• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 420
  • 56
  • 56
  • 55
  • 45
  • 45
  • 11
  • 10
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 443
  • 131
  • 102
  • 85
  • 80
  • 67
  • 57
  • 56
  • 50
  • 48
  • 48
  • 46
  • 44
  • 37
  • 35
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A construção da paisagem na raia divisória São Paulo-Paraná-Mato Grosso do Sul : um estudo por teledetecção /

Dias, Jailton. January 2003 (has links)
Orientador: Messias Modesto dos Passos / Banca: Vincent Dubreuil / Banca: Edvard Elias de Souza Filho / Resumo: A implantação da Usina Hidrelétrica de Porto Primavera, no Alto Curso do Rio Paraná, entre os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, constituiu o evento que mais contribuiu para produzir mudanças na paisagem regional nas duas últimas décadas, seja através dos efeitos socioambientais da UHE em si, seja pelas suas obras compensatórias e mitigatórias. Paralelamente, outros acontecimentos, também importantes, como a eclosão do Movimento dos Sem- Terra na região, sobrevieram e contribuíram, igualmente, para as transformações conhecida pela paisagem. Neste contexto, esta investigação busca, através de uma análise qualitativa, desvendar o processo de construção da paisagem na região que optou-se por denominar de Raia Divisória São Paulo-Paraná-Mato Grosso do Sul, dando-se uma ênfase particular à sua porção sul-mato-grossense, a mais atingida pelos efeitos da UHE e onde as transformações na paisagem foram mais importantes. Tem-se como pressuposto básico a idéia de que: malgrado os efeitos negativos por ela engendrados, a implantação da UHE de Porto Primavera, do lago e das infraestruturas trouxeram um ponto de integração regional, criando novas possibilidades/potencialidade para uma (re)ativação econômica regional. O estudo tem a paisagem como categoria espacial de análise da realidade geográfica e utiliza imagens de satélite LANDSAT TM multidatas (1986, 1999, 2001) como ferramenta básica para detectar as mudanças na paisagem. Ele busca, ainda, identificar os principais agentes que conjugaram forças no processo de construção da paisagem. O produto cartográfico final do trabalho é a construção de uma carta de transformações paisagística do período 1986-1999. / Resumé: L'implantation de l'usine hydroélectrique de Porto Primavera, sur le cours du Haut Rio Paraná, à la frontière des États de São Paulo et du Mato Grosso do Sul, constitue l'événement qui a le plus transformé les paysages de cette région dans les deux dernières décennies (en prenant en compte les conséquences socio-environnementales directes mais aussi les bénéfices apportés par les ouvrages complémentaires). Parallèlement, d'autres événements aussi importants, comme l'éclosion du Mouvement des Sans- Terres dans la région, sont apparus et ont contribué à produire des transformations paysagères. Dans ce contexte, à travers une analyse qualitative, cette recherche propose de mettre en lumière le processus de construction du paysage et ses conséquences dans cette région qui a été dénommée "Raia Divisória São Paulo-Paraná-Mato Grosso do Sul". Une attention particulière est portée à sa portion sul-mato-grossense, la plus concernée par les effets et où les changements paysagers ont été plus importants. L'hypothèse de travail principale est que l'implantation de l'usine hydroélectrique de Porto Primavera a constitué un point privilégié d'intégration régionale: malgré les effets négatifs qui ont été engendrés par la réalisation de cet ouvrage, l'usine, le lac et les nouvelles infrastructures ont favorisé le développement de nouvelles possibilités pour relancer l'économie régionale. L'étude privilégie le paysage comme cadre d'analyse de la réalité géographique et utilise des images satellites LANDSAT TM multidates (1986, 1999, 2001) comme outils pour détecter les changements paysagers. De plus, il faut identifier les principaux agents responsables de la construction du paysage. Le produit final du travail est la production d'une carte des transformations paysagères pour la période 1986-1999. / Doutor
2

Relação entre os aspectos fisiográficos e pedológicos e a instalação do bioma cerrado no contexto da evolução da paisagem em Franca, SP /

Cyríaco, Fernanda Ramos. January 2012 (has links)
Orientador: Jairo Roberto Jiménez-Rueda / Banca: Maira Barseri / Banca: Juercio Tavares de Mattos / Resumo: O Bioma Cerrado, que abrange aproximadamente 23% do território brasileiro não segue uma linearidade no que diz respeito a seus aspectos fisionômicos, podendo desenvolver desde gramíneas até árvores de grande porte. Estas fisionomias são cinco, subdivididas em três domínios: Campo, savana e floresta. Esta pesquisa tem como intuito relacionar o relevo com a instalação dos diferentes tipos de fisionomia do bioma Cerrado dentro do contexto evolutivo da paisagem, entendendo que o relevo atual é proveniente de um histórico que envolve fenômenos como a mudança da configuração de canais fluviais, influenciando em características do solo como na quantidade de matéria orgânica, o que irá determinar o desenvolvimento de cada fisionomia, explicando assim a coabitação das diferentes fisionomias sob um mesmo clima. Para este fim, foi realizada uma sobreposição entre os mapas de vegetação, unidades fisiográficas, geologia e pedologia, por meio do cruzamento de layers no programa Arc.Gis. Também foram coletadas 10 amostras de solo, 5 de baixo estrutural e 5 de alto estrutural, analisadas quanto a suas propriedades físicas. Como resultado da sobreposição dos mapas foi elaborado uma tabela contendo informações contidas nos mapas nas áreas correspondentes aos pontos de amostragem. A metodologia permitiu uma análise das características favoráveis ao desenvolvimento da vegetação, tornando possível observar que este não pode ser determinado por um parâmetro isolado, mas sim por uma combinação de fatores que envolvem a disponibilidade de nutrientes no solo para as plantas. Também interferem neste processo o índice de infiltração e percolação, que determinam o potencial erosivo e de lixiviação do solo. A instalação de diferentes fisionomias sob um mesmo clima pode estar relacionada a situação do relevo e... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The physiognomic aspects of the Cerrado biome, that covers approximately 23% of the Brazilian territory, does not follow a linearity, and can develop from grasses to large trees. There are five physiognomies, subdivided into three domains: campo, savanna and forest. This research has the intention to relate the topography with the installation of different types of Cerrado's physiognomy in the evolutionary context of the landscape, understanding that the present topography comes from a background that involves phenomena such as the fluvial channel's configuration changes, that influences soil characteristics like the amount of organic matter, which will determine the development of each physiognomy, thus explaining the coexistence of different physiognomies under the same clime. With this purpose, it was fulfilled an overlap of the vegetation map, physiographic units map, geology map and the soil map, by the crossing of layers using the ArcGis software. Ten soil samples were also collected, five from structural low and five from structural high areas, that had their physical properties analyzed. As a result of the maps overlapping it was made a table containing the maps information of the areas from the sampling points. The methodology allowed an analysis of favorable characteristics for the development of vegetation, making it possible to observe that this can not be determined by a single parameter, but by a combination of factors involving the availability of soil nutrients for plants. The rate of infiltration and percolation, also interferes in this process, determining the erosion potential and soil leaching. The installation of different physiognomies under the same clime may be related to the topography situation and suffer direct and... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
3

O sistema GTP (Geossistema-Território-Paisagem) aplicado ao estudo sobre as dinâmicas socioambientais em Mirante do Paranapanema-SP /

Souza, Reginaldo José de. January 2010 (has links)
Orientador: Messias Modesto dos Passos / Banca: Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim / Banca: José Paulo Peccinini Pinese / Resumo: Com este trabalho apresentamos nossas análises sobre as dinâmicas socioambientais no município de Mirante do Paranapanema, localizado no Sudoeste Paulista ou Pontal do Paranapanema que, por sua vez, está inserido em um recorte territorial/regional mais amplo, ou seja, a Raia Divisória São Paulo-Paraná-Mato Grosso do Sul. Partimos do principio geral de que o estudo do meio ambiente no âmbito da ciência geográfica deve ser conduzido por uma perspectiva territorial. Então, tomamos o sistema teóricometodológico elaborado por Georges Bertrand para abordarmos os fenômenos híbridos (entre sociedade e natureza) no referido município: o sistema GTP (Geossistema- Território-Paisagem). A partir deste referencial, adotamos um guia de procedimentos metodológicos baseado em: i) trabalhos de campo em Mirante do Paranapanema; ii) trabalhos de campo na Raia Divisória SP-PR-MS; iii) visitas técnicas ao Ministério Público do Estado de São Paulo; iv) realização de entrevistas semidirigidas; v) tratamento digital de imagens de satélite. A operacionalização de cada um dos itens deste guia nos possibilitou identificar singularidades paisagísticas em Mirante do Paranapanema e desenvolver nossas análises sobre as mesmas tendo-se em vista as múltiplas determinações inerentes ao processo de produção e reprodução do território e de sua (s) paisagem (ens) como expressão das dinâmicas socioambientais que existem na área de estudo. / Abstract: Not available. / Mestre
4

O sistema GTP (Geossistema-Território-Paisagem) aplicado ao estudo sobre as dinâmicas socioambientais em Mirante do Paranapanema-SP

Souza, Reginaldo José de [UNESP] 05 March 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-03-05Bitstream added on 2014-06-13T19:47:57Z : No. of bitstreams: 1 souza_rj_me_prud.pdf: 1802047 bytes, checksum: 69026eef716a12f4637370bf777d89dc (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Com este trabalho apresentamos nossas análises sobre as dinâmicas socioambientais no município de Mirante do Paranapanema, localizado no Sudoeste Paulista ou Pontal do Paranapanema que, por sua vez, está inserido em um recorte territorial/regional mais amplo, ou seja, a Raia Divisória São Paulo-Paraná-Mato Grosso do Sul. Partimos do principio geral de que o estudo do meio ambiente no âmbito da ciência geográfica deve ser conduzido por uma perspectiva territorial. Então, tomamos o sistema teóricometodológico elaborado por Georges Bertrand para abordarmos os fenômenos híbridos (entre sociedade e natureza) no referido município: o sistema GTP (Geossistema- Território-Paisagem). A partir deste referencial, adotamos um guia de procedimentos metodológicos baseado em: i) trabalhos de campo em Mirante do Paranapanema; ii) trabalhos de campo na Raia Divisória SP-PR-MS; iii) visitas técnicas ao Ministério Público do Estado de São Paulo; iv) realização de entrevistas semidirigidas; v) tratamento digital de imagens de satélite. A operacionalização de cada um dos itens deste guia nos possibilitou identificar singularidades paisagísticas em Mirante do Paranapanema e desenvolver nossas análises sobre as mesmas tendo-se em vista as múltiplas determinações inerentes ao processo de produção e reprodução do território e de sua (s) paisagem (ens) como expressão das dinâmicas socioambientais que existem na área de estudo. / Not available.
5

Relação entre os aspectos fisiográficos e pedológicos e a instalação do bioma cerrado no contexto da evolução da paisagem em Franca, SP

Cyríaco, Fernanda Ramos [UNESP] 24 September 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:11Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-09-24Bitstream added on 2014-06-13T19:33:33Z : No. of bitstreams: 1 cyriaco_fr_me_rcla.pdf: 1148077 bytes, checksum: 63d1c39574e540c4a3db4226f7b43a47 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O Bioma Cerrado, que abrange aproximadamente 23% do território brasileiro não segue uma linearidade no que diz respeito a seus aspectos fisionômicos, podendo desenvolver desde gramíneas até árvores de grande porte. Estas fisionomias são cinco, subdivididas em três domínios: Campo, savana e floresta. Esta pesquisa tem como intuito relacionar o relevo com a instalação dos diferentes tipos de fisionomia do bioma Cerrado dentro do contexto evolutivo da paisagem, entendendo que o relevo atual é proveniente de um histórico que envolve fenômenos como a mudança da configuração de canais fluviais, influenciando em características do solo como na quantidade de matéria orgânica, o que irá determinar o desenvolvimento de cada fisionomia, explicando assim a coabitação das diferentes fisionomias sob um mesmo clima. Para este fim, foi realizada uma sobreposição entre os mapas de vegetação, unidades fisiográficas, geologia e pedologia, por meio do cruzamento de layers no programa Arc.Gis. Também foram coletadas 10 amostras de solo, 5 de baixo estrutural e 5 de alto estrutural, analisadas quanto a suas propriedades físicas. Como resultado da sobreposição dos mapas foi elaborado uma tabela contendo informações contidas nos mapas nas áreas correspondentes aos pontos de amostragem. A metodologia permitiu uma análise das características favoráveis ao desenvolvimento da vegetação, tornando possível observar que este não pode ser determinado por um parâmetro isolado, mas sim por uma combinação de fatores que envolvem a disponibilidade de nutrientes no solo para as plantas. Também interferem neste processo o índice de infiltração e percolação, que determinam o potencial erosivo e de lixiviação do solo. A instalação de diferentes fisionomias sob um mesmo clima pode estar relacionada a situação do relevo e... / The physiognomic aspects of the Cerrado biome, that covers approximately 23% of the Brazilian territory, does not follow a linearity, and can develop from grasses to large trees. There are five physiognomies, subdivided into three domains: campo, savanna and forest. This research has the intention to relate the topography with the installation of different types of Cerrado’s physiognomy in the evolutionary context of the landscape, understanding that the present topography comes from a background that involves phenomena such as the fluvial channel’s configuration changes, that influences soil characteristics like the amount of organic matter, which will determine the development of each physiognomy, thus explaining the coexistence of different physiognomies under the same clime. With this purpose, it was fulfilled an overlap of the vegetation map, physiographic units map, geology map and the soil map, by the crossing of layers using the ArcGis software. Ten soil samples were also collected, five from structural low and five from structural high areas, that had their physical properties analyzed. As a result of the maps overlapping it was made a table containing the maps information of the areas from the sampling points. The methodology allowed an analysis of favorable characteristics for the development of vegetation, making it possible to observe that this can not be determined by a single parameter, but by a combination of factors involving the availability of soil nutrients for plants. The rate of infiltration and percolation, also interferes in this process, determining the erosion potential and soil leaching. The installation of different physiognomies under the same clime may be related to the topography situation and suffer direct and... (Complete abstract click electronic access below)
6

Análise da estrutura da paisagem como subsídio para o planejamento estratégico de conservação da anta (Tapirus terrestris Linnaeus, 1758) e do queixada (Tayassu pecari Link, 1795) em remanescentes da floresta com araucária

Vidolin, Gisley Paula 17 May 2013 (has links)
Este estudo teve como objetivo geral analisar remanescentes de Floresta com Araucária, com base em métricas de paisagem e nos requisitos ecológicos de Tapirus terrestris (anta) e de Tayassu pecari (queixada). Para tanto, a pesquisa foi conduzida na paisagem em meso-escala (Fazenda Lageado Grande - FLG, onde os animais possuem áreas de uso fixo) e na paisagem em macro-escala (áreas limítrofes à FLG, de uso esporádico dos animais). Na paisagem de meso-escala os objetivos específicos foram: avaliar o uso de habitat pelas espécies considerando áreas conservadas e áreas antropizadas; relacionar a composição e disposição das unidades paisagísticas que compõem a paisagem com a freqüência de uso e seletividade de habitats pelos animais; testar a utilidade do método de parcelas amostrais para a obtenção de dados referentes ao uso e seletividade de habitats pelas espécies; e analisar a estrutura espacial da paisagem mediante a utilização de métricas. Na paisagem em macro-escala os objetivos específicos foram: verificar a adequação de habitats para as espécies; conhecer o tamanho de área de uso, abundância relativa, capacidade de movimentação e distribuição espacial das espécies na região estudada; analisar a estrutura espacial das áreas, sobretudo das manchas dos habitats-chaves, mediante a utilização de métricas da paisagem; e por fim, avaliar o conjunto de informações disponíveis a respeito dos ambientes, identificando pontos favoráveis à sua conservação e as ameaças a que estão submetidas, como parte do planejamento estratégico de conservação dos ungulados em ambiente natural. Os métodos de amostragem utilizados consistiram na elaboração do mapa de uso e cobertura do solo, por meio de fotointerpretação, onde seis classes de habitat foram identificadas: várzeas (VAZ), vegetação ciliar do Rio Iratim (APP), floresta com predomínio de pinheiro (FPP), floresta com predomínio de folhosas (FPF), reflorestamento com pinus (REF) e área antrópica (AIA). Esses habitats foram amostrados in loco para verificar a freqüência de uso e seletividade de habitats pelas espécies, sendo a quantidade de parcelas de 1 ha a serem amostradas em cada habitat determinada mediante o “Cálculo do Tamanho de uma Amostra Aleatória Simples”. A intensidade de uso dos habitats foi medida pela “Freqüência de Ocorrência de Localizações”; e a seleção de habitats avaliada mediante o uso do “Índice de Seletividade de Ivlev”. A análise da estrutura da paisagem foi realizada mediante a utilização do software Fragstats 3.3, métricas de área, forma, área central, contágio e agregação. No Arc Map 9.2 foi calculada a proporção de áreas de conexão na paisagem. Inferências sobre a percepção da paisagem das espécies foram baseadas no Limiar de Fragmentação de Andrén e no Limiar da Percolação de Stauffer. Foram utilizados índices para estimar a abundância relativa das espécies, como a contagem de indícios (no caso da anta) e número de visualizações (no caso do queixada). Os resultados obtidos pelo “Índice de Seletividade” indicaram que a anta seleciona os ambientes de VAZ em proporções equivalentes a 14 vezes mais que sua disponibilidade na área (IS 0,8698). Da mesma forma, o queixada seleciona estes ambientes 10 vezes mais que sua respectiva disponibilidade (IS 0,8108). O segundo habitat mais selecionado por estes ungulados foi APP: anta utiliza esse habitat três vezes mais que sua disponibilidade (IS 0,5434), e o queixada cinco vezes mais que sua disponibilidade na área (IS 0,6367). Com base nesses valores pode-se afirmar que as várzeas e a vegetação ciliar, embora sejam os habitats menos disponíveis na paisagem, são habitatschave para a sobrevivência das espécies na região estudada. A característica da matriz (predominantemente florestal com espécies nativas), associada aos limiares de percolação e à proporção de elementos de conexão existentes, favorece o deslocamento dos animais até as manchas de seus habitats-chaves. Tanto a anta quanto o queixada utilizam rotas de deslocamento estáveis para trânsito entre a FLG e as áreas do entorno. A anta possui sua área de vida restrita as FLG, Santa Gema Geyer, Lageado Grande/ Remasa e Santa Cruz (4.314 ha); e sua densidade relativa na região estudada pode ser considerada bastante baixa (média de apenas quatro indivíduos). O queixada possui área de vida maior que a anta (Grupo 1 = 12.457 ha, e o Grupo 2 = 7.397 ha), porém a sua densidade relativa também pode ser considerada baixa (Grupo 1 = média de 56 indivíduos; Grupo 2 = média de 63 indivíduos). A caça é a principal causa do declínio populacional das espécies na região estudada, e a falta de fiscalização e coibição da caça, bem como de educação ambiental são fatores que potencializam ainda mais as ameaças sobre as espécies.
7

Zonificação ambiental do estado do Maranhão utilizando os geossistemas como categoria geográfica de análise

MARQUES, Valter José January 2016 (has links)
Submitted by Teresa Cristina Rosenhayme (teresa.rosenhayme@cprm.gov.br) on 2016-09-13T14:10:37Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_VJMarques.pdf: 6818847 bytes, checksum: 67c88d67738b51b72026fb0f448db6fc (MD5) / Approved for entry into archive by Jéssica Gonçalves (jessica.goncalves@cprm.gov.br) on 2016-09-13T15:05:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_VJMarques.pdf: 6818847 bytes, checksum: 67c88d67738b51b72026fb0f448db6fc (MD5) / Approved for entry into archive by Jéssica Gonçalves (jessica.goncalves@cprm.gov.br) on 2016-09-13T15:08:13Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_VJMarques.pdf: 6818847 bytes, checksum: 67c88d67738b51b72026fb0f448db6fc (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-13T15:08:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_VJMarques.pdf: 6818847 bytes, checksum: 67c88d67738b51b72026fb0f448db6fc (MD5) Previous issue date: 2016
8

Paisagens, retratos e quadros

Frozza, Marcia Vidal Candido January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Literatura. / Made available in DSpace on 2012-10-20T11:33:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 197653.pdf: 1072319 bytes, checksum: 98a15c58634b72d3dd49f82b528ca31d (MD5) / A presente dissertação configura, sob o viés da descrição e do descritivo, a leitura de fragmentos textuais selecionados dos livros de contos Bulha d´Arroio, de Tito Carvalho, publicado em 1936, e Amigo Velho, de Guido Wilmar Sassi, publicado em 1957. Objetiva-se identificar nas descrições o paisagismo geográfico, o universo humano e cultural capazes de representar o cotidiano da terra e da gente do Planalto de Santa Catarina em dois momentos históricos, econômicos e sociais diferenciados. Pretende-se, em primeiro lugar, verificar de que maneira a topografia, dominada pelo elemento "terra", está representada nos textos de ambos os escritores; em segundo, constatar a forma pela qual o descritivo e a descrição desenham as características físicas e psicológicas das personagens que integram o universo humano dos textos ficcionais selecionados; na seqüência, comprovar de que modo são usados os recursos da técnica descritiva nos quadros de usos e costumes mais significativos da cultura da região e, por último, tecer questionamentos e reflexões em torno das confluências e divergências entre os fragmentos descritivos presentes nos textos ficcionais de ambos os escritores.
9

Das geociências à química : a percepção de paisagens naturais e a microgênese cognitiva da identificação e da classificação de minerais

Guterres, Juliano de O. January 2008 (has links)
Historicamente a relação entre a psicologia do desenvolvimento e a didática das ciências é marcada pela irregularidade da harmonia entre essas áreas. Se por um lado a psicologia genética nos mostra que o sujeito “inventa conhecimentos” quando em contato com uma situação nova, através dos seus mecanismos de desenvolvimento, por outro, quando a questão é aplicar a psicologia genética à educação, faltam estudos sobre a construção de conhecimentos escolares específicos. Assim, parece natural para Parrat-Dayan (2003) que seja necessário conhecer os procedimentos pelos quais o sujeito em situação de aprendizagem constrói esses conteúdos, até mesmo para intervir de maneira eficaz nesse processo. O estudo da microgênese cognitiva, empreendido por Bärbel Inhelder e sua equipe (Inhelder e Cellérier, 1996) focaram a formação e a atualização de conhecimentos, permitindo uma melhor compreensão dos mecanismos de mudança. Dessa forma, os estudos microgenéticos precisaram os processos pelos quais a criança faz novas descobertas. Este trabalho de investigação visa à análise da microgênese da identificação e da classificação de um conjunto de minerais de dois casos exemplares e da viabilidade da utilização de paisagens em atividades didáticas. Esta pesquisa está inserida em um projeto mais amplo intitulado “Da mineralogia à química: a microgênese e a construção cooperativa da classificação dos elementos químicos”. O objetivo deste projeto é buscar meios de proporcionar um efetivo entendimento das noções fundamentais à química, tais como o modelo corpuscular da matéria, densidade, ligações e classificação por propriedades, a partir da utilização de aspectos próprios à mineralogia, como o reconhecimento e a classificação de minerais. Dois momentos podem ser destacados desse projeto: no primeiro uma investigação voltada à construção cooperativa; e no segundo, o foco de análise está na microgênese da construção individual dessas noções. Do primeiro depreende-se o trabalho de mestrado de Samrsla (2007). O segundo constitui-se no foco deste trabalho, que tem dois objetivos paralelos: analisar a viabilidade da utilização de paisagens como recurso didático e estudar a microgênese cognitiva da resolução da tarefa de identificar e classificar um grupo de minerais desconhecidos. Para acompanhar a elaboração conceitual e as estratégias utilizadas pelos sujeitos diante da tarefa de identificar e classificar um conjunto de minerais através da determinação de algumas das suas propriedades foi necessário preparar uma atividade onde os sujeitos tivessem à disposição todos os recursos necessários para a conclusão da tarefa. Desde a preparação dos materiais utilizados na determinação das propriedades físicas e químicas das amostras e que vão possibilitar a identificação, passando pela criação de materiais de apoio até a disponibilização de um sistema de consulta às referências bibliográficas. Definidas as propriedades e as amostras que seriam utilizadas, montou-se uma tabela eletrônica, com recursos de classificação interativos, onde todas as explicações necessárias para a conclusão da tarefa estavam disponíveis. Essa tabela continha uma variedade de minerais, listados com suas respectivas propriedades e organizados pelo critério de classificação que seria definido e modificado pelo usuário ao longo da atividade. Para utilização da tabela disponibilizou-se um computador, que, juntamente com o kit de amostras desconhecidas, papéis para anotações e os materiais para verificação das propriedades físico-químicas dessas amostras, compunham o ambiente da atividade. As propriedades utilizadas na pesquisa foram: densidade relativa, reatividade em via úmida, dureza, cor, traço e brilho. Toda a atividade foi filmada e posteriormente as ações e os diálogos foram transcritos com seus respectivos tempos, originando os protocolos da pesquisa. Dois sujeitos foram considerados prototípicos: enquanto Anna trabalhou de forma sistematizada desde o início, Vítor seguiu um caminho de tentativas. A diferenciação na forma de execução da tarefa será utilizada na análise deste trabalho, que tem a sua estrutura definida em quatro artigos. O primeiro, Algumas paisagens sob um olhar químico, apresentará algumas discussões acerca da montagem e da organização do banco de paisagens naturais. O segundo dos artigos, Algumas reflexões em torno na utilização de paisagens em atividades escolares: descrição e análise de um caso prático, vai trazer a descrição, a análise, a avaliação e algumas discussões acerca de uma atividade realizada em uma escola de ensino fundamental e médio da rede pública Estadual de Porto Alegre, em que um banco de paisagens naturais fora utilizado com os alunos do primeiro ano do ensino médio noturno em uma atividade didática. O terceiro dos artigos que compõem a dissertação, com o título Análise de um caso exemplar da microgênese da identificação e da classificação de minerais, o caso Anna é descrito e analisado detalhadamente. O último, A microgênese da identificação e classificação de minerais, os casos Anna e Vítor, trará uma análise comparativa entre os casos Anna e Vítor, de caráter descritivo em um primeiro momento, onde o objetivo foi evidenciar e analisar a elaboração conceitual e as estratégias de resolução de problemas dos dois casos, o artigo conta com a análise e as conclusões depreendidas a partir das características individuais e dos contrastes evidenciados, principalmente na forma de procurar entender a atividade e executar os testes, nesses dois casos exemplares. Constatamos que para a conclusão da atividade foi necessário que os sujeitos modificassem seus esquemas previamente estabelecidos, que Boder (1996) classifica de esquemas familiares. A determinação das propriedades cor e brilho é exemplo dessa necessidade de modificação, pois para classificar as amostras de minerais em determinados tipos de brilho pré-estabelecidos, os sujeitos não utilizam exatamente o mesmo esquema que utilizariam para determinar se um objeto é brilhoso ou não. Portanto, o conceito de brilho, ou o esquema relacionado ao conceito de brilho deve ser ampliado para a compreensão da tarefa proposta. Faz parte dos objetivos do projeto fornecer subsídios para a criação de uma Exposição Virtual de Mineralogia (Eichler e Del Pino, 2007), no qual, entre outros recursos, será utilizada uma coleção de imagens de paisagens – cuja elaboração foi estudada durante a realização desta pesquisa – e amostras desconhecidas virtuais que deverão ser identificadas em uma tarefa semelhante à apresentada nesse trabalho.
10

Orla Oceânica de Salvador: um mar de representações

Sousa, André Nunes de January 2010 (has links)
Submitted by Edileide Reis (leyde-landy@hotmail.com) on 2014-10-08T12:37:40Z No. of bitstreams: 1 André Nunes de Sousa.pdf: 6533014 bytes, checksum: 149e1d56cb72920aad2bcf5a17c299ba (MD5) / Approved for entry into archive by Rodrigo Meirelles (rodrigomei@ufba.br) on 2015-05-30T14:05:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 André Nunes de Sousa.pdf: 6533014 bytes, checksum: 149e1d56cb72920aad2bcf5a17c299ba (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-30T14:05:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 André Nunes de Sousa.pdf: 6533014 bytes, checksum: 149e1d56cb72920aad2bcf5a17c299ba (MD5) / A relação entre homem e natureza é uma relação historicamente marcada por processos de redefinições ideológicas, através das quais sistemas valorativos são forjados na/pela produção e comunicação humanas, direcionando acessos físicos e simbólicos diferenciados aos objetos/recursos geográficos. O presente trabalho volta suas atenções para a análise dos espaços litorâneos urbanos, especificamente a orla oceânica de Salvador, para demonstrar que, na atualidade, a produção de uma imagem espetacular do litoral soteropolitano é levada a cabo por uma volumosa promoção publicitária alimentada e difundida pelo Estado e instituições privadas, acompanhando um fluxo global que trabalha ideologicamente paisagens escolhidas para difundir ideias de mundo hegemônicas. A base teórico-metodológica foi trabalhada em dois momentos complementares, iniciados pelo estudo das contradições inerentes ao processo de produção capitalista do espaço urbano, apoiados nos autores alinhados com o materialismo histórico, seguido de uma leitura fenomênica do homem e das coisas do mundo, capaz de nos aproximar dos anseios subjetivos dos grupos relevantes para esta pesquisa. As representações empreendidas pelos grupos estudados funcionaram como elo na análise das relações entre o trabalho ideológico e a produção do espaço, mas, possibilitando também a análise de “leituras” que subvertem o discurso hegemonicamente intencionado e expresso nas paisagens tomadas como “texto”.

Page generated in 0.0647 seconds