• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 269
  • 4
  • Tagged with
  • 278
  • 278
  • 164
  • 140
  • 140
  • 90
  • 65
  • 54
  • 52
  • 50
  • 47
  • 44
  • 44
  • 41
  • 40
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Análise dos estabelecimentos farmacêuticos de dispensação em Teresina-PI: da distribuição espacial aos indicadores de qualidade / Analysis of pharmaceutical dispensing establishments in Teresina-PI: from space distribution to quality indicators

Aragão, Alex Ferreira 28 January 2016 (has links)
ARAGÃO, A. F. Análise dos estabelecimentos farmacêuticos de dispensação em Teresina-PI: da distribuição espacial aos indicadores de qualidade. 2016. 80 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia Clínica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by ppgfarmaprofissional Mestrado Profissional (ppgfarmaprofissional@gmail.com) on 2017-09-13T19:47:32Z No. of bitstreams: 1 2016_dis_afaragao.pdf: 1644139 bytes, checksum: 96510bcc32c72e48b672276da08541c1 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes (erikaleitefernandes@gmail.com) on 2017-09-14T11:51:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_dis_afaragao.pdf: 1644139 bytes, checksum: 96510bcc32c72e48b672276da08541c1 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-14T11:51:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_dis_afaragao.pdf: 1644139 bytes, checksum: 96510bcc32c72e48b672276da08541c1 (MD5) Previous issue date: 2016-01-28 / According to the National Agency of Sanitary Vigilance - ANVISA, pharmaceutical establishment is the unit of public or private company for trade, sale, supply, transportation, storage, dispensing and distribution of drugs, medicines, pharmaceutical and related products. It must have characteristics of health service and obey rules that distinguish them from other commercial establishments. This study aimed to evaluate the pharmaceutical market in Teresina-Pi from pharmaceutical establishments profile study (includIng small pharmacies and drugstores and big retail companies). The work was divided into three parts which generated three chapters. First was made a study of local distribution of pharmacies / drugstores using georeferencing as a tool to better observe. In the second part aimed to outline the characteristics of dispensing establishments from Teresina city, Piauí. THE local distribution of pharmacies / drugstores and types (big or independent companies), operation, amount of technical managers and turnover of pharmacists. In third and last time it was made an assessment of good pharmaceutical practice in pharmacies / large and small drugstores in the city of Teresina - PI. At the end, the profile of pharmacies in Teresina-PI was characterized by having 229 pharmacies / drugstores (between small and large), the pharmacy / drugstore chain have better conditions but infrastructure as well as of small, and few makes pharmaceutical care services. It was observed that the geoprocessing tool can be a great ally in studies of use / consumption of drugs and that, among the pharmaceutical establishments of Teresina, large ones are closer to the fulfillment of legal requirements and even these do not have attention pharmaceutical deployed. / De acordo com a Agencia Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA, estabelecimento farmacêutico é a unidade da empresa pública ou privada destinada ao comércio, venda, fornecimento, transporte, armazenamento, dispensação e distribuição de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos. Deve possuir características próprias de estabelecimento de saúde cumprindo regras que os distinguem de outros estabelecimentos comerciais. O presente estudo objetivou avaliar o mercado farmacêutico em Teresina-Pi a partir do estudo do perfil dos estabelecimentos farmacêuticos (incluídos aqui farmácias e drogarias de pequeno porte e de redes). O trabalho foi dividido em três partes o que gerou três capítulos. Primeiramente foi feito um estudo sobre a distribuição espacial das farmácias/drogarias utilizando o georreferenciamento como ferramenta para melhor observar. Na segunda parte, objetivou-se delinear as características dos estabelecimentos de dispensação do município de Teresina, estado do Piauí. Foram observadas a distribuição espacial das farmácias/drogarias e os tipos (rede ou independente), funcionamento, quantidade de responsáveis técnicos e rotatividade de farmacêuticos. No terceiro e ultimo momento foi feito uma avaliação das boas práticas farmacêuticas em farmácias/drogarias de pequeno e grande porte no município de Teresina – PI. Ao final chegou-se ao estabelecimento do perfil das farmácias e drogarias de Teresina-PI caracterizado por possuir 229 farmácias/drogarias (entre pequeno e grande porte), as farmácias/drogarias de rede possuem melhores condições de infra-estrutura todavia assim como as de pequeno porte, poucas fazem serviços de atenção farmacêutica. Observou-se que a ferramenta de geoprocessamento pode ser uma grande aliada nos estudos de utilização/consumo de medicamentos e que, dentre os estabelecimentos farmacêuticos de Teresina, os de grande porte se aproximam mais do cumprimento das exigências legais e mesmo estes, não possuem atenção farmacêutica implantada.
2

Percepções dos usuários da clínica pública ou privada sobre a homeopatia e acesso aos medicamentos homeopáticos

Denez, Karen Berenice January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Assistência Farmacêutica, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-11-24T03:10:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336208.pdf: 1669335 bytes, checksum: 86d6abe459a13f1be0f4168c3a9bb361 (MD5) Previous issue date: 2015 / Esta dissertação teve como objetivo principal analisar as percepções de usuários sobre a clínica homeopática no município de Florianópolis, Santa Catarina, bem como levantar os medicamentos homeopáticos aviados em Farmácias Homeopáticas dos municípios de Florianópolis e de Itajaí, Santa Catarina. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, com abordagens qualitativa e quantitativa, que, inicialmente, foi desenvolvida junto a quatro farmácias homeopáticas instaladas em Florianópolis e uma em Itajaí, e, num segundo momento, junto a 23 usuários de homeopatia, de clínica pública e privada, de Florianópolis. Os resultados apontam que os medicamentos policrestos são os mais prescritos tanto nas receitas aviadas no Sistema Único de Saúde (SUS) como nas advindas da clínica privada, reforçando a importância de manter esse grupo de medicamentos em estoque na Farmácia. A forma farmacêutica gotas, em doses repetidas foram as mais prescritas assim como a quantidade de 30 e 50 em volume ou massa nos dois municípios. Porém quando se analisa apenas receitas SUS, Florianópolis avia mais formulações complexas. Este estudo ressalta a importância da acessibilidade e do acesso ao medicamento homeopático no município de Florianópolis. Na percepção dos usuários, a maioria mulheres, idade média de 45,4 anos, se diferenciando apenas no grau de escolaridade, não houve diferenças entre os atendimentos da clínica pública ou privada. Os pacientes se sentiram acolhidos e confiantes com os prescritores, pois buscavam a clínica principalmente por desencanto com a alopatia e por um tratamento integral, bem como consideraram o medicamento eficaz.<br> / Abstract : This dissertation has as main objective - to analyze the perception of user about the homeopathic clinic in Florianópolis, Santa Catarina, Brazil, as well as find out which are the dispensed homeopathic medicines in Homeopathical Pharmacies in Florianópolis and Itajaí, Santa Catarina, Brazil. This is an exploratory and descriptive research, with quantitative and qualitative approaches, that, at first, was developed with four Homeopathically pharmacies installed in Florianópolis and in Itajaí, and, in a second moment, with 23 homeopathy users of public and private clinics of Florianópolis, Santa Catarina, Brazil. The outcomes point out that the polychrests drugs are the most prescribed in the dispensed SUS prescription and also in the private prescription, reinforcing the need of keeping this medicine group stored on the pharmacy. The pharmaceutical form drops, in repeated doses were the most prescribed as it was the quantity of 30 and 50 in volume or mass in both towns, but when it is evaluate only SUS prescriptions, Florianópolis dispenses more complex formulations. In the users perceptions, most women, with average age group of 45,4 years, only different in education degree. There were no difference between the public and private clinics treatment, all the patients felt welcomed and confident with prescribers, that is, because they seek the clinic, mainly for dissatisfaction with allopathic medicine, for lhe wish of a holistic treatment and also, because they consider this medicine effective.
3

Perfil das solicitações administrativas e judiciais de medicamentos impetradas contra a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará / Profile of judicial decisions and administrative entreaties of medicines in the state of Ceará

Pessoa, Nivia Tavares January 2007 (has links)
Nivia Tavares Pessoa. Perfil das solicitações administrativas e judiciais de medicamentos impetradas contra a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará. 2007. 168 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2007. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-20T12:37:36Z No. of bitstreams: 1 2007_dis_ntpessoa.pdf: 912206 bytes, checksum: d857892089fb55e1b79dc9f32f783b9f (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-20T12:48:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_dis_ntpessoa.pdf: 912206 bytes, checksum: d857892089fb55e1b79dc9f32f783b9f (MD5) / Made available in DSpace on 2012-12-20T12:48:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_dis_ntpessoa.pdf: 912206 bytes, checksum: d857892089fb55e1b79dc9f32f783b9f (MD5) Previous issue date: 2007 / A Carta Magna de 1988 estabelece em seu art.196 que “a saúde é um direito de todos e dever do Estado”, incluindo, ainda no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS), a execução de ações de assistência terapêutica integral, inclusive farmacêutica. No Brasil, encontrar o meio de garantir efetivamente esse direito à saúde tem sido um dos grandes desafios que os gestores do SUS têm enfrentado. Objetivo: Descrever os processos administrativos e judiciais de solicitação de medicamentos a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (SESA-CE) e discutir os seus aspectos críticos. Metodologia: Estudo descritivo, retrospectivo, realizado no Núcleo de Assistência Farmacêutica (NUASF/SESA-CE). Foram coletados dados dos processos datados de 01 de janeiro de 2004 a 31 de junho de 2006. As principais informações coletadas foram: tipo, condutor e motivo de instauração do processo, doenças declaradas, unidade de atendimento e medicamentos solicitados. Resultados e Discussão: No período foram pesquisados 841 processos entre administrativos e judiciais.Os tipos de processos mais frequentes foram os administrativos (84,9%). Os principais condutores foram a Promotoria da Justiça de Defesa da Saúde Pública e o Grupo Técnico Social da SESA-CE (79,5%). O principal motivo para instauração dos processos foi a falta de condições financeiras para adquirir o medicamento (52,6%). As prescrições eram originárias principalmente de unidades públicas (41,4%). As doenças mais declaradas foram: Doença de Alzheimer (15,6%), e Diabetes mellitus insulino-dependente (7,5%). Durante o período estudado foram pleiteados 1.481 medicamentos, divididos em 400 especialidades farmacêuticas (EF). Os medicamentos mais solicitados foram: rivastigmina (12,7%) e insulina glargina (6,4%). Dos medicamentos solicitados, 60% não tinham financiamento definido, 23,0% eram medicamentos excepcionais e 10% da Atenção Básica. Dos medicamentos sem financiamento, os mais freqüentes foram: insulina glargina (8,6%), clopidogrel (5,2%) e aripiprazol (5,2%). Conclusão: Os processos administrativos e judiciais para fornecimento de medicamentos mostraram grande variabilidade entre os medicamentos solicitados, o que leva a supor que as tendências de utilização se devam à introdução de inovações terapêuticas, a ausência de alguns medicamentos nas listas padronizadas pelo Estado e ao desconhecimento e descumprimento dos protocolos clínicos pelos prescritores.
4

Assistência farmacêutica e saúde pública : olhando o passado refletindo o presente / Pharmaceutical care and public health : looking at the past reflecting the present

Pereira, Francisco Edson January 1997 (has links)
PEREIRA, Francisco Edson. Assistência farmacêutica e saúde pública : olhando o passado-refletindo o presente . 1997. 273 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 1997. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-12-17T12:56:06Z No. of bitstreams: 1 1997_dis_fepereira.pdf: 19426533 bytes, checksum: 5ef6a792c5860573e507965308607f90 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-12-17T12:59:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 1997_dis_fepereira.pdf: 19426533 bytes, checksum: 5ef6a792c5860573e507965308607f90 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-17T12:59:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1997_dis_fepereira.pdf: 19426533 bytes, checksum: 5ef6a792c5860573e507965308607f90 (MD5) Previous issue date: 1997 / A study of therapeutics evolution in the course of history is made in order to show the origins of Pharmacy and of the pharmaceutical profession. Follows a historical retrospective of pharmaceutical assistence in Brazil and Ceara, emphasizing the existing models in the last decades of the 19th and 20th centuries showing that the procedures adopted by the busines men, public authorities and most pharmacists neither obey the laws nor the rights of the citizens leaving aside the ethical precepts in the promotion of a correct pharmaceutical assistence for all. The presented approaches, in five chapters, are based on relevant facts obtained from an extensive documental research which shows and analyses a number of procedures whose core is set in the advertisement of drugs, in the irrational use of them and in the excessive number of laws which, most of the times, are not applied. The dispensing of medication under the responsibility of the pharmacist is analysed both in the public and private society sectors. It is concluded that the pharmacist is an indispensable professional as the transforming agent of the pharmaceutical assistance models and a vital component of health promoter teams to organize the supporting therapeutic services utilizing the correct professional procedures demanded in the promotion of the public health. / Um estudo da evolução da terapêutica ao longo da história é realizado com o intuito de se mostrar as origens da farmácia e da profissão farmacêutica. Em seguida, uma retrospectiva histórica sobre a assistência farmacêutica no Brasil e no Ceará com ênfase nos modelos existentes nas últimas décadas dos séculos XIX e XX, mostra que as práticas adotadas por comerciantes, autoridades públicas e pela maioria dos farmacêuticos desrespeitam as leis e os direitos do cidadão, deixando de lado o preceito ético de promover a assistência farmacêutica de qualidade para todos. Os enfoques apresentados, em cinco capítulos, estão fundamentados em fatos relevantes obtidos através de uma vasta pesquisa documental que comprova e analisa vários procedimentos centrados, principalmente, na propaganda de fármacos, no uso irracional de medicamentos e no excessivo número de leis farmacêuticas, que na maioria das vezes, não são aplicadas. A dispensação de medicamentos sob a responsabilidade do farmacêutico é analisada sob vários aspectos, tanto no setor público como no privado, concluindo-se que o mesmo é indispensável como agente transformador dos modelos de assistência farmacêutica e elemento vital da equipe de saúde ao organizar os serviços de apoio terapêutico, com o profissionalismo exigido para a promoção da saúde da população.
5

A implementação do componente especializado da Política Nacional de Assistência Farmacêutica e a judicialização da saúde no Brasil

Machado, Samara Haddad Simões 02 December 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Gestão de Políticas Públicas, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2016. / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2017-01-23T13:03:58Z No. of bitstreams: 1 2016_SamaraHaddadSimõesMachado.pdf: 11988669 bytes, checksum: 93e1da7dbf4e8aa90a7b507e3e2d2175 (MD5) / Approved for entry into archive by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2017-02-21T14:02:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_SamaraHaddadSimõesMachado.pdf: 11988669 bytes, checksum: 93e1da7dbf4e8aa90a7b507e3e2d2175 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-21T14:02:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_SamaraHaddadSimõesMachado.pdf: 11988669 bytes, checksum: 93e1da7dbf4e8aa90a7b507e3e2d2175 (MD5) / A presente pesquisa tem por objetivo propor um modelo prático de implementação de Políticas Públicas de medicamentos junto à judicialização da saúde. A judicialização, ou controle jurisdicional de Políticas Públicas, é uma competência legítima do Poder Judiciário de exigir a prestação dos direitos positivos constitucionais por parte do Poder Público, quando da falta ou omissão pela Política Pública responsável. Assim, faz-se importante discutir as questões inerentes ao direito à saúde, no que tange ao acesso aos medicamentos pelo Componente Especializado da Assistência Farmacêutica/Política Nacional de Assistência Farmacêutica, bem como pela via judicial, no Distrito Federal. Além do marco teórico sobre a implementação e o controle jurisdicional, a abordagem sobre as teorias que tratam da coordenação interorganizacional e as funções administrativa também se fez presente, a fim de embasar a análise dos aspectos de gestão relacionados aos seguintes fenômenos: implementação do Componente em questão e operacionalização do controle jurisdicional. Para atingir o objetivo da pesquisa, os fenômenos supramencionados foram analisados individualmente e quanto às suas interfaces e pontos de influência. A pesquisa se caracteriza como qualitativa, interpretativista, com finalidades exploratória e descritiva, e com estratégia de estudo por múltiplos casos. As fontes de evidências são qualitativas, fazendo uso de documentos oficiais, reportagens jornalísticas, artigos científicos e entrevistas. As entrevistas se deram com representantes do sistema de saúde e do sistema judiciário. Os documentos foram organizados, classificados e transferidos para o software Nvivo® – instrumento que apoiou o processo de codificação para a aplicação da análise de conteúdo. A princípio, os resultados permitiram uma descrição detalhada de cada um dos casos, seguida de uma análise integrativa. Neste sentido, foi possível notar que os dois fenômenos possuem o mesmo problema em comum: garantir o acesso da população aos medicamentos. Como resultado evidente, a Política tratada dispõe de previsão normativa consistente e um aparato administrativo bem estruturado, incluindo recursos financeiros custeados pelos entes federativos, estrutura descentralizada para a gestão, atividades e fluxos bem descritos e padronizados nacionalmente. As competências são bem definidas para a União e o Distrito Federal, garantindo responsabilidade nos processos. Para a judicialização, além dos órgãos essenciais à justiça e dos órgãos do Poder Judiciário, já bem estabelecidos, foi passível de identificação uma estrutura para a execução das demandas judiciais no Poder Executivo, que é recente e não dispõe de recursos humanos e financeiros suficientes ou formalização das atividades e dos fluxos. Foram evidenciados aspectos passíveis de melhoria no que diz respeito ao processo de judicialização, que envolve a atuação paralela dos Poderes Judiciário e Executivo. À esta relação se nomeou Sistema Interorganizacional Executivo-Judiciário, após identificar a lacuna de estudos na área. Pela ausência de estudos prévios, foram adaptadas as teorias de funções administrativas e coordenação para a sugestão de ações práticas que promovam maior efetividade e eficiência para o fluxo operacional da judicialização de medicamentos. Além deste fluxo operacional, o estudo também contribui com a proposição de um modelo teórico de categorias para o estudo da relação Executivo-Judiciário em pesquisas futuras. / This research had as its objective the proposal of a practical model for implementation of policy with respect to access to medication in conjunction with judicialization. Judicialization, or the jurisdictional control of public policies, is a legitimate competence of Brazilian judiciary to compel the provision of a positive constitutional right by the government when there is failure or omission on the part of the public policy in question. This study looks at the right do health with respect to the access to medications provided through the Specialized Component of the National Policy for Pharmaceutical Assistance (CEAF/PNAF) and via the judicial process in the Federal District. The theoretical framework, in addition to discussion of policy implementation and jurisdictional control, included related to interorganizational coordination and to the functions of public administration. These were chosen to support analysis of aspects related to the management of the phenomena of interest, implementation of the CEAF/PNAF and the operationalization of jurisdictional control, respectively. To fulfill research objectives, these two phenomena were analyzed first as individual cases and then with respect to their points of interface and influence. The research undertaken was qualitative and interpretative in nature, exploratory and descriptive in purpose, and used a multiple case study strategy. The sources of evidence employed were qualitative in nature and of four different types: official documents, journalistic accounts, scientific articles, and interviews. The interviews were conducted with representatives of the health system and the judiciary system. The documents were organized, classified and transferred to Nvivo® software, which was used to support the process of codification for the content analysis carried out. As results, detailed descriptions of each of the two cases studied were produced, followed by integrative analysis of the two. It was observed that the two phenomena share a common problem: assuring access of the population to medications. Principal findings revealed that CEAF/PNAF is supported by consistent rules, a well-structured administrative apparatus, including financial resources from the respective federal entities, a decentralized management structure, and well-described and nationally standardized flows of activities and resources. The respective competences of the Federal and Federal District governments are well defined, assuring accountability in the processes. In addition to the independent organs considered essential to the judicial process, and the organs of the judiciary branch itself, all of them well-established, it was found that a structure exists in the executive branch for the execution of demands arising from the judicialization process. This structure is recent and has no human or financial resources of its own nor any formalized activities and flows. Aspects of the judicialization process admitting of improvement were identified. This process was seen to involve parallel activities by the executive and judiciary branches of government. The relationship of the two branches with respect to the judicialization of medications, after identification of a gap in studies in the area, was called the Interorganizational Executive- Judiciary System. In view of the lack of previous studies of this relationship, concepts were adapted from theories about administrative functions and interorganizational coordination for suggestion of practical actions to promote greater effectiveness and efficiency in the operational flow of the process of judicialization of medications. Another contribution of this study is the proposal of a theoretical model for future studies of the executive-judiciary relationship.
6

Uso de medicamentos na perspectiva da racionalidade e segurança: um estudo de base populacional

Mafra, Paola Di Bernardi January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:22:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 331906.pdf: 2155440 bytes, checksum: e07e41caffa026243cf13dce36796e3b (MD5) Previous issue date: 2014 / O objetivo do estudo foi caracterizar o uso dos medicamentos na perspectiva da racionalidade e da segurança num município de pequeno porte. Os dados foram obtidos a partir do banco de dados de um inquérito de base populacional por meio de entrevistas domiciliares, respondidas por residentes do município, de ambos os sexos, acima de 20 anos, no período de 2009 a 2010. Os resultados foram analisados segundo os indicadores de racionalidade da OMS, do Critério de Beers para os Medicamentos Inapropriados aos Idosos (MII), dos Medicamentos Potencialmente Perigosos (MPP) e da ocorrência de potenciais Interações Medicamentosas (IM) com relevância clínica. Dos 936 entrevistados, 60% usaram medicamentos nos últimos 15 dias. O perfil do usuário foi sexo feminino (70%), casados (59%); aposentados (57%); com renda de um salário mínimo (33%) e que estudaram de 5 a 8 anos (46%). Com relação aos hábitos sociais, 16% dos usuários eram fumantes e 15% ingeriam álcool. Os medicamentos utilizados nos últimos 15 dias totalizaram 1.393. O medicamento mais utilizado foi o captopril (23%). A classe de medicamentos mais utilizada foi a do aparelho cardiovascular com 34%. Os indicadores da OMS revelaram que a média de medicamentos utilizados foi de 2,5 por usuário, 64% dos medicamentos constavam da RENAME e 73% da REMUME, 0,4% eram injetáveis e 2,7% eram antibióticos. Segundo o Critério de Beers, dos medicamentos em uso pelos idosos, 22% eram medicamentos inapropriados aos idosos, sendo consumidos por 40% dos idosos. O percentual de medicamentos potencialmente perigosos foi de 7% sendo usado por 18% dos usuários. Foram encontradas 179 IMs com relevância clínica, em 18% dos usuários e a IM mais prevalente foi AAS-Captopril (21%). O estudo mostrou que a média de medicamentos por usuários foi elevada, que a população idosa está utilizando medicamentos com potencial de risco conhecidos e que podem ser evitáveis. Enfim, os resultados trazem um alerta quanto ao uso de medicamentos com potencial de risco ao paciente e que é necessário intervir para garantir a segurança da terapia.<br> / Abstract :The aim of the study was to characterize the use of medications from the perspective of rationality and security in a small city. Data were obtained from the database of a population-based survey through home interviews, answered by residents of the municipality, of both sexes, over 20 years, from 2009 to 20101 The results were analyzed according indicators of rationality WHO, of Potentially Hazardous Drugs (MPP) and the occurrence of potential Interactions (IM) with clinical relevance. Of the 936 interviewed, 60% had used drugs in the last 15 days. The user profile was women (70%), married (59%); retirees (57%); earning the minimum wage (33%) and studied 5-8 years (46%). With regard to the social habits, 16% of users were smokers and 15% drank alcohol. The drugs used in the last 15 days totaled 1,393. The most commonly used drug is captopril (23%). The most widely used class of drugs has been the cardiovascular system of 34%. The WHO indicators revealed that the average number of medicines used was 2.5 per user, 64% of medicines were contained in the RENAME and 73% REMUME, were 0.4% and 2.7% were intravenous antibiotics. The percentage of potentially dangerous medications was 7% being used by 18% of users. 179 IMs were found clinically relevant in 18% of the users and the most prevalent IM was AAS-Captopril (21%). The study showed that the elderly population is using drugs with known potential risk that may be preventable. Finally, the results provide a warning about the use of medications with potential risk to the patient and what is needed to ensure the safety of the therapy.
7

A Dispensacão de medicamentos em unidades básicas de saúde do município de Toledo-PR

Doblinski, Patrícia Minatovicz Ferreira January 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Florianópolis, 2011 / Made available in DSpace on 2012-10-25T16:25:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 294413.pdf: 884833 bytes, checksum: a3aad3c155be5ef0de9180a1cc90483e (MD5) / O Sistema Único de Saúde possui como porta de entrada a Unidade Básica de Saúde (UBS). Nela, o usuário é primeiramente atendido e, quando possível, seu problema pode e deve ser resolvido naquele local. Uma das formas de resolução consiste na dispensação de medicamentos essenciais voltados para a assistência ambulatorial. As UBS, em sua grande maioria, dispõem de farmácia para pronto atendimento em função da nova visão de atenção à saúde e de sua relação direta com a atenção farmacêutica, além da presença em número reduzido de profissionais farmacêuticos nas farmácias do sistema público de saúde. Este trabalho teve como objetivo conhecer os aspectos da dispensação de medicamentos em UBS da área urbana do município de Toledo, localizado na região Oeste do Paraná, e também avaliar o grau de conhecimento dos pacientes que são atendidos nas UBS sobre os medicamentos que eles utilizam. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com os trabalhadores dispensadores de medicamentos e com os pacientes atendidos nas unidades. O trabalho verificou que em 9 das 10 UBS estudadas, o tempo médio de dispensação foi superior ao recomendado pela OMS e que há a presença do profissional farmacêutico apenas em uma UBS, sendo que na maior parte delas foram encontrados profissionais não farmacêuticos fazendo a dispensação de medicamentos aos pacientes e, mais importante, esses profissionais não receberam treinamento adequado para o trabalho que desempenham. Verificaram-se importantes falhas nas orientações básicas que devem ser repassadas aos pacientes para que estes façam o uso seguro e racional dos medicamentos. Grande parte dos entrevistados desconhecia a técnica adequada para o preparo de um medicamento liofilizado, desconheciam a forma correta de utilização de medicamentos em gotas, além de desconhecer a forma adequada de descarte de medicamentos vencidos. Conclui-se que é necessária a realização de trabalhos de conscientização e de treinamento aos dispensadores de medicamentos no município, além de uma reorganização do serviço e melhor distribuição dos farmacêuticos nas UBS do município de modo a proporcionar assistência farmacêutica efetiva a um número maior de pacientes.
8

A percepção dos farmacêuticos como profissionais de saúde no SUS em Fortaleza-CE / The pharmacists perception as health professionals in primary care in the SUS in Fortaleza, CE

Oliveira, Alex Ferreira de January 2008 (has links)
FERREIRA, Alex Ferreira de. A percepção dos farmacêuticos como profissionais de saúde no SUS em Fortaleza-CE. 2008. 123 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-14T15:54:57Z No. of bitstreams: 1 2008_dis_afoliveira.pdf: 677630 bytes, checksum: 83190a9edc8838da5605eb888d6693f2 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-17T13:51:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dis_afoliveira.pdf: 677630 bytes, checksum: 83190a9edc8838da5605eb888d6693f2 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-12-17T13:51:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dis_afoliveira.pdf: 677630 bytes, checksum: 83190a9edc8838da5605eb888d6693f2 (MD5) Previous issue date: 2008 / The evolution of pharmaceutical extent through Public Health services and clinical context is a global tendency with repercussion on new professional practices development to support the attributions that didn’t exist before. In Brazil the pharmacist role to implement the National Drug Policy and pharmaceutical practices, including pharmaceutical care, in primary health care, is being regulated, causing troubles in working process that go beyond technical aspects. To promote an approximation of this reality, we use an exploitative descriptive study which resorted qualitative research method, with interviews applied to pharmacists and observational techniques applied to professionals and health family centers. The objective was to recognize the local reality and evaluate pharmacists’ perception like health professionals in their routine activities. We visited 12 (92%) of 13 health family centers what have pharmacist working in primary health care pharmacies, of witch 5 (42%) work during 2 turns and 7 (58%) at 3 turns, they have 30 PSF teams to cover their areas and a variable registered professional list according to units needs. We also observed structure problems, lack planning and low level of team work. The pharmacies follow the same problems that we identify in the health family centers, but it works more isolated. We interview 17 (94%) of 18 pharmacists, 13 (76%) women and 4 (24%) men; with age group between 26 and 58 years old. A number of 15 (88%), graduated by Public University, between 1878 and 2006, the major have qualification in biochemistry (53%) and was public servants (82%), with 18 year middle work time. The only post graduation related was expert, concluded by 41% of them. The pharmacist’s perceptions means rubs identifications, related to symbolic and practice categories that raise difficulties the pharmacist’s conception like health professionals and better services promotion. Its essential recover the pharmacist’s self-esteem and promotes a professional guidance to improve actions of health integrality. / A evolução do âmbito profissional do farmacêutico em direção à saúde pública e ao contexto clínico, é um fenômeno global e repercute no desenvolvimento de novas práticas profissionais para dar conta de atribuições antes inexistentes. No Brasil, o papel do farmacêutico na implementação da política nacional de medicamentos, na Assistência e Atenção Farmacêutica do nível primário de saúde, vem sendo regulamentado, criando tensões no processo de trabalho que vão além dos aspectos de ordem técnica. Para permitir a aproximação dessa realidade, foi utilizado um estudo exploratório de caráter descritivo que empregou o método qualitativo de pesquisa através de entrevistas abertas aplicadas aos farmacêuticos e observação dos espaços e atividades das unidades que apresentam esse profissional de saúde, com o objetivo de avaliar a percepção do farmacêutico como profissionais de saúde, relativa as suas próprias atividades. Dos 13 Centros de Saúde da Família, 12 (92%) foram visitados, dos quais 5 (42%) funcionam dois turnos (manhã e tarde) e 7 (58 %) durante os três turnos, com um total de 30 equipes de PSF distribuídas para a cobertura das áreas de abrangência e quadro de servidores e profissionais de saúde variando com a necessidade de cada Centro. Foram observadas também dificuldades estruturais, carência de planejamento, além de baixo nível de trabalho em equipe. As farmácias seguiram as problemáticas dos Centros, trabalhando de forma mais isolada. Dos 18 farmacêuticos atuando, 17 (94%) foram entrevistados, sendo 13 (76%) do sexo feminino e 4 (24%) do masculino; com faixa etária variando entre 26 a 58, e idade média de 46 anos, dos quais 15 (88%) graduaram-se por Universidade pública, entre 1978 e 2006, em sua maior parte Bioquímicos (53%), concursados (82%), com tempo médio de serviço de 18 anos. A única pós-graduação relatada foi especialização, cursada por 41% dos entrevistados. A percepção desses profissionais possibilitou a identificação de nós, conectados à esfera simbólica e de domínio prático, que dificultam a concepção dos mesmos como profissionais de saúde e a promoção de um serviço de melhor qualidade. Faz-se necessário recuperar a auto-estima e promover direcionamento desses profissionais para a melhoria de ações de integralidade na saúde.
9

Gastos com medicamentos distribuídos em Atenção Primária de Saúde em Fortaleza- Ce e co-fatores influentes do ano de 2007 / Drug distribution expenses in Primary Health Care in Fortaleza-Ce and co-factors influential in 2007

Chaves, Elton da Silva January 2009 (has links)
CHAVES, Elton da Silva. Gastos com medicamentos distribuídos em Atenção Primária de Saúde em Fortaleza- Ce e co-fatores influentes do ano de 2007. 2009. 161 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-17T14:02:17Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_eschaves.pdf: 1541844 bytes, checksum: 3874c436cf2e7f316bf6409730d0e17c (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-19T13:32:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_eschaves.pdf: 1541844 bytes, checksum: 3874c436cf2e7f316bf6409730d0e17c (MD5) / Made available in DSpace on 2012-12-19T13:32:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_eschaves.pdf: 1541844 bytes, checksum: 3874c436cf2e7f316bf6409730d0e17c (MD5) Previous issue date: 2009 / The increased investment in the acquisition of drugs have shown significant improvements in health indicators and in the Pharmaceutical Assistance (P.A.). Addressing the needs of the population and ensure access to medicines with equity and efficiency has been a major challenge for health authorities. This work started from the need for a diagnosis of resource allocation for P.A. in the administrative areas of Fortaleza and its Health Units (H.U). This is a retrospective analysis of the database with features of ecological and descriptive study where we examined the secondary data acquisition and distribution of drugs between January - December 2007, the H.U. operating in the municipality. The main goal was to determine the distribution of drug costs in Primary Health Care (PHC) in Fortaleza, Brazil between the H.U. and its regional and analyze the associated factors. To this end, characterized the cost of medication by number of patients in each H.U., it was classified according to ATC and scaled up consumption in DDD have been correlated with the characteristics of the service by examining the Pearson correlation test and t - student to identify co-influencing factors. Total expenditure on essential drugs was estimated at R$9.29 million and the per capita expenditure of R$3.82 and spending per patient from R$2,41. The period of the year that more was spent on drugs was in the 2nd quarter (28,36%) and 9,57% in April and 10,46% in June. The region had the highest spending was the Region II (R$ 2.216.886,94) that has a high Human Development Index (HDI). The average cost per patient was highest in Region V (R$2.82) which is concentrated the population with lower income and low HDI. The therapeutic classes with the highest representation were systemic antibiotics (18,8% of total spending, represented mainly by beta-lactam antibiotics, penicillins), followed by antidiabetics (9.4% oral hypoglycemic agents) and with antihypertensive action on the renin-angiotensin (8,6% and 8,2% only with captopril). The most frequently consumed drugs were: captopril (17,2 DDDs / 1,000 patients seen per day), hydrochlorothiazide (11,9) and aspirin (7,9). The Antiasthmatic represented the most expensive (unit price R$20,66 for Beclometasone 250mcg, R$18,36 Beclomethasone 50mcg and Salbutamol 100mg R$8.57) though the relationship cost / DDD were the most costly: Fenoterol 0.5% (R$11,88), penicillin 600.000 UI (R$6.59) and norethisterone 0.35 mg (R$5,03). The quality of P.A. showed no statistically significant association with the cost of medication, but had an inverse correlation (r = -0,110) with a tendency to reduce spending, the presence of the Pharmacist in the H.U. showed a significant positive correlation with the quality of P.A. (p -value = 0,014) and has an economic impact in spending on drugs with potential savings of R$ 0,32 on average per patient. We conclude that despite the efforts of decentralization still there is inequity in the tip of the Public Health System, which in the upper middle class there was a higher resource allocation relating to medicinal products and in the poorest regions of the city with the highest volume of patients served. Per capita spending on essential drugs in PHC Fortaleza and spending per patient are not consistent with the values agreed upon by management levels (R$6.20). It is recommended that the presence of the Pharmacist in the H.U. aimed at rationalizing spending and consumption of drugs contributing to P.A. quality and efficient in Fortaleza. / Os crescentes investimentos na aquisição de medicamentos não têm manifestado melhorias significativas nos indicadores de saúde e no âmbito da Assistência Farmacêutica (AF). Suprir as necessidades da população e garantir o acesso aos medicamentos com equidade e eficiência tem sido um grande desafio para as autoridades sanitárias. O presente trabalho partiu da necessidade de um diagnóstico da alocação de recursos destinados a AF nas áreas administrativas de Fortaleza e suas Unidades de Saúde (US). Trata-se de uma análise retrospectiva de base de dados com características de estudo ecológico, descritivo onde foram pesquisados os dados secundários de aquisição e distribuição de medicamentos entre Janeiro - Dezembro de 2007, nas US operantes no município. Teve como objetivo principal conhecer a distribuição dos gastos com medicamentos em Atenção Primária de Saúde (APS) de Fortaleza-Ce entre as regionais e suas US e analisar os fatores associados. Para tal, caracterizou-se os gastos com medicamentos por número de atendimento em cada US, classificou-se segundo a ATC e dimensionou-se o consumo em DDD, sendo correlacionados com as características do serviço por análise de correlação de Pearson e Teste t-student para identificação de co-fatores influentes. O gasto total com medicamentos básicos estimado foi de R$ 9,29 milhões sendo o gasto per capita de R$3,82 e o gasto por paciente atendido de R$2,41. O período do ano que mais se gastou com medicamentos foi no 2º trimestre (28,36%) sendo 9,57% no mês de Abril e 10,46% em Junho. A região que deteve o maior gasto foi a Regional II (R$2.216.886,94) que possui um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O gasto médio por paciente foi maior na Regional V (R$2,82) onde está concentrada a população com menor renda e Baixo IDH. As classes terapêuticas com maior representatividade foram os antibacterianos sistêmicos (18,8% do total dos gastos; representados principalmente pelos beta-lactâmicos, penicilinas), seguido por antidiabéticos (9,4% hipoglicemiantes orais) e antihipertensivos com ação no sistema renina-angiotensina (8,6% sendo 8,2% somente com captopril). Os medicamentos mais consumidos foram: Captopril (17,2DDDs/1,000 pacientes atendidos/dia), Hidroclorotiazida (11,9) e Ácido acetilsalicílico (7,9). Os Antiasmáticos representaram os mais caros (preço unitário R$20,66 para Beclometasona 250mcg, R$18,36 Beclometasona 50mcg e Salbutamol 100mg R$8,57) entretanto na relação gasto/DDD os mais custosos foram: Fenoterol 0,5% (R$ 11,88), penicilina benzatina 600.000UI (R$ 6,59) e noretisterona 0,35mg (R$ 5,03). A qualidade da AF não mostrou associação estatisticamente significante com os gastos com medicamentos, porém apresentou uma correlação inversa (r= -0,110) com tendência a redução de gastos, a presença do Farmacêutico na US apresentou associação positiva significativa com a qualidade da AF (p-value= 0,014) e exerce um impacto econômico nos gastos com medicamentos com potencial economia de R$0,32 em média por paciente. Conclui-se que apesar dos esforços da descentralização ainda verifica-se a inequidade na ponta do SUS, onde na região de classe média alta houve maior alocação de recurso referente aos medicamentos e nas regiões mais carentes da cidade se concentra o maior volume de pacientes atendidos. Os gastos per capita com medicamentos básicos na APS de Fortaleza e o gasto por paciente atendido não condizem com os valores pactuados pelas esferas gestoras (R$ 6,20). Recomenda-se a presença do Farmacêutico nas US visando a racionalização dos gastos e consumo de medicamentos contribuindo para uma AF de qualidade e eficiente em Fortaleza.
10

Determinação da efetividade da atenção farmacêutica em pacientes hipertensos não-controlados : um ensaio clínico randomizado

Correa, Paulo Maximiliano January 2009 (has links)
Título: Determinação da efetividade da Atenção Farmacêutica em pacientes hipertensos não-controlados: um Ensaio Clínico Randomizado. Introdução: A Atenção Farmacêutica ainda é uma prática pouco conhecida, apesar de decorridos cerca de vinte anos do início concreto dessa atividade. Os agravos à saúde que comumente são alvos da Atenção Farmacêutica são as enfermidades crônicas como asma, diabetes, HIV/AIDS e hipertensão. Existem, contudo, poucos estudos de qualidade que comprovem a efetividade da Atenção Farmacêutica para a melhoria dos níveis pressóricos de pacientes hipertensos. Objetivo: Avaliar a efetividade da Atenção Farmacêutica na redução dos níveis pressóricos de pacientes hipertensos não-controlados. Métodos: Esta dissertação é o relato dos resultados parciais de um estudo em andamento. De uma amostra de 108 indivíduos hipertensos, não-controlados nas medidas de consultório, na MAPA de 24 horas e em tratamento farmacológico, 53 foram randomizados para o grupo intervenção e 55 para o grupo controle. Os pacientes do grupo intervenção receberam Atenção Farmacêutica de um farmacêutico treinado para realizar seguimento farmacoterapêutico segundo o Método Dáder, além do tratamento convencional com a equipe médica, enquanto os pacientes do grupo controle receberam apenas o tratamento convencional. O tempo de seguimento foi de 60 dias, sendo que, nesse período, os pacientes compareceram a consultas no dia da randomização e no sétimo, trigésimo e sexagésimo dias após a mesma. Concluído o período de seguimento, os pacientes repetiram a MAPA de 24 horas. Aferição do desfecho: Realizado pela variação entre os valores iniciais e finais dos parâmetros da MAPA. Resultados: Os pacientes apresentavam características semelhantes na linha de base. Tanto os pacientes do grupo intervenção quanto do grupo controle apresentaram redução nas pressões sistólica e diastólica pela MAPA. Houve tendência de maior redução da pressão arterial, particularmente da diastólica nos pacientes submetidos à intervenção farmacêutica. Conclusão: O estudo demonstrou que a Atenção Farmacêutica é um método viável e que pode auxiliar no controle dos níveis pressóricos de pacientes hipertensos não-controlados.

Page generated in 0.0752 seconds