• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 20
  • 5
  • Tagged with
  • 25
  • 25
  • 25
  • 25
  • 21
  • 19
  • 17
  • 11
  • 9
  • 8
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Sistema multimídia para grafos de decisão no AIPC

Zhao Liang 01 March 1996 (has links)
O sistema CONDOR é uma ferramenta integral de desenvolvimento e consulta de sistemas especialistas. Em um sistema especialista desenvolvido no CONDOR, o conhecimento é representado por um novo esquema de representação chamado Grafo de Decisão, constituído por Ênuplas em uma linguagem denominada RGD, i.e. Representação de Grafos de Decisão. Este trabalho desenvolve uma nova versão do sistema CONDOR. No CONDOR 2.0, as funções básicas e o esquema de representação do conhecimento do CONDOR 1.0 são mantidos. Foram melhorados e estendidos os seguintes: 1) a estrutura de programação do CONDOR 2.0 é a de Orientação a Objetos, 2) desenvolvimento na plataforma Microsoft Windows, 3) expansão do conceito de base de conhecimento em três layers que contém um conjunto de arquivos e aplicações em fontes variadas, 4) inclusão da função multimídia, 5) inclusão da função de associação com outras aplicações externas, 6) extensão da linguagem RGD, 7) desenvolvimento de um novo editor de texto.
2

Operacionalização da metodologia de desenvolvimento de software orientado a objetos CRC/WB+.

Carlos Eduardo de Barros Paes 00 December 2000 (has links)
Ao longo dos últimos anos está sendo desenvolvida no ITA uma metodologia para desenvolvimento de software orientado a objetos, denominada CRC/WB+, que visa mesclar algumas características importantes de diversas metodologias encontradas na literatura. A metodologia se baseia fortemente em responsabilidades, em contraposição ao desenvolvimento baseado em dados empregado por muitas das metodologias usuais. Além disso, a metodologia considera de forma bem precisa a separação de interesse: uma parte independente de linguagem, denominada Modelo Abstrato, em que se obtém o que o sistema deve fazer, e uma parte dependente de linguagem, denominada Modelo de Implementação, em que se descreve como o sistema será implementado em uma linguagem específica. A metologia tem constituído uma ferramenta valiosa para o desenvolvimento de software acadêmico orientado a objetos e para reforçar o ensino de conceitos básicos de orientação a objetos, bem como de algumas técnicas nova que têm sido recomendadas recentemente. Neste trabalho apresenta-se a operacionalização desta metodologia de desenvolvimento de software orientado a objetos, por meio da complementação, estruturação e aperfeiçoamento de suas fases de desenvolvimento. O trabalho incorpora na Metodologia CRC/WB+ recursos avançados e características adicionais para auxiliar o desenvolvedor no levantamento sistemático dos requisitos funcionais de um sistema, na identificação das classes e definição de responsabilidadese, principalmente, na consolidação e depuração das informações capturadas nas fases iniciais do ciclo de desenvolvimento segundo a metodologia. A ênfase do trabalho desenvolvido está no aperfeiçoamento e melhoria das fases do Modelo Abstrato, de modo a ajudar o desenvolvedor na modelagem de um conjunto de classes para a solução computacional. O objetivo de introduzir tais características e recursos é facilitar e aumentar a confiança no funcionamento dos softwares gerados segundo a metodologia. Além disso, a preocupação está em tornar a metodologia viável para o desenvolvimento profissional de produtos de software orientada a objetos.
3

Uma estrutura para o plano de codificação e testes no desenvolvimento evolutivo de software orientado a objetos.

Tatiane Macedo Prudencio Lopes 00 December 2004 (has links)
Nos processos de desenvolvimento evolutivo de software orientado a objetos, tem-se dado pouca importância ao controle da execução das atividades de codificação e testes. Nesses processos falta um planejamento adequado para a condução dessas atividades. Este trabalho de pesquisa propõe uma estrutura de plano de codificação e testes em que a ordem de codificação corresponde à ordem de testes para as classes e métodos de um sistema em desenvolvimento, o que permite uma redução no intervalo de tempo entre a execução da codificação e testes bem como a execução paralela dessas atividades. Nessa estrutura consideram-se, ainda, a utilização do paradigma da orientação a objetos, as características iterativa e incremental do processo de desenvolvimento evolutivo, e a preocupação com stubs e retestes. Dessa forma, haverá uma conseqüente melhoria no controle da codificação e testes bem como na redução do tempo de desenvolvimento e aplicação de testes.
4

A conceptual model for metadata-based frameworks.

Eduardo Martins Guerra 20 December 2010 (has links)
Framework can be considered an incomplete software with some points that can be specialized to add application-specific behavior, allowing not only source code reuse but also design reuse. Techniques for developing frameworks evolved, starting from the usage of inheritance and composition and passing through more sophisticated ones, such as reflection and introspection. Recent frameworks employ the strategy to define a specific metadata schema for applications to use in their classes and programming elements, enabling framework behavior customization. Despite this technique is being widely used, there are not models, design patterns or development guidelines that aim to help in the creation of this kind of framework. This thesis proposes a conceptual model for metadata-based frameworks that has the aim to identify appropriate solutions for its internal structure and scenarios where it is suitable for. A pattern language presents design solutions aiming a greater flexibility in the structure of this kind of framework and a collection of architectural patterns proposes scenarios for their usage. Some frameworks were developed by students using the proposed pattern solutions and the results of their usage were assessed using questionnaires. Additionally, an experiment was conducted evaluating the metadata-based framework usage in the identified scenarios, observing the consequences comparatively to approaches without frameworks and with a traditional framework. As a result, software architects and framework developers with this conceptual model should be able to identify situations where the metadata usage is appropriate and to design suitable solutions that provides flexibility in metadata reading and processing.
5

Estudo da viabilidade da aplicação de banco de dados orientado a objetos em sistemas de comando e controle.

Tiago Cavalheiro de Melo 09 April 2008 (has links)
Os sistemas de comando e controle podem ser definidos como sistemas integrados de doutrinas, procedimentos, estruturas organizacionais, pessoal, equipamentos, instalações e comunicações projetadas para apoiar os comandantes no comando e controle nas operações e atividades militares. Sistemas de comando e controle apresentam funcionalidades que permitem aos seus operadores obterem eficácia das forças de segurança sob o seu comando, reduzindo a quantidade de material e pessoal necessária para realizar as tarefas e aumentando a probabilidade de êxito nas missões sob sua coordenação. A representação e atualização dinâmica do cenário situacional numa janela cartográfica e a sua implementação do modelo conceitual constituem instrumentos relevantes para o desenvolvimento de funcionalidades dos comandantes no comando das operações militares. Os dados armazenados devem possibilitar a sua análise por agentes de forma a construir uma visão integrada do cenário para os usuários. Com relação às metodologias de modelagem e às linguagens de programação, têm-se que os sistemas evoluíram e passaram a aplicar conceitos de modelagem e de programação orientadas a objetos. Por outro lado, os sistemas consolidados no mercado de banco de dados ainda aplicam modelagem orientada a entidades relacionais. Os sistemas de comando e controle convivem com esta diferença de conceitos quando sistemas concebidos, modelados e programados seguindo os paradigmas das metodologias orientadas a objetos têm de acessar banco de dados relacionais. O objetivo deste trabalho é construir um protótipo capaz de verificar e validar a implementação de banco de dados orientado a objetos a partir de um modelo conceitual de dados orientado a objetos em sistemas de comando e controle. A validação inclui a análise qualitativa desta implementação, sendo verificados aspectos como facilidade de uso, facilidade de acesso aos dados, desempenho e homogeneidade na arquitetura do sistema considerando a consistência da modelagem orientada a objetos com a implementação do banco de dados orientado a objetos. Esta dissertação descreve o desenvolvimento de tal protótipo.
6

Uma metodologia para o desenvolvimento de sistemas de informações baseadas no paradigma de orientação a objetos.

Roberto Batista Mesquita Chioccarello 00 December 1997 (has links)
Este trabalho de pesquisa propõe uma metodologia para o desenvolvimento de Sistemas de Informações, utilizando o paradigma da orientação a objetos. A metodologia foi investigada, testada, verificada e validada durante o desenvolvimento de um Sistema de Informações Universitárias em um ambiente cliente - servidor, utilizando o Sistema Gerenciador de Bancos de Dados Relacional ORACLE - RDBMS. O trabalho de pesquisa resume as vantagens da utilização em conjunto de várias tecnologias durante o processo de desenvolvimento de software. As principais contribuições deste trabalho são: a metodologia proposta; o processo de planejamento incluindo aplicação, síntese e estimativa utilizando (COnstructive COsting MOdel - COCOMO [BOE9
7

Uma hiper arquitetura para requisitos, mapeamentos, objetos de negócio e suas implementações em engenharia de software.

Lineu Fernando Stege Mialaret 00 December 2001 (has links)
As Metodologias de Desenvolvimento de Software Orientadas a Objetos disponíveis no mercado não contemplam a incorporação apropriada das visões de um domínio empresarial. Esta restrição torna-se mais evidente na modelagem dos requisitos de negócio, durante o desenvolvimento de Sistemas de Software. Nas etapas iniciais do desenvolvimento, a inexistência de procedimentos mais abrangentes, que propiciem modelagens apropriadas desse domínio, ocasiona prejuízos para a elaboração de alguns artefatos intermediários do Software. Os Requisitos e os Modelos Funcionais, Estáticos e Dinâmicos de um domínio empresarial constituem os primeiros e mais importantes artefatos intermediários de Software a serem produzidos com qualidade, confiabilidade e segurança. A criação e a disponibilização de uma Arquitetura de Objetos de Negócio, para atender as necessidades e aspirações dos Usuários e dos Engenheiros de Software, representa uma das principais contribuições deste Trabalho de Pesquisa. Para a construção da Arquitetura proposta, foram investigadas importantes áreas de conhecimento, campos e domínios da Ciência da Computação e da Engenharia de Negócio. A criação e consolidação desta Arquitetura com sucesso foi possível devido aos procedimentos adotados para a sua inserção no desenvolvimento de Sistemas de Software Orientados a Objetos, e à disponibilidade, o emprego e a integração de Tecnologias que representam o Estado da Arte em Engenharia de Software. A avaliação deste Trabalho de Pesquisa foi realizada por meio de um Estudo de Caso, envolvendo os Objetos de Negócio de um Sistema de Software para um ambiente aeroportuário.
8

Statecharts: their use in specifying and dealing with performance models.

Nandamudi Lankalapalli Vijaykumar 00 December 1999 (has links)
O objetivo do trabalho é mostrar que a ferramenta de especificação Statecharts, criada para representar o comportamento de sistemas complexos que reagem a eventos, pode também ser utilizada para representar o comportamento dos modelos de desempenho. Um sistema complexo dado será modelado usando as características de Statecharts e através de uma reação a eventos estimulados todas as possíveis configurações do sistema serão geradas. Com este conjunto de todas as possíveis configurações do sistema complexo uma matriz de transições é criada. Esta matriz é a base para calcular probabilidades limite a partir das quais é possível determinar medidas de performance.
9

Uma análise comparativa das tecnologias de banco de dados relacional e de banco de dados nativamente orientado a objetos.

Anderson Evandro Simeão da Silva 00 December 2003 (has links)
O aumento constante de informações manipuladas nos diversos setores administrativos da sociedade moderna nos últimos anos tem provocado buscas constantes por inovações tecnológicas e aperfeiçoamento das atividades dos desenvolvedores de sistemas computadorizados. No caso específico dos setores públicos federais, estaduais e municipais, os desenvolvedores de sistemas de software têm buscado diferentes formas de inovação e aperfeiçoamento, por meio do uso de novas tecnologias. Dentre as principais tecnologias emergentes que podem ser aplicadas nos diversos setores públicos encontra-se a tecnologia dos Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados Nativamente Orientados a Objetos (SGBDOO). Com a finalidade de contribuir com o estudo dessas novas tecnologias, este trabalho de pesquisa descreve a experiência da comparação do funcionamento de um Sistema de Informação cuja implementação se deu utilizando-se dois modelos diferentes de Bancos de Dados - os Relacionais e os Orientados a Objetos. Para propiciar verificação e validação da análise comparativa da aplicação das duas tecnologias, de Bancos de Dados Relacionais e Nativamente Orientados a Objetos, durante a realização deste trabalho de pesquisa, foi desenvolvido um Protótipo do Sistema Fazendário - SIFAN, aplicando metodologias já existentes. O protótipo foi utilizado para comparar as diversas características inerentes aos Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados (SGBDs) de modelos diferentes, analisar e comentar o resultado destas comparações. Com a realização deste trabalho de pesquisa, o autor pôde reunir argumentos suficientes para concluir, com sucesso, que a nova tecnologia dos Bancos de Dados Nativamente Orientados a Objetos será, dentro de um curto prazo, a melhor alternativa tecnológica para utilização de bancos de dados para sistemas de informação, não somente nos setores públicos, mas também em outros setores.
10

A reference architecture for visually managing metadata-based components

José Roberto Campos Perillo 03 December 2014 (has links)
Developing component-based applications has always been a big challenge faced for software developers and architects. In the last 25 years, many metadata-based component models were proposed, and most of them include tools that allow controlling the lifecycle of components. However, it was not observed in the academy or in the industry an architecture or a model that can serve as abstraction for tools capable of visually managing metadata-based components and their relationships with other components. In this work, a reference architecture is proposed for such purpose. Tools based on it will provide developers, architects and systems administrators with better control over applications that make use of metadata-based components. For validation purposes, it is presented the Saturnus tool, which implements the proposed architecture and controls components of Spring DM-based applications. The "Management Application" is also presented as a proof of concept-it is a Spring DM-based application that was gradually evolved with Saturnus. After implementing both Saturnus and the "Management Application", it is possible to say that proposing such an architecture is feasible and that it is possible to visualize the organization of components in terms of graphs in tools that implement it, and also that these tools can effectively control metadata-based components and their relationships with each other, as well as their lifecycle. Consequently, it is now possible to have better control over the architecture of applications that make use of metadata-based components, tools able to control metadata-based components can now be created, metadata-based component models tend to be more used as other architectures or models able to support component-based development are proposed and now Spring DM-based applications can be better controlled with the help of Saturnus.

Page generated in 0.1006 seconds