• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 19
  • Tagged with
  • 19
  • 19
  • 7
  • 6
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Função luteal e luteólise em cadelas : aspectos morfo-funcionais /

Luz, Marcelo Rezende. January 2004 (has links)
Resumo: Os mecanismos luteotróficos e luteolíticos que controlam a função luteal em cadelas têm sido investigados. Este estudo avaliou as concentrações plasmáticas de PGFM e progesterona ao longo da gestação e do diestro, e do estradiol a partir do dia 40 da gestação ou diestro; a produção in vitro de PGF2α através de cultivos de explantes de endométrio, corpo lúteo e placenta, com ou sem estímulo por PDBu; a ocorrência de apoptose nas células luteais; e o envolvimento da enzima caspase-3 na luteólise em cadelas. Foram utilizadas 17 cadelas sem-raça-definida, divididas em dois grupos: diestro e gestação. Foi verificado que a queda das concentrações plasmáticas de progesterona em cadelas é um fenômeno lento e gradativo, que ocorreu a partir do terço inicial da gestação ou do diestro. As concentrações basais de progesterona foram atingidas nos dias 64 e 66 da gestação e diestro, respectivamente. Altas concentrações de PGFM e estradiol foram detectadas na segunda metade do diestro e da gestação. Ocorreu aumento progressivo de PGFM na segunda metade da gestação, e não no diestro, que culminou com um pico préparto. Os cultivos in vitro evidenciaram que o endométrio possui grande capacidade de produção de PGF2α, estimulado ou não por PDBu, superior aos explantes de corpo lúteo e de placenta, e mais pronunciado nos explantes de endométrio de cadelas gestantes comparados aos de cadelas em diestro. As análises histológicas por HE e CEC evidenciaram raras células apoptóticas no corpo lúteo das cadelas gestantes e em diestro, com células luteais íntegras detectadas nos corpos lúteos de cadelas no final da gestação, pós-parto imediato e aos 65 dias do diestro. Material sugestivo de corpus albicans foi evidenciado nos ovários oriundos das cadelas aos 75 e 85 dias do diestro. As concentrações de UAF/μg/ptn de caspase-3 não diferiram entre as... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: Luteotrophic and luteolytic mechanisms that control the luteal function in bitches are being investigated. This study evaluated the PGFM and progesterone plasma concentrations throughout pregnancy and diestrus, and plasma estradiol concentrations from day 40 of pregnancy or diestrus on; the in vitro production of PGF2α from explants of endometrium, corpus luteum and placenta cultures, with or without PDBu stimulation; the occurrence of apoptosis in the luteal cells; and the involvement of the enzyme caspase-3 in the luteolysis in bitches. Seventeen crossbred bitches, divided into 2 groups were used: diestrus and pregnancy. It was observed that the decrease of the plasma progesterone concentrations in bitches is a slow and gradual process, wich happened since the initial third of pregnancy or diestrus. The basal values of progesterone occurred at days 64 and 66 of pregnancy and diestrus, respectively. High plasma concentrations of PGFM and estradiol were detected at the second half of pregnancy, and not of diestrus, and culminate with a pre-partum peak. The in vitro cultures showed that endometrium has a big capacity of PGF2α production, stimulated or not by PDBu, and superior to corpus luteum or placenta explants, and also much more pronounced in the endometrium explants from pregnant compared to diestrus bitches. The histological analysis by HE and CEC showed rare apoptotic cells in the corpus luteum from pregnant and diestrus bitches, with intact luteal cells detected in corpora lutea from bitches in final pregnancy, immediate post-partum period and at 65 days of diestrus. Material suggestive of corpus albicans was evidenced in the ovaries of bitches on days 75 and 85 of diestrus. The concentrations of UAF/μg/ptn of caspase-3 did not differ between pregnant or diestrus bitches, and was also detected in the material suggestive of corpus albicans. / Orientador: Maria Denise Lopes / Coorientador: Mario Binelli / Doutor
2

Perfil hormonal e metabolismo de cálcio em cadelas gestamtes e no puerpério /

Machado, Luiz Henrique de Araújo. January 2004 (has links)
Orientador: Nereu Carlos Prestes / Resumo: O presente projeto pretendeu estudar o ciclo hormonal e o metabolismo de cálcio das cadelas durante a gestação e puerpério e testar a eficiência do método da quimioluminescência como uma alternativa ao RIA. Foram utilizadas 10 cadelas adultas com tamanho e peso semelhantes, mantidas sob as mesmas condições de manejo e alimentadas com ração de boa qualidade, sem qualquer suplementação até os 40 dias de gestação, após isto a ração foi substituída por ração de filhote até o final da lactação. As colheitas de sangue foram realizadas durante as fases gestacional e puerperal, nos momentos: M0 (início do diestro citológico), M1 (20 dias pós-M0), M2 (40 dias pós-M0), M3 (momento do parto), M4 (15 dias pósparto), M5 (45 dias pós-parto) e M6 (30 dias pós-desmame). O PTH, osteocalcina, calcitonina, progesterona, estradiol, T3 total, T4 total, T4 livre e calcitriol foram analisados pelo radioimunoensaio; T4 canino, T3 total, T3 livre, T4 total e T4 livre foram analisados pela quimioluminescência e o cálcio, fósforo, proteína total, albumina e fosfatase alcalina foram analisados pelo método colorimétrico. A osteocalcina e calcitonina foram testadas pelo método do RIA e não foram observadas diferenças entre os momentos. O T3 Livre testado pelo método de quimioluminescência e apresentou todos os valores abaixo do limite de detecção. As demais variáveis apresentaram diferenças significativas entre os momentos. Não foram observadas correlações que demonstrem envolvimento dos hormônios dosados com o metabolismo do cálcio e fósforo. Não houve correlação entre o número de filhotes e as demais variáveis estudadas; os resultados demonstram não ter havido tendência a hipocalcemia e correção hormonal; o estudo de correlações não demonstrou um padrão de acontecimento entre as diversas variáveis, principalmente entre o cálcio e as demais variáveis... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: The present project intended to study hormone cycle and calcium metabolism of bitches during gestation and the puerperal period and to test the efficiency of chemoluminescent immune assay as an alternative to RIA. Ten adult bitches of similar size and weight, maintained under the same environmental conditions and fed with high quality dry food without any supplementation until the fortieth day of gestation, then changed to puppy dry food until the end of lactation. Blood samples were collected during gestation and the puerperal period, on moments M0 (beginning of cytologic diestrus), M1 (20 days after M0), M2 (40 days after M0), M3 (at the time of parturition), M4 (15 days after parturition), M5 (45 days after parturition) and M6 (30 days after weaning). PTH, osteocalcin, calcitonin, progesterone, estradiol, total T3, total T4, free T4 and calcitriol were analyzed by RIA; canine T4, total T3, free T3, total T4 and free T4 were analyzed by chemoluminescence and calcium, phosphorus, total protein albumin and alkaline phosphatase were analyzed by colorimetric method. There was no difference between moments on values of osteocalcin and calcitonin. All values of free T3 were below the limit of detection of the test. The other variables studied presented no difference between moments. There was no correlation demonstrating the involvement of tested hormones on calcium and phosphorus metabolism. There was no correlation between litter size and the other parameters studied; the results showed no tendency to hypocalcaemia and hormone correction; the study of correlations did not suggest a pattern of happening among variables, specially between calcium and the other variables; osteocalcin is more specific as bone maker that alkaline phosphatase; nutritional correction may have been the responsible for the quiescence of minerals and related hormones, the same occurring to the values of total protein... (Complete abstract, click electronic address below). / Doutor
3

Maturação nuclear de ovócitos de cadelas em estro e anestro submetidos à maturação in vitro /

Martins, Lílian Rigatto. January 2005 (has links)
Orientador : Maria Denise Lopes / O presente estudo objetivou avaliar a taxa de maturidade nuclear dos ovócitos provenientes de cadelas em estro e em anestro submetidos à maturação em dois meios de cultivo, TCM 199 (Tissue Culture Medium) e SOF (Synthetic Oviduct Fluid) durante 24 horas. A parte experimental foi dividida em dois grupos; grupo 1, cadelas em anestro e grupo 2, constituído de cadelas em estro. Em cada grupo, os ovócitos foram removidos dos ovários e metade deles foi imediatamente corada com Hoescht 33342 e classificados como VG (vesícula germinativa), QVG (quebra da vesícula germinativa), MI (metáfase I) e D/NI (degenerados/não passíveis de identificação) e a outra parte foi maturada em SOF e em TCM 199 por 24 horas, corados e avaliados conforme descrição anterior. Foram recuperados 511 e 373 ovócitos grau I nos grupos 1 e 2 respectivamente. O número médio de ovócitos grau I obtidos por cadela no anestro foi de 46,45 ± 25,23. Para as fêmeas do grupo 2, este valor foi de 62,16 ± 8,18 ovócitos/cadela. O protocolo que utilizou ovócitos provenientes de doadoras em estro e maturação in vitro no SOF foi superior aos demais protocolos testados, demonstrando que a maturação ovocitária é beneficiada pela associação entre a fase do ciclo estral e o meio de maturação in vitro (58% MI). Quando submetidos à maturação in vitro os ovócitos provenientes de fêmeas em estro e em anestro apresentam taxas de QVG semelhantes (21,68% TCM 199 e 23,61% SOF - anestro; 20% TCM199 e 23% SOF - estro), porém a taxa de MI foi superior no grupo de ovócitos provenientes de fêmeas em estro (9,79% TCM 199 e 9,72% SOF - anestro; 25% TCM 199 e 58% SOF - estro). Pôde-se ainda evidenciar que em todos os protocolos testados, o tempo de maturação in vitro de 24 horas foi insuficiente para a obtenção da configuração nuclear de metáfase II. / Abstract: The present study aimed to evaluate the nuclear maturation of in vitro matured oocytes originating from estrus and anoestrus bitches. Two different culture media were used, TCM 199 (Tissue Culture Medium) and SOF (Synthetic Oviduct Fluid). The experimental part was divided into two groups: group 1, consisting of anoestrus bitches, and group 2, consisting of estrus bitches. In each group, oocytes were harvested from ovaries and half of them were immediately stained with Hoechst 33342 and classified as in GV (germinal vesicle), GVBD (germinal vesicle breakdown), MI (metaphase I) and D/NI (degenerated/non identifiable). The other part was matured in SOF or TCM media for 24 hours, stained and evaluated as described previously. There were 511 and 373 grade I oocytes recovered in groups 1 and 2, respectively. The mean number of oocytes obtained per anoestrus bitch was 46.45 ± 25.23. For females in group 2, this value was 62.16 ± 8.18 oocytes / bitch. The protocol that utilized estrus donor's oocytes and in vitro maturation in SOF was superior to the other protocol tested, demonstrating that the association between phase of the estrus cycle and maturation medium is beneficial for oocyte in vitro maturation (58% MI). Oocytes from estrus and anoestrus bitches submitted to in vitro maturation presented similar rates of GVBD (21.68% TCM 199 and 23.61% SOF - anoestrus; 20% TCM199 and 23% SOF - estrus). However the MI rate was higher in the estrus group (9.79% TCM 199 and 9.72% SOF - anoestrus; 25% TCM 199 and 58% SOF - estrus). It was demonstrated, in all the protocols tested, that 24 hours in vitro maturation was insufficient for obtaining nuclear configuration of metaphase II. / Mestre
4

Avaliação hormonal, imunoistoquímica e da expressão gênica de receptores de estrógeno e progesterona em cadelas(Canis familiaris) nas diferentes fases do ciclo estral e com piometra /

Oliveira, Priscila Carvalho de. January 2008 (has links)
Orientador: Maria Denise Lopes / Banca: Nereu Carlos Prestes / Banca: Gilson Helio Toniollo / Banca: Clair Matos de Oliveira / Banca: Renne Lauffer Amorim / Resumo: Os objetivos do presente estudo foram avaliar as concentrações hormonais séricas de progesterona e estradiol, a expressão gênica de receptores de estrógeno (ER-alfa e ER-beta) e progesterona (PR), bem como, expressão de receptores de estrógeno e progesterona por meio de técnicas de imunoistoquímica, em cadelas normais (grupo controle) e com piometra (grupo experimental) em diferentes fases do ciclo estral. Foram utilizadas 51 fêmeas caninas submetidas à ovario-histerectomia, sendo 30 animais de conveniência e 21 com diagnóstico de piometra. Os níveis de progesterona para os 51 animais variaram entre 0,11 e 38,00 ng/ml, com média e erro padrão de 7,46+-1,52 ng/ml, respectivamente. Foi observado que os animais do grupo controle apresentaram concentrações séricas de progesterona significativamente superiores (P<0,01) em relação aos animais do grupo experimental, particularmente na fase de diestro. Não foram detectadas diferenças significativas (P>0,05) entre as freqüências de ocorrências nas classificações citológicas e com base nos níveis de progesterona, para animais normais e com piometra. Nos animais clinicamente saudáveis, foram observados em 6,6% com Hiperplasia Endometrial Cística (HEC) e 93,4% sem HEC. Para os animais com piometra, 100% exibiram HEC. Não foram verificadas diferenças significativas (P>0,05) nas expressões gênicas de receptores ER-alfa PR entre os grupos avaliados nas diferentes fases do ciclo estral. Entretanto, as expressões gênicas de receptor ER-beta apresentaram diferenças significativas (P<0,01), com os animais do grupo controle exibindo maiores taxas de transcrição quando comparados aos animais do grupo experimental, na fase de diestro. As porcentagens de células imunopositivas para o receptor de estrógeno, obtidos pela técnica de imunoistoquímica... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Doutor
5

Avaliação clínica e imunoistoquímica do útero e cérvix de cadelas com o diagnóstico de piometra /

Volpato, Rodrigo. January 2011 (has links)
Orientador: Maria Denise Lopes / Banca: Nereu Carlos Prestes / Banca: Daniel Bartoli de Souza / Resumo: O objetivo do presente estudo foi analisar de forma comparativa piometra de cérvix aberta e fechada a fim de compreender o mecanismo de abertura e fechamento cervical. Para tanto, foram utilizadas 31 cadelas, de raças e idades variadas, sendo 25 cadelas com piometra de cérvix aberta e 6 de cérvix fechada. Durante a ovariosalpingohisterectomia (OSH), utilizada como tratamento, foi coletado sangue por venopunção da jugular e conteúdo vesical. Após o procedimento, foram coletados fragmentos da cérvix e do útero para a avaliação imunoistoquímica, além do conteúdo uterino. Para a avaliação imunoistoquímica foram analisados os receptores de estrógeno α e β, progesterona e colágeno I e III. Foram realizadas imunomarcações em diferentes regiões da cérvix como o epitélio glandular, epitélio luminal e estroma, assim como em diferentes regiões do útero como epitélio glandular e estroma. As imunomarcações de colágeno I e III foram realizadas nas regiões glandular e muscular da cérvix e útero. Foram realizadas análises bacterianas do conteúdo uterino e vesical e o perfil de sensibilidade das bactérias através de antibiogramas, testando os antibióticos mais comumente descritos na literatura. Foram realizados os testes estatísticos Mann-Whitnney, quiquadrado e correlação Spearman do teste de Fisher e concordância Kappa, dependendo da variável trabalhada. Os receptores de estrógeno α e β, colágenos I e III comportaram-se da mesma maneira na piometra aberta e fechada. As concentrações de receptores de progesterona foram superiores nas piometras fechadas. As concentrações de progesterona plasmática foram semelhantes nas piometras abertas e fechadas. O hemograma das cadelas com piometra aberta e fechada foram semelhantes e característicos de um processo inflamatório crônico. A função renal dos animais comprometidos estão dentro dos limites... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The aim of this study was to analyze comparatively open and closed cervix pyometra in oder to undertand the mechanism of cervical opening and closing. To this end, we used 31 bitches of different breeds and ages, 25 with pyometra cervix open and 6 closed cervix. During ovariohysterectomy (OSH), used as treatment, blood by venipuncture from the jugular and vesical content were collected. After the procedure, samples were collected from the cervix and uterus to evaluate immunohistochemistry, and the uterine contents. For immunohistochemical evaluation were analyzed estrogen receptors α and β, progesterone and collagen I and III. Immunostainings were performed in different regions of the cervix such as glandular epithelium, luminal epithelium and glandular stroma, as well as in different regions of the uterus as glandular epithelium and glandular stroma. The immunostainings for collagen I and III were performed in muscular and glandular regions of the cervix and uterus. We analyzed the bacterial content of the uterus and bladder and the susceptibility profile of bacteria through antibiograms, testing the antibiotics most commonly reported. Through appropriate statistical. The estrogen receptors α and β, collagen I and III behaved the same way in both open and closed pyometra. Concentrations of progesterone receptors were higher in closed pyometra.The plasma progesterone concentrations were similar in both open and closed pyometra. Hemogram bitches with pyometra opened and closed were similar and characteristic of a chronic inflammatory process. The renal function of animals affected are within the range considered normal for dogs. There was a positive correlation between bacteria isolated from urinary bladder and uterine contents. The most frequently isolated bacteria was E. coli and the antibiotic doxycycline was more sensitive. Further studies are needed to understand... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
6

Aspectos fisiológicos da maturidade fetal em cães

Barreto, Christianne Silva [UNESP] 21 July 2006 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:11Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2006-07-21Bitstream added on 2014-06-13T21:07:28Z : No. of bitstreams: 1 barreto_cs_dr_botfmvz.pdf: 336891 bytes, checksum: 2ec6600a65ab0775c0d9c612d2474e34 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / O feto prematuro não sobrevive à vida extra-uterina devido a imaturidade de órgãos vitais como os pulmões e rins. O objetivo desse trabalho foi avaliar a maturidade renal através da identificação de proteínas de baixa massa molecular; pulmonar através da citologia com azul de Nilo (0,1%), teste de Clements modificado e densidade óptica dos fluidos; alfa-fetoproteína através da eletroforese em SDS-PAGE (12%) e concentração de cortisol nos líquidos fetais por radioimunoensaio. Foram obtidas 40 amostras de líquido amniótico e alantoideano de 16 cadelas gestantes pela cesariana. Ajustes no teste de Clements favorecem a análise de fluidos caninos promovendo resultados confiáveis (p<0,05) para as diluições. Células morfologicamente diferentes e com porcentagem de células orangeofílicas e cianofílicas refletem a maturidade pulmonar sugerindo feto em estágio de pós-maturidade. Na densidade óptica (DO) dos líquidos fetais encontramos 220l0,190 para os líquidos amniótico e 0,250l0,02 para o alantoideano sendo indicativo de maturidade (= 0,150). A concentração proteica nos fluidos estudados reflete a fisiologia fetal (p<0,05). A dosagem de cortisol indica a exposição do feto no ambiente uterino (p<0,05). A IOD da banda protéica de 66kDa foi de 15,94 para o líquido amniótico e 13,3 para o alantoideano. Cinco bandas proteicas presentes nos dois fluidos podem espelhar a maturidade renal (32; 30; 28; 20 e 12). Com base nestes dados conclui-se que a obtenção de informações básicas sobre a maturidade e viabilidade do feto canino podem ser avaliada com os testes propostos. / The premature fetus is unable to survive in extra-uterine environment due to immaturity of its vital organs as the lungs and kidneys. The objective of this work was to evaluate the renal maturity through the identification of low molecular mass proteins; pulmonary maturity through the cytology with Nile blue (0,1%), modified Clements test and optic density of fluids; moreover, the alpha-fetoprotein was evaluated through electrophoresis using SDS-PAGE (12%); and the cortisol concentration from fetal liquids was determinated by radioimunoassay. Forty amniotic and allantoic liquid samples from 16 pregnant bitches were colleted by punction during cesarean section. The Clements test was adapted to canine fluid analysis to promote true results (p<0,05) for the diluitions. Cells morphologically and with percentage of different orangeo and cyanophilia cells reflect the maturity. The optic density (DO) of the fetal fluids liquids were 220l0,190 and 0,250l0,02 to the amniotic and allantoic liquid, respectively, indicating maturity (= 0,150). The protein concentractions reflect the fetal physiology (p<0,05) in evaluated fluids. The cortisol concentration indicates the fetal exposition in the uterine environment (p<0,05). The IOD of 66 kDa protein band was 15,94 to amniotic and 13,30 to allantoic liquid. Five protein band in two fluids can reflect the renal maturity (32; 30; 28; 20 e 12). Based in these results we conclude that the tests considered in the study can evaluate the maturity and viability of canine fetus.
7

Avaliação imunoistoquimica da cérvix de cadelas saudáveis e com o diagnóstico de piometra / Cervix immunohistochemical evaluation of healthy bitches and bitches diagnosed with pyometra

Volpato, Rodrigo [UNESP] 21 January 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2016-05-17T16:51:04Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-01-21. Added 1 bitstream(s) on 2016-05-17T16:54:35Z : No. of bitstreams: 1 000857897.pdf: 1190502 bytes, checksum: 015b214298e4307571cdcfa119179945 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo desse estudo foi avaliar os mecanismos envolvidos na abertura cervical em cadelas saudáveis e com o diagnóstico piometra. Para tanto, foram realizadas avaliações imunoistoquímicas em diferentes regiões da cérvix: epitélio luminal, região glandular e região muscular, para os receptores e-NOS, i-NOS, FAS, FAS-L, PGF2α-R e COX-2. Foram utilizadas 11 cadelas com piometra aberta, 11 cadelas com piometra fechada, 6 cadelas saudáveis em fase folicular e 6 em fase luteal do ciclo estral. Todas as fêmeas foram submetidas a ovariohisterectomia (OSH) e dosagens de progesterona foram realizadas para confirmação da fase do ciclo estral. As dosagens foram realizadas utilizando-se kits comerciais em fase sólida. Para avaliar a imunomarcação foram utilizados dois métodos. No primeiro, em cada um desses tecidos foram avaliados cinco campos, cada campo recebeu um escore de 0 a 4 (sendo 0 = 0 a 5% do campo positivo, 1 = 5 a 25% do campo positivo, 2 = 25 a 50%, 3 = 50 a 75% do campo positivo e 4 = 75 a 100% do campo positivo) sendo considerados positivos aqueles corados em marrom e negativos aqueles corados em azul. No segundo método a intensidade das marcações foi avaliada de forma subjetiva em fraca, moderada e forte, recebendo respectivamente escore 1, 2 e 3 para a análise estatística. As leitura foram realizadas em cinco campos aleatórios, sendo todos os campos homogêneos (mais de 80% da coloração com a mesma intensidade). As avaliações foram realizadas em um microscópio de luz no aumento 400 vezes. Foram realizados os testes estatísticos não-paramétrico de Mann-Whitney para comparar a presença, a concentração de cada receptor e a região entre os grupos piometra fechada e aberta. Entre os grupos piometra, fase luteal e fase folicular, utilizou-se o teste Kruskall-Wallis, pois a comparação foi realizada entre 3 grupos independentes. Os receptores i-NOS e FAS comportam-se da mesma maneira em cadelas com piometra... / The aim of this study was to evaluate the mechanisms involved in cervical opening in bitches with pyometra and healthy bitches. To this end, immunohistochemical evaluations were conducted in different regions of the cervix, epithelium luminal, glandular and musculene for e-NOS, i-NOS, FAS, FAS-L, PGF2α-R and COX-2 receptors. For this purpose, were used 11 bitches with open pyometra, 11 bitches with close pyometra, 6 healthy bitches on follicular phase and 6 on luteal phase of the estrous cycle. All females were subjected to ovariohysterectomy (OSH) and serum progesterone were performed to confirm the phase of the estrous cycle. The measurements were performed using solid phase commercial kits. For immunostaining evaluation two methods were used. In the first, five fields were evaluated in each of these tissues, where each field received a score from 0 to 4 (0 = 0 to 5% of positive field, 1 = 5 to 25% of positive field, 2 = 25 to 50%, 3 = 50 to 75% of positive field and 4 = 75 to 100% of positive field) being considered positive those stained in brown and blue the negative ones. In the second method the markings intensity was assessed subjectively in weak, moderate and strong, respectively receiving scores 1, 2 and 3 for statistical analysis. Readings were taken at five random fields, that were all homogeneous (more than 80% of the staining with the same intensity). The evaluations were performed using a light microscope at a magnification of 400x. Non-parametric statistical test of Mann-Whitney was performed to compare the presence, concentration of each receiver and the region between the closed and open pyometra groups. Among pyometra, follicular phase and luteal phase groups, Kruskall-Wallis test was used, once the comparison made was between three independent groups. The i-NOS and FAS receptors behave in the same way in bitches with open and closed pyometra, not being involved in cervical opening mechanism in this disease. The ...
8

Inseminação artificial com sêmen congelado em cães /

Chirinéa, Viviane Helena. January 2008 (has links)
Orientador: Maria Denise Lopes / Banca: Frederico Ozanan Papa / Banca: Gilson Hélio Toniollo / Banca: Isabel Candia Nunes da Cunha / Banca: Fabiana Ferreira de Souza / Resumo: A inseminação artificial (IA) utilizando sêmen congelado é uma ferramenta importante na reprodução de cães, visa o melhoramento genético e melhor aproveitamento do reprodutor. Além disso, a melhor metodologia para avaliar o potencial fecundante de uma amostra de sêmen é o teste in vivo. Por isso, os objetivos deste trabalho foram determinar a taxa de gestação de cadelas, utilizando sêmen congelado em meio diluente TRIS/OEP/Frutose/8%Glicerol, e comparar duas técnicas de IA: intra-uterina, por laparotomia e intravaginal. O sêmen foi colhido de um único macho, por manipulação digital do pênis e analisado, imediatamente, após a colheita e após a descongelação a 70°C, por 8 segundos. A cinética do movimento foi verificada pelo CASA (Computer Assisted Semen Analyzer), e a integridade das membranas por: sondas fluorescentes (iodeto de propídio e carboxifluoresceína), pelo teste supra vital com a coloração de eosina, e pela associação de sondas (iodeto de propídio, JC-1 e FITC-PSA). A morfologia espermática foi avaliada por meio de esfregaços corados com Karras. A congelação do sêmen foi realizada pelo método descrito por Chirinéa et al. (2006). As fêmeas foram monitoradas desde o início da fase do proestro utilizando a citologia vaginal seriada e a dosagem de progesterona sérica, a cada 48 horas. Para as inseminações, as cadelas foram divididas em dois grupos: Grupo 1 (n=6) inseminadas uma única vez, via intra-uterina, por laparotomia, com uma dose inseminante de 160 x 106 espermatozóides/2mL; e Grupo 2 (n=6) inseminadas duas vezes, via intravaginal com uma dose inseminante de 160 x 106 espermatozóides/2 mL por inseminação. Os resultados das análises do sêmen pré e pós-descongelação não apresentaram diferenças significativas, com exceção da morfologia espermática e da associação de sondas fluorescentes... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Artificial insemination (AI) using frozen semen is an important tool on dog's reproduction, aiming to genetic improvement and better use of a stud. Besides, the better way to evaluate the fecundate potential of a semen sample is an in vivo test. That way, the aim of this work was to determine the pregnancy rate in bitches, using TRIS/OEP/Fructose/8%Glycerol as the diluent medium, and to compare two AI techniques: intrauterine and intravaginal. Semen was collected from one male only, by digital manipulation. Semen was analyzed immediately after collection and after thawed at 70°C for 8 seconds. Movement kinetics were analyzed by CASA (Computer Assisted Semen Analyzer), membrane integrity using fluorescents probes (propidium iodide and carboxyfluorescein), supravital test, eosin staining, integrity of plasmatic, nuclear and mitochondrial membranes using the association of fluorescent probes (FITC-PSA, propidium iodide and JC-1) and sperm morphology. Semen was frozen using the method described by Chirinéa, 2006. Females were monitored since the beginning of proestrus, using vaginal smear and progesterone measurement, each 48hours. To inseminations, bitches were divided into two groups: Group 1, composed by 6 females, which were inseminated just once via intrauterine, with an insemination dose of 160 x 106 spermatozoids/2mL and Group 2 constituted by 6 females, which were inseminated twice, via intravaginal, using an insemination dose of 160 x 106 spermatozoids/2 mL/insemination. Results from semen analyses made before and after freezing did not show any difference, except for sperm morphology and association of fluorescents probes. Pregnancy rate was 66,6% (4/6) on Group 1 and 16,6% (1/6) on Group 2. In conclusion, the success of artificial insemination depends not only on semen quality after thawed, but also on the AI technique used. In our work, intrauterine technique by laparotomy was better than intravaginal. / Doutor
9

Avaliação imunoistoquimica da cérvix de cadelas saudáveis e com o diagnóstico de piometra /

Volpato, Rodrigo. January 2015 (has links)
Orientador: Maria Denise Lopes / Banca: Nereu Carlos Prestes / Banca: Eunice Oba / Banca: Darcila Bartoli de Sousa / Banca: Maria Isabel Mello Martins / Resumo: O objetivo desse estudo foi avaliar os mecanismos envolvidos na abertura cervical em cadelas saudáveis e com o diagnóstico piometra. Para tanto, foram realizadas avaliações imunoistoquímicas em diferentes regiões da cérvix: epitélio luminal, região glandular e região muscular, para os receptores e-NOS, i-NOS, FAS, FAS-L, PGF2α-R e COX-2. Foram utilizadas 11 cadelas com piometra aberta, 11 cadelas com piometra fechada, 6 cadelas saudáveis em fase folicular e 6 em fase luteal do ciclo estral. Todas as fêmeas foram submetidas a ovariohisterectomia (OSH) e dosagens de progesterona foram realizadas para confirmação da fase do ciclo estral. As dosagens foram realizadas utilizando-se kits comerciais em fase sólida. Para avaliar a imunomarcação foram utilizados dois métodos. No primeiro, em cada um desses tecidos foram avaliados cinco campos, cada campo recebeu um escore de 0 a 4 (sendo 0 = 0 a 5% do campo positivo, 1 = 5 a 25% do campo positivo, 2 = 25 a 50%, 3 = 50 a 75% do campo positivo e 4 = 75 a 100% do campo positivo) sendo considerados positivos aqueles corados em marrom e negativos aqueles corados em azul. No segundo método a intensidade das marcações foi avaliada de forma subjetiva em fraca, moderada e forte, recebendo respectivamente escore 1, 2 e 3 para a análise estatística. As leitura foram realizadas em cinco campos aleatórios, sendo todos os campos homogêneos (mais de 80% da coloração com a mesma intensidade). As avaliações foram realizadas em um microscópio de luz no aumento 400 vezes. Foram realizados os testes estatísticos não-paramétrico de Mann-Whitney para comparar a presença, a concentração de cada receptor e a região entre os grupos piometra fechada e aberta. Entre os grupos piometra, fase luteal e fase folicular, utilizou-se o teste Kruskall-Wallis, pois a comparação foi realizada entre 3 grupos independentes. Os receptores i-NOS e FAS comportam-se da mesma maneira em cadelas com piometra... / Abstract: The aim of this study was to evaluate the mechanisms involved in cervical opening in bitches with pyometra and healthy bitches. To this end, immunohistochemical evaluations were conducted in different regions of the cervix, epithelium luminal, glandular and musculene for e-NOS, i-NOS, FAS, FAS-L, PGF2α-R and COX-2 receptors. For this purpose, were used 11 bitches with open pyometra, 11 bitches with close pyometra, 6 healthy bitches on follicular phase and 6 on luteal phase of the estrous cycle. All females were subjected to ovariohysterectomy (OSH) and serum progesterone were performed to confirm the phase of the estrous cycle. The measurements were performed using solid phase commercial kits. For immunostaining evaluation two methods were used. In the first, five fields were evaluated in each of these tissues, where each field received a score from 0 to 4 (0 = 0 to 5% of positive field, 1 = 5 to 25% of positive field, 2 = 25 to 50%, 3 = 50 to 75% of positive field and 4 = 75 to 100% of positive field) being considered positive those stained in brown and blue the negative ones. In the second method the markings intensity was assessed subjectively in weak, moderate and strong, respectively receiving scores 1, 2 and 3 for statistical analysis. Readings were taken at five random fields, that were all homogeneous (more than 80% of the staining with the same intensity). The evaluations were performed using a light microscope at a magnification of 400x. Non-parametric statistical test of Mann-Whitney was performed to compare the presence, concentration of each receiver and the region between the closed and open pyometra groups. Among pyometra, follicular phase and luteal phase groups, Kruskall-Wallis test was used, once the comparison made was between three independent groups. The i-NOS and FAS receptors behave in the same way in bitches with open and closed pyometra, not being involved in cervical opening mechanism in this disease. The ... / Doutor
10

Efeitos da aplicação do benzoato de estadiol na prevvenção de gestação em cadelas /

Derussi, Ana Augusta Pagnano. January 2009 (has links)
Orientador: Maria Denise Lopes / Banca: Fernanda da Cruz Landim e Alvarenga / Banca: Camila Infantosi Vannucchi / Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do benzoato de estradiol na prevenção de gestação em cadelas recém-acasaladas. Utilizou-se 24 fêmeas: GRUPO I (Experimental) - 12 cadelas que receberam uma única aplicação de benzoato de estradiol, dose de 0,2 mg/Kg, via intramuscular, entre o 2º e 7º dia da data da última cobertura. GRUPO II (Controle)- 12 cadelas que receberam solução oleosa diluente, dose de 0,2 ml/Kg, via intramuscular, entre os dias 2 e 7 da última data de cobertura. A ovariohisterectomia (OSH) foi realizada entre os dias 6 a 16 após a última cobertura e foram avaliadas: taxa de recuperação e degeneração ovocitária/ embrionária; viabilidade embrionária e a influência do fármaco sobre à migração, clivagem e implantação embrionária. Foi examinado, também, os efeitos do benzoato de estradiol no sistema hematológico após a utilização da droga. Para avaliação dos hemogramas foi realizado análise de variância -ANOVA (p< 0,05) para medidas repetidas e o teste de Tukey para os parâmetros hematológicos. Para as variáveis recuperação ovocitária e embrionária foi utilizado o coeficiente de correlação de Pearson; para migração embrionária e clivagem embrionária foi realizado o teste de qui-quadrado, na análise de viabilidade embrionária foi utilizado teste exato de Fisher e na análise da implantação foi utilizada análise descritiva dos dados. Todos os testes foram realizados a 5% de nível de significância. Obteve-se 03 embriões no grupo experimental e 52 no grupo controle; o benzoato de estradiol exerceu influencia sobre o número de estruturas recuperadas, porém não influenciou a migração, clivagem e a viabilidade embrionária quando utilizado até o 7°dia após a cobertura. Não foi detectada a presença de vesículas embrionárias implantadas em ambos os grupos, porém... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The purpose of this experiment was to evaluate the effects of the estradiol benzoate on the prevention of pregnancy in mismantig dogs. For that, 24 bitches were divided, in: Experimental Group - 12 bitches that has received a single application of the estradiol benzoate (dose of 0,2 mg/Kg, intramuscular application), in a 2 to 7º days after the last mating. Control Group - 12 bitches received an oily solution (dose of 0,2 mL/Kg, intramuscular application) on the same period (between 2 to 7 days after the last mating). Ovariohysterectomy (OSH) has performed, between days 6 and 16 after the last mating and the parameters evaluated were the recovery rate and the embryonic/ oocytary degeneration rate and the influence of the drug on the migration, the viability, clivage and embryonic implantation. The effect of the estradiol benzoate on the hematologic system after the use of the drug was also investigate. For the oocytary and embryonic recovery variables the coefficient of Pearson correlation was used, in the analysis of the embryonic migration and embryonic clivage a qui-square test was carried qui-square test, in the analysis of embryonic viability were used the Fisher's exact test were used and in the analysis of the implantation descriptive analysis o was used. All the tests used 5% of significance level.Three embryos in the experimental group and 52 embryos in the control group were acquired; estradiol benzoate did practise influences on the number of structures recouvered, but, nor on the migration, clivage and embryonic viability, when used until the 7° day after the mating. There was no detection the presence of embryonic vesicles in both the groups, Apparently, OSHs were performed to soon for the detection of embryonic vesicle... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre

Page generated in 0.0665 seconds