• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 281
  • 10
  • 4
  • Tagged with
  • 297
  • 150
  • 79
  • 72
  • 59
  • 54
  • 46
  • 39
  • 35
  • 34
  • 34
  • 33
  • 30
  • 29
  • 27
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estabelecimento da lactação : fatores associados a lactogênese II e as condutas nas intercorrências lactacionais em mulheres com acesso a orientação e serviço de saúde

Rodrigues, Polyana Alves 07 July 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006. / Submitted by Patrícia Nunes da Silva (patricia@bce.unb.br) on 2011-05-31T15:10:44Z No. of bitstreams: 1 2006_Polyana Alves Rodrigues.pdf: 2538810 bytes, checksum: cf93204af442be1801d50377227a37d8 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2011-05-31T15:11:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_Polyana Alves Rodrigues.pdf: 2538810 bytes, checksum: cf93204af442be1801d50377227a37d8 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-05-31T15:11:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_Polyana Alves Rodrigues.pdf: 2538810 bytes, checksum: cf93204af442be1801d50377227a37d8 (MD5) / Introdução: Um adequado estabelecimento da lactação é essencial para o sucesso da lactação. Problemas no início da lactação podem resultar em uso de complementação, redução da sucção e levar ao abandono completo da amamentação. Assim o nosso objetivo foi analisar os fatores associados ao atraso no estabelecimento da lactação (lactogênese II) e as condutas nas intercorrências lactacionais em mulheres com acesso a orientação e serviço de saúde. Métodos:Estudo de coorte, realizado em 2 hospitais da rede particular do Distrito Federal, Brasil, onde se recrutaram 165 mães de bebês a termo saudáveis, com adequado peso ao nascer, residentes no Plano Piloto, no período de maio a novembro de 2003. A coleta de dados foi realizada em três etapas nas quais aplicaram-se três questionários: o primeiro, na maternidade, até o 3º dia pós-parto; o segundo, por telefone, entre o 5º e o 7º dia pós-parto; e o terceiro, em visita domiciliar, no 15º dia pós-parto. Durante o período da pesquisa foram obtidos dados de identificação, antropométricos, sobre lactação, intercorrências lactacionais e soluções apresentadas para correção e tratamento destas intercorrências. Resultados: A prevalência de ocorrência da lactogênese II superior a 72 horas foi alta (68%). Na análise multivariada, apenas o nível educacional superior materno foi fator de risco para o atraso na lactogênese II (OR=3,45; IC=1,463-8,147; p=0,005). As mães de nível superior tinham menor freqüência de mamadas (p=0,005) e maior intervalo entre as mamadas (p=0,027) que as mães dos demais níveis de escolaridade. Das mães que tiveram intercorrências lactacionais (n=143), 65% apresentaram duas ou mais intercorrências. As mães que apresentaram mais intercorrências procuraram por mais de um meio de orientação (p<0,001) e procuraram por pelo menos um profissional de saúde (p=0,033) em comparação as mães que tiveram até uma intercorrência. No manejo das intercorrências lactacionais, apenas 9% das mães citaram como conduta a correção do posicionamento e da pega ao seio. O padrão de mamadas observado foi de mediana de nove mamadas por dia, sendo cinco mamadas no período diurno e quatro no período noturno. Conclusões: O fator associado à alta prevalência de atraso na lactogênese II foi nível superior completo. Estas mães apresentaram menor freqüência de mamadas e maior intervalo entre as mamadas. Apresentar mais de uma intercorrência foi freqüente e quem apresentou procurou por profissional de saúde, mas teve dúvida a que meio ou profissional recorrer. Além disso, a principal medida de prevenção e correção das intercorrências lactacionais foi pouco utilizada. Conclui-se que as intercorrências são comuns na fase de estabelecimento da lactação e inexiste uma assistência precisa e direcionada as mães lactantes. A disponibilização nos hospitais de profissionais especialistas em lactação para orientação e atendimento em amamentação, e a criação de clínicas especializadas em lactação para atender a mulher durante esta fase particular do processo reprodutivo, são prementes. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / When there are problems in the establishment of lactation they can lead to introduction of infant formula, reduction of suckling and complete weaning. Thus, the objectives of this study were to analyze risk factors for delayed onset of lactation (lactogenesis II) and the management of breastfeeding problems in well-educated women with easy access to health care and counseling. Methods:This longitudinal study was conducted in two private hospitals in the Federal District, Brazil, during May to November of 2003. We recruited 165 mothers of at term and healthy babies, with adequate birth weight, who lived in a well off area of the Federal District, called Plano Piloto. The data collection was carried out in 3 periods, in each one a questionnaire was administered: the first one was done in the maternity, until postpartum day 3; the second one was done by phone between postpartum day 5 to 7, and the last one was done in the mother’s home in postpartum day 15. During the research information about mother’s characteristics, lactation establishment, breastfeeding intercurrences and their management were gathered. Anthropometry was performed in the mother and the baby during the home visit. Results: The prevalence of delayed onset of lactation was high (68%). Multivariate logistic regression analyses indicated that only mother’s graduate level was a risk factor significantly associated with delayed onset of lactation (OR=3.45, IC=1.463- 8.147, p=0.005). Graduate level mothers had lower breastfeeding frequency (p=0.005) and longer interval between feeds (p=0.027) as compare to mothers in other educational levels. One hundred and forty-three mothers had breastfeeding intercurrences; and 65% presented two or more lactation intercurrences. The mothers who had more breastfeeding intercurrence searched for more guidance sources (p<0.001) and looked for at least one health professional (p=0.033) than mothers with no or one intercurrences. In the management of breastfeeding problems, only 9% of the mothers mentioned the correction of the baby positioning and the baby’s latch-on. Median pattern of feeds were nine per day, with a number of 5 day feeds and 4 night feeds. Conclusion: Delayed on onset of lactation was associated with mothers’ graduate level and these mothers had low breastfeeding frequency and long interval between feeds. Breastfeeding intercurrence was prevalent and mothers with lactation intercurrences looked for health professional assistance, but had doubts about who to appeal to. Moreover, the main procedure for prevention and treatment of breastfeeding intercurrence was less used. In conclusion, breastfeeding intercurrences are common in the period of lactation establishment. There is a lack of adequate assistance for nursing mothers. Attention should be made to the presence of lactation specialists in the hospitals to assist nursing mothers in the lactation establishment period. The creation of lactation clinics to assist and treat women during this particular stage of reproductive process is urgent.
2

Contribuição ao estudo da hiperprolactinemia nas mulheres estereis por disfunção ovarica

Bahamondes, Luis Guillermo, 1946- 14 July 2018 (has links)
Orientador : Jose Aristodemo Pinotti / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:21:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bahamondes_LuisGuillermo_D.pdf: 1475678 bytes, checksum: 770a84c1bb0b9653692cd65b1b191678 (MD5) Previous issue date: 1982 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Doutorado / Doutor em Medicina
3

Caracterização da flora latica de leite cru

Antunes, Lucio Alberto Forti 22 June 1985 (has links)
Orientador: Jose Satiro de Oliveira / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agricola / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:50:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Antunes_LucioAlbertoForti_D.pdf: 4278945 bytes, checksum: 0a1a37218ee611a127992ac0b6ca109a (MD5) Previous issue date: 1985 / Resumo: Existe, no Brasil, uma carência de informações a respeito da flora lática do leite cru, tal como chega na plataforma de recepção da indústria. Assim, com o objetivo de caracterizar essa flora, foram isoladas, a partir de 50 amostras de leite cru, 300 culturas de bactérias láticas. Para a realização dos isolamentos foi utilizado o meio de cultura agar APT-S, desenvolvido, neste trabalho, a partir do agar APT, pela incorporação de 0,1% de sorbato de potássio, 0,5% de agar e concomitante redução do pH para 6,0, pela adição de ácido lático. Comprovou-se que este meio teve um bom comportamento para contagem e isolamento dos microrganismos do grupo lático, apresentando uma eficiência seletiva nas condições utilizadas. Nenhuma inibição sobre culturas puras de bactérias láticas foi detectada. Dentre os isolados, S. Lactis apresentou uma expressiva predominância, correspondendo a 79,20% do total. As demais espécies isoladas compreenderam: S. lactis subsp diacetylactis, (6,55%), S. lactis subsp cremoris (6,55%), L. casei (4,40%), L. lactis, (2,20%) e Leuconostoc cremoris (1,10%). De todas as espécies isoladas, S. lactis foi encontrado em cem por cento das amostras, enquanto que as demais tiveram um índice de ocorrência inferior a 15%. Tais resultados, possivelmente estão relacionados com as condições ecológicas e de manuseio na fase de produção do leite no país. Na caracterização das culturas isoladas foram determinados: comportamento frente a diferentes temperaturas, atividades acidificantes, tempo de geração e atividades proteolíticas. Foi constatado que varias culturas mostraram capacidade de crescer igualmente nas temperaturas de 21°, 32° e 42°C. Entre os isolados, vários apresentaram atividade acidificante superior aquela normalmente descrita para os microrganismos mesófilos. A metodologia empregada no presente trabalho mostrou -se adequada para o isolamento e seleção do microrganismos láticos com potencialidade de serem empregados como fermentos industriais. / Abstract: There is very little information about the lactic flora of the fresh raw milk by the time it arrives at the reception platform in the dairy industry in Brazil. For this reason, the present research work was undertaken to study 300 cultures of lactic acid bacteria isolated from 50 raw milk samples. The isolation was performed on APT-S agar medium which was developed during this research by the adaptation of the APT agar through the incorporation of 0.1% of potassium sorbate, 0,5% of bacto agar and pH adjustment to 6.0 with lactic acid. The resulting culture medium proved to be quite suitable for the enumeration and isolation of typical lactic microorganisms. There was a good selectivity under the conditions adopted and no inhibition was detected when tested with known pure cultures of lactic acid bacteria. Among the isolates, S. lactis showes a predominance of 79,20% of the total. The other species were: S. lactis subsp diacetylactis, (6,55%), S. lactis subsp cremoris (6,55%), L. casei (4,40%), L. lactis, (2,20%) e Leuconostoc cremoris (1,10%), S. lactis was also present in one hundred percent of the samples, while the others had occurence values below 15%. These results indicate a possible influence of the production conditions mainly in aspects related to climate and way of handling the raw milk in this country. The characterization of the isolated cultures included different incubation temperatures, acid production activity, gene ration time and proteolytic activity. Several isolates presented regular growth in all three temperatures tested: 21, 32 and 42°C. Also, were detected cultures with higher acid production activity than the results indicated in the literature for similar microorganisms. The isolation sequence utilized in the present research work indicated an adequate procedure for isolation and selection of lactic acid bacteria with good potencial for being used as starter cultures in the dairy industry. / Doutorado / Doutor em Ciência de Alimentos
4

Localização anatomica das aferencias responsaveis pelo reflexo ejetolacteo no tronco cerebral da rata

D'ottaviano, Ernesto José, 1937-2009 14 July 2018 (has links)
Tese (livre docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Acompanha memorial / Made available in DSpace on 2018-07-14T21:21:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 D'ottaviano_ErnestoJose_LD.pdf: 8671715 bytes, checksum: 9d73518efdef4d49ecc5594306629b14 (MD5) Previous issue date: 1973 / Resumo: O autor faz um mapeamento estereotáxico do tronco cerebral da rata lactante, usando um bisturi neurocirúrgico especial, com a finalidade de localizar a via anatômica responsável pelas aferências do reflexo ejetolácteo. O método permite fazer secções topográficas específicas, sem atingir áreas adjacentes e sem a necessidade de aspirar ou retirar fragmentos de tecido nervoso. O material é constituído por ratas adultas (15º a 18º dia de lactação), distribuídas em 15 grupos e submetidas a desaferentações totais ou parciais do hipotálamo caudal, mesencéfalo e ponte e nas quais posteriormente é feito um teste de ejeção Láctea para verificar a existência ou não de bloqueio deste reflexo. Os resultados obtidos permitem concluir que: I - Na ponte, as aferências responsáveis pelo reflexo ejetolácteo, são interrompidas quando se secciona as áreas centroventrais, numa extensão de 2 mm2 (I mm2 de cada lado da linha mediana). 2- Das estruturas situadas nessas áreas, apenas o lemnisco medial é um fascículo constituído por fibras sensitivas ascendentes, razão pela qual é identificado como a via anatômica a este nível. 3- No mesencéfalo, a via anatômica está localizada nas regiões lateroventrais bilaterais, numa extensão de mais ou menos 2 mm2. 4- A nível mesencefálico, o lemnisco medial emite colaterais para os núcleos tegmentais ventrais e para o trato tegmentomamilar lateral que se incorpora aos pedúnculos mamilares ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Not informed. / Tese (livre docencia) - Univer / Fisiologia / Livre Docente em Ciencias Biologicas
5

Caracterização nutricional, microbiológica, sensorial e aromática do leite de cabras Saanen, em função do manejo do rebanho, higiene da ordenha e fase de lactação

de Cássia Ramos do Egypto Queiroga, Rita January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:04:06Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8861_1.pdf: 726072 bytes, checksum: 6b372b0122f78047ce730e659fa8399e (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / O objetivo desta pesquisa foi o de avaliar a influência do manejo do rebanho, higiene da ordenha e fases da lactação nas características químicas, físicas, microbiológicas, sensoriais e aromáticas do leite de cabra Saanen no Brejo paraibano, Brasil. Selecionaram-se 20 animais, constituindo-se 4 grupos de 5, divididos em animais sem a presença do macho e com a presença do macho e ordenha com e sem procedimentos de higiene, analisando-se amostras de leite na fase inicial, intermediária e final da lactação. A produção de leite e os teores de lipídios e acidez variaram em função da lactação. A higiene da ordenha e o manejo do rebanho não proporcionaram efeito nos ácidos graxos, detectando-se variações na lactação, com maiores percentuais de saturados na fase intermediária. Os parâmetros microbiológicos apresentaram-se dentro dos padrões em todos fatores analisados. As características sensoriais dos testes de aceitação e ADQ não foram influídas pela higiene da ordenha, enquanto os atributos odor e sabor característico variaram conforme a presença do reprodutor e fase da lactação. A técnica de extração e destilação simultâneas mostrou-se eficiente na extração dos compostos voláteis do leite caprino, identificando-se 156 compostos voláteis; entre eles, ésteres, aldeídos, álcoois e ácidos, detectando-se variações entre os tratamentos
6

Aspectos bioquímicos do colostro e do leite de peixe-boi da Amazônia Trichechus inunguis (Natterer, 1883)

BARBOSA, Paula de Souza 02 December 2016 (has links)
Submitted by Inácio de Oliveira Lima Neto (inacio.neto@inpa.gov.br) on 2018-10-22T14:48:18Z No. of bitstreams: 2 0_TESE_COMPLETA_VERSÃO FINAL DOUTORADO.pdf: 3519623 bytes, checksum: 4d37d3db7e4161f2accc7e0917e1fe65 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-10-22T14:48:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 0_TESE_COMPLETA_VERSÃO FINAL DOUTORADO.pdf: 3519623 bytes, checksum: 4d37d3db7e4161f2accc7e0917e1fe65 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2016-12-02 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The Amazon manatee is an aquatic mammal that possesses the placenta of the zonary and endotheliochorial type. This placental conformation partially blocks the passage of antibodies, increasing the need for immediate colostrum intake by the offspring. In this context, knowing the biochemical composition properties of the colostrum of this aquatic mammal is very important for the understanding of the physiology of the species and for guiding management measures to guarantee the health of captive T.inunguis in the early stages of development. The objective of this study was to characterize the proteins and amino acid composition in the colostrum of the Amazonian manatee Trichechus inunguis kept in captivity. Two samples of colostrum from a captive female were collected at the Center for the Preservation and Research of Aquatic Mammals, Balbina-AM, on two consecutive days, corresponding to the first 24 and 48 hours after delivery. Protein and free amino acids from "in nature" colostrum were analyzed by High Efficiency Liquid Chromatography by ion exchange. Proteins were determined by means of SDS PAGE followed by MALDI-TOF-MS analysis. The most abundant amino acids in colostrum in the first 24 hours were: glutamic acid (20.4%) and proline (13.7%). The lowest available amino acids were: arginine (0.9%), glycine (1.1%). Aspartic acid and serine were the amino acids that suffered the greatest decreases in their total concentrations between the samples of 24 and 48 hours (reduction of 6.4% and 0.9%, respectively) after delivery. The most abundant free amino acids in colostrum were aspartic acid (18%) and proline (15%). Four major proteins were identified in colostrum (bovine serum albumin, Apolipoprotein E, zinc finger protein and DREBRIN protein) and a polypeptide rich in proline and serine. Colostrum for this species does not appear to be related to the specific function of transmitting immunity but rather to act as a promoter of the infant's immune development by providing necessary subsidies capable of ensuring the synthesis of the infant's own immunity. In addition, the proteins identified in this study suggest preparing the newborn to metabolize mature, lipid-rich milk and providing subsidies for the neonatal development of the newborn / O peixe-boi da Amazônia é um mamífero aquático que possui a placenta do tipo zonária e endotéliocorial. Essa conformação placentária bloqueia parcialmente a passagem de anticorpos aumentando a necessidade de ingestão imediata do colostro pelos filhotes. Neste contexto, conhecer as propriedades da composição bioquímica do colostro deste mamífero aquático é muito importante para a compreensão da fisiologia da espécie e para que sejam orientadas medidas de manejo para garantir a saúde dos T.inunguis em cativeiro nas primeiras fases do desenvolvimento. O objetivo deste estudo foi caracterizar as proteínas e a composição em aminoácidos no colostro do peixe-boi da Amazônia Trichechus inunguis mantido em cativeiro. Foram coletadas, duas amostras de colostro de uma fêmea cativa no Centro de Preservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos, Balbina-AM, em dois dias consecutivos, correspondendo as primeiras 24 e 48 horas após o parto. Os aminoácidos proteicos e livres do colostro “in natura” foram analisados por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência por troca iônica. As proteínas foram determinadas por meio de SDS PAGE seguida por análise MALDI-TOF-MS. Os aminoácidos mais abundantes no colostro nas primeiras 24 horas foram: ácido glutâmico (20,4%) e prolina (13,7%). Os aminoácidos disponíveis em menor quantidade foram: arginina (0,9%), glicina (1,1%). O ácido aspártico e a serina foram os aminoácidos que sofreram os maiores decréscimos em suas concentrações totais entre as amostras de 24 e 48 horas (redução de 6,4% e 0.9% respectivamente) após o parto. Os aminoácidos livres mais abundantes no colostro foram o ácido aspártico (18%) e a prolina (15%). Foram identificadas quatro proteínas majoritárias no colostro (soroalbumina bovina, Apolipoproteina. E, proteína dedo de zinco e a proteína DREBRIN) e um polipeptídio rico em prolina e serina. O colostro para esta espécie não parece estar relacionado com a função específica de transmitir imunidade, mas de atuar como um promotor do desenvolvimento imunológico do filhote fornecendo subsídios necessários capazes de garantir a síntese da própria imunidade do neonato. Além disso, as proteínas identificadas neste trabalho sugerem preparar o recém-nascido para metabolizar leite maduro, rico em lipídeos e fornecendo subsídios para o desenvolvimento neurológico do recém-nascido.
7

Avaliação do consumo alimentar e comparação de métodos de avaliação corporal de nutrizes

Monteiro, Fernanda Ramos January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008. / Submitted by Fernanda Weschenfelder (nandaweschenfelder@gmail.com) on 2009-09-15T18:03:59Z No. of bitstreams: 1 2008_FernandaRamosMonteiro.pdf: 671834 bytes, checksum: 79b853db8476cae62841394ba26b00ad (MD5) / Approved for entry into archive by Luis Felipe Souza Silva(luis@bce.unb.br) on 2009-09-21T17:47:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_FernandaRamosMonteiro.pdf: 671834 bytes, checksum: 79b853db8476cae62841394ba26b00ad (MD5) / Made available in DSpace on 2009-09-21T17:47:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_FernandaRamosMonteiro.pdf: 671834 bytes, checksum: 79b853db8476cae62841394ba26b00ad (MD5) Previous issue date: 2008 / O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o consumo de energia, de macro e de micronutrientes de nutrizes visando caracterizar o perfil nutricional e determinar a prevalência de inadequação e o risco de toxicidade. Descrever qualitativamente o padrão alimentar durante a lactação. Métodos: Foram realizados 2 recordatórios 24hs e freqüência alimentar das 133 mães participantes. O peso e a altura foram medidos. Resultados: Mostraram percentuais de carboidratos (48%) e proteínas (14%) dentro dos intervalos preconizados pelo o IOM (2002), os lipídios apresentaram um consumo excessivo (38%) do preconizado pelo IOM. A média de consumo por grupos de alimentos foram 5 p (porções) de cereais, 2 p de hortaliças, 5,5 p de frutas e sucos , 2 p de carnes e ovos, 1 p de leite e produtos lácteos, 2 p de açúcares e doces, 5 p de óleos e gorduras e 2 p de leguminosa. As vitaminas com inadequação, ingestão menor que a EAR foram as vitaminas E(95%), B1(92%), B6(73%), B2 (52%), ácido fólico (100%). Os únicos que apresentaram porcentagem acima da UL foram sódio (14%), cloro (5%) e vitamina A (1%). A média de IMC foi de 25 Kg/m². Conclusão: A composição dos grupos alimentares da dieta das mães apresentou um baixo consumo de hortaliças, leite e derivados. Os óleos e gorduras aparecem em número de porções excessivas. A avaliação de inadequação de consumo mostrou baixo consumo de vitaminas do complexo B e vitamina E. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objectives of this research were to assess energy and nutrient intake from nursing mothers and to establish the prevalence of inadequacy and toxicity risk intake. Methods: Two 24h recalls and a food frequency questionnaire were conducted in 133 mothers. Body weight and height were measured. Results: Percentages of macronutrients according to total energy intake by the IOM (2002) were within the range for carbohydrates (48%) and protein (14%) and above the range for lipids (38%). The average consumption by food groups was 5p (portions) of cereals, 2p vegetables, 6p fruits and juices, 2p meat and eggs, 1p milk and dairy products, 2p sugars and sweets, 5p oils and fats and 2p legumes. The vitamins showing inadequacy of intake, i.e. intake lower than EAR, were vitamins E (95%), B1 (92%), B6 (52%) and folic acid (100%). Nutrients with AI values presented percentage intake above this parameter for calcium (11%), water (4%) and dietary fiber (5%). The nutrients with intake above UL were sodium (14%), chlorine (5%) and one mother presented intake above UL for vitamin A. The average BMI was 25 Kg/m². Conclusion: There were low consumption of vegetables, and milk and dairy products. There was excessive intake of oils and fats. There was inadequate intake of B complex vitamins and vitamin E.
8

Estado antropométrico materno e a concentração de zinco no leite produzido aos seis meses de lactação

Silva, Juliana Argolo 29 May 2013 (has links)
Submitted by Hiolanda Rêgo (hiolandar@gmail.com) on 2013-05-23T17:43:20Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Nut_ Juliana Argolo.pdf: 1958407 bytes, checksum: 4fbc0d420dcd51b090bfc7faab2d35ca (MD5) / Approved for entry into archive by Flávia Ferreira(flaviaccf@yahoo.com.br) on 2013-05-29T19:50:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_Nut_ Juliana Argolo.pdf: 1958407 bytes, checksum: 4fbc0d420dcd51b090bfc7faab2d35ca (MD5) / Made available in DSpace on 2013-05-29T19:50:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Nut_ Juliana Argolo.pdf: 1958407 bytes, checksum: 4fbc0d420dcd51b090bfc7faab2d35ca (MD5) / São escassas as informações sobre a quantificação e a composição do leite materno, segundo o estado nutricional materno em especial quando são consideradas a manifestação do consumo materno e sua expressão nas concentrações dos nutrientes no sangue, segundo o estado antropométrico materno. Neste contexto, insere-se a investigação “Estado Antropométrico Materno e Concentração de Zinco no Leite Produzido aos 6 meses da lactação” que tem como objetivo identificar os níveis de zinco no leite humano ao sexto mês de lactação e investigar a relação da concentração deste micronutriente e o estado antropométrico materno. Adota-se o desenho de estudo de coorte de nascimento, acompanhada na cidade de Mutuípe no estado da Bahiano período de junho de 2005 a maio de 2007. O leite foi coletado no posto de saúde onde foram realizadas as consultas periódicas da mãe e de seu filho. Quando a mãe faltava à consulta os dados eram coletados no domicilio sob agendamento. A variável dependente deste estudo é representada pelos níveis de zinco do leite materno do sexto mês da lactação. E a variável de exposição principal é o estado antropométrico materno, avaliado por meio do Índice de Massa Corpórea (IMC). As informações socioeconômicas, culturais e do ambiente sanitário da família, assim como aqueles referentes às condições de saúde, biológicas, demográficas e sociais maternas foram coletadas na primeira visita, realizada no domicilio da família e foram incluídas no modelo de análise como co-variáveis. A caracterização da amostra foi realizada por meio da distribuição de freqüência das variáveis categorizadas e pela média e o desvio padrão para as variáveis contínuas. A força da associação foi identificada mediante o teste do Qui-Quadrado de Pearson, o Exato de Fischer e o teste T-Student, e Mann Whitney U, respectivamente, para as diferenças da prevalência e da média. Para estimação das razões de prevalências, utilizou-se a análise de regressão Poisson, que é uma variante dos modelos lineares generalizados. Adotou-se a técnica de forward para a seleção das variáveis. Para aceitação das associações, adotou-se o valor de p < 0,05; oriundos dos testes robustos e bi-caudais. O ajuste do modelo foi baseado nas recomendações de Hosmer & Lemeshow (1989). / Salvador
9

Estimativa de custos e da produção leiteira a partir de silagem de genótipos de milho

Santos, Sonia 22 February 2013 (has links)
Objetivou-se com esse trabalho avaliar e caracterizar o potencial produtivo de genótipos de milho utilizados para produção de silagem na região Sudoeste do Paraná, estimando-se a quantidade de leite produzido por cada genótipo e o custo operacional para produção de silagem, por meio de técnicas de modelagem. O experimento foi conduzido na área experimental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR, Câmpus Dois Vizinhos),seguindo-se o delineamento em alfa látice, onde as parcelas experimentais tiveram formato retangular, compostas por duas fileiras de 5 m de comprimento, distanciadas 75 cm entre si, com espaçamento de 20 cm entre plantas na fileira. Foram avaliados no ano agrícola 2010/2011, 40 genótipos de milho provenientes do ensaio “sul”, do ciclo precoce-normal, 30 genótipos do ensaio “sul”, do ciclo super-precoce e 24 genótipos do ensaio “centro”, do ciclo super-precoce. Os genótipos avaliados fazem parte dos Ensaios de Competição de Cultivares de Milho da EMBRAPA (Milho e Sorgo), os quais são conduzidos anualmente em diversas regiões brasileiras. Avaliou-se características bromatológicas e agronômicas dos genótipos, sendo posteriormente utilizadas para realizar a estimativa da produção leiteira e do custo operacional para produção de silagem. Em função dos resultados apresentados pelos genótipos avaliados, conclui-se que, a escolha do genótipo a se utilizar para produção de silagem na atividade leiteira, não deve ser baseado apenas nas características bromatológicas e agronômicas, mas deve-se também levar em consideração os parâmetros produtivos e econômicos. / The objective of this study was to evaluate and characterize the potential productivity of maize genotypes used for silage production in the Southwest region of Paraná, estimating the amount of milk produced by each genotype and operating cost for silage, through techniques modeling. The experiment was conducted in the experimental area of Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR, Câmpus Dois Vizinhos), followed by a randomized complete alpha lattice, where plots were rectangular, composed of two rows of 5 m length, spaced 75 cm apart, with spacing of 20 cm between plants in the row. Were evaluated in the agricultural year 2010/2011, 40 maize genotypes from test "south" of the early cycle-normal 30 genotypes essay "south", cycle super-early and 24 genotypes essay "center" of the cycle super-early. The genotypes are part of Trials Competition Cultivar of Corn EMBRAPA (Milho e Sorgo), which are conducted annually in several regions. Evaluated agronomic and chemical characteristics of the genotypes, and subsequently used to perform the estimation of milk production and operating cost for silage. In light of the results presented by genotypes, it is concluded that the choice of the genotype to be used for silage in the dairy should not be based solely on agronomic and chemical characteristics, but should also take into account the parameters productive and economic.
10

Aleitamento materno em recem-nascidos de muito baixo peso

Pessoto, Monica Aparecida, 1961- 26 June 1997 (has links)
Orientador: Maria Aparecida Brenelli-Vitali / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-22T12:54:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pessoto_MonicaAparecida_M.pdf: 3342072 bytes, checksum: 14485bd04e807bda5b2716d6929768b6 (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: o objetivo deste estudo foi avaliar a situação do aleitamento materno dos recém-nascidos de" muito baixo peso do Serviço de Neonatologia do CAISM-UNICAMP. Foram estudados 117 pacientes internados de abril de 1990 a maio de 1993, cujas mães participaram do programa de incentivo ao aleitamento materno. Neste programa, eram dadas informações sobre a importância do aleitamento natural, técnicas de ordenha, transporte, armazenamento e manutenção da produção do leite materno. Numa segunda fase, mãe e recém-nascido eram transferidos para o Alojamento Conjunto Tardio, ACT, para o início do aleitamento no seio. Quando a suplementação láctea era necessária, utilizava-se a técnica de relactação. A alta hospitalar ocorria" quando havia boa interação mãe-filho, com a criança mamando bem e em ganho de peso. O acompanhamento ambulatorial foi feito em 7 dias após a alta e, aos 3,6 e 12 meses de vida para avaliação da duração do aleitamento. Os resultados mostraram que 97,5% dos recém-nascidos estavam mamando ao seio na alta hospitalar. Na análise múltipla, somente o uso da técnica de relactação permaneceu associada, significativamente e de maneira negativa, ao aleitamento materno exclusivo na alta hospitalar. A taxa de continuação do aleitamento materno, calculada por tabela de vida, foi de 81,2% aos 3 meses, 43,3% aos 6 meses e 13,8% aos 12 meses de idade, com mediana de 5,37 meses. A duração do aleitamento foi maior nas crianças que não necessitaram de relactação e naquelas que receberam alta em aleitamento materno exclusivo. Na análise múltipla, apenas o tipo de aleitamento na alta hospitalar mostrou significação estatística / Abstract: The aim of this study is to evaluate the breastfeeding in very low weight neonates at the Neonatal Services of CAISM-UNICAMP. One hundred and seventeen patients, hospitalized between April 1990 and May 1993 whose mothers took part in the breastfeeding promoting program, were studied. In a first stage this program furnished' information on the importance of breastfeeding, milking techniques and storage, transport and maintenance of breast milk collected. During the second stage, mother and neonate were transferred to late rooming-in (Alojamento Conjunto Tardio - ACT) to breastfeed. The technique of relactation was used when supplementation was necessary. The discharge from the hospital was granted after observing a good mother-child relationship, the child was sucking well and weight was increasing. In order to evaluate the total period of breastfeeding, a follow up was carried out at 7 days after discharge, and when the child was 3, 6 and 12 months old. The results showed that 97.5% were breastfeeding when discharged from hospital. On discharge, logistic regression analysis showed that only the relactation technique was negatively related to exc1usive breastfeeding. The breastfeeding rate calculated according to the life table method was: 81.3%; 43.3% and 13.8% for the 3, 6 and 12 months old children, with a median of 5.37 months. Breastfeeding was longer for children who did not need relactation and those who, on discharge, were exc1usively breastfed. The only significant correlation shown by the multivariate survival data analysis was the time of lactation at the time of discharge from the hospital / Mestrado / Mestre em Medicina

Page generated in 8.039 seconds