• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 17
  • 1
  • Tagged with
  • 18
  • 18
  • 17
  • 13
  • 12
  • 12
  • 12
  • 8
  • 6
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Validação relativa de um questionário quantitativo de frequência alimentar para gestantes / Validação Relativa de um Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar para Gestantes

Patricia Barbieri 29 June 2011 (has links)
Objetivo: Verificar a validade relativa de um questionário quantitativo de freqüência alimentar (QQFA) para avaliação do consumo alimentar habitual de gestantes para utilização em estudo caso-controle sobre dieta e diabetes mellitus gestacional. Metodologia: Estudo metodológico de validação de instrumento para avaliação do consumo alimentar, conduzido entre 103 gestantes saudáveis, idade entre 18 e 35 anos, eutróficas, atendidas em Unidades Básicas de Saúde do município de Ribeirão Preto, SP. Em média três inquéritos recordatórios de 24 horas (IR 24h) foram obtidos no primeiro e segundo trimestres gestacionais. O QQFA foi aplicado ao final do segundo trimestre gestacional e as mulheres relataram a freqüência e porção média de consumo usual de cada item alimentar durante a gestação. Os nutrientes foram transformados em log e corrigidos pela energia pelo método residual. A razão entre a estimativa de energia e nutrientes do QQFA pela estimativa dos IR 24h foi obtida. Para investigação da validade relativa do QQFA o coeficiente de correlação Pearson (bruto, ajustado pela energia e deatenuado) foi empregado. A concordância entre os métodos foi verificada pela análise de Bland Altman, concordância na classificação em quartos de estimativa de nutrientes da dieta e Kappa quadrático ponderado. Resultados: Verificou-se que o QQFA superestimou a estimativa de nutrientes em relação aos IR24h, apresentando razão média de 1,7. Em média, o valor do coeficiente de Pearson do nutriente bruto foi de 0,30, variando de -0,005 para ácido graxo eicosapentanóico a 0,51 para cálcio, após ajuste pela energia a correlação média foi de 0,20, variando de -0,1 para tiamina a 0,52 para fibra dietética e, após deatenuado e ajustado pela energia foi de 0,25, variando de -0,1 para tiamina a 0,57 para cálcio. Em média, 70% das mulheres foram classificadas no mesmo quarto ou quarto adjacente de estimativa de nutrientes e 8,8% das gestantes foram classificadas em quartos opostos entre os dois métodos. O valor médio de Kappa quadrático foi de 0,20, variando de 0,009 para tiamina a 0,49 fibra dietética. Limites de concordância mais adequados foram encontrados para: cobre, colesterol e ácidos graxos poliinsaturado, eicosapentanóico, araquidônico, linolênico, linoléico e docosahexanóico. A reta de regressão da diferença indicou uma tendência linear (p < 0,01) para: proteína, lipídio, cálcio, ferro, vitaminas A, tiamina, E e C, cobre, e ácidos graxos monoinsaturado, poliinsaturado e linoléico. Conclusão: Os resultados indicam uma baixa correlação para a estimativa de nutrientes entre o QQFA e os IR24h. Entretanto, o QQFA é um método adequado para a categorização da estimativa de nutrientes da dieta das gestantes avaliadas. / Objective: To evaluate a food frequency questionnaire (FFQ) to provide information about food consumption among pregnant women to be applied in a case-control study on diet and gestational diabetes. Methods: Methodological study to assess the validity of a FFQ conducted among 103 healthy pregnant women, aged between 18 and 35 years, with normal weight, attended by the Brazilian National Health Service in Ribeirão Preto-SP. An average, three 24-hour dietary recalls (24hR) were obtained at the first and second trimesters of pregnancy. The FFQ was administered at the second trimester and women were asked to report their usual frequency of intake and portion size of each food item during the pregnancy. Nutrients were log-transformed and adjusted for total energy intake by residual method. The ratio of the average intake of energy and nutrients for the FFQ and IR24hR was obtained. In order to assess the relative validity of the FFQ and the average of the IR24hR, Pearson correlations coefficients were calculated (crude, energy-adjusted and de-attenuated). The agreement between the two methods was further evaluated by the Bland Altman analysis and by cross-classification by quartiles of intake and quadratic weighted Kappa statistics. Results The FFQ overestimated the nutrient intake in relation to the IR24hR, and mean ratio was 1.7. An average, the crude Pearson correlation coefficient was 0.3, ranging from -0.005 for eicosapentanoic fatty acid to 0.51 for calcium intake. After adjustments for energy, the mean correlation was 0.20, ranging from -0.1 for thiamin to 0.52 for dietary fiber. The mean adjusted de-attenuated correlation coefficient was 0.25, and raged from -0.1 for thiamin to 0.57 for calcium intake. On average, 70% of the nutrients fell into the same or adjacent quartile, according to the FFQ and the 24hR, and 8.8% were grossly misclassified into extreme quartiles. The mean quadratic weighted Kappa was 0.2, ranging from 0.009 for thiamin to 0.49 for dietary fiber. Higher agreement were found for: dietary cupper, cholesterol, polyunsaturated fatty acids, eicosapentanoic, arachidonic acid, linolenic acid, linoleic acid, and docosahexanoic acid. A fitted regression line indicated a significant linear trend (p<0.01) for: protein, fat, calcium, iron, vitamin A, thiamin, E and C, cupper, monounsaturated, polyunsaturated fatty acids, and linoleic acid. Conclusion: The FFQ showed a fair correlation between the FFQ and IR24hR. However, the FFQ is a useful tool for categorizing nutrient intake of the pregnant women evaluated.
2

Validação relativa de um questionário quantitativo de frequência alimentar para gestantes / Validação Relativa de um Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar para Gestantes

Barbieri, Patricia 29 June 2011 (has links)
Objetivo: Verificar a validade relativa de um questionário quantitativo de freqüência alimentar (QQFA) para avaliação do consumo alimentar habitual de gestantes para utilização em estudo caso-controle sobre dieta e diabetes mellitus gestacional. Metodologia: Estudo metodológico de validação de instrumento para avaliação do consumo alimentar, conduzido entre 103 gestantes saudáveis, idade entre 18 e 35 anos, eutróficas, atendidas em Unidades Básicas de Saúde do município de Ribeirão Preto, SP. Em média três inquéritos recordatórios de 24 horas (IR 24h) foram obtidos no primeiro e segundo trimestres gestacionais. O QQFA foi aplicado ao final do segundo trimestre gestacional e as mulheres relataram a freqüência e porção média de consumo usual de cada item alimentar durante a gestação. Os nutrientes foram transformados em log e corrigidos pela energia pelo método residual. A razão entre a estimativa de energia e nutrientes do QQFA pela estimativa dos IR 24h foi obtida. Para investigação da validade relativa do QQFA o coeficiente de correlação Pearson (bruto, ajustado pela energia e deatenuado) foi empregado. A concordância entre os métodos foi verificada pela análise de Bland Altman, concordância na classificação em quartos de estimativa de nutrientes da dieta e Kappa quadrático ponderado. Resultados: Verificou-se que o QQFA superestimou a estimativa de nutrientes em relação aos IR24h, apresentando razão média de 1,7. Em média, o valor do coeficiente de Pearson do nutriente bruto foi de 0,30, variando de -0,005 para ácido graxo eicosapentanóico a 0,51 para cálcio, após ajuste pela energia a correlação média foi de 0,20, variando de -0,1 para tiamina a 0,52 para fibra dietética e, após deatenuado e ajustado pela energia foi de 0,25, variando de -0,1 para tiamina a 0,57 para cálcio. Em média, 70% das mulheres foram classificadas no mesmo quarto ou quarto adjacente de estimativa de nutrientes e 8,8% das gestantes foram classificadas em quartos opostos entre os dois métodos. O valor médio de Kappa quadrático foi de 0,20, variando de 0,009 para tiamina a 0,49 fibra dietética. Limites de concordância mais adequados foram encontrados para: cobre, colesterol e ácidos graxos poliinsaturado, eicosapentanóico, araquidônico, linolênico, linoléico e docosahexanóico. A reta de regressão da diferença indicou uma tendência linear (p < 0,01) para: proteína, lipídio, cálcio, ferro, vitaminas A, tiamina, E e C, cobre, e ácidos graxos monoinsaturado, poliinsaturado e linoléico. Conclusão: Os resultados indicam uma baixa correlação para a estimativa de nutrientes entre o QQFA e os IR24h. Entretanto, o QQFA é um método adequado para a categorização da estimativa de nutrientes da dieta das gestantes avaliadas. / Objective: To evaluate a food frequency questionnaire (FFQ) to provide information about food consumption among pregnant women to be applied in a case-control study on diet and gestational diabetes. Methods: Methodological study to assess the validity of a FFQ conducted among 103 healthy pregnant women, aged between 18 and 35 years, with normal weight, attended by the Brazilian National Health Service in Ribeirão Preto-SP. An average, three 24-hour dietary recalls (24hR) were obtained at the first and second trimesters of pregnancy. The FFQ was administered at the second trimester and women were asked to report their usual frequency of intake and portion size of each food item during the pregnancy. Nutrients were log-transformed and adjusted for total energy intake by residual method. The ratio of the average intake of energy and nutrients for the FFQ and IR24hR was obtained. In order to assess the relative validity of the FFQ and the average of the IR24hR, Pearson correlations coefficients were calculated (crude, energy-adjusted and de-attenuated). The agreement between the two methods was further evaluated by the Bland Altman analysis and by cross-classification by quartiles of intake and quadratic weighted Kappa statistics. Results The FFQ overestimated the nutrient intake in relation to the IR24hR, and mean ratio was 1.7. An average, the crude Pearson correlation coefficient was 0.3, ranging from -0.005 for eicosapentanoic fatty acid to 0.51 for calcium intake. After adjustments for energy, the mean correlation was 0.20, ranging from -0.1 for thiamin to 0.52 for dietary fiber. The mean adjusted de-attenuated correlation coefficient was 0.25, and raged from -0.1 for thiamin to 0.57 for calcium intake. On average, 70% of the nutrients fell into the same or adjacent quartile, according to the FFQ and the 24hR, and 8.8% were grossly misclassified into extreme quartiles. The mean quadratic weighted Kappa was 0.2, ranging from 0.009 for thiamin to 0.49 for dietary fiber. Higher agreement were found for: dietary cupper, cholesterol, polyunsaturated fatty acids, eicosapentanoic, arachidonic acid, linolenic acid, linoleic acid, and docosahexanoic acid. A fitted regression line indicated a significant linear trend (p<0.01) for: protein, fat, calcium, iron, vitamin A, thiamin, E and C, cupper, monounsaturated, polyunsaturated fatty acids, and linoleic acid. Conclusion: The FFQ showed a fair correlation between the FFQ and IR24hR. However, the FFQ is a useful tool for categorizing nutrient intake of the pregnant women evaluated.
3

Validação relativa de um questionário de freqüência alimentar para avaliar a ingestão dietética de adultos - Viçosa – Minas Gerais / Relative validation of a food frequency questionnaire for the dietary assessment of adults - Viçosa city

Crispim, Sandra Patricia 31 March 2004 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2016-10-20T11:33:28Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1108479 bytes, checksum: 69fe67c01e85ecf77b6b7444d9221249 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-20T11:33:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1108479 bytes, checksum: 69fe67c01e85ecf77b6b7444d9221249 (MD5) Previous issue date: 2004-03-31 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Este trabalho objetivou validar um questionário semiquantitativo de freqüência alimentar (QFAs) para avaliar, de forma relativa, a ingestão dietética de adultos na cidade de Viçosa, Minas Gerais, por meio da comparação dos valores de consumo entre o QFAs e a média de quatro recordatórios 24 horas, no período de quatro meses. A metodologia utilizada foi a aplicação de quatro recordatórios 24 horas, com intervalos de um mês, e um QFAs constituído de 58 itens alimentares no final do estudo a uma amostra de 94 adultos de ambos os sexos. Os dados dietéticos foram calculados pelo software Diet Pro e analisados segundo diferenças de médias e estimativas de correlação de Pearson, ajustados pela energia e corrigidos pela variância intrapessoal, bem como pela classificação cruzada dos métodos. A influência do gênero, escolaridade, renda per capita e Índice de Massa Corporal (IMC) no estudo de validação foi determinada. Os resultados foram: alta variabilidade no consumo alimentar dessa população; diferenças de médias ou medianas de nutrientes obtidos pela aplicação das metodologias referidas, que revelaram subestimação no QFAs de micronutrientes (vitamina C, retinol e cálcio), porém, quando avaliados pelas estimativas de correlação e corrigidos pela variância, apresentaram-se adequados; lipídio foi o único nutriente que indicou baixa consistência na avaliação dietética entre os métodos (r=0,33); e os demais nutrientes variaram de r=0,40 a r=0,76, com média de r=0,52. Contudo, a ingestão de lipídio apresentou-se bem correlacionada nas estimativas de ingestão do grupo com melhores condições de renda e escolaridade, bem como no sexo feminino e nos indivíduos não obesos e, ou, com sobrepeso. Igualmente, os grupos do sexo feminino, de indivíduos com IMC inferior a 25,0 e de melhores escolaridade e renda per capita apresentaram tendência para estimativas mais fortes dos nutrientes avaliados. Ao contrário, os grupos com baixo grau de estudo, menor condição econômica, sobrepeso/obesidade e do sexo masculino revelaram baixas estimativas correlacionais. Diante dos resultados, concluiu-se que o QFAs apresentou aceitável desempenho na avaliação do consumo alimentar habitual da maioria dos nutrientes pela população estudada. E cuidados devem ser estabelecidos na utilização do QFAs, dependendo do grupo e objetivo do estudo, indicando que deve ser dado atenção à construção da lista de alimentos, para que proporcionem a adequação dos nutrientes em análise. / To validate a food frequency questionnaire semiquantitative (FFQs) to assessment of relative form the dietary consumption of adults in the Viçosa City - Minas Gerais, Brazil, by means of the comparison of the consumption ́s values between the FFQs and the average of four 24 hour-Recalls, during four months. With a sample of 94 adults of both gender was applied four 24 hour recalls with intervals of one month and a FFQs consisting of 58 food itens in the end of the study. The dietary data was calculated by DIET PRO Software and analyzes according to differences of means, correlation of Pearson, adjusted for the energy and corrected by the within-variability, as well for the cross classification of the methods. The influence of the gender, education, income and body mass of index (BMI) on the validation study was determined. Results: In this population, high variability in the food consumption was observed. Differences in the means of the methodologies was under-reported by the FFQs for micronutrients (vitamin C, retinol and calcium), however, when evaluated for the correlation of Pearson and corrected for the variance it was presented adequate. Lipid was the only nutrient that indicated little consistence in the dietary assessment between the methods (r=0,33) and the another nutrient ones varied of r=0,40 and r=0,76, with average of r=0,52. However, the lipid ingestion was presented well correlated in the esteems of the group with better conditions of income and education, as well as in the feminine sex and the not obesity individuals and/or with overweight. Equally, the groups of the feminine sex, individuals with BMI lower than 24,99, of better education and income was presented trend for more adequate esteems of the evaluated nutrients. In contrast, the groups with inferior degree of study, minor economic condition, with overweight/obesity and of the masculine sex was with values not so adequate. Conclusions: The results indicate that the FFQs showed acceptable performance to assessment habitual food consumption for the majority of the nutrients in the studied population. Cares must be established in the use of the FFQs to depend on the group and objective of the study, being suggested that attention must be given to the food list ́s construction so that provides the adequacy of the nutrients in analysis. / Não foi localizado o cpf do autor.
4

Efeito da taxa arraçoamento e da freqüência alimentar no crescimento de juvenis do pampo Trachinotus marginatus

Cunha, Viviana Lisboa da January 2008 (has links)
Dissertação(mestrado)-Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Instituto de Oceanografia, 2008. / Submitted by Cristiane Silva (cristiane_gomides@hotmail.com) on 2012-08-10T12:32:21Z No. of bitstreams: 1 Viviana.pdf: 145507 bytes, checksum: 5b6588d4650811ce2cf7155c7f9e6830 (MD5) / Approved for entry into archive by Bruna Vieira(bruninha_vieira@ibest.com.br) on 2012-08-21T18:04:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Viviana.pdf: 145507 bytes, checksum: 5b6588d4650811ce2cf7155c7f9e6830 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-08-21T18:04:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Viviana.pdf: 145507 bytes, checksum: 5b6588d4650811ce2cf7155c7f9e6830 (MD5) Previous issue date: 2008 / A família Carangidae engloba uma série de peixes economicamente importantes, abundantes em águas tropicais e sub-tropicais. O pampo Trachinotus marginatus apresenta fácil adaptação a sistemas intensivos de criação, comprovado pela rápida aceitação de dieta artificiais. Entretanto, para determinar a viabilidade do cultivo de uma espécie é necessário o conhecimento dos fatores limitantes para sua produção. A taxa de arraçoamento e a freqüência alimentar apropriada são importantes para o correto manejo alimentar de uma espécie cultivada. O conhecimento da “Specific dynamic action” (SDA) também é importante e pode auxiliar na determinação da capacidade suporte do sistema de produção. O objetivo deste trabalho foi estabelecer a taxa ótima de arraçoamento, a freqüência alimentar adequada e estudar a taxa de consumo de oxigênio pós-prandial para juvenis do pampo. Os experimentos foram realizados com juvenis (4,8±0,6g) coletados na natureza e aclimatados ao laboratório. Foram testadas diferentes taxas de arraçoamento (4, 8, 12, 16 e 20% da biomassa total por dia) e freqüência alimentar (2, 4, 6, 8 e 10 vezes por dia). O consumo de oxigênio foi avaliado com peixes alimentados com 12% da biomassa por dia. É sugerido o uso de uma taxa de arraçoamento de 8% da biomassa por dia e a freqüência alimentar de 6 a 8x/dia para juvenis de pampo, de modo a otimizar o crescimento e a taxa de conversão alimentar aparente. Foi observado um pico de consumo de oxigênio aos 30 min após a alimentação e decorridos 150 min da alimentação, o consumo de oxigênio retornou ao nível basal. / Carangidae fish are economically important fish, abundant in tropical and subtropical environments. Pompano Trachinotus marginatus easily adapts to captivity, since wild caught fish accept dry diets soon after being captured. However, in order to determine the viability of a new species for aquaculture, it is important to know the limiting factors for its production. Daily ration and feeding frequency are important parameters to control regarding feeding management for juvenile rearing. Specific dynamic action is also important and can help to determine carrying capacity of a given rearing system. The objective of this work was to determine optimum daily ration and feeding frequency, and to study post-pandrial oxygen consumption. Wild caught juvenile pompano (4.8±0.6g) captured in the surf zone at Cassino beach (Brazil). Two independent feeding trials were carried in laboratory. In trial I pompano were fed 4, 8, 12, 16 and 20% total biomass daily (% B.D-1). In trial II, juveniles were fed 2, 4, 6, 8 and 10 times per day. The postprandial metabolic changes were measured with juvenile pompano fed 12%B.D-1. The best feeding ration was 8% B.D-1, while optimum feeding frequency was between 6 and 8 meals per day to maximize growth and feed conversion rate. Postprandial increase in oxygen consumption was observed 30 min after feeding and after 150 min it decreased to the standard metabolic rate.
5

Consumo alimentar entre crianças de dois a cinco anos de idade: Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS), 2006

Alves, Mabel Nilson, Vieira, Maria de Fátima Alves, Muniz, Ludmila Correa January 2012 (has links)
Submitted by Aline Batista (alinehb.ufpel@gmail.com) on 2014-06-06T22:13:24Z No. of bitstreams: 1 Consumo alimentar entre crianças de dois a cinco anos de idade - Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS), 2006.pdf: 393064 bytes, checksum: 1900d8fc048a24b121e47ce527c5efa0 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-06-06T22:13:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Consumo alimentar entre crianças de dois a cinco anos de idade - Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS), 2006.pdf: 393064 bytes, checksum: 1900d8fc048a24b121e47ce527c5efa0 (MD5) Previous issue date: 2012 / A alimentação adequada, principalmente para as crianças, é condição fundamental para o pleno crescimento e desenvolvimento. Quando a criança não recebe energia e proteínas em quantidade suficiente para o seu metabolismo fisiológico, devido à falta de aporte ou problema na utilização do que lhe é ofertado, ela desenvolve um quadro de desnutrição. A desnutrição infantil está associada com menor altura do adulto, menor escolaridade e produtividade e capital humano reduzidos. Por outro lado, o excesso de calorias da dieta ocasiona prejuízos na saúde de crianças, constituindo um dos fatores associados ao sobrepeso e obesidade e pode desencadear comorbidades como hipertensão arterial sistêmica, dislipidemias e diabetes melitus tipo 2, com repercussões na vida adulta. Diante disso, quaisquer inadequações da dieta devem ser corrigidas no tempo e sob orientação corretos, pois os hábitos alimentares de um indivíduo são formados desde os primeiros anos de vida. A tendência das preferências alimentares das crianças na idade pré-escolar conduz ao consumo de alimentos com quantidade elevada de carboidrato, açúcar, gordura e sal, e baixo consumo de alimentos como frutas e vegetais, se comparados às quantidades recomendadas. Apesar da importância de avaliar o consumo alimentar de crianças, existem poucos estudos de base populacional no país que possuem essa abordagem. No relatório da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher – PNDS, 2006 são apresentados resultados sobre a alimentação de crianças menores de dois anos de idade. No entanto, o consumo alimentar das crianças de dois a cinco anos de idade ainda não foi publicado. Dessa forma, o objetivo deste projeto é descrever o consumo alimentar de crianças de dois a cinco anos de idade avaliadas na PNDS, realizada em 2006. O consumo alimentar foi medido por meio de um Questionário de Frequência Alimentar e as frequências de consumo serão classificadas como consumo não regular, quando for de zero a três vezes por semana e consumo regular, quando for de quatro a sete vezes por semana. Alguns dos alimentos consumidos serão classificados em marcadores de alimentação saudável (feijão, verdura de folhas, legumes, frutas e suco natural) quando consumidos regularmente, ou em marcadores de alimentação não saudável quando consumidos regularmente (frituras, doces, biscoitos ou bolachas, salgadinhos em pacote, refrigerantes e sucos artificiais). O programa utilizado para a entrada de dados foi o CSPro (Census and Survey Processing System) software desenvolvido pelo Bureau do Censo Norte-Americano. Posteriormente, os dados serão transferidos e analisados no programa Stata versão 11.0.
6

Consumo alimentar entre crianças de dois a cinco anos de idade: Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS), 2006

Alves, Mabel Nilson 13 June 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2014-08-20T14:29:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Mabel Nilson Alves.pdf: 393064 bytes, checksum: 1900d8fc048a24b121e47ce527c5efa0 (MD5) Previous issue date: 2012-06-13 / A alimentação adequada, principalmente para as crianças, é condição fundamental para o pleno crescimento e desenvolvimento. Quando a criança não recebe energia e proteínas em quantidade suficiente para o seu metabolismo fisiológico, devido à falta de aporte ou problema na utilização do que lhe é ofertado, ela desenvolve um quadro de desnutrição. A desnutrição infantil está associada com menor altura do adulto, menor escolaridade e produtividade e capital humano reduzidos. Por outro lado, o excesso de calorias da dieta ocasiona prejuízos na saúde de crianças, constituindo um dos fatores associados ao sobrepeso e obesidade e pode desencadear comorbidades como hipertensão arterial sistêmica, dislipidemias e diabetes melitus tipo 2, com repercussões na vida adulta. Diante disso, quaisquer inadequações da dieta devem ser corrigidas no tempo e sob orientação corretos, pois os hábitos alimentares de um indivíduo são formados desde os primeiros anos de vida. A tendência das preferências alimentares das crianças na idade pré-escolar conduz ao consumo de alimentos com quantidade elevada de carboidrato, açúcar, gordura e sal, e baixo consumo de alimentos como frutas e vegetais, se comparados às quantidades recomendadas. Apesar da importância de avaliar o consumo alimentar de crianças, existem poucos estudos de base populacional no país que possuem essa abordagem. No relatório da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher PNDS, 2006 são apresentados resultados sobre a alimentação de crianças menores de dois anos de idade. No entanto, o consumo alimentar das crianças de dois a cinco anos de idade ainda não foi publicado. Dessa forma, o objetivo deste projeto é descrever o consumo alimentar de crianças de dois a cinco anos de idade avaliadas na PNDS, realizada em 2006. O consumo alimentar foi medido por meio de um Questionário de Frequência Alimentar e as frequências de consumo serão classificadas como consumo não regular, quando for de zero a três vezes por semana e consumo regular, quando for de quatro a sete vezes por semana. Alguns dos alimentos consumidos serão classificados em marcadores de alimentação saudável (feijão, verdura de folhas, legumes, frutas e suco natural) quando consumidos regularmente, ou em marcadores de alimentação não saudável quando consumidos regularmente (frituras, doces, biscoitos ou bolachas, salgadinhos em pacote, refrigerantes e sucos artificiais). O programa utilizado para a entrada de dados foi o CSPro (Census and Survey Processing System) software desenvolvido pelo Bureau do Censo Norte-Americano. Posteriormente, os dados serão transferidos e analisados no programa Stata versão 11.0.
7

Validade e reprodutibilidade de um questionário de frequência alimentar baseado nos grupos alimentares da pirâmide alimentar para adolecentes / Validity and reproducibility of a food frequency questionnaire based on the food groups of food pyramid for adolescents

Marcelle Flores Martinez 07 November 2011 (has links)
Introdução: A avaliação da dieta habitual do adolescente é complexa devido às variações intra e interindividuais. Os estudos de validação e reprodutibilidade de questionários de freqüência alimentar são necessários para garantir a utilização de instrumentos capazes de mensurar a dieta habitual real. Objetivo: Desenvolver, verificar a validade e reprodutibilidade de um questionário de freqüência alimentar baseado nos grupos alimentares da pirâmide alimentar para adolescentes (QFA-PA). Materiais e métodos: Após a identificação dos alimentos a serem incluídos no QFA-PA, o método foi testado em estudo piloto. A versão final consistiu em 50 itens alimentares. O estudo foi realizado com 109 adolescentes de ambos os gêneros durante um período de quatro meses. Para verificar a validade e reprodutibilidade do QFA-PA foram aplicados quatro Recordatórios de 24h (Rec24h) e dois QFA-PA. A validade foi obtida pela comparação entre o segundo QFA-PA e à média dos Rec24h. A reprodutibilidade foi mensurada por meio da comparação dos dois QFA-PA. Resultados: O questionário desenvolvido representou 97,7% das calorias consumidas e pelo menos 90% da ingestão dos nutrientes selecionados. Foram incluídos os alimentos freqüentemente relatados ausentes no QFA e freqüentemente relatados sem maior contribuição energética. As variáveis melhor avaliadas foram os grupos do arroz, pão, massa, batata e mandioca; das carnes e de açúcares e doces. Os piores resultados foram observados para a vitamina C. Cabe ressaltar que este é o primeiro QFA desenvolvido, validado e acurado no Brasil para adolescentes que avalia o consumo alimentar baseado na pirâmide dos alimentos dos adolescentes. Conclusão: Considerando-se as análises realizadas, o QFA-PA apresentou validade satisfatória e reprodutibilidade aceitável para a maioria das variáveis. / Introduction: The assessment of habitual diet of adolescent is complex due to within and between-person variations. The studies of validity and reproducibility of food frequency questionnaire (FFQ) are needed to ensure the use of reliable and accurate instruments capable of measure usual diet. Objective: To develop, verify the validity and reproducibility of a food frequency questionnaire based on the food groups of food pyramid for adolescents (FFQ-PA). Methods: After identify the items to be included in the FFQ-PA, the method was tested in a pilot study. The final version consisted of 50 food items. The study was conducted with 109 adolescents of both genders over a period of four months. To check the validity and reproducibility of the FFQ-PA were applied four 24-hour records (Rec24h) and two FFQ-PA. The validity was obtained by comparing the second FFQ-PA and average Rec24h. The reproducibility was measured by comparing the two FFQ-PA. Results: The questionnaire represented 97,7% of the calories consumed by the population and at least 90% of the intake of selected nutrients. We included food often reported missing in the FFQ and the frequently reported without further energy contribuition. In the study of validity and reproducibility, the variables were evaluated further groups of rice, bread, pasta, potatoes and cassava, meat and sugar and sweets. The worst results were observed for vitamin C. It is noteworthy that this is the first FFQ developed, validated and accurate in Brazil for adolescents that assesses food consumption based on the adolescent food pyramid. Conclusion: Considering the analysis, the FFQ-PA showed satisfactory validity and reproducibility acceptable for most variables.
8

Desenvolvimento de um questionário quantitativo de frequência alimentar para gestantes / Development of a quantitative food-frequency questionnaire for pregnant women

Thaís de Oliveira 24 May 2010 (has links)
Objetivos: Desenvolver um questionário quantitativo de freqüência alimentar para gestantes adultas usuárias do Sistema Único de Saúde de Ribeirão Preto, SP. Metodologia: A coleta de dados foi realizada de junho a outubro de 2008. Um inquérito recordatório de 24 horas (IR24h) foi obtido de 150 gestantes, 50 em cada trimestre gestacional, com idade entre 18 e 35 anos. Um segundo IR24hs foi obtido de uma subamostra com 90 gestantes, 30 em cada trimestre gestacional, entre 7 e 15 dias após o primeiro inquérito. A elaboração da lista de alimentos foi feita a partir da contribuição percentual de cada alimento para a estimativa total de energia e nutrientes de interesse. As porções alimentares foram determinadas de acordo com a distribuição percentual dos pesos relatados e descritas em percentis, sendo o P50 correspondente à porção de referencia (média), e as porções pequena, grande e extra grande, aos percentis 25, 75 e 100, respectivamente. Os dados de estimativa dos nutrientes foram ajustados pela energia e variância. Os testes de X², ANOVA, Tuckey e Kruskal-Wallis foram empregados para investigar diferenças segundo trimestre gestacional. Os softwares Nutwin e SPSS foram usados para a análise dos inquéritos recordatórios e análise estatística, respectivamente. P<0,05 foi estipulado como significante. Resultados: No total, 305 alimentos e preparações foram relatados nos IR24h e agrupados em 112 itens segundo similaridade do valor nutricional por porção alimentar. Diferentes itens alimentares foram relatados nos inquéritos recordatórios segundo período gestacional, tendo sido encontradas diferenças quanto às estimativas de ingestão dos nutrientes. O tamanho das porções alimentares foi diferente para tomate e doces à base de leite. O questionário com 85 itens alimentares representou 96% dos macronutrientes e 74,2 a 98,8% dos nutrientes de interesse selecionados. Conclusão: O questionário desenvolvido possui um número razoável de itens, que contempla as principais fontes alimentares dos nutrientes de interesse na gestação. Este é o primeiro questionário quantitativo de freqüência alimentar desenvolvido para gestantes brasileiras. As analises quanto à acurácia e precisão do questionário estão em andamento. / Objective: To design a quantitative food frequency questionnaire for pregnant women attended by the Brazilian National Health Service in Ribeirão Preto, SP. Methods: Data were obtained from June to October of 2008. A 24-hour food recall was obtained from 150 women, 50 in each trimester of pregnancy, aged 18-35 years. A second food recall was obtained from 90 women, 30 in each trimester of pregnancy, from 7 to 15 days after the first dietary assessment. The development of the food list was based on the contribution to the total population intake of relevant nutrients by each food item. The portion sizes were determined according to percentiles of intake of each food item, and P50 corresponded to the reference portion (medium), and small, large and extra-large to P25, P75 and P100, respectively. Data were adjusted for energy intake and within-subject variance. Chi-square, ANOVA, Tuckey and Kruskal-Wallis were used to investigate differences according to gestational age. Nutwin and SPSS software were used for the analysis of dietary intake and statistics, respectively. P < 0.05 was taking as significant. Results: Totally, 305 foods and preparations were reported on the food recalls, and grouped into 112 items according to similarity in nutrient content per usual serving size. Distinct food items were reported on food recalls according to gestational age, and differences for the estimative of nutrient intakes were found. For portion sizes, differences were found for tomato and candies made with milk and sugar. The food frequency questionnaire was designed with 85 items, which represented 96% of the macronutrient intake and from 74,2 to 98,8% of other nutrients of interest. Conclusions: The food frequency questionnaire has a reasonable number of food items, which represented the mainly sources of nutrients of interest for pregnancy. This is the first food frequency questionnaire designed for Brazilian pregnant women. Investigations of the accuracy and precision of the questionnaire are being carried out.
9

Avaliação da ingestão de flúor de crianças brasileiras de 2 a 6 anos de idade

Flávia Mauad Levy 14 April 2008 (has links)
Este estudo comparou a ingestão de flúor (F) de crianças de 2 a 6 anos residentes em área fluoretada (Bauru-SP, 0,6-0,8 ppm F) e não fluoretada (Pirajuí-SP), avaliada através do método da dieta duplicada associado à escovação simulada e do Questionário de Freqüência Alimentar semi-quantitativo (QFAsq) associado a questionário para estimativa de ingestão de F a partir do dentifrício. Inicialmente, o QFAsq foi aplicado em 398 crianças residentes no município de Pirajuí-SP. Posteriormente, foram avaliadas subamostras de 25 crianças residentes em Bauru e 24 residentes em Pirajuí. Nestas subamostras, a quantidade de F ingerida através da dieta foi determinada pelo QFAsq e também pela dieta duplicada, considerando seus diferentes constituintes (água, outros líquidos e sólidos). A ingestão de F através do dentifrício foi determinada pelo questionário para estimativa da ingestão de dentifrício e pela escovação simulada. O F foi analisado por eletrodo, depois de difusão facilitada por hexametildiloxano ou após tamponameno com TISAB. A analise estatística foi feita utilizando o software GraphPad InStat, aplicando os testes t pareado, t não pareado, Wilcoxon pareado, Mann-Whitney e estatística de correlação (p<0.05). O QFAsq aplicado à amostra de 398 crianças de Pirajuí encontrou valores de ingestão total de F significativamente menores que os relatados previamente para crianças residentes em Bauru (Miziara, 2006). Na subamostra de crianças avaliadas, a média (±DP, mg) da ingestão de F estimada a partir do QFAsq e da dieta duplicada, considerando-se a dieta total foi de 0,420±0,087 e 0,805±0,190 (Bauru) e 0,227±0,072 e 0,144±0,050 (Pirajuí), sendo a diferença entre os métodos significativa em ambos os municípios. Somente foi obtida uma correlação significativa entre os dois métodos no caso dos sólidos, para ambos os municípios. Considerando a estimativa da ingestão de F a partir do dentifrício obtida pela aplicação do questionário e pela escovação simulada, as médias (±DP, mg) compiladas (Bauru mais Pirajuí) foram 0,611±0,452 e 0,784±0,737, respectivamente, não havendo diferença e nem correlação significativas entre os métodos. Através da utilização dos questionários, foi possível detectar diferença significativa na ingestão total de F entre Bauru e Pirajuí. Entretanto, o mesmo não ocorreu quando se utilizou o método da dieta duplicada associado à escovação simulada. Face aos resultados obtidos, o QFAsq associado a um questionário para estimativa da ingestão de F a partir do dentifrício parece ter um bom potencial para utilização a nível epidemiológico, para se avaliar o risco de grupos de crianças à fluorose dentária. Alguns parâmetros do QFAsq podem ser melhor trabalhados para uma análise mais fidedigna, principalmente com relação à freqüência de ingestão de água e outros líquidos. Em adição, a aplicabilidade desses questionários a nível individual para detecção de risco à fluorose dentária ainda precisa ser melhor estudada. / This study compared the fluoride (F) intake of 2-6-year-old children, living in fluoridated (Bauru-SP, 0,6-0,8 ppm F) and non-fluoridated (Pirajuí-SP) areas. The methods used were the duplicate diet associated to simulated toothbrushing and the semi-quantitative food frequency questionnaire (sqFFQ) associated to a questionnaire for estimation of F intake from dentifrice. Initially, the sqFFQ was applied to 398 children living in Pirajuí. In another phase, subsamples of 25 children living in Bauru and 24 living in Pirajuí were evaluated. In these subsamples the F intake from diet was determined using the sqFFQ as well as the duplicate diet method, considering the different constituents of the diet (water, other liquids and solids). The F intake from the dentifrice was determined using the questionnaire for estimation of F intake, as well as simulated toothbrushing. F was analyzed with the electrode, following hexamethyldisiloxanefacilitated diffusion or after buffering with TISAB. For statistical analysis, the GraphPad InStat software was used. The applies tests were paired and unpaired t tests, paired Wilcoxon test, Mann-Whitney test and correlation analysis (p<0.05). The sqFFQ, when applied to the sample constituted by 398 children living in Pirajuí, found values of total F intake significantly lower when compared to previous data reported by Miziara (2006) for children living in Bauru. In the subsample of evaluated children, the mean (±SD, mg) F intakes estimated by the sqFFQ and duplicate diet (total diet) were 0.420±0.087 and 0.805±0.190 (Bauru) and 0.227±0.072 and 0.144±0.050 (Pirajuí), respectively. The difference between the methods was significant for both municipalities. For both municipalities, a significant correlation between the methods was obtained in the case of solids only. Considering the estimation of F intake from dentifrice obtained by the application of the questionnaire and simulated toothbrushing, the compiled (Bauru plus Pirajuí) means (±SD, mg) were 0.611±0.452 and 0.784±0.737, respectively. The difference as well as the correlation between the methods were not significant. By using the questionnaires, it was possible to detect a significant difference in the total F intake between Bauru and Pirajuí. However, the same did not occur when using the method of duplicate diet associated with simulated toothbrushing. Due to the results obtained, it seems that the sqFFQ associated to a questionnaire for estimation of F intake from dentifrice has a good potential for use at epidemiological level in order to evaluate the risk of groups of children to dental fluorosis. Some parameters of the sqFFQ need to be better addressed for a more precise analysis, mainly with respect to the frequency of water and other liquids intake. In addition, the applicability of these questionnaires at the individual level for the detection of risk to dental fluorosis requires further studies.
10

Reprodutibilidade e validade de um questionário de frequência alimentar em adultos da cidade de Porto Alegre/RS

Zanolla, Anelise Fernanda 24 August 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-05T20:05:12Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 24 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O estudo teve como objetivo medir a reprodutibilidade e a validade relativa de um questionário de freqüência alimentar (QFA), em adultos da região sul do Brasil. Uma amostra de conveniência de 83 indivíduos, de 20 a 69 anos, foi utilizada no estudo. A reprodutibilidade foi testada através dos coeficientes de correlação de Spearman e Intra-Classe (ICC). Para testar a validade, comparou-se cada um dos QFAs (QFA1 e QFA2) à média dos três IR24h utilizando-se o coeficiente de correlação de Pearson e a distribuição dos participantes em quartos de ingestão dos nutrientes. Todos os nutrientes foram log transformados e corrigidos pela ingestão energética. A atenuação nas correlações entre os dois métodos foi corrigida pela variabilidade intra-pessoal. As médias de ingestão foram maiores para a maioria dos nutrientes do QFA1 e QFA2, quando comparadas à média dos três IR24h. A média do ICC, com os nutrientes log transformados, foi 0,63, enquanto que a média do coeficiente de correlação de Spearman foi 0,62. A média dos / To assess the reproducibility and validity of a food frequency questionnaire in adults living in south of Brazil. The food frequency questionnaire was administered twice in 83 participants, ages 20 to 69. The reproducibility was tested with Spearman correlations and intra-class correlation coeficients. To validity, average nutrient intake from the three 24h dietary recalls were compared to average intakes from each FFQs (FFQ1 and FFQ2) by calculating Pearson correlation coefficients and adjusting for energy intake and within person variation. The nutrients were categorized into quartiles. The average intake was higher for deal of nutrients in the FFQ1 and FFQ2, when it was compared with average intake from the three IR24h. The average correlation coefficients intra-class was 0,63, while the average, considering, Spearman correlation was 0,62. To the validity, our founds was 0,41, the average of Pearson correlation to a FFQ1 and 0,46 to FFQ2. The average classification percentage in the same quartile for the

Page generated in 0.0726 seconds