• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 556
  • 13
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 599
  • 331
  • 81
  • 68
  • 59
  • 49
  • 48
  • 46
  • 40
  • 35
  • 33
  • 32
  • 31
  • 31
  • 29
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Avaliação de aspectos relacionados á utilização de um adesivo para próteses totais convencionas: estudo in vitro

Leite, Andressa Rosa Perin [UNESP] 13 March 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-03-13Bitstream added on 2014-06-13T18:58:08Z : No. of bitstreams: 1 leite_arp_me_arafo.pdf: 1273945 bytes, checksum: cb5883147f849ba467e943f22b736489 (MD5) / O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência da utilização de um adesivo para prótese (Ultra Corega creme) na formação de biofilme sobre a superfície interna de próteses totais e na microbiota bucal, no grau de satisfação, além da estimativa de custo médio diário do produto. Trinta pacientes receberam próteses totais novas, e foram divididos em dois protocolos: protocolo 1- utilização do adesivo durante os primeiros 15 dias de teste, seguida por não utilização de nenhum tipo de adesivo durante os próximos 15 dias; protocolo 2- não utilização de adesivo durante os primeiros 15 dias de teste, seguida por utilização do adesivo durante os próximos 15 dias. Após cada período de 15 dias, o biofilme formado na superfície interna das próteses totais foi corado e quantificado por meio de um método fotográfico com o auxílio de um software (Image Tool 3.00). Amostras de material da mucosa palatina e da superfície interna das próteses superiores foram plaqueadas em meios seletivos para Candida spp. e Streptococcus mutans e em um meio não seletivo. Ainda, foi aplicado um questionário para avaliação da satisfação com as próteses e o custo médio diário do produto foi estimado por meio de fórmulas matemáticas. Todas as análises foram realizadas com α = 0,05 e foram empregados testes apropriados à distribuição dos dados. Foi observada formação de biofilme semelhante com ou sem o uso do adesivo sobre as próteses superiores (Wilcoxon, p=0,255) e inferiores (Wilcoxon, p=0,433). Contagens de colônias semelhantes foram observadas com ou sem a utilização do adesivo na mucosa e na superfície interna da prótese total superior (p>0,05). O uso de adesivo proporcionou maior satisfação aos participantes (Wilcoxon, p=0,04). Em média, cada paciente utilizou 3,9 ± 0,3 gramas de adesivo por dia... / The aim of this study was to evaluate the influence of adhesive usage (Ultra Corega cream) on biofilm formation on the internal surface of dentures and oral microbiota, degree of satisfaction, and the estimated average daily cost of product. Thirty patients received new dentures, and have been divided into two protocols: Protocol 1-use of the adhesive during the first 15 days of the test, followed by not using adhesive over the next 15 days; Protocol 2- no use of adhesive for the first 15 days of the test, followed by use of adhesive over the next 15 days. After each period of 15 days, the internal surfaces of the dentures were stained and photographed and the areas (total internal surface and surface stained with biofilm) quantified (Image Tool 3.00). Samples of material from the palatal mucosa and the internal surface of the maxillary denture were plated on selective media for Candida spp. and Streptococcus mutans and a non-selective medium. A questionnaire was applied to evaluate satisfaction with the dentures and the average daily cost of the product was estimated by mathematical formulas. All analyzes were performed with α=.05 and appropriate tests were applied to the data distribution. Similar biofilm formation was found with or without adhesive usage for maxillary (Wilcoxon, p=.255) and mandibular dentures (Wilcoxon, p=.433). Similar colony counts were observed with or without adhesive for mucosa and the internal surface of dentures, irrespective of the culture medium (p>.05). The use of adhesive provided higher satisfaction (Wilcoxon, p=.04). On average, each patient used 3.9 ± 0.3 grams of adhesive per day, equivalent to R $ 4.02 for average daily cost. It is concluded that the use of the adhesive did not affect the quantification of the biofilm and the oral microbiota, besides providing greater overall satisfaction
2

Adesão bacteriana em modelo de circuito de processamento de leite / Bacterial adhesion in circuit model of milk processing

Figueiredo, Hamilton Mendes 15 June 2000 (has links)
Submitted by Marco Antônio de Ramos Chagas (mchagas@ufv.br) on 2017-06-26T17:40:53Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1009876 bytes, checksum: 3f4b734e2e6d15bda475b61b79777b8d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-26T17:40:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1009876 bytes, checksum: 3f4b734e2e6d15bda475b61b79777b8d (MD5) Previous issue date: 2000-06-15 / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais / Para entender melhor a adesão bacteriana em superfícies para processamento de alimentos, uma série de experimentos foi efetuada num modelo de linha de circulação de leite, equipado com cupons de prova em aço inoxidável, AISI 304, nas formas de T, cotovelo 90 o e cilíndrica. Avaliou-se, a adesão de Enterococcus faecium, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 e Bacillus cereus NCTC 11145, nas formas vegetativa e esporulada, antes e após a circulação do leite pelo modelo. Os números de bactérias aderidas antes da circulação do leite pelo modelo apresentaram diferença significativa (p < 0,05), sendo que 24,60% dos esporos de B. cereus aderiram, sua forma vegetativa mais esporulada aderiu 2,21% e P. aeruginosa e o E. faecium, aderiram 5,83 e 0,57%, respectivamente. Após a circulação do leite, os percentuais de adesão foram de 4,10, 2,30, 5,36, 5,51, para B. cereus na forma esporulada, B. cereus (esporos e células vegetativas), P. aeruginosa e E. faecium, respectivamente. No experimento que avaliou o efeito da temperatura de armazenamento do leite na adesão bacteriana, observaram-se mudanças nas porcentagens de adesão. P. aeruginosa apresentou maior capacidade de adesão a 18 oC, antes da circulação do leite pelo modelo, quando comparada com 10 oC e 5 oC. Já após a circulação do leite os percentuais de adesão obtidos para as diferentes temperaturas foram bastante semelhantes. Com relação à influência da velocidade de circulação do leite no modelo, verificou-se que a 0,5 m/s permaneceram aderidas aos cupons de prova 10,7% das células, enquanto que nas velocidades de 1,0 e 1,5 m/s as porcentagens de adesão foram de 5,40 e 4,90, respectivamente. Quando foi avaliada a influência da concentração de bactérias em relação a adesão, verificou-se que maiores concentrações de bactérias permitem maior número de células aderidas aos cupons, porém das células inicialmente aderidas a maior parte é removida pela circulação do leite a 1 m/s, o que fez com que as porcentagens de adesão final fossem de 5,36, 4,92 e 5,83, respectivamente 5 5 para as concentrações bacterianas de 9,3 x 10 UFC/mL, 2,2 x 10 UFC/mL e 4 2,9 x 10 UFC/mL. A influência do tempo de incubação do leite sobre a adesão mostrou que aumentando o período de incubação ocorre maior proliferação bacteriana com conseqüente aumento do número de bactérias aderidas, porém a remoção de células pelo fluxo de leite é maior nos biofilmes com alta porcentagem de células aderidas, como o obtido para o tempo de 48 horas (48,70%) quando comparado com as adesões obtidas para os tempos de 12 e 24 horas. / With the objective of understanding the factors involved in the bacterial adhesion to the equipments for food processing were accomplished a series of experiments. In the evaluation of the capacity of adhesion of Enterococcus faecium, Pseudomonas aeruginosa ATCC 15442 and Bacillus cereus NCTC 11145 in spore and vegetative cells, before the circulation of the milk in the simulator, it was verified that the adhesion percentage, in stainless steel, for spore of Bacillus cereus was of 24.60%, while its spore more vegetative cells presents a value of 2.21%. The adhesion percentages for Pseudomonas aeruginosa and Enterococcus faecium were of 5.83% and 0.57%, respectively. With relationship to the adhesion after the circulation of the milk in the simulator was observed that the spore form and spore more vegetative cells of Bacillus cereus presented 4.10% and 2.3%, respectively, while for P. aeruginosa the found value was of 5.36% and for E. faecium the adhesion percentage was of 5.51%. When experiment was accomplished with the objective of evaluating the effect of the temperature of refrigeration of the milk in the bacterial adhesion, changes were observed in the adhesion percentages. P. aeruginosa, presented larger adhesion capacity for 18oC, before the circulation of the milk for the model, when compared with 10oC and 5oC. After the circulation of the milk the percentile of adhesion obtained for the different temperatures were plenty similar. With relationship to the influence of the velocity of circulation of the milk in the model, it was verified that at 0.5 m/s 10.7% of the cells was adhered in the cupon, while in the velocities of 1,0 m/s and 1.5 m/s the adhesion percentages were of 5.40 and 4.90, respectively. When the influence of the bacterial concentration was evaluated in relation to adhesion, was verified that larger concentrations of bacterias allow larger number of cells adhered to the coupons, even of the cells initially adhered most is removed by the circulation of the milk to 1 m/s, with that the percentages of final adhesion went of 5.36, 4,92 and 5.83, respectively for the bacterial 5 5 4 concentrations of 9.3x10 UFC/ml, 2.2x10 UFC/ml and 2.9x10 UFC/ml. The influence of the time of incubation of the milk about the adhesion showed that increasing the incubation period happens larger bacterial proliferation with consequent increase of the number of adhered bacterias, even so biofilme with high percentage of cells stuck as obtained it for the time of 48 hours (48.7%) they have a larger removal of cells for the flow of the milk when compared with the adhesions obtained for the times of 12 and 24 hours.
3

Purificação, caracterização bioquímica e efeito na inibição de biofilmes bacterianos de uma lectina isolada da esponja marinha Aaptos sp. / Purification, biochemical characterization and effect on inhibition of bacterial biofilms from a lectin isolated from the marine sponge Aaptos sp.

Almeida, Alexandra Sampaio de January 2017 (has links)
ALMEIDA, Alexandra Sampaio. Purificação, caracterização bioquímica e efeito na inibição de biofilmes bacterianos de uma lectina isolada da esponja marinha Aaptos sp. 2017. 60 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Pesca)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by Anderson Silva Pereira (anderson.pereiraaa@gmail.com) on 2017-05-18T18:21:13Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_asalmeida.pdf: 1075533 bytes, checksum: 6de40151523ee11e9c198952750a0cec (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-05-18T23:37:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_asalmeida.pdf: 1075533 bytes, checksum: 6de40151523ee11e9c198952750a0cec (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-18T23:37:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_asalmeida.pdf: 1075533 bytes, checksum: 6de40151523ee11e9c198952750a0cec (MD5) Previous issue date: 2017 / Belonging to the porifera phylum (from Latin porus, pore, + beast, bearer of), sponges are the most primitive multicellular animals on the planet. They are sessile, benthic, being predominantly marine. In recent decades, sponges have proved to be an abundant and promising source of bioactive compounds, such as lectins. Lectins can be defined as proteins/ glycoproteins of nonimmune origin that bind and/or precipitate carbohydrates and glycoconjugates and substances containing them, free in solution or on the cell surface, without changing the covalent structure of the glycosidic bonds, reversibly and not covalent. Thus, the objective of the present work was to purify, characterize biochemically and test possible biological activities of a lectin present in the marine sponge Aaptos sp. The novel lectin (AL - Aaptos Lectin) was isolated from the combination of affinity chromatography on Guar gum matrix followed by molecular exclusion chromatography on UPLC system. AL was able to agglutinate native and enzymatically treated rabbit erythrocytes and was inhibited by galactosides. The new protein is stable at neutral to alkaline pH, is thermolabile by totally losing its activity at 40 ° C, and its molecular mass determined by spectrometry was 13.655 ± 2 Da. According to circular dichroism the lectin consists of 28% α-helix, 26% β-sheet, and 46% random region. AL was nontoxic against artemia nauplii and was not able to inhibit bacterial biofilm formation but was able to reduce the number of viable E. coli bacteria cells. Further studies will be needed to elucidate the structure of the lectin and to discover possible biotechnological applications of the new protein. / Pertencentes ao filo porifera (do latim porus, poro, + fera, portador de), as esponjas são os animais multicelulares mais primitivos do planeta. São sésseis, bentônicas, sendo predominantemente marinhas. Nas últimas décadas, as esponjas têm se revelado como uma abundante e promissora fonte de compostos bioativos, como por exemplo as lectinas. As lectinas podem ser definidas como proteínas/glicoproteínas de origem não imune que se ligam e/ou precipitam carboidratos e glicoconjugados e substâncias que os contenham, livres em solução ou na superfície celular, não alterando a estrutura covalente das ligações glicosídicas, de forma reversível e não covalente. Dessa forma, objetivo do presente trabalho foi purificar, caracterizar bioquimicamente e avaliar o efeito na inibição de biofilmes bacterianos de uma lectina isolada da esponja marinha Aaptos sp. A nova lectina (AL – Aaptos Lectin) foi isolada a partir da combinação das cromatografias de afinidade em matriz goma de Guar seguida por cromatografia de exclusão molecular em sistema UPLC. AL foi capaz de aglutinar eritrócitos de coelho nativos e tratados enzimaticamente, sendo inibida por galactosídeos. A proteína é estável em pH neutro a alcalino e perde a atividade a partir de 40ºC. A massa molecular determinada por espectrometria de massas foi de 13.655 +/- 2 Da. Análises de dicroísmo circular sugerem que a lectina é constituída de 28% de α-hélice, 26% de folha-β, e de 46% de região randômica. AL não foi tóxica contra náuplios de artemia e não foi capaz de reduzir a biomassa dos biofilmes bacterianos, mas foi capaz de reduzir o número de células viáveis da bactéria E. coli. Estudos posteriores serão necessários para elucidação da estrutura da lectina e para se descobrir possíveis aplicações biotecnológicas da nova proteína.
4

Purificação, caracterização bioquímica e efeito na inibição de biofilme bacteriano de uma lectina presente na esponja marinha chondrilla caribensis. / Purification, biochemical characterization and effect on the inhibition of bacterial biofilm of a lectin present in the marine sponge chondrilla caribensis

Marques, Dayara Normando January 2017 (has links)
MARQUES, Dayara Normando Marques. Purificação, caracterização bioquímica e efeito na inibição de biofilme bacteriano de uma lectina presente na esponja marinha chondrilla caribensis. 2017. 54 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Pesca)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by Weslayne Nunes de Sales (weslaynesales@ufc.br) on 2017-06-26T15:40:21Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_dnmarques.pdf: 1163340 bytes, checksum: 0e0999c264fccdb1643cbc1d0a0fca68 (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-06-27T22:16:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_dnmarques.pdf: 1163340 bytes, checksum: 0e0999c264fccdb1643cbc1d0a0fca68 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-27T22:16:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_dnmarques.pdf: 1163340 bytes, checksum: 0e0999c264fccdb1643cbc1d0a0fca68 (MD5) Previous issue date: 2017 / The sponges are included in the phylum Porífera, are sessile, filtering and multicellular animals. They have great biotechnological and pharmacological potential. Several compounds have been discovered in these animals, such as metabolites with anti-inflammatory activity, antimicrobial activity, antitumor activity, antifouling activity, cytotoxic activity and lectin. Lectins can be defined as proteins or glycoproteins that bind reversibly to carbohydrates and are capable of binding erythrocytes and other cell types and / or precipitating polysaccharides. Marine sponges are considered a rich source of lectins, with great biotechnological potential. Thus, the objective of the present work was to purify, characterize biochemically and evaluate the effect on bacterial biofilm inhibition of an isolated lectin in the marine sponge Chodrilla caribensis from the coast of Ceará. CCL (Chodrilla caribensis lectin) was purified from the combination of ion exchange chromatography and affinity chromatography. The new lectin is a glycoprotein, with a content of 5.2% carbohydrate and a size of approximately 15 kDa. CCL showed affinity for lactose, its activity was better at pH in the neutral-alkaline range and the protein only lost its activity completely when heated to 100 ° C. The theoretical secondary structure of CCL consisted of 10.4% of α-helix, 73.4% of β-structure and 16.2% of unstructured region. In addition, the CCL was crystallized through the preliminary crystallization test. The protein was highly toxic against Artemia sp. Nauplii, presenting an LC 50 = 6.3 μg.mL-1 and was effective in inhibiting the biofilm formation of Gram-positive bacteria, S. aureus and S. epidermidis. Regarding the number of viable cells, CCL was effective only in treatment with S. epidermidis, at all concentrations. / As esponjas estão incluídas no filo Porífera, são animais sésseis, filtradores e multicelulares. Elas possuem um grande potencial biotecnológico e farmacológico. Vários compostos têm sido descobertos nesses animais, tais como metabolitos com atividade anti-inflamatória, atividade antimicrobiana, atividade antitumoral, atividade anti-incrustante, atividade citotóxica e lecinas. As lectinas podem ser definidas como proteínas ou glicoproteínas que se ligam reversivelmente aos carboidratos e são capazes de aglutinar eritrócitos e outros tipos de células e/ou precipitar polissacarídeos. As esponjas marinhas são consideradas uma rica fonte de lectinas, com grande potencial biotecnológico. Dessa forma, objetivo do presente trabalho foi purificar, caracterizar bioquimicamente e avaliar o efeito na inibição do biofilme bacteriano de uma lectina isolada na esponja marinha Chodrilla caribensis do litoral do Ceará. CCL (Chodrilla caribensis lectin) foi purificada a partir da combinação de cromatografia de troca iônica e cromatografia de afinidade. A nova lectina é uma glicoproteina, com um teor de 5,2% de carboidratos e com um tamanho de aproximadamente 15 kDa. CCL apresentou afinidade por lactose, sua atividade foi melhor em pH na faixa neutro-alcalina e a perdeu sua atividade completamente quando aquecida a 100°C. A estrutura teórica secundária de CCL consistiu em 10,4% de α hélice, 73,4% de estrutura β e 16,2 % de região desestruturada. Além disso, a CCL foi cristalizada, através do ensaio preliminar de cristalização. A proteína foi altamente tóxica contra naúplios de Artemia sp., apresentando um LC50 = 6,3 μg.mL-1 e foi eficaz na inibição da formação de biofilme das bactérias Gram-positivas, S. aureus e S. epidermidis. Em relação ao número de células viáveis, CCL foi eficaz no tratamento com S. epidermidis, em todas as concentrações.
5

Filmes biodegradáveis de galactomanana: uso na conservação de frutos

Santos, Ed Carlos Morais dos January 2012 (has links)
SANTOS, E. C. M. Filmes biodegradáveis de galactomanana: uso na conservação de frutos. 2012. 145 f. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Francisco Lacerda (lacerda@ufc.br) on 2014-12-02T20:41:26Z No. of bitstreams: 1 2012_tese_ecmsantos.pdf: 1698489 bytes, checksum: 85d8aaee0918378b821f09ddbd340a35 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2015-01-15T18:38:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_tese_ecmsantos.pdf: 1698489 bytes, checksum: 85d8aaee0918378b821f09ddbd340a35 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-01-15T18:38:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_tese_ecmsantos.pdf: 1698489 bytes, checksum: 85d8aaee0918378b821f09ddbd340a35 (MD5) Previous issue date: 2012 / Os produtores de frutas estão se adaptando às mudanças nos padrões de consumo e exigência cada vez maior dos consumidores quanto à qualidade das frutas frescas disponíveis no mercado. A necessidade do mercado de atender à demanda dos centros de consumo, que estão cada vez mais distantes dos centros de produção, faz com que seja necessário, prolongar a vida útil das frutas sem que estas percam seus atributos de proteção à saúde, em consequência do processo de senescência natural. Pesquisas voltadas ao desenvolvimento de novas tecnologias para a redução das perdas pós-colheita são fundamentais para a economia nacional: além de minimizar as perdas, elevam a competitividade e procuram atender às qualidades de um mercado cada vez mais exigente. Filmes biodegradáveis e revestimentos comestíveis têm recebido atenção nos últimos anos, principalmente em função de seu potencial de aplicação para conservação de frutas. O objetivo deste trabalho foi estudar os filmes biodegradáveis preparados a partir de galactomanana de Caesalpinia pulcherrima e glicerol visando o seu emprego na constituição de embalagens para aumentar o tempo de prateleira de frutos. Inicialmente foi analisado o efeito das condições de preparação dos filmes nas propriedades de barreiras e foi observado que tanto temperatura quanto tempo de secagem causam um efeito positivo na permeabilidade ao vapor de água desses filmes, sendo escolhido, assim, a temperatura de 50 ºC e 12 horas como metodologia padrão de preparação dos filmes. Em seguida, foi avaliado a influência das concentrações de galactomanana e glicerol nas propriedades físico-químicas, foi verificado que as variáveis foram estatisticamente significativas, com destaque para o glicerol que apresentou influência positiva em todos os testes, ou seja, o aumento da concentração do glicerol proporciona um aumento na absorção de umidade, conteúdo de umidade, permeabilidade ao vapor de água e na permeabilidade ao oxigênio e ao dióxido de carbono, provavelmente devido ao seu caráter higroscópico. O aumento na concentração de galactomanana provoca uma diminuição na absorção de umidade, conteúdo de umidade e na permeabilidade ao oxigênio e dióxido de carbono. Foi observado que a temperatura e a umidade relativa apresentam uma grande influência nas propriedades de barreiras dos filmes, visto que o aumento dessas variáveis provoca um aumento na permeabilidade ao vapor de água e ao oxigênio. Para entender como os filmes se comportariam frente a esforços mecânicos, foi avaliado a influência das concentrações de galactomanana e de glicerol nas propriedades mecânicas e foi verificado que a espessura dos filmes aumenta com o aumento dessas variáveis e que o polissacarídeo é responsável por aumentar a elasticidade, a força de perfuração e ruptura dos filmes e que o plastificante tem influência positiva no alongamento e na força necessária para rasgar o filme. Após o conhecimento de todas as propriedades físico-químicas, de barreira e mecânicas e tendo as formulações necessárias para a finalidade proposta, a formulação GalGli de (0,4:1,0) (%, m:m), foi escolhida para testar o desempenho dos filmes como embalagem na manutenção do tempo de prateleira de maçãs fatiadas. Foi observado que as maçãs que receberam a proteção dos filmes apresentaram a menor taxa de respiração, perda de massa 10% menor e baixos índices de escurecimento e variação de cor quando comparadas com aquelas que não foram recobertas nas condições testadas. Dessa forma, os filmes estudados neste trabalho possuem grande potencial para aplicação no setor de embalagens e contribuir para aumentar o período de conservação de frutos.
6

Atividade de lectinas e metabólitos bioativos de plantas sobre biofilmes microbianos de interesse clínico / Activity of lectins and bioactive metabolites from plants on microbial biofilms of clinical interest

Vasconcelos, Mayron Alves de January 2013 (has links)
VASCONCELOS, M. A. Atividade de lectinas e metabólitos bioativos de plantas sobre biofilmes microbianos de interesse clínico. 2013. 266 f. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013. / Submitted by Daniel Eduardo Alencar da Silva (dealencar.silva@gmail.com) on 2015-01-20T17:16:05Z No. of bitstreams: 1 2013_tese_mavasconcelos.pdf: 20354882 bytes, checksum: e8e25d0677ed66829d472e6d09975c97 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2015-11-24T20:49:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_tese_mavasconcelos.pdf: 20354882 bytes, checksum: e8e25d0677ed66829d472e6d09975c97 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-11-24T20:49:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_tese_mavasconcelos.pdf: 20354882 bytes, checksum: e8e25d0677ed66829d472e6d09975c97 (MD5) Previous issue date: 2013 / Biofilms are microbial communities that are irreversibly attached to a surface and are embedded in a polymeric matrix produced by them. Biofilms are commonly related to nosocomial infections that showing an enhanced resistance to antimicrobial agents compared to planktonic cells, thus hindering their treatments and limiting therapeutic options. In this context, the search for new molecules with antimicrobial and antibiofilm action has become an active area of research. The plants are sources of a variety of molecules with antimicrobial properties, among them we can mention the lectins and secondary metabolites. Several studies have reported the antimicrobial and antibiofilm action of these molecules classes as an alternative to antibiotics. Thus, the aim of this study was to evaluate the antimicrobial and antibiofilm of various lectins isolated from leguminous and algae, as well as two secondary metabolites isolated from plants , derriotusone A (isolated from Lonchocarpus obtusus) and casbane diterpene (isolated from Croton nepetaefolius). The results showed that some lectins tested were able to inhibit the planktonic growth and/or the biofilm formation of certain microorganisms. The lectin isolated from Vaitarea macrocarpa (VML) showed to be the most promising lectin, showing strong action on the planktonic growth and biofilm formation of Staphylococcus aures and Staphylococcus epidermidis. The derriobstusone A showed potential antibacterial and antibiofilm activite on S. aureus, whereas Escherichia coli showed lower sensitivity to the compound. In addition, derriotusone showed a potential antioxidant activity. Regarding to casbane diterpene, in general the compound was able to inhibit planktonic growth, formation of biofilms and disrupt the preformed biofilms of the S.aures, S. epidermidis, Candida albicans and Candida glabrata, and also showed to be effective against biofilms formed by the association between these bacteria and yeasts. In conclusion, the results showed that some lectins, as the secondary metabolites used in this study, may be considered as potential antimicrobial and antibiofilm agents, thus suggesting the use of these molecules in the treatment of infections associated with different microorganisms. / Biofilmes são comunidades microbianas que encontram-se irreversivelmente associadas a uma superfície e estão inseridas em uma matriz polimérica produzida por elas mesmas. Os biofilmes estão comumente relacionados a infecções nosocomiais que apresentam maior resistência a agentes antimicrobianos quando comparadas com células planctônicas, dificultando assim seus tratamentos e limitando as opções terapêuticas. Nesse sentido a busca por novas moléculas com ação antimicrobiana e antibiofilme tornou-se uma área ativa na pesquisa científica. Os vegetais são fontes de uma variedade de moléculas com propriedades antimicrobianas, dentre estas podemos citar as lectinas e os metabólitos secundários. Diversos estudos têm relatado a ação antimicrobiana e antibiofilme dessas classes de moléculas como forma alternativa ao uso de antibióticos. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a ação antimicrobiana e antibiofilme de diversas lectinas isoladas de leguminosas e algas, bem como de dois metabólitos secundários isolados de plantas, derriotusona A (isolado de Lonchocarpus obtusus) e diterpeno casbano (isolado de Croton nepetaefolius). Os resultados demonstraram que algumas das lectinas testadas foram capazes de inibir o crescimento planctônico e/ou a formação de biofilme de determinados micro-organismos. A lectina isolada de Vaitarea macrocarpa (VML) mostrou ser a lectina mais promissora, mostrando forte ação sobre o crescimento planctônico e formação de biofilmes de Staphylococcus aures e Staphylococcus epidermidis. Derriobstusona A mostrou uma potencial ação antibacteriana e antibiofilme sobre S. aureus, enquanto que, Escherichia coli apresentou menor sensibilidade ao composto. Em adição, derriotusona A demonstrou uma potencial ação antioxidante. Em relação ao diterpeno casbano, em geral o composto foi capaz de inibir o crescimento planctônico, formação de biofilmes e causar danos nos biofilmes pré-formados de S.aures, S. epidermidis, Candida albicans e Candida glabrata, e mostrou ainda ser efetivo contra biofilmes formados pela associação entre estas bactérias e leveduras. Em conclusão, os resultados mostraram que algumas lectinas, assim como os metabólitos secundários utilizados nesse estudo, podem ser consideradas potenciais agentes antimicrobianas e antibiofilmes, sugerindo assim o uso dessas moléculas no tratamento de infecções associadas a diferentes micro-organismos.
7

Caracterização molecular, formação de biofilme e susceptibilidade a antimicrobianos de isolados de E. coli de aderência difusa Afa/Dr e não Afa/Dr

Fagundes, Laura Kreuz 26 August 2013 (has links)
Submitted by Elizabete Silva (elizabete.silva@ufes.br) on 2015-03-26T20:18:29Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Laura Kreuz Fagundes.pdf: 1415672 bytes, checksum: 1fde045222456c682c0b2bccf12e7942 (MD5) / Approved for entry into archive by Elizabete Silva (elizabete.silva@ufes.br) on 2015-04-09T19:28:37Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Laura Kreuz Fagundes.pdf: 1415672 bytes, checksum: 1fde045222456c682c0b2bccf12e7942 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-09T19:28:37Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) Laura Kreuz Fagundes.pdf: 1415672 bytes, checksum: 1fde045222456c682c0b2bccf12e7942 (MD5) Previous issue date: 2013-08 / A Escherichia coli de aderência difusa (DAEC), um patotipo diarreiogênico de E. coli, corresponde a um grupo heterogêneo sem marcador de virulência comum a todos os isolados e de papel controverso na diarreia infantil. O objetivo deste estudo foi caracterizar genotipica e fenotipicamente amostras de DAEC, portadoras e não portadoras de adesinas Afa/Dr, isoladas de crianças com e sem diarreia. Em 70 amostras de DAEC, PCR foi realizado para pesquisa de genes descritos em DAEC, EAEC ou UPEC, que codificam: (i) oito adesinas fimbriais e afimbriais (fimH, papC, sfa, aggA, aafA, agg3A, aidA/aah, afaC); (ii) cinco toxinas (pet, astA, set1A, sat, hlyA); (iii) três proteínas captadoras/receptora de ferro (irp2, iucA, chuA/shuA); (iv) invasina (daaD) e; antígeno 43 (agn43). Ensaio de formação de biofilme foi realizado a partir da bactéria cultivada em caldo Luria-Bertani e inoculada em placas de poliestireno com DMEM suplementado com 0,4% glicose. A leitura da densidade ótica (DO490) foi realizada após coloração com safranina. Soroaglutinação para 23 antígenos O (Probac do Brasil) foi realizada em 50% das DAEC. Método de difusão de disco foi realizado para testar a suscetibilidade a 13 antimicrobianos. A presença de pelo menos um gene que codifica adesinas, toxinas, proteínas captadoras/receptora de ferro, invasina ou antígeno 43 foram encontrados em 58,6%, 51,4%, 80%, 48,6% e 57,1%, respectivamente, com os genes fimH, irp2, agn43, iucA, chuA/shuA, presentes em mais de 50% das amostras. Gene afaC+ (PCR) e/ou sonda afaBC+ (hibridização de colônias) classificou 50% das DAEC como Afa/Dr, sendo pet, sat, irp2, iucA, chuA/shuA e agn43 significantes nessas amostras (p<0,05). Do total das DAEC, 44,3% foram formadoras de biofilme, igualmente distribuídas entre as Afa/Dr e não Afa/Dr, e nenhum gene foi associado com esse fenótipo. Sorologia de 35 amostras evidenciou os seguintes sorogrupos: 1 O29, 2 O125, 2 O127 e 7 O86. Todas as O86 foram de DAEC Afa/Dr. Maiores frequências de resistência antimicrobiana foram encontradas para ampicilina (55,7%), sulfametoxazol/trimetoprim (35,7%) e tetraciclina (28,6%) e o perfil resistente/intermediário para amoxicilina/ácido clavulânico, ampicilina, sulfametoxazol/trimetoprim foi significante nas DAEC Afa/Dr, assim como a multi-droga resistência (p<0,05). Em conclusão, observou-se: (i) alta frequência de fimH e pet e presença de agn43, até então não descrito em DAEC, em frequências similares àquelas encontradas em EAEC, UPEC e EAEC/UPEC, respectivamente; (ii) que as amostras de DAEC Afa/Dr e não Afa/Dr constituíram grupos com perfis genéticos diferenciados entre si; (iii) poucos sorogrupos foram encontrados entre as DAEC; (iv) frequências de resistência menores quando comparado com as poucas descrições em DAEC, sugerindo uma menor pressão seletiva da população do presente estudo e; (v) amostras de DAEC Afa/Dr podem representar um importante reservatório de genes de resistência a antimicrobianos, além de diversos fatores de virulência. / The diffusely adherent Escherichia coli (DAEC), a diarrheagenic pathotype of E. coli, represent a heterogeneous group without a virulence marker common to all isolates and with a controversial role in childhood diarrhea. The aim of this study was to characterize phenotypic and genotypic samples of DAEC, with or without Afa/Dr adhesins, isolated from children with and without diarrhea. In 70 samples DAEC, PCR was performed to search for genes described in DAEC, EAEC or UPEC, encoding: (i) eight fimbrials and afimbrials (fimH, papC, sfa, aggA, aafA, agg3A, aida/aah, afaC ), (ii) five toxins (pet, astA, set1A, sat, hlyA), (iii) three iron-chelators (irp2, yucA, chuA/shuA), (iv) invasin (daad) and; antigen 43 (agn43). Biofilm formation assay was carried out from the bacteria grown in Luria-Bertani broth and inoculated in microtiter plates with DMEM 0.4% glucose. Optical density (OD490) was measured after safranin staining. Seroagglutination for 23 O antigens (Probac Brazil) was performed in 50% of DAEC strains. Disk diffusion method was conducted to test the susceptibility to 13 antimicrobial agents. The presence of at least one gene encoding for adhesins, toxins, iron chelators or invasin were found in 58.6%, 51.4%, 80% and 48.6%, respectively, with the genes fimH, irp2, agn43, yucA, chuA/shuA, present in over 50% of the strains. afaC+ gene (PCR+) and/or afaBC+ probe (colony hybridization) classified 50% of DAEC as Afa/Dr, being pet, sat, irp2, yucA, chuA/shuA and agn43 significant in these strains (p<0,05). Ou of the 70 DAEC, 44.3% were biofilm former, equally present among Afa/Dr and non Afa/Dr, and no gene has been associated with this phenotype. Serology of 35 strains showed the following serogroups: 1 O29, 2 O125, 2 O127 and 7 O86. All O86 were DAEC Afa/Dr. Higher frequency of antimicrobial resistance were found for ampicillin (55.7%), trimethoprim/sulfamethoxazole (35.7%) and tetracycline (28.6%) and the pattern resistant/intermediate to amoxicillin/clavulanic acid, ampicillin, sulfamethoxazole/trimethoprim was significant in Afa/Dr DAEC, as well as the multi-drug resistance (p <0.05). In conclusion, we observed: (i) a high frequency of fimH and pet and the presence of agn43, hitherto not described in DAEC, at similar frequencies to those found in EAEC, UPEC and EAEC/UPEC, respectively; (ii) that the samples Afa/Dr and non Afa/Dr DAEC constituted groups with different genetic profiles to each other; (iii) a few serogroups were found among DAEC; (iv) smaller resistance frequencies when compared with the few descriptions of DAEC, suggesting a lower selective pressure of the population of the present study and; (v) DAEC Afa/Dr strains may represent an important reservoir of antibiotic resistance genes, beyond several virulence factors.
8

Elaboração e caracterização de filmes comestíveis à base de fécula de mandioca para uso em pós-colheita

Vicentini, Nívea Maria [UNESP] 02 1900 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003-02Bitstream added on 2014-06-13T19:03:07Z : No. of bitstreams: 1 vicentini_nm_dr_botfca.pdf: 1652816 bytes, checksum: 60f8e3d598b810ad1799e9ae57afb1b1 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / A busca por embalagens que protejam os alimentos, da forma mais natural possível e sem prejuízo ao meio ambiente, ocorre em escala mundial. Uma das alternativas propostas é a substituição dos derivados de petróleo por novas matérias-primas, como o amido e a proteína, na forma dos denominados filmes e recobrimentos comestíveis. Os objetivos deste trabalho foram a caracterização da fécula de mandioca, a elaboração e a caracterização de filmes à base de fécula de mandioca, em função da espessura ou da concentração de glúten de trigo ou da concentração de plastificantes. No primeiro experimento, foram elaborados filmes de fécula de mandioca a partir de soluções filmogênicas (SF) de 1, 2, 3 e 4% (p/v) de amido, com espessuras variando de 0,017 a 0,156mm. No segundo experimento, os filmes de fécula foram elaborados com concentrações variáveis de glúten de trigo (0 - 100%). No terceiro experimento, os filmes de fécula de mandioca foram elaborados com diferentes plastificantes (glicerina, sorbitol, dietilenoglicol e propilenoglicol) com concentrações variando de 10 a 25%. Em todos os experimentos os filmes foram desidratados a 30ºC, em umidade relativa (UR) ambiente (55-65%), por 18-20 h. Antes das caracterizações, os filmes de fécula e fécula/glúten foram condicionados em ambiente a 22ºC e 75% UR, e os filmes com plastificantes em 58% UR, por 6 dias, quando foi medida a espessura. Os filmes foram analisados quanto a sua solubilidade em água, propriedades mecânicas, de barreira e óticas. Realizaram-se ainda, análises calorimétricas de varredura, análises por microscopia eletrônica de varredura, difração de raios X, FTIR e determinaram-se suas isotermas de sorção. De maneira geral, os filmes de fécula de mandioca sem aditivos... . / There is a global concern in searching packaging materials which could both protect appropriately food products and has little impact upon the environment. Among the alternatives one can point out the substitution of petroleum derivatives with innovative raw materials, such as starch and protein, used for films and coatings production. The objective of this work was the elaboration and characterization of edible films based on cassava starch, in function of the thickness or the gluten or the plasticizer concentration. For the first experiment, the films were done using film forming solutions (FFS) containing 1, 2, 3, and 4% (w/v) of cassava starch with thickness varying from 0.017 to 0.156 mm. In a second experiment, the cassava starch films were made with variable concentrations of wheat gluten (0 - 100%). In a third experiment, the cassava starch films were prepared with glycerol, sorbitol, diethylene glycol and propylene glycol with concentrations ranging from 10 to 25%. For all the experiments the films were heated to 70ºC and dehydrated at 30ºC, at relative room humidity (55-65%) for 18 to 20 h. Before characterization the starch and starch/gluten films were conditioned at 22ºC and 75% relative humidity (RH), and the films with plasticizers were conditioned at 58% RH, for 6 days, afterwards the thickness was measured. The functional properties studied were: solubility in water, mechanical, barrier and optical properties. There were also realized scanning calorimetric essays, scanning electronic microscopy, X-ray diffraction, FTIR and water sorption isotherms. In general, the cassava starch films without additives were resistant and elastic, but fairly flexible, transparent and with high water vapor permeability, showing an homogeneous and compact structure and low higroscopicity... (Complete abstract, click electronic address below).
9

Efeitos da terapia fotodinâmica na expressão dos genes SAP5, LIP9 e PLB2 em Candida albicans

Freire, Fernanda [UNESP] 12 December 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-08-13T14:51:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-12-12Bitstream added on 2014-08-13T17:59:40Z : No. of bitstreams: 1 000776115.pdf: 505427 bytes, checksum: f0bd3aff54fc0a3a94372e461d90f65c (MD5) / Com o crescente aumento de cepas de Candida spp. resistentes a antifúngicos, torna-se importante e necessário a realização de pesquisas que avaliem os efeitos de novos métodos terapêuticos, como a Terapia Fotodinâmica (TFD), sobre fatores de virulência desse gênero. A produção das enzimas hidrolíticas aspartil-proteinase (SAP), lipase (LIP) e fosfolipase (PL) é considerado um importante fator de virulência de C. albicans. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da terapia fotodinâmica sobre biofilmes de Candida albicans, avaliando seus efeitos sobre a expressão dos genes SAP5, LIP9 e PLB2 pelas leveduras. Foram utilizadas cepas clínicas de Candida albicans (n=9) que foram isoladas de pacientes portadores do vírus HIV e a cepa padrão ATCC 18804. A quantificação da expressão dos genes foi relacionada à produção de enzimas hidrolíticas (SAP5, LIP9 e PLB2) nas amostras clínicas e na cepa de referência utilizando-se o ensaio de PCR em tempo real. Para a terapia fotodinâmica foi utilizado laser de gálio-alumínio-arseneto de baixa potência (vermelho visível, 660 nm) como fonte de luz e o corante azul de metileno a 300 μM, como fotossensibilizador. Foram avaliados quatro grupos experimentais, para cada cepa: a) F+L+: sensibilização com azul de metileno e irradiação com laser; b) F+L-: somente tratamento com azul de metileno; c) F-L+: somente irradiação com laser e d) F-L-: grupo controle, sem sensibilização com azul de metileno e ausência de luz. Os resultados obtidos foram analisados pelo Software do equipamento de real-time. A TFD diminuiu a expressão dos genes em 60% das amostras para o gene SAP5 e em 50% das amostras diminuiu a expressão de LIP9 e PLB2. Pode-se concluir que a TFD teve um efeito sobre os genes SAP5, LIP9 e PLB2 de C. albicans, considerados fatores de virulência / With the increasing number of strains of Candida ssp. resistant to antifungal agents, becomes important and necessary the accomplishment of researches that evaluate the effects of new therapeutic methods, like Photodynamic therapy (PDT) in virulence factors of that gender, as the production of the hydrolytic enzymes aspartyl-proteinase (SAP), lipase (LIP) and phospholipase (PL). Thus, the objective of this study was to verify the effects of the photodynamic therapy on biofilms of Candida albicans, evaluating their effects on the expression of the genes SAP5, LIP9 and PLB2 for the yeast. Clinical strains of Candida albicans (n=9) isolated from patients bearers of the virus HIV and a pattern strain ATCC 18804 were used. The quantification of gene expression was related to the production of hydrolytic enzymes (SAP5, LIP9 and PLB2) in clinical samples and the reference strain using the PCR assay in real time. For photodynamic therapy were used laser-aluminum-gallium arsenide low power (red visible, 660 nm) as light source and the methylene blue to 300 μM, as a photosensitizer. We were assessed four experimental groups for each strain: a) F+L+: sensitization with methylene blue and laser irradiation; b) F+L-: only treatment with methylene blue; c) F-L+: only laser irradiation and d) F-L-: control group, without sensitization with methylene blue and light absence. The results were analyzed by the software of the real-time equipment. The PDT decreased gene expression in 60% of samples for gene SAP5 and 50% of the samples decreased expression of LIP9 and PLB2. It can be concluded that PDT had an effect on the genes SAP5, LIP9 and PLB2 of C. albicans
10

Caracterização de biofilmes formados em superfícies metálicas e biocorrosão

Marangoni, Paulo Roberto Dantas 10 September 2010 (has links)
Resumo: A corrosão microbiológica ou biocorrosão em superfícies metálicas está associada a várias espécies microbianas e seus produtos metabólicos. A colonização destas superfícies por microrganismos é denominada biofilme. A corrosão causada por biofilmes pode levar à danificação de equipamentos e destruição de ligas metálicas e outros materiais minerais. O objetivo deste trabalho foi o isolamento e identificação de microrganismos presentes em corpos-de-prova metálicos (CP’s) instalados em estações de corrosão em duas Usinas Hidrelétricas (Usina hidrelétrica de Balbina – “Presidente Figueiredo/AM” e Usina hidrelétrica de Salto Pilão – “Ibirama/SC”). Os CP’s foram imersos em caixas acrílicas, onde circulava água do reservatório das usinas. Os microrganismos foram isolados em meios seletivos e posteriormente identificados por meio de macromorfologia, micromorfologia (microscopia ótica e eletrônica de varredura), provas bioquímicas e quando apropriado, por oligonucleotídeos específicos e sequenciamento de DNA. Foram isoladas Bactérias Redutoras de Sulfato (BRS) e bactérias oxidantes do ferro em CP’s com tubérculo de corrosão. Outras bactérias associadas à formação de biofilme também foram encontradas, como Pseudomonas sp, Enterobactérias e Bacillus sp, principalmente em aço carbono. Os principais gêneros de fungos isolados foram Aspergillus sp, Paecilomyces sp e Penicillium sp. O aço carbono foi o metal mais afetado pela biocorrosão e também apresentou maior diversidade de microrganismos. Foi verificado que com a utilização de técnicas de metagenômica é possível acelerar o processo de identificação das Bactérias redultoras de sulfato envolvidas com o “biofouling” e biocorrosão.

Page generated in 0.0642 seconds