• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 27
  • Tagged with
  • 27
  • 27
  • 13
  • 12
  • 12
  • 8
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Seleção de sítios visando a implantação de aterros sanitários com base em critérios geológicos, geomorfológicos e hidrológicos / Not available.

Nascimento, Maria Candida Barbosa do 30 March 2001 (has links)
A disposição de resíduos sólidos urbanos, principalmente nas grandes metrópoles, tornou-se um dos principais problemas da administração pública e da sociedade em geral. Mundialmente, nos países desenvolvidos e naqueles em desenvolvimento, a principal forma de disposição dos resíduos urbanos é em aterros sanitários e aterros descontrolados, respectivamente. Com exceção dos países essencialmente urbanizados, como o Japão que encaminha somente 20% do total de resíduos gerados, a Suíça 12%, Suécia 35% e a Dinamarca 31%. Países como a Alemanha, Holanda e França encaminham em média 50% do volume gerado. A Itália, Reino Unido, Noruega, Áustria, Estados Unidos e África do Sul encaminham taxas superiores a 60%. Canadá, Polônia e Brasil encaminham praticamente 100% dos resíduos urbanos gerados. No Estado de São Paulo, dentre os 643 municípios, 324 (50,4%) lançam seus resíduos na forma de lixão, 136 (21,1%) em aterros controlados e apenas 183 (28,5%) em aterros sanitários. É de consenso geral que a tendência a curto e médio prazo para a disposição de resíduos urbanos continuará sendo na forma de aterros sanitários, principalmente nos países com disponibilidade em área. Trata-se de um método relativamente econômico, de tecnologia amplamente conhecida e eficiente quanto à proteção do ambiente natural, se obedecidos os critérios para a seleção de áreas, implantação e operação e encerramento das atividades. Os sítios de deposição de resíduos que operam inadequadamente vêm diminuindo no mundo. Por outro lado, eles estão se tornando bem maiores e estão sendo operados com tecnologias muito mais sofisticadas. A principal proposta desta pesquisa é de contribuir no estabelecimento e divulgação de critérios geológicos, geomorfológicos e hidrológicos a serem adotados para a seleção de sítios para aterros sanitários, pois sabe-se que a locação de sítios é uma das etapas mais difíceis e complexas do gerenciamento de resíduos sólidos. A primeira parte desta pesquisa buscou atingir os principais temas relacionados direta e indiretamente à disposição de resíduos e suas principais interferências com o meio físico, destacando-se a poluição do solo e conseqüente poluição das águas superficiais e subterrâneas ocasionada pelo chorume, produto de decomposição dos resíduos. Os temas abordados se relacionaram a definições e discussões à respeito das diversas classificações de resíduos sólidos, seus principais produtos de decomposição, os mecanismos de migração para as águas subterrâneas, suas principais formas de disposição no solo, e os diferentes métodos utilizados para a seleção de sítios. O principal objetivo da pesquisa foi o estudo de casos, onde os procedimentos de seleção de sítios foram avaliados em municípios que sofreram o processo de escolha de áreas para aterros sanitários. Como estudos de casos foram discutidos os processos de seleção dos municípios de Juiz de Fora/MG, Ilhéus/BA e São Paulo/SP. A partir destes exemplos concluiu-se que a situação fisiográfica ideal, é a de anfiteatros amplos (com baixa a média declividade), em cabeceiras de drenagem, desenvolvidas sobre rochas pouco permeáveis (com baixa porosidade primária e/ou secundária) e com espessas coberturas de material rico em argilo-minerais. Portanto, a prospeção de locais favoráveis para deposição de resíduos sólidos (neste caso, domésticos), envolve a análise geomorfológica e hidrográfica dos municípios, procurando áreas de divisores de água em cotas altas, seguida pela investigação geológica do substrato rochoso e do seu material de cobertura. O material rochoso deve ser caracterizado quanto a sua natureza (identificação litológica) e, principalmente, com relação à sua porosidade e permeabilidade, o que requer a caracterização estrutural da rocha (identificação e mapeamento de descontinuidades, como porosidade primária, planos de estratificação, fraturas e falhas. Para testar a eficácia dos procedimentos de seleção e a posterior operação, foi escolhido o aterro sanitário São João, situado no município de São Paulo, que está em operação desde dezembro de 1992. Apesar deste aterro ter sofrido processo seletivo de áreas seguindo critérios técnicos, os dados de monitoramento das águas superficiais e subterrâneas mostram que a operação deste aterro afetou a qualidade destas águas. / The disposal of domestic solid waste is becoming one of the biggest problem of the public administration and of the society in general. Both in developed and in development countries, the main method of waste disposal is still in sanitary landfills and controlled fills, with exception of high urbanized countries, like Japan, Switzerland, Sweden and Denmark, where only 20, 12, 35 and 31%, respectively, of the total produced waste is disposed in sanitary landfills. Countries like Germany, Holland and France dispose in average 50% of their total waste in landfills. Italy, UK, Norway, Austria, USA and South Africa dispose more than 60% of the total urban domestic waste in landfills. In São Paulo State, between 643 towns, 324 (50,4%) dispose their waste in uncontrolled landfills, 136 (21,1%) in controlled landfills and only 183 (28,5%) in sanitary landfills. It is common sense today that in the next future the disposal of urban waste will be mainly in sanitary landfills, especially in countries which have plenty of land. It is still a economic way of disposal, with a very well known and efficient technology with respect to the protection of the natural environment, if the criteria of siting, construction, operation and site restoration are followed. The number of not well installed disposal sites is decreasing around the world. On the other side, the landfills are increasing in size and their operation is requiring higher technologies. One of the main goals of this research was to contribute in the establishment of geological, geomorphological and hydrological criteria to be followed for the siting process of sanitary landfills, considering that the location of landfill sites is one of the hardest and most complex tasks during the management of urban waste. In the first part of this research a discussion and a synthesis based on published data about the interference of waste disposal in the environment is presented, emphasizing the soil contamination and the consequently surface and groundwater pollution caused mainly by the leachate, a product of the waste decomposition. Several classifications of solid residues are discussed including the different kinds of disposal techniques and their environment implications and requirements. The main proposal of this research was the case study of siting processes which were developed for the municipalities of Juiz de Fora (Minas Gerais state), Ilhéus (Bahia State) and São Paulo (São Paulo State). For each case the criteria and the procedures related to the siting are presented and discussed. Based on the above examples, it was concluded that the ideal physiographic situation for landfills is that of broad topographic arcs, close to the edge of watersheds, developed over low permeability rocks (with low primary and/or secondary porosity) or over thick soil covers rich in clay minerals. Therefore, the siting in the above towns involved geomorphological mapping and drainage analysis examining water divides in high topographic locations followed by the analysis of the lithology and soil cover. With respect to the bedrock examination, emphasis has been giving to the identification of discontinuities like bedding planes, fractures and faults. The São João landfill in São Paulo City has been selected in order to test the efficiency of the siting process and the later operation. Despite the location of this landfill followed several technical criteria, the monitoring of surface and groundwater quality has shown that the operation of this landfill strongly affected the quality of the water.
2

Modelagem hidráulica/hidrológica do escoamento superficial com a utilização do SWMM integrado ao SIG : o exemplo de Ilha Solteira-SP /

Santini Junior, Mauricio Antonio. January 2018 (has links)
Orientador: Jefferson Nascimento de Oliveira / Resumo: Desde o começo da formação dos conglomerados urbanos no Brasil, a drenagem urbana sempre teve uma abordagem sanitarista. Tal prática causa cada vez mais problemas como enchentes e eutrofização dos corpos d’água. Atualmente, os constantes problemas enfrentados pelas cidades retratam a forte situação de negligência em que se encontra este tema no país. Neste prisma, o presente projeto teve como objetivo propor um modelo Hidráulico/Hidrológico da rede de drenagem de Ilha Solteira, a fim de subsidiar decisões futuras de gestão da bacia urbana como um todo. A área de estudo foi a sub-bacia do córrego Sem Nome localizado na cidade de Ilha Solteira-SP. A base de dados utilizada foi obtida por meio de estudos disponibilizados pela prefeitura, ensaios de campo e a instalação de sondas e pluviógrafos na área de projeto. Além disso, foram usadas imagens de satélite obtidas por meio do Software Livre Google EarthPro. Foram utilizados os softwares ArcGis 10 e o Storm Water Management Model (SWMM) para estabelecer um modelo digital representativo da bacia, por meio das equações de Saint-Venant 1D e da onda cinemática. Foi realizada uma análise de sensibilidade, além da calibração e validação do sistema. Os cálculos desta pesquisa tiveram por base 31 eventos ocorridos durante o desenvolvimento da mesma, e o modelo foi avaliado sob o escopo de cinco indicadores estatísticos. Os resultados mostraram que o modelo elaborado teve desempenho satisfatório, com coeficientes de eficiência de Nash-Su... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Since the beginning of the formation of urban conglomerates in Brazil, the urban drainage has been taken a sanitary approach. This practice has caused more and more problems, such as flooding and eutrophication of streams. The constant problem faced by most cities is the strong neglect that lies in this country. In this perspective, the present work proposes a Hydraulic/hydrological model of the storm water network of Ilha Solteira, in order to support future subsidization of urban basin management as a whole. The study area was the sub-basin of the Sem Nome stream located in the city of Ilha Solteira-SP. The used database was obtained by city hall studies, field trials, probes and rain gauges installed in the project area; the satellite images were obtained by using the Free Software EarthPro., ArcGis 10 and Stormwater Management Model (SWMM), to establish a representative digital model of the basin using the Saint-Venant 1D equations and the kinematic waveform. Sensitivity, calibration and validity analyses of the system were performed, 31 events were captured and a model was evaluated by five statistic indicators. The results have shown that the elaborated model has presented a satisfactory performance with mean Nash-Sutcliffe efficiency coefficients of 0.69, index of agreement of 0,92, average error in peak flow equivalent to 21% and mean error with no peak time equal to 2 minutes and 40 seconds. / Mestre
3

Mecanismos técnico-institucionais para a sustentabilidade da drenagem urbana

Souza, Christopher Freire January 2005 (has links)
A drenagem urbana, especialmente nos grandes centros, tem sido efetuada de forma não sustentável com contaminação e alterações no regime de escoamento superficial devido à impermeabilização de superfícies, e deposição de resíduos sólidos. Estas condições representam ameaça considerável ao homem e ao ecossistema do corpo receptor. O emprego de práticas sustentáveis aparece como caminho a ser perseguido, encontrando no Desenvolvimento Urbano de Baixo Impacto (Low Impact Development, LID) o conjunto de técnicas que mais se aproxima desta meta. LID objetiva atingir paisagens com funções hidrológicas, apresentando comportamento mais similar ao natural, por controlar não somente o pico de vazões, mas volume, freqüência/duração, além de qualidade dos escoamentos pluviais. Este tipo de desenvolvimento atua recuperando a capacidade de infiltração das superfícies urbanas, além de estimular o reuso de água, reduzindo os impactos, com ganhos econômicos e paisagísticos em comparação ao controle efetuado pelos métodos tradicionais de controle por condutos e mesmo detenções. A utilização desta nova tecnologia se aplica à implantação de novos desenvolvimentos e redesenvolvimentos, a priori, apresentando ainda vantagens para implantação destas em empreendimentos antigos com relação a métodos tradicionais Buscou-se, por intermédio deste estudo, avaliar os potenciais mecanismos técnicoinstitucionais que possam ser empregados na realidade brasileira, em especial em Porto Alegre, vislumbrando a implementação da sustentabilidade, assim como, avaliar as respostas obtidas da simulação numérica da implantação das técnicas de LID a um condomínio hipotético. Para tanto, fez-se necessário aplicar metodologia diferente da proposta pelos manuais existentes, em virtude da insuficiência destes em representar o comportamento dos dispositivos de controle do escoamento. Os resultados obtidos confirmaram a necessidade de revisão nos mecanismos para controle da drenagem vigentes, bem como, as vantagens de aplicação de técnicas que apresentam abordagem mais integradora e de escala menor.
4

Mecanismos técnico-institucionais para a sustentabilidade da drenagem urbana

Souza, Christopher Freire January 2005 (has links)
A drenagem urbana, especialmente nos grandes centros, tem sido efetuada de forma não sustentável com contaminação e alterações no regime de escoamento superficial devido à impermeabilização de superfícies, e deposição de resíduos sólidos. Estas condições representam ameaça considerável ao homem e ao ecossistema do corpo receptor. O emprego de práticas sustentáveis aparece como caminho a ser perseguido, encontrando no Desenvolvimento Urbano de Baixo Impacto (Low Impact Development, LID) o conjunto de técnicas que mais se aproxima desta meta. LID objetiva atingir paisagens com funções hidrológicas, apresentando comportamento mais similar ao natural, por controlar não somente o pico de vazões, mas volume, freqüência/duração, além de qualidade dos escoamentos pluviais. Este tipo de desenvolvimento atua recuperando a capacidade de infiltração das superfícies urbanas, além de estimular o reuso de água, reduzindo os impactos, com ganhos econômicos e paisagísticos em comparação ao controle efetuado pelos métodos tradicionais de controle por condutos e mesmo detenções. A utilização desta nova tecnologia se aplica à implantação de novos desenvolvimentos e redesenvolvimentos, a priori, apresentando ainda vantagens para implantação destas em empreendimentos antigos com relação a métodos tradicionais Buscou-se, por intermédio deste estudo, avaliar os potenciais mecanismos técnicoinstitucionais que possam ser empregados na realidade brasileira, em especial em Porto Alegre, vislumbrando a implementação da sustentabilidade, assim como, avaliar as respostas obtidas da simulação numérica da implantação das técnicas de LID a um condomínio hipotético. Para tanto, fez-se necessário aplicar metodologia diferente da proposta pelos manuais existentes, em virtude da insuficiência destes em representar o comportamento dos dispositivos de controle do escoamento. Os resultados obtidos confirmaram a necessidade de revisão nos mecanismos para controle da drenagem vigentes, bem como, as vantagens de aplicação de técnicas que apresentam abordagem mais integradora e de escala menor.
5

Modelagem hidráulica/hidrológica do escoamento superficial com a utilização do SWMM integrado ao SIG: o exemplo de Ilha Solteira-SP / Hydrological modeling of urban surface runoff using the SWMM integrated to GIS: the example of Ilha Solteira-SP

Santini Junior, Mauricio Antonio 06 April 2018 (has links)
Submitted by Mauricio Antonio Santini Júnior (mauriciosantinijr@gmail.com) on 2018-05-15T11:06:40Z No. of bitstreams: 1 SANTINI 2018.pdf: 9794262 bytes, checksum: 605025f85b9ea4ae9bee124b72b6272a (MD5) / Approved for entry into archive by Cristina Alexandra de Godoy null (cristina@adm.feis.unesp.br) on 2018-05-15T12:32:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 santini junior_ma_me_ilha.pdf: 9794262 bytes, checksum: 605025f85b9ea4ae9bee124b72b6272a (MD5) / Made available in DSpace on 2018-05-15T12:32:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 santini junior_ma_me_ilha.pdf: 9794262 bytes, checksum: 605025f85b9ea4ae9bee124b72b6272a (MD5) Previous issue date: 2018-04-06 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Desde o começo da formação dos conglomerados urbanos no Brasil, a drenagem urbana sempre teve uma abordagem sanitarista. Tal prática causa cada vez mais problemas como enchentes e eutrofização dos corpos d’água. Atualmente, os constantes problemas enfrentados pelas cidades retratam a forte situação de negligência em que se encontra este tema no país. Neste prisma, o presente projeto teve como objetivo propor um modelo Hidráulico/Hidrológico da rede de drenagem de Ilha Solteira, a fim de subsidiar decisões futuras de gestão da bacia urbana como um todo. A área de estudo foi a sub-bacia do córrego Sem Nome localizado na cidade de Ilha Solteira-SP. A base de dados utilizada foi obtida por meio de estudos disponibilizados pela prefeitura, ensaios de campo e a instalação de sondas e pluviógrafos na área de projeto. Além disso, foram usadas imagens de satélite obtidas por meio do Software Livre Google EarthPro. Foram utilizados os softwares ArcGis 10 e o Storm Water Management Model (SWMM) para estabelecer um modelo digital representativo da bacia, por meio das equações de Saint-Venant 1D e da onda cinemática. Foi realizada uma análise de sensibilidade, além da calibração e validação do sistema. Os cálculos desta pesquisa tiveram por base 31 eventos ocorridos durante o desenvolvimento da mesma, e o modelo foi avaliado sob o escopo de cinco indicadores estatísticos. Os resultados mostraram que o modelo elaborado teve desempenho satisfatório, com coeficientes de eficiência de Nash-Sutcliffe médios de 0,69; indicador de concordância médio de 0,92; erro médio na vazão de pico equivalente à 21% e erro médio no tempo de pico igual a 2 minutos e 40 segundos. / Since the beginning of the formation of urban conglomerates in Brazil, the urban drainage has been taken a sanitary approach. This practice has caused more and more problems, such as flooding and eutrophication of streams. The constant problem faced by most cities is the strong neglect that lies in this country. In this perspective, the present work proposes a Hydraulic/hydrological model of the storm water network of Ilha Solteira, in order to support future subsidization of urban basin management as a whole. The study area was the sub-basin of the Sem Nome stream located in the city of Ilha Solteira-SP. The used database was obtained by city hall studies, field trials, probes and rain gauges installed in the project area; the satellite images were obtained by using the Free Software EarthPro., ArcGis 10 and Stormwater Management Model (SWMM), to establish a representative digital model of the basin using the Saint-Venant 1D equations and the kinematic waveform. Sensitivity, calibration and validity analyses of the system were performed, 31 events were captured and a model was evaluated by five statistic indicators. The results have shown that the elaborated model has presented a satisfactory performance with mean Nash-Sutcliffe efficiency coefficients of 0.69, index of agreement of 0,92, average error in peak flow equivalent to 21% and mean error with no peak time equal to 2 minutes and 40 seconds.
6

Mecanismos técnico-institucionais para a sustentabilidade da drenagem urbana

Souza, Christopher Freire January 2005 (has links)
A drenagem urbana, especialmente nos grandes centros, tem sido efetuada de forma não sustentável com contaminação e alterações no regime de escoamento superficial devido à impermeabilização de superfícies, e deposição de resíduos sólidos. Estas condições representam ameaça considerável ao homem e ao ecossistema do corpo receptor. O emprego de práticas sustentáveis aparece como caminho a ser perseguido, encontrando no Desenvolvimento Urbano de Baixo Impacto (Low Impact Development, LID) o conjunto de técnicas que mais se aproxima desta meta. LID objetiva atingir paisagens com funções hidrológicas, apresentando comportamento mais similar ao natural, por controlar não somente o pico de vazões, mas volume, freqüência/duração, além de qualidade dos escoamentos pluviais. Este tipo de desenvolvimento atua recuperando a capacidade de infiltração das superfícies urbanas, além de estimular o reuso de água, reduzindo os impactos, com ganhos econômicos e paisagísticos em comparação ao controle efetuado pelos métodos tradicionais de controle por condutos e mesmo detenções. A utilização desta nova tecnologia se aplica à implantação de novos desenvolvimentos e redesenvolvimentos, a priori, apresentando ainda vantagens para implantação destas em empreendimentos antigos com relação a métodos tradicionais Buscou-se, por intermédio deste estudo, avaliar os potenciais mecanismos técnicoinstitucionais que possam ser empregados na realidade brasileira, em especial em Porto Alegre, vislumbrando a implementação da sustentabilidade, assim como, avaliar as respostas obtidas da simulação numérica da implantação das técnicas de LID a um condomínio hipotético. Para tanto, fez-se necessário aplicar metodologia diferente da proposta pelos manuais existentes, em virtude da insuficiência destes em representar o comportamento dos dispositivos de controle do escoamento. Os resultados obtidos confirmaram a necessidade de revisão nos mecanismos para controle da drenagem vigentes, bem como, as vantagens de aplicação de técnicas que apresentam abordagem mais integradora e de escala menor.
7

Seleção de sítios visando a implantação de aterros sanitários com base em critérios geológicos, geomorfológicos e hidrológicos / Not available.

Maria Candida Barbosa do Nascimento 30 March 2001 (has links)
A disposição de resíduos sólidos urbanos, principalmente nas grandes metrópoles, tornou-se um dos principais problemas da administração pública e da sociedade em geral. Mundialmente, nos países desenvolvidos e naqueles em desenvolvimento, a principal forma de disposição dos resíduos urbanos é em aterros sanitários e aterros descontrolados, respectivamente. Com exceção dos países essencialmente urbanizados, como o Japão que encaminha somente 20% do total de resíduos gerados, a Suíça 12%, Suécia 35% e a Dinamarca 31%. Países como a Alemanha, Holanda e França encaminham em média 50% do volume gerado. A Itália, Reino Unido, Noruega, Áustria, Estados Unidos e África do Sul encaminham taxas superiores a 60%. Canadá, Polônia e Brasil encaminham praticamente 100% dos resíduos urbanos gerados. No Estado de São Paulo, dentre os 643 municípios, 324 (50,4%) lançam seus resíduos na forma de lixão, 136 (21,1%) em aterros controlados e apenas 183 (28,5%) em aterros sanitários. É de consenso geral que a tendência a curto e médio prazo para a disposição de resíduos urbanos continuará sendo na forma de aterros sanitários, principalmente nos países com disponibilidade em área. Trata-se de um método relativamente econômico, de tecnologia amplamente conhecida e eficiente quanto à proteção do ambiente natural, se obedecidos os critérios para a seleção de áreas, implantação e operação e encerramento das atividades. Os sítios de deposição de resíduos que operam inadequadamente vêm diminuindo no mundo. Por outro lado, eles estão se tornando bem maiores e estão sendo operados com tecnologias muito mais sofisticadas. A principal proposta desta pesquisa é de contribuir no estabelecimento e divulgação de critérios geológicos, geomorfológicos e hidrológicos a serem adotados para a seleção de sítios para aterros sanitários, pois sabe-se que a locação de sítios é uma das etapas mais difíceis e complexas do gerenciamento de resíduos sólidos. A primeira parte desta pesquisa buscou atingir os principais temas relacionados direta e indiretamente à disposição de resíduos e suas principais interferências com o meio físico, destacando-se a poluição do solo e conseqüente poluição das águas superficiais e subterrâneas ocasionada pelo chorume, produto de decomposição dos resíduos. Os temas abordados se relacionaram a definições e discussões à respeito das diversas classificações de resíduos sólidos, seus principais produtos de decomposição, os mecanismos de migração para as águas subterrâneas, suas principais formas de disposição no solo, e os diferentes métodos utilizados para a seleção de sítios. O principal objetivo da pesquisa foi o estudo de casos, onde os procedimentos de seleção de sítios foram avaliados em municípios que sofreram o processo de escolha de áreas para aterros sanitários. Como estudos de casos foram discutidos os processos de seleção dos municípios de Juiz de Fora/MG, Ilhéus/BA e São Paulo/SP. A partir destes exemplos concluiu-se que a situação fisiográfica ideal, é a de anfiteatros amplos (com baixa a média declividade), em cabeceiras de drenagem, desenvolvidas sobre rochas pouco permeáveis (com baixa porosidade primária e/ou secundária) e com espessas coberturas de material rico em argilo-minerais. Portanto, a prospeção de locais favoráveis para deposição de resíduos sólidos (neste caso, domésticos), envolve a análise geomorfológica e hidrográfica dos municípios, procurando áreas de divisores de água em cotas altas, seguida pela investigação geológica do substrato rochoso e do seu material de cobertura. O material rochoso deve ser caracterizado quanto a sua natureza (identificação litológica) e, principalmente, com relação à sua porosidade e permeabilidade, o que requer a caracterização estrutural da rocha (identificação e mapeamento de descontinuidades, como porosidade primária, planos de estratificação, fraturas e falhas. Para testar a eficácia dos procedimentos de seleção e a posterior operação, foi escolhido o aterro sanitário São João, situado no município de São Paulo, que está em operação desde dezembro de 1992. Apesar deste aterro ter sofrido processo seletivo de áreas seguindo critérios técnicos, os dados de monitoramento das águas superficiais e subterrâneas mostram que a operação deste aterro afetou a qualidade destas águas. / The disposal of domestic solid waste is becoming one of the biggest problem of the public administration and of the society in general. Both in developed and in development countries, the main method of waste disposal is still in sanitary landfills and controlled fills, with exception of high urbanized countries, like Japan, Switzerland, Sweden and Denmark, where only 20, 12, 35 and 31%, respectively, of the total produced waste is disposed in sanitary landfills. Countries like Germany, Holland and France dispose in average 50% of their total waste in landfills. Italy, UK, Norway, Austria, USA and South Africa dispose more than 60% of the total urban domestic waste in landfills. In São Paulo State, between 643 towns, 324 (50,4%) dispose their waste in uncontrolled landfills, 136 (21,1%) in controlled landfills and only 183 (28,5%) in sanitary landfills. It is common sense today that in the next future the disposal of urban waste will be mainly in sanitary landfills, especially in countries which have plenty of land. It is still a economic way of disposal, with a very well known and efficient technology with respect to the protection of the natural environment, if the criteria of siting, construction, operation and site restoration are followed. The number of not well installed disposal sites is decreasing around the world. On the other side, the landfills are increasing in size and their operation is requiring higher technologies. One of the main goals of this research was to contribute in the establishment of geological, geomorphological and hydrological criteria to be followed for the siting process of sanitary landfills, considering that the location of landfill sites is one of the hardest and most complex tasks during the management of urban waste. In the first part of this research a discussion and a synthesis based on published data about the interference of waste disposal in the environment is presented, emphasizing the soil contamination and the consequently surface and groundwater pollution caused mainly by the leachate, a product of the waste decomposition. Several classifications of solid residues are discussed including the different kinds of disposal techniques and their environment implications and requirements. The main proposal of this research was the case study of siting processes which were developed for the municipalities of Juiz de Fora (Minas Gerais state), Ilhéus (Bahia State) and São Paulo (São Paulo State). For each case the criteria and the procedures related to the siting are presented and discussed. Based on the above examples, it was concluded that the ideal physiographic situation for landfills is that of broad topographic arcs, close to the edge of watersheds, developed over low permeability rocks (with low primary and/or secondary porosity) or over thick soil covers rich in clay minerals. Therefore, the siting in the above towns involved geomorphological mapping and drainage analysis examining water divides in high topographic locations followed by the analysis of the lithology and soil cover. With respect to the bedrock examination, emphasis has been giving to the identification of discontinuities like bedding planes, fractures and faults. The São João landfill in São Paulo City has been selected in order to test the efficiency of the siting process and the later operation. Despite the location of this landfill followed several technical criteria, the monitoring of surface and groundwater quality has shown that the operation of this landfill strongly affected the quality of the water.
8

Analise do efeito da urbanização nas cheias urbanas : monitoramento de bacias experimentais

Vicentini, Telma Aparecida 30 August 2000 (has links)
Orientador : Abel Maia Genovez / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil / Made available in DSpace on 2018-08-04T00:11:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vicentini_TelmaAparecida_D.pdf: 5988515 bytes, checksum: 2a7cc55af6713ad11df78f565d95fec9 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: o processo de urbanização provoca profundas modificações na bacia hidrográfica e principalmente nas características das enchentes. Isso OCOITe devido~ principalmente, as modificações do uso do solo, pelo desenvolvimento urbano. Avaliar e quantificar os efeitos da urbanização, nos hidrogramas de enchentes, passa a ser uma tarefa de elevada importância no desenvolvimento dos projetos de micro e macro drenagem. A5 dificuldades enfrentadas pelos projetistas são maximizadas, devido a ausência de dados reais. o estudo, em questão, visa o monitoramento de duas bacias hidrográficas, com alto grau de urbanização, e a obtenção sistemática de dados de vazão e precipitação.Para tanto, as duas bacias foram instrumentadas com dois postos fluviométticos e três pluviógrafos. Determinou-se a distribuição temporal das precipitações para Campinas utilizando-se a metodologia de Huff, aplicada para série de 20 anos de dados de precipitação. Foram determinados experimentalmente ainda, o coeficiente de escoamento superficial e o número da curva do escoamento superficial (Curve Number), para três sub bacias com diferentes tipos de uso do solo; sendo residencial de alto padrão, residencial popular e comercial. Com base nos dados obtidos para as sub bacias e as áreas das bacias hidrográficas das duas bacias em estudo, foi detenninado o coeficiente de escoamento superficial e o número da curva do escoamento superficial das mesmas Foram medidas as vazões, a declividade logitudinal e a altura d'água do escoamento em smjetas com diferentes declividades. Com estes dados~ além dos dados geométricos da seção transversal das ruas, foi detenninado o coeficiente de rugosidade de Manning, Foi estabelecida ainda, uma relação entre a densidade popuJacionaJ e áreas urbanizadas para os diversos tipos de ocupação do solo. Foi feita uma descrição da problemática que envolve o processo de medição das velocidades nos córregos urbanos e a obtenção das curvas chave dos postos fluviométricos. Finalizando, os dados levantados. foram introduzidos no modelo ABC4. o qual utilizou a metodologia do Soil Conservation Service. Foram gerados hidrogramas de cheias para detenninadas precipitações. Os hidrogramas calculados foram comparados com os hidrogramas observados. Com a detenninação experimental de alguns parâmetros que são utilizados nos projetos de drenagem wbana, procurou-se fazer uma análise destes parâmetros, comparando os valores de campo com os obtidos na bibliografia. Pretendeu-se com isso, fazer uma contribuição ao desenvolvimento de um critério de projeto, que permita minorar os impactos das cheias urbanas / Abstract: The urbanization process provokes deep modífications in the watersheds and mainly in the characteristics of the flood, these happen because the land-surface modifications for the urban development To evaluate and to quantify the effects of the urbanization, in the hydrograph ftom streamflow, it is most important in the development of the projects of drainage. Many difficulties are faced by planners because real data don't exist. The study seeks the check of two urban watersheds, with high degree of urbanization and the systematic obtaining data offlood and precipitation. So the two basins were orchestrated with two stage recorder and three rainfal) gages. The temporary distribution of the precipitation was determined for the basins in study and it was used the methodology of Huff, that it was applied for 20 years of data recorded. The runoff coefficient and the curve number were detennined for three small basins with different types of land-surface: residential of high pattem, ordinary residential and commercial. The flood, the surface slope and the tlow deep of water were measured in gutter with different slopes. With these da besides the geometric data of the traverse section of the streets, the Ma.mllng' s coefficient was detennined. It was still established an relationship between the population density and land surface, for the several types of land-surface. It was made a description of the problem that involves the process of measure of the speeds of water in the urban stream. Finally the obtained data was introduced in the model ABC4, w:ich used the methodology to develop of Soil Conservation Service, hydrographs of stteamflow were generated for determined precipitation. The obtained hydrograph was compared with tbe data of runoff With the experimental determination of some parameters that they are used in the projects of urban drainage, and tried to do an analysis of these parameters. comparing the fields values with those obtained them ín the bibliography. 1t was intended with that, to do a contribution to the development os project approach. that allows to [essen the urban impacts of the flowstreams / Doutorado / Recursos Hidricos / Doutor em Engenharia Civil
9

Estudo experimental de pavimentos permeáveis para o controle do escoamento superficial na fonte

Acioli, Laura Albuquerque January 2005 (has links)
Técnicas atuais de Gerenciamento da Drenagem Urbana preconizam que a drenagem da água da precipitação seja realizada com o uso de dispositivos de controle que agem na fonte do escoamento superficial. Tais dispositivos têm o objetivo de recuperar a capacidade natural de armazenamento do solo, reduzida devido aos impactos da urbanização. Com o desvio do escoamento das áreas impermeáveis para esses dispositivos, o solo recupera as condições de escoamento anteriores à urbanização. A presente dissertação descreve um experimento inédito no Brasil, onde foi aplicada a técnica do Pavimento Permeável. Foi montado um aparato experimental que possibilita o monitoramento do desempenho do dispositivo, com o objetivo principal de analisar a viabilidade técnica da utilização de um pavimento permeável de baixo custo e tecnologia simples, no controle da geração de escoamento superficial na fonte. Com o trabalho, permitiuse uma maior difusão do conhecimento e propagação da técnica, ainda pouco dominada pelos engenheiros e contratantes. A obra consta de um lote de estacionamento de aproximadamente 264m2, que foi dividido em duas partes iguais, onde foram utilizados os seguintes revestimentos: asfalto poroso, de granulometria aberta; blocos vazados intertravados de concreto. O experimento foi projetado para permitir o monitoramento quali-quantitativo dos escoamentos nos dois tipos de pavimento, com relação à redução no escoamento superficial, quando sujeitos às condições de tráfego encontradas na prática, no lote de estacionamento situado próximo ao bloco de ensino do IPH/UFRGS. São discutidos aspectos relacionados às condições de funcionamento, adequação dos materiais empregados, eficiência do dispositivo e custos envolvidos. A avaliação da eficiência hidráulica-hidrológica do dispositivo foi feita através do monitoramento e análise de dados de precipitação, armazenamento no reservatório, escoamento superficial e umidade no solo subjacente. O pavimento permeável se mostrou uma técnica eficiente de controle na fonte do escoamento superficial. Foram obtidas taxas médias de 5% de escoamento superficial para a superfície com revestimento asfáltico, e de 2,3% para o revestimento em blocos vazados intertravados. Os dados de armazenamento mostraram que em nenhum evento o volume armazenado superou 25% da capacidade máxima do reservatório. Ainda com base nesses dados, verificou-se que a metodologia de dimensionamento utilizada super-dimensionou a estrutura reservatório. A importância do dimensionamento preciso da estrutura é evidenciada pela estimativa dos custos, onde se verifica que o reservatório de britas contribui para uma significativa parcela dos custos totais.
10

Manejo de águas pluviais e a sustentabilidade da drenagem urbana: estudo sobre o serviço de manutenção e conservação da drenagem de Salvador

Santos, Maria Auxiliadora Valasques dos 16 November 2009 (has links)
Submitted by LIVIA FREITAS (livia.freitas@ufba.br) on 2015-12-04T15:48:53Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO MARIA VALASQUES.pdf: 5249613 bytes, checksum: 1fcbc53c56d99a6f651211b289ca0098 (MD5) / Approved for entry into archive by LIVIA FREITAS (livia.freitas@ufba.br) on 2016-01-11T16:59:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO MARIA VALASQUES.pdf: 5249613 bytes, checksum: 1fcbc53c56d99a6f651211b289ca0098 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-11T16:59:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO MARIA VALASQUES.pdf: 5249613 bytes, checksum: 1fcbc53c56d99a6f651211b289ca0098 (MD5) / O presente estudo objetiva identificar e analisar informações sobre o manejo de águas pluviais e a sustentabilidade da drenagem urbana, com ênfase na gestão, visando diagnosticar a situação atual e contribuir para a proposição de um novo modelo institucional de gestão do serviço de manutenção e conservação da drenagem de Salvador. Justifica-se tal propósito em decorrência da necessidade de se tratar a questão do manejo de águas pluviais e da drenagem urbana de uma forma mais elaborada e integrada, plenamente sintonizada com os princípios da sustentabilidade. Para o desenvolvimento do presente estudo foi realizada uma pesquisa empírica de cunho qualitativo, focada em quatro aspectos principais: articulação municipal, formação e capacitação profissional, educação ambiental e logística. É evidenciada a necessidade de fortalecimento da integração e articulação entre os gestores entrevistados da administração pública municipal, quanto à drenagem urbana; a necessidade de adequações, quanto ao perfil de formação profissional exigido para o exercício de determinadas funções de manutenção do sistema de drenagem; os parcos investimentos em contratação de pessoal técnico, capacitação e treinamentos; a reduzida remuneração percebida pelos profissionais que atuam na manutenção e conservação da drenagem urbana, aliada à sua baixa expectativa, quanto a investimentos futuros da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop) para qualificação de pessoal; tímidas iniciativas relacionadas à promoção de educação ambiental para a comunidade e a deficitária estrutura das Unidades de Conservação nos aspectos relacionados a locação, instalações, equipamentos e logística de apoio. Ainda é possível afirmar, que Salvador expressa, o resultado de políticas de gestão da drenagem urbana e manejo de águas pluviais, que resultaram em sua relativa fragilidade, tanto do ponto de vista puramente técnico, como também do ponto de vista institucional. Políticas que corroboram para a afirmação das práticas associadas à concepção higienista, em detrimento de princípios que agregam sustentabilidade a manutenção e conservação da drenagem urbana.

Page generated in 0.0647 seconds