• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 756
  • 18
  • Tagged with
  • 792
  • 792
  • 792
  • 465
  • 443
  • 426
  • 198
  • 195
  • 170
  • 126
  • 122
  • 115
  • 113
  • 102
  • 85
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Hanseníase no município de Sobral, Ceará : análise epidemiológica e operacional das ações de eliminação no período de 1997 a 2003 Leprosy in the municipality of Sobral, Ceará : epidemiological analysis and operational actions to eliminate the period 1997 to 2003

Campos, Sandra Solange Leite 2005 (has links)
CAMPOS, Sandra Solange Leite. Hanseníase no município de Sobral, Ceará : análise epidemiológica e operacional das ações de eliminação no período de 1997 a 2003. 2005. 105 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2005. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-08T13:51:51Z No. of bitstreams: 1 2005_dis_sslcampos.pdf: 537636 bytes, checksum: 29d4420e90148d762df112980194e16f (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-08T13:53:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2005_dis_sslcampos.pdf: 537636 bytes, checksum: 29d4420e90148d762df112980194e16f (MD5) Made available in DSpace on 2014-01-08T13:53:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2005_dis_sslcampos.pdf: 537636 bytes, checksum: 29d4420e90148d762df112980194e16f (MD5) Previous issue date: 2005 In the last 20 years, Brazilian health policy has been provoking fruitful discussions on the decentralization of the primary health care system. Even in the 21st century, the implementation of leprosy control measures on the public health level has been an ongoing challenge. In this context, the Family Health Program is a strategy for the reorientation and restructuring of the unified health system. This study has the objective to describe the epidemiologic factors that influenced the process of integration of leprosy control measures in the primary health care system in the Municipality of Sobral from 1997 to 2003. Sobral has been selected, as it represents one of the prioritized Municipalities for leprosy control in Ceará and as it is an example of successful implementation of an effective primary health care system. The process of leprosy elimination in the primary health care of Sobral was analyzed based on a retrospective description in the period from 1997 to 2003. The analysis of the epidemiological and operational indicators favored by the National Program of Leprosy Elimination, revealed high detection rates, mainly in 2003. Besides, considerable inconsistencies in age, clinical forms and operational classification indicate the possibility of diagnostic errors. Finally, in this study the process of integration of leprosy control measures in the Municipality of Sobral has been related to the epidemiological indicators. The possibility to develop integrated health care for leprosy patients in the primary health care system with effective involvement and control of community associations and other nongovernmental organizations is emphasized. The need to evaluate and monitor the epidemiology of leprosy, even in situations in which control measures seem to be successful, as it is the case with Sobral, is also discussed. O cenário político dos últimos 20 anos vem permitindo grandes discussões e avanços no sentido da descentralização das ações na atenção básica. A implementação das ações de controle da hanseníase no sistema público brasileiro mantém-se como um desafio constante, ainda presente no século XXI. Nesse contexto, o Programa de Saúde da Família vem representando a estratégia para a reorientação e reestruturação do sistema único de saúde. O presente estudo tem como objetivo principal descrever, do ponto de vista epidemiológico, os fatores que influenciaram o processo de integração das ações de controle da hanseníase na atenção básica no Município de Sobral de 1997 a 2003. Tomou-se como base Sobral uma vez que representa um dos municípios cearenses considerados prioritários, além de ser um exemplo de sucesso do desenvolvimento da atenção básica à saúde. Foi reconstruído o processo de eliminação das ações de controle da hanseníase na atenção básica do Município de Sobral a partir da descrição histórica no período de 1997 a 2003. A análise dos indicadores epidemiológicos e operacionais essenciais preconizados pelo Programa Nacional de Eliminação da Hanseníase no período de estudo permitiu o reconhecimento de altos coeficientes de detecção, principalmente em 2003. Além disso, importantes inconsistências relativas à análise mais detalhada de variáveis como idade, formas clínicas e classificação operacional em 2003 sinalizam para a possibilidade de inadequação diagnóstica. Por fim, procedeu-se à contextualização do processo de descentralização das ações de controle da hanseníase no Município de Sobral relacionando-o aos indicadores epidemiológicos no período. Ressalta-se nesse estudo a potencialidade do desenvolvimento da atenção integral aos pacientes com hanseníase na atenção básica, com efetivo envolvimento e controle dos movimentos sociais. Inclui-se nessa análise a necessidade de se avaliar e monitorar o cenário epidemiológico mesmo em situações em que se pressupostamente observa sucesso das ações de controle, como foi o caso do Município de Sobral.
2

Percepções de enfermeiras da atenção básica de saúde sobre a abordagem cultural do cuidado na relação com mães

Amaral, Rubia Fernanda Cardoso 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2013. Made available in DSpace on 2014-08-06T17:42:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326808.pdf: 538620 bytes, checksum: 2b02eaf0694bdff36cae2081abe7dc6c (MD5) Previous issue date: 2013 Trata-se de um estudo qualitativo, do tipo exploratório e descritivo, que tem por objetivo geral conhecer formas pelas quais enfermeiras, que atuam em Unidades Básicas de Saúde nos distritos de saúde do Município de Florianópolis, percebem e valoram saberes e práticas culturais das mães, e de que modo inserem tais valores e práticas nas ações assistenciais que desenvolvem. O referencial teórico adotado é a Teoria da Universalidade e Diversidade Cultural do Cuidado de Madeleine Leininger e revisão de literatura assistemática. Os participantes do estudo são dez enfermeiras que trabalham na atenção básica de saúde no Município de Florianópolis, em média duas enfermeiras por Distrito de Saúde. A coleta de dados foi realizada utilizando entrevistas semiestruturadas as quais foram gravadas com a permissão dos participantes e transcritas. Para nortear a análise dos dados, adotamos o processo de análise de conteúdo utilizando a técnica de análise temática. As categorias encontradas foram discutidas e interpretadas à luz da literatura e referencial teórico. Para auxiliar na organização e categorização dos dados, foi utilizado o software Atlas-Ti 5.0 (Qualitative Research and Solutions). Os resultados revelam que as enfermeiras: 1) percebem que cultura, saúde e cuidado estão interligados e que esta relação deve ser considerada como uma dimensão importante em seu atendimento; 2) estruturam sua consulta no conhecimento científico; 3) realizam a preservação e reestruturação do cuidado de acordo com cada situação trazida pelas mães; 4) necessitam aperfeiçoar a negociação do cuidado, a qual é realizada parcialmente; e 5) reconhecem dificuldades como estrutura física e falta de recursos humanos e facilidades como a Estratégia de Saúde da Família para o desenvolvimento de um cuidado culturalmente congruente e sinalizam para a necessidade de desenvolver algumas competências como a escuta qualificada, o respeito à diversidade cultural e à territorialização da comunidade na qual atuam. Sugere-se a necessidade de uma educação permanente voltada para o conhecimento de práticas transculturais.
Abstract : It is a qualitative study, of exploratory and descriptive type, that has as general aim know ways in which nurses who work at Primary Health Care Units in districts of Florianópolis, notice and value knowledge and mother cultural practices, and in what way they insert such values and practices in assistencial actions that they develop. The theoretical referential taken is the Theory of Universality and Cultural Diversity of care from Madeleine Leininger and review of unsystematic literature. The participants of the study are ten nurses who work at primary health care in Florianópolis, on average two nurses per Health District. The dada collection was done using interviews semistructured which were recorded with participants permission and transcribed. To guide the dada analysis, it was taken the process of content analysis using the technique of thematic analysis. The categories found were discussed and interpreted according to the literature and theoretical referential. To assist the dada organization and categorization, it was used the software Atlas- Ti 5.0 (Qualitative Research and Solutions). The results show that the nurses: 1) realize that culture, health and care are interconnected and this relation must be considered as an important dimension in their treatment; 2) organize their consultation on scientific knowledge; 3) do the preservation and restructuring of care according to each situation taken by mothers; 4) need to improve care negotiation, that is partly done; 5) notice difficulties like physical structure and lack of human resources and facilities like the Family Health Strategy to the development of a care culturally congruent and point to the necessity of developing some competencies like qualified listening, the respect to the cultural diversity and the territorialization of the community where they work. It is indicated the necessity of a permanent education focused on the knowledge of transcultural practices.
3

Visita domiciliária na atenção à saúde : revisão integrativa da literatura Home visit in health care : integrative review os litereture

Leite, Bruna Michelle Belém 2011 (has links)
LEITE, Bruna Michelle Belém. Visita domiciliária na atenção à saúde : revisão integrativa da literatura. 2011. 59 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2011. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-10-26T12:06:59Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_bmbleite.pdf: 471378 bytes, checksum: 82a719460f2d89b12af5d38529baec65 (MD5) Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-10-26T15:13:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_bmbleite.pdf: 471378 bytes, checksum: 82a719460f2d89b12af5d38529baec65 (MD5) Made available in DSpace on 2012-10-26T15:13:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_bmbleite.pdf: 471378 bytes, checksum: 82a719460f2d89b12af5d38529baec65 (MD5) Previous issue date: 2011 Home Visit (HV) is a technology used in health care which, although it is not recent practice, is present in the entire world. Evidence-based practice is the theoretical and methodological framework adopted in this study which selected the integrative review as research method. Results found in the clinical practice of visits will be used in both primary care and nursing care. This study aims at assessing the scientific production about HV and its concept, methodology, purpose as well as situations available in both national and international literature. CINAL, PubMed, Lilacs, Scielo and Cochrane were the five databases used for the selection of articles. The sample of this review consisted of 13 articles concerning HV in primary care. Results showed that the ones who study HV are still not worried about conceptualizing it. Based on these findings it can be inferred that since HV is a technology incorporated into primary care service routine, it is unnecessary, for some authors, the conceptualization of HV. The articles have evaluated this technology and its effectiveness in health care services. It was observed a variety of population groups receiving visits, such as, infants, children, adolescents, the elderly and the ones in specific situations: women in recovery stage, pregnant women and diabetics. However, there is the predominance of visits to the elderly aged between 70 and 84. Concerning the professionals carrying out the visits, there was some variety as well, but nurses, followed by health workers, are the main conductors of such practice. Given the health-disease process, HV has been held in the care focusing on the disease, which fulfills the service temporarily, devaluing the favorable effect of family environment for actions of health promotion, prevention or diagnosis of diseases. This study aimed at providing information to improve the practice of HV in primary care as well as encouraging nurses to develop researches which have as result strong evidences related to the production of new methodologies for HV to specific groups in primary care. A Visita Domiciliária (VD), tecnologia utilizada na atenção à saúde, não é uma prática recente e está presente em todo o contexto de cuidados de saúde no mundo. A prática baseada em evidência apresenta-se como o referencial teórico-metodológico adotado neste estudo, que selecionou a revisão integrativa como método de pesquisa para utilizar, na atenção básica e na assistência de enfermagem, os resultados encontrados na prática clínica da visita. O objetivo deste estudo é avaliar as produções científicas disponíveis na literatura nacional e internacional sobre VD em seus aspectos conceituais, metodológicos, finalidade e situações diante do processo saúde e doença.. Para a seleção dos artigos foram utilizadas cinco bases de dados, Cinahl, Pubmed, Lilacs, Cochrane e Scielo, e a amostra desta revisão constituiu-se de 13 artigos, referentes à VD na atenção básica. Os resultados evidenciaram que conceituar VD ainda não é uma preocupação para aqueles que a estudam, o que se pode inferir que por ser uma tecnologia incorporada na rotina dos serviços da atenção básica, torna-se desnecessário, para alguns autores, a sua conceituação. Os artigos avaliaram a tecnologia e sua eficácia na prestação dos serviços de saúde. Observa-se uma variedade de grupos populacionais que recebem visitas, tais como recém-nascidos, crianças, adolescentes, idosos e aqueles em situações específicas: puérperas, grávidas e diabéticos. Visualiza-se, porém, um predomínio das visitas realizadas aos idosos na faixa etária de 70 a 84 anos. Quanto aos profissionais que estão realizando a visita domiciliária, houve diversificação, concentrando-se no enfermeiro, seguido pelo agente de saúde, como executores dessa prática. Diante do processo saúde-doença a VD está sendo realizada na prestação de cuidados centrados ainda na doença, o que satisfaz a prestação de serviços momentaneamente, desvalorizando o efeito favorável do ambiente familiar para ações de promoção à saúde, prevenção ou diagnóstico de doença. Este estudo pretendeu fornecer subsídios para a melhoria da prática da VD na atenção básica, bem como estimular os enfermeiros no desenvolvimento de pesquisas que produzam evidências fortes relativas à elaboração de novas metodologias e teorização para a realização da VD a grupos específicos na atenção básica.
4

A percepção dos farmacêuticos como profissionais de saúde no SUS em Fortaleza-CE The pharmacists perception as health professionals in primary care in the SUS in Fortaleza, CE

Oliveira, Alex Ferreira de 2008 (has links)
FERREIRA, Alex Ferreira de. A percepção dos farmacêuticos como profissionais de saúde no SUS em Fortaleza-CE. 2008. 123 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-14T15:54:57Z No. of bitstreams: 1 2008_dis_afoliveira.pdf: 677630 bytes, checksum: 83190a9edc8838da5605eb888d6693f2 (MD5) Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-17T13:51:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dis_afoliveira.pdf: 677630 bytes, checksum: 83190a9edc8838da5605eb888d6693f2 (MD5) Made available in DSpace on 2012-12-17T13:51:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dis_afoliveira.pdf: 677630 bytes, checksum: 83190a9edc8838da5605eb888d6693f2 (MD5) Previous issue date: 2008 The evolution of pharmaceutical extent through Public Health services and clinical context is a global tendency with repercussion on new professional practices development to support the attributions that didn’t exist before. In Brazil the pharmacist role to implement the National Drug Policy and pharmaceutical practices, including pharmaceutical care, in primary health care, is being regulated, causing troubles in working process that go beyond technical aspects. To promote an approximation of this reality, we use an exploitative descriptive study which resorted qualitative research method, with interviews applied to pharmacists and observational techniques applied to professionals and health family centers. The objective was to recognize the local reality and evaluate pharmacists’ perception like health professionals in their routine activities. We visited 12 (92%) of 13 health family centers what have pharmacist working in primary health care pharmacies, of witch 5 (42%) work during 2 turns and 7 (58%) at 3 turns, they have 30 PSF teams to cover their areas and a variable registered professional list according to units needs. We also observed structure problems, lack planning and low level of team work. The pharmacies follow the same problems that we identify in the health family centers, but it works more isolated. We interview 17 (94%) of 18 pharmacists, 13 (76%) women and 4 (24%) men; with age group between 26 and 58 years old. A number of 15 (88%), graduated by Public University, between 1878 and 2006, the major have qualification in biochemistry (53%) and was public servants (82%), with 18 year middle work time. The only post graduation related was expert, concluded by 41% of them. The pharmacist’s perceptions means rubs identifications, related to symbolic and practice categories that raise difficulties the pharmacist’s conception like health professionals and better services promotion. Its essential recover the pharmacist’s self-esteem and promotes a professional guidance to improve actions of health integrality. A evolução do âmbito profissional do farmacêutico em direção à saúde pública e ao contexto clínico, é um fenômeno global e repercute no desenvolvimento de novas práticas profissionais para dar conta de atribuições antes inexistentes. No Brasil, o papel do farmacêutico na implementação da política nacional de medicamentos, na Assistência e Atenção Farmacêutica do nível primário de saúde, vem sendo regulamentado, criando tensões no processo de trabalho que vão além dos aspectos de ordem técnica. Para permitir a aproximação dessa realidade, foi utilizado um estudo exploratório de caráter descritivo que empregou o método qualitativo de pesquisa através de entrevistas abertas aplicadas aos farmacêuticos e observação dos espaços e atividades das unidades que apresentam esse profissional de saúde, com o objetivo de avaliar a percepção do farmacêutico como profissionais de saúde, relativa as suas próprias atividades. Dos 13 Centros de Saúde da Família, 12 (92%) foram visitados, dos quais 5 (42%) funcionam dois turnos (manhã e tarde) e 7 (58 %) durante os três turnos, com um total de 30 equipes de PSF distribuídas para a cobertura das áreas de abrangência e quadro de servidores e profissionais de saúde variando com a necessidade de cada Centro. Foram observadas também dificuldades estruturais, carência de planejamento, além de baixo nível de trabalho em equipe. As farmácias seguiram as problemáticas dos Centros, trabalhando de forma mais isolada. Dos 18 farmacêuticos atuando, 17 (94%) foram entrevistados, sendo 13 (76%) do sexo feminino e 4 (24%) do masculino; com faixa etária variando entre 26 a 58, e idade média de 46 anos, dos quais 15 (88%) graduaram-se por Universidade pública, entre 1978 e 2006, em sua maior parte Bioquímicos (53%), concursados (82%), com tempo médio de serviço de 18 anos. A única pós-graduação relatada foi especialização, cursada por 41% dos entrevistados. A percepção desses profissionais possibilitou a identificação de nós, conectados à esfera simbólica e de domínio prático, que dificultam a concepção dos mesmos como profissionais de saúde e a promoção de um serviço de melhor qualidade. Faz-se necessário recuperar a auto-estima e promover direcionamento desses profissionais para a melhoria de ações de integralidade na saúde.
5

Gastos com medicamentos distribuídos em Atenção Primária de Saúde em Fortaleza- Ce e co-fatores influentes do ano de 2007 Drug distribution expenses in Primary Health Care in Fortaleza-Ce and co-factors influential in 2007

Chaves, Elton da Silva 2009 (has links)
CHAVES, Elton da Silva. Gastos com medicamentos distribuídos em Atenção Primária de Saúde em Fortaleza- Ce e co-fatores influentes do ano de 2007. 2009. 161 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-17T14:02:17Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_eschaves.pdf: 1541844 bytes, checksum: 3874c436cf2e7f316bf6409730d0e17c (MD5) Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-19T13:32:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_eschaves.pdf: 1541844 bytes, checksum: 3874c436cf2e7f316bf6409730d0e17c (MD5) Made available in DSpace on 2012-12-19T13:32:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_eschaves.pdf: 1541844 bytes, checksum: 3874c436cf2e7f316bf6409730d0e17c (MD5) Previous issue date: 2009 The increased investment in the acquisition of drugs have shown significant improvements in health indicators and in the Pharmaceutical Assistance (P.A.). Addressing the needs of the population and ensure access to medicines with equity and efficiency has been a major challenge for health authorities. This work started from the need for a diagnosis of resource allocation for P.A. in the administrative areas of Fortaleza and its Health Units (H.U). This is a retrospective analysis of the database with features of ecological and descriptive study where we examined the secondary data acquisition and distribution of drugs between January - December 2007, the H.U. operating in the municipality. The main goal was to determine the distribution of drug costs in Primary Health Care (PHC) in Fortaleza, Brazil between the H.U. and its regional and analyze the associated factors. To this end, characterized the cost of medication by number of patients in each H.U., it was classified according to ATC and scaled up consumption in DDD have been correlated with the characteristics of the service by examining the Pearson correlation test and t - student to identify co-influencing factors. Total expenditure on essential drugs was estimated at R$9.29 million and the per capita expenditure of R$3.82 and spending per patient from R$2,41. The period of the year that more was spent on drugs was in the 2nd quarter (28,36%) and 9,57% in April and 10,46% in June. The region had the highest spending was the Region II (R$ 2.216.886,94) that has a high Human Development Index (HDI). The average cost per patient was highest in Region V (R$2.82) which is concentrated the population with lower income and low HDI. The therapeutic classes with the highest representation were systemic antibiotics (18,8% of total spending, represented mainly by beta-lactam antibiotics, penicillins), followed by antidiabetics (9.4% oral hypoglycemic agents) and with antihypertensive action on the renin-angiotensin (8,6% and 8,2% only with captopril). The most frequently consumed drugs were: captopril (17,2 DDDs / 1,000 patients seen per day), hydrochlorothiazide (11,9) and aspirin (7,9). The Antiasthmatic represented the most expensive (unit price R$20,66 for Beclometasone 250mcg, R$18,36 Beclomethasone 50mcg and Salbutamol 100mg R$8.57) though the relationship cost / DDD were the most costly: Fenoterol 0.5% (R$11,88), penicillin 600.000 UI (R$6.59) and norethisterone 0.35 mg (R$5,03). The quality of P.A. showed no statistically significant association with the cost of medication, but had an inverse correlation (r = -0,110) with a tendency to reduce spending, the presence of the Pharmacist in the H.U. showed a significant positive correlation with the quality of P.A. (p -value = 0,014) and has an economic impact in spending on drugs with potential savings of R$ 0,32 on average per patient. We conclude that despite the efforts of decentralization still there is inequity in the tip of the Public Health System, which in the upper middle class there was a higher resource allocation relating to medicinal products and in the poorest regions of the city with the highest volume of patients served. Per capita spending on essential drugs in PHC Fortaleza and spending per patient are not consistent with the values agreed upon by management levels (R$6.20). It is recommended that the presence of the Pharmacist in the H.U. aimed at rationalizing spending and consumption of drugs contributing to P.A. quality and efficient in Fortaleza. Os crescentes investimentos na aquisição de medicamentos não têm manifestado melhorias significativas nos indicadores de saúde e no âmbito da Assistência Farmacêutica (AF). Suprir as necessidades da população e garantir o acesso aos medicamentos com equidade e eficiência tem sido um grande desafio para as autoridades sanitárias. O presente trabalho partiu da necessidade de um diagnóstico da alocação de recursos destinados a AF nas áreas administrativas de Fortaleza e suas Unidades de Saúde (US). Trata-se de uma análise retrospectiva de base de dados com características de estudo ecológico, descritivo onde foram pesquisados os dados secundários de aquisição e distribuição de medicamentos entre Janeiro - Dezembro de 2007, nas US operantes no município. Teve como objetivo principal conhecer a distribuição dos gastos com medicamentos em Atenção Primária de Saúde (APS) de Fortaleza-Ce entre as regionais e suas US e analisar os fatores associados. Para tal, caracterizou-se os gastos com medicamentos por número de atendimento em cada US, classificou-se segundo a ATC e dimensionou-se o consumo em DDD, sendo correlacionados com as características do serviço por análise de correlação de Pearson e Teste t-student para identificação de co-fatores influentes. O gasto total com medicamentos básicos estimado foi de R$ 9,29 milhões sendo o gasto per capita de R$3,82 e o gasto por paciente atendido de R$2,41. O período do ano que mais se gastou com medicamentos foi no 2º trimestre (28,36%) sendo 9,57% no mês de Abril e 10,46% em Junho. A região que deteve o maior gasto foi a Regional II (R$2.216.886,94) que possui um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O gasto médio por paciente foi maior na Regional V (R$2,82) onde está concentrada a população com menor renda e Baixo IDH. As classes terapêuticas com maior representatividade foram os antibacterianos sistêmicos (18,8% do total dos gastos; representados principalmente pelos beta-lactâmicos, penicilinas), seguido por antidiabéticos (9,4% hipoglicemiantes orais) e antihipertensivos com ação no sistema renina-angiotensina (8,6% sendo 8,2% somente com captopril). Os medicamentos mais consumidos foram: Captopril (17,2DDDs/1,000 pacientes atendidos/dia), Hidroclorotiazida (11,9) e Ácido acetilsalicílico (7,9). Os Antiasmáticos representaram os mais caros (preço unitário R$20,66 para Beclometasona 250mcg, R$18,36 Beclometasona 50mcg e Salbutamol 100mg R$8,57) entretanto na relação gasto/DDD os mais custosos foram: Fenoterol 0,5% (R$ 11,88), penicilina benzatina 600.000UI (R$ 6,59) e noretisterona 0,35mg (R$ 5,03). A qualidade da AF não mostrou associação estatisticamente significante com os gastos com medicamentos, porém apresentou uma correlação inversa (r= -0,110) com tendência a redução de gastos, a presença do Farmacêutico na US apresentou associação positiva significativa com a qualidade da AF (p-value= 0,014) e exerce um impacto econômico nos gastos com medicamentos com potencial economia de R$0,32 em média por paciente. Conclui-se que apesar dos esforços da descentralização ainda verifica-se a inequidade na ponta do SUS, onde na região de classe média alta houve maior alocação de recurso referente aos medicamentos e nas regiões mais carentes da cidade se concentra o maior volume de pacientes atendidos. Os gastos per capita com medicamentos básicos na APS de Fortaleza e o gasto por paciente atendido não condizem com os valores pactuados pelas esferas gestoras (R$ 6,20). Recomenda-se a presença do Farmacêutico nas US visando a racionalização dos gastos e consumo de medicamentos contribuindo para uma AF de qualidade e eficiente em Fortaleza.
6

Evolução da saúde da criança no Ceará : um retrato de dois momentos, 1987 e 1994 Evolution of child health in Ceará : A portrait of two periods, 1987 and 1994

Silva, Anamaria Cavalcante e 1998 (has links)
SILVA, Anamaria Cavalcante e. Evolução da saúde da criança no Ceará : um retrato de dois momentos, 1987 e 1994. 1998. 196 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 1998. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-11-13T15:21:43Z No. of bitstreams: 1 1998_dis_acsilva.pdf: 14457556 bytes, checksum: 2d72fdb7763f54b01d452c775e5a59a7 (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-11-13T15:22:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 1998_dis_acsilva.pdf: 14457556 bytes, checksum: 2d72fdb7763f54b01d452c775e5a59a7 (MD5) Made available in DSpace on 2013-11-13T15:22:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1998_dis_acsilva.pdf: 14457556 bytes, checksum: 2d72fdb7763f54b01d452c775e5a59a7 (MD5) Previous issue date: 1998
7

A complexidade da formação médica na e para atenção básica como parte de dois sistemas e um sistema à parte The complexity of medical training in and for primary care as part of two systems and a system apart

Sousa, Maria do Socorro de 2014 (has links)
SOUSA, Maria do Socorro de. A complexidade da formação médica na e para atenção básica como parte de dois sistemas e um sistema à parte. 2014. 460 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2015-04-17T14:23:26Z No. of bitstreams: 1 2014_tese_mssousa.pdf: 9633426 bytes, checksum: b3e893431978c6471eb53217ee0272fc (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2015-04-17T14:24:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_tese_mssousa.pdf: 9633426 bytes, checksum: b3e893431978c6471eb53217ee0272fc (MD5) Made available in DSpace on 2015-04-17T14:24:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_tese_mssousa.pdf: 9633426 bytes, checksum: b3e893431978c6471eb53217ee0272fc (MD5) Previous issue date: 2014 Medical training in Brazil still perceives the hospital as the place par excellence for medical students to learn and practice, this means emphasizing hard technologies and procedures at the expense of Primary Health Care. With the advent of the proposal for preventive medicine, a paradigm to counterpoint the hospital-centered model has been developed since the 1960s, and the Alma-Ata Declaration of 1978, under the slogan Health for All, was a political milestone worldwide, which aimed to implement Primary Health Care by the end of the twentieth century. Although the scenario has been changing with the support of the National Curriculum Guidelines published in 2001, the issue of training at this level of care continues to demand integrality in all aspects, essentially requiring a holistic view of the person as a human being when the subject of care. Therefore this research has the general aim of: evaluating the medical training practices that are intended to train physicians to act in primary health care and the articulation of these practices with health services and management. The approach was evaluative, using research-action-participatory methods in three fundamental, dynamic and interrelated key moments, based on the participative planning approach and the spirals of participatory research-action. The information and ideas of the subjects were collected from fifty (50) semi-structured interviews, participant-observations, and documents. The analysis was continuous and circular, understood as mediation in the construction of knowledge. Complex thinking aspires to multidimensional knowledge and makes the analysis a spiral process, containing: knowledge, comprehension, application, analysis, synthesis and evaluation, in a dialogic relationship. The results point to the legitimacy of the (auto)biography as a privileged form of mental and reflective activity in which the human being represents and understands him/herself, within the social environment and the importance of an integrative framework that includes contextualization and ongoing reflection. The action of training the physician should be assessed in view of two time dimensions: the training of the doctor of the future and the present dimension, including the objective understanding of their practices and the subjective, supported by a complex understanding, in and for Primary Health Care. The research evidenced weaknesses regarding the internal and external connections to the course, how documents existing in in the University connect (or should connect), from the perspective of training for PHC, with a perceived incongruity between them. However, efforts were detected to make the evaluation permanent and an institutional culture. The mode of participatory research-action was practiced as a proposal for a path to permit the assessment, transforming it into an integral part of planning, supported by the paradigm of complexity. To understand this dynamic movement of formation, even considering its limitations, the survey showed that the evaluation should not consider only the knowledge of the practices and the objective understanding, but also the subjective complex understanding. A formação médica no Brasil, ainda, reconhece no hospital o lugar por excelência para a aprendizagem e a prática do estudante de medicina, isto significa enfatizar as tecnologias duras e os procedimentos em detrimento da Atenção Primaria à Saúde. Com o advento da proposta da medicina preventiva, um paradigma para se contrapor ao modelo hospitalocêntrico, vem sendo elaborado desde a década de 1960, e a Declaração de Alma-Atá em 1978, sob o lema Saúde Para Todos, foi um marco político de âmbito mundial, que visou a alcançar a realização da Atenção Primária em Saúde até o final do século XX. Embora o cenário venha mudando com suporte nas Diretrizes Curriculares Nacionais publicadas em 2001 a problemática da formação para este nível de atenção continua exigindo a concretização da integralidade em todos os aspectos, essencialmente o homem ser visto por inteiro como ser humano, no ato de cuidar. Por isto esta pesquisa teve como objetivo geral: avaliar as práticas de formação médica que tenham como finalidade formar médicos para atender a Atenção Básica à Saúde e a articulação dessas práticas com a gestão e os serviços de saúde. A Abordagem foi avaliativa do tipo pesquisa-ação participativa, em três momentos fundamentais, dinâmicos e interligados, baseados na abordagem do planejamento participativo e nas espirais da pesquisa-ação participativa. Foram recolhidas as informações, idéias dos sujeitos em cinqüenta (50) entrevistas semiestruturadas, observações-participantes e documentos. A análise foi contínua e circular, compreendida como mediação na construção do conhecimento. O pensamento complexo aspira ao conhecimento multidimensional e faz da análise um processo espiral, contendo: o conhecimento, a compreensão, a aplicação, a análise, a síntese, a avaliação, em uma relação dialógica. Os resultados apontam para a legitimação da (auto)biografia como forma privilegiada da atividade mental e reflexiva, na qual o ser humano se representa e compreende a si mesmo, no seio do ambiente social. A importância de um referencial integrador que inclua a contextualização e reflexão permanente. A ação de formar médico deve ser avaliada, tendo em vista duas dimensões temporais: no sentido da formação do médico do futuro e na dimensão do presente, incluindo a compreensão objetiva de suas práticas e a subjetiva, com suporte em uma compreensão complexa, na e para a Atenção Básica à Saúde. A pesquisa evidenciou fragilidades referentes às conexões internas e externas ao curso, como os documentos existentes na Universidade se conectam (ou deveriam se conectar), na perspectiva da formação em ABS, sendo percebida uma incongruência entre eles. Foi identificado, no entanto, um esforço de tornar a avaliação algo permanente e uma cultura institucional. Foi ensaiada a modalidade de pesquisa-ação participativa como proposição de um caminho que poderá dar conta da avaliação, transformando-a em parte integrante do planejamento, subsidiada pelo paradigma da complexidade. Para se compreender este movimento dinâmico de formar, a pesquisa mostrou, mesmo considerando seus limites, que a avaliação não deve considerar tão somente o conhecimento das práticas, a compreensão objetiva, mas também a compreensão subjetiva, complexa.
8

O acolhimento na percepção dos enfermeiros da atenção básica na região de Lins

Penques, Rosana Maria do Vale Barreira. 2011 (has links)
Orientador: Maria de Lourdes da Silva Marques Ferreira Banca: Jairo Aparecido Ayres Banca: Maria José Sanches Marin Resumo: O objetivo deste estudo foi compreender a percepção de enfermeiros sobre acolhimento na atenção básica dos municípios da região de Lins. Optou-se por uma abordagem qualitativa, na vertente da fenomenologia do fenômeno situado. Participaram do estudo 21 enfermeiros, e a entrevista foi estratégia utilizada para obtenção das descrições, por meio da questão norteadora: Qual a sua percepção sobre o acolhimento na Atenção Básica?. Foram elaboradas as seguintes categorias para análise: falta de investimento, os princípios do SUS, processo de trabalho e as etapas do acolhimento, ação multidisciplinar, integral e preventiva e postura acolhedora. Na análise identificou-se a necessidade de recursos humanos, físicos e de educação em saúde quanto à falta de investimento. No que se refere à relação dos princípios do SUS com o acolhimento, as diferentes formas de relacionamento do profissional com o usuário, resolubilidade e responsabilidade, envolvimento de gestores, acolhimento com parte integrante do programa nacional de humanização e integralidade nos serviços básicos de saúde. Quanto ao processo de trabalho do enfermeiro, destacou-se a forma de sistematizar a assistência, escuta das necessidades e forma de avaliar a vulnerabilidade. A ação multidisciplinar facilita as ações preventivas e de integralidade e promove orientação, aconselhamento e escuta qualificada. Quanto à postura acolhedora, envolve perfil, importância principalmente na porta de entrada e relacionamento empático. Considera-se que a fenomenologia possibilitou a compreensão da percepção dos enfermeiros sobre o acolhimento, por meio do desvelamento deste fenômeno na vivência destes sujeitos Abstract: This study aimed at understanding nurses' perception of patient embracement in primary care in cities located in the region of Lins. A qualitative phenomenological approach was used. Twenty-one nurses participated in the study, and interviews were used for description collection by means of the guiding question: What is your perception of patient embracement in Primary Care?. The following categories were designed for analysis: lack of investment, SUS principles, the work process and embracement phases, multidisciplinary, full and preventive action and embracing attitude. The analysis identified the need for human, physical and health education resources in relation to lack of investment. With respect to the relationship of SUS principles with embracement, the various forms of relationship between professionals and users, resolubility and responsibility, managers' involvement, embracement as part of the national program for humanization and integrality in primary health care were addressed. Concerning nurses' work process, the forms for systematizing care, listening to needs and forms of evaluating vulnerability are noteworthy. Multidisciplinary action facilitates preventive and integrality actions and promotes qualified orientation, counseling and listening. As concerns the embracing attitude, it involves profile, importance particularly at entrance and empathic relationship. It is considered that phenomenology enabled us to understand nurses' perception concerning embracement by revealing such phenomenon in those subjects' experience Resumen: El objetivo de este estudio fue comprender la percepción de enfermeros sobre la acogida en la atención básica de los municipios de la región de Lins, São Paulo, Brasil. Se optó por un enfoque cualitativo, en la vertiente de la fenomenología del fenómeno situado. Participaron en el estudio 21 enfermeros. La entrevista fue la estrategia utilizada para obtener las descripciones utilizando la pregunta guía: ¿Cuál es su percepción de la acogida en la Atención Básica? Se elaboraron las siguientes categorías para análisis: falta de inversión, los principios del SUS, proceso de trabajo y las etapas de la acogida, acción multidisciplinar, integral y preventiva y postura acogedora. En el análisis se identificó la necesidad de recursos humanos, físicos y de educación en salud en cuanto a la falta de inversión. En lo que se refiere a la relación de los principios del SUS con la acogida, se notaron las diferentes formas de relación del profesional con el usuario, la resolubilidad y responsabilidad, la participación de gestores, la acogida con parte integrante del programa nacional de humanización y la integralidad en los servicios básicos de salud. En cuanto al proceso de trabajo del enfermero, se destacaron la forma de sistematizar la asistencia, la escucha de las necesidades y la forma de evaluar la vulnerabilidad. La acción multidisciplinar facilita las acciones preventivas y de integralidad y promueve orientación, asesoría y escucha cualificada. Ya la postura acogedora involucra perfil, importante sobre todo a la puerta de ingreso, y una relación empática. Se considera que la fenomenología ha posibilitado la comprensión de la percepción de los enfermeros acerca de la acogida por medio del desvelo de este fenómeno en la vivencia de estos sujetos Mestre
9

Percepção de gestores e profissionais da saúde sobre a linha de cuidado do sobrepeso e da obesidade

Maximiano, Thais de Oliveira 2017 (has links)
Orientador: Maria Rita Marques de Oliveira Resumo: Introdução: A obesidade é um problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Ações são realizadas nacionalmente para combate-la, porém, o Sistema Único de Saúde (SUS) ainda não está preparado para assumir essa reponsabilidade. Inúmeros problemas são enfrentados no dia-a-dia com a demanda de pacientes obesos no SUS. Esse assunto tem despertado a preocupação de gestores e profissionais da saúde a buscar estratégias para colocar em prática essa linha de cuidado, porém ainda não há registros de um efetivo exercício desse plano. Objetivo: Compreender a implementação da linha de cuidado do sobrepeso e da obesidade, na perspectiva de gestores de múltiplas secretarias e profissionais de saúde. Método: O estudo foi realizado no sistema de saúde de um município paulista de médio porte. Utilizou-se a análise de conteúdo, sob a perspectiva qualitativa. Para a análise foi construído um quadro a partir dos depoimentos, categorizando-os em temas e subtemas. Os entrevistados foram compostos por dois grupos distintos, sendo eles secretários em sete secretarias do município e profissionais da saúde envolvidos na atenção primária do município. As entrevistas versaram sobre o conhecimento dos entrevistados quanto à prevenção e ao controle da obesidade, como seria a estrutura organizacional das instituições e atores de interesse e quais as dificuldades e facilidades encontradas para o desenvolvimento de uma linha de cuidado para o controle do sobrepeso e da obesidade. Para a coleta dos dados de i... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Mestre
10

Movimento Atenção Primária à Saúde como um produto da hegemonia

Lima, Rita de Cássia Gabrielli Souza 2013 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013. Made available in DSpace on 2014-08-06T17:07:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 325245.pdf: 2323475 bytes, checksum: c8a0762cfd9da08b09a1fe4f22333e5b (MD5) Previous issue date: 2013 A proposta deste estudo nasceu de uma insistente observação gerada em nossas experiências profissionais e acadêmicas: a inclinação social que condiciona a existência do hoje às incertezas do amanhã tem gerado nas ações de Atenção Primária à Saúde uma expressiva lógica de subordinação do sofrimento humano da concretude da vida à ordem moderna contemporânea de materialização da ideia de risco. Entendendo por sofrimento humano da concretude da vida os eventos que estão atuando no processo de viver das pessoas no tempo presente, ora objetivos, ora subjetivos, mas sempre históricos, e que para elas estão determinando e/ou condicionando o seu estar bem na vida. Tal observação nos mobilizou para buscar no "Movimento Atenção Primária à Saúde" (MAPS), protagonizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no período compreendido entre 1948 e 1978, se e como a ideia de risco se apresentou naquele momento histórico. Para o desenvolvimento do estudo, utilizou-se como recurso metodológico a reconstrução etnográfica de abordagem ética na perspectiva demartiniana, a partir da relação com documentos originais das Assembleias Mundiais de Saúde (AMS) da OMS. A exposição do objeto e a análise dos dados foram conduzidas pelo aporte teórico de Gramsci, especialmente a sua análise da teoria da hegemonia. Defende-se a tese de que a ideia de risco está presente como um dispositivo simbólico para atuar no controle da cultura social coletiva nomeada Atenção Primária à Saúde, produzida nas relações hegemônicas da OMS, entre 1948 e 1978. Essa cultura se impôs como um componente estratégico para operar a hegemonia no cultivo de saúde como objeto de intervenção para o desenvolvimento econômico e social de sociedades com formação econômico-social capitalista. O Movimento que a encadeou, o MAPS, apresentou-se, no recorte eleito, como uma reforma setorial do pensamento em saúde, cujos fins se expressaram em três verbos: resistir e conservar para desenvolver. O estudo chama atenção para o fato de que as lutas para mudar as condições de existência seriam o recurso para reduzir, oxalá desconstruir, a atuação da ideia de risco como dispositivo simbólico e inserir a saúde nas ações de APS como bem comum, um direito não somente teórico. Nessa nova consciência social, a resistência e a conservação da invisibilidade da saúde concreta do tempo presente, observada nas ações impulsionadas pelo MAPS, entre 1948 e 1978, e propagadas internacionalmente, poderiam ser fraturadas.
Abstract : The proposal of this study arose of an insistent observation generated in our professional and academic experiences: the social inclination that conditions today's existence to tomorrow's uncertainties has generated a subordination logic of the human suffering about the concreteness of living to the contemporaneous modern order of materialization of the notion of risk. For "human suffering about the concreteness of life", we understand the events that act in the process of people life in the present, sometimes objective, sometimes subjective, but always historical, and that for them are determining and/or conditioning their well-being in life. This observation mobilized us to seek in the "Primary Health Care Movement" (PHCM), effected by the World Health Organization (WHO), in the period of 1948-1978, if and how the idea of risk was presented in that historical moment. To develop this study, we used the ethnographic reconstruction with an ethical approach, in the Dematinian perspective, as the methodological resource, from original documents of WHO's World Health Assemblies (WHA). The object presentation and data analysis were conducted by the Gramschi theories, specially his analysis of hegemony. We hold the thesis that the risk idea is present as a symbolic device to act in the control of the colective social culture, produced in the WHO hegemonic relations, between 1948 and 1978, and named Primary Health Care. This culture was imposed as a strategic component to operate the hegemony in the health maintenance as an intervention object to the economic and social development of capitalist societies. The Movement that started it, PHCM, was presented, in our analysis, as a sectoral reform of health thinking, whose purposes were expressed in three verbs: resisting and conserving with the objective to develop. This study draws attention to the fact that the conflicts that aim changing the existence conditions would be the resource to decrease, or even deconstruct, the acting of the risk idea as a symbolic device, and insert health in the PHC actions as a common good, not only as a theoretical right. In this new social conscience, the resistence and conservation of the invisibility of concrete health of the present time, observed in the actions promoted by the PHCM, between 1948 and 1978, and internationally disseminated, could be disrupted.

Page generated in 0.136 seconds