• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 72
  • 13
  • 1
  • Tagged with
  • 86
  • 86
  • 74
  • 55
  • 33
  • 33
  • 28
  • 27
  • 26
  • 22
  • 21
  • 20
  • 20
  • 20
  • 19
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Improving mutual fund market timing measures: a markov switching approach

Mazali, Rogério 31 July 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1429.pdf: 435505 bytes, checksum: 014d927923de455f14c28a151a16c5e1 (MD5) Previous issue date: 2001-07-31 / Market timing performance of mutual funds is usually evaluated with linear models with dummy variables which allow for the beta coefficient of CAPM to vary across two regimes: bullish and bearish market excess returns. Managers, however, use their predictions of the state of nature to deÞne whether to carry low or high beta portfolios instead of the observed ones. Our approach here is to take this into account and model market timing as a switching regime in a way similar to Hamilton s Markov-switching GNP model. We then build a measure of market timing success and apply it to simulated and real world data.
2

Identificação do fator estocástico de descontos e algumas implicações sobre testes de modelos de consumo

Araújo, Fabio 12 June 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:17:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1438.pdf: 376985 bytes, checksum: 133e17e161abdd19bb448c1472a7c569 (MD5) Previous issue date: 2003-06-12 / Retornando à utilização de técnicas de séries de tempo para a estimação de parâmetros das preferências dos indivíduos, este trabalho investiga o tradicional problema do consumo intertemporal ótimo do tipo CCAPM por um novo ângulo. Se apresentam dois estimadores para o fator estocástico de descontos independentes da especificação de funções utilidade, que são utilizados para a agregação das informações disponíveis sobre os retornos dos ativos da economia. A metodologia proposta é aplicada para dados do Brasil, para o período do plano Real, e dos Estados Unidos, para um período iniciado em 1979. Na parte empírica do trabalho obtem-se dois resultados. Primeiro, obtem-se uma estimativa para o grau americano de aversão ao risco de 2,1 - mais de 10 vezes menor que o comumente encontrado na literatura. Segundo, é estimado um grau de aversão ao risco de 2,3 no caso brasileiro, o que está em linha com trabalhos anteriormente publicados.
3

Aplicação de modelos de avaliação por múltiplos no Brasil

Saliba, Rafael Victal 18 August 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:47:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2019.pdf: 524178 bytes, checksum: 0696c98b48acca4ac809b96ad5593e64 (MD5) Previous issue date: 2005-08-18 / Based on international literature, we test the performance of a number of Value Drivers commonly used for evaluating companies by finance practioners, through simple regression models of the cross-section type which estimate Market Multiples (ß’s of models). By using data on companies listed with the São Paulo Stock ExchangeBovespa, we are able to diagnose the behavior of several multiples in the period between 1994-2004, with an outlook also on the particularities of the economic activities performed by the sample companies (and their possible impacts on the performance of each Value Driver) through a subsequent analysis with segregation of companies in the sample by sectors. Extrapolating simple multiples evaluation standards used by analysts from the main financial institutions in Brazil, we find that adjusting the ratio formulation to allow for an intercept does not provide satisfactory results in terms of pricing erros reduction. Results found may not be generically representative, given the limited availability of data and the restrictions set upon database acquisition. / Com base na literatura internacional, testa-se o desempenho de alguns Drivers de Valor comumente utilizados para avaliação de empresas pelos práticos em finanças através de modelos de regressão simples do tipo cross-section que estimam os Múltiplos de Mercado (?'s dos modelos). Utilizando dados de empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo-Bovespa, diagnostica-se o comportamento dos diversos múltiplos no decorrer do período entre 1994-2004, atentando-se também para as particularidades das atividades desempenhadas pelas empresas da amostra (e seus possíveis impactos no desempenho de cada Driver de Valor) através de uma subseqüente análise com a separação das empresas da amostra em setores. Extrapolando os padrões de avaliação por múltiplos simples usados pelos analistas de empresas das principais instituições financeiras presentes no Brasil, verifica-se que a introdução de intercepto na formulação tradicional não oferece resultados satisfatórios na redução dos erros de apreçamento. Os resultados encontrados podem não ser genericamente representativos, dada a limitada disponibilidade de informações e as restrições impostas na obtenção da base de dados.
4

Beta: problemas e evidência empírica

Mellone Junior, Geraldo 31 March 1999 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:18:30Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1999-03-31T00:00:00Z / Realiza uma revisão bibliográfica dos testes empíricos do modelo CAPM - Capital Asset Pricing Model, e mostra os resultados de testes de modelos multi-fatores para ações brasileiras.
5

Saving-capm: uma proposta de solução para o equity premium puzzle do consumption-capm

Cia, Josilmar Cordenonssi 08 August 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:48:06Z (GMT). No. of bitstreams: 3 74624.pdf.jpg: 19349 bytes, checksum: 269d46a30ce837e14a6d82e093455394 (MD5) 74624.pdf.txt: 205193 bytes, checksum: b18c9208c0b10a39e465247465127a9f (MD5) 74624.pdf: 777454 bytes, checksum: 76804656674cf7d08c7a3f917d0c9c05 (MD5) Previous issue date: 2006-08-08T00:00:00Z / Em 1985, Mehra e Prescott levantaram uma questão que até hoje não foi respondida de forma satisfatória: o prêmio de risco das ações americanas é muito maior do que poderia ser explicado pelo “paradigma neoclássico de finanças econômicas” (financial economics) representado pelo modelo C-CAPM. E, a partir de então, este problema não resolvido ficou conhecido como o “Equity Premium Puzzle” (EPP) ou o “Enigma do Prêmio (de risco) das Ações”. Este enigma estimulou a produção de uma série de artigos, dissertações e teses que tentaram ajustar os modelos intertemporais de utilidade esperada aos dados dos mercados financeiros. Dentro deste contexto, esta tese busca (i) revisar a evolução histórica da teoria dos modelos de maximização da utilidade intertemporal dos agentes, (ii) analisar os pressupostos e conceitos chaves desses modelos, (iii) propor um novo modelo que seja capaz de solucionar o EPP, (iv) aplicar este modelo proposto aos dados históricos anuais entre 1929 e 2004 e (v) validar a lógica deste modelo através das metodologias Mehra-Prescott e Hansen-Jagannathan. Esta tese faz uma crítica de que os estudos até aqui desenvolvidos tentaram explicar a dinâmica de um mercado financeiro altamente sofisticado, através de um modelo de economia não-monetária e de subsistência. Assim, a sua contribuição consiste na alteração desse pressuposto de uma economia de subsistência, considerando que a renda disponível do setor privado não seja integralmente consumida, mas que também possa ser poupada. Assumindo que as pessoas obtêm satisfação (utilidade) tanto pelo consumo atual como pela poupança atual (que será o consumo futuro), será deduzido que a utilidade marginal de consumir é igual à de poupar, em todo e qualquer período. Com base nisso, a utilidade marginal a consumir é substituída pela utilidade marginal de poupar dentro do modelo básico do C-CAPM. Para reforçar a idéia de que o modelo desta tese usa dados de poupança em vez de consumo, ao longo do trabalho ele será chamado de Sanving-CAPM, ou S-CAPM. Este novo modelo mostrou-se capaz de solucionar o EPP quando submetidas às abordagens Mehra-Prescott e Hansen-Jagannathan. / In 1985 Mehra and Prescott raised a question that has not been answered satisfactorily: the equity premium of American shares is much higher than it could be explained by the "neoclassical paradigm of financial economics" represented by CCAPM models. And, since then, this non-solved issue is known as the Equity Premium Puzzle (EPP). This puzzle has stimulated the production of a series of articles, theses and dissertations that tried to adjust the intertemporal expected utility models to the financial markets' data. In this context, this doctoral dissertation aims to (a) revise the historical evolution of model theory of maximization of intertemporal expected utility, (b) analyze the key assumptions and concepts of these models, (c) propose a new model that can solve the EPP, (d) apply the proposed model to the historical data between 1929 and 2004, and (e) validate the logic of this model through the MehraPrescott and Hansen-Jagannathan methodologies. This doctoral dissertation criticizes that the studies so far formulated have tried to explain the dynamics of highly sophisticated financial markets through a model of non-monetary exchange economy. Hence, its contribution consists of the changing of this assumption of a exchange economy considering that the available income of the private sector is not fully consumed, but rather also saved. Taking into account that people can obtain satisfaction (utility) with the present consumption as well as with the present savings (that will be the future consumption), it will be deduced that the marginal utility of consuming is replaced by the marginal utility of saving within the basic C-CAPM model. To reinforce this idea that the model of this doctoral dissertation uses data of savings rather than consumption, throughout the study it will be called Saving-CAPM or S-CAPM. This new model has proved to be capable of solving the EPP when submitted to the Mehra-Prescott and HansenJagannathan approaches.
6

Avaliação de modelos de precificação de ativos no mercado acionário brasileiro

Fellet, Bianca Gabriel 17 February 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—UnB/UFPB/UFRN, Programa MultiInstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2016. / Diante da relevância da precificação de ativos no mercado acionário brasileiro, o presente estudo teve como objetivo testar e avaliar modelos de precificação de ações neste mercado. Dessa forma, buscou-se identificar o modelo que apresenta o melhor desempenho nesse mercado dentre os modelos testados: CAPM, CAPM Global, CAPM Local, APT e Modelo de 3 Fatores. Os modelos foram testados utilizando dados em painel, compostos por 132 ativos individuais (ações de empresas) e também por 60 portfólios, com dados mensais, durante o período compreendido entre 2010 e 2014. A avaliação dos modelos se deu através de análise de regressão e utilização dos critérios de Akaike e Schwarz. O modelo CAPM Global não apresentou resultados satisfatórios, enquanto que no modelo CAPM Local a inclusão do risco-país não se mostrou significativa. Os modelos CAPM, APT e 3 Fatores se mostraram adequados à precificação de ativos no mercado em análise. Observou-se que o modelo de 3 Fatores apresentou um desempenho superior aos demais, tanto em carteiras como em ativos individuais. Entretanto, os modelos CAPM e APT também se apresentam adequados para a precificação de ativos no Brasil, e a inclusão de variáveis macroeconômicas proporcionou um melhor desempenho do modelo APT em comparação ao CAPM. Então, deve-se avaliar se o acréscimo marginal de desempenho dos modelos de 3 fatores e APT é compensatório, observando os custos operacionais da utilização de modelos mais complexos e tendo como alternativa a simplicidade da utilização do CAPM. / Having in mind the relevance of asset pricing in the Brazilian stock Market, this study is aimed at testing and assessing stock pricing models in that market. Accordingly, we attempted to identify the model with the best performance among the ones tested: CAPM, Global CAPM, Local CAPM, APT, and Fama and French’s 3-Factor model. These models were tested by means of panel data regressions comprising 132 individual company stocks and also 60 portfolios using monthly data during the period from 2010 and 2014. Model assessment was carried out by means of regression analysis and the use of Akaike and Schwarz information criteria. The empiricals have shown that Global CAPM has not presented satisfactory results, while in Local CAPM the inclusion of country risk has not proved significant. CAPM, APT and 3-Factor models have shown to be appropriate for asset pricing in the market under analysis. We noticed that the 3-Factor model has shown a higher performance with respect to the others both when testing portfolios and individual assets as well. However, CAPM and APT have also shown to be adequate for asset pricing in Brazil, and the inclusion of macroeconomic variables has provided a better performance of APT with respect to CAPM. Nevertheless, one should assess whether the marginal improvement that can be obtained from using 3-Factor and APT is worthwhile, taking into account the operating costs of using models that are more complex when one has as an alternative the simplicity of CAPM.
7

Formação de preços de ativos financeiros como método para avaliar empresas

Marques, Fátima Aparecida Faro 15 December 1992 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:10Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1992-12-15
8

Regra de Taylor no Brasil e preços de ativos financeiros: 1999-2005

Borges Filho, João Philippi 04 September 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:47:51Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2006-09-04 / Esta dissertação tem o propósito de testar a hipótese de que o Banco Central do Brasil não considera os preços de ativos financeiros em sua função de reação da política monetária. A primeira parte é dedicada ao estudo da literatura atual sobre a relação entre política monetária e preços de ativos financeiros, na qual foram identificadas três correntes de pensamento distintas sobre o tema. Numa segunda etapa, são avaliados alguns modelos com base na estimativa proposta por Soares e Barbosa (2006), porém com a inserção de uma variável de preços de ações. Assim como em Dupor e Conley (2004), os resultados empíricos mostram que a inclusão dessa variável torna o hiato do produto não significativo.
9

Modelos condicionais de apreçamento de ativos com prêmios de risco macroeconômicos variantes no tempo

Ibere, Dalton H. Mota 12 August 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:48:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1931.pdf: 661317 bytes, checksum: ee4e6054563208526c15014441632464 (MD5) Previous issue date: 2005-08-12 / Analisamos a previsibilidade dos retornos mensais de ativos no mercado brasileiro em um período de 10 anos desde o início do plano Real. Para analisarmos a variação cross-section dos retornos e explicarmos estes retornos em função de prêmios de risco variantes no tempo, condicionados a variáveis de estado macroeconômicas, utilizamos um novo modelo de apreçamento de ativos, combinando dois diferentes tipos de modelos econômicos, um modelo de finanças - condicional e multifatorial, e um modelo estritamente macroeconômico do tipo Vector Auto Regressive. Verificamos que o modelo com betas condicionais não explica adequadamente os retornos dos ativos, porém o modelo com os prêmios de risco (e não os betas) condicionais, produz resultados com interpretação econômica e estatisticamente satis fatórios
10

Testes de validade do capital asset pricing model no mercado acionário de São Paulo: um estudo indicativo do poder de teste da metodologia de Fama e Macbeth

Horng, Wang Jiang 15 January 1998 (has links)
Made available in DSpace on 2010-04-20T20:15:36Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1998-01-15T00:00:00Z / Utiliza a técnica de simulação para estimar a 'eficiência' de se testar o modelo Capital Asset Pricing Model (CAPM) num mercado com características do mercado acionário paulista, marcado por elevado retorno e alta volatilidade.

Page generated in 0.1116 seconds