• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 713
  • 8
  • 8
  • Tagged with
  • 731
  • 360
  • 349
  • 175
  • 157
  • 129
  • 120
  • 108
  • 100
  • 80
  • 80
  • 75
  • 66
  • 59
  • 58
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A General Estoria de Afonso X em Portugal : as múltiplas formas de receção do texto alfonsino entre os séculos XIV e XVI

Leite, Mariana Soares da Cunha 2012 (has links)
A investigação incide sobre os diversos momentos da transmissão textual da General Estoria de Afonso X, o Sábio, em Portugal, privilegiando uma abordagem filológica dos manuscritos e fragmentos. Estuda-se a marginalia bilingue de um manuscrito castelhano do século XIV conservado em Portugal. Transcrevem-se os fragmentos de tradução da primeira parte da obra alfonsina para português. Procede-se à análise dos fragmentos quatrocentistas da primeira parte e do fragmento da segunda parte da General Estoria, tendo-se ainda em conta a tradução para galego-português do início século XIV já conhecida. Por último, é avaliada a receção do texto reflectida na sua utilização em outras obras literárias, todas produzidas após a ascensão ao poder da dinastia de Avis. Procurou-se, por último, oferecer uma perspectiva geral da circulação da General Estoria em Portugal, tendo em conta as dinâmicas culturais em Portugal entre os séculos XIV e XVI.
2

A Revista de História (1912-1928) : uma proposta de análise histórico-historiográfica

Moreira, Nuno Miguel Magarinho Bessa 2012 (has links)
Nesta dissertação estudaremos a Revista de História, essencialmente pelo prisma da História da Historiografia. O objeto da nossa investigação carece de uma identificação prévia. A Revista de História foi criada no seio da Sociedade Nacional de História, como veículo de informação privilegiado do respetivo ideário e forma de difusão das ideias da instituição. O periódico em causa é composto por 16 volumes (1912-28). Começou antes da Iª Guerra Mundial, terminou dois anos depois da Instauração da Ditadura Militar de Gomes da Costa e foi contemporâneo do Integralismo Lusitano, da Renascença Portuguesa e da Seara Nova. A questão que se coloca é: qual a relevância cultural e historiográfica da Revista de História no contexto em que se desenvolveu? A Historiografia tem sido, muitas vezes, equiparada à Teoria da História numa perspetiva epistemológica, mas sobretudo filosófica. Sem esquecer ou ignorar estas aceções, é possível integrá-las num reduto amplo, ancorado na diacronia, a coberto de especulações com tendência generalizante. Um determinado discurso historiográfico ocorre em espaço e tempo próprios, que condicionam o que expressa. Para concretizar melhor o que está em causa neste trabalho, convém proceder a uma descrição detalhada das motivações - subjetivas e objetivas - e das fontes e metodologias nele implicadas. Esta dissertação resulta do interesse que desde sempre nutrimos pela História Contemporânea, na vertente cultural. A publicação em causa representa, pelo período em que se inscreve, um esforço de conjunto no que respeita aos periódicos da especialidade na época republicana. Por outro lado, a História da Historiografia também constitui disciplina a aprofundar, a exemplo do que há mais tempo acontece em Espanha, França ou no Brasil. Dentro da Historiografia, a escolha da diacronia como prioridade prende-se com uma atitude metodológica (...)
3

Um metódico à brasileira : a História da historiografia de Afonso de Taunay (1911-1939)

Anhezini, Karina. 2006 (has links)
Orientador: Teresa Maria Malatian Banca: Denise Aparecida Soares de Moura Banca: Marcia Barbosa Mansor D'Alessio Banca: Antonio Celso Ferreira Resumo: Compreender como se escrevia a História no Brasil nas primeiras décadas do século XX foi a questão que norteou este trabalho. Para tanto, buscou-se historiar os procedimentos que fundamentaram a escrita da História de Afonso de Escragnolle Taunay entre 1911 e 1939. Por meio da interpretação das obras e da correspondência do autor e de alguns de seus correspondentes, concluiu-se que Taunay foi um metódico à brasileira. Um historiador que soube combinar sua leitura da historiografia francesa com o desenvolvimento da produção historiográfica no Brasil Abstract: Not available Doutor
4

Um lugar de memoria para a Nação : o museu paulista reinventado por Affonso d'Escragnolle Taunay (1917-1945)

Ana Claudia Fonseca Brefe 1999 (has links)
Resumo: Não informado Abstract: Not informed
5

Justiniano Jose da Rocha e a memoria do periodo regencial

Valeria Aparecida Rocha Torres 1998 (has links)
Resumo: Não informado Abstract: Not informed
6

Historias de um silencio

Luiz Estevam de Oliveira Fernandes 2004 (has links)
Resumo: Ao analisar-se a produção do livro Historia Eclesiástica Indiana, escrito pelo frade franciscano Jerônimo de Mendieta, bem como a suas diversas interpretações, pode-se perceber como diferentes épocas pensaram a crônica produzida na Nova Espanha. Uma história intelectual de Mendieta pressupõe acompanhar a maneira pela qual ele escreveu, suas leituras e diálogos intertextuais, além de avaliar a redescoberta do manuscrito feita por Don Joaquín García Icazbalceta, no século XIX, e a relação que a historiografia teve com o livro desde então. As inúmeras opiniões que foram produzidas sobre o religioso, nos momentos da escrita da Historia (ao longo da segunda metade do XVI), do silêncio decorrente da não editoração do livro (XVII e XVIII), do “resgate” (XIX) e suas interpretações (XX e XXI), podem mostrar as memórias que foram construídas sobre a crônica mexicana em diferentes momentos históricos. Abstract: Analyzing the production of the book Historia Eclesiástica Indiana, written by the Franciscan friar Jeronimo de Mendieta, as well as its varied interpretations, it is possible to value what different periods have thought about the chronicle produced in New Spain. A Mendieta’s intellectual history presumes the study of how did he write, his readings and intertextual dialogs, in addition to evaluation of the manuscript’s rediscovery by Don Joaquín García Icazbalceta, in the XIX century and the relation that the historiography had with the book since then. The countless interpretations the were produced about the friar, in the moment that he was writing his Historia (during the second half of the XVI century), or during the silence caused by its non publication (XVII and XVIII), or even in the course of its “rescue” (XIX) and in the interpretations of it (XX and XXI), can show the memories constructed about the Mexican chronicle in different historical moments.
7

Um metódico à brasileira: a História da historiografia de Afonso de Taunay (1911-1939)

Araujo, Karina Anhezini de [UNESP] 24 October 2006 (has links)
Compreender como se escrevia a História no Brasil nas primeiras décadas do século XX foi a questão que norteou este trabalho. Para tanto, buscou-se historiar os procedimentos que fundamentaram a escrita da História de Afonso de Escragnolle Taunay entre 1911 e 1939. Por meio da interpretação das obras e da correspondência do autor e de alguns de seus correspondentes, concluiu-se que Taunay foi um metódico à brasileira. Um historiador que soube combinar sua leitura da historiografia francesa com o desenvolvimento da produção historiográfica no Brasil Not available
8

A centralização do poder nas obras de Clementia e Divi Clavdii Apocolocyntosis, de Seneca

Luciane Munhoz de Omena 2002 (has links)
Resumo: Estudamos os manuscritos De Clementia e Diui Claudii Apocolocyntosis, de Sêneca que propiciasse especular as razões pelas quais o filósofo optou por regime centralizado em que o princeps era retratado como o agente ordenador da sociedade. Buscamos compreender, igualmente, a interpretação historiográfica que idealizava Sêneca como o propugnador da divisão de potestas entre o Soberano e o Senado Abstract: We study of the manuscripts of De Clementia and Diui Claudii.Apocolocyntosis, by Seneca, that propitiated to speculate the reasons for the which the philosopher opted for centralized regime in which the princeps was portrayed as the orderer agent of the society. We aim at understanding also, the historiography interpretation that idealized Seneca as the upholder of the potestas division between Sovereign and Senate.
9

Inês de Castro : o tema inesiano na Historiografia Romântica

Santos, Ana Margarida Amaro Ferreira dos 2005 (has links)
Nesta dissertação pretende-se abordar a presença de Inês de Castro na Historiografia Romântica. Partindo dos factos históricos é-se inserido no plano da lenda e do mito inesianso que tão bem serviram os românticos na sua busca pelo tema fatalista e medieval personificado numa heroína nacional. Apresenta-se também a difusão do tema inesiano no plano internacional, particularizando com o caso francês através de Victor Hugo e Condessa de Genlis e aprofunda-se o modo como o tema foi tratado em Portugal no período da Literatura romântica.
10

Simão José da Luz Soriano : de liberal inflamado a homem conformado

Ramos, Paulo Jorge Pontes 2011 (has links)
O objetivo fundamental desta Dissertação consiste num ensaio biográfico sobre Simão José da Luz Soriano. Homem que viveu 89 anos no século XIX, com uma vastíssima obra literária de relevante importância para a Historiografia, pelo seu conteúdo de caracterização política, económica e social do regime político. O trabalho realizado é constituído por uma introdução, onde é feita uma contextualização da personagem biografada no espaço e no tempo e o desenvolvimento da dissertação está dividido em quatro capítulos, descrevendo os momentos-chave da vida do biografado, desde as suas origens, passando pela militância política, até à dedicação à escrita. A terminar uma reflexão final, onde se procura responder às questões levantadas para a elaboração deste estudo. A realização deste trabalho, contribuiu para realçar o papel do biografado, na Historiografia Portuguesa apresentando-o ao leitor como Escritor e Historiador.

Page generated in 0.0612 seconds