• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 887
  • 7
  • 6
  • 6
  • 3
  • 2
  • Tagged with
  • 922
  • 922
  • 554
  • 507
  • 177
  • 167
  • 120
  • 105
  • 99
  • 87
  • 86
  • 67
  • 63
  • 61
  • 59
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Arte contemporânea : a utopia de uma existência exilada : os desenvolvimentos numéricos como nova (im)possibilidade aporética

Pereira, Fernando José January 2001 (has links)
No description available.
2

Discursos e reflexividade : um estudo sobre a musealização da arte contemporânea

Nascimento, Elisa de Noronha January 2013 (has links)
Esta dissertação desenvolve urn estudo sabre o museu de arte contemporânea, mais especificamente sabre a musealização da arte contemporânea, abordando a musealização como urn processo discursivo e reflexivo de (auto)afirmação e reinvenção do museu; processo este construído em diálogo entre o museu e o seu proprio objeto, i.e., a arte contemporânea que, seja pelas características de seus materiais e processos, seja pela sua pluralidade de momentos e práticas, tensiona e problematiza funções e conceitos sistemáticamente estabelecidos ao longo da história desta instituição, desafiando o museu de arte contemporânea a desenvolver novas formas de expôr, de colecionar, de conservar, a criar novas conceitos e categorias, a estabelecer outros tipos de mediações, de contato com o seu público, enfim, a confrontar-se com a sua própria genealogia, com seus próprios limites e suas representações. Assente na metodologia dos Estudos de Caso, esta dissertação analisa três museus situados em Portugal e no Brasil: o Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea, em Lisboa, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, na cidade do Porto, e o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, em São Paulo. Atenta as particularidades de cada caso, esta análise centra-se nos modos como estes museus se organizam e se identificam enquanto museus de arte contemporânea através da contextualização dos paradigmas, das determinações, das funções que os justificam e fundamentam, e dos processos desenvolvidos para a musealização da arte contemporânea: quais são seus modelos paradigmáticos? Qual o período abrangido pelas suas coleções? Como suas coleções sao expostas? Como definem a arte contemporânea? Como os artistas sao envolvidos e participam nos processos museológicos? [...]
3

La critique d'art contemporaine au Bresil : parcours, enjeux et perspectives

Zielinsky, Monica January 1998 (has links)
Resumo não disponível.
4

Intimidades entrelaçadas : gestos, olhares e objetos na arte contemporânea em uma experiência singular

Nery, Roseli January 2003 (has links)
Os trabalhos da presente pesquisa nascem do deslocamento de alguns objetos do cotidiano doméstico (agulhas de costura, botões, alfinetes, zíperes e pequenos potes) para o contexto da produção em artes visuais. Desta maneira, tais objetos se colocam potencializados para novas possibilidades de apresentação. Para isso, sacrifica-se a capacidade destes utilitários de realizar a função, às vezes invertendo e outras vezes anulando-a. O resultado é um conjunto no qual se estabelece uma relação de estranhamento resultante de acumulações e repetições de elementos, que inseridos no próprio tempo do trabalho criam questões que podem contribuir com o universo da arte contemporânea. Neste contexto, criou-se uma nova relação espacial que privilegia, as melhores condições de visualidade do fruidor. Não só é evidente a importância do objeto como algo expressivo em si na medida em que cada peça que vai sendo construída no decorrer do tempo, mas também o resgate de pequenos gestos, os quais envolvidos na construção das peças determinaram estruturas que a princípio estariam soltas no espaço. Mesmo lançando mão de recursos externos de sustentação, ficou marcada a grande fragilidade das montagens. Elas acabam por serem apenas encaixadas e depositadas sobre suas bases. Decorrentes deste estudo obteve-se os seguintes trabalhos: Agulhas por Um Fio, Feixes, Desfecho, Hórtebra, Germinando e o vídeo Permanência, cujas análises deram margem para que se pudesse discutir o objeto cotidiano na arte, pelo processo de repetição, além da consciência do tempo, estranhamento e a fragilidade. Estes processos pretendem evidenciar gestos simples e o olhar dedicado às coisas do cotidiano.
5

Todo lugar é possível : a rede de arte postal, anos 70 e 80

Nunes, Andrea Paiva January 2004 (has links)
A constituição, através do correio, de um sistema de produção e circulação da arte, paralelo e independente ao sistema cultural vigente nas décadas de 60, 70 e 80, ampliou o lugar ocupado pela arte na sociedade, permitindo aos participantes discutir a natureza da arte e seu entrelaçamento ao cotidiano. Todo lugar é possível: a rede de arte postal, anos 70 e 80, trata da construção de um conceito para rede de arte por correspondência, partindo de exemplos que revelam o seu funcionamento. As heranças, as assimilações e os precursores deste processo artístico, iniciado durante os anos 60, são abordados.
6

La critique d'art contemporaine au Bresil : parcours, enjeux et perspectives

Zielinsky, Monica January 1998 (has links)
Resumo não disponível.
7

Intimidades entrelaçadas : gestos, olhares e objetos na arte contemporânea em uma experiência singular

Nery, Roseli January 2003 (has links)
Os trabalhos da presente pesquisa nascem do deslocamento de alguns objetos do cotidiano doméstico (agulhas de costura, botões, alfinetes, zíperes e pequenos potes) para o contexto da produção em artes visuais. Desta maneira, tais objetos se colocam potencializados para novas possibilidades de apresentação. Para isso, sacrifica-se a capacidade destes utilitários de realizar a função, às vezes invertendo e outras vezes anulando-a. O resultado é um conjunto no qual se estabelece uma relação de estranhamento resultante de acumulações e repetições de elementos, que inseridos no próprio tempo do trabalho criam questões que podem contribuir com o universo da arte contemporânea. Neste contexto, criou-se uma nova relação espacial que privilegia, as melhores condições de visualidade do fruidor. Não só é evidente a importância do objeto como algo expressivo em si na medida em que cada peça que vai sendo construída no decorrer do tempo, mas também o resgate de pequenos gestos, os quais envolvidos na construção das peças determinaram estruturas que a princípio estariam soltas no espaço. Mesmo lançando mão de recursos externos de sustentação, ficou marcada a grande fragilidade das montagens. Elas acabam por serem apenas encaixadas e depositadas sobre suas bases. Decorrentes deste estudo obteve-se os seguintes trabalhos: Agulhas por Um Fio, Feixes, Desfecho, Hórtebra, Germinando e o vídeo Permanência, cujas análises deram margem para que se pudesse discutir o objeto cotidiano na arte, pelo processo de repetição, além da consciência do tempo, estranhamento e a fragilidade. Estes processos pretendem evidenciar gestos simples e o olhar dedicado às coisas do cotidiano.
8

Todo lugar é possível : a rede de arte postal, anos 70 e 80

Nunes, Andrea Paiva January 2004 (has links)
A constituição, através do correio, de um sistema de produção e circulação da arte, paralelo e independente ao sistema cultural vigente nas décadas de 60, 70 e 80, ampliou o lugar ocupado pela arte na sociedade, permitindo aos participantes discutir a natureza da arte e seu entrelaçamento ao cotidiano. Todo lugar é possível: a rede de arte postal, anos 70 e 80, trata da construção de um conceito para rede de arte por correspondência, partindo de exemplos que revelam o seu funcionamento. As heranças, as assimilações e os precursores deste processo artístico, iniciado durante os anos 60, são abordados.
9

MUSEU DE ARTE DO RIO MAR, Reflexões sobre museu, arte contemporânea e cidade

SOUZA, A. G. 08 May 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-26T15:19:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8878_PPGA_UFES_Angela Gomes.pdf: 3713729 bytes, checksum: eed7579574b3b9eb46e33f14b5f292a1 (MD5) Previous issue date: 2015-05-08 / A dissertação estabelece reflexões sobre os temas museu, arte contemporânea e cidade a partir da análise do Museu de Arte do Rio MAR e está subdividida em três eixos de análise. O primeiro eixo, O MAR e o centro do Rio de Janeiro, pontua questões relativas a localização do museu dentro de área do projeto de requalificação urbana Porto Maravilha; enquanto o segundo eixo, Museus de Arte, analisa aspectos relativos aos espaços expositivos e suas relações com a obra de arte, com o espectador e com a cidade. O terceiro e último eixo, O MAR e a arte contemporânea, aborda a proposta curatorial do museu e sua relação com a cidade. Palavras-chave: Museus. Arte contemporânea. Cidades.
10

Todo lugar é possível : a rede de arte postal, anos 70 e 80

Nunes, Andrea Paiva January 2004 (has links)
A constituição, através do correio, de um sistema de produção e circulação da arte, paralelo e independente ao sistema cultural vigente nas décadas de 60, 70 e 80, ampliou o lugar ocupado pela arte na sociedade, permitindo aos participantes discutir a natureza da arte e seu entrelaçamento ao cotidiano. Todo lugar é possível: a rede de arte postal, anos 70 e 80, trata da construção de um conceito para rede de arte por correspondência, partindo de exemplos que revelam o seu funcionamento. As heranças, as assimilações e os precursores deste processo artístico, iniciado durante os anos 60, são abordados.

Page generated in 0.0761 seconds