• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4
  • Tagged with
  • 4
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Descrição linguística da complementaridade para a sumarização automática multidocumento

Souza, Jackson Wilke da Cruz 11 November 2015 (has links)
Submitted by Bruna Rodrigues (bruna92rodrigues@yahoo.com.br) on 2016-10-25T11:34:48Z No. of bitstreams: 1 DissJWCS.pdf: 1378387 bytes, checksum: 8f4432b0959dda94e372b6cbb7dd8e7e (MD5) / Approved for entry into archive by Marina Freitas (marinapf@ufscar.br) on 2016-11-08T19:04:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DissJWCS.pdf: 1378387 bytes, checksum: 8f4432b0959dda94e372b6cbb7dd8e7e (MD5) / Approved for entry into archive by Marina Freitas (marinapf@ufscar.br) on 2016-11-08T19:05:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DissJWCS.pdf: 1378387 bytes, checksum: 8f4432b0959dda94e372b6cbb7dd8e7e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-08T19:05:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DissJWCS.pdf: 1378387 bytes, checksum: 8f4432b0959dda94e372b6cbb7dd8e7e (MD5) Previous issue date: 2015-11-11 / Não recebi financiamento / Automatic Multidocument Summarizarion (AMS) is a computational alternative to process the large quantity of information available online. In AMS, we try to automatically generate a single coherent and cohesive summary from a set of documents which have same subject, each these documents are originate from different sources. Furthermore, some methods of AMS select the most important information from the collection to compose the summary. The selection of main content sometimes requires the identification of redundancy, complementarity and contradiction, characterized by being the multidocument phenomena. The identification of complementarity, in particular, is relevant inasmuch as some information may be selected to the summary as a complement of another information that was already selected, ensuring more coherence and most informative. Some AMS methods to condense the content of the documents based on the identification of relations from the Cross-document Structure Theory (CST), which is established between sentences of different documents. These relationships (for example Historical background) capture the phenomenon of complementarity. Automatic detection of these relationships is often made based on lexical similarity between a pair of sentences, since research on AMS not count on studies that have characterized the phenomenon and show other relevant linguistic strategies to automatically detect the complementarity. In this work, we present the linguistic description of complementarity based on corpus. In addition, we elaborate the characteristics of this phenomenon in attributes that support the automatic identification. As a result, we obtained sets of rules that demonstrate the most relevant attributes for complementary CST relations (Historical background, Follow-up and Elaboration) and its types (temporal and timeless) complementarity. According this, we hope to contribute to the Descriptive Linguistics, with survey-based corpus of linguistic characteristics of this phenomenon, as of Automatic Processing of Natural Languages, by means of rules that can support the automatic identification of CST relations and types complementarity. / A Sumarização Automática Multidocumento (SAM) é uma alternativa computacional para o tratamento da grande quantidade de informação disponível on-line. Nela, busca-se gerar automaticamente um único sumário coerente e coeso a partir de uma coleção de textos que tratam de um mesmo assunto, sendo cada um deles proveniente de fontes distintas. Para tanto, a SAM seleciona informações mais importantes da coleção para compor o sumário. A seleção do conteúdo principal requer, por vezes, a identificação da redundância, complementaridade e contradição, que se caracterizam por serem os fenômenos multidocumento. A identificação da complementaridade, em especial, é relevante porque uma informação pode ser selecionada para o sumário uma vez que complementa outra já selecionada, garantindo mais coerência e informatividade. Alguns métodos de SAM realizam a condensação do conteúdo dos textos-fonte com base na identificação das relações do modelo/teoria Cross Document Structure Theory (CST) que se estabelecem entre as sentenças dos diferentes textos-fonte. Algumas dessas relações (p.ex., Historical background) capturam o fenômeno da complementaridade. A detecção automática dessas relações é comumente feita com base na similaridade lexical entre as sentenças, posto que as pesquisas sobre SAM não contam com estudos que tenham caracterizado o fenômeno, evidenciado outras estratégias linguísticas relevantes para detectar automaticamente a complementaridade. Neste trabalho, fez-se a descrição linguística da complementaridade com base em corpus, traduzindo as características desse fenômeno em atributos que subsidiam a sua identificação automática. Como resultados, obtiveram-se conjuntos de regras que evidenciam os atributos mais relevantes para a discriminação das relações CST de complementaridade (Historical background, Follow-up e Elaboration) e dos tipos (temporal e atemporal) da complementaridade. Com isso, espera-se contribuir para a Linguística Descritiva, com o levantamento baseados em corpus das características linguísticas do referido fenômeno, quanto para o Processamento Automático de Línguas Naturais, por meio das regras que podem subsidiar a identificação automática das relações CST e dos tipos de complementaridade.
2

Fonologia segmental e supra-segmental do Quimbundo: variedades de Luanda, Bengo, Quanza Norte e Malange / Segmental and supra-segmental phonology of Kimbundu: Regiolects of Luanda, Bengo, Cuanza Norte and Malange

Francisco da Silva Xavier 16 August 2010 (has links)
Desde os primeiros trabalhos lingüísticos efetuados sobre o quimbundo, língua banta H20 na classificação de Guthrie (1948), nota-se uma ausência de informações detalhadas e confiáveis a respeito de elementos sua estrutura prosódica e de sua fonologia como um todo. Essa lacuna me instigou a realizar, seguindo o quadro de pesquisas sobre as línguas africanas estabelecido pelo Departamento de Lingüística da Universidade de São Paulo, um estudo descritivo da fonologia segmental e supra-segmental do quimbundo, cujos resultados se organizam nesta tese de doutorado. O presente trabalho, tomando como base de investigação quatro variedades regionais representadas por cinco falantes nativos do quimbundo, abrange, no bojo da descrição lingüística, fenômenos verificáveis na estrutura segmental e prosódica da língua, tais como a harmonia vocálica, alterações de natureza fonética na configuração da estrutura silábica, casos de mudança de timbre vocálico, apagamento de segmentos, direção e extensão do espraiamento de traços consonantais e de tons fonológicos. Finalmente, a observação e a análise do fenômeno de sândi ao nível dos suprasegmentos permitem afirmar que o quimbundo utiliza variações de altura com valor distintivo apenas numa perspectiva paradigmática, o que comprova, portanto, seu estatuto de língua tonal. Acredito que a descrição aqui realizada é uma forma de lançar visibilidade ao quimbundo nas pesquisas sobre as línguas africanas e de atualizar as perspectivas de estudo da língua dentro das teorias lingüísticas. / From the first linguistic works on Kimbundu, a Bantu language coded as H20 according to Guthries zone classification (1948), there has been a lack of detailed and reliable information about the elements comprising its prosodic structure, and its phonology altogether. This gap has instigated my conducting a detailed description of both segmental and prosodic phonology of Kimbundu within the research framework for African languages set forth by the Linguistics Department of the University of São Paulo, and whose results make up this Ph.D. dissertation. Based on four regiolects represented by five native Kimbundu speakers, this descriptive study covers phenomena which can be found in the segmental and prosodic structure of this language, such as vowel harmony, phonetic alternations in the setup of the syllable structure, vowel quality changes, segment deletion, and the direction and range of consonantal feature and phonological tone spreading. Finally, the study of prosodic sandhi corroborates that Kimbundu makes use of different distinctive pitches only on a paradigmatic perspective, which proves true the claim that this is a tonal language. I strongly believe that this description work can be used to shed light upon Kimbundu on further research on African languages, in addition to updating the prospect studies of this language within linguistic theories.
3

Fonologia segmental e supra-segmental do Quimbundo: variedades de Luanda, Bengo, Quanza Norte e Malange / Segmental and supra-segmental phonology of Kimbundu: Regiolects of Luanda, Bengo, Cuanza Norte and Malange

Xavier, Francisco da Silva 16 August 2010 (has links)
Desde os primeiros trabalhos lingüísticos efetuados sobre o quimbundo, língua banta H20 na classificação de Guthrie (1948), nota-se uma ausência de informações detalhadas e confiáveis a respeito de elementos sua estrutura prosódica e de sua fonologia como um todo. Essa lacuna me instigou a realizar, seguindo o quadro de pesquisas sobre as línguas africanas estabelecido pelo Departamento de Lingüística da Universidade de São Paulo, um estudo descritivo da fonologia segmental e supra-segmental do quimbundo, cujos resultados se organizam nesta tese de doutorado. O presente trabalho, tomando como base de investigação quatro variedades regionais representadas por cinco falantes nativos do quimbundo, abrange, no bojo da descrição lingüística, fenômenos verificáveis na estrutura segmental e prosódica da língua, tais como a harmonia vocálica, alterações de natureza fonética na configuração da estrutura silábica, casos de mudança de timbre vocálico, apagamento de segmentos, direção e extensão do espraiamento de traços consonantais e de tons fonológicos. Finalmente, a observação e a análise do fenômeno de sândi ao nível dos suprasegmentos permitem afirmar que o quimbundo utiliza variações de altura com valor distintivo apenas numa perspectiva paradigmática, o que comprova, portanto, seu estatuto de língua tonal. Acredito que a descrição aqui realizada é uma forma de lançar visibilidade ao quimbundo nas pesquisas sobre as línguas africanas e de atualizar as perspectivas de estudo da língua dentro das teorias lingüísticas. / From the first linguistic works on Kimbundu, a Bantu language coded as H20 according to Guthries zone classification (1948), there has been a lack of detailed and reliable information about the elements comprising its prosodic structure, and its phonology altogether. This gap has instigated my conducting a detailed description of both segmental and prosodic phonology of Kimbundu within the research framework for African languages set forth by the Linguistics Department of the University of São Paulo, and whose results make up this Ph.D. dissertation. Based on four regiolects represented by five native Kimbundu speakers, this descriptive study covers phenomena which can be found in the segmental and prosodic structure of this language, such as vowel harmony, phonetic alternations in the setup of the syllable structure, vowel quality changes, segment deletion, and the direction and range of consonantal feature and phonological tone spreading. Finally, the study of prosodic sandhi corroborates that Kimbundu makes use of different distinctive pitches only on a paradigmatic perspective, which proves true the claim that this is a tonal language. I strongly believe that this description work can be used to shed light upon Kimbundu on further research on African languages, in addition to updating the prospect studies of this language within linguistic theories.
4

Investigando os processos de emersão e modificação de sinais, durante a apropriação da sinalização científica por surdos ao abordar os saberes químicos matéria e energia

Carvalho, Vinícius da Silva 11 August 2017 (has links)
Submitted by Renata Lopes (renatasil82@gmail.com) on 2017-09-28T11:32:42Z No. of bitstreams: 1 viniciusdasilvacarvalho.pdf: 5576805 bytes, checksum: a8650866883ad86296123cb38cf68ca8 (MD5) / Approved for entry into archive by Adriana Oliveira (adriana.oliveira@ufjf.edu.br) on 2017-09-28T14:13:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 viniciusdasilvacarvalho.pdf: 5576805 bytes, checksum: a8650866883ad86296123cb38cf68ca8 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-28T14:13:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 viniciusdasilvacarvalho.pdf: 5576805 bytes, checksum: a8650866883ad86296123cb38cf68ca8 (MD5) Previous issue date: 2017-08-11 / CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Atualmente, observamos uma crescente preocupação por parte de educadores e pesquisadores da educação química voltada para aspectos da inclusão. Diante desse público, destacamos o surdo, usuário da Língua de Sinais Brasileira (Libras), que requer atenção por parte dos profissionais envolvidos no processo da educação científica que atente para as especificidades linguísticas. Essa acessibilidade está diretamente ligada à construção de termos químicos para a Libras, ainda escassos nos dicionários oficiais. Nessa perspectiva, buscou-se nessa pesquisa investigar a construção de sinais do campo da ciência, referentes ao conteúdo de matéria e energia. A emersão de sinais a partir da Libras, foi estimulada por recursos visuais, com dois grupos de surdos, docentes de Libras, da cidade de Juiz de Fora. Em sequência, os sinais científicos criados foram trabalhados com alunos surdos da educação pública básica, por meio de um material didático de química adaptado para realidade educacional. Para verificar a aprendizagem dos alunos surdos, utilizou-se a dinâmica do Roleplaying Game (RPG), no qual é possível observar a apropriação dos sinais científicos de ocorrência natural com uso da Libras. Nesse sentido, ao entrelaçar o uso de material didático acessível com os sinais para termos químicos, foi possível acompanhar a apropriação dos sinais criados pelos alunos, bem como os meios que levaram sua modificação durante os eventos de comunicação. Entendemos na postura de educadores da área de uma ciência inclusiva a surdos, que é possível aliar estratégias metodológicas de ensino estimuladas por recursos visuais e que não se deve subestimar o fato da ausência de sinais para termos específicos de química em Libras. Acreditamos que o docente ao subestimar esse fato, poderá estar suscetível a oferecer um ensino de química defasado, ausente de possibilidades para que o surdo discuta ativamente os aspectos sociais para questões científicas. / Currently, there is a growing concern on the part of educators and researchers of chemical education focused on aspects of inclusion. In front of this audience, we highlight the deaf, user of the Brazilian Sign Language (Libras), which requires attention from the professionals involved in the process of scientific education that attends to the linguistic specificities. This accessibility is directly linked to the construction of chemical terms for the Libras, still scarce in the official dictionaries. From this perspective, this research sought to investigate the construction of signals from the field of science, referring to the content of matter and energy. The emergence of signs from the Libras, was stimulated by visual resources, with two groups of deaf, teachers of Libras, from the city of Juiz de Fora. In sequence, the scientific signals created were worked with deaf students of basic public education, through a didactic material of chemistry adapted to educational reality. In order to verify the deaf students' learning, the dynamics of the Roleplaying Game (RPG) were used, in which it is possible to observe the appropriation of scientific signs of natural occurrence with the use of Libras. In this sense, by interweaving the use of accessible didactic material with the signs for chemical terms, it was possible to follow the appropriation of the signs created by the students, as well as the means that led to their modification during the communication events. We understand the attitude of educators in the area of an inclusive science to the deaf, that it is possible to combine methodological strategies of teaching stimulated by visual resources and that the fact of the absence of signs for specific terms of chemistry in Pounds should not be underestimated. We believe that the teacher, by underestimating this fact, may be susceptible to offer a lagged chemistry teaching, lacking in possibilities for the deaf to actively discuss social aspects for scientific questions.

Page generated in 0.0319 seconds