• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1950
  • 64
  • 47
  • 44
  • 44
  • 38
  • 30
  • 14
  • 12
  • 7
  • 7
  • 7
  • 5
  • 5
  • 5
  • Tagged with
  • 2103
  • 1470
  • 1060
  • 892
  • 529
  • 438
  • 436
  • 305
  • 305
  • 219
  • 216
  • 213
  • 177
  • 162
  • 155
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

As representações socioespaciais dos antigos habitantes e comerciantes da Rua Grande

Regina Mesquita Santos, Célia January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:30:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5295_1.pdf: 875754 bytes, checksum: 9dfc578836af8afd92f7051ea8163cf6 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / As intensas ligações que as pessoas estabelecem com seus lugares de convívio são aqui transladadas para uma Rua, mais precisamente a Rua Grande, símbolo de um majestoso passado, lugar de referência para a cidade de São Luís e palco de inúmeros e memoráveis acontecimentos, representando um papel fundamental em sua história. Nosso foco de interesse recai, portanto, nas apropriações e práticas socioespaciais que moradores, ex-moradores, comerciantes e excomerciantes desenvolvem com a Rua em questão. Esta pesquisa analisou o trecho da Rua Grande compreendido entre a Praça João Lisboa e a Rua do Passeio, compreendendo uma área de aproximadamente 760m, dez quadras e um acervo de 118 imóveis. A escolha desse recorte espacial ocorreu por ser este o setor mais adensado da Rua em questão, tanto para o comércio como para moradia. Cientes da importância que essa Rua determina na vida de seus usuários e buscando compreender como as alterações físicas e espaciais influenciam na constituição de sua identidade, determinando assim o seu significado, consideramos de fundamental importância o referencial teórico das Representações Sociais, que nos levaram a desvendar as razões que permitem a esses grupos agirem dessa ou outra maneira em relação ao objeto de estudo. Assim, privilegiamos um aporte na Psicologia Social , por essa possibilitar uma melhor compreensão dessas representações e sua intrínseca rede de significados
2

Geografia e Política de Assistência Social : territórios, escalas e representações gráficas entre políticas públicas /

Lindo, Paula Vanessa de Faria. January 2010 (has links)
Orientador: Everaldo Santos Melazzo / Banca: Dirce Harue Ueno Koga / Banca: Raul Borges Guimarães / Resumo: Considerando que o Brasil ainda é um país que se caracteriza por suas desigualdades, notadamente as desigualdades socioterritoriais, procuramos refletir e levantar questões sobre o fenômeno de exclusão social e sua configuração territorial por meio de uma interlocução com a Política de Assistência Social. A partir do estudo das desigualdades sociais, nas diferentes escalas geográficas, vimos que sua análise pode ser potencializada de acordo com a escolha e o uso adequado de conceitos como pobreza, vulnerabilidade social, segregação socioespacial, exclusão, entre outros. Para a elaboração de políticas públicas direcionadas à busca da equidade social, acreditamos que, na escala local, o mais indicado seja o uso do conceito de exclusão, que pode ser melhor visualizado com a sistematização de informações e suas respectivas representações cartográficas. Porém, a localização pela localização não é suficiente para a eficácia deste instrumento. Daí a necessidade de se elaborar representações capazes de gerar análises que contemplem diferentes dinâmicas socioespaciais para embasar as ações territoriais dos agentes responsáveis pela implementação de políticas públicas. As reflexões aqui apresentadas foram suscitadas a partir das observações e trabalhos conjuntos com os agentes dos Centros de Referências de Assistência Social de Presidente Prudente... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Not available. / Mestre
3

As representações sociais do legislativo municipal de Matinhos-PR sobre desenvolvimento territorial sustentável

Oliveira, Erick Renan Xavier de January 2016 (has links)
Orientador : Profª. Drª. Daniela Archanjo Resende / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentável. Defesa: Curitiba, 06/06/2016 / Inclui referências : f. 81-90 / Resumo: O tema desenvolvimento sustentável tem sido recorrentemente abordado no século XXI, foco de muitas pesquisas, discussões e abordagens. Embora haja um intenso debate, o termo por si só pode assumir diferentes significados nos diversos âmbitos da sociedade, visto que não há uma teoria que apreenda toda a sua complexidade. No âmbito político, esse discurso pode tomar corpo tanto nas falas quanto nas ações dos representantes políticos. Neste sentido, investigar como este grupo entende o desenvolvimento territorial sustentável pode abrir espaço para visualizar as diferentes formas de apropriação do termo e também verificar até que ponto este entendimento perpassa a sua fala, refletindo na sua atuação de forma prática. Para buscar essa compreensão, tomou-se como base a teoria das representações sociais nas perspectivas de Serge Moscovici, Denise Jodelet e Mary Jane Spink, tendo também a teoria do Eco desenvolvimento de Ignacy Sachs como referencial do Desenvolvimento territorial sustentável. Os sujeitos, para esta pesquisa foram delimitados aos vereadores da cidade de Matinhos-PR, visto que sob o enfoque territorial (atores que estabelecem relação de poder no território) desempenham um papel importante na construção de políticas públicas/ou na legislação sobre o tema. As objetivas centrais desta pesquisa foram: (i) verificar quais são as representações sociais dos vereadores sobre desenvolvimento territorial sustentável, apontando assuas divergências e similitudes e; como dialogam em relação à teoria do Eco desenvolvimento de Ignacy Sachs; (ii) verificar em que medida há aproximação entre estas representações sociais e a produção legislativa dos vereadores, entendida como dimensão prática (da ação) dos sujeitos como atores sociais no território. A metodologia valeu-se de instrumento qualitativo para apreensão das representações sociais (e práticas legislativas) em forma de roteiro semi-estrutura do aplicado nas entrevistas em campo junto aos (nove) vereadores e da técnica da observação das sessões legislativas (outubro e novembro/ 2015). Além destes, fez seo levantamento da produção legislativa dos anos de 2013 e 2014 como instrumento de correlação entre as representações e a prática dos sujeitos. Para realizar o diálogo entre as representações sociais e a literatura, foram utilizadas as dimensões de sustentabilidade de Sachs, oriundas da teoria do Eco desenvolvimento com pequenas adaptações. Como resultados desta pesquisa evidenciou-se que os vereadores de Matinhos-PR (legislatura 2013-2016) têm suas representações sociais pautadas principalmente em questões como turismo e meio ambiente. As representações sociais dos sujeitos nesta pesquisa apresentaram pouca correlação com a produção legislativa analisada, embora tenham citado algumas das medidas que reconhecem como desenvolvimento territorial sustentável. O diálogo com a literatura demonstrou correlações (de similitude e divergência) com as dimensões de sustentabilidade econômica (turismo) e ecológica (preservação, reciclagem, educação ambiental).Palavras-chaves: Representações sociais. Poder Le / Abstract: The theme of sustainable development has been recurrently addressed in the twenty-first century, focus of much research, discussions and approaches. Although there is intense debate, the term itself can have different meanings in different areasof society, since there not exist a theory that explicated all its complexity. Politically, discourse can take shape both in the words and in the actions of politica representatives. In this sense, to investigate how this group understands sustainable territorial development can open space to see the different forms of ownership of the term and also check to extent this understanding permeates his speech, reflecting on their performance in a practical way. To get this understanding, it took as a basis that theory of social representations in perspective of Serge Moscovici, Denise Jodeletand Mary Jane Spink also having Eco development theory of Ignacy Sachs as a benchmark for sustainable territorial development. The subjects for this study were limited to city alderman of Matinhos-PR, as on the territorial approach (actors that establish power relationship in the territory) play an important role in building public policies / or legislation on the subject. The main objectives of this research were: (i)verify what are the social representations of the city alderman on sustainable territorial development, pointing out their differences and similarities and; as dialogue regarding Eco development theory of Ignacy Sachs; (ii) to verify to what extent the reis an approximation between these social representations and the legislative production of aldermen, understood as practical dimension (action) of the subjects as social actors in the territory. The methodology drew on qualitative tool for apprehension of social representations (and legislative practices) in the form of semistructuredapplied in the interviews in the field with the (nine) councilors and the observation technique of legislative sessions (October and November / 2015).Besides these, there was the lifting of the legislative production of the years 2013and 2014 as a correlation tool between the representations and practice of the subjects. To carry out the dialogue between social representations and literature, we used the Sachs sustainability dimensions arising from the Eco development theory with minor adaptations. As a result of this research showed that the councilors of Matinhos-PR (2013-2016 legislature) have their social representations guided mainly on issues such as tourism and the environment. The Social representations of the subjects in this study showed little correlation with the analyzed legislative production, although they quoted some of the measures that recognize as sustainable territorial development. The dialogue with the literature show decorrelations (of similarity and divergence) with dimensions of economic sustainability(tourism) and ecological (conservation, recycling, environmental education).Keywords: Social representations. Power City Council. Sustainable TerritorialDevelopment.
4

Representações de professores sobre a inclusão escolar / Teacher representations about the school inclusion

Abdalla, Ana Paula [UNESP] 01 September 2016 (has links)
Submitted by Ana Paula Abdalla (anaabdalla@ymail.com) on 2016-10-20T12:37:43Z No. of bitstreams: 1 ANA PAULA ABDALLA - Dissertação.pdf: 1318201 bytes, checksum: 4add939b0426e6d457ac7741d42653bf (MD5) / Approved for entry into archive by Juliano Benedito Ferreira (julianoferreira@reitoria.unesp.br) on 2016-10-26T17:26:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 abdalla_ap_me_rcla.pdf: 1318201 bytes, checksum: 4add939b0426e6d457ac7741d42653bf (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-26T17:26:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 abdalla_ap_me_rcla.pdf: 1318201 bytes, checksum: 4add939b0426e6d457ac7741d42653bf (MD5) Previous issue date: 2016-09-01 / Essa pesquisa dedicou-se a conhecer e analisar quais são as representações dos professores de uma mesma escola da rede municipal acerca da inclusão de alunos com deficiência nas classes de ensino regular. Pretendemos compreender, por meio das experiências desses docentes como ocorre na atualidade o processo de inclusão escolar, quais seus desafios, dificuldades e perspectivas. Teoricamente nos subsidiamos em Moscovici, tendo como aporte a teoria das Representações Sociais que permite entender os processos subjetivos pelos quais os indivíduos compreendem sua realidade e explicam os fenômenos do cotidiano. Metodologicamente a pesquisa caracterizou-se como qualitativa e foram entrevistados cinco professores de uma mesma escola municipal que atuam a pelo menos dez anos como docentes efetivos. A análise dos dados baseou-se na perspectiva da Análise de Conteúdo. Como resultados, verificamos que as representações trazidas pelas professoras fazem parte do senso comum, isto é, argumentam que é difícil ensinar o aluno com deficiência na sala de aula regular, pois lhes faltam formação adequada para trabalhar com essa clientela. Também afirmam que é complexo adequar o conteúdo curricular ao aluno com deficiência, que não há o apoio dos profissionais específicos (médicos e psicólogos), que faltam momentos na escola para essas profissionais compartilharem suas experiências e discutirem suas dificuldades e sinalizam para a ausência da adequação arquitetônica dos prédios escolares para acessibilidade dos alunos com deficiência (principalmente deficiência física) e materiais adequados, como brinquedos específicos que contemplem cada necessidade. Sobre a representação da deficiência, foi identificado que a deficiência física é a mais difícil de ser trabalhada, por suas características serem mais visíveis o que pode trazer um pouco mais de receio e medo por parte das educadoras. A questão de normal/anormalidade relacionado ao aluno com deficiência também está presente nas falas delas, em que percebemos que está embutido nas entrevistadas o conceito de corpo perfeito, aquele que o senso comum considera adequado. As docentes destacam também a importância fundamental da professora especialista para auxiliar neste processo inclusivo. Apesar de todas as dificuldades e anseios que as professoras trouxeram em suas narrativas, o carinho recebido por elas de seus alunos compensa todas as barreiras e dificuldades vivenciadas no dia a dia.
5

Geografia e Política de Assistência Social: territórios, escalas e representações gráficas entre políticas públicas

Lindo, Paula Vanessa de Faria [UNESP] 12 April 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-04-12Bitstream added on 2014-06-13T19:07:06Z : No. of bitstreams: 1 lindo_pvf_me_prud.pdf: 5326755 bytes, checksum: 13574f1a691114ecc20831969864ade3 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Considerando que o Brasil ainda é um país que se caracteriza por suas desigualdades, notadamente as desigualdades socioterritoriais, procuramos refletir e levantar questões sobre o fenômeno de exclusão social e sua configuração territorial por meio de uma interlocução com a Política de Assistência Social. A partir do estudo das desigualdades sociais, nas diferentes escalas geográficas, vimos que sua análise pode ser potencializada de acordo com a escolha e o uso adequado de conceitos como pobreza, vulnerabilidade social, segregação socioespacial, exclusão, entre outros. Para a elaboração de políticas públicas direcionadas à busca da equidade social, acreditamos que, na escala local, o mais indicado seja o uso do conceito de exclusão, que pode ser melhor visualizado com a sistematização de informações e suas respectivas representações cartográficas. Porém, a localização pela localização não é suficiente para a eficácia deste instrumento. Daí a necessidade de se elaborar representações capazes de gerar análises que contemplem diferentes dinâmicas socioespaciais para embasar as ações territoriais dos agentes responsáveis pela implementação de políticas públicas. As reflexões aqui apresentadas foram suscitadas a partir das observações e trabalhos conjuntos com os agentes dos Centros de Referências de Assistência Social de Presidente Prudente... / Not available.
6

Representações e atores patrimoniais: teatro, museu e praças comerciais no centro de Fortaleza - CE / Representations and heritage actores: theater, museum and commercial prac in the center of Fortaleza - Ce

Costa, Cassia Maria dos Santos January 2017 (has links)
COSTA, Cassia Maria dos Santos. Representações e Atores Patrimoniais: teatro, museu e praças comerciais no Centro de Fortaleza-CE. 2017. 129f. Dissertação (Mestrado em Geografia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by Weslayne Nunes de Sales (weslaynesales@ufc.br) on 2017-05-29T12:37:08Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_cmscosta.pdf: 4653115 bytes, checksum: f85f7f0f0ec46c0101cf5fadd707a826 (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-06-05T21:37:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_cmscosta.pdf: 4653115 bytes, checksum: f85f7f0f0ec46c0101cf5fadd707a826 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-05T21:37:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_cmscosta.pdf: 4653115 bytes, checksum: f85f7f0f0ec46c0101cf5fadd707a826 (MD5) Previous issue date: 2017 / This work aims at understanding cultural and artistic directions assigned by traders from Fortaleza´s downtown Theatro José de Alencar-TJA and the Museum of Ceará-MC. Even so, The assets in question are assets listed at the federal level, state management, used by the Government with reference and symbols of culture and art. In order to achieve this goal, we use the central nucleus theory of social representations for seizure of social and symbolic representations, from Moscovici (2003) and Sá (1996 and 1998). applying the method of projection (free recall), associated with the criterion of order and frequency of evocation, and the method of connectivity (pairwise comparison) to survey the possible elements of the central core of social representations. Already, for abstraction of symbolic value and the associative power of such representations we used the induction method ambiguous scenario. The study is guided by the discussion on the visibility of the commerce to the place and vice versa and lugaridade, "the capacity of the place to promote meeting" (Relph, 2012) and interact with their surroundings and subjects. Our concerns arise from the need to think about the place from its lugaridade and communicational visibility place-subject-environment triad, as the incompleteness of the institutional patrimonialization process and the transformation of equity and in cultural facilities that often do not take account of the subjects, who daily experience the place, with its cultural heritage and its demand senses, and understand the environment as an extension of the asset as well. / O objetivo deste estudo consiste em compreender os sentidos culturais e artísticos atribuídos pelos comerciantes do Centro da cidade de Fortaleza ao Theatro José de Alencar - TJA e Museu do Ceará - MC. Os equipamentos culturais em questão são bens patrimoniais tombados a nível federal com gestão estadual, propagados nos meios de comunicação como referência e símbolo da cultura e da arte cearense. O trabalho em tela utilizou da teoria do núcleo central das representações sociais para apreensão das representações sociais e simbólicas dos comerciários do Centro sobre TJA e MC, a partir de Moscovici (2003) e Sá (1996 e 1998), aplicando o método da saliência (evocação livre), associado ao critério de ordem e frequência de evocação, e o método da conexidade (comparação pareada) para o levantamento dos possíveis elementos do núcleo central das representações sociais. Ademais, para abstração do valor simbólico e o poder associativo de tais representações usou-se o método da indução por cenário ambíguo. O estudo está pautado na discussão sobre a visibilidade dos comerciários para o lugar e vice-versa e a lugaridade, “a capacidade do lugar de promover reunião” (RELPH, 2012) e interagir com seu entorno e os sujeitos. Nossas inquietações nascem da necessidade de pensar o lugar a partir da sua lugaridade e da visibilidade comunicacional da tríade lugar-sujeito-entorno, visto a incompletude do processo de patrimonialização institucional e a transformação do bem patrimonial em equipamento cultural que, muitas vezes, não levam em consideração os sujeitos, que vivenciam cotidianamente o lugar, com sua demanda cultural e seus sentidos patrimoniais, além de entender o entorno como uma extensão do bem patrimonial.
7

Representações sociais de cura de pessoas atingidas por hanseníase multibacilar após alta por cura no nordeste brasileiro / Social representations of healing of people affected by multibacillary leprosy after discharge for cure in the Brazilian northeast

Ribeiro, Mara Dayanne Alves 12 July 2017 (has links)
RIBEIRO, M.D.A. Representações sociais de cura de pessoas atingidas por hanseníase multibacilar após alta por cura no nordeste brasileiro. 2017. 108 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2017. / Submitted by Mestrado Saúde da Família (saudedafamiliasobral@gmail.com) on 2017-08-01T18:20:50Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_ribeiromda.pdf: 1898652 bytes, checksum: b46bcde226c6aaf8573363a25bbde678 (MD5) / Approved for entry into archive by Djeanne Costa (djeannecosta@gmail.com) on 2017-08-02T12:33:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_ribeiromda.pdf: 1898652 bytes, checksum: b46bcde226c6aaf8573363a25bbde678 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-02T12:33:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_ribeiromda.pdf: 1898652 bytes, checksum: b46bcde226c6aaf8573363a25bbde678 (MD5) Previous issue date: 2017-07-12 / A person who is cured on leprosy is considered a person who completes the Polychemotherapy (MDT) treatment plan, within the deadlines established by the Ministry of Health. Even after being cured, individuals may present with leprosy (HR) reactions and relapses. The inactivity of the bacillus as a parameter for discharge by cure is questioned since even with the inactive bacillus, physical and psychic sequelae remain causing suffering. Healing, or belief in it, is questioned in the literature and pointed out as relative. Analyzing the literature, we identified that the treatment and cure issue has not addressed the perception of people affected by leprosy on their own situation. Another emerging fact is that the Theory of Social Representations has been used in research on the social significance attributed to leprosy. So, we established as a research question: What are the Social Representations (RS) of healing in people affected by multibacillary leprosy who were discharged for cure? Thus, we have as general objective, smoothing the social representations of cure in people affected by multibacillary leprosy who were discharged for cure in a municipality in the Northeast of Brazil. The study was characterized as exploratory, descriptive, and qualitative, developed in Sobral/CE. Individuals of both sexes, older than 18 years old, living in the municipality of Sobral, with multibacillary form of leprosy, were discharged for 6 months or 1 year. The data collection took place through structured interview, recorded, later transcription and analysis through the Collective Subject Discourse (DSC). Ten people were interviewed, where it was found that the whole sample did not know how to define leprosy, or explain what the disease would be. As to why they had it, the explanations were diverse. None of the respondents pointed out that the disease would be caused by a bacterium, however, 30% (n = 3) stressed contact with other sick people as the cause of the transmission. The DSC denote that, compared to the present, life is different, it is no longer good and normal. Analyzing the Key Expressions (ECH) of confrontation: life before and after illness, "Life before leprosy was good" and "After illness, life is worse." The total ECH that describes each situation also tells us about the greater complexity of the association with each SR. For the Healing category there were 06 RS summarized in "People feel normal and equal to before disease", while for the category Absence of Healing there were 11 ECH related to aspects such as sequels, limitations and difficulties of adaptation to "new functionality". It is also observed that, in the absence of disability (grade 0), ECH was not observed in the absence of cure, while, with the increase of the degree of incapacity, ECH appeared related to the absence of cure. It is concluded that in individuals with leprosy reactions and degree of high disability were found, in most discourses, ECH that meant no cure. In addition, social representations of healing are complex, dynamic, and strongly associated with before and after the disease comparison, the former functioning as a reference for normal life. / Considera-se uma pessoa em alta, por cura de Hanseníase aquela que completa o esquema de tratamento Poliquimioterápico (PQT) nos prazos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Mesmo depois de curados, os indivíduos podem apresentar Reações Hansênicas (RH), incapacidades físicas e recidivas. A inatividade do bacilo como indicador de cura na percepção dos pacientes é questionada, visto que mesmo com o bacilo inativo, sequelas físicas e psíquicas permanecem provocando sofrimento. Analisando a literatura identificamos que a temática do tratamento e da cura não tem abordado a percepção das pessoas atingidas pela Hanseníase sobre como experienciam sua condição de vida após a alta por cura. Outro dado presente na literatura é que a Teoria das Representações Sociais tem sido utilizada na investigação sobre a significação social atribuída à Hanseníase. Então, estabelecemos como questão de pesquisa: Quais são as Representações Sociais (RS) de cura em pessoas atingidas por Hanseníase multibacilar que receberam alta por cura? Nosso objetivo geral foi analisar as representações sociais de cura em pessoas atingidas por Hanseníase multibacilar que receberam alta por cura, em um município do Nordeste Brasileiro. O estudo caracterizou-se como exploratório, descritivo, e qualitativo, desenvolvido em Sobral/CE. Foram incluídos indivíduos de ambos os sexos, maiores de 18 anos, residentes no município de Sobral, atingidos pela forma multibacilar de hanseníase, com alta, por cura, há 6 meses a 1 ano, antes da coleta dos dados, somando 10 participantes, número obtido a partir da saturação dos dados. A coleta de dados foi feita por meio de entrevista estruturada, gravada, com posterior transcrição e análise por meio do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Como resultados, encontrou-se que a totalidade dos participantes não soube definir Hanseníase, ou explicar o que seria a doença. Sobre o porquê de a terem tido a doença, as explicações foram diversas. Nenhum dos entrevistados apontou que a doença seria provocada por uma bactéria, entretanto, 30% (n=3) ressaltaram o contato com outras pessoas doentes como a causa da transmissão. Os DSC denotam que, em comparação com o tempo antes da doença, a vida está diferente, não é mais boa e normal. Analisando as Expressões-Chave (ECH) do confronto: vida antes e depois da doença, predominaram “A vida antes da hanseníase era boa” e “ Depois da doença, a vida piora”. A totalidade de ECH que descrevem cada situação também nos diz da maior complexidade da associação a cada RS. Para a categoria Cura houve 06 RS resumidas em “As pessoas sentem-se normais e iguais a antes da doença”, enquanto para a categoria Ausência de Cura foram 11 ECH relacionadas à aspectos como sequelas, limitações e dificuldades de adaptação à “nova funcionalidade”. Observa-se ainda que, na ausência de incapacidade (grau 0) não foram observadas ECH de ausência de cura, enquanto que com o aumento do grau de incapacidade surgem ECH relacionadas à ausência de cura. Conclui-se que, em indivíduos com reações hansênicas e com grau de incapacidade elevado, foram encontradas, na maioria dos discursos, ECH que significaram ausência de cura. Além disso, as representações sociais de cura são complexas, dinâmicas e fortemente associadas a comparação antes e depois da doença, o antes funcionando como referência para a normalidade da vida.
8

Visões de mundo e representações de meio ambiente entre licenciandos da UFSC

Seemann, Taciana Mara da Silva January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. / Made available in DSpace on 2012-10-21T02:35:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 199864.pdf: 1628584 bytes, checksum: 3a3b0fe76fd56af1b65140aace739396 (MD5) / A investigação da relação entre representações de meio ambiente e as visões de mundo e a sua importância na Educação é a temática que orientou esta pesquisa. Fundamentando-se na compreensão e no reconhecimento do termo meio ambiente, ou seja na importância significativa que sua compreensão exerce sobre atitudes e comportamentos no enfrentamento da problemática ambiental, foram pesquisados alunos licenciandos das últimas fases de alguns cursos da Universidade Federal de Santa Catarina, distribuídos entre três áreas de conhecimento (Ciências da Vida, Ciências Humanas e Sociais e Ciências Exatas e da Terra). O método para esta investigação constituiu três momentos metodológicos (evocação livre - construção de esquema - entrevista), que articulados permitiram a identificação das representações de meio ambiente naturalista e globalizante e sua relação com as visões de mundo fragmentada e integrada, além de proporcionarem a identificação de quatro categorias antes, não conhecidas, demonstrando uma transição entre as categorias já estabelecidas: a categoria de tendência à representação naturalista ou tendência à representação globalizante e de tendência à visão de mundo fragmentada ou tendência à visão de mundo integrada. A análise dos dados obtidos mostrou haver relação entre as representações de meio ambiente e as visões de mundo dos licenciandos pesquisados.
9

Representações sociais de discentes do curso técnico de enfermagem sobre a problemática das drogas.

Rodrigues, Andréia Silva 30 April 2013 (has links)
Submitted by Hiolanda Rêgo (hiolandar@gmail.com) on 2013-04-25T17:02:23Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_ Andréia Rodrigues.pdf: 2895283 bytes, checksum: 53bf42df88f337563ef594de79d3227e (MD5) / Approved for entry into archive by Flávia Ferreira(flaviaccf@yahoo.com.br) on 2013-04-30T22:04:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_ Andréia Rodrigues.pdf: 2895283 bytes, checksum: 53bf42df88f337563ef594de79d3227e (MD5) / Made available in DSpace on 2013-04-30T22:04:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_ Andréia Rodrigues.pdf: 2895283 bytes, checksum: 53bf42df88f337563ef594de79d3227e (MD5) / FAPESB e CAPES. / A pesquisa discute as representações sociais de discentes de enfermagem acerca da problemática das drogas. Foi desenvolvida com o pressuposto de que a(o)s técnica(o)s de enfermagem constituem maior contingente de profissionais nas equipes de saúde que atuam nos diversos setores do sistema. O contato diário desses profissionais com a clientela permite identificar situações relacionadas com a problemática das drogas, contudo as representações sociais acerca das drogas podem interferir nas suas ações de prevenção e promoção da saúde. Neste contexto foi definido como objetivo geral: analisar as representações sociais de discentes do curso técnico de enfermagem sobre a problemática das drogas, tendo como objetivos específicos apreender as representações sociais de estudantes de curso técnico de enfermagem sobre a problemática das drogas e conhecer a imagem objetivada de estudantes de curso técnico de enfermagem sobre a pessoa usuária. Trata-se de um estudo exploratório de abordagem qualitativa, fundamentada nos princípios da Teoria das Representações Sociais. O grupo social estudado foi composto por estudantes matriculada (o)s em um curso de técnico de enfermagem oferecido por uma instituição de ensino médio profissionalizante de Salvador- Ba. Os dados apresentados foram produzidos pelas técnicas: associação livre de palavras, grupo focal e entrevista semi-estruturada, envolvendo 98 discentes, no período de novembro de 2010 à fevereiro de 2011. Os dados da associação livre de palavras foram processados no software STATA, que forneceu uma análise estatística das evocações para os estímulos apresentados, permitindo articulação com os dados gerados pelas demais técnicas e favorecendo a análise de conteúdo. A triangulação dos dados evidenciou proximidade da(o)s estudantes com pessoas usuárias de drogas e com situações relacionadas ao narcotráfico. A droga é representada como objeto de destruição da pessoa, da família e da sociedade. A primeira imagem da pessoa usuária de drogas está vinculada ao sexo masculino, jovem, de cor negra, morador da periferia e pobre, contudo a realidade social vai sobrepondo outras imagens revelando o consumo e tráfico de drogas como condutas que envolvem toda sociedade de formas diferenciadas. A assistência de saúde para a pessoa usuária de drogas é representada como precária, insuficiente e superficial revelando a realidade social e sinalizando lacunas sobre a temática das drogas na formação profissional. Embora a pesquisa seja limitada a um grupo de estudantes de um curso técnico de enfermagem seus resultados assinalam a importância de intervenção na formação dessa categoria profissional visando maiores discussões sobre a temática e melhoria da assistência prestada à pessoas usuárias de drogas e seus familiares. / Salvador
10

Orla Oceânica de Salvador: um mar de representações

Sousa, André Nunes de January 2010 (has links)
Submitted by Edileide Reis (leyde-landy@hotmail.com) on 2014-10-08T12:37:40Z No. of bitstreams: 1 André Nunes de Sousa.pdf: 6533014 bytes, checksum: 149e1d56cb72920aad2bcf5a17c299ba (MD5) / Approved for entry into archive by Rodrigo Meirelles (rodrigomei@ufba.br) on 2015-05-30T14:05:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 André Nunes de Sousa.pdf: 6533014 bytes, checksum: 149e1d56cb72920aad2bcf5a17c299ba (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-30T14:05:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 André Nunes de Sousa.pdf: 6533014 bytes, checksum: 149e1d56cb72920aad2bcf5a17c299ba (MD5) / A relação entre homem e natureza é uma relação historicamente marcada por processos de redefinições ideológicas, através das quais sistemas valorativos são forjados na/pela produção e comunicação humanas, direcionando acessos físicos e simbólicos diferenciados aos objetos/recursos geográficos. O presente trabalho volta suas atenções para a análise dos espaços litorâneos urbanos, especificamente a orla oceânica de Salvador, para demonstrar que, na atualidade, a produção de uma imagem espetacular do litoral soteropolitano é levada a cabo por uma volumosa promoção publicitária alimentada e difundida pelo Estado e instituições privadas, acompanhando um fluxo global que trabalha ideologicamente paisagens escolhidas para difundir ideias de mundo hegemônicas. A base teórico-metodológica foi trabalhada em dois momentos complementares, iniciados pelo estudo das contradições inerentes ao processo de produção capitalista do espaço urbano, apoiados nos autores alinhados com o materialismo histórico, seguido de uma leitura fenomênica do homem e das coisas do mundo, capaz de nos aproximar dos anseios subjetivos dos grupos relevantes para esta pesquisa. As representações empreendidas pelos grupos estudados funcionaram como elo na análise das relações entre o trabalho ideológico e a produção do espaço, mas, possibilitando também a análise de “leituras” que subvertem o discurso hegemonicamente intencionado e expresso nas paisagens tomadas como “texto”.

Page generated in 0.0784 seconds