Return to search

Utilização de subprodutos do NIM (Azadirachta indica A. Juss) na associação micorrízica arbuscular em mudas de NIM

Made available in DSpace on 2014-06-12T15:06:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2
arquivo536_1.pdf: 2348840 bytes, checksum: e57d515f262d164d4891c29817f45598 (MD5)
license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5)
Previous issue date: 2011 / Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco / Devido aos seus múltiplos usos na medicina, produção de fertilizantes, controle de
pragas etc., o cultivo comercial de nim (Azadirachta indica A. Juss.) vem crescendo em
vários países do mundo, incluindo o Brasil. Fungos micorrízicos arbusculares (FMA) e
subprodutos vegetais podem constituir alternativa eficiente para estimular o crescimento e
reduzir o tempo de formação das mudas, além de contribuírem para aumento da tolerância
das plantas a estresses bióticos e abióticos. Assim, objetivou-se conhecer o estado
micorrízico de plantas de nim cultivadas em quatro municípios de Pernambuco (Recife,
Timbaúba, Serra Talhada e Petrolina) e avaliar o efeito de três substratos (torta e folhas de
nim, torta de cana) e da inoculação com FMA (nativos ou introduzidos), na produção de
mudas de nim. O trabalho foi dividido em duas partes: i) caracterização da comunidade de
FMA presentes em áreas cultivadas com nim e ii) experimento em viveiro. Na primeira
etapa foram coletadas 10 amostras de solo/raízes da rizosfera de plantas de nim cultivadas
nos municípios. Determinou-se: número de glomerosporos, riqueza de espécies de FMA,
número mais provável (NMP) de propágulos infectivos de FMA, colonização micorrízica e
o teor de proteínas do solo relacionadas à glomalina (facilmente extraível PSRG-FE e total
PSRG-T). Na segunda etapa, foi conduzido experimento em viveiro, com delineamento
inteiramente casualizado em fatorial 4×4: quatro tratamentos de inoculação (Glomus
etunicatum, Acaulospora longula, mix com Gigaspora albida e Fuscutata heterogama e
FMA nativos) e quatro substratos (torta de nim, folhas de nim, torta de cana-de-açúcar e
solo sem adição de substrato). Após 90 dias avaliou-se: altura, diâmetro do caule, número
de folhas, área foliar, massa seca e fresca da parte aérea e radicular, incremento, número de
glomerosporos, colonização micorrízica e PSRG-FE. Foram identificados 49 táxons de
FMA na rizosfera de nim, distribuídos em 11 gêneros (Glomus, Acaulospora, Gigaspora,
Scutellospora, Racocetra, Cetraspora, Dentiscutata, Fuscutata, Pacispora, Ambispora e
Paraglomus). Maior riqueza de espécies foi observada na área em Recife (30), seguida por
Timbaúba (16), Serra Talhada (15) e Petrolina (8). As amostras provenientes de Recife
apresentaram mais propágulos infectivos de FMA (79 propágulos cm3 solo-1) que as
demais e maior produção de glomerosporos diferindo do observado nas áreas de Serra
Talhada e Petrolina. Apesar do teor de PSRG-T ter sido maior nas amostras de Timbaúba,
a PSRG-FE e o teor de matéria orgânica não diferiram das amostras de Recife (p<0,05),
enquanto Serra Talhada e Petrolina apresentaram os menores valores para essas variáveis
não diferindo entre si (p<0,05). Em geral, a inoculação com G. etunicatum aumentou o
crescimento das plantas nos substratos torta e folhas de nim constituindo alternativa para a
produção de mudas dessa cultura, em condições de viveiro, reduzindo o uso de fertilizantes
químicos que impactam o ambiente

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.ufpe.br:123456789/959
Date31 January 2011
CreatorsMONTE JUNIOR, Inácio Pascoal do
ContributorsCAVALCANTE, Uided Maaze Tiburcio
PublisherUniversidade Federal de Pernambuco
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/masterThesis
Sourcereponame:Repositório Institucional da UFPE, instname:Universidade Federal de Pernambuco, instacron:UFPE
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0042 seconds