• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 297
  • 11
  • 11
  • 11
  • 11
  • 9
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 302
  • 302
  • 179
  • 175
  • 83
  • 79
  • 71
  • 71
  • 60
  • 51
  • 49
  • 41
  • 36
  • 36
  • 35
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Avaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue fresco /

Arouca, Silvio Eduardo. January 2004 (has links)
Orientador: Marcelo Ferrarezi de Andrade / Banca: José Roberto Cury Saad / Banca: Mânio de Carvalho Tibúrcio / Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar, in vitro, avaliação da resistência de união à microtração, sob duas formas de contaminação do substrato dentinário (saliva humana e sangue fresco) e três diferentes formas de limpeza (jato de ar, jato de ar e água e recondicionamento dentinário), utilizando-se do sistema adesivo de 4ª geração, One-Step (Bisco). Foram utilizados 21 terceiros molares humanos íntegros, os quais foram divididos em sete grupos distintos com três dentes cada, sendo um grupo controle e outros seis grupos de trabalho alternando as duas formas de contaminação e as três formas de limpeza. Em cada dente a porção oclusal da coroa foi cortada e sob a superfície plana de dentina foi realizada a contaminação, bem como a limpeza do substrato para que a restauração fosse construída e em seguida os dentes foram submetidos a ciclagem térmica de 1000 ciclos alternando 5º e 55ºC. Os dentes foram cortados em palitos com área de superfície adesiva de 1mm2. Para cada um dos 7 grupos foram realizadas 20 repetições, perfazendo um total de 210 amostras. O teste de resistência a microtração, foi realizado em uma Máquina de Ensaios Mecânicos MTS-810, em velocidade de 1 mm / min, com o auxilio de um dispositivo bipartido onde o palito era fixado com cola Super Bonder gel e o acelerador de presa Zapit. Após a ruptura dos palitos os dados foram compilados através de um programa específicos Test Works 4 e os resultados enviados para a análise estatística. Foi realizada análise de variância para a avaliar estatisticamente os dois agentes contaminantes, combinados com as três formas de limpeza do substrato dentinário em relação à resistência de união à tração. Observou-se que a interação entre os agentes contaminantes e as formas de tratamentos de limpeza da dentina é significativa (valor p<0,0001), então o efeito da contaminação... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Mestre
2

Avaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue fresco

Arouca, Silvio Eduardo [UNESP] 01 March 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-03-01Bitstream added on 2014-06-13T19:30:41Z : No. of bitstreams: 1 arouca_se_me_arafo.pdf: 3685255 bytes, checksum: 3a12fac77e6217bc7dbb90e3959d7ab5 (MD5) / O objetivo deste trabalho foi realizar, in vitro, avaliação da resistência de união à microtração, sob duas formas de contaminação do substrato dentinário (saliva humana e sangue fresco) e três diferentes formas de limpeza (jato de ar, jato de ar e água e recondicionamento dentinário), utilizando-se do sistema adesivo de 4ª geração, One-Step (Bisco). Foram utilizados 21 terceiros molares humanos íntegros, os quais foram divididos em sete grupos distintos com três dentes cada, sendo um grupo controle e outros seis grupos de trabalho alternando as duas formas de contaminação e as três formas de limpeza. Em cada dente a porção oclusal da coroa foi cortada e sob a superfície plana de dentina foi realizada a contaminação, bem como a limpeza do substrato para que a restauração fosse construída e em seguida os dentes foram submetidos a ciclagem térmica de 1000 ciclos alternando 5º e 55ºC. Os dentes foram cortados em palitos com área de superfície adesiva de 1mm2. Para cada um dos 7 grupos foram realizadas 20 repetições, perfazendo um total de 210 amostras. O teste de resistência a microtração, foi realizado em uma Máquina de Ensaios Mecânicos MTS-810, em velocidade de 1 mm / min, com o auxilio de um dispositivo bipartido onde o palito era fixado com cola Super Bonder gel e o acelerador de presa Zapit. Após a ruptura dos palitos os dados foram compilados através de um programa específicos Test Works 4 e os resultados enviados para a análise estatística. Foi realizada análise de variância para a avaliar estatisticamente os dois agentes contaminantes, combinados com as três formas de limpeza do substrato dentinário em relação à resistência de união à tração. Observou-se que a interação entre os agentes contaminantes e as formas de tratamentos de limpeza da dentina é significativa (valor p<0,0001), então o efeito da contaminação...
3

Avaliação da resistência à tração de uma resina composta fotopolimerizável em função de diferentes fontes de luz e de tempos de ativação / Evaluation of tensile strength of a photo polymerizing resin composite, as related to different sources of light and activation times

Virginia Bosquiroli 24 February 2003 (has links)
O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência à tração de uma resina composta fotopolimerizada por diferentes fontes de luz e por diferentes tempos de ativação. Deste modo, foi utilizado um aparelho de luz halógena Curing Light 2500- 3M (670mW/cm2) e outro do tipo LED Ultraled - Dabi-Atlante (130mW/cm2). Para confecção dos corpos de prova utilizou-se um conjunto de matrizes de aço inoxidável, composto de duas partes, sendo que cada parte apresentava um orifício central cônico com 8,0mm de diâmetro maior e 6,0mm de diâmetro menor e 1,0mm de espessura. A resina composta utilizada foi a Z-250 (3M) nas cores A1 e A4. Foram confeccionados oito grupos de 10 espécimes, sendo quatro grupos fotopolimerizados com luz halógena e quatro com LED. Para luz halógena, dois grupos com resina Z-250 na cor A1, com tempos respectivos de 20s (G1) e 40s (G2) e dois grupos com cor A4, com tempos de 40s (G3) e 80s (G4). Da mesma forma para o LED; dois grupos com a resina Z-250 na cor A1, com tempos de 20s (G5) e 40s (G6) e dois grupos na cor A4, com tempos de 40s (G7) e 80s (G8) respectivamente. Dez minutos após a obtenção dos espécimes o conjunto foi adaptado a um dispositivo especial para permitir o acoplamento junto a uma máquina de ensaios universal e a realização do ensaio de tração, numa velocidade de movimento de 0,5mm/min. Os valores obtidos foram submetidos à análise de variância ANOVA a dois critérios sendo estes, fonte de luz e tempo de polimerização. As médias e desvios padrão foram respectivamente: G1 - 14,13 ± 2,03; G2 - 13,85 ± 2,46; G3 - 14,21 ± 2,31; G4 - 14,42 ± 1,97; G5 -12,95 ± 1,09; G6 - 13,46 ± 2,02; G7 - 12,99 ± 1,29; G8 -14,25 ± 2,8. Concluiu-se que: (1) O aparelho fotopolimerizador LED foi tão efetivo na polimerização da resina composta quanto o aparelho de luz halógena. (2) O aumento do tempo de polimerização não exerceu influência na resistência à tração da resina composta, independente do tipo de aparelho fotopolimerizador e da cor do material. (3) A resistência à tração para a resina Z250 nas cores A1 e A4 não foi afetada pela variação do tempo de polimerização e pelas fontes de luz halógena e LED. / The aim of this study was to evaluate the te nsile strength of the composite resin by different light units and different activation times. So, a conventional light curing unit, Curing Light 2500- 3M (670mw/cm2) and another LED type (light emitting diode) Ultraled Dabi Atlante(130mw/ cm2) were used. To obtain the specimens a set of stainless matrix composed by two parts was used, each one presenting a conic central orifice measuring 6.0mm of smaller diameter and 8.0mm of larger diameter with 1.0mm in depth. The composite resin utilized was the Z250-3M in A1 and A4 shades. Eight groups with ten specimens each were made; four of which polymerized with halogen light cure and the other four with LED. For the halogen light cure unit, two groups with the Z250 A1 shade, with the respective cure times of 20s(G1) and 40s (G2) and two groups with A4 shade, with cure times of 40 s (G3) and 80 s (G4) were used. The same was done with the LED groups: two groups with the Z-250 shade A1, with 20 s (G5) and 40 s (G6) and two groups with shade A4, with cure times of 40s (G7) and 80s (G8) respectively. Ten minutes after obtaining the specimens the set was adapted to a special device to allow for adaptation at the universal testing machine and then the tensile test was done at a cross speed of 0,5mm/min. The obtained values were submitted to a two-way variation ANOVA analysis. The means and standard deviation were respectively: G1 - 14,13 ± 2,03; G2 - 13,85 ± 2,46; G3 - 14,21 ± 2,31; G4 - 14,42 ± 1,97; G5 - 12, 95 ± 1,09; G6 - 13,46 ± 2,02; G7 - 12,99 ± 1,29; G8 - 14, 25 ± 2,89. It is concluded that: (1) The LED photo polymerizing unit was as effective for the polymerization of resin composite as the halogen light unit. (2) The increase in polymerization time did not exert an influence on the resin composite tensile strengths, no matter what kind of light source was used nor the material color. (3) The tensile strength for the Z250 resin, colors A1 and A4, was not affected by the activation time variation nor the sources of halogen and LED lights.
4

Avaliação da resistência à micro-tração de reparos em resina composta, utilizando-se diferentes tratamentos de superfície

Rodrigo Richard da Silveira 01 October 2003 (has links)
Este estudo teve como objetivo avaliar a adesão de reparos em resina composta utilizando-se o compósito Tetric Ceram, por meio de aplicação de forças de tração (micro-tração). Foram concebidos nove grupos sendo que no momento do reparo, cada grupo recebeu um tratamento de superfície específico: ácido fosfórico a 37%, ácido fluorídrico a 10% ou jateamento com partículas de óxido de alumínio de 50mm. Tais tratamentos foram seguidos da aplicação de um agente adesivo (Heliobond) associado ou não a um agente silanizador (Monobond – S). Foram também confeccionados espécimes íntegros que não sofreram nenhum tipo de reparo e compunham o grupo controle. Os espécimes reparados e não reparados foram armazenados em água deionizada por 18 meses. Decorrido este período os corpos-de-prova foram levados a uma máquina de ensaios universal e realizados os testes de resistência à tração. Após análise dos resultados pôde-se verificar que os espécimes que não sofreram nenhum tipo de reparo (grupo controle) apresentaram resistência à tração estatisticamente superior em relação aos reparados independentemente do tratamento superficial empregado sobre os últimos. Observou-se ainda que o emprego do ácido fosfórico e posterior inserção do sistema adesivo, bem como a utilização do agente silanizador seguida da aplicação do sistema adesivo, apresentaram resultados estatisticamente semelhantes entre si e significantemente superiores em relação aos demais grupos reparados. O emprego do ácido hidrofluorídrico como agente condicionador resultou estatisticamente nos piores resultados de resistência à tração em relação aos demais tratamentos superficiais efetuados. / This study had as objective to evaluate the stability of repairs in resin composites, by means of application of traction forces (micro-tensile bond strength). In the moment of the repair, each group received a specific surface treatment: fosforic acid at 37%, hidrofluoridric acid to 10% or sandblasted with particles of oxide of aluminum of 50mm. Such treatments were followed by the an associated adhesive agent's application or not to an silane agent. They were prepared specimens that didn't suffer any repair treatment and was the control group. The repaired specimens and not repaired were stored in water during 18 months. Elapsed this period specimens were then taken to an universal machine for resistance tests by traction. After analysis of results it could be verified that the specimens that didn't suffer any repair (control group) presented statistically superior resistance to traction in relation to the repaired independently of the superficial treatment employee on the last ones. It was although observed that the employment of fosforic acid and posterior use of adhesive system, as well as the use of the silane agent followed by the application of adhesive system, presented statistical similar results to each other and superior significantly in relation to the other repaired groups. The employment of the hidrofluoridric acid as conditioning agent resulted in the lowest resistance results to traction in relation to the other superficial treatments.
5

Estudo comparativo do desajuste cervical, infiltração marginal e resistência à tração de copings metálicos cimentados sobre abutments tipo UCLA preparados com diferentes desenhos de margens

Mariana Ribeiro de Moraes Rego 23 August 2005 (has links)
O objetivo desse estudo foi comparar o desajuste cervical, a infiltração marginal e a resistência à tração de copings metálicos cimentados sobre abutments tipo UCLA preparados com três diferentes desenhos de margens: ombro, chanfro profundo e chanferete. Para isso, três abutments UCLA calcináveis receberam preparos padronizados, variando apenas os desenhos de término cervical. Réplicas desses abutments foram industrialmente confeccionadas, sendo 20 de cada desenho de margem, formando assim, os três grupos experimentais. Esses abutments foram fundidos e sobre eles, encerados e fundidos copings metálicos para coroas metalo-cerâmicas. O desajuste cervical foi avaliado em um microscópio comparador Mitutoyo, antes e após a cimentação provisória com TempBond NE. Pela subtração desses valores, foram obtidos os valores de desajuste cervical final para cada espécime. Os espécimes foram então redivididos em dois grupos de 30, com 10 espécimes de cada desenho de margem, sendo que um foi submetido a testes de tração e outro a testes de infiltração marginal após um período de 30 dias. Os valores obtidos foram submetidos aos testes estatísticos. Com relação ao desajuste cervical o teste ANOVA mostrou não haver diferença estatisticamente significante (p > 0.05) entre os grupos avaliados. O mesmo foi comprovado pelo teste de Kruskall-Walis com relação à infiltração marginal. Sobre a resistência à tração, ficou comprovado pelo teste ANOVA, haver diferença estatisticamente significante entre os grupos (p < 0.05). Assim, o teste de Tukey mostrou que essa diferença foi encontrada apenas quando comparados os desenhos em chanferete e chanfro profundo, sendo que o último apresentou maiores valores retentivos. Testes de correlação foram conduzidos para avaliar se houve influência do desajuste cervical na infiltração e na retenção dos copings metálicos, porém, esta correlação não foi estatisticamente significante (p > 0.05). Dessa forma, pôde-se concluir que os diferentes desenhos de margem não influenciaram o desajuste cervical ou a infiltração marginal dos copings metálicos, entretanto, em relação à resistência à tração o desenho em chanfro profundo mostrou valores maiores que o desenho em chanferete, sem apresentar diferenças quando comparado ao desenho em ombro. Pôde-se concluir ainda que não há correlação entre desajuste cervical e infiltração marginal ou retenção dentro das variáveis avaliadas nesse estudo / The aim of this study was to evaluate the cervical disadjustment, the marginal leakage and the tensional strength of metalic supra-structures wich were cemented on UCLA abutments with three different margin designs: shoulder, chamfer and deep chamfer. For that, three UCLA abutments received standardized full crown preparations, where only the margin designs varied. Sixty reproductions of these abutments were custom-made, 20 of each margin design, forming the three experimental groups. These abutments were casted and over them, metalic supra-structures were waxed and casted. The cervical disadjustment was evaluated in a travelling microscope, before and after the cementation with TempBond NE. By the subtraction of these values, the final cervical disadjustment values were obtained for each specimen. The specimens were reorganized in two groups of thirty specimens each, with 10 of each margin design. One of these groups was subjected to tensional tests, while the other to marginal leakage test after a period of water imersion of thirty days. The obtained values were subjected to statistic tests. About the cervical disadjustment, the ANOVA showed no statistically significant difference (p > 0.05) among the evaluated groups. The same was found by Kruskal-Wallis test, related to marginal leakage. Concerning the tensional strength, ANOVA test showed statistically significant difference among the groups (p < 0.05). The Tukey test was aplied for multiple comparisons, and statistic difference was found when chamfer and deep chamfer margin designs were compared, where the last one showed higher retentive values. Correlation tests were conducted to evaluate whether the cervical disadjustment could influence the marginal leakage or the tensional strength. However, these correlations were not confirmed (p > 0.05). Thus, it can be concluded that the different margin designs had no influence either on the cervical disadjustment or on the marginal leakage of the metallic supra-structures. Yet, with regard to tensile strength, the deep chamfer margin design showed higher values then the chamfer margin design, with no differences when compared to the shoulder margin design. No correlation between the cervical disadjustment and the marginal leakage or the tensile strength was found.
6

Avaliação da resistência à tração de uma resina composta fotopolimerizável em função de diferentes fontes de luz e de tempos de ativação / Evaluation of tensile strength of a photo polymerizing resin composite, as related to different sources of light and activation times

Bosquiroli, Virginia 24 February 2003 (has links)
O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência à tração de uma resina composta fotopolimerizada por diferentes fontes de luz e por diferentes tempos de ativação. Deste modo, foi utilizado um aparelho de luz halógena Curing Light 2500- 3M (670mW/cm2) e outro do tipo LED Ultraled - Dabi-Atlante (130mW/cm2). Para confecção dos corpos de prova utilizou-se um conjunto de matrizes de aço inoxidável, composto de duas partes, sendo que cada parte apresentava um orifício central cônico com 8,0mm de diâmetro maior e 6,0mm de diâmetro menor e 1,0mm de espessura. A resina composta utilizada foi a Z-250 (3M) nas cores A1 e A4. Foram confeccionados oito grupos de 10 espécimes, sendo quatro grupos fotopolimerizados com luz halógena e quatro com LED. Para luz halógena, dois grupos com resina Z-250 na cor A1, com tempos respectivos de 20s (G1) e 40s (G2) e dois grupos com cor A4, com tempos de 40s (G3) e 80s (G4). Da mesma forma para o LED; dois grupos com a resina Z-250 na cor A1, com tempos de 20s (G5) e 40s (G6) e dois grupos na cor A4, com tempos de 40s (G7) e 80s (G8) respectivamente. Dez minutos após a obtenção dos espécimes o conjunto foi adaptado a um dispositivo especial para permitir o acoplamento junto a uma máquina de ensaios universal e a realização do ensaio de tração, numa velocidade de movimento de 0,5mm/min. Os valores obtidos foram submetidos à análise de variância ANOVA a dois critérios sendo estes, fonte de luz e tempo de polimerização. As médias e desvios padrão foram respectivamente: G1 - 14,13 ± 2,03; G2 - 13,85 ± 2,46; G3 - 14,21 ± 2,31; G4 - 14,42 ± 1,97; G5 -12,95 ± 1,09; G6 - 13,46 ± 2,02; G7 - 12,99 ± 1,29; G8 -14,25 ± 2,8. Concluiu-se que: (1) O aparelho fotopolimerizador LED foi tão efetivo na polimerização da resina composta quanto o aparelho de luz halógena. (2) O aumento do tempo de polimerização não exerceu influência na resistência à tração da resina composta, independente do tipo de aparelho fotopolimerizador e da cor do material. (3) A resistência à tração para a resina Z250 nas cores A1 e A4 não foi afetada pela variação do tempo de polimerização e pelas fontes de luz halógena e LED. / The aim of this study was to evaluate the te nsile strength of the composite resin by different light units and different activation times. So, a conventional light curing unit, Curing Light 2500- 3M (670mw/cm2) and another LED type (light emitting diode) Ultraled Dabi Atlante(130mw/ cm2) were used. To obtain the specimens a set of stainless matrix composed by two parts was used, each one presenting a conic central orifice measuring 6.0mm of smaller diameter and 8.0mm of larger diameter with 1.0mm in depth. The composite resin utilized was the Z250-3M in A1 and A4 shades. Eight groups with ten specimens each were made; four of which polymerized with halogen light cure and the other four with LED. For the halogen light cure unit, two groups with the Z250 A1 shade, with the respective cure times of 20s(G1) and 40s (G2) and two groups with A4 shade, with cure times of 40 s (G3) and 80 s (G4) were used. The same was done with the LED groups: two groups with the Z-250 shade A1, with 20 s (G5) and 40 s (G6) and two groups with shade A4, with cure times of 40s (G7) and 80s (G8) respectively. Ten minutes after obtaining the specimens the set was adapted to a special device to allow for adaptation at the universal testing machine and then the tensile test was done at a cross speed of 0,5mm/min. The obtained values were submitted to a two-way variation ANOVA analysis. The means and standard deviation were respectively: G1 - 14,13 ± 2,03; G2 - 13,85 ± 2,46; G3 - 14,21 ± 2,31; G4 - 14,42 ± 1,97; G5 - 12, 95 ± 1,09; G6 - 13,46 ± 2,02; G7 - 12,99 ± 1,29; G8 - 14, 25 ± 2,89. It is concluded that: (1) The LED photo polymerizing unit was as effective for the polymerization of resin composite as the halogen light unit. (2) The increase in polymerization time did not exert an influence on the resin composite tensile strengths, no matter what kind of light source was used nor the material color. (3) The tensile strength for the Z250 resin, colors A1 and A4, was not affected by the activation time variation nor the sources of halogen and LED lights.
7

Avaliação da resistência à micro-tração de reparos em resina composta, utilizando-se diferentes tratamentos de superfície

Silveira, Rodrigo Richard da 01 October 2003 (has links)
Este estudo teve como objetivo avaliar a adesão de reparos em resina composta utilizando-se o compósito Tetric Ceram, por meio de aplicação de forças de tração (micro-tração). Foram concebidos nove grupos sendo que no momento do reparo, cada grupo recebeu um tratamento de superfície específico: ácido fosfórico a 37%, ácido fluorídrico a 10% ou jateamento com partículas de óxido de alumínio de 50mm. Tais tratamentos foram seguidos da aplicação de um agente adesivo (Heliobond) associado ou não a um agente silanizador (Monobond – S). Foram também confeccionados espécimes íntegros que não sofreram nenhum tipo de reparo e compunham o grupo controle. Os espécimes reparados e não reparados foram armazenados em água deionizada por 18 meses. Decorrido este período os corpos-de-prova foram levados a uma máquina de ensaios universal e realizados os testes de resistência à tração. Após análise dos resultados pôde-se verificar que os espécimes que não sofreram nenhum tipo de reparo (grupo controle) apresentaram resistência à tração estatisticamente superior em relação aos reparados independentemente do tratamento superficial empregado sobre os últimos. Observou-se ainda que o emprego do ácido fosfórico e posterior inserção do sistema adesivo, bem como a utilização do agente silanizador seguida da aplicação do sistema adesivo, apresentaram resultados estatisticamente semelhantes entre si e significantemente superiores em relação aos demais grupos reparados. O emprego do ácido hidrofluorídrico como agente condicionador resultou estatisticamente nos piores resultados de resistência à tração em relação aos demais tratamentos superficiais efetuados. / This study had as objective to evaluate the stability of repairs in resin composites, by means of application of traction forces (micro-tensile bond strength). In the moment of the repair, each group received a specific surface treatment: fosforic acid at 37%, hidrofluoridric acid to 10% or sandblasted with particles of oxide of aluminum of 50mm. Such treatments were followed by the an associated adhesive agent's application or not to an silane agent. They were prepared specimens that didn't suffer any repair treatment and was the control group. The repaired specimens and not repaired were stored in water during 18 months. Elapsed this period specimens were then taken to an universal machine for resistance tests by traction. After analysis of results it could be verified that the specimens that didn't suffer any repair (control group) presented statistically superior resistance to traction in relation to the repaired independently of the superficial treatment employee on the last ones. It was although observed that the employment of fosforic acid and posterior use of adhesive system, as well as the use of the silane agent followed by the application of adhesive system, presented statistical similar results to each other and superior significantly in relation to the other repaired groups. The employment of the hidrofluoridric acid as conditioning agent resulted in the lowest resistance results to traction in relation to the other superficial treatments.
8

Citotoxicidade transdentinária e efeito da carbodiimida (EDC) na biomodificação do colágeno dentinário e na degradação da interface adesiva

Scheffel, Debora Lopes Salles [UNESP] 12 September 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-08-13T14:50:35Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-09-12Bitstream added on 2014-08-13T18:01:10Z : No. of bitstreams: 1 000736306_20140912.pdf: 355338 bytes, checksum: 8b660dc8c366e3de685e2a2e9ba80c6b (MD5) Bitstreams deleted on 2014-10-03T16:24:43Z: 000736306_20140912.pdf,Bitstream added on 2014-10-03T16:27:40Z : No. of bitstreams: 2 000736306_20140912.pdf.txt: 34366 bytes, checksum: a356e133fe540b7d9ac63b7804a6a7f2 (MD5) 000736306.pdf: 3412132 bytes, checksum: 10ad56d9db7be90218af0d380682ebd0 (MD5) Bitstreams deleted on 2014-10-03T16:33:17Z: 000736306.pdf,Bitstream added on 2014-10-03T16:43:31Z : No. of bitstreams: 2 000736306_20140912.pdf.txt: 34366 bytes, checksum: a356e133fe540b7d9ac63b7804a6a7f2 (MD5) 000736306.pdf: 3412132 bytes, checksum: 10ad56d9db7be90218af0d380682ebd0 (MD5) Bitstreams deleted on 2014-10-03T16:48:57Z: 000736306.pdf,Bitstream added on 2014-10-03T16:49:48Z : No. of bitstreams: 1 000736306.pdf: 3412132 bytes, checksum: 10ad56d9db7be90218af0d380682ebd0 (MD5) Bitstreams deleted on 2014-10-27T11:47:12Z: 000736306.pdf,Bitstream added on 2014-10-27T11:48:06Z : No. of bitstreams: 1 000736306.pdf: 3412132 bytes, checksum: 10ad56d9db7be90218af0d380682ebd0 (MD5) Bitstreams deleted on 2014-11-14T12:16:56Z: 000736306.pdf,Bitstream added on 2014-11-14T12:17:44Z : No. of bitstreams: 1 000736306.pdf: 3412190 bytes, checksum: 064d4a5b064f6771c20a0ed9daeb980f (MD5) / O objetivo geral deste trabalho foi avaliar a citotoxicidade transdentinária da carbodiimida (EDC), bem como sua influência na degradação do colágeno dentinário e na estabilidade da união resina-dentina. No estudo 1, células MDPC- 23 foram plantadas na superfície pulpar de discos de dentina e a superfície oclusal foi tratada por 60s com uma das seguintes soluções: sem tratamento; EDC 0,1M; 0,3M ou 0,5M; glutaraldeído 5% (GA); tampão Sorensen ou H2O2 29%. A viabilidade e a morfologia celular foram analisadas pelos testes de MTT, Live/dead, produção de proteína total (PT), de colágeno e MEV. Os dados foram analisados pelos testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (p<0,05). O GA promoveu aumento do metabolismo celular. A morte por necrose e a morfologia celular não foram influenciadas pelos agentes cross-linkers. Não houve redução na produção de PT e colágeno após 7 dias. Para o estudo 2, espécimes de dentina foram completamente desmineralizados e a variação do módulo de elasticidade (E), inibição de MMP, perda de massa, liberação de hidroxiprolina (HYP) e degradação térmica do colágeno (DTC) foram analisados após tratamento com uma das seguintes soluções por 30s ou 60s: água deionizada (controle); EDC 0,5M; EDC 1M; EDC 2M e GA 10%. Os dados referentes ao E, atividade de MMP e liberação de HYP foram submetidos aos testes de Wilcoxon e Kruskal- Wallis ou Mann-Whitney. Os valores de perda de massa e DT foram analisados pelos testes de ANOVA e Tukey (p<0,05). Os melhores resultados quanto ao E foram observados para o GA. Todos os cross-linkers reduziram a atividade de MMP e a liberação de HYP e aumentaram a temperatura de DT do colágeno. No estudo 3, sessenta palitos de dentina foram divididos em 6 grupos de acordo com a solução de tratamento: água deionizada (controle); EDC 0,1M; EDC 0,5M; EDC 0,5M + HEMA 35%; proantocianidina 5% (PA) ou clorexidina (CHX) 2%. Após... / The purpose of this study was to evaluate the trandentinal cytotoxicity of carbodiimide (EDC), as well as its influence on dentinal collagen degradation and stability of resin-dentin bonds. In the first experiment, MDPC-23 cells were seeded on the pulp surface of the disks and one of the following solutions was applied on the occlusal surface for 60s: no treatment (negative control), 0.1M, 0.3M or 0.5M EDC; 5% glutaraldehyde (GA); Sorensen buffer or 29% hydrogen peroxide (positive control). Cell viability and morphology were analyzed by MTT, Live/Dead assays, total protein (TP) and collagen production and SEM. Data were analyzed by Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests (p<0.05). Only GA increased cellular metabolism. Cell death by necrosis and cell morphology were not affected by the cross-linker agents. There was no reduction in TP and collagen production after 7 days. For the second experiment, dentin beams were completely demineralized and the variation in elastic modulus (E), MMP activity, dry mass loss, hydroxyproline release (HYP) and collagen thermal degradation (CTD) were analyzed after the dentin treatment for 30s or 60s with the following solutions: water; 0.5M; 1M or 2M EDC and 10% GA. Data from E and MMP activity and HYP release were submitted to Wilcoxon and Kruskal-Wallis or Mann-Whitney tests. Dry mass loss and CTD data were analyzed by ANOVA and Tukey’s tests (p>0.05). GA group obtained the highest E values. All cross-linking agents decreased MMP activity and HYP release and increased CTD. In the third experiment, sixty dentin beams were randomly divided into 6 groups according to the treatment solution: deionized water (control), 0.1M EDC, 0.5M EDC, 0.5M EDC+35% HEMA, 5% proanthocyanidin (PA) or 2% chlorhexidine (CHX). The beams were acid etched and treated for 60s. The total MMP activity was analyzed by a colorimetric assay (Sensolyte®). Data were expressed as absorbance values...
9

Citotoxicidade transdentinária e efeito da carbodiimida (EDC) na biomodificação do colágeno dentinário e na degradação da interface adesiva /

Scheffel, Debora Lopes Salles. January 2013 (has links)
Orientador: Josimeri Hebling / Banca: Fabio Duparte Nacimento / Banca: Linda Wang / Banca: Elisa Maria Aparecida Giro / Banca: Gelson Luis Adabo / Resumo: O objetivo geral deste trabalho foi avaliar a citotoxicidade transdentinária da carbodiimida (EDC), bem como sua influência na degradação do colágeno dentinário e na estabilidade da união resina-dentina. No estudo 1, células MDPC- 23 foram plantadas na superfície pulpar de discos de dentina e a superfície oclusal foi tratada por 60s com uma das seguintes soluções: sem tratamento; EDC 0,1M; 0,3M ou 0,5M; glutaraldeído 5% (GA); tampão Sorensen ou H2O2 29%. A viabilidade e a morfologia celular foram analisadas pelos testes de MTT, Live/dead, produção de proteína total (PT), de colágeno e MEV. Os dados foram analisados pelos testes de Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (p<0,05). O GA promoveu aumento do metabolismo celular. A morte por necrose e a morfologia celular não foram influenciadas pelos agentes cross-linkers. Não houve redução na produção de PT e colágeno após 7 dias. Para o estudo 2, espécimes de dentina foram completamente desmineralizados e a variação do módulo de elasticidade (E), inibição de MMP, perda de massa, liberação de hidroxiprolina (HYP) e degradação térmica do colágeno (DTC) foram analisados após tratamento com uma das seguintes soluções por 30s ou 60s: água deionizada (controle); EDC 0,5M; EDC 1M; EDC 2M e GA 10%. Os dados referentes ao E, atividade de MMP e liberação de HYP foram submetidos aos testes de Wilcoxon e Kruskal- Wallis ou Mann-Whitney. Os valores de perda de massa e DT foram analisados pelos testes de ANOVA e Tukey (p<0,05). Os melhores resultados quanto ao E foram observados para o GA. Todos os cross-linkers reduziram a atividade de MMP e a liberação de HYP e aumentaram a temperatura de DT do colágeno. No estudo 3, sessenta palitos de dentina foram divididos em 6 grupos de acordo com a solução de tratamento: água deionizada (controle); EDC 0,1M; EDC 0,5M; EDC 0,5M + HEMA 35%; proantocianidina 5% (PA) ou clorexidina (CHX) 2%. Após... / Abstract: The purpose of this study was to evaluate the trandentinal cytotoxicity of carbodiimide (EDC), as well as its influence on dentinal collagen degradation and stability of resin-dentin bonds. In the first experiment, MDPC-23 cells were seeded on the pulp surface of the disks and one of the following solutions was applied on the occlusal surface for 60s: no treatment (negative control), 0.1M, 0.3M or 0.5M EDC; 5% glutaraldehyde (GA); Sorensen buffer or 29% hydrogen peroxide (positive control). Cell viability and morphology were analyzed by MTT, Live/Dead assays, total protein (TP) and collagen production and SEM. Data were analyzed by Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests (p<0.05). Only GA increased cellular metabolism. Cell death by necrosis and cell morphology were not affected by the cross-linker agents. There was no reduction in TP and collagen production after 7 days. For the second experiment, dentin beams were completely demineralized and the variation in elastic modulus (E), MMP activity, dry mass loss, hydroxyproline release (HYP) and collagen thermal degradation (CTD) were analyzed after the dentin treatment for 30s or 60s with the following solutions: water; 0.5M; 1M or 2M EDC and 10% GA. Data from E and MMP activity and HYP release were submitted to Wilcoxon and Kruskal-Wallis or Mann-Whitney tests. Dry mass loss and CTD data were analyzed by ANOVA and Tukey's tests (p>0.05). GA group obtained the highest E values. All cross-linking agents decreased MMP activity and HYP release and increased CTD. In the third experiment, sixty dentin beams were randomly divided into 6 groups according to the treatment solution: deionized water (control), 0.1M EDC, 0.5M EDC, 0.5M EDC+35% HEMA, 5% proanthocyanidin (PA) or 2% chlorhexidine (CHX). The beams were acid etched and treated for 60s. The total MMP activity was analyzed by a colorimetric assay (Sensolyte®). Data were expressed as absorbance values... / Doutor
10

Influência da smear layer e do modo de aplicação de sistemas adesivos universais na permeabilidade dentinária e resistência de união à dentina

Antunes, Raissa Carneiro 28 February 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2018. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-05-18T17:29:27Z No. of bitstreams: 1 2018_RaissaCarneiroAntunes.pdf: 57842534 bytes, checksum: c28ca83f1743bbc2e054101b0de749f9 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-05-29T18:39:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_RaissaCarneiroAntunes.pdf: 57842534 bytes, checksum: c28ca83f1743bbc2e054101b0de749f9 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-05-29T18:39:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_RaissaCarneiroAntunes.pdf: 57842534 bytes, checksum: c28ca83f1743bbc2e054101b0de749f9 (MD5) Previous issue date: 2018-05-29 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). / Os objetivos do presente estudo consistiram em avaliar in vitro, por meio de teste de condutância hidráulica, a redução da permeabilidade dentinária ao longo do tempo e, por meio de teste de microtração, a resistência de união de sistemas adesivos universais à dentina de sistemas adesivos universais variando-se o modo de aplicação (convencional e autocondicionante) e o tipo de smear layer (espessa e delgada). Foram testados dois sistemas adesivos universais em suas técnicas autocondicionante e convencional: Single Bond™ Universal e Clearfil™ Universal. Como controle positivo foram utilizados os sistemas adesivos: Adper™ Scotchbond Multi-Purpose e o Clearfil™ SE Bond. Cento e vinte terceiros molares humanos foram utilizados, sendo sessenta destinados para cada teste. Para o teste de permeabilidade, os dentes foram seccionados em discos de dentina com auxílio de uma máquina de cortes e, após uma leitura de permeabilidade inicial, os procedimentos adesivos foram executados. As leituras de permeabilidade foram realizadas nos tempos: T0- após remoção da smear layer; T1 – imediatamente ao procedimento adesivo; T2 – 24 horas após ao procedimento adesivo; T3 – 7 dias após ao procedimento adesivo; T4 – 21 dias após ao procedimento adesivo; T5 – 6 meses após ao procedimento adesivo. Foram realizadas moldagem das superfícies adesivas de um espécime de cada grupo e preparo de réplicas em resina epóxica para análise em Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Para o teste de microtração, os dentes foram seccionados em hemi-dentes, seguida de remoção a parte coronal, expondo dentina. Os procedimentos adesivos foram realizados seguido de restauração em resina composta de 4mm de altura. Com as restaurações prontas, cada hemi-dente foi seccionado em palitos com área adesiva de 0,8mm2. Após um período de 48h, os palitos foram fixados em jigs plásticos e submetidos à teste de microtração. As fraturas foram classificadas em: adesiva, coesiva em dentina, coesiva em resina e mista. Após o término do experimento, alguns palitos de cada tipo de fratura foram levados para metalização seguida de posterior análise em MEV. Os valores de condutância hidráulica foram avaliados ao longo do tempo utilizando o teste two-way ANOVA para medidas repetidas. Observou-se que a interação entre as variáveis tratamento (diferentes sistemas adesivos e tipo de smear layer) e tempo (T1 a T5) foi significativa (p=0.0020), assim como ambas as variáveis isoladamente, sendo o valor de p igual a 0.0279 para a variável tratamento e de 0.0023 para a variável tempo. Até o período T4, não houve diferença entre os grupos experimentais (p >0.05). Entretanto, para o período de avaliação de 6 meses (T5), observou-se um aumento significativo na permeabilidade dentinária Single Bond™ Universal utilizado na técnica autocondicionante associado a smear layer espessa), quando comparados aos demais grupos (two-way ANOVA; p<0.05). As imagens de MEV confirmam esse resultado, uma vez, que para esse grupo foram observadas uma maior quantidade de bolhas de agua na superfície do disco. Os valores de resistência de união foram analisados pelo teste de Kruskall Wallis e não foram observadas diferenças significativas entre os grupos (p=0.078). A partir dos dados obtidos, foi possível concluir que o adesivo Single-Bond Universal apresentou uma redução na sua capacidade de selamento dentinário apos 6 meses quando aplicado sobre smear-layer espessa. / The aims of this study were to evaluate, by hydraulic conductance, the sealing effectiveness over time and the resin-dentin microtensile bond strength of universal adhesive systems in its two techniques (self-etch and etch-and-rinse), ranging the thickness of smear layer (SL - thick and thin). Two universal adhesive systems were tested: Single Bond™ Universal and Clearfil™ Universal. The positive controls were: Adper™ Scotchbond Multi-Purpose and Clearfil™ SE Bond. Sixty human thirdmolars were used for each test. To the hydraulic conductance test, the teeth were sectioned in discs, and after an initial permeability measurement, the adhesive procedures were executed. The hydraulic conductance tests were performed in the following periods: T0 – after removal of smear layer; T1 – immediately after the adhesive application; T2 – 24 hours after the adhesive application; T3 – 7 days after the adhesive application; T4 – 21 days after the adhesive application; T5 – 6 months after the adhesive application. It was performed an impression with silicon of one specimen of each group and epoxy resin replicas were obtained and analyzed in Scanning Electron Microscope (SEM). To the microtensile test, the teeth had their dentin exposed by removing the coronal layer. The adhesive procedures were executed followed by the construction of 4mm composite restorations. The teeth were sectioned obtaining 0,8mm2 resin-dentin sticks, which were fixed in plastic supports and submitted to microtensile test after 48 hours. The fracture modes were categorized in: adhesive, mixed, cohesive failure within dentin and cohesive failure within resin composite. Some sticks were chosen to be observed under SEM. The hydraulic conductance values were analyzed by two-way repeated measures ANOVA. The interaction between the variables treatment (different adhesive systems and smear layer) and time (T1 to T5) were significant (p=0.0020), as so the variables independently (treatment: p=0.0279; time; p=0.0023). Until T4, there weren’t differences between the experimental groups (p>0.05). However, in T5, a significant increase in hydraulic conductance was observed for Single Bond™ Universal in the self-each mode with thick smear layer (two-way ANOVA; P<0.05). The SEM micrographs confirmed the greater amount of bubbles on the disc surface for this group. The microtensile bond strength values were analyzed by Kruskall Wallis and no statistical differences between groups (p=0.078). Based on the present data, it was concluded that Single Bond™ Universal presented a reduction on its ability of dentin sealing after 6 months when applied over a thicker smear-layer.

Page generated in 0.0551 seconds