• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 157
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 7
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 162
  • 162
  • 53
  • 40
  • 40
  • 33
  • 33
  • 30
  • 27
  • 24
  • 22
  • 20
  • 18
  • 17
  • 16
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Técnicas geofísicas aplicadas no mapeamento e monitoramento de poluição e contaminação de águas subterrâneas / Not available.

Jose Milton Benetti Mendes 18 December 1987 (has links)
Neste trabalho estão descritas as técnicas geofísicas aplicadas no mapeamento e monitoramento de poluição e contaminação de águas subterrâneas, especificamente nos casos de aterros sanitários, áreas de infiltração de vinhaça, intrusão de água salgada em aqüíferos costeiros e áreas com problemas de infiltração e vazamento de produtos e efluentes industriais. No caso de regiões costeiras procurou-se desenvolver um padrão de investigação que pudesse ser aplicado junto às pequenas e médias concentrações urbanas de modo a prevenir e controlar a intrusão marinha nos aqüíferos costeiros, através apenas da aplicação de métodos geofísicos. Do mesmo modo, procurou-se estabelecer um roteiro para a aplicação de técnicas geofísicas de mapeamento e monitoramento de áreas industriais com problemas de poluição e contaminação. As áreas estudadas distribuídas pelo Estado São Paulo, representando situações bastante diversificadas num contexto geográfico e geológico mais amplo. Os aterros sanitários estudados estão localizados nos municípios de Taubaté, São José dos Campos e Novo Horizonte e as áreas de infiltração de vinhaça, em Novo Horizonte e Ribeirão Preto. A região enfocada no estudo está situada no litoral norte paulista entre Bertioga e São Sebastião, e a área industrial poluída em São José dos Campos. No presente trabalho é feito ainda um estudo comparativo entre as duas metodologias empregadas, eletrorresistividade e eletromagnetismo indutivo, considerada as mais adequadas para o estudo de poluição subterrânea, ressaltando-se as vantagens e desvantagens de cada uma objetivando otimizar sua aplicação conjunta. / This thesis describes geophysical techniques applied to the mapping and monitoring of ground water pollution and contamination, specifically for cases involving sanitary landfills, areas of vinasse infiltration, salt water intrusion into coastal aquifers, and areas with problems of infiltration and leakage of industrial products and residues. For coastal regions, investigative norms have been established that may be applied to both small and medium urban centers in order to control and prevent marine intrusion into coastal aquifers by applying geophysical methods only. Similarly, a routine for the application of geophysical techniques of mapping and monitoring industrial areas with pollution and contamination problems has also been developed. The areas studied are distributed throughout the State of São Paulo and thus represent diverse situations within a broad geographic and geologic context. Sanitary landfills were studies in the Municipalities of Taubaté, São José dos Campos and Novo Horizonte, and areas of vinasse infiltration in Novo Horizonte and Rio Preto. The coastal region focussed upon in this study is located between Bertioga and São Sebastião, and the polluted industrial area in São José dos Campos. Also included in this thesis is a comparative study of the two methodologies, conventional resistivity and electromagnetic inductive techniques, considered the most appropriate for the study of ground water pollution, with emphasis on the advantages and disadvantages of each in order to optimize their joint application.
32

Avaliação hidrogeológica e hidrogeoquímica em área contaminada por manganês na região de Suzano - SP / Not available.

Vinicius Ishimine 19 April 2002 (has links)
A prática antiga de disposição de resíduos de óxido de manganês em valas sem impermeabilização permitiu a contaminação de solo e água subterrânea por manganês em uma área em Suzano, São Paulo. No local, foram mapeadas duas fontes de contaminação, a principal delas encontra-se enterrada em terreno adjacente à área da indústria, e a secundária, que não foi formada por disposição voluntária de resíduo no solo, encontra-se na área da indústria, como resultado de deposição de material particulado liberado durante o manuseio do produto. Testes de condutividade hidráulica \'in situ\' apresentaram valores de K na ordem de \'10 POT. -7\' m/s. A velocidade da água subterrânea encontra-se no intervalo entre 0,33 e 17,26 cm/dia. Os resultados analíticos nas amostras de água subterrânea indicaram presença de manganês com valores acima dos limites estabelecidos pela Portaria 1469 do Ministério da Saúde na maioria dos poços de monitoramento (Valor Máximo Permitido, 0,10 mg/L), alcançando valores máximos de 6.800 mg/L no primeiro evento de monitoramento (outubro/98) e 4.876 mg/L no segundo (abril/99). Amostras de solo da porção jusante da área indicaram concentrações elevadas de manganês, atingindo valores de até 41.000 mg/Kg. O mapeamento da pluma de contaminação de água subterrânea mostra que ela está inserida em parte do terreno ocupado pela área em estudo e quase que a totalidade da porção jusante a este (área alagadiça). A modelagem hidrogeoquímica realizada através do programa Wateq4f apresentou supersaturação de hidróxido de ferro na maioria das amostras indicando que muitos metais podem estar adsorvidos neste complexo. Muitas amostras indicaram presença de sulfato de manganês, MnS\'O IND. 4 POT. 0\' (aq). Devido às altas concentrações de manganês encontradas em solo e água subterrânea, recomenda-se a execução de ações corretivas, uma vez que o local encontra-se inserido numa Área de Proteção de Mananciais. / The past practice of burying waste of manganese oxide in open, unprepared ditches in an industrial site in Suzano, São Paulo, has originated soil and groundwater contamination. Two sources of contamination were mapped at the site and its neighbourhood. The main source was placed as buried waste on a property adjacent to the industrial área. A second source was originated from dust coming from handling material at the industry. In situ hydraulic conductvty tests indicated K on the order of \'10 IND. -7\' m/s and 17,26 cm/dia. Chemical analyses from groundwater samples indicated manganese concentration above Brazilian standards in most monitoring wells (Portaria 1469 of the Ministerio da Saúde - Valor Máximo Permitido, 0,10 mg/L). The highest manganese concentration were 6.800 mg/L in the first sampling round and 4.876 mg/L in the second. Soil samples from the downgradient portion of the area also indicated high manganese concentrations, with values as high as 41.000 mg/Kg. The mapping of the groundwater contamination plume shows only a small portion of it within the limits of the industry site. Most of plume lies downgradient of the site, in the wetlands. The hydrogeochemical modeling using Wateq4f indicated a supersaturation of iron hydroxide in most groundwater samples, which indicates that many metals might be adsorbed into these complexes. Many samples indicated the presence of manganese sulphate, \'MnSO IND. 4 POT. 0\' (aq). Due to the very high concentration of manganese found in the area, it is recommended a corrective action for soil and groundwater, since the site is located within an Environment Protection Area (Área de Proteção de Mananciais).
33

Biorremediação de aquífero contaminado por hidrocarboneto / Not available.

Maria Cristina Frascá Spilborghs 15 October 1997 (has links)
Em função da qualidade inadequada das águas superficiais e dos elevados custos para seu abastecimento, a cada ano é maior a importância das águas subterrâneas como fonte de água de abastecimento, tornando-se a preservação da sua qualidade uma questão de extrema importância, resultando em inúmeros e variados estudos sobre este tema. Entre as muitas fontes existentes de contaminação da água subterrânea, um dos mais impactantes e crescentes problemas são os vazamentos de gasolina oriundos de tanques de armazenamento subterrâneo (TAS). Esse tipo de contaminação de água subterrânea é um problema alarmante no mundo todo. Nos Estados Unidos, a EPA (1986), estima que em 35% do total de TAS existentes no país ocorreram vazamentos. No Brasil, no Município de São Paulo, OLIVEIRA (1991) afirmou que 80% dos TAS estão vazando ou na iminência de vazamento. Uma das principais tecnologias estabelecidas para a remediação da água subterrânea contaminada é a tecnologia de biorremediação \"in situ\" que pode ser aplicada tanto na zona não saturada como na zona saturada do aqüífero. Este estudo visa principalmente verificar em sistema de microcosmo o comportamento de um vazamento de gasolina na subsuperfície, e aplicar a tecnologia de biorremediação \"in situ\" através do uso do sistema \"air sparging\" objetivando a degradação do contaminante. Um total de 4,5 litros de gasolina foi injetado na zona não saturada do microcosmo, simulando um vazamento de TAS. A concentração inicial das compostos BTX no microcosmo era de 289 mg/L de benzeno, 308 mg/l de tolueno e 230 mg/L de xileno. O monitoramento do processo de biorremediação teve duração de 216 dias. Neste estudo todos os compostos BTX foram completamente degradados num período máximo de 126 dias. O tolueno foi biodegradado mais rapidamente, (98 dias) seguido do benzeno, que teve sua completa biodegradação depois de 112 dias, e 126 dias para o xileno que foi o último a ser degradado. / Due to the inappropriate quality of the surface Waters in addition to the high costs for its supplying, the groundwaters importance as a water supply has been increasing a lot recently. The high quality of its mantaince is relevant and sorts of searches in this waters are required. Among to the several ways of groundwaters contamination, the gas leaking from the underground storage tanks (UST) has been increased a lot worldwide. After many searches is said that in USA 35%, and in Brazil (São Paulo) according OLIVEIRA (1991) 80% of UST has been leaking or impeding to. The bioremediation \"in situ\" is known as one of the best technology for groundwater remediation and can be applied in the unsaturated zone as well as in saturated zone. The matter\'s target is to check in microcosm the underground gasoline leakage conduct and to apply the bioremediation \"in situ\'\" through \"air sparging\" to raise the contaminant degradation. For a leak simulation, 2,5 litres of gas were injected in the microcosmo unsaturated zone. The initial BTX concentration was 289 mg/L of benzene, 308 mg/L of toluene and 230 mg/L of xylene. The monitoring was conducted for 216 days in the search and all compounds were degraded for 126 days. Toluene was degraded in 98 days followed by benzene in 112 days and xylene in 126 days.
34

Poluição de aquífero costeiro de Arembepe-BA por ácido sulfúrico e compostos inorgânicos oriundos da produção de dióxido de titânio / Not available.

Daniel Caminero Gomes 30 June 1994 (has links)
O objetivo central deste trabalho é avaliar o impacto às águas subterrâneas devido á disposição não-controlada de resíduos sólidos industriais em dunas recentes, assim como vazamentos de ácido sulfúrico acidentais ocorridos em indústria de Dióxido de Titânio, situada nas proximidades de Arembepe, município de Camaçari, BA. Adicionalmente, pretende descrever os processos envolvidos e as medidas de recuperação ambiental adotadas. O local foi investigado através de trabalhos de geofísica (sondagens elétricas e caminhamento elétrico), seguidos de instalação de poços de monitoração e cinco campanhas de amostragem/análise química de águas, para compostos inorgânicos e parâmetros \"in situ\" (pH, temperatura, condutividade elétrica). Foram também realizados ensaios de bombeamento e permeabilidade para caracterização hidráulica do aquífero local. Os resultados mostraram a presença de um aquífero principal pouco espesso formado por areias finas, cujas águas subterrâneas movem-se em dois sentidos principais: para o oceano (sudeste) e para o rio Capivara Grande, a noroeste. As velocidades de escoamento são relativamente altas, entre 60 e 690 m/ano. A deposição dos resíduos nas dunas causou um expressivo impacto na qualidade das águas subterrâneas, principalmente devido aos íons sulfato, ferro solúvel e baixos valores de pH, migrando em direção ao rio Capivara Grande, principalmente. Os vazamentos e perdas de poluentes na área industrial contribuíram para a formação de uma extensa pluma de poluição em sentido ao oceano. A acidificação do aquífero também levou á mobilização de íons que podem provocar efeitos tóxicos á flora local, como Alumínio e Manganês. A poluição atingiu alguns poços rasos, inutilizando-os. Além disso, algumas lagoas sofreram intenso processo de acidificação, prejudicando a vida aquática. Para mitigar este impacto, foram implantadas as seguintes medidas de remediação: impermeabilização dos resíduos com camadas de argila-bentonita compactadas, protegidas por solo argiloso não compactado e areias das dunas; implantação de poços de bombeamento das águas subterrâneas e bombeamento de uma lagoa inter-dunas. As águas bombeadas são enviadas a emissário submarino de 3 km de distância da costa. Além disso, foi iniciado um trabalho de plantio de espécies nativas. O pouco tempo de operação do sistema, ainda parcial, impede uma avaliação detalhada quanto á recuperação da área, entretanto, já houve uma melhoria de qualidade das águas subterrâneas a noroeste da área, provavelmente devido á impermeabilização dos resíduos. Por outro lado, foi constatado um aumento na poluição na área industrial, devido a novas perdas de ácido sulfúrico, as quais deveriam ser imediatamente reparadas. / The main objetive of this work is to evaluate the impact to groundwater quality due to the ancient, uncontrolled disposal of inorganic industrial solid wastes onto sand dunes, together with accidental sulfuric acid leakages, occurred at a Titanium Dioxide plant, located at Arembepe, Camaçari Conty, State of Bahia, Brazil. The region is partially supplied with groundwater wells, some of them being damaged by the contamination. Besides, some lagoons were intensively acidifyed, with consequent damages to aquatic life. The study area was investigated by means of geophysical surveys (resistivity, electric soundings and profiles), followed by monitoring wells installation and five water sampling/chemical analysis campaigns, for inorganic compounds. In addition, pumping and slug tests were performed, in order to characterize the local aquifer hydraulic parameters. Results have shown a sandy aquifer of small thickness, which waters migrate in two directions: towards the ocean (southeast) and the Capivara Grande river (northwest), at relatively high seepage velocities: 60 to 690 m/yr. The leaching of the solid wastes had provoked high concentrations of sulfate, iron and low pH values, mainly in direction towards the Capivara Grande river, whereas the industrial pollution plume migrates in direction towards the ocean. The aquifer acidification has also solubilized some metals that are phyto-toxic, like aluminium and managenese for instance. The following remedial measures were taken: . solid wastes containment, with mineralogical clay-bentonite covering layers, protected by clayey soil and dune sands; . installation of pumping wells and pumping of a contaminated lagoon to a 3 km lenth-outfall into the ocean; and . landscape recovery, using native species. Due to the short time in operation, the remedial system cannot be evaluated in detail at the moment. However, some quality improvement was achieved at the northwest plume, probably due to the wastes covering system. On the other hand, the plume increased to southeast, due to recent H2SO4 leakages at the industrial area, which should be immediately repaired.
35

Avaliação de área contaminada com licor negro e resíduos de indústria de fabricação de papel / Not available.

Elvira Lídia Grinbaum 20 June 1997 (has links)
Para desenvolver e testar um roteiro para investigação de áreas contaminadas foi selecionado um caso de uma antiga disposição de resíduos de uma fábrica de papel. A falta de metodologias, critérios e legislação específica enfatiza a necessidade da adoção de uma sistemática para a avaliação de áreas contaminadas, tendo em vista evitar a tomada de decisões inadequadas devido ao elevado grau de incerteza. Para a avaliação preliminar do risco potencial associado à destinação dos resíduos, foi efetuada uma revisão bibliográfica de casos similares. Esta abrangeu a pesquisa das características dos poluentes envolvidos e da origem dos resíduos, em especial quanto às propriedades da lignina e seu comportamento. Foram reunidas, também, informações referentes à toxicidade dos compostos orgânicos potencialmente presente e dos metais identificados nas águas subterrâneas. A compilação das informações de caracterização da área sob o aspecto geológico, hidrogeológico e geoquímico propiciaram a visualização da situação atual do caso dando indicações da possível evolução das plumas de contaminação. Os dados foram analisados e os resultados obtidos foram comparados com os esperados com base nas bibliografias e observações in situ. As análises realizadas nas águas subterrâneas, junto à área de aplicação do licor negro, indicam que a distâncias de até 1.000 metros dos limites da área de aplicação, a qualidade destas águas ficou alterada pela presença de concentrações de ferro de 2,2 a 35,0 mg/L e manganês de 0,11 a 3,3 mg/L, valores estes acima dos padrões de potabilidade estabelecidos pela Portaria 36 do Ministério da Saúde. As águas de alguns dos poços de monitoramento localizados próximos da área de aplicação continham também chumbo e bário. Estes metais foram apontados como poluentes de interesse. Os aspectos geoquímicos do caso foram estudados, de modo a se obter um melhor entendimento das causas da presença de elevadas concentrações de metais nas águas subterrâneas. Concluiu-se que está ocorrendo uma grande interação entre a massa de poluentes dos resíduos infiltrados e os constituintes da formação geológica local contribuindo para a solubilização do ferro, manganês e, possivelmente, do bário. O roteiro proposto permitiu a ordenação das informações evidenciando os dados considerados necessários para complementar a avaliação. Mostrou-se, portanto, como uma ferramenta poderosa para o diagnóstico, estabelecimento das próximas etapas e balizamento da tomada de decisão tendo em vista a recomendação da melhor alternativa de intervenção para controle da poluição do solo e das águas subterrâneas. / In order to develop and test a guideline for the investigation of contaminated areas, an old disposal site, that received black liquor and wastes from a paper industry, was selected. The lack of methodology, criteria and specific legislation has emphasized the need for adoption of a systematized evaluation of contaminated areas with the purpose of avoiding to make inadequate decisions based on poor investigation data. A research in similar cases was made in order to evaluate, theoretically, the potential risk associated to black liquor disposal. This included characterization of the pollutants, lignin properties and fate in the environment, wastes origin, data on toxicity of the organic compounds potentially present and metals identified in groundwater at the site. The geological, hydrogeological, and geochemical characterization of the area provided a visualization of the whole situation and superficial aquifer contaminants plume spread and attenuation. Data were analyzed and the obtained results were compared to those of literature and in situ observation. Groundwater analysis showed that at distances up to 1,000 meters of the black liquor is disposal site boundaries, iron and manganese were found at concentrations from 2.2 to 35.0 mg/L and from 0.11 to 3.3 mg/L respectively. These values were higher than potability standards established by Brazilian Ministry of Health Regulations (Portaria 36). Some of the monitoring wells close to the disposal site contained also lead and barium. These metals were selected as pollutants of interest. Geochemical aspects of the case were studied in order to get a better understanding of the metal presence in the groundwater in this area. It was concluded that the interaction occurring between the geological formation and the leaching of pollutants in this area are responsible for the solubilization of iron, manganese and probably also barium. The proposed guideline, in the form of a checklist, was very useful in organizing the information collected, as a guidance for the analysis of the data and to point out missing data needed to complete the evaluation. It was considered a powerful tool in the diagnosis of the case and the establishment of further steps. It also supported the decision making process in defining the best alternative and recommendations for intervention regarding soil and groundwater pollution control.
36

A Origem Natural da Poluição por Cromo no Aquífero Adamantina, Município de Urânia (SP) / Not available.

Marta Lúcia Nunes Almodovar 24 November 2000 (has links)
Teores anômalos de cromo, algumas vezes ultrapassando o limite máximo permitido para consumo humano (0,05 mg/L), têm sido detectados nas águas subterrâneas de pelo menos 53 cidades da região noroeste do Estado de São Paulo. Esta pesquisa objetivou definir a origem do cromo nas águas subterrâneas em Urânia, se antrópica ou natural e os mecanismos hidrogeoquímicos que controlam a presença deste elemento no sistema rocha-água. A cidade de Urânia foi selecionada para estudo por apresentar um dos maiores e mais persistentes teores deste elemento na região. Para atingir estes objetivos foi executado um levantamento de fontes antrópicas potenciais de cromo e enfatizada a hidrogeoquímica das zonas não-saturada e saturada com detalhe. Os ensaios na zona não-saturada basearam-se na coleta de amostras de solo e sedimento para análises macroscópica, granulométrica, química, mineralógica e extração sequencial. Para o estudo na zona saturada foram cadastrados poços tubulares e cacimbas de Urânia, definido o modelo conceitual de circulação das águas subterrâneas, amostradas e analisadas as águas destes poços. Através dos resultados obtidos pode-se comprovar que a origem do cromo nas águas subterrânes de Urânia é natural, proveniente da dissolução de minerais cromíferos (cromita, espinélio, hematita, ilmenita, magnetita, rutilo e ulvoespinélio) dos solos e sedimentos da Formação Adamantina. Estes minerais estão associados à fração grossa (> 635mesh), na qual foram detectados teores de cromo variando de 1.475 a 7.704 ppm. A extração sequencial comprovou que o cromo é proveniente de minerais primários, sendo que nos solos da área de pesquisa está associado aos materiais residuais e minerais silicáticos. A baixa capacidade de adsorção de cromo na fase sólida, permite que o íon se mantenha na fase líquida. O modelo de equilíbrio químico utilizado-MINTEQ A2 (Versão 4.0) mostrou que os ambientes hidroquímicos mais alcalinos da área ) de estudo são propícios à dissolução de minerais portadores de cromo. As elevadas concentrações de cromo nos poços tubulares (profundos) em relação aos cacimbas (rasos) são decorrentes do maior tempo de contato água-rocha, oferecendo melhores condições para o equilíbrio entre os minerais e a solução percolante e permitindo sua passagem para o meio líquido. / Anomalous chromium contents, sometimes exceeding the maximum limit permitted for human consumption (0.05 mg/L) have been detected in groundwaters of at least 53 cities of northwestern São Paulo State. This research aimed at defining if the origin of chromium in Urânia groundwaters was anthropic or natural, and the hydrogeochemical mechanisms that control the presence of the element in the rock-water system. Urânia city was selected for the study due to its highest and most persistent contents of chromium in the region. To achieve these objectives a suryey of potential anthropic Cr sources was carried out and the hydrogeochemistry of the non-saturated and saturated zones was studied in detail. The tests in the non-saturated zone were based on soil and sediment sample collecting for macroscopic, granulometric, chemical, mineralogical and sequential extraction analyses. To investigate the saturated zone Urânia tubular wells and shallow dug wells were catalogued, a conceptual groundwater circulation model was defined and the water from these wells sampled and analysed. The data show that the origin of chromium in Urânia groundwaters is natural, resulting from dissolution of Cr-bearing minerals (chromite, spinel, hematite, ilmenite, magnetite, rutile and ülvospinel) in soils and sediments of the Adamantina Formation. These minerals are found in the coarse fraction (> 635 mesh), where Cr contents from 1,475 to 7,705 ppm were detected. The sequential extraction analysis proved that chromium came from primary minerals and it is associated with residual materials and silicatic minerals in soils of the study area. The low Cr absorption capacity of the solid phase maintains the ion in the liquid phase. The chemical equilibrium model used -MINTEQ A2 (4.0 version) showed that the more alkaline hydrochemical environments of the study area are favourable for the dissolution of Cr-bearing minerals. The high Cr concentrations in (deep) tubular wells in relation to shallow dug wells result from a greater water-rock interaction time, allowing better conditions of chemical equilibrium between minerals and percolating solutions and its exchange with the liquid medium.
37

Influência da hipóxia em respostas bioquímicas de mexilhões Perna pernaexpostos ao biodiesel B5

Nogueira, Lílian [UNESP] 14 March 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:55Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-03-14Bitstream added on 2014-06-13T19:40:27Z : No. of bitstreams: 1 nogueira_l_dr_sjrp_parcial.pdf: 201095 bytes, checksum: cb73f1832c73c24a52b1336d8d34b98f (MD5) Bitstreams deleted on 2015-03-20T11:45:17Z: nogueira_l_dr_sjrp_parcial.pdf,Bitstream added on 2015-03-20T11:45:49Z : No. of bitstreams: 1 000713746.pdf: 440343 bytes, checksum: 71f42bd4468ffa721616ff044884db17 (MD5) / O ambiente intertidal marinho sujeita seus habitantes à flutuações na disponibilidade de O2 devido às marés. A hipóxia seguida de reoxigenação produz espécies reativas de oxigênio (ERO) que podem gerar estresse oxidativo nos organismos. Moluscos bivalves, como mexi-lhões, possuem defesas antioxidantes que combatem as ERO formadas durante a reoxigenação. Porém, é desconhecido se o aumento das defesas antioxidantes gerado pela hipóxia também contribui no combate às ERO geradas pela exposição a poluentes e se a exposição a contami-nantes pode afetar o metabolismo da hipóxia. No Brasil, o óleo diesel recebe obrigatoriamente a adição de 5% de biodiesel e essa mistura chamada de B5 é utilizada como combustível para veículos automotivos e poderá vir a ser utilizada em frotas marinhas. Dessa forma, torna-se necessário avaliar se este novo tipo de biocombustível pode gerar algum tipo de perturbação na biota aquática. Este estudo teve o objetivo de avaliar se em mexilhõesPerna perna(1) a mistura B5 pode gerar respostas em parâmetros antioxidantes, (2) se a hipóxia induz diferenças nos parâmetros antioxidantes e (3) se a hipóxia seguida de reoxigenação em água limpa e em água contaminada influencia na indução de estresse oxidativo nestes animais, além de verificar se a pré-exposição ao B5 influencia nas respostas do metabolismo de hipóxia. Para alcançar os objetivos foram realizados três experimentos: (1) exposição ao biodiesel B5 (0,01 e 0,1 mL/L) por 6,h, 12 h, 48 h e 168 h, (2) exposição ao ar por 6 h, 12 h, 24 h e 48 h, (3) exposição ao ar por 24 h seguida de reoxigenação em água e em água contendo 0,01 mL/L de B5. Para os três experimentos foram avaliadas nas brânquias e glândulas digestivas as enzimas superóxido dis-mutase (SOD), catalase (CAT), glutationa peroxidase (GPx) e... / The intertidal marine environment promotes fluctuations in the oxygen availability for its inhabitants. Hypoxia followed by reoxygenation produces reactive oxygen species (ROS) that can cause oxidative stress in organisms. Bivalve molluscs have antioxidative defenses to fight ROS generated during the reoxygenation. However, it is unknown if the increase in antioxi-dant system generated by hypoxia also contributes to neutralize ROS generated by exposure to pollutants and if contaminant exposure can affect the hypoxia metabolism. In Brazil B5 blend (5% biodiesel and 95% diesel oil) has been adopted as mandatory fuel for automotive vehicles and could become mandatory for marine fleet in the future. So it becomes necessary to assess whether this new fuel type can generate some kind of disturbance in aquatic biota. Thus, this study aimed to assess in musselsPerna perna(1) if B5 can generate modifications in antioxidant parameters, (2) if hypoxia induces alterations in antioxidant parameters and (3) if hypoxia fol-lowed reoxygenation in clean water and contaminated water with B5 promotes oxidative stress in these animals, and verify if the B5 pre-exposure modifies some parameters in the hypoxia metabolism. To achieve the objectives three experiments were performed: (1) mussels exposure to B5 (0.01 mL/L and 0.1 mL/L) for 6 h, 12 h, 48 h and 168 h, (2) mussels exposure to hypoxia for 6 h, 12 h, 24 h and 48 h, and (3) exposure to air for 24 h followed by reoxygenation in clean water and water with B5 0.01 mL/L. For the three experiments we evaluated the activity of superoxide dismutase (SOD), catalase (CAT), glutathione peroxidase (GPx), glutathione S-transferase (GST) and glutathione reductase (GR) as well as glutathione concentration (GSH) and lipid peroxidation by measure the malondiadehyde concentration (MDA) in... (Complete abstract click electronic access below)
38

Influência da hipóxia em respostas bioquímicas de mexilhões Perna pernaexpostos ao biodiesel B5 /

Nogueira, Lílian. January 2013 (has links)
Orientador: Eduardo Alves de Almeida / Banca: Camilo Dias Seabra Pereira / Banca: Alcir Luiz Dafre / Banca: Igor Dias Medeiros / Banca: Cláudia Bueno dos Reis Martinez / Resumo: O ambiente intertidal marinho sujeita seus habitantes à flutuações na disponibilidade de O2 devido às marés. A hipóxia seguida de reoxigenação produz espécies reativas de oxigênio (ERO) que podem gerar estresse oxidativo nos organismos. Moluscos bivalves, como mexi-lhões, possuem defesas antioxidantes que combatem as ERO formadas durante a reoxigenação. Porém, é desconhecido se o aumento das defesas antioxidantes gerado pela hipóxia também contribui no combate às ERO geradas pela exposição a poluentes e se a exposição a contami-nantes pode afetar o metabolismo da hipóxia. No Brasil, o óleo diesel recebe obrigatoriamente a adição de 5% de biodiesel e essa mistura chamada de B5 é utilizada como combustível para veículos automotivos e poderá vir a ser utilizada em frotas marinhas. Dessa forma, torna-se necessário avaliar se este novo tipo de biocombustível pode gerar algum tipo de perturbação na biota aquática. Este estudo teve o objetivo de avaliar se em mexilhõesPerna perna(1) a mistura B5 pode gerar respostas em parâmetros antioxidantes, (2) se a hipóxia induz diferenças nos parâmetros antioxidantes e (3) se a hipóxia seguida de reoxigenação em água limpa e em água contaminada influencia na indução de estresse oxidativo nestes animais, além de verificar se a pré-exposição ao B5 influencia nas respostas do metabolismo de hipóxia. Para alcançar os objetivos foram realizados três experimentos: (1) exposição ao biodiesel B5 (0,01 e 0,1 mL/L) por 6,h, 12 h, 48 h e 168 h, (2) exposição ao ar por 6 h, 12 h, 24 h e 48 h, (3) exposição ao ar por 24 h seguida de reoxigenação em água e em água contendo 0,01 mL/L de B5. Para os três experimentos foram avaliadas nas brânquias e glândulas digestivas as enzimas superóxido dis-mutase (SOD), catalase (CAT), glutationa peroxidase (GPx) e... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The intertidal marine environment promotes fluctuations in the oxygen availability for its inhabitants. Hypoxia followed by reoxygenation produces reactive oxygen species (ROS) that can cause oxidative stress in organisms. Bivalve molluscs have antioxidative defenses to fight ROS generated during the reoxygenation. However, it is unknown if the increase in antioxi-dant system generated by hypoxia also contributes to neutralize ROS generated by exposure to pollutants and if contaminant exposure can affect the hypoxia metabolism. In Brazil B5 blend (5% biodiesel and 95% diesel oil) has been adopted as mandatory fuel for automotive vehicles and could become mandatory for marine fleet in the future. So it becomes necessary to assess whether this new fuel type can generate some kind of disturbance in aquatic biota. Thus, this study aimed to assess in musselsPerna perna(1) if B5 can generate modifications in antioxidant parameters, (2) if hypoxia induces alterations in antioxidant parameters and (3) if hypoxia fol-lowed reoxygenation in clean water and contaminated water with B5 promotes oxidative stress in these animals, and verify if the B5 pre-exposure modifies some parameters in the hypoxia metabolism. To achieve the objectives three experiments were performed: (1) mussels exposure to B5 (0.01 mL/L and 0.1 mL/L) for 6 h, 12 h, 48 h and 168 h, (2) mussels exposure to hypoxia for 6 h, 12 h, 24 h and 48 h, and (3) exposure to air for 24 h followed by reoxygenation in clean water and water with B5 0.01 mL/L. For the three experiments we evaluated the activity of superoxide dismutase (SOD), catalase (CAT), glutathione peroxidase (GPx), glutathione S-transferase (GST) and glutathione reductase (GR) as well as glutathione concentration (GSH) and lipid peroxidation by measure the malondiadehyde concentration (MDA) in... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
39

Contribuição ao estudo da poluição provocada no aqüífero freático e no solo pelo aterro controlado da cidade de Rio Claro, SP / Not available.

Tandel, Roque Yuri 05 November 1998 (has links)
Esta tese oferece fortes evidências que apontam que um aterro controlado pode ser uma solução ambientalmente viável para a disposição final de lixo doméstico. Para tanto um estudo foi desenvolvido em área localizada no município de Rio Claro, SP, em terrenos constituídos por arenitos (Fm. Rio Claro) e argilitos (Fm. Corumbataí), onde existia um lixão desde 1982, transformado em aterro controlado no final de 1988 e encerrado em setembro de 1997. Com o objetivo de estudar a poluição provocada no aqüífero freático por este aterro, foram analisados durante um ano (1996) as águas de três poços de monitoramento e o percolado (chorume). Determinaram-se os teores de zinco, chumbo, cádmio, cobre, pH, DQO, DB\'O IND.5\', condutividade elétrica, toxicidade aguda (Daphnia similis) e contagem bacteriana. Interpretou-se também uma série de análises físico-químicas do percolado e do gás do aterro realizadas entre outubro de 1990 e julho de 1992. Foi amostrado o solo, sobre o qual escorria por vários anos o percolado, até atingir-se o nível d\'água. Determinaram-se suas características granulométricas, mineralógicas e químicas em vários horizontes, com o objetivo de mensurar a contaminação causada pelo percolado no mesmo. Utilizaram-se vários métodos geoelétricos (eletroressistividade, polarização induzida e eletromagnético indutivo) para determinar a pluma de contaminação e a direção do fluxo da água. Para a determinação da geometria do aterro foram realizados ensaios de sísmica de refração. Os resultados indicam que, embora o percolado possua grande potencial poluidor, o aqüífero freático não está sendo contaminado de maneira significativa e, que no solo tem ocorrido a degradação quase total do percolado. A pluma de contaminação tem estado circunscrita a área do aterro. Portanto o impacto ambiental tem sido pequeno e restrito. / This thesis gives strong evidence showing, that the controlled landfill can be a possible environmental solution for the disposal of the domestic waste. This conclusion is based on a study carried out in the Rio Claro District of the state of São Paulo. The terrain of the studied area, where a dump existed since 1982, is constituted of sandstones and argillaceous rocks. This dump was transformed into a controlled landfill at the end of 1988 and was closed in September 1997. In order to study the pollution provoked in the water by the landfill, the water of three monitoring wells and the landfill leachate were analyzed throughout the year of 1996. These analyses determined the traces of zinc, lead, cadmium, copper, pH, COD, BOD, electric conductivity, toxicity (Daphnia similis) and the bacterial counting. A series of physical and chemical analyses of landfill leachate and of the landfill gas, between October, 1990 and July, 1992, was also studied. The soil, where the landfill leachate has been flowing throughout years, was sampled until the water level was reached. With the aim of measuring the contamination caused by the landfill leachate, grain-size determination, mineralogical and chemical characteristics of the soil at several levels were carried out. Several geoelectric methods (resistivity, induced polarization and electromagnetic induction) were utilized in order to establish the plume of contamination and the direction of the water flow. Seismic refractions were also made to determine the landfill geometry. Although the landfill leachate has enormous potential of pollution, the results indicated that the groundwater is not being contamined on a large scale, and also that the landfill leachate, in the soil, has been largely degraded. The plume contamination was found only in the landfill. Therefore the environmental impact has been small and restricted.
40

Avaliação do impacto causado na zona saturada pelos metais pesados provenientes da disposição de lodo residual na ETE de Barueri-SP / Not available.

Peñaloza Fuentes, Alejandra Carmen 27 March 2001 (has links)
O lodo gerado como resíduo do tratamento de esgoto constitui uma fonte potencial de poluição, devido às altas concentrações de elemento nocivos à saúde. O presente estudo se desenvolveu nas dependências da Estação de Tratamento de Esgoto de Barueri, São Paulo, no terreno onde corpos de lodo permanecem depositados em contato direto com o solo. A disposição do lodo ao ar livre favorece a lixiviação e potencializa a contaminação das águas subterrâneas, objeto desta pesquisa. A avaliação da qualidade e das características da água subterrânea no local afetado foi realizada através da caracterização hidrogeológica local, do monitoramento mensal de parâmetros físico-químicos (Eh, pH, condutividade elétrica, temperatura), análise química de amostras coletadas incluindo os íons metálicos \'Cu POT. 2+\', \'Pb POT. 2+\', \'Zn POT. 2+\', \'Fe POT. total\', \'Cr POT. total\', \'Mn POT. 2+\', \'Ni POT. 2+\', \'Ba POT. 2+\', \'Al POT. 3+\', \'Sr POT. 2+\', \'Ag POT. +\', \'Cd POT. 2+\' e do monitoramento do nível d\'água. A velocidade de fluxo da água subterrânea varia entre os valores de 0,4 e 6,3 m/ano. Na maioria dos resultados, as análises químicas apresentaram teores para os metais estudados abaixo dos limites de potabilidade implicando na ausência de contaminação. Concentrações mais elevadas são encontradas somente para os metais Fe, Mn e Al. No entanto, tratando-se de elementos formadores de rochas, sua origem provavelmente não está relacionada à presença do lodo. Assunção (1996) mostrou que os metais são removidos do corpo do lodo por lixiviação através do aumento de sua concentração na porção inferior dos depósitos. Os baixos teores destes metais presentes nas águas subterrâneas são conseqüência da sua retenção no solo. Além disso, na zona saturada, as condições de Eh e pH mostram-se favoráveis à imobilização dos elementos Ag, Cr, Cu, Pb, Zn (parcialmente), Al, Ba e Sr. Dados disponíveis na literatura sobre a zona não saturada também mostram-se ) compatíveis com esta proposição. / Uncontrolled disposal of sludge from wastewater treatment plants might be an important source of contamination to soil and groundwater due to its high concentrations of contaminants of environmental concern. The aim of the present study is to determine potential impacts to a shallow water table caused by sludge disposal at the Wastewater Treatment Plant of Barueri (ETE - Barueri), in São Paulo State, Brazil. ln a previous study on this site, Assunção (1996) showed that heavy metals leach from the sludge and concentrate on lower portions of the deposits. The hydrogeology and hydrogeochemistry of the aquifer was studied through nine monitoring wells. These wells were used to determine hydrogeologic parameters and to collect groundwater samples monthly during a 10 month period. The hydrogeochemical parameters analyzed were Eh, pH, condutivity, temperature and the metals \'Cu POT. 2+\', \'Pb POT. 2+\', \'Zn POT. 2+\', \'Fe POT. total\', \'Cr POT. total\', \'Mn POT. 2+\', \'Ni POT. 2+\', \'Ba POT. 2+\', \'Al POT. 3+\', \'Sr POT. 2+\', \'Ag POT. +\', \'Cd POT. 2+\'. The ETE - Barueri is a recharge area where groundwater flows radially from the area towards Rio Tietê to the North, Rio to the West and small drainages to the East and South. The average linear velocity of groundwater varies from 0,4 to 6,3 m/year. Groundwater samples indicated concentrations below drinking standards (Portaria 36, Ministério da Saúde) for most analyzed metals, except Fe, Mn e Al. These three metals are typical rock forming elements and are not related to the sludge. Eh and pH conditions in the saturated zone favor immobilization of the metals Ag, Cr, Cu, Pb, Zn (partially) Al, Ba and Sr. Literature information about saturated zone supports these findings. Although the heavy metal contents high within the sludge, concentration in groundwater did not characterize groundwater contamination.

Page generated in 0.0998 seconds