• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 18
  • Tagged with
  • 18
  • 18
  • 8
  • 8
  • 8
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Qualidade de vida em pacientes submetidos a implante de ceratoprótese de Dohlman-Doane tipo I (Boston Kpro) / Quality of life in patients with Dohlman-Doane type 1 keratoprosthesis (Boston KPro)

Lansini, Tiago January 2016 (has links)
Introdução o objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida em pacientes submetidos ao implante de Ceratoprótese de Dohlman. Materiais e Métodos Transversal controlado, realizado com pacientes submetidos à cirurgia de implante de ceratoprótese de Dohlman tipo I no Hospital de Clinicas de Porto Alegre entre Setembro de 2005 e Maio de 2013. Dois questionários de qualidade de vida foram aplicados nestes pacientes - uma escala genérica (SF-36) e outra escala relacionada à visão (VF-14). Resultados Durante o período, a cirurgia de implante de ceratoprótese foi realizada em 33 olhos de 26 pacientes. A análise dos resultados revelou uma diferença estatisticamente significativa entre os grupos para o questionário de acuidade visual (p=0,01). Quanto aos domínios do SF-36, somente em três houve diferença entre os grupos, os quais foram Estado geral de saúde (p=0,036), Vitalidade (p=0,028) e Saúde mental (p=0,037). Conforme a análise de correlação de Spearman, podemos observar que dos oito domínios do questionário SF-36, 5 deles apresentaram correlação com o questionário visual (VF-14), quando analisados para toda a amostra. Quando separamos a analise por subgrupos (conforme acuidade visual), no grupo de menor acuidade visual somente um domínio teve correlação (saúde mental). No grupo de melhor visão, os cinco domínios permaneceram com uma associação positiva. Conclusão Houve uma forte correlação positiva entre os resultados da acuidade visual pós-operatória com o VF-14. Pacientes com maior acuidade visual apresentaram melhores resultados nas respostas do VF-14, com diferença estatisticamente significativa entre os grupos. / Introduction The aim of this study was to assess the quality of life in patients undergoing implantation of a Dohlman keratoprosthesis. Materials and Methods Cross-sectional controlled, to patients undergoing implantation of Dohlman keratoprosthesis type I at the Hospital de Clinicas de Porto Alegre between September 2005 and May 2013. Two questionnaires of quality of life were administered in these patients (SF-36 and VF-14). Results Keratoprosthesis implant surgery was performed in 33 eyes of 26 patients. A statistically significant difference was found between groups (separated by visual acuity) for the questionnaire of visual acuity (p = 0.01). In SF-36 domains, there were difference in general health (p = 0.036), vitality (p = 0.028) and mental health (p = 0.037). On the Spearman correlation analysis, 5 of 8 domains from SF-36 had correlation with visual questionnaire (VF-14), when analyzed for the entire sample. When we separated the analysis by subgroups (according to visual acuity), the group of lowest visual acuity had only one domain correlation (mental health). In the group of best vision, the 5 domains remained with a positive association. Conclusion Patients with greater visual acuity showed better results in the VF-14 responses, with a statistically significant difference between groups.
2

Qualidade de vida em pacientes submetidos a implante de ceratoprótese de Dohlman-Doane tipo I (Boston Kpro) / Quality of life in patients with Dohlman-Doane type 1 keratoprosthesis (Boston KPro)

Lansini, Tiago January 2016 (has links)
Introdução o objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida em pacientes submetidos ao implante de Ceratoprótese de Dohlman. Materiais e Métodos Transversal controlado, realizado com pacientes submetidos à cirurgia de implante de ceratoprótese de Dohlman tipo I no Hospital de Clinicas de Porto Alegre entre Setembro de 2005 e Maio de 2013. Dois questionários de qualidade de vida foram aplicados nestes pacientes - uma escala genérica (SF-36) e outra escala relacionada à visão (VF-14). Resultados Durante o período, a cirurgia de implante de ceratoprótese foi realizada em 33 olhos de 26 pacientes. A análise dos resultados revelou uma diferença estatisticamente significativa entre os grupos para o questionário de acuidade visual (p=0,01). Quanto aos domínios do SF-36, somente em três houve diferença entre os grupos, os quais foram Estado geral de saúde (p=0,036), Vitalidade (p=0,028) e Saúde mental (p=0,037). Conforme a análise de correlação de Spearman, podemos observar que dos oito domínios do questionário SF-36, 5 deles apresentaram correlação com o questionário visual (VF-14), quando analisados para toda a amostra. Quando separamos a analise por subgrupos (conforme acuidade visual), no grupo de menor acuidade visual somente um domínio teve correlação (saúde mental). No grupo de melhor visão, os cinco domínios permaneceram com uma associação positiva. Conclusão Houve uma forte correlação positiva entre os resultados da acuidade visual pós-operatória com o VF-14. Pacientes com maior acuidade visual apresentaram melhores resultados nas respostas do VF-14, com diferença estatisticamente significativa entre os grupos. / Introduction The aim of this study was to assess the quality of life in patients undergoing implantation of a Dohlman keratoprosthesis. Materials and Methods Cross-sectional controlled, to patients undergoing implantation of Dohlman keratoprosthesis type I at the Hospital de Clinicas de Porto Alegre between September 2005 and May 2013. Two questionnaires of quality of life were administered in these patients (SF-36 and VF-14). Results Keratoprosthesis implant surgery was performed in 33 eyes of 26 patients. A statistically significant difference was found between groups (separated by visual acuity) for the questionnaire of visual acuity (p = 0.01). In SF-36 domains, there were difference in general health (p = 0.036), vitality (p = 0.028) and mental health (p = 0.037). On the Spearman correlation analysis, 5 of 8 domains from SF-36 had correlation with visual questionnaire (VF-14), when analyzed for the entire sample. When we separated the analysis by subgroups (according to visual acuity), the group of lowest visual acuity had only one domain correlation (mental health). In the group of best vision, the 5 domains remained with a positive association. Conclusion Patients with greater visual acuity showed better results in the VF-14 responses, with a statistically significant difference between groups.
3

Qualidade de vida em pacientes submetidos a implante de ceratoprótese de Dohlman-Doane tipo I (Boston Kpro) / Quality of life in patients with Dohlman-Doane type 1 keratoprosthesis (Boston KPro)

Lansini, Tiago January 2016 (has links)
Introdução o objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida em pacientes submetidos ao implante de Ceratoprótese de Dohlman. Materiais e Métodos Transversal controlado, realizado com pacientes submetidos à cirurgia de implante de ceratoprótese de Dohlman tipo I no Hospital de Clinicas de Porto Alegre entre Setembro de 2005 e Maio de 2013. Dois questionários de qualidade de vida foram aplicados nestes pacientes - uma escala genérica (SF-36) e outra escala relacionada à visão (VF-14). Resultados Durante o período, a cirurgia de implante de ceratoprótese foi realizada em 33 olhos de 26 pacientes. A análise dos resultados revelou uma diferença estatisticamente significativa entre os grupos para o questionário de acuidade visual (p=0,01). Quanto aos domínios do SF-36, somente em três houve diferença entre os grupos, os quais foram Estado geral de saúde (p=0,036), Vitalidade (p=0,028) e Saúde mental (p=0,037). Conforme a análise de correlação de Spearman, podemos observar que dos oito domínios do questionário SF-36, 5 deles apresentaram correlação com o questionário visual (VF-14), quando analisados para toda a amostra. Quando separamos a analise por subgrupos (conforme acuidade visual), no grupo de menor acuidade visual somente um domínio teve correlação (saúde mental). No grupo de melhor visão, os cinco domínios permaneceram com uma associação positiva. Conclusão Houve uma forte correlação positiva entre os resultados da acuidade visual pós-operatória com o VF-14. Pacientes com maior acuidade visual apresentaram melhores resultados nas respostas do VF-14, com diferença estatisticamente significativa entre os grupos. / Introduction The aim of this study was to assess the quality of life in patients undergoing implantation of a Dohlman keratoprosthesis. Materials and Methods Cross-sectional controlled, to patients undergoing implantation of Dohlman keratoprosthesis type I at the Hospital de Clinicas de Porto Alegre between September 2005 and May 2013. Two questionnaires of quality of life were administered in these patients (SF-36 and VF-14). Results Keratoprosthesis implant surgery was performed in 33 eyes of 26 patients. A statistically significant difference was found between groups (separated by visual acuity) for the questionnaire of visual acuity (p = 0.01). In SF-36 domains, there were difference in general health (p = 0.036), vitality (p = 0.028) and mental health (p = 0.037). On the Spearman correlation analysis, 5 of 8 domains from SF-36 had correlation with visual questionnaire (VF-14), when analyzed for the entire sample. When we separated the analysis by subgroups (according to visual acuity), the group of lowest visual acuity had only one domain correlation (mental health). In the group of best vision, the 5 domains remained with a positive association. Conclusion Patients with greater visual acuity showed better results in the VF-14 responses, with a statistically significant difference between groups.
4

Alterações clínicas e morfológicas das córneas de coelhos implantadas com anéis intraestromais de FERRARA® com e sem revestimento de condrointin sulfato

Andreghetti, Eduardo [UNESP] 14 May 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-05-14Bitstream added on 2014-06-13T19:27:13Z : No. of bitstreams: 1 andreghetti_e_me_botfm.pdf: 433204 bytes, checksum: c3cfb144ceb98cb8b3ba7590f5346528 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Avaliar e comparar córneas de coelhos com implante de anel de FERRARA® com e sem revestimento de condroitin sulfato quanto à presença de hiperemia, secreção conjuntival, edema de córnea, vascularização corneana e extrusão do anel intraestromal e espessuras central e temporal da córnea. Pelo estudo histopatológico avaliar e comparar entre os dois grupos o número de camadas de células epiteliais sobre o anel, presença de alterações histopatológicas no estroma corneano, membrana de Descemet e endotélio. Foram estudados 30 coelhos albinos da raça Norfolk divididos em 2 grupos experimentais cada qual formado por 15 coelhos em cujas córneas do olho direito foram implantados o anel de FERRARA® clássico (G1) e anel de FERRARA® revestido por condroitin sulfato (G2). Os olhos esquerdos formaram o grupo controle. Em todos os grupos foram avaliados parâmetros clínicos: paquimetria central e temporal, hiperemia conjuntival, secreção, edema de córnea, vascularização e extrusão do anel. Foram também avaliados parâmetros morfológicos: número de camadas do epitélio, o estroma corneano, a membrana de Descemet e o endotélio. Os parâmetros clínicos foram avaliados em 3 M1 (1º dia pós-operatório), M2 (30º dia pós-operatório e M3 (60º dia pósoperatório). Os parâmetros morfológicos foram analisados no M3. As alterações encontradas foram descritas e comparadas através dos testes t de Student, Mann- Whitney, Wilcoxon para amostras independentes; Teste exato de Fisher, Teste Qui-quadrado, Teste de McNemar para amostras dependentes, conforme o parâmetro. Quanto à espessura central da córnea ocorreu um aumento estatísticamente significante entre os momentos antes e após a implantação nos dois grupos e aumento na espessura temporal apenas no G1. Os demais parâmetros clínicos não... / To evaluate and compare rabbit corneas with chondroitin-sulfatecoated and uncoated Ferrara ring implants as regards the presence of hyperemia, conjunctival secretion, corneal edema, corneal vascularization and extrusion of the intrastromal ring as well as central and temporal corneal thickness. To evaluate and compare the number of epithelial cell layers on the ring and the presence of histopathological alterations in the corneal stroma, Descemet’s membrane and endothelium between the two groups by means of a histopathological investigation. Thirty albinal Norfolk rabbits were studied in 2 experimental groups. Each group comprised 15 rabbits whose right-eye cornea received a classic Ferrara ring implant in group 1 (G1) and a Ferrara ring coated by chondroitin sulfate in Group 2 (G2). Their left eyes formed the control group. The following clinical parameters were evaluated in all groups: central and temporal pachymetry, conjunctival hyperemia, secretion, corneal edema, vascularization and ring extrusion. Morphological parameters were also evaluated as follows: number of epithelial layers, corneal stroma, Descemet’s membrane and endothelium. The clinical parameters were evaluated at 3 moments: M1 (first post-operative day), M2 (30th post-operative day) and M3 (60th post-operative day). The morphological parameters were analyzed at M3. The alterations found were described and compared by Student’s t, Mann- Whitney’s and Wilcoxon’s tests for independent samples and by Fisher’s exact, Chi-Square and McNemar’s tests for dependent samples, according to the different parameters. As regards central corneal thickness, a statistically significant increase was found between the moments prior to and after implantation in the two groups. Temporal thickness increase was observed only in G1.The other clinical parameters showed no significant ...(Complete abstract, click electronic access below)
5

Prevenção de rejeição em transplantes de córnea de alto risco com tacrolimus 0,03% colírio

Magalhães, Otávio de Azevedo January 2013 (has links)
Introdução O presente estudo tem como objetivo identificar a incidencia de rejeição e a segurança do colírio de tacrolimus 0,03% associado a prednisolona 1% em uma formulação tópica, comparando-os à monoterapia de prednisolona 1% colírio em pacientes com transplante de córnea de alto risco. Métodos Estudo de coorte retrospectivo com 72 pacientes (72 olhos) submetidos a mais de uma ceratoplastia penetrante (CP) no mesmo olho ou expostos à queimadura química grave entre os anos de 2004 e 2011 no Departamento de Córnea e Doenças Externas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brasil. Foram comparados os prontuários de 36 pacientes que realizaram CP unilateral e receberam prednisolona 1% colírio entre maio de 2004 e julho de2008, a 36 pacientes submetidos igualmente à CP e à profilaxia com prednisolona 1% tópica e tacrolimus 0,03% colírio entre agosto de 2008 e agosto de 2011. Resultados O tempo médio de acompanhamento do grupo exposto ao tacrolimus foi de 23,1 meses e 24,0 no grupo controle com prednisolona. Os dados demográficos e intra-operatórios foram semelhantes entre os grupos, assim como a quantidade de retransplantes realizados e suas indicações iniciais. A pressão intra-ocular (PIO) não foi estatisticamente diferente entre os grupos. Quanto a rejeições irreversíveis, o colírio de tacrolimus apresentou maior proteção: apenas 7 enxertos (19,4%) perderam a transparência contra 16 (44,4%) no grupo controle (p <0,05). Conclusão O colírio de tacrolimus associado à prednisolona tópica foi eficaz em reduzir rejeição irreversível em pacientes com transplante de córnea de alto risco sem aumentar a PIO.
6

Prevenção de rejeição em transplantes de córnea de alto risco com tacrolimus 0,03% colírio

Magalhães, Otávio de Azevedo January 2013 (has links)
Introdução O presente estudo tem como objetivo identificar a incidencia de rejeição e a segurança do colírio de tacrolimus 0,03% associado a prednisolona 1% em uma formulação tópica, comparando-os à monoterapia de prednisolona 1% colírio em pacientes com transplante de córnea de alto risco. Métodos Estudo de coorte retrospectivo com 72 pacientes (72 olhos) submetidos a mais de uma ceratoplastia penetrante (CP) no mesmo olho ou expostos à queimadura química grave entre os anos de 2004 e 2011 no Departamento de Córnea e Doenças Externas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brasil. Foram comparados os prontuários de 36 pacientes que realizaram CP unilateral e receberam prednisolona 1% colírio entre maio de 2004 e julho de2008, a 36 pacientes submetidos igualmente à CP e à profilaxia com prednisolona 1% tópica e tacrolimus 0,03% colírio entre agosto de 2008 e agosto de 2011. Resultados O tempo médio de acompanhamento do grupo exposto ao tacrolimus foi de 23,1 meses e 24,0 no grupo controle com prednisolona. Os dados demográficos e intra-operatórios foram semelhantes entre os grupos, assim como a quantidade de retransplantes realizados e suas indicações iniciais. A pressão intra-ocular (PIO) não foi estatisticamente diferente entre os grupos. Quanto a rejeições irreversíveis, o colírio de tacrolimus apresentou maior proteção: apenas 7 enxertos (19,4%) perderam a transparência contra 16 (44,4%) no grupo controle (p <0,05). Conclusão O colírio de tacrolimus associado à prednisolona tópica foi eficaz em reduzir rejeição irreversível em pacientes com transplante de córnea de alto risco sem aumentar a PIO.
7

Prevenção de rejeição em transplantes de córnea de alto risco com tacrolimus 0,03% colírio

Magalhães, Otávio de Azevedo January 2013 (has links)
Introdução O presente estudo tem como objetivo identificar a incidencia de rejeição e a segurança do colírio de tacrolimus 0,03% associado a prednisolona 1% em uma formulação tópica, comparando-os à monoterapia de prednisolona 1% colírio em pacientes com transplante de córnea de alto risco. Métodos Estudo de coorte retrospectivo com 72 pacientes (72 olhos) submetidos a mais de uma ceratoplastia penetrante (CP) no mesmo olho ou expostos à queimadura química grave entre os anos de 2004 e 2011 no Departamento de Córnea e Doenças Externas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brasil. Foram comparados os prontuários de 36 pacientes que realizaram CP unilateral e receberam prednisolona 1% colírio entre maio de 2004 e julho de2008, a 36 pacientes submetidos igualmente à CP e à profilaxia com prednisolona 1% tópica e tacrolimus 0,03% colírio entre agosto de 2008 e agosto de 2011. Resultados O tempo médio de acompanhamento do grupo exposto ao tacrolimus foi de 23,1 meses e 24,0 no grupo controle com prednisolona. Os dados demográficos e intra-operatórios foram semelhantes entre os grupos, assim como a quantidade de retransplantes realizados e suas indicações iniciais. A pressão intra-ocular (PIO) não foi estatisticamente diferente entre os grupos. Quanto a rejeições irreversíveis, o colírio de tacrolimus apresentou maior proteção: apenas 7 enxertos (19,4%) perderam a transparência contra 16 (44,4%) no grupo controle (p <0,05). Conclusão O colírio de tacrolimus associado à prednisolona tópica foi eficaz em reduzir rejeição irreversível em pacientes com transplante de córnea de alto risco sem aumentar a PIO.
8

Análise da biointegração de disco de polietileno poroso em estroma corneano de porcos adultos: alternativa para porção háptica de prótese de córnea

Carvalho, Luis Ricardo del Arroyo Tarragô January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:05:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000433931-Texto+Completo-0.pdf: 2326091 bytes, checksum: 440c15a6896a635a762bbff20a3d5cf0 (MD5) Previous issue date: 2011 / Objective: The objective of this study is to assess the minimum time of adhesion of the Porous Polyethylene in the corneal stroma of pigs as an alternative to prosthetic haptic portion of the cornea. Methods; Animal intervention studies with implantation of porous polyethylene five discs in the corneal stroma of five eyes of pigs with different analysis of adherence to time in refereed 30/45/60/75 and 90 days exposed. We analyzed the respective areas and fractal dimension images of scanning electron from one end of the midsection of the five disks and compared. Results: The ratio of sectional area of the periphery of the whole stroma / polyethylene 53835/29374 analysis was 30 days (P1OC) 53585/24758 in 45 days (P2OC) 115119/117455 60 days (P3OC) 94771/91579 in 75 days (P4OC) and 85860/81742 in 90 days (P5OC), p = 0. 041. The relationship between the Fractal Dimension set stroma / polyethylene was 1. 0534 / 1. 1397 at 30 days (P1OC) 1, 0544 / 1. 1127 in 45 days (P2OC) 1. 0370 / 1. 0410 in 60 days (P3OC) 1. 0471 / 1. 1016 at 75 days (P4OC) and 1. 066 / 1. 1154 in 90 days (P5OC ), p = 0. 019. Being the smallest difference of 0. 004 Fractal Dimension to 60 days and a lower percentage difference of area of 3. 36 at 75 days. Conclusion: Image analysis showed tendency of adhesion between the stroma and the polyethylene from the 60th day of exposure, despite the small number of extrusion amostra. There was no extrusion evidenced in any of the periods analysed. Should it say that the biocompatible porous polyethylene is maintained in time noted, however further study is needed to verify its longterm behavior. / OBJETIVO : O objetivo deste estudo é verificar o tempo mínimo de adesão do polietileno poroso no estroma corneano de porcos como alternativa para porção háptica de prótese de córnea.MÉTODOS : Foi realizado estudo de intervenção animal com implante de cinco discos de polietileno poroso em estroma corneano de cinco olhos de diferentes porcos com análise de adesão em tempos arbitrados em 30/45/60/75 e 90 dias de exposição. Foram analisados as áreas e dimensões fractais das imagens de Microscocopia Eletrônica de Varredura de uma das extremidades da secção central dos cinco discos e comparados entre si. RESULTADOS : A relação da área da secção da periferia do conjunto estroma/polietileno foi de 53835/29374 na análise de 30 dias (P1OC); 53585/24758 em 45 dias (P2OC); 115119/117455 em 60 dias (P3OC); 94771/91579 em 75 dias (P4OC) e 85860/81742 em 90 dias (P5OC), p= 0,041. A relação da Dimensão Fractal entre o conjunto estroma/polietileno foi de 1,0534/1,1397 em 30 dias (P1OC); 1,0544/1,1127 em 45 dias (P2OC); 1,0370/1,0410 em 60 dias (P3OC); 1,0471/1,1016 em 75 dias (P4OC) e 1,066/1,1154 em 90 dias (P5OC), p= 0,019. Sendo a menor diferença de Dimensão Fractal 0,004 aos 60 dias e menor diferença percentual de área de 3,36 aos 75 dias. CONCLUSÃO : A análise das imagens demonstraram melhor adesão entre o estroma e o polietileno a partir do 60º dia de exposição, apesar do número pequeno da amostra. Não foi evidenciado extrusão em nenhum dos períodos analisados. Pode se afirmar que o polietileno poroso se manteve biocompatível no tempo observado, no entanto sendo necessário futuro estudo para verificar seu comportamento a longo prazo.
9

Eficácia e segurança da ceratoplastia endotelial no tratamento da ceratopatia bolhosa pseudofácia e afácia: revisão sistemática e metanálise / Efficacy and safety of endothelial keratoplasty in the treatment of bullous keratopathy pseudophakic and aphakic: sistematic review and meta-analysis

Harfuch, Bruno [UNESP] 23 February 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-10-06T13:03:08Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-02-23. Added 1 bitstream(s) on 2015-10-06T13:18:55Z : No. of bitstreams: 1 000847355.pdf: 1190450 bytes, checksum: 198ab4a47eec622beaa61096061775a2 (MD5) / Introdução: A córnea é uma túnica transparente responsável por 60% do poder refrativo do olho. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), doenças que afetam a transparência da córnea são responsáveis por 5,1% do total de cerca de 45 milhões de cegos. O Brasil é o país que mais realiza transplantes de córnea na América Latina. A taxa de perda endotelial gira em torno de 0,6/ano em pessoas normais. Essa taxa é acelerada após cirurgias oculares ou glaucoma. Essa perda, após o transplante penetrante devido trauma inicial, reação imune, glaucoma secundário, interação celular entre o doador e receptor, seria de 7,8%/ano nos primeiros cinco anos e 4,2%/ano após 10 anos. Alguns estudos sugerem perda endotelial maior no Descemet's stripping automated endothelial keratoplasty/Ceratoplastia endothelial automatizada stripping de Descemet (DSAEK) (34% após seis meses) do que no transplante penetrante (11%) enquanto outros mostram que a perda endotelial após um ano é maior no transplante penetrante. A sobrevida do enxerto em ambas as técnicas foram semelhantes e o resultado óptico superior na técnica DSAEK. Há quase um século o transplante penetrante tem sido a técnica cirúrgica de escolha no manejo de alterações corneais. Apesar das vantagens de procedimentos lamelares, como menor risco de complicações intra-oculares e rejeição do enxerto, o transplante penetrante ainda mostra ser a técnica de preferência da maioria dos transplantadores mundiais. Entretanto, nos últimos anos, várias técnicas de ceratoplastia lamelar têm sido desenvolvidas, modificadas ou melhoradas, principalmente técnicas para substituição da porção posterior para correção da ceratopatia bolhosa. A escolha de ceratopatia bolhosa pós facectomia foi por esta ser a principal causa de transplantes relacionados a disfunções endoteliais. Objetivo: Avaliar a eficá cia e a seguranç a d a ceratoplastia endotelial quando... / Introduction: The cornea is a transparent organ responsible for 60% of the refractive power of the eye. According to the World Health Organization (WHO), diseases affecting the transparency of the cornea are responsible for 5.1% of total of about 45 million blind. Brazil is the country that performs corneal transplants in Latin America. Endothelial loss rate is around 0.6 / year in normal people. This rate is accelerated after eye surgery or glaucoma. This loss after penetrating keratoplasty because initial trauma, immune reaction, secondary glaucoma, cell interaction between donor and recipient, it would be 7.8% / year in the first five years and 4.2% / year after 10 years. Some studies suggest a greater endothelial cell loss in DSAEK (34% after six months) than in penetrating keratoplasty (11%) while others show that endothelial cell loss after one year is higher in penetrating keratoplasty. Graft survival in both techniques were similar and higher optical result in DSAEK technique. For nearly a century the penetrating keratoplasty has been surgical technique of choice in the management of corneal changes. Despite the advantages of lamellar procedures such as intraocular lower risk of complications and graft rejection further shows penetrating keratoplasty is the preferred technique of most of the world transplant. However, in recent years, several lamellar keratoplasty techniques have been developed, modified or improved, especially techniques for replacement of the posterior portion for correction of bullous keratopathy. Objective: To evaluate the efficacy and safety in endothelial keratoplasty when compared to penetrating keratoplasty for the improvement of visual acuity in aphakic and pseudophakic bullous keratopathy. Methods: Systematic review of randomized controlled trials (RCTs) and / or quasirandomized studies that assessed endothelial keratoplasty versus penetrating keratoplasty in adults diagnosed with aphakic or ...
10

Avaliação da função visual de pacientes submetidos a transplante de córnea lamelar anterior profundo utilizando dissecção com fio / Assessment of visual function in patients that underwent to deep anterior lamellar keratoplasty with a manual spatula and a wire dissection

Lima, Mário Henrique Camargos de 06 October 2015 (has links)
Objetivo: Avaliar a função visual de pacientes submetidos a transplante lamelar anterior profundo (DALK) utilizando a dissecção com tunelizador manual e fio. Métodos: Foram incluídos 33 pacientes com ceratocone que apresentavam BCVA <= 0,60 LogMar, miopia e astigmatismo entre 8,00 e 10,00D, K central médio > 53,00D, ausência de cicatrizes, espessura corneana mínima entre 300 e 400 um. Foi feita avaliação oftalmológica completa no pré e no pós-operatório de 6 a 8 meses. Estas avaliações foram complementadas com exame topográfico da córnea, microscopia especular para avaliação da densidade das células endoteliais corneanas, aberrometria corneana e exame de tomografia de coerência óptica do segmento anterior. As variáveis BCVA, UCBA e os valores totais das aberrações corneanas de alta ordem foram correlacionadas com a espessura do leito estromal residual. Resultados: Os pacientes submetidos à DALK apresentaram BCVA de 0,68 ± 0,27 LogMar o que representa BCVA superior a 20/40 em 60% da amostra analisada. Não foram observadas micro ou macroperfurações. Houve diminuição na contagem endotelial de 2702,87 ± 548,87 células por mm2 para 2282,10 ± 525,66 células por mm2 . A dissecção do estroma profundo com o fio facilitou a remoção de tecido estromal posterior, fato corroborado com o achado de que o leito residual estromal aferido foi de 49,18 ± 18,36 ?m na região central e foi inferior a 80 ?m em grande parte dos pacientes estudados. No que se refere à regularidade da dissecção, observou-se tendência a valores mais elevados de espessura residual na periferia (60,09 ± 17,70 ?m). Não houve correlação da BCVA, UCVA e do total de aberrações de alta ordem da córnea com a espessura do leito estromal residual. Conclusão: A apreciação dos resultados desse estudo mostrou que com a técnica utilizada para realização de DALK em portadores de ceratocone obteve-se resultados topográficos e funcionais semelhantes a outras técnicas consagradas pela literatura. A facilidade na dissecção do estroma profundo, a regularidade da dissecção e a presença de baixíssimo índice de conversão para transplantes penetrantes são encorajadores / Objective: Evaluate the visual function of patients undergoing deep anterior lamellar keratoplasty (DALK) using a manual spatula and a wire dissection. Methods: Thirty three keratoconus patients were included, meeting the following inclusion criteria: BCVA logMAR <=0,60, myopia and astigmatism between 8.00 and 10,00D, K central average > 53.00D, no corneal scars and minimal corneal thickness between 300 and 400 um. Complete ocular evaluation was performed preoperatively and postoperatively in 6-8 months. These assessments were supplemented by topographical survey of the cornea, specular microscopy to evaluate the density of corneal endothelial cells, corneal wavefront analysis and examination of optical coherence tomography of the anterior segment (Visante). The BCVA variables, UCVA and the total amounts of corneal higher-order aberrations were correlated with the the residual stromal bed thickness. Results: Patients that undergone to DALK with the described technique presented a BCVA of 0.68 ± 0.27 logMAR which represents a BCVA of more than 20/40 at 60% of the analyzed sample. There were no micro or macroperforations. We observed a small decrease in the endothelial cell count from 2702.87 ± 548.87 cells per mm2 to 2282.10 ± 525.66 cells per mm2. The dissection of the deep stroma with a wire facilitated the posterior stromal tissue removal, thus the measured stromal bed thickness was 49.18 ± 18.36 ?m in the central region and less than 80 ?m in the majority of the studied patients. As regards the dissection regularity, we showed a tendency to higher values of residual thickness at the periphery (60.09 ± 17.70 ?m). There was no correlation of the BCVA, UCVA and total corneal higher-order aberrations with the residual stromal bed thickness. Conclusion: The assessment of the study data showed that the described technique achieved a topographical and functional result similar to other techniques consecrated by literature. The shallow learning curve, the ease to perform the dissection of the deep stroma, the postoperative stromal regularity and the presence of very low conversion rate for penetrating keratoplasty are encouraging

Page generated in 0.1 seconds