• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 25
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 25
  • 25
  • 7
  • 7
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Efeitos da castração e androgenização neonatal sobre o dimorfismo sexual esquelético e secreção de leptina e corticosterona em ratos /

Mello, Wagner Garcez de. January 2011 (has links)
Orientador: João Cesar Bedran de Castro / Coorientador: José Antunes-Rodrigues / Banca: Aldo Bolten Lucion / Banca: Keico Okino Nonaka / Resumo: Para estudar os efeitos da castração e androgenização neonatal sobre o dimorfismo sexual esquelético, bem como, secreções de leptina e corticosterona. Ratos Wistar, neonatos foram divididos em quatro grupos do mesmo sexo (n = 06-08 por grupo). Os machos foram castrados ou sham-operados nas primeiras 24h de nascimento. As fêmeas receberam injeções subcutâneas diárias de 100mg de propianato de testosterona em 50μl de óleo de milho, ou somente o veículo durante 05 dias. Os animais foram pesados semanalmente para acompanhar a evolução da massa corporal e eutanasiados aos 20, 40 e 120 dias, onde foram coletados sangue e os fêmures para determinação do comprimento e espessura, realizadas com auxílio de um paquímetro. A densidade mineral óssea areal (DMO areal) foi determinada por meio de um densitômetro de dupla emissão de raios-X e, o ensaio mecânico de flexão foi realizado para a aquisição e cálculo das propriedades estruturais: força máxima, rigidez e tenacidade. As amostras sanguíneas foram utilizadas para determinar as concentrações plasmáticas de cálcio, fósforo e fosfatase alcalina, bem como as concentrações plasmáticas de leptina e corticosterona. Os resultados evidenciam que o ganho de massa corpórea, DMO areal e propriedades biofísicas aumentaram rapidamente com o envelhecimento em todos os grupos, confirmando que em animais controle, o dimorfismo sexual esquelético e o padrão dimórfico de secreção da leptina e corticosterona são evidenciados após a puberdade. No entanto, a exposição neonatal a andrógenos induz alterações no crescimento, com DMO areal e qualidade óssea aumentadas em fêmeas androgenizadas, levando a um padrão masculinizado no desenvolvimento. Por outro lado, machos castrados no período neonatal apresentaram fragilidade óssea, com tenacidade... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: To study the effects of neonatal castration and androgenization on sexual dimorphism in bone, and leptin and corticosterone secretion, Wistar rats, newborns, were divided into four groups (n = 06-08 per group) of the same sex. Male pups were cryoanesthetized and castrated or sham/castrated by 24 hours after birth; female pups from separate litters were injected SC with testosterone propionate 100 μg in 50μL corn oil or oil vehicle 50μL during 05 days and were euthanized by 20, 40, and 120 postnatal day. Were collected blood samples, and femurs. The animals were weighed weekly to monitor the evolution of body mass, and the length and thickness of the femurs were performed with aid of a caliper. The Areal Bone Mineral Density (areal BMD) was determinate by Dual-energy X-ray Absorptiometry and, Biomechanical Three-Point Bending Testing; these data were used for the acquisition and calculation of the structural properties: Ultimate Strength, Toughness, and Stiffness. The blood samples were subjected to a biochemical assay to estimate the serum levels of calcium, phosphorus and alkaline phosphatase; and serum leptin and corticosterone concentration. The results showed that weight gain, areal BMD and biomechanical properties increased rapidly with aging in all groups, and confirm that in control animals, skeletal sexual dimorphism, and serum leptin concentration, and a dimorphic pattern in serum corticosterone concentration evidenced after puberty. However, the neonatal exposed to androgen induced changes in growth, areal BMD and bone mass quality in androgenized females, leading to a masculinization pattern in development. On the other hand, neonatally castrated males had the bone development and quality of the mechanical properties similar to those control females. These results suggest... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
2

Efeitos a longo-prazo do tratamento neonatal com glutamato-monossódico no dimorfismo sexual esquelético e secreção de leptina e corticosterona /

Maia, Fabiano Silberschmidt. January 2012 (has links)
Orientador: João Cesar Bedran de Castro / Co-orientador: José Antunes-Rodrigues / Banca: José Vanderlei Menani / Banca: Keico Okino Nonaka / Resumo: Este estudo investigou os efeitos da lesão hipotalâmica induzida por glutamato monossódico (MSG) na programação do dimorfismo sexual em parâmetros somatométricos e propriedades biofísicas do osso durante a fase pré-pubere, púbere e adulto jovem. Além disto, nós avaliamos se a alteração hipotalâmica induzida por este modelo pode influenciar nos níveis séricos de leptina e corticosterona nestes animais. A lesão com MSG foi realizada por injeção subcutânea de glutamato monossódico (dose de 4 mg/g de peso corporal, Sigma, St. Louis, MO) em ratos neonatos no 2º, 4º, 6º, 8º e 10º dia de vida. Os grupos controle foram tratados da mesma forma utilizando solução salina 0,9%. Os ratos foram submetidos a eutanásia aos 20,40, 80, 120 e 150 dias de vida. O peso corporal foi mensurado aos 20, 40, 80, 120 e 150 dias de vida e amostras sanguíneas e fêmures foram coletados. O comprimento femural e a geometria crosseccional da diáfise femural foram medidos e a densidade mineral óssea areal (DMOa) foi determinada por densitômetro de dupla emissão de raio-X (DXA). O teste biomecânico de ensaio de flexão de três pontos foi utilizado para avaliar força máxima, rigidez óssea e tenacidade. Amostras sanguíneas foram submetidas a ensaios bioquímicos para estimar os níveis de cálcio, fósforo, fosfatase alcalina, leptina e corticosterona no plasma. Ganho de peso, DMOa e propriedades biomecânicas aumentam rapidamente com relação a idade de todos os grupos. Nos animais controle o dimorfismo sexual esquelético, concentração de leptina e padrões de dimorfismo sexual de corticosterona foram evidentes após a puberdade. No entanto, nós demonstramos que a destruição de neurônios sensíveis ao MSG pode eliminar a diferença sexual no desenvolvimento esquelético, visto... / Abstract: This study investigated the effects of neonatal MSG-induced hypothalamic lesions on the programming of sexual dimorphism in somatometric parameters and the biophysical properties of bone during childhood, puberty, and adulthood. Furthermore, we evaluated whether hypothalamic changes induced by this model may influence leptin and corticosterone serum concentrations in these animals. MSG-lesion was performed by daily subcutaneous injections of monosodium glutamate (at a dose of 4 mg/g of body weight, Sigma, St. Louis, MO) to newborn rats at 2-nd, 4-th, 6-th, 8-th and 10-th day of life. The control groups were treated in the same manner with saline solution 0,9%. Rats were euthanized at 20, 40, 80, 120 or 150 postnatal days. Body weight was also measured at 20, 40, 80, 120 and 150 days of age, and blood samples and femurs were collected. The femur length and femoral diaphyseal cross-sectional geometry were measured and the areal bone mineral density (areal BMD) was determined by dual-energy X-ray absorptiometry (DXA). Biomechanical three-point bending testing was used to evaluate bone breaking strength, energy to fracture, and extrinsic stiffness. Blood samples were submitted to a biochemical assay to estimate calcium, phosphorus, alkaline phosphatase, leptin, and corticosterone levels. Weight gain, areal BMD and bone biomechanical properties increased rapidly with respect to age in all groups. In control animals, skeletal sexual dimorphism, leptin concentration, and dimorphic corticosterone concentration patterns were evident after puberty. However, we demonstrated that destruction of MSG-sensitive neurons during the critical period of sexual differentiation of the brain causes a long-lasting modification in biophysical bone properties and serum leptin and corticosterone concentrations. This suggested that neonatal MSG treatment... / Mestre
3

Aspectos neurobiológicos da influência da separação materna na sensibilização comportamental ao etanol / Neurobiological aspects of the influence of maternal separation on ethanol-induced behavioral sensitization

Kawakami, Suzi Emiko [UNIFESP] January 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:45:35Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012 / O estresse no inicio da vida aumenta a vulnerabilidade a disturbios psiquiatricos, como depressao e ansiedade, assim como ao abuso de drogas. Um paradigma utilizado para estudar esses efeitos em roedores e a separacao materna longa (SML). Em um estudo previo realizado por nosso grupo, a SML acelerou o desenvolvimento da sensibilizacao comportamental ao efeito estimulante do etanol (EtOH) em femeas e este efeito pode ter sido decorrente de diversas alteracoes, entre elas, hormonais, neuroquimicas e comportamentais. No presente estudo procuramos dissecar essas influencias dos efeitos da SML sobre a sensibilizacao comportamental ao EtOH. Para isso, foram utilizados camundongos machos e femeas, submetidos a SML, que consiste em separar os filhotes de suas maes por 3h/dia do 2º ao 14º dia de vida. O grupo controle foi formado por ninhadas nao manipuladas, exceto para a limpeza das gaiolas-moradia (cuidado padrao de bioterio - CPB). No primeiro experimento, avaliou-se o efeito da SML per se ou apos o tratamento cronico de EtOH na atividade locomotora, nas concentracoes plasmaticas de corticosterona (CORT) e de monoaminas no cortex frontal, estriado e hipocampo, dosadas pelo metodo de ohigh performance liquid chromatographyo (HPLC). Os principais resultados deste experimento mostraram que os machos submetidos a SML e tratados cronicamente com EtOH apresentaram maiores concentracoes de CORT plasmatica e monoaminas hipocampais. Esse ultimo resultado poderia sugerir alteracao do comportamento tipo ansioso, que foi avaliado no Experim ento 2. Assim, os animais CPB e SML foram testados no labirinto em cruz elevado apos a administracao aguda de salina ou de 1,0 ou de 1,25 g/kg de EtOH e os machos SML apresentaram maior comportamento tipoansioso apos a administracao de salina, enquanto que foram mais sensiveis ao efeito ansiolitico do EtOH do que os machos CPB. Outros sistemas envolvidos no processo da sensibilizacao comportamental sao os sistemas opioidergico e do hormonio liberador de corticotrofina (CRH), que foram testados, respectivamente, nos experimentos tres e quatro. Os antagonistas opioidergico (naltrexone) e do receptor 1 do CRH (CRH-R1; CP-154526) diminuiram ou bloquearam a sensibilizacao comportamental dependendo do sexo, sendo que a SML nao modificou este efeito. Concluindo, as concentracoes de CORT e monoaminas foram mais sensiveis aos efeitos da SML, sendo que os machos foram mais influenciados pela manipulacao. A sensibilizacao comportamental nao foi modificada pela SML e o bloqueio da expressao desse fenomeno pelos antagonistas opioidergico e de CRH-R1 ocorreu de maneira sexo-dependente, sendo que os machos foram mais sensiveis ao naltrexone e as femeas ao antagonista de CRH-R1 / BV UNIFESP: Teses e dissertações
4

Técnicas multivariadas de morfometria geométrica são capazes de discriminar a forma dos crânios de Trachycephalus atlas Bokermann, 1966 e Trachycephalus nigromaculatus Tschudi, 1838 (Anura, Hylidae)? /

Comelli, Ana Beatriz Alarcon January 2020 (has links)
Orientador: Ivan Sergio Nunes Silva Filho / Resumo: Trachycephalus atlas e Trachycephalus nigromaculatus são espécies da família Hylidae, Ordem Anura, que são morfologicamente semelhantes entre si. Apesar de T. atlas ser relatada em sua maioria em ambientes do Bioma Caatinga e T. nigromaculatus ocorrer em regiões costeiras da Mata Atlântica e interioranas em matas de galeria do Cerrado, ambas foram registradas em ambientes com fitofisionomia vegetal de transição de Mata Atlântica e Caatinga, especialmente no estado da Bahia. Devido à sua semelhança morfológica, não existe uma característica conspícua que ajude na diagnose destas espécies. Suas diferenças aparecem no canto e no girino. Neste estudo examinamos essas duas espécies utilizando a morfometria geométrica para analisar as variações da forma do crânio e determinar se essas variações são diagnósticas, encontrando amparo em dados estatísticos robustos. A morfometria geométrica (MG) tem sido empregada para resolver uma variedade de questões do mais amplo contexto de ecologia e evolução. Foram examinados 160 exemplares de coleções representativas das espécies, perfazendo o maior número possível de localidades registradas. Os crânios dos indivíduos foram fotografados em vista dorsal e lateral e 17 marcos anatômicos (landmarks) foram selecionados e digitalizados de acordo com a representatividade em estruturas homólogas da área craniana de todos os exemplares. Para as análises de morfometria geométrica foi utilizado o método de sobreposição de Procrustes com as coordenadas do... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Trachycephalus atlas and Trachycephalus nigromaculatus are species of the family Hylidae, Order Anura, which are morphologically similar to each other. Although T. atlas is mostly reported in environments of the Caatinga Biome and T. nigromaculatus occurs in coastal regions of the Atlantic Forest and inlands of Cerrado, both were recorded in environments with transition vegetation phytophysiognomy of the Atlantic Forest and Caatinga, especially in the state of Bahia. Due to its morphological similarity, there is no conspicuous characteristic that helps in the diagnosis of these species. Their differences appear in the call and the tadpole. In this study we examine these two species using geometric morphometry to analyze variations in the shape of the skull and determine whether these variations are diagnostic, finding support in more robust statistical data. Geometric morphometry (GM) has been used to solve a variety of issues in the broadest context of ecology and evolution. The sample consisted of 160 specimens of representative collections of the species, sampling the largest possible number of registered locations. The skulls of the individuals were photographed in dorsal and lateral views and 17 anatomical landmarks were selected and digitized according to the representativeness in homologous structures of the cranial area of all the specimens. For the analysis of geometric morphometry, the Procrustes superimposition method with the coordinates of the milestones for the ... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
5

Estimativa de sexo pelo índice canino mandibular em população da região Sudeste do Brasil / Sex estimation by mandibular canine index in Brazilian Southeast population

Magalhães, Luciana Vigorito 03 September 2018 (has links)
A estimativa sexual constitui um dos aspectos primordiais da identificação, uma vez que por si só restringe grande parte da população de suspeitos. Diversos estudos vêm utilizando parâmetros odontométricos para a estimativa sexual e o canino é o dente que tem apresentado maior dimorfismo sexual na dentição humana, no entanto, esses parâmetros são população-específicos. O objetivo deste trabalho foi definir, em uma população da região sudeste do Brasil, os valores do índice canino mandibular (MCI) e MCI Standard proposto por Rao e colaboradores (1989) e suas respectivas acurácias na estimativa do sexo, bem como sua validação por meio da análise de classificação multivariada. Em uma amostra composta por 45 homens e 45 mulheres com idade entre 18 a 35 anos, as medidas mésio-distal do dente 43 (MD43) e distância intercanina (DIC) inferior foram coletadas diretamente na boca dos voluntários, com o auxílio de um paquímetro digital, por três diferentes examinadores. Encontrou-se MCI de 0,255 e 0,248, respectivamente, para os sexos masculino e feminino e MCI Standard de 0,240 com acurácia média de 52,22%. Tal resultado poderia indicar que as medidas utilizadas não apresentam dimorfismo sexual significativo ou apenas a ineficácia da metodologia nesta população. Para confirmação, aplicou-se a análise de classificação multivariada, que apontou a correlação entre as medidas MD43, DIC inferior e sexo, com acurácia média de cerca de 75 a 80%, confirmando o dimorfismo sexual nesses parâmetros. Portanto, concluiu-se que as medidas que compõe o MCI são boas para a predição do sexo, no entanto, as fórmulas do MCI não são eficazes na população estudada / Sex estimation is one of the primary aspects of identification, since it restricts a large part of the suspect population. Several studies have used odontometric parameters for sex estimation and the canine is the tooth that has presented greater sexual dimorphism in the human dentition, however, these parameters are populationspecific. The aim of this study was to define the values of the mandibular canine index (MCI) and MCI Standard proposed by Rao et al. (1989) in a Brazilian Southeast population and their respective accuracy in the sex estimation as well as its validation through the multivariate classification analysis. In a sample of 45 men and 45 women aged 18 to 35 years, the measurements of the mesio-distal distance of the right lower canine (MD43) and the inferior intercanine distance (DIC) were collected directly in the mouth with the aid of a digital caliper by three different examiners. MCI was 0.255 and 0.248 respectively, for the male and female, MCI Standard of 0.240, with an average accuracy of 52.22%. This result could indicate that the measures used do not present significant sexual dimorphism or only the ineffectiveness of the methodology in this population. For confirmation, the multivariate classification analysis was applied, which pointed out the correlation between the measurements MD43, DIC and sex, with an average accuracy of about 75 to 80%, confirming the sexual dimorphism in these parameters. Therefore, it was concluded that the measures that make MCI are good for sex prediction, however, MCI formulas are not effective in the study population
6

Estimativa de sexo pelo índice canino mandibular em população da região Sudeste do Brasil / Sex estimation by mandibular canine index in Brazilian Southeast population

Luciana Vigorito Magalhães 03 September 2018 (has links)
A estimativa sexual constitui um dos aspectos primordiais da identificação, uma vez que por si só restringe grande parte da população de suspeitos. Diversos estudos vêm utilizando parâmetros odontométricos para a estimativa sexual e o canino é o dente que tem apresentado maior dimorfismo sexual na dentição humana, no entanto, esses parâmetros são população-específicos. O objetivo deste trabalho foi definir, em uma população da região sudeste do Brasil, os valores do índice canino mandibular (MCI) e MCI Standard proposto por Rao e colaboradores (1989) e suas respectivas acurácias na estimativa do sexo, bem como sua validação por meio da análise de classificação multivariada. Em uma amostra composta por 45 homens e 45 mulheres com idade entre 18 a 35 anos, as medidas mésio-distal do dente 43 (MD43) e distância intercanina (DIC) inferior foram coletadas diretamente na boca dos voluntários, com o auxílio de um paquímetro digital, por três diferentes examinadores. Encontrou-se MCI de 0,255 e 0,248, respectivamente, para os sexos masculino e feminino e MCI Standard de 0,240 com acurácia média de 52,22%. Tal resultado poderia indicar que as medidas utilizadas não apresentam dimorfismo sexual significativo ou apenas a ineficácia da metodologia nesta população. Para confirmação, aplicou-se a análise de classificação multivariada, que apontou a correlação entre as medidas MD43, DIC inferior e sexo, com acurácia média de cerca de 75 a 80%, confirmando o dimorfismo sexual nesses parâmetros. Portanto, concluiu-se que as medidas que compõe o MCI são boas para a predição do sexo, no entanto, as fórmulas do MCI não são eficazes na população estudada / Sex estimation is one of the primary aspects of identification, since it restricts a large part of the suspect population. Several studies have used odontometric parameters for sex estimation and the canine is the tooth that has presented greater sexual dimorphism in the human dentition, however, these parameters are populationspecific. The aim of this study was to define the values of the mandibular canine index (MCI) and MCI Standard proposed by Rao et al. (1989) in a Brazilian Southeast population and their respective accuracy in the sex estimation as well as its validation through the multivariate classification analysis. In a sample of 45 men and 45 women aged 18 to 35 years, the measurements of the mesio-distal distance of the right lower canine (MD43) and the inferior intercanine distance (DIC) were collected directly in the mouth with the aid of a digital caliper by three different examiners. MCI was 0.255 and 0.248 respectively, for the male and female, MCI Standard of 0.240, with an average accuracy of 52.22%. This result could indicate that the measures used do not present significant sexual dimorphism or only the ineffectiveness of the methodology in this population. For confirmation, the multivariate classification analysis was applied, which pointed out the correlation between the measurements MD43, DIC and sex, with an average accuracy of about 75 to 80%, confirming the sexual dimorphism in these parameters. Therefore, it was concluded that the measures that make MCI are good for sex prediction, however, MCI formulas are not effective in the study population
7

Efeito da inibição dos receptores canabinóides CB₁ ou CB₂ durante o período neonatal sobre o dimorfismo sexual esquelético ao longo do desenvolvimento /

Kiill, Noélle Egídia Watanabe. January 2015 (has links)
Orientador: João Cesar Bedran de Castro / Coorientador: José Antunes Rodrigues / Banca: Roberta Okamoto / Banca: Keico Okino Nonaka / Resumo: O objetivo do presente estudo foi caracterizar o impacto da breve bloqueio dos receptores canabinóides CB1 ou CB2 durante o período neonatal sobre o crescimento somático e desenvolvimento esquelético durante a infância, puberdade e na idade adulta em ratos. Ratos Wistar recém-nascidos foram distribuídos aleatoriamente em seis grupos, três grupos do sexo masculino e três grupos femininos. Os grupos tratados receberam durante os primeiros sete dias de vida de uma dose subcutânea de antagonistas dos receptores CB1 (AM251) ou CB₂ (SR144528) (3 mg/kg dissolvidos em 50 uL de veículo composto em álcool absoluto e tampão fosfato salino - PBS). Os grupos controle receberam a solução veículo com mesmo volume e período. O peso corporal foi mensurado aos 20, 40, 120 dias de idade e os fêmures direitos foram coletados. O comprimento e a espessura dos fêmures foram medidos e a densidade mineral óssea areal (DMO areal) foi determinada por meio de um densitômetro de dupla emissão de raios-X (DEXA). O teste biomecânico de flexão da cabeça do fêmur foi utilizado para avaliar a força máxima, a energia para fratura, e rigidez extrínseca dos ossos. Ganho de massa corporal, DMO areal e propriedades biomecânicas do osso aumentaram rapidamente com a idade em todos os grupos. Entre animais veículo, os padrões de dimorfismo sexual esquelética foram evidentes após a puberdade. No entanto, o bloqueio neonatal dos receptores canabinóides CB1 e CB2 promoveu um efeito transitório e sexo-dependentes sobre a massa corporal e desenvolvimento ósseo ao longo da vida, e que a inibição neonatal desses receptores nos machos promoveu um efeito bifásico sobre a aquisição de DMO areal ao longo do desenvolvimento, e aumento da fragilidade óssea nos machos AM251 na idade adulta. Este estudo demonstrou que... / Abstract: The aim of the present study was to characterize the impact of brief blockade of cannabinoid CB1 or CB2 receptors during neonatal period on somatic growth and skeletal development during childhood, puberty, and adulthood in rats. Newborn Wistar rats were randomly divided into six groups, three male groups and three female groups. The treated groups received during the firsts seven days of life a subcutaneous dose of a CB1 (AM251) or CB₂ (SR144528) receptors antagonist (3 mg/kg dissolved in 50 μl of a vehicle consisting of absolute ethanol and phosphate buffered saline - PBS). Control groups received the vehicle solution in the same volume and period. Body weight was measured at 20, 40, 120 days of age and femurs were collected. The length and thickness of the femurs were measured and the areal bone mineral density (areal BMD) was determined by dual-energy X-ray absorptiometry (DEXA). Biomechanical femoral neck bending testing was used to evaluate bone breaking strength, energy to fracture, and extrinsic stiffness. Weight gain, areal BMD and bone biomechanical properties increased rapidly with respect to age in all groups. In vehicle animals, skeletal sexual dimorphism patterns were evident after puberty. However, neonatal blockade of cannabinoid CB1 and CB2 receptors promoted a transient and sex-dependent effect on the body weight and bone development throughout the life, and that neonatal inhibiting the CB1 and CB2 receptors in males promotes a biphasic effect on the acquisition of areal BMD throughout development, and increased bone fragility in males AM251 in adulthood. This study demonstrated that brief blockade of cannabinoid CB1 or CB2 receptors during neonatal period causes a long-lasting and sex-dependents modification in somatic growth and skeletal development in rats / Mestre
8

Alterações bioquímicas e celulares causadas pela hipóxia-isquemia neonatal : contribuição do dimorfismo sexual

Weis, Simone Nardin January 2012 (has links)
A hipóxia-isquemia (HI) encefálica é uma das causas mais frequentes de lesões graves com comprometimento crônico das capacidades neurológicas e também de óbito neonatal do mundo. A HI cerebral resulta em alterações hemodinâmicas, bioquímicas e neurofisiológicas como uma consequência direta da falta de oxigênio e glicose. Esses processos podem levar a um dano cerebral por meio da ativação de mecanismos citotóxicos e apoptóticos, que causam prejuízo e morte à célula. Recentemente, alguns estudos mostraram que os danos gerados pela HI neonatal apresentam dimorfismo sexual. Na presente tese, foram avaliados os efeitos da HI neonatal sobre parâmetros de estresse oxidativo e de dano celular após a lesão encefálica em machos e fêmeas a fim de se detectar a contribuição do dimorfismo sexual para a lesão. Foi observado que a HI aumentou a produção de radicais livres causando peroxidação lipídica, e também aumentou a atividade da enzima antioxidante superóxido dismutase (1h e 2h após a HI). Além disso, a HI inibiu a atividade da enzima Na+, K+-ATPase imediatamente após a lesão. Estes dados demonstram que a HI foi capaz de induzir o estresse oxidativo e levar à perda de homeostase celular através da alteração no controle da bomba de Na+ e K+ no encéfalo dos neonatos após a lesão. Tendo em vista que a mitocôndria é a principal fonte de espécies reativas de oxigênio (EROs) na célula nós investigamos os efeitos da HI sobre a função mitocondrial. Machos e fêmeas expostos à HI apresentaram diminuição na atividade do complexo II da cadeia respiratória em hipocampo, além de diminuição da massa e do potencial de membrana (Δψ) mitocondrial tanto no córtex quanto no hipocampo, 2h após o insulto. Por outro lado, em 18h, a atividade dos complexos (I-III, II e IV) da cadeia respiratória mostrou uma inibição severa que foi acompanhada de diminuição de massa e Δψ mitocondrial em ambos os sexos, exceto pelo fato dos machos não apresentarem diminuição na massa mitocondrial. Esses dados mostram que a formação de espécies reativas bem como a peroxidação lipídica ocorre provavelmente devido à inibição da atividade dos complexos da cadeia respiratória. Tão importante quanto a disfunção mitocondrial induzida pela HI, os resultados apontam a presença de dimorfismo sexual neste parâmetro avaliado, uma vez que as fêmeas, além de apresentarem uma atividade dos complexos da cadeia respiratória per se maior quando comparadas aos machos, elas mostraram-se mais vulneráveis ao dano da HI. Com a finalidade de identificar a possível contribuição da autofagia para as diferentes alterações mitocondriais encontradas em machos e fêmeas, a atividade autofágica foi mensurada nos neonatos 18h após a lesão. Nós constatamos que as alterações encontradas – estresse oxidativo e disfunção mitocondrial – foram capazes de induzir a atividade autofágica. Entretanto esta se manifestou de forma distinta em córtex e hipocampo e também de maneira diferente em machos e fêmeas. No córtex, as fêmeas submetidas à HI tiveram aumento no número de autofagossomos (ativação da autofagia), porém diminuição dos autolisossomos, demonstrando uma possível inibição de algum passo final do processo. Já no hipocampo, os machos submetidos à HI tiveram indução da autofagia e as fêmeas apresentaram um aumento per se da atividade autofágica tanto nos animais controle quanto nos HI. É possível que o aumento das EROs pela cadeia respiratória e a perda de Δψ mitocondrial tenham induzido a autofagia após a lesão causada pela HI no encéfalo dos neonatos. Essas diferenças sexo-específicas são importantes não somente para entendermos o mecanismo de dano causado pelo insulto, mas também para direcionarmos os estudos sobre as estratégias terapêuticas de acordo com o sexo do indivíduo afetado. / Brain hypoxia-ischemia (HI) is one of the most common causes of severe chronic impairment of neurological abilities and also neonatal death in the world. Brain HI results in hemodynamic, biochemical and neurophysiological changes as a direct consequence of oxygen and glucose absence. These processes can lead to brain damage through activation of cytotoxic and apoptotic mechanisms, which cause injury and death to the cell. Recently, some studies have shown that the damage caused by neonatal HI presents sexual dimorphism. In this thesis, it was evaluated the effects of neonatal HI on oxidative stress parameters and cell damage after brain lesion in males and females to verify sexual dimorphism contribution to the lesion. It was observed that HI increased free radicals production leading to lipid peroxidation and also increased superoxide dismutase activity (1h and 2h after HI). Besides, HI inhibited Na+, K+-ATPase activity immediately after injury. These data demonstrated that HI was able to induce oxidative stress and lead to cell homeostase loss through modifications on Na+ and K+ pump control in neonatal brain after injury. Considering that mitochondria are the main source of reactive oxygen species (ROS) in cell we investigated the effects of HI on mitochondrial function. Males and females exposed to HI showed a decrease in complex II activity of hippocampal respiratory chain in addition to diminished mass and mitochondrial membrane potential (Δψ) in both cortex and hippocampus, 2h after insult. On the other hand, at 18h activity of respiratory chain complexes (I-III, II e IV) showed a severe inhibition that was accompanied by a decrease of mitochondrial mass and Δψ in both sexes, except that males do not show decrease in mitochondrial mass. These data demonstrated that reactive species formation and lipid peroxidation probably occur due to inhibition of respiratory chain complexes activities. Just as important as mitochondrial dysfunction induced by HI, results indicate the presence of sexual dimorphism on this parameter, since females, besides having a higher per se activity of respiratory chain complexes compared to males, they were more vulnerable to HI damage. In order to identify the possible contribution of autophagy to the distinct mitochondrial alterations found in males and females, autophagic activity was measured in neonates 18h after injury. We verify that changes found – namely oxidative stress and mitochondrial dysfunction - were able to induce autophagic activity. However, it manifested differently in cortex and hippocampus and also in males and females. In the cortex, females subjected to HI had an increase in autophagosomes (activation of autophagy), but decreased autolysosomes, showing a possible inhibition of a final step of the process. On hippocampus, males subjected to HI had autophagy induction and females showed a per se increase in autophagic activity in both control and HI animals. It is possible that ROS increased in respiratory chain and loss of mitochondrial Δψ had induced autophagy after lesion caused by HI in the neonatal brain. These sex-specific differences are important not only to understand the mechanism of damage caused by HI insult, but also to direct studies on the therapeutic strategies according to the sex of the affected subject.
9

Separação materna longa acelera o desenvolvimento da sensibilização comportamental ao efeito estimulante do etanol em camundongos fêmeas, mas não em machos / Maternal separation accelerates behavioral sensitization to ethanol in female, but not in male mice

Kawakami, Suzi Emiko [UNIFESP] January 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-12-06T23:46:53Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007 / O estresse no inicio da vida esta associado com uma disfuncao do eixo hipotalamo¬hipofise-adrenal (HPA) e com o aumento da vulnerabilidade ao abuso de drogas. Objetivos: Investigar os efeitos das separacoes maternas breve (8MB) e longa (8ML) na resposta do eixo HPA e na sensibilizacao comportamental ao etanol (EtOH) em camundongos machos e femeas. Materiais e Metodos: Do 2° ao 14° dia de vida, os animais foram submetidos a 8ML (os filhotes ficaram 3 h/dia separados da mae), 8MB (os filhotes ficaram 15 min/dia separados da mae) ou nao foram separados, somente manipulados para a limpeza das gaiolas¬moradia (animal facility rearing - AFR). Quando adultos, os animais foram tratados em dias alternados com salina (8AL) ou EtOH (2,2 g/kg), Lp., durante 10 dias e sua atividade locomotora avaliada por 15 min imediatamente apos a administracao. Quarenta e oito horas apos a quinta administracao, todos os animais receberam uma administracao de 8AL (Desafio 8AL) e quarenta e oito horas depois, os animais receberam uma administracao de EtOH (desafio EtOH). As concentracoes plasmaticas de corticosterona (CORT) foram determinadas uma semana antes do inicio do tratamento (basal), vinte min apos a primeira administracao e vinte minutos apos o desafio EtOH. Resultados: Femeas 8ML apresentaram concentracoes basais de CORT maiores do que femeas 8MB, mas a resposta de CORT ao EtOH foi semelhante entre os grupos. O tratamento cronico com EtOH induziu a sensibilizacao comportamental nas femeas 8MB e SML, mas esta foi mais rapida nas femeas 8ML (a partir do 4° dia vs no 5° dia de tratamento para as femeas 8MB). Machos 8ML e 8MB apresentaram concentracoes basais de CORT semelhantes ao grupo AFR, mas o aumento nas concentracoes de CORT induzido pelo EtOH foi maior nos animais 8ML e 8MB. Administracao repetida de EtOH induziu a sensibilizacao comportamental nos machos, independente da manipulacao neonatal. Conclusoes: 8ML e 8MB produziram efeitos genero-dependentes. Em machos, 8ML e 8MB aumentaram a resposta de CORT ao EtOH, mas nao modificaram a sensibilizacao comportamental. Em femeas, 8ML aumentou a liberacao basal de CORT em femeas comparada com 8MB. 8ML e 8MB facilitaram o desenvolvimento da sensibilizacao comportamental ao EtOH, sendo que as femeas 8ML desenvolveram esse fenomeno mais rapido, o que pode sugerir uma maior vulnerabilidade ao abuso de drogas. As concentracoes de CORT parecem nao estar envolvidas com esta aceleracao no desenvolvimento da sensibilizacao comportamental / BV UNIFESP: Teses e dissertações
10

Efeito da inibição dos receptores canabinóides CB₁ ou CB₂ durante o período neonatal sobre o dimorfismo sexual esquelético ao longo do desenvolvimento

Kiill, Noélle Egídia Watanabe [UNESP] 31 July 2015 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2016-02-05T18:30:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2015-07-31. Added 1 bitstream(s) on 2016-02-05T18:34:19Z : No. of bitstreams: 1 000857839.pdf: 1265917 bytes, checksum: 668aecd70d30203ad662b956638e0da8 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo do presente estudo foi caracterizar o impacto da breve bloqueio dos receptores canabinóides CB1 ou CB2 durante o período neonatal sobre o crescimento somático e desenvolvimento esquelético durante a infância, puberdade e na idade adulta em ratos. Ratos Wistar recém-nascidos foram distribuídos aleatoriamente em seis grupos, três grupos do sexo masculino e três grupos femininos. Os grupos tratados receberam durante os primeiros sete dias de vida de uma dose subcutânea de antagonistas dos receptores CB1 (AM251) ou CB₂ (SR144528) (3 mg/kg dissolvidos em 50 uL de veículo composto em álcool absoluto e tampão fosfato salino - PBS). Os grupos controle receberam a solução veículo com mesmo volume e período. O peso corporal foi mensurado aos 20, 40, 120 dias de idade e os fêmures direitos foram coletados. O comprimento e a espessura dos fêmures foram medidos e a densidade mineral óssea areal (DMO areal) foi determinada por meio de um densitômetro de dupla emissão de raios-X (DEXA). O teste biomecânico de flexão da cabeça do fêmur foi utilizado para avaliar a força máxima, a energia para fratura, e rigidez extrínseca dos ossos. Ganho de massa corporal, DMO areal e propriedades biomecânicas do osso aumentaram rapidamente com a idade em todos os grupos. Entre animais veículo, os padrões de dimorfismo sexual esquelética foram evidentes após a puberdade. No entanto, o bloqueio neonatal dos receptores canabinóides CB1 e CB2 promoveu um efeito transitório e sexo-dependentes sobre a massa corporal e desenvolvimento ósseo ao longo da vida, e que a inibição neonatal desses receptores nos machos promoveu um efeito bifásico sobre a aquisição de DMO areal ao longo do desenvolvimento, e aumento da fragilidade óssea nos machos AM251 na idade adulta. Este estudo demonstrou que... / The aim of the present study was to characterize the impact of brief blockade of cannabinoid CB1 or CB2 receptors during neonatal period on somatic growth and skeletal development during childhood, puberty, and adulthood in rats. Newborn Wistar rats were randomly divided into six groups, three male groups and three female groups. The treated groups received during the firsts seven days of life a subcutaneous dose of a CB1 (AM251) or CB₂ (SR144528) receptors antagonist (3 mg/kg dissolved in 50 μl of a vehicle consisting of absolute ethanol and phosphate buffered saline - PBS). Control groups received the vehicle solution in the same volume and period. Body weight was measured at 20, 40, 120 days of age and femurs were collected. The length and thickness of the femurs were measured and the areal bone mineral density (areal BMD) was determined by dual-energy X-ray absorptiometry (DEXA). Biomechanical femoral neck bending testing was used to evaluate bone breaking strength, energy to fracture, and extrinsic stiffness. Weight gain, areal BMD and bone biomechanical properties increased rapidly with respect to age in all groups. In vehicle animals, skeletal sexual dimorphism patterns were evident after puberty. However, neonatal blockade of cannabinoid CB1 and CB2 receptors promoted a transient and sex-dependent effect on the body weight and bone development throughout the life, and that neonatal inhibiting the CB1 and CB2 receptors in males promotes a biphasic effect on the acquisition of areal BMD throughout development, and increased bone fragility in males AM251 in adulthood. This study demonstrated that brief blockade of cannabinoid CB1 or CB2 receptors during neonatal period causes a long-lasting and sex-dependents modification in somatic growth and skeletal development in rats

Page generated in 0.3225 seconds