• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 784
  • 12
  • 7
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 804
  • 804
  • 407
  • 388
  • 111
  • 100
  • 97
  • 87
  • 86
  • 84
  • 81
  • 70
  • 65
  • 59
  • 57
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Desenvolvimento de um sistema automatizado de analise em fluxo baseado em multicomutação para pre-concentração de Cd, Ni e Pb em resina de troca ionica com determinação por ICP-AES

Miranda, Carlos Eduardo Saraiva 24 July 2018 (has links)
Orientadores: Nivaldo Baccan, Boaventura Freire dos Reis / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Quimica / Made available in DSpace on 2018-07-24T23:43:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Miranda_CarlosEduardoSaraiva_D.pdf: 4224269 bytes, checksum: 1db9d275f4818cb202bb99ee7b060022 (MD5) Previous issue date: 1998 / Doutorado
2

Desenvolvimento de um método de baixo custo para detrminação de Pb e Cd em amostras aquosas por espectrometria de absorção atômica em chama

Tönjes, Jussara Wick January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de ciências Físicas e Matemáticas. / Made available in DSpace on 2012-10-18T02:13:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T16:31:03Z : No. of bitstreams: 1 175859.pdf: 5240888 bytes, checksum: d6a7cf784c50ba0d5296727d317a7740 (MD5) / Neste trabalho foi desenvolvido um método simples e rápido para a extração de Pb e Cd em níveis de mg L-1 utilizando ditizona como agente complexante e determinação por FAAS. A metodologia estudada baseia-se na microextração líquido-líquido, onde volumes de até 980 mL de amostra são extraídos por agitação com pequenos volumes de xileno (mL) contendo o complexante. A quebra dos ditizonatos presentes no extrato orgânico diante de pequena porção de uma solução de HNO3 (mL) permitiu uma segunda etapa de extração. Tempos de extração, concentração de ditizona, pH da amostra e a relação entre volumes de amostra e xileno foram otimizados. Volumes e pH da solução ácida utilizada na segunda etapa de extração também foram otimizados. Foram investigados a influência de alguns sais que poderiam estar presente na amostra. O Fe2+ apresentou maior interferência e esta foi minimizada pela adição de citrato. Para a primeira etapa de extração houve boa linearidade, RSD inferior a 6% e limite de detecção de 1,56 mg L-1 para Pb e 0,0111 mg L-1 para Cd. A faixa dinâmica linear foi de 10,0 a 80,0 mg L-1 para Pb e de 0,3 a 3,0 mg L-1 para Cd. Para a segunda etapa de extração também houve boa linearidade, RSD inferior a 6% e limite de detecção de 0,390 mg L-1 para Pb e 0,0082 mg L-1 para Cd. A faixa dinâmica linear foi de 1,0 a 20,0 mg L-1 para Pb e de 0,05 a 1,0 mg L-1 para Cd.
3

Síntese de sílica mesoporosa SBA 15 funcionalizada para teste de sorção de metais pesados / Synthesis of mesoporous silica SBA-15 functionalized by sorption test for heavy metals

Uchôa, Antonia Flávia Justino January 2011 (has links)
UCHÔA, A. F. J.; VASCONCELLOS, L. C. G. Síntese de sílica mesoporosa SBA 15 funcionalizada para teste de sorção de metais pesados. 2011. 93 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011. / Submitted by José Jairo Viana de Sousa (jairo@ufc.br) on 2014-10-15T20:41:26Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_afjuchoa.pdf: 3021135 bytes, checksum: 8f8b06b80d3524ad7b692c83e1473bef (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2015-11-23T22:53:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_afjuchoa.pdf: 3021135 bytes, checksum: 8f8b06b80d3524ad7b692c83e1473bef (MD5) / Made available in DSpace on 2015-11-23T22:53:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_afjuchoa.pdf: 3021135 bytes, checksum: 8f8b06b80d3524ad7b692c83e1473bef (MD5) Previous issue date: 2011 / SBA-15 Mesoporous silica functionalized with amine (– NH2) hat been prepared in this work for the purpose of the development of heavy metals adsorbents from wastewater. The functionalization with organic groups has been performed by two different methods, post-synthesis and co-condensation. In this work, the matrix was prepared by co-condensation. Two organic groups were selected to be incorporated with specific reactions sites containing amino groups, cysteine (HS–CH2–CH(NH2)–COOH) and phenylisotiocianate (C6H5–NCS). The materials were characterized by X-ray Diffraction at low angle (XRD), Scanning Electronic Microscopy (SEM), Transmission Electron Microscopy (TEM), Nuclear Magnetic Resonance Solid State (NMR), Nitrogen adsorption-desorption (BET), Thermal Analysis (TG/DTG) and Spectroscopy of the Infrared (FT-IR). The hybrid material SBA 15_NH2 exhibit BET surface area of 451 m2/g and total pore volume 0,15 cm3/g. FT-IR, NMR, TG confirmed the incorporation of organic groups, cisteine and phenylisotiocianate in the materials. The analysis indicated that all synthesized materials showed hexagonal structure, characteristic of mesoporous materials like SBA-15 with good ordering of the pores, high surface area and narrow pore size distribution. All modified samples were subjected of sorption processes of Cu+2. The maximum adsorption capacity was 21 mg/g for the material modified with phenylisotiocianate. The Langmuir isotherm model fitted well to the experimental data together of pseudo-second order model kinetic process of adsorption. The results suggest that these materials can be used as adsorbents to remove trace metal ions in contaminated aqueous systems. / Sílicas mesoporosas do tipo SBA-15 funcionalizadas com amino (–NH2) foram preparadas para o desenvolvimento de adsorventes de metais pesados em águas residuais. A funcionalização com grupos orgânicos tem sido realizada por dois métodos distintos, pós-síntese e co-condensação. Neste trabalho a matriz foi preparada por co-condensação e dois grupos orgânicos foram selecionados para serem incorporados aos sítios de grupos amino: cisteína (HS–CH2–CH(NH2)–COOH) e fenilisotiocianato (C6H5–NCS). Os materiais foram caracterizados por difração de raios X em baixo ângulo (DRX), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET),RMN no estado sólido, Adsorção-dessorção de nitrogênio, análise térmica (TG/DTG) e Espectroscopia na Região do Infravermelho (FT-IR). O material híbrido SBA-15_NH2 exibiu área superficial BET de 451 m2/g e volume total de poros de 0,15 cm3/g. FT-IR, RMN no estado sólido e TG/DTG confirmaram a incorporação das cadeias orgânicas da cisteína e fenilisotiocianato nos materiais. As análises indicaram que todas as amostras sintetizadas apresentaram estrutura hexagonal, característica dos materiais mesoporosos do tipo SBA-15, com boa ordenação dos poros, elevada área superficial e estreita distribuição de tamanhos de poros. Todas as amostras modificadas foram submetidas a processos de sorção de íons Cu2+. A capacidade de adsorção máxima foi de 21 mg/g para o material modificado com fenilisotiocianato. A isoterma de Langmuir ajustou-se melhor aos dados experimentais e associado com o modelo de pseudo-segunda ordem descreveu bem o processo cinético de adsorção. Os resultados sugerem que esses materiais podem ser usados como adsorventes para remoção de íons de metais traços em sistemas aquosos contaminados.
4

Absorção/adsorção de cádmio, cromo e chumbo por Agaricus blazei

Baldissera, Bruna Letícia [UNESP] 03 May 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:27:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-05-03Bitstream added on 2014-06-13T20:56:24Z : No. of bitstreams: 1 baldissera_bl_me_rcla.pdf: 1165282 bytes, checksum: e54d30574e495ef3d4a7a7c98bd8cf32 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Agaricus blazei é uma das espécies de fungo do grupo basidiomiceto nativo do Brasil, popularmente conhecido como cogumelo-do-sol®. O Brasil é considerado um grande fornecedor desse fungo para o mercado internacional cujos padrões de qualidade são bastante restritivos em relação à concentração de metais pesados, principalmente cádmio. Esse fungo possui propriedades medicinais e seus cogumelos são consumidos por grande número de pessoas que procuram melhorar a qualidade de vida. O trabalho objetivou estudar o acúmulo de cádmio, cromo e chumbo por A. blazei. Foram realizados 3 experimentos, utilizando 2 tipos de composto e 3 tipos de solo para cobertura. O fungo foi cultivado em sacos de plástico preto contendo no fundo o composto inoculado, tendo como cobertura diferentes tipos de solo. O solo e o composto foram analisados para quantificação de Cd, Cr, Pb por espectrometria de absorção atômica, propriedades físicas e químicas (Instituto Campineiro de Análise de Solo e Adubo ICASA). Além das quantias de metais encontradas no solo e no composto foram adicionados 66 mg de cloreto de cádmio, 132 mg de sulfato de cromo e 12 mg de nitrato de chumbo ao solo de cobertura. Após a frutificação, os basidiocarpos foram analisados para quantificar proteínas, aminoácidos, metais pesados e identificação de modificações protéicas por espectroscopia de infravermelho (FTIR). O resultado das análises demonstrou que havia acúmulo de metais pesados nos basidiocarpos, ocorrendo maior percentual nos contaminados com cádmio.Além disso, detectou-se nos basidiocarpos contaminados menor teor de proteínas. Através de FTIR não foi possível detectar alterações nas proteínas nos basidiocarpos analisados. / Agaricus blazei is a basidiomycete fungus native from Brazil and popularly known as Cogumelo-do-sol® the sun-mushroom. Brazil is a supplier of this edible mushroom to international markets to which quality standards are very restrictive regarding the concentration of heavy metals, especially cadmium. This fungus exhibits medicinal properties and its fruiting bodies are consumed by a large number of people that seek to improve life quality. The objective of this work was to study the accumulation of cadmium, chromium and lead by A. blazei. Three experiments were made using two composts and three types of covering soil. The fungus was cultivated in black plastic bags contend in the deep inoculated compost and as covering different types of soils. The soil and the compost were analyzed to determine the amount of heavy metals: Cd, Cr and Pb by atomic absorption spectrophotometer, and physical and chemical properties (ICASA). Besides the metal found in the soil and compost, 66 mg of cadmium chloride, 132 mg of chromium sulfate and 12 mg of lead nitrate were also added to the covering soil. After fructification, the fruiting bodies were analyzed to measure the amount of raw proteins, amino acids, heavy metals and proteinic modifications for Spectroscopy of Infra Red (FTIR). The analyses of results showed accumulation of heavy metals in fruiting bodies, occurring a higher percentage in fruiting bodies contaminated of cadmium. Furthermore detected in contaminated fruiting bodies a less drift of raw proteins. Through FTIR was not possible to detect alteration in proteins of fruiting bodies analyzed.
5

Caracterização da acetilcolinesterase das brânquias e trato digestório da ostra Crassostrea rhizophorae do estuário Canal de Santa Cruz, PE-Brasil

SOUZA, Paula Rayane de 26 February 2016 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-08-14T22:20:20Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Paula Rayane de Souza.pdf: 1282150 bytes, checksum: 8f89b2ccd184812b4c0dd7f80e5658c4 (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-08-16T18:38:28Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Paula Rayane de Souza.pdf: 1282150 bytes, checksum: 8f89b2ccd184812b4c0dd7f80e5658c4 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-16T18:38:28Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Paula Rayane de Souza.pdf: 1282150 bytes, checksum: 8f89b2ccd184812b4c0dd7f80e5658c4 (MD5) Previous issue date: 2016-02-26 / A ostra nativa é um fruto do mar bastante consumido e por ser um bivalve de hábito filtrador é considerado um excelente bioindicador ambiental. Assim, o presente trabalho tem o objetivo de caracterizar parcialmente parâmetros cinéticos e físico-químicos da acetilcolinesterase de brânquias e vísceras de Crassostrea rhizophorae do Canal de Santa Cruz, localizado em Itamaracá e investigar o efeito in vitro de pesticidas e íons metálicos sobre sua atividade a fim de investigar seu potencial como biomarcador dessas substâncias. Acetilcolinesterase é uma enzima do grupo das serino-esterases que atua na hidrólise do neurotransmissor acetilcolina garantindo a intermitência dos impulsos nervosos responsáveis pela comunicação neuronal. A inibição deste mecanismo ocorre devido aos efeitos da exposição a pesticidas organofosforados e carbamatos, bem como a íons metálicos e resulta em acúmulo de acetilcolina na fenda sináptica gerando uma hiper-estimulação colinérgica. Desta forma, ostras foram coletadas, brânquias e vísceras retiradas separadamente e feito os homogenatos em Tris-HCl 0,1M, pH 8,0. A partir destes homogenatos foram realizadas a determinação da atividade enzimática, temperatura ótima, estabilidade térmica, avaliação do efeito de inibidores específicos, pesticidas e o efeito de íons metálicos. Os resultados demonstraram que o pH ótimo foi de 8,0 e 8,5 para a enzima de brânquias e vísceras, respectivamente. Temperatura ótima de 70°C para AChE branquial e 75°C para AChE visceral. A enzima apresentou estabilidade térmica até 100°C em ambos tecidos. Os parâmetros cinéticos de Vmₐₓ em brânquias e vísceras foram de 18.169 ± 0.52 mU/mg e 12.139 ± 0.31 mU/mg, respectivamente. O valor de Km 0.502 ± 0.05 mM para as brânquias e 0.255 ± 0.04 mM para vísceras. Todos os pesticidas utilizados apresentaram efeito inibitório na atividade da AChE apresentando decréscimo significativo. Os íons Zn²⁺; Cu²⁺+; Hg²⁺; Mn²⁺ ; Ba²⁺ e Al²⁺ em 0,1 mM inibiram a atividade nos dois tecidos de estudo, brânquias em 79%, 88%, 73%, 100%, 77% e 100% . E para vísceras uma inibição de 85%, 100%, 41%, 65%, 100% e 59% respectivamente. A AChE isolada nas brânquias de C. rhizophorae mostrou potencial biomarcador para o carbamato carbaril, e o íon Cu²⁺. Esta enzima pode ser considerada uma ferramenta útil no monitoramento de toxicidade ambiental. / The native oyster is a sea fruit widely consumed and for being a strainer habit of bivalve is considered an excellent environmental bioindicator. Therefore, the aim for this study was partially characterize the kinetic parameters and physico-chemical of acetylcholinesterase gills and viscera of Crassostrea rhizophorae from the Canal Santa Cruz, Itamaracá and investigate the in vitro effect of pesticides and metallic ions on activity for investigate its potential as a biomarker of these substances. Acetylcholinesterase is an enzyme from the group of serine esterase which acts on the hydrolysis of the neurotransmitter acetylcholine ensuring the burst of nerve impulses responsible for neuronal communication. This inhibition mechanism is due to the effects of exposure to organophosphorus and carbamate pesticides, as well as metal ions and results in the accumulation of acetylcholine in the synaptic cleft generating a cholinergic overstimulation. Oysters were collected, gills and viscera removed separately and made homogenates with 0.1 M Tris-HCl, pH 8.0. Homogenates were centrifuged and subsequently to carry out the enzymatic activities, experiments the optimum temperature, thermal stability, trials with specific inibidors, pesticides and the effect of metal ions. The results showed that the optimum pH was 8.0 and 8.5 for the enzyme gills and viscera, respectively. Optimum temperature of 70 ° C gill AChE and 75 ° C visceral AChE. The enzyme showed to be stable up to 100 ° C in both tissues. The kinetic parameters, Vmₐₓ gills and viscera was 18.169 ± 0.52 mU/mg e 12.139 ± 0.31 mU/mg respectively. The value of Km 0.502 ± 0.05 to the gills and 0.255 ± 0.04 mM for viscera. All pesticides used showed inhibitory effect on AChE activity presenting significant decrease. The ions íons Zn²⁺, Cu²⁺, Hg²⁺, Mn²⁺ Ba²⁺ and Al²⁺ 0.1 mM inhibited the activity in both tissue study, gills 79%, 88%, 73%, 100%, 77% and 100%. Viscera 85%, 100%, 41%, 65%, 100% and 59% respectively. The AChE gills of C. rhizophorae showed potential biomarker for carbaryl carbamate, and copper ion Cu²⁺, enzyme considered a useful tool in monitoring environmental toxicity.
6

Aplicação de escolecita na retenção de metais pesados em solução aquosa

Bosso, Sergio Tagliaferri 26 June 2001 (has links)
Orientador: Jacinta Enzweiler / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociencias / Made available in DSpace on 2018-07-27T17:29:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bosso_SergioTagliaferri_M.pdf: 2139773 bytes, checksum: bbbc9d6a2a919792689a372833db2ce4 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: A escolecita é uma espécie de zeólita encontrada associada aos basaltos amigdaloidais da Província Ígnea Continental do Paraná (PICP). Neste trabalho, a potencialidade da escolecita como um novo material para a remoção de metais pesados (Pb2+, CU2+, Zn2+, Ni2+, Co2+ e Cd2+) de soluções aquosas é avaliada. As amostras utilizadas nos experimentos, coletadas no município de Morro Reuter - RS, foram caracterizadas por difração e fluorescência de raios X. Os experimentos foram realizados por imersão de 0,5 9 de amostra pulverizada em soluções aquosas dos metais pesados (preparadas a partir dos seus nitratos), e mantidas sob agitação constante por 24 h, à temperatura ambiente. A concentração inicial e final dos metais nas soluções foi determinada por espectrometria de absorção atômica. A concentração inicial dos cátions metálicos (5 a 60 mg L-1), o pH (4 - 6), a razão líquido/sólido (200, 1000 e 2000) e a granulometria da escolecita foram alteradas entre os experimentos para avaliar a sua influência na troca iônica. Os resultados indicaram uma grande afinidade da escolecita pelo íon Pb2+ com valores de retenção de 11 mg g-1 (pH 5,5 e Ci = 60 mg L-1) de zeólita. Nas mesmas condições foram medidos os seguintes valores de retenção para os demais cátions: Cu2+ (8 mg g-1), Zn2+ (6 mg g-1), Ni2+ (2,6 mg g-1), C02+ (2,4 mg g-1) e Cd2+ (0,06 mg g-1), resultando na seqüência de seletividade Pb2+ > CU2+ > Zn2+ » Ni2+ > C02+ » Cd2+. Observou-se maior eficiência relativa de remoção em soluções mais diluídas (5-15 mg L-1). A afinidade dos íons pela escolecita foi interpretada com o auxílio de dados de constantes de hidrólise, concluindo-se que se formam complexos de esfera interna e externa (Pb2+ e CU2+) na interface sólido-água e de esfera externa para os outros cátions. Os resultados indicam que a escolecita poderia ser utilizada no tratamento secundário de efluentes contendo metais pesados, principalmente Pb2+ e Cu2+ / Abstract: Scolecite is a type of zeolite which can found associated to the basalts of the Paraná Continental lgneous Province (PCIP). In this work, the potentiality of scolecite as a new material for heavy metals removaI (Pb2+, CU2+, Zn2+, Ni2+, Co2+ and Cd2+) from aqueous solutions is evaluated. The samples used in the experiments were collected in Morro Reuter - RS and characterized by X-ray diffraction and X-ray fluorescence. The experiments of were carried out by immersion of 0.5 g of pulverized sample in aqueous solutions of the metallic ions (prepared from their nitrates) and kept under constant agitation for 24 h, at ambient temperature. The initial and final concentrations of the metals in the solutions were determined by atomic absorption spectrometry. The initial concentration (5 to 60 mg L-1), pH (4 - 6) and the liquid/solid ratio (200, 1000 and 2000) and scolecite granulometry were altered in the experiments to evaluate their influence in of ion exchange processo Scolecite showed great affinity for Pb2+ , with retention values of about 11 mg g-1 (pH 5.5 and Ci = 60 mg L-1) of zeolite. In same experimental conditions, the other ions presented decreasing retention values, Le., Cu2+ (8.2 mg g-1), Zn2+ (6.2 mg g-1), Ni2+ (2.6 mg g-1), Co2+ (2.4 mg g-1) and Cd2+ (0.06 mg g-1), resulting in the following sequence of selectivity: Pb2+ > CU2+ > Zn2+ » Ni2+ > Co2+» Cd2+. The relative removal efficiency was higher in more diluted solutions (5 - 15 mg L-1). The ions affinity for scolecite was interpreted with help of hydrolysis constants, and it was concluded that internal and external sphere complexes are formed (Pb2+ e CU2+) at the solid-water interface and external sphere complexes for the other cations. Results indicate that scolecite could useful in secondary treatment of waste water, especially for Pb2+ e Cu2+ removal / Mestrado / Mestre em Geociências
7

Desenvolvimento de metodos voltametricos para a determinação de zinco, cobre, chumbo, niquel, estanho e cromo em aguas de efluentes de industrias de galvanoplastias

Favaron, Regiane 06 July 2004 (has links)
Orientador: Susanne Rath / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Quimica / Made available in DSpace on 2018-08-03T23:45:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Favaron_Regiane_D.pdf: 6064156 bytes, checksum: fe97499d77f5a6f164532de425fcf43e (MD5) Previous issue date: 2004 / Doutorado / Quimica Analitica / Doutor em Ciências
8

Remoção e recuperação de ions Hg (II) utilizando quitosana natural e reticulada

Vieira, Rodrigo Silveira 03 March 2004 (has links)
Orientador : Marisa Masumi Beppu / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Quimica / Made available in DSpace on 2018-08-03T23:59:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vieira_RodrigoSilveira_M.pdf: 5610108 bytes, checksum: 0bc5c12100ca72012acd26598a48476b (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: A quitosana vem sendo largamente investigada para remoção e recuperação de íons metálicos a partir de efluentes industriais. Este material, obtido por desacetilação da quitina, possui em sua estrutura grupos amino e hidroxilas, bastante reativos, que o toma um polímero de grande interesse industrial. Este trabalho objetivou estudar a adsorção e dessorção de íons Hg(II) em quito sana, utilizando-se o método estático e dinâmico de adsorção. Uma etapa de reticulação com glutaraldeído ou epic1oridrina, foi proposta, visando maximizar a adsorção e ainda caracterizar quais grupos funcionais estão envolvidos na adsorção. A reação de reticulação com glutaraldeído ou epic1oridrina, toma os grupos amino ou hidroxilas indisponíveis, respectivamente, podendo-se caracterizar a influência destes grupos na etapa de adsorção. O estudo de adsorção estática foi feito utilizando-se membranas de quito sana na forma natural ou reticulada, variando-se o pH da fase fluida e a concentração dos íons de Hg(II). O estudo de dessorção foi feito utilizandose NaCl, CaCl2 e EDTA como eluente, de modo a verificar a natureza da força de adsorção. A adsorção dinâmica foi feita utilizando-se quito sana reticulada com glutaraldeído, variando-se: vazão, tamanho da coluna, concentração do soluto e tamanho da partícula do adsorvente. Observou-se que a quito sana reticulada com glutaraldeído apresentou maior capacidade de adsorção e que a adsorção foi influenciada pelo pH da solução. O estudo de dessorção mostrou que as espécies metálicas podem ser recuperadas, utilizando-se NaCl como eluente e que a força de adsorção é principalmente de natureza eletrostática. A cinética de adsorção mostrou que não houve diferença na taxa para os três tipos de quito sana, indicando um possível efeito de filme sobre a superfície do adsorvente. A capacidade de adsorção para os experimentos em coluna foi em tomo de 75% daquela avaliada sobre condições de equilíbrio (método estático) e as espécies metálicas puderam ser recuperadas utilizando-se um pequeno volume da solução eluente. O comportamento de adsorção e dessorção dos íons Hg(II) a partir de um efluente industrial foi avaliado, e observou-se o potencial deste material, mesmo a baixas concentrações dos íons metálicos / Abstract: Chitosan has been investigated for removal and recovery of heavy metals from industrial effluents. This material, obtained by deacetylation of chitin, contains amino and hydroxyl groups in its structure. These groups, sufficiently reactive, have made this polymer very interesting for many industries applications. The aim of this work was to study the adsorption and desorption of Hg(II) ions in chitosan, using the static and dynamic methods of adsorption. Crosslinking with glutaraldehyde and epichlorohydrin was proposed, aiming to maximize the recovery of metallic species and to understand the adsorption mechanism. These species were chosen in order to verify which groups participate in the adsorption. The study of static adsorption was made using raw and crosslinked membranes of chitosan, as a function of pH and concentration of Hg(II) ions. The desorption was studied using NaCI, CaCl2 and EDTA as eluent, in order to verify the kind of adsorption. The dynamic adsorption was done using glutaraldehyde-crosslinked chitosan, as a function of the particle size, concentration, size of column and flow rate. The capacity of adsorption on glutaraldehyde-crosslinked chitosan was higher than that on raw chitosan and it was found to be pH-dependent. The desorption study showed that metallic species can be easily recovered, using NaCI as eluent, and that the adsorption force is mainly of electrostatic nature. The kinetics of adsorption showed there is no difference in the rate for the three kinds of chitosan, indicating a possible film effect at the surface of adsorbent. For column experiments the adsorption capacity was around 75% of the value found on equilibrium conditions (static method) and could be recovered using a small volume of eluent solution. The behavior of adsorption and desorption of Hg(lI) ions, from an industrial effluent, was evaluated and it was observed the potential of chitosan as adsorbent, even in low concentrations of metallic species / Mestrado / Mestre em Engenharia Química
9

Caracterização e avaliação do potencial de uso de lodos de estações de tratamento de esgoto doméstico da Região Metropolitana do Recife

Maria Ribeiro Bastos da Silva, Ana January 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:42:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6733_1.pdf: 1642360 bytes, checksum: 2badd413b9dcdacaaee4abd969290a1c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2001 / O lodo removido nas diferentes etapas em uma estação de tratamento de esgoto doméstico (ETE), por apresentar grandes quantidades e composição muito variável constitui um problema complexo. Esta composição está relacionada com as características da água de abastecimento e do esgoto gerado, com o processo de tratamento do esgoto, com as diferentes possibilidades de tratamento e disposição do lodo e com seus possíveis usos. O lodo necessita tratamento, seja para a redução de seu volume ou umidade, seja para a estabilização da matéria orgânica, aproveitamento ou disposição final. O tipo de tratamento será função da sua qualidade, características de operação e processo, custos, condições climáticas, impactos ambientais, da própria distância de transporte e da dificuldade ou facilidade de se encontrar locais apropriados ou seguros para o destino final do lodo. Um primeiro passo para a escolha do tipo de tratamento mais adequado é avaliar o seu posterior uso potencial e a sua caracterização físico-química e microbiológica (teor de umidade, macro e micronutrientes, metais pesados e microrganismos, entre outros). O Estado de Pernambuco não possui dados referentes a essas características, nem das suas principais estações de tratamento de esgotos, cuja maioria se encontra na Região Metropolitana do Recife. Consequentemente, não se sabe ainda qual a alternativa mais apropriada de disposição final do lodo de ETEs, com possível aproveitamento do seu valor econômico e agronômico. A presente dissertação teve como objetivo determinar as características físicoquímicas e avaliar o potencial de uso de lodos digeridos de três ETEs, sendo duas com reatores anaeróbios tipo UASB, com redes coletoras do sistema do tipo condominial (ETE Mangueira e ETE Vila São João, Recife) e uma com reator aeróbio (ETE Cabo, Cabo de Santo Agostinho). Para efeito de comparação dos resultados de metais pesados, foram incluídos também lodos de 3 estações de tratamento de água (ETA) da RMR (Castello Branco, Gurjaú e Suape). Estas determinações analíticas se estenderam ainda à fase líquida das ETAs e ETEs estudadas. Utilizando-se da técnica de análise de componentes principais, os resultados de metais nos lodos, tanto de ETAs quanto de ETEs, mostraram que os teores de alumínio, ferro, sódio, cálcio e cobre, principalmente, são preocupantes caso a disposição final seja através do seu uso agrícola. Entretanto, os metais pesados em ambos os lodos ficaram abaixo dos limites admissíveis; uma exceção ocorreu em relação ao teor de cobre da ETE Cabo. Nos lodos de ETEs com reatores UASB, observou-se que em geral, os teores de sólidos totais voláteis e sólidos suspensos voláteis ficaram abaixo dos valores encontrados em outras ETEs similares. Esse resultado foi atribuído ao tipo de rede de coleta, com quantidade significativa de areia e pobre retenção nos desarenadores existentes. As concentrações de alumínio e de manganês nos lodos anaeróbios estiveram acima dos valores encontrados em outras ETEs. Os resultados dos lodos de UASB em leitos de secagem mostraram que eles se apresentam com boas características para rápida desidratação, em menos de 4 semanas e com bom potencial em termos de nutrientes. A determinação de atividade metanogênica específica do lodo de reator UASB resultou em valores compatíveis para biomassa alimentada com esgoto doméstico; com valores entre 0,08 e 0,19 g DQO/ g SSV.dia, para teores de SSV entre 1,85 g SSV/L e 0,57 g SSV/L, respectivamente, quando o substrato (acetato de sódio) foi utilizado em concentração de 2 g DQO/L nos ensaios. Os resultados obtidos necessitam complementações no tocante as suas características, entretanto, pode-se avaliar que o seu potencial para uso agrícola é bastante promissor. No entanto, recomenda-se um prévio tratamento do lodo na forma de vermicompostagem ou co-compostagem, antes de seu uso
10

Concentrações de metais pesados nos sedimentos do estuário do rio Capibaribe, na região metropolitana do Recife (RMR) - Pernambuco, Brasil

Karla Philippini da Silva, Hélida January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:03:22Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8369_1.pdf: 3690711 bytes, checksum: 63184975b4864a9a1b46465e0e9d8457 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Como todas as cidades localizadas ao longo da costa brasileira, a cidade do Recife tem seu processo de urbanização determinado pela presença dos rios, em particular o Capibaribe, com uma área estuarina de aproximadamente 15 km e totalmente inserido na área urbana na cidade do Recife-Pernambuco, Brasil. A ocupação e a expansão urbana da planície do Recife vêm ocorrendo através de aterros, principalmente das áreas alagadas, que eram os espaços naturais das águas. Este trabalho teve como objetivo determinar as concentrações totais de metais pesados no sedimento e no material sedimentado em um período de 24 horas ao longo do estuário, nas estações chuvosa e seca; avaliar a existência de correlação entre os metais no sedimento depositado no estuário e no material sedimentado nas 24 horas; determinar as principais áreas impactadas do estuário, em função de indicadores químicos, fornecendo subsídios para criação de um banco de dados, a fim de prover informações técnicas, para futuros estudos e intervenções a serem realizados na área. As estações de coleta foram posicionadas com o uso de um GPS (Global Position System) e distribuídas em 06 pontos fixos nas margens direita e esquerda da área estuarina, enumerados de 02-07, durante os períodos chuvoso/2002 e seco/2003. As amostras superficiais de sedimentos foram coletadas, em uma profundidade compreendida entre 0-10 cm, sempre na baixa-mar. Para a coleta do material sedimentado nas 24 horas foram utilizadas 14 armadilhas (duas em cada estação), preenchidas com água deionizada, onde a extremidade inferior foi mantida fechada e colocadas na posição vertical. Quando transcorridas 24 horas, as amostras foram recolhidas (na baixa-mar) e levadas para posterior filtração em laboratório. Os parâmetros oxigênio dissolvido, pH, salinidade, temperatura, transparência da água e taxa de saturação de oxigênio foram determinados segundo métodos reconhecidos internacionalmente. A abertura das amostras para quantificação dos metais foi realizada por fusão alcalina com metaborato de lítio, utilizando-se cadinho de platina. Para quantificação dos metais Cádmio (Cd), Cobalto (Co), Cobre (Cu), Chumbo (Pb), Cromo (Cr), Ferro (Fe), Níquel (Ni), Manganês (Mn) e Zinco (Zn) foi utilizado o Espectrômetro de Emissão Atômica com Plasma Indutivamente Acoplado (ICP-AES). Os resultados obtidos indicaram que a água da região estuarina do rio Capibaribe está com a qualidade comprometida, quanto aos valores encontrados de oxigênio dissolvido. Os teores de cádmio, cobre, cromo, ferro, zinco e manganês nos sedimentos e armadilhas apresentaram níveis de concentração muito acima dos valores obtidos de background , indicando uma elevada contaminação da área de estudo. A estação 06, próxima à foz do estuário, foi a mais impactada durante todo o período estudado. O chumbo, cobalto e níquel não foram detectados durante o presente estudo, visto que as concentrações estiveram abaixo do limite de quantificação e detecção do método

Page generated in 0.0549 seconds