsin@hotmail.com) on 2009-11-15T18:29:12Z No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-06-16T18:33:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) Made available in DSpace on 2010-06-16T18:33:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_MárcioBrunoRibeiro.pdf: 846322 bytes, checksum: 7e61553798716632bf774f65732c8355 (MD5) Previous issue date: 2006 O presente trabalho de tese tem como objetivo investigar algumas questões relativas ao financiamento do investimento produtivo na economia brasileira. Inicialmente, são revisadas as principais teorias que tratam da intermediação financeira. Em seguida, são realizados três ensaios de caráter empírico. No primeiro deles, as relações envolvendo o sistema financeiro e as taxas de poupança e investimento são investigadas no período entre 1947 e 2004 com a finalidade de verificar se as mudanças ocorridas na atuação e estrutura do setor financeiro nacional implicaram em diferentes relações ao longo do tempo. O segundo ensaio analisa o financiamento do investimento sob a perspectiva do canal de crédito e busca evidências, para o período entre 1995 e 2005, quanto a uma possível participação do crédito bancário no seu financiamento. No terceiro ensaio, as decisões de investimento no nível das empresas do setor produtivo nacional são investigadas com ênfase no papel exercido pela disponibilidade de recursos financeiros internos. Para o período 1996 e 2005, buscam-se evidências sobre os motivos que levaram as empresas ao uso do autofinanciamento. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT This study attempts to investigate some questions related to the connections between investment and finance in Brazilian economy. First, we present the main theories related to financial intermediation. Then, three empirical essays are developed in the following chapters. The first essay examines the relations among financial system and the rates of saving and investment for the period 1947 – 2004. Here we investigate if those relations were characterized by different regimes related to changes in financial system’s activity and structure. The second essay investigates the empirical link between investment and finance under the credit channel view. For the period 1995 – 2005, we try to find some evidence about the role of bank loans in financing investment. In the third essay we investigate investment decisions at firm level trying to find some aspects about the important role of internal funds in financing investment. In the whole, the evidence from the essays points out some weaknesses and inefficiencies related to Brazilian financial system.
6

Ensaios sobre o gasto público

2009 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2009. Submitted by Larissa Ferreira dos Angelos (ferreirangelos@gmail.com) on 2010-03-03T16:59:51Z No. of bitstreams: 1 2009_AlexandreManoelAngelodaSilva.pdf: 846494 bytes, checksum: 67d0e6d9f53b8c0f59d6aa5cdb819fd4 (MD5) Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-02-01T11:25:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_AlexandreManoelAngelodaSilva.pdf: 846494 bytes, checksum: 67d0e6d9f53b8c0f59d6aa5cdb819fd4 (MD5) Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-02-01T11:35:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_AlexandreManoelAngelodaSilva.pdf: 846494 bytes, checksum: 67d0e6d9f53b8c0f59d6aa5cdb819fd4 (MD5) Made available in DSpace on 2011-02-01T11:35:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_AlexandreManoelAngelodaSilva.pdf: 846494 bytes, checksum: 67d0e6d9f53b8c0f59d6aa5cdb819fd4 (MD5) Previous issue date: 2009-08 Esta tese apresentou três estudos empíricos que analisam os impactos do gasto público em variáveis reais. No artigo exposto no capítulo 1, esta tese avalia e compara a eficácia dos empréstimos dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) e do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), a partir das estimativas de propensity score das firmas beneficiadas com recursos desses fundos constitucionais e de um conjunto de firmas não beneficiadas por esses fundos, no período 2000-2003. Em relação ao FNE, o resultado geral diz respeito ao impacto positivo sobre a taxa de variação do número de empregados e à ausência de impacto sobre a taxa de variação do salário médio pago pelas firmas. No que concerne ao FNO e FCO, não é possível apontar qualquer tipo de impacto nas variáveis em análise. No capítulo 2, esta tese mensura os impactos macroeconômicos dos gastos públicos (consumo e investimento das administrações públicas) nas principais economias da América Latina por meio do modelo cointegrado dos vetores auto-regressivos. No longo prazo, de maneira geral, os investimentos públicos tendem a afetar positivamente o produto e o consumo das famílias, embora tenha apresentado uma relação de substitutibilidade com o investimento privado. No curto prazo, na maioria dos casos, os multiplicadores do consumo do governo com relação ao produto, consumo e investimento privados são positivos e significativos, embora de pequena magnitude. Já os multiplicadores do investimento público para a maioria dos países são estatisticamente não-significativos. No capítulo 3, esta tese realiza por meio da técnica Markov Switching uma análise da receita primária, da despesa primária, do investimento e do consumo do governo federal brasileiro, de modo a verificar se esses itens se comportaram de maneira pró ou anticíclica em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) per capita do Brasil, no período 1901 a 2006. Os resultados são sugestivos em pelo menos duas direções. Primeiro, nos períodos em que os respectivos regimes estatísticos se mostraram significativos, denota-se que, no Brasil, o governo federal é perdulário, pois, enquanto a taxa real de crescimento das despesas primárias do governo federal cresceu a uma média de 7,7% ao ano, o PIB per capita cresceu em média 5,09% ao ano, i.e, em média, nos períodos de alto crescimento econômico, a despesa do governo federal cresce significativamente mais que o aumento de riqueza da sociedade. Segundo, no governo federal brasileiro, só há um único regime fiscal de ciclicalidade, que é o regime pró-cíclico entre a despesa primária e o PIB per capita, datado em diversos períodos do século passado.
7

A inflação de ativos nos Estados Unidos nos anos 90

2004 (has links)
Orientador: Ricardo de Medeiros Carneiro Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia Made available in DSpace on 2017-03-28T06:34:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 SILVA Junior, Al .pdf: 529425 bytes, checksum: 1b2c08c029eaf452b89ab619cc6a0b43 (MD5) Previous issue date: 2004 Made available in DSpace on 2017-06-12T17:28:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 SilvaJunior_Altamiro_M.pdf: 529425 bytes, checksum: 1b2c08c029eaf452b89ab619cc6a0b43 (MD5) Previous issue date: 2004 Resumo: O trabalho tem como objetivo mostrar a evolução das bolsas norte-americanas na segunda metade da década de 90 do ponto de vista das famílias. A proposta é analisar como a alta das bolsas influenciou a formação do portfólio das famílias, influenciando suas decisões de gasto. Noutras palavras, a proposta é analisar a inflação de ativos e o efeito riqueza provocado pela alta das ações na segunda metade dos anos 90. Neste sentido, procura-se mostrar como o crescimento da riqueza financeira (no caso, as ações) no patrimônio das famílias provocou alterações na composição da riqueza destes agentes, o que, aliado a maior facilidade para o endividamento, conduziu a alterações nos gastos das famílias, aumentado o consumo. Entre 1995 e 2000, a valorização expressiva das ações nas bolsas dos Estados Unidos fez o patrimônio das famílias aumentar em cerca de US$ 10 trilhões Abstract: The thesis aims to analyse the evolution of stock exchanges in the United States during the 1990¿s from the households¿ point of view. The goal is to analyse how the increase in stocks influenced the formation of the households¿ portfolios, influencing their spending decisions. In other words, the proposal is to investigate the asset inflation and the wealth effect caused by the substantial rise in stock prices in the 1990¿s. In this sense, the author investigates how the increase in the financial wealth (specifically the stocks) in the households¿ portfolios changed the composition of the wealth of these agents and led to changes in households spending, boosting consumer credit and expanding consumption. Between 1995 and 2000, the unprecedented rise in stock prices in the US increased the households¿ portfolios in roughly $10 trillion Mestrado Mestre em Economia
8

Teoria e politica do financiamento na ortodoxia economica

2001 (has links)
Orientador : Fernando Nogueira da Costa Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia Made available in DSpace on 2017-03-22T17:16:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Deos, Simone Silva de.pdf: 6631413 bytes, checksum: 01901d557ad66056614dfebb4b35ef92 (MD5) Previous issue date: 2001 Made available in DSpace on 2017-06-12T17:28:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Deos_SimoneSilvade_D.pdf: 6631413 bytes, checksum: 01901d557ad66056614dfebb4b35ef92 (MD5) Previous issue date: 2001 Resumo: Nesse trabalho, analisamos a história do pensamento sobre o financiamento após a "era keynesiana", dentro da corrente principal da teoria econômica - mais especificamente, na macroeoconomia de curto prazo. Ao fazê10, verificamos que há dois momentos importantes - e virtualmente únicos - nos quais esse tema torna-se, efetivamente, um objeto na análise convencional. O primeiro dá-se no início da década de 1970, quando a teoria da repressão financeira é apresentada e ganha influência. Na década seguinte, ela é substituída pelo modelo do racionamento de crédito, que veio a ser representativo da nova corrente principal, o novokeynesianismo. Analisamos essas duas teorias procurando apreender o debate em torno delas, seus antecedentes, sua seqüência, seus limites. A partir daí, defenderemos a tese de que a teoria da repressão financeira e a teoria do racionamento de crédito apresentam semelhanças tais que as caracterizam como seqüenciais, dentro de uma mesma agenda de pesquisa. Em seguida, avaliamos a contrapartida das teorias na dimensão da política econômica, e defenderemos também a tese de que as políticas deduzidas das teorias da repressão financeira e do racionamento de crédito coabitam porque, sendo extraídas da mesma matriz teórica, há grande similaridade e complementaridade entre elas. Estruturamos o trabalho em três capítulos. No primeiro, apresentamos o debate sobre o financiamento na "velha" macroeconomia mainstream, no período que vai de meados da década de 30 até a década de 70. No segundo, dando seqüência à investigação, o objetivo é tratar o tema dentro da macroeconomia que se produz desde a década de 70 até agora, basicamente através de uma recuperação da construção do argumento novokeynesiano. No terceiro capítulo, levamos a discussão para o plano aplicado, investigando a "face política" das teorias convencionais. Na conclusão, fazemos uma crítica "construtiva" ao pensamento convencional, apresentando uma visão alternativa sobre o problema do financiamento Abstract: In this work we analyze the history of thought about the financing afier the "keynesian era" within the mainstream of economics - more specifically, in the macroeconomics of short termo In doing that we verify that there are two important moments - which are virtually unique - in which this subject effectively becomes an object of the conventional analysis. The first takes place in the beginning of the 1970's, when the theory of financial repression is introduced and gains influence. In the next decade it is replaced by the credit rationing model, which turned out to be representative of the new mainstream, the newkeynesianism. We analyze these two theories seeking to capture the debate around them, their predecessors, their sequence, and their limits. From there we will defend the thesis that the theory of financial repression and the theory of credit rationing present such similarities that characterize them as sequential, inside the same research agenda. Next, we evaluate the results of these theories at the economic policy levei, and we will also defend the thesis that the policies generated from the theories of financial repression and of credit rationing cohabitate because, being extracted from the same theoretical matrix, there is great similarity between them. We have structured the work in three chapters. In the first we present the debate about financing in the "old" mainstream macroeconomics in the period ranging from the mid 30's through the 70's. In the second, giving sequence to the investigation, the objective is to treat the subject within the macroeconomics which has been produced from the 70's to date, basically through the recovery of the newkeynesian argument construction. In the third chapter, we discuss in the applied field, investigating the "political face" of the conventional theories. In the conclusion we make a "constructive" critic to the conventional thought, presenting an alternative view about the financing problem Doutorado Teoria Economica Doutor em Ciencias Economicas
9

A historia das ideias sobre Estado e as finanças publicas no capitalismo

1991 (has links)
Orientador: Jose Carlos de Souza Braga Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia Made available in DSpace on 2017-03-14T01:35:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Santos, Reginaldo Souza.pdf: 6288613 bytes, checksum: 4d63158be8bad2d1ed213c761e72f4d5 (MD5) Previous issue date: 1991 Made available in DSpace on 2017-06-12T17:23:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Santos_ReginaldoSouza_D.pdf: 6288613 bytes, checksum: 4d63158be8bad2d1ed213c761e72f4d5 (MD5) Previous issue date: 1991 Resumo: Não informado Abstract: Not informed. Doutorado Doutor em Economia
10

Integração financeira internacional e crescimento economico no mainstream : evidencias de dados em painel para a America Latina

2004 (has links)
Orientador: Paulo Roberto Davidoff das Chagas Cruz Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia Made available in DSpace on 2017-03-28T14:08:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Damasceno, Aderbal Oliveira .pdf: 693921 bytes, checksum: 99d0b3ae9284a65fd6cc2deea95d664e (MD5) Previous issue date: 2004 Made available in DSpace on 2017-06-12T17:25:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Damasceno_AderbalOliveira_M.pdf: 693921 bytes, checksum: 99d0b3ae9284a65fd6cc2deea95d664e (MD5) Previous issue date: 2004 Resumo: O objetivo desta Dissertação é fazer um exame da abordagem convencional acerca da relação entre Integração Financeira Internacional e crescimento econômico, tendo como objeto de investigação empírica a experiência da América Latina e Caribe no período 1986- 2000. Com isso, pretende-se lançar luz às seguintes questões: Qual a relação estabelecida no âmbito da literatura convencional entre Integração Financeira Internacional e crescimento econômico? Quais são as evidências para experiência da América Latina no período? No âmbito da literatura convencional, não obstante ter ficado clara a existência de opiniões divergentes quanto à relação entre Integração Financeira Internacional e crescimento econômico, o mais adequado seria afirmar que a visão predominante dentro desta literatura é de que seria necessário pré-requisitos a serem preenchidos pelas economias domesticas para que os benefícios da Integração Financeira Internacional se concretizassem. Os cálculos econométirocos realizados para a experiência da América Latina produziram os seguintes resultados: i) foram encontradas evidências empíricas de efeitos adversos da Integração Financeira Internacional sobre o crescimento do PIB real per capita dos países; e ii) não foram encontradas evidências de que essa relação dependa do grau de abertura das economias ao comércio internacional, desenvolvimento do sistema financeiro doméstico, prática de políticas econômicas consideradas sadias pela literatura convencional e estabilidade macroeconômica Mestrado Politica Economica Mestre em Ciencias Economicas

Page generated in 0.0715 seconds