• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2454
  • 73
  • 34
  • 4
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 2592
  • 1694
  • 598
  • 507
  • 450
  • 439
  • 418
  • 371
  • 365
  • 333
  • 325
  • 319
  • 308
  • 276
  • 262
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Gestão da Inovação – Análise de Estudo de Caso da Implantação em Instituição de Ensino Superior Privada

SANTOS, Fabio Batista 30 April 2013 (has links)
Submitted by João Arthur Martins (joao.arthur@ufpe.br) on 2015-03-10T17:59:45Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Fábio Batista Santos.pdf.pdf: 2840966 bytes, checksum: 43ba5b93aea9352971c38d5ad7016a74 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-11T17:38:19Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Fábio Batista Santos.pdf.pdf: 2840966 bytes, checksum: 43ba5b93aea9352971c38d5ad7016a74 (MD5) Previous issue date: 2013-04-30 / Nos últimos anos temos visto o crescimento exponencial da competitividade entre as empresas dos mais diversos setores. Adventos como a globalização e o surgimento da internet eliminaram as fronteiras do comércio, tornando possível a busca de novos mercados e acirrando ainda mais a competição. Uma das consequências desse mundo globalizado e sem fronteiras é a necessidade cada vez maior das companhias buscarem estratégias inovadoras, capazes de atender às novas demandas e estarem a frente de seus concorrentes. Muitas vezes, seja por necessidade ou por desconhecimento acerca do assunto, muitas empresas tratam a inovação como sendo algo puramente tecnológico e não colocam o tema em pauta de forma correta, considerando a inovação como parte efetiva da estratégia da companhia. Por outro lado, há também organizações que tratam do tema inovação, divulgam a sua importância internamente, executam iniciativas, mas não possuem uma gestão efetiva da inovação e dos processos envolvidos, não havendo uma continuidade das ações e os resultados obtidos são pontuais ou pouco relevantes. O desconhecimento acerca dos conceitos de inovação, seus processos, mecanismos, modelos de gestão e a ausência do simples “saber por onde começar”, limitam ou impedem as organizações de praticarem a inovação. O objetivo principal deste trabalho é investigar as práticas da gestão da inovação, produzir conhecimento acercar do assunto, apresentando os principais conceitos sobre a inovação e a gestão da inovação, analisar na prática a implantação da gestão da inovação e apresentar os resultados obtidos. A analise será feita através de um estudo de caso realizado na Universidade Tiradentes, quando da adoção de um modelo de Gestão da Inovação, que poderá servir de base para futuros estudos ou adoção em outras empresas do mesmo segmento na região.
2

Da Ideia ao Mercado: um caminho desenvolvido por meio de mapas conceituais para difundir a cultura da inovação e induzir sua gestão

CUSSA, Adriança Lourenço d'Ávila 06 1900 (has links)
Submitted by Almir Azevedo (barbio1313@gmail.com) on 2015-09-03T11:55:24Z No. of bitstreams: 1 ADRIANA LOURENÇA CUSSA D.pdf: 63021171 bytes, checksum: 1ccc430dc165db85920acef3591b09c1 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-09-03T11:55:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ADRIANA LOURENÇA CUSSA D.pdf: 63021171 bytes, checksum: 1ccc430dc165db85920acef3591b09c1 (MD5) Previous issue date: 2015-06 / O objetivo desta tese é a construção de um modelo conceitual voltado para a difusão da gestão da inovação e sua cultura, cujo método de construção incluirá o mapeamento conceitual e a sistemicidade própria ao processo de inovação. Para esta abordagem, além do detalhamento do método, também serão apresentadas as bases de conhecimento que serviram para a elaboração do modelo, construídas por meio do levantamento bibliográfico efetuado. Nesta proposta de compartilhamento, propõe-se o uso de mapas conceituais, ao invés de textos, e a construção do conhecimento de forma holística e não hierarquizada. Além da introdução destas diretrizes, a navegação é feita por meio de uma ferramenta modelada com base em mapeamento conceitual na qual o usuário tem a possibilidade de optar por determinado caminho, tendo por base seu próprio conhecimento e visão de futuro. / This thesis objective is to build a cognitive model focused on the diffusion of innovation management and its culture, where the sharing method will be the concept maps. For that construction, in addition to detailing the method, will be also presented the bases of knowledge that served to construct the model. Those bases were built through literature survey that will be also presented. This sharing proposition, proposes to strictly use concept maps instead of texts and the non-hierarchical knowledge construction. Besides the introduction of these guidelines, a navigation tool modeled based on conceptual mapping where the user choices, or better explaining, the user’s possibility to opt, or not, for a certain way, will be based on their own knowledge basis and forward thinking.
3

A caracterização de editais públicos na promoção da inovação: o caso do MCTI no Brasil

Manito, Rodrigo da Rocha January 2013 (has links)
Este trabalho baseou-se na competitividade das firmas e no dinâmico mercado onde elas estão inseridas para tratar das políticas de promoção da inovação realizadas por meio de editais públicos. Para isso, foram levantados os principais tipos de resultados do fluxo de inovação (tipo 1 - conhecimento puro; tipo 2 - potencial para aplicação prática; tipo 3 - geração de lucro; e tipo 4 - aplicação social, sem a necessidade de gerar lucro). Desta forma, foi possível desenvolver um método de classificação segundo os fatores relacionados a cada um desses quatro tipos disponíveis na literatura. Com base nesta construção, foram identificados quais os tipos de resultados são pretendidos pelos editais públicos selecionados para análise, assim como quais os tipos são obtidos na prática, por meio dos relatórios de acompanhamento de projetos disponibilizados no sítio do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) no ano de 2011, possibilitando uma visão dos objetivos do governo por meio de suas políticas de promoção da inovação. Para isso, foram realizadas análises por data mining dos editais, relatórios de acompanhamento de projeto e entrevistas com as empresas responsáveis pode esses projetos. Essas análises mostraram que o existe um esforço maior do governo em promover os resultados dos tipos 1 e 2, o que caracteriza a promoção da ciência e tecnologia, onde são desenvolvidos conhecimentos, descobertas e invenções, principalmente através das universidades e centros tecnológicos. Enquanto as indústrias, em geral, são responsáveis pelos resultados dos tipos 3 e 4, inovações de fato. Essas análises ilustram uma divergência entre o discurso de promoção da inovação do governo com a realidade observada nesta pesquisa. O resultado do tipo 4, contudo, ocorre tanto pelas universidades quanto pelas indústrias. Os centros tecnológicos mostraram-se cientes de seu papel no sistema nacional de inovação do Brasil, promovendo fortemente o resultado do tipo 2. Esses resultados apontam para uma coerência entre o que é pretendido com os editais os tipos de resultados do fluxo que são encontrados na prática, a luz dos relatórios e entrevistas analisados. Ainda existem lacunas a serem preenchidas neste campo do conhecimento, porém, observa-se que é possível classificar os resultados do fluxo de inovação por meio desses 4 tipos, o que viabiliza uma série de pesquisas que venham a identificar qual o esforço deve ser dedicado a cada tipo para que o desempenho das firmas e, consequentemente do SNI (Sistema Nacional de Inovação), seja o mais eficiente possível, gerando inúmeras inovações, destacando o país como desenvolvedor de tecnologias na fronteira do conhecimento e estimulando o desenvolvimento sócio-econômico da nação. / This work based itself on the firms’s competitivity and on the dynamic market where they are placed to deal with the innovation promoted by public grant calls. In order to further study this issue, it was identified which are the main innovation flux outcome types (type 1 - pure knowledge; type 2 - potential for practical application; type 3 - profit generation; and type 4 - social application, without the direct need for profits). This allowed the development of a classifying method regarding these four outcomes, indicated by the factors related to each one of those types found on the literature. Based on this classifying method, it was possible to identify the innovation flux outcome types which the Government proposes to promote using its grant calls and those that could be found in its project’s follow up reports submitted in 2011, enabling a clear view of the Government R&D (Research and Development) investments goals. In order to accomplish that, it was used a data mining analysis of all project’s follow up reports published by the Government in 2011 and its correspondent public grant calls.. Lastly, enterviews with the companies responsible for those projects were performed as a complementar way to clarify which outcomes types could be perceived by those importants agents of the Brazilian NIS (National Innovation System). The results shown that most of the effort of the Government are on promoting the types 1 and 2, which are knowledge development, discoveries and inventions, mainly through the universities and technological centers. While the private companies are, mostly, responsible for the types 3 and 4, which are, at last, the innovations themselves. Those analyses illustrate a divergence between the Government speech and the reality observed by this research. The type 4, on the other side, occurs as much by the universities as by the companies. The technological centers shown that they are aware of theirs roles in the Brazilian national innovation system, strongly promoting the type 2. There are still some gaps to be filled in this area, although it is observed that it is possible to classify the innovation flux outcomes by those 4 types, which enables a series of researches that might lead to the identification of the wheight on each of the 4 types that the NIS agents must focus its investiments to increase its performance and efficiency.
4

A caracterização de editais públicos na promoção da inovação: o caso do MCTI no Brasil

Manito, Rodrigo da Rocha January 2013 (has links)
Este trabalho baseou-se na competitividade das firmas e no dinâmico mercado onde elas estão inseridas para tratar das políticas de promoção da inovação realizadas por meio de editais públicos. Para isso, foram levantados os principais tipos de resultados do fluxo de inovação (tipo 1 - conhecimento puro; tipo 2 - potencial para aplicação prática; tipo 3 - geração de lucro; e tipo 4 - aplicação social, sem a necessidade de gerar lucro). Desta forma, foi possível desenvolver um método de classificação segundo os fatores relacionados a cada um desses quatro tipos disponíveis na literatura. Com base nesta construção, foram identificados quais os tipos de resultados são pretendidos pelos editais públicos selecionados para análise, assim como quais os tipos são obtidos na prática, por meio dos relatórios de acompanhamento de projetos disponibilizados no sítio do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) no ano de 2011, possibilitando uma visão dos objetivos do governo por meio de suas políticas de promoção da inovação. Para isso, foram realizadas análises por data mining dos editais, relatórios de acompanhamento de projeto e entrevistas com as empresas responsáveis pode esses projetos. Essas análises mostraram que o existe um esforço maior do governo em promover os resultados dos tipos 1 e 2, o que caracteriza a promoção da ciência e tecnologia, onde são desenvolvidos conhecimentos, descobertas e invenções, principalmente através das universidades e centros tecnológicos. Enquanto as indústrias, em geral, são responsáveis pelos resultados dos tipos 3 e 4, inovações de fato. Essas análises ilustram uma divergência entre o discurso de promoção da inovação do governo com a realidade observada nesta pesquisa. O resultado do tipo 4, contudo, ocorre tanto pelas universidades quanto pelas indústrias. Os centros tecnológicos mostraram-se cientes de seu papel no sistema nacional de inovação do Brasil, promovendo fortemente o resultado do tipo 2. Esses resultados apontam para uma coerência entre o que é pretendido com os editais os tipos de resultados do fluxo que são encontrados na prática, a luz dos relatórios e entrevistas analisados. Ainda existem lacunas a serem preenchidas neste campo do conhecimento, porém, observa-se que é possível classificar os resultados do fluxo de inovação por meio desses 4 tipos, o que viabiliza uma série de pesquisas que venham a identificar qual o esforço deve ser dedicado a cada tipo para que o desempenho das firmas e, consequentemente do SNI (Sistema Nacional de Inovação), seja o mais eficiente possível, gerando inúmeras inovações, destacando o país como desenvolvedor de tecnologias na fronteira do conhecimento e estimulando o desenvolvimento sócio-econômico da nação. / This work based itself on the firms’s competitivity and on the dynamic market where they are placed to deal with the innovation promoted by public grant calls. In order to further study this issue, it was identified which are the main innovation flux outcome types (type 1 - pure knowledge; type 2 - potential for practical application; type 3 - profit generation; and type 4 - social application, without the direct need for profits). This allowed the development of a classifying method regarding these four outcomes, indicated by the factors related to each one of those types found on the literature. Based on this classifying method, it was possible to identify the innovation flux outcome types which the Government proposes to promote using its grant calls and those that could be found in its project’s follow up reports submitted in 2011, enabling a clear view of the Government R&D (Research and Development) investments goals. In order to accomplish that, it was used a data mining analysis of all project’s follow up reports published by the Government in 2011 and its correspondent public grant calls.. Lastly, enterviews with the companies responsible for those projects were performed as a complementar way to clarify which outcomes types could be perceived by those importants agents of the Brazilian NIS (National Innovation System). The results shown that most of the effort of the Government are on promoting the types 1 and 2, which are knowledge development, discoveries and inventions, mainly through the universities and technological centers. While the private companies are, mostly, responsible for the types 3 and 4, which are, at last, the innovations themselves. Those analyses illustrate a divergence between the Government speech and the reality observed by this research. The type 4, on the other side, occurs as much by the universities as by the companies. The technological centers shown that they are aware of theirs roles in the Brazilian national innovation system, strongly promoting the type 2. There are still some gaps to be filled in this area, although it is observed that it is possible to classify the innovation flux outcomes by those 4 types, which enables a series of researches that might lead to the identification of the wheight on each of the 4 types that the NIS agents must focus its investiments to increase its performance and efficiency.
5

A caracterização de editais públicos na promoção da inovação: o caso do MCTI no Brasil

Manito, Rodrigo da Rocha January 2013 (has links)
Este trabalho baseou-se na competitividade das firmas e no dinâmico mercado onde elas estão inseridas para tratar das políticas de promoção da inovação realizadas por meio de editais públicos. Para isso, foram levantados os principais tipos de resultados do fluxo de inovação (tipo 1 - conhecimento puro; tipo 2 - potencial para aplicação prática; tipo 3 - geração de lucro; e tipo 4 - aplicação social, sem a necessidade de gerar lucro). Desta forma, foi possível desenvolver um método de classificação segundo os fatores relacionados a cada um desses quatro tipos disponíveis na literatura. Com base nesta construção, foram identificados quais os tipos de resultados são pretendidos pelos editais públicos selecionados para análise, assim como quais os tipos são obtidos na prática, por meio dos relatórios de acompanhamento de projetos disponibilizados no sítio do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) no ano de 2011, possibilitando uma visão dos objetivos do governo por meio de suas políticas de promoção da inovação. Para isso, foram realizadas análises por data mining dos editais, relatórios de acompanhamento de projeto e entrevistas com as empresas responsáveis pode esses projetos. Essas análises mostraram que o existe um esforço maior do governo em promover os resultados dos tipos 1 e 2, o que caracteriza a promoção da ciência e tecnologia, onde são desenvolvidos conhecimentos, descobertas e invenções, principalmente através das universidades e centros tecnológicos. Enquanto as indústrias, em geral, são responsáveis pelos resultados dos tipos 3 e 4, inovações de fato. Essas análises ilustram uma divergência entre o discurso de promoção da inovação do governo com a realidade observada nesta pesquisa. O resultado do tipo 4, contudo, ocorre tanto pelas universidades quanto pelas indústrias. Os centros tecnológicos mostraram-se cientes de seu papel no sistema nacional de inovação do Brasil, promovendo fortemente o resultado do tipo 2. Esses resultados apontam para uma coerência entre o que é pretendido com os editais os tipos de resultados do fluxo que são encontrados na prática, a luz dos relatórios e entrevistas analisados. Ainda existem lacunas a serem preenchidas neste campo do conhecimento, porém, observa-se que é possível classificar os resultados do fluxo de inovação por meio desses 4 tipos, o que viabiliza uma série de pesquisas que venham a identificar qual o esforço deve ser dedicado a cada tipo para que o desempenho das firmas e, consequentemente do SNI (Sistema Nacional de Inovação), seja o mais eficiente possível, gerando inúmeras inovações, destacando o país como desenvolvedor de tecnologias na fronteira do conhecimento e estimulando o desenvolvimento sócio-econômico da nação. / This work based itself on the firms’s competitivity and on the dynamic market where they are placed to deal with the innovation promoted by public grant calls. In order to further study this issue, it was identified which are the main innovation flux outcome types (type 1 - pure knowledge; type 2 - potential for practical application; type 3 - profit generation; and type 4 - social application, without the direct need for profits). This allowed the development of a classifying method regarding these four outcomes, indicated by the factors related to each one of those types found on the literature. Based on this classifying method, it was possible to identify the innovation flux outcome types which the Government proposes to promote using its grant calls and those that could be found in its project’s follow up reports submitted in 2011, enabling a clear view of the Government R&D (Research and Development) investments goals. In order to accomplish that, it was used a data mining analysis of all project’s follow up reports published by the Government in 2011 and its correspondent public grant calls.. Lastly, enterviews with the companies responsible for those projects were performed as a complementar way to clarify which outcomes types could be perceived by those importants agents of the Brazilian NIS (National Innovation System). The results shown that most of the effort of the Government are on promoting the types 1 and 2, which are knowledge development, discoveries and inventions, mainly through the universities and technological centers. While the private companies are, mostly, responsible for the types 3 and 4, which are, at last, the innovations themselves. Those analyses illustrate a divergence between the Government speech and the reality observed by this research. The type 4, on the other side, occurs as much by the universities as by the companies. The technological centers shown that they are aware of theirs roles in the Brazilian national innovation system, strongly promoting the type 2. There are still some gaps to be filled in this area, although it is observed that it is possible to classify the innovation flux outcomes by those 4 types, which enables a series of researches that might lead to the identification of the wheight on each of the 4 types that the NIS agents must focus its investiments to increase its performance and efficiency.
6

Aspectos inovativos do turismo em Belém do Pará : é possível clusterizar ?

MARTINS, Harley dos Santos January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:42:31Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7477_1.pdf: 749025 bytes, checksum: a128b453a9ec69c7c0235ae388ca5a67 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / A lógica de cluster oferece a arranjos empresariais uma organização e sinergia entre seus membros, que permite alcançar vantagens que isoladamente seriam inatingíveis dada a dinâmica do mercado mundial. Este estudo teve como objetivo verificar se a cidade de Belém do Pará é um cluster turístico, visto que a mesma dispõe de diversos atrativos, estrutura e interesse em alavancar este ramo econômico do setor de serviços. No referencial teórico se abordou temas de relevância essencial para a execução da pesquisa, sendo apresentados os conceitos de serviços turísticos, seu funcionamento e a definição de seus agentes envolvidos, também se definiu e caracterizou cluster e inovação como pontos importantes para o desenvolvimento local, ressaltou-se o diferencial que se pode atingir por meio de um bom produto e marca regional, estratégia eficiente e um espírito empreendedor por parte dos empresários que devem buscar a qualidade em seus serviços e ações. O estudo iniciou-se com um histórico da capital paraense a caracterizando, depois com base em dados e informações provenientes de entrevistas feitas com estudiosos e elementos chaves do setor de turismo da cidade, se definiu o conceito de cluster a ser adotado e qual deveria ser a relação de seus membros. Elaborou-se, também, proposta de um modelo de identificação de cluster turísticos para se averiguar o objetivo da pesquisa. Como resultado, chegou-se à conclusão de que a referida cidade é somente um potencial cluster, sugerindo-se medidas, tanto do setor público como privado, que permitam a Belém tornar-se realmente um cluster, valorizando sinergias entre os agentes e potencialidades locais
7

Gestão da inovação numa empresa de serviços de engenharia civil

Rosário, Ivo André Antunes January 2010 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Civil - Construções. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2010
8

“Drivers for adoption of eco-innovation and enhancement of food companies’ environmental performance” / Drivers para adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental de empresas brasileiras do setor de alimentos

Bossle, Marilia Bonzanini January 2015 (has links)
Depois de centenas de milhares de anos, a população mundial alcançou a marca de 1 bilhão de pessoas, para logo em seguida, em apenas 200 anos crescer cerca de sete vezes mais, sendo esperados a marca de nove ou dez bilhões para o ano de 2050 (UNFPA, 2015). Esse crescimento intenso trouxe uma maior complexidade nas estruturas sociais e ambientais, trazendo importantes questões: Como será possível manter todas essas pessoas? Como alimentá-las? Como frear esse irrestrito uso de recursos? A produção e consumo de alimentos exerce um importante papel para dar suporte à população, mas ao mesmo tempo é um dos mais importantes elementos pressionando o meio ambiente (FAO, 2015). Para alcançarmos um desenvolvimento mais sustentável, é preciso haver mudanças drásticas nos padrões de produção e consumo, ou seja, mudanças na forma como os alimentos são produzidos, processados, transportados e consumidos são indispensáveis (Del Río, 2005; FAO, 2015). Expansão e mudanças econômicas rumo a novos métodos de produção são diretamente relacionados à inovação. Porém, crescimento econômico está geralmente relacionado a problemas ambientais, que junto com o aumento da consciência ambiental dos consumidores e pressões sociais e governamentais, forçam as empresas a pensar em maneiras de reduzir seus impactos ambientais (Bocken et al., 2011). Para combater problemas relacionados ao desempenho (Ettlie, 1983) ou ameaças devido a problemas ambientais (Horbach, 2008; Dangelico & Pujari, 2010), muitas vezes, as empresas optam por estratégias de adoção de inovações ou, especificamente no contexto ambiental, eco-inovações. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD, do inglês Organisation for Economic Co-operation and Development) definiu eco-inovação como "a criação de produtos (bens e serviços), processos, métodos de marketing, estruturas organizacionais e arranjos institucionais novos ou significativamente melhorados, que - com ou sem intenção - levam a melhorias ambientais em comparação com outras alternativas relevantes" (OECD, 2009, p. 2). Assim como a abordagem da inovação, a eco-inovação é multi e transdisciplinar (Fagerberg, 2005; Santolaria et al., 2011; Boons & Lüdeke-Freund, 2013), o que acaba levando à existência de uma série de termos relacionados – inovações sustentáveis, inovações ambientais, inovações “verdes” e eco-inovações, sendo esta última a principal expressão adotada neste trabalho. Esse estudo visa responder às seguintes questões de pesquisa: Quais são as condições para integrar inovação e sustentabilidade no setor de alimentos? Ou seja, quais são os drivers que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental das empresas brasileiras de alimentos? O objetivo geral foi identificar como as empresas brasileiras de alimentos integram inovação e sustentabilidade, verificando quais são os drivers que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental. Os objetivos específicos são: i) identificar na literatura os principais drivers para adoção de eco-inovação; ii) investigar e validar esses drivers como construtos que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho; iii) propor um framework para analisar drivers internos e externos que influenciam a adoção de eco-inovação; iv) identificar o perfil das empresas eco-inovadoras; v) verificar a influência dos drivers na melhoria do desempenho ambiental, e vi) verificar o papel da preocupação gerencial ambiental na adoção de eco-inovação e na mediação da relação dos drivers com a melhoria do desempenho ambiental. Para realizar essa pesquisa e atingir os objetivos estabelecidos, diferentes técnicas de pesquisa foram realizadas e, dessa forma, compuseram os procedimentos metodológicos. Tais procedimentos estão detalhados conforme as etapas de trabalho necessárias para o atingimento do objetivo geral. Primeiro, foi realizado o desenvolvimento teórico e conceitual, com uma ampla revisão de literatura, além de uma revisão sistemática para identificar os principais drivers para a adoção de eco-inovações nas empresas. A seguir, uma pesquisa exploratória foi realizada para validação e desenvolvimento do modelo de análise final. Por fim, foi realizada uma survey com empresas brasileiras do setor de alimentos. A análise dos dados dessa fase quantitativa foi realizada por meio de modelagem de equações estruturais. Os resultados empíricos deste estudo sobre os drivers para a adoção de eco-inovação, com base em um conjunto de dados final com 525 empresas de alimentos do Brasil, revelam alguns novos e relevantes insights. Em termos de influência dos drivers para melhoria do desempenho ambiental das empresas de alimentos do Brasil, verificou-se que o desempenho ambiental é diretamente afetado pela estratégia ambiental, legislações ambientais, preocupação gerencial ambiental, e de maneira muito fraca, tanto em magnitude quanto em importância, pela tecnologia. A preocupação ambiental gerencial torna-se um conceito central neste estudo, tanto como um importante fator de influência direta para aumentar o desempenho das empresas devido à adoção de uma eco-inovação, quanto como um mediador de outros fatores importantes. Preocupação gerencial ambiental é influenciado positivamente pela capacidade ambiental, a estratégia ambiental, legislação ambiental, e pela tecnologia. Compreender o que motivou a adoção de eco-inovação pelas empresas pode ajudar os formuladores de políticas públicas a orientar e prever o comportamento das empresas e desenvolver ferramentas para influenciar uma gestão mais ambiental. Tal resultado também destaca a necessidade de mais educação para a sustentabilidade no mundo dos negócios, bem como para os consumidores. Além disso, o papel fundamental da preocupação ambiental gerencial para aumentar a adoção de eco-inovação e aumentar a desempenho ambiental amplia a consciência sobre a importância de incluir ainda mais a sustentabilidade no currículo escolas de administração. Esta tese trouxe uma abordagem inovadora, com o apoio de literatura robusta através de revisão sistemática, pesquisa exploratória e teste de hipóteses com modelagem de equações estruturais. Isto permitiu desenvolver um modelo conceitual abrangente, reunindo e investigando todos os fatores relevantes na literatura e usando esses fatores com parcimônia no modelo final para a investigação empírica. Os drivers selecionados foram previamente testados na literatura, mas não como um todo e para investigar a sua influência sobre o desempenho ambiental. O teste empírico do modelo com todos os fatores selecionados, por conseguinte, foi testado com uma amostra representativa. O ajuste do modelo foi adequado, bem como as medidas usadas, sendo o modelo considerado como significativo e deve ser testado com diferentes setores, uma vez que os pressupostos teóricos não estão restritos a um determinado setor. Portanto, com um quadro teórico robusto, foi possível utilizar a análise de confirmação proposta. / Although the importance of innovation and sustainability for industries is evident, apparently in the food sector those concepts are being considered separately. The Organization for Economic Co-operation and Development (OECD) defines eco-innovation as “the development of products, processes, marketing methods, organizational structure, and new or improved institutional arrangements, which, intentionally or not, contribute to a reduction of environmental burdens in comparison with alternative practices” (OECD, 2009, p. 2). The main goal of this PhD Thesis is to identify how Brazilian food companies integrate innovation and sustainability, verifying what are the conditions (drivers) for adoption of eco-innovation and enhancement of environmental performance due to this action. The method applied included the following phases: In addition to an extensive literature review, that permeates the whole study, a systematic review in the literature was applied to identify main constructs that could be part of the final conceptual model. An exploratory research included in-depth interviews with eco-innovative food companies’ representatives, and validation process for data collection was crucial for data collection instrument development. To analyse the descriptive phase, structural equation modelling was applied. The aim was to verify empirical causal relationships among given drivers for adoption of eco-innovation and the enhancement of performance in Brazilian food companies. The quantitative data from this stage was analysed with SPSS (Univariate statistics) and Amos (Multivariate statistics - SEM). The empirical results from this study shed light on the drivers of eco-innovation based on a final dataset with 525 Brazilian food companies, revealing some relevant new insights. In terms of the influence of drivers to enhance the environmental performance of Brazilian food companies, it was found out that environmental performance is directly affected by environmental strategy, environmental regulations, environmental managerial concern, and very weakly, both in magnitude and in significance, by technology. Environmental managerial concern become a central concept in this study, both as an important direct influential factor for increasing companies` performance due to the adoption of an eco-innovation, and as a mediator of other important factors. Environmental managerial concern is positively influenced by environmental capability, environmental strategy, environmental regulation, and by technology. Practical implications include the importance of understanding what motivated companies to eco-innovate to help policy makers to guide and predict company’s behaviour and develop tools to induce a more environmental management. Such result also highlights the need for more education for sustainability in the business world, as well as for consumers. In addition, the key role of environmental management concern to boost adoption of eco-innovation and increase environmental performance raise awareness on the importance of further include sustainability in business schools’ curriculum. This thesis brought an innovative approach, with robust literature support via systematic review, exploratory research and test of hypotheses with structural equation modelling. This allowed to develop a comprehensive conceptual model, gathering and investigating all relevant factors in the literature, and using those factors with parsimony in the final model for the empirical investigation. The selected drivers were previously tested in the literature but not as a whole and to investigate its influence on environmental performance. The empirical test of the model with all the selected factors was therefore tested with a representative sample. The model fit was adequate, as well as measures used, being the model considered as meaningful and should be tested with different sectors, since theoretical assumptions are not restricted to a given sector. Therefore, with a robust theoretical framework, it was possible to use the proposed confirmatory analysis.
9

“Drivers for adoption of eco-innovation and enhancement of food companies’ environmental performance” / Drivers para adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental de empresas brasileiras do setor de alimentos

Bossle, Marilia Bonzanini January 2015 (has links)
Depois de centenas de milhares de anos, a população mundial alcançou a marca de 1 bilhão de pessoas, para logo em seguida, em apenas 200 anos crescer cerca de sete vezes mais, sendo esperados a marca de nove ou dez bilhões para o ano de 2050 (UNFPA, 2015). Esse crescimento intenso trouxe uma maior complexidade nas estruturas sociais e ambientais, trazendo importantes questões: Como será possível manter todas essas pessoas? Como alimentá-las? Como frear esse irrestrito uso de recursos? A produção e consumo de alimentos exerce um importante papel para dar suporte à população, mas ao mesmo tempo é um dos mais importantes elementos pressionando o meio ambiente (FAO, 2015). Para alcançarmos um desenvolvimento mais sustentável, é preciso haver mudanças drásticas nos padrões de produção e consumo, ou seja, mudanças na forma como os alimentos são produzidos, processados, transportados e consumidos são indispensáveis (Del Río, 2005; FAO, 2015). Expansão e mudanças econômicas rumo a novos métodos de produção são diretamente relacionados à inovação. Porém, crescimento econômico está geralmente relacionado a problemas ambientais, que junto com o aumento da consciência ambiental dos consumidores e pressões sociais e governamentais, forçam as empresas a pensar em maneiras de reduzir seus impactos ambientais (Bocken et al., 2011). Para combater problemas relacionados ao desempenho (Ettlie, 1983) ou ameaças devido a problemas ambientais (Horbach, 2008; Dangelico & Pujari, 2010), muitas vezes, as empresas optam por estratégias de adoção de inovações ou, especificamente no contexto ambiental, eco-inovações. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD, do inglês Organisation for Economic Co-operation and Development) definiu eco-inovação como "a criação de produtos (bens e serviços), processos, métodos de marketing, estruturas organizacionais e arranjos institucionais novos ou significativamente melhorados, que - com ou sem intenção - levam a melhorias ambientais em comparação com outras alternativas relevantes" (OECD, 2009, p. 2). Assim como a abordagem da inovação, a eco-inovação é multi e transdisciplinar (Fagerberg, 2005; Santolaria et al., 2011; Boons & Lüdeke-Freund, 2013), o que acaba levando à existência de uma série de termos relacionados – inovações sustentáveis, inovações ambientais, inovações “verdes” e eco-inovações, sendo esta última a principal expressão adotada neste trabalho. Esse estudo visa responder às seguintes questões de pesquisa: Quais são as condições para integrar inovação e sustentabilidade no setor de alimentos? Ou seja, quais são os drivers que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental das empresas brasileiras de alimentos? O objetivo geral foi identificar como as empresas brasileiras de alimentos integram inovação e sustentabilidade, verificando quais são os drivers que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental. Os objetivos específicos são: i) identificar na literatura os principais drivers para adoção de eco-inovação; ii) investigar e validar esses drivers como construtos que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho; iii) propor um framework para analisar drivers internos e externos que influenciam a adoção de eco-inovação; iv) identificar o perfil das empresas eco-inovadoras; v) verificar a influência dos drivers na melhoria do desempenho ambiental, e vi) verificar o papel da preocupação gerencial ambiental na adoção de eco-inovação e na mediação da relação dos drivers com a melhoria do desempenho ambiental. Para realizar essa pesquisa e atingir os objetivos estabelecidos, diferentes técnicas de pesquisa foram realizadas e, dessa forma, compuseram os procedimentos metodológicos. Tais procedimentos estão detalhados conforme as etapas de trabalho necessárias para o atingimento do objetivo geral. Primeiro, foi realizado o desenvolvimento teórico e conceitual, com uma ampla revisão de literatura, além de uma revisão sistemática para identificar os principais drivers para a adoção de eco-inovações nas empresas. A seguir, uma pesquisa exploratória foi realizada para validação e desenvolvimento do modelo de análise final. Por fim, foi realizada uma survey com empresas brasileiras do setor de alimentos. A análise dos dados dessa fase quantitativa foi realizada por meio de modelagem de equações estruturais. Os resultados empíricos deste estudo sobre os drivers para a adoção de eco-inovação, com base em um conjunto de dados final com 525 empresas de alimentos do Brasil, revelam alguns novos e relevantes insights. Em termos de influência dos drivers para melhoria do desempenho ambiental das empresas de alimentos do Brasil, verificou-se que o desempenho ambiental é diretamente afetado pela estratégia ambiental, legislações ambientais, preocupação gerencial ambiental, e de maneira muito fraca, tanto em magnitude quanto em importância, pela tecnologia. A preocupação ambiental gerencial torna-se um conceito central neste estudo, tanto como um importante fator de influência direta para aumentar o desempenho das empresas devido à adoção de uma eco-inovação, quanto como um mediador de outros fatores importantes. Preocupação gerencial ambiental é influenciado positivamente pela capacidade ambiental, a estratégia ambiental, legislação ambiental, e pela tecnologia. Compreender o que motivou a adoção de eco-inovação pelas empresas pode ajudar os formuladores de políticas públicas a orientar e prever o comportamento das empresas e desenvolver ferramentas para influenciar uma gestão mais ambiental. Tal resultado também destaca a necessidade de mais educação para a sustentabilidade no mundo dos negócios, bem como para os consumidores. Além disso, o papel fundamental da preocupação ambiental gerencial para aumentar a adoção de eco-inovação e aumentar a desempenho ambiental amplia a consciência sobre a importância de incluir ainda mais a sustentabilidade no currículo escolas de administração. Esta tese trouxe uma abordagem inovadora, com o apoio de literatura robusta através de revisão sistemática, pesquisa exploratória e teste de hipóteses com modelagem de equações estruturais. Isto permitiu desenvolver um modelo conceitual abrangente, reunindo e investigando todos os fatores relevantes na literatura e usando esses fatores com parcimônia no modelo final para a investigação empírica. Os drivers selecionados foram previamente testados na literatura, mas não como um todo e para investigar a sua influência sobre o desempenho ambiental. O teste empírico do modelo com todos os fatores selecionados, por conseguinte, foi testado com uma amostra representativa. O ajuste do modelo foi adequado, bem como as medidas usadas, sendo o modelo considerado como significativo e deve ser testado com diferentes setores, uma vez que os pressupostos teóricos não estão restritos a um determinado setor. Portanto, com um quadro teórico robusto, foi possível utilizar a análise de confirmação proposta. / Although the importance of innovation and sustainability for industries is evident, apparently in the food sector those concepts are being considered separately. The Organization for Economic Co-operation and Development (OECD) defines eco-innovation as “the development of products, processes, marketing methods, organizational structure, and new or improved institutional arrangements, which, intentionally or not, contribute to a reduction of environmental burdens in comparison with alternative practices” (OECD, 2009, p. 2). The main goal of this PhD Thesis is to identify how Brazilian food companies integrate innovation and sustainability, verifying what are the conditions (drivers) for adoption of eco-innovation and enhancement of environmental performance due to this action. The method applied included the following phases: In addition to an extensive literature review, that permeates the whole study, a systematic review in the literature was applied to identify main constructs that could be part of the final conceptual model. An exploratory research included in-depth interviews with eco-innovative food companies’ representatives, and validation process for data collection was crucial for data collection instrument development. To analyse the descriptive phase, structural equation modelling was applied. The aim was to verify empirical causal relationships among given drivers for adoption of eco-innovation and the enhancement of performance in Brazilian food companies. The quantitative data from this stage was analysed with SPSS (Univariate statistics) and Amos (Multivariate statistics - SEM). The empirical results from this study shed light on the drivers of eco-innovation based on a final dataset with 525 Brazilian food companies, revealing some relevant new insights. In terms of the influence of drivers to enhance the environmental performance of Brazilian food companies, it was found out that environmental performance is directly affected by environmental strategy, environmental regulations, environmental managerial concern, and very weakly, both in magnitude and in significance, by technology. Environmental managerial concern become a central concept in this study, both as an important direct influential factor for increasing companies` performance due to the adoption of an eco-innovation, and as a mediator of other important factors. Environmental managerial concern is positively influenced by environmental capability, environmental strategy, environmental regulation, and by technology. Practical implications include the importance of understanding what motivated companies to eco-innovate to help policy makers to guide and predict company’s behaviour and develop tools to induce a more environmental management. Such result also highlights the need for more education for sustainability in the business world, as well as for consumers. In addition, the key role of environmental management concern to boost adoption of eco-innovation and increase environmental performance raise awareness on the importance of further include sustainability in business schools’ curriculum. This thesis brought an innovative approach, with robust literature support via systematic review, exploratory research and test of hypotheses with structural equation modelling. This allowed to develop a comprehensive conceptual model, gathering and investigating all relevant factors in the literature, and using those factors with parsimony in the final model for the empirical investigation. The selected drivers were previously tested in the literature but not as a whole and to investigate its influence on environmental performance. The empirical test of the model with all the selected factors was therefore tested with a representative sample. The model fit was adequate, as well as measures used, being the model considered as meaningful and should be tested with different sectors, since theoretical assumptions are not restricted to a given sector. Therefore, with a robust theoretical framework, it was possible to use the proposed confirmatory analysis.
10

“Drivers for adoption of eco-innovation and enhancement of food companies’ environmental performance” / Drivers para adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental de empresas brasileiras do setor de alimentos

Bossle, Marilia Bonzanini January 2015 (has links)
Depois de centenas de milhares de anos, a população mundial alcançou a marca de 1 bilhão de pessoas, para logo em seguida, em apenas 200 anos crescer cerca de sete vezes mais, sendo esperados a marca de nove ou dez bilhões para o ano de 2050 (UNFPA, 2015). Esse crescimento intenso trouxe uma maior complexidade nas estruturas sociais e ambientais, trazendo importantes questões: Como será possível manter todas essas pessoas? Como alimentá-las? Como frear esse irrestrito uso de recursos? A produção e consumo de alimentos exerce um importante papel para dar suporte à população, mas ao mesmo tempo é um dos mais importantes elementos pressionando o meio ambiente (FAO, 2015). Para alcançarmos um desenvolvimento mais sustentável, é preciso haver mudanças drásticas nos padrões de produção e consumo, ou seja, mudanças na forma como os alimentos são produzidos, processados, transportados e consumidos são indispensáveis (Del Río, 2005; FAO, 2015). Expansão e mudanças econômicas rumo a novos métodos de produção são diretamente relacionados à inovação. Porém, crescimento econômico está geralmente relacionado a problemas ambientais, que junto com o aumento da consciência ambiental dos consumidores e pressões sociais e governamentais, forçam as empresas a pensar em maneiras de reduzir seus impactos ambientais (Bocken et al., 2011). Para combater problemas relacionados ao desempenho (Ettlie, 1983) ou ameaças devido a problemas ambientais (Horbach, 2008; Dangelico & Pujari, 2010), muitas vezes, as empresas optam por estratégias de adoção de inovações ou, especificamente no contexto ambiental, eco-inovações. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD, do inglês Organisation for Economic Co-operation and Development) definiu eco-inovação como "a criação de produtos (bens e serviços), processos, métodos de marketing, estruturas organizacionais e arranjos institucionais novos ou significativamente melhorados, que - com ou sem intenção - levam a melhorias ambientais em comparação com outras alternativas relevantes" (OECD, 2009, p. 2). Assim como a abordagem da inovação, a eco-inovação é multi e transdisciplinar (Fagerberg, 2005; Santolaria et al., 2011; Boons & Lüdeke-Freund, 2013), o que acaba levando à existência de uma série de termos relacionados – inovações sustentáveis, inovações ambientais, inovações “verdes” e eco-inovações, sendo esta última a principal expressão adotada neste trabalho. Esse estudo visa responder às seguintes questões de pesquisa: Quais são as condições para integrar inovação e sustentabilidade no setor de alimentos? Ou seja, quais são os drivers que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental das empresas brasileiras de alimentos? O objetivo geral foi identificar como as empresas brasileiras de alimentos integram inovação e sustentabilidade, verificando quais são os drivers que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho ambiental. Os objetivos específicos são: i) identificar na literatura os principais drivers para adoção de eco-inovação; ii) investigar e validar esses drivers como construtos que influenciam a adoção de eco-inovação e melhoria do desempenho; iii) propor um framework para analisar drivers internos e externos que influenciam a adoção de eco-inovação; iv) identificar o perfil das empresas eco-inovadoras; v) verificar a influência dos drivers na melhoria do desempenho ambiental, e vi) verificar o papel da preocupação gerencial ambiental na adoção de eco-inovação e na mediação da relação dos drivers com a melhoria do desempenho ambiental. Para realizar essa pesquisa e atingir os objetivos estabelecidos, diferentes técnicas de pesquisa foram realizadas e, dessa forma, compuseram os procedimentos metodológicos. Tais procedimentos estão detalhados conforme as etapas de trabalho necessárias para o atingimento do objetivo geral. Primeiro, foi realizado o desenvolvimento teórico e conceitual, com uma ampla revisão de literatura, além de uma revisão sistemática para identificar os principais drivers para a adoção de eco-inovações nas empresas. A seguir, uma pesquisa exploratória foi realizada para validação e desenvolvimento do modelo de análise final. Por fim, foi realizada uma survey com empresas brasileiras do setor de alimentos. A análise dos dados dessa fase quantitativa foi realizada por meio de modelagem de equações estruturais. Os resultados empíricos deste estudo sobre os drivers para a adoção de eco-inovação, com base em um conjunto de dados final com 525 empresas de alimentos do Brasil, revelam alguns novos e relevantes insights. Em termos de influência dos drivers para melhoria do desempenho ambiental das empresas de alimentos do Brasil, verificou-se que o desempenho ambiental é diretamente afetado pela estratégia ambiental, legislações ambientais, preocupação gerencial ambiental, e de maneira muito fraca, tanto em magnitude quanto em importância, pela tecnologia. A preocupação ambiental gerencial torna-se um conceito central neste estudo, tanto como um importante fator de influência direta para aumentar o desempenho das empresas devido à adoção de uma eco-inovação, quanto como um mediador de outros fatores importantes. Preocupação gerencial ambiental é influenciado positivamente pela capacidade ambiental, a estratégia ambiental, legislação ambiental, e pela tecnologia. Compreender o que motivou a adoção de eco-inovação pelas empresas pode ajudar os formuladores de políticas públicas a orientar e prever o comportamento das empresas e desenvolver ferramentas para influenciar uma gestão mais ambiental. Tal resultado também destaca a necessidade de mais educação para a sustentabilidade no mundo dos negócios, bem como para os consumidores. Além disso, o papel fundamental da preocupação ambiental gerencial para aumentar a adoção de eco-inovação e aumentar a desempenho ambiental amplia a consciência sobre a importância de incluir ainda mais a sustentabilidade no currículo escolas de administração. Esta tese trouxe uma abordagem inovadora, com o apoio de literatura robusta através de revisão sistemática, pesquisa exploratória e teste de hipóteses com modelagem de equações estruturais. Isto permitiu desenvolver um modelo conceitual abrangente, reunindo e investigando todos os fatores relevantes na literatura e usando esses fatores com parcimônia no modelo final para a investigação empírica. Os drivers selecionados foram previamente testados na literatura, mas não como um todo e para investigar a sua influência sobre o desempenho ambiental. O teste empírico do modelo com todos os fatores selecionados, por conseguinte, foi testado com uma amostra representativa. O ajuste do modelo foi adequado, bem como as medidas usadas, sendo o modelo considerado como significativo e deve ser testado com diferentes setores, uma vez que os pressupostos teóricos não estão restritos a um determinado setor. Portanto, com um quadro teórico robusto, foi possível utilizar a análise de confirmação proposta. / Although the importance of innovation and sustainability for industries is evident, apparently in the food sector those concepts are being considered separately. The Organization for Economic Co-operation and Development (OECD) defines eco-innovation as “the development of products, processes, marketing methods, organizational structure, and new or improved institutional arrangements, which, intentionally or not, contribute to a reduction of environmental burdens in comparison with alternative practices” (OECD, 2009, p. 2). The main goal of this PhD Thesis is to identify how Brazilian food companies integrate innovation and sustainability, verifying what are the conditions (drivers) for adoption of eco-innovation and enhancement of environmental performance due to this action. The method applied included the following phases: In addition to an extensive literature review, that permeates the whole study, a systematic review in the literature was applied to identify main constructs that could be part of the final conceptual model. An exploratory research included in-depth interviews with eco-innovative food companies’ representatives, and validation process for data collection was crucial for data collection instrument development. To analyse the descriptive phase, structural equation modelling was applied. The aim was to verify empirical causal relationships among given drivers for adoption of eco-innovation and the enhancement of performance in Brazilian food companies. The quantitative data from this stage was analysed with SPSS (Univariate statistics) and Amos (Multivariate statistics - SEM). The empirical results from this study shed light on the drivers of eco-innovation based on a final dataset with 525 Brazilian food companies, revealing some relevant new insights. In terms of the influence of drivers to enhance the environmental performance of Brazilian food companies, it was found out that environmental performance is directly affected by environmental strategy, environmental regulations, environmental managerial concern, and very weakly, both in magnitude and in significance, by technology. Environmental managerial concern become a central concept in this study, both as an important direct influential factor for increasing companies` performance due to the adoption of an eco-innovation, and as a mediator of other important factors. Environmental managerial concern is positively influenced by environmental capability, environmental strategy, environmental regulation, and by technology. Practical implications include the importance of understanding what motivated companies to eco-innovate to help policy makers to guide and predict company’s behaviour and develop tools to induce a more environmental management. Such result also highlights the need for more education for sustainability in the business world, as well as for consumers. In addition, the key role of environmental management concern to boost adoption of eco-innovation and increase environmental performance raise awareness on the importance of further include sustainability in business schools’ curriculum. This thesis brought an innovative approach, with robust literature support via systematic review, exploratory research and test of hypotheses with structural equation modelling. This allowed to develop a comprehensive conceptual model, gathering and investigating all relevant factors in the literature, and using those factors with parsimony in the final model for the empirical investigation. The selected drivers were previously tested in the literature but not as a whole and to investigate its influence on environmental performance. The empirical test of the model with all the selected factors was therefore tested with a representative sample. The model fit was adequate, as well as measures used, being the model considered as meaningful and should be tested with different sectors, since theoretical assumptions are not restricted to a given sector. Therefore, with a robust theoretical framework, it was possible to use the proposed confirmatory analysis.

Page generated in 0.0605 seconds