• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 187
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 187
  • 187
  • 187
  • 60
  • 53
  • 44
  • 43
  • 38
  • 29
  • 26
  • 26
  • 24
  • 23
  • 22
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Metodo de purificação do virus de granulose de Diatraea saccharalis (Fabr., 1974) (VGDs) e caracterização de seu principal componente proteico

Cavallaro, Angela Cristina 29 April 1988 (has links)
Orientador: Octavio Henrique de Oliveira Pavan / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-15T10:37:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cavallaro_AngelaCristina_M.pdf: 1926502 bytes, checksum: 187a7aee90427f890120838056b65bb0 (MD5) Previous issue date: 1988 / Resumo: Este trabalho objetivou a padronização de técnicas visando a caracterlzação de proteínas do Vírus de Granulose de Diatraea saccharalis (VGDs). Várias metodologias de purificação foram testadas para oVGDs, até a definição do padrão ideal a ser seguido, para se obter o vírus livre de contaminantes. Algumas variações experimentadas mostraram-se ineficientes, pois não oi obtido o vírus puro. A purificação do VGDs através de centrifugação diferencial apresentou, como contaminantes, restos de tecidos e células de lagartas e, algumas vezes, bactérias.O emprego de triton X-100, como detergente, fez com que a cápsula protéica do VGDs se solubiliasse durante os passos de sua purificação. O esquema de purificação que se mostrou mais eficiente foi aquele em que o macerado de lagartas passou por um ciclo de centrifugação diferencial, seguida de centrifugação em colchão e gradiente de sacarose e, neste último, coletando-se a banda mais próxima à concentração de 58 %. A observação das amostras de VGDs em microscópio eletrônico mostrou que estas, quando ressuspendidas em tampão Tris-HCI 0,1 M pH 7,8, apresentavam as partículas virais agregadas, e separadas e nítidas quando ressuspendidas em água destilada. O emprego de soluções alcalinas na solubilização da cápsula protéica do VGDs não apresentou o resultado esperado, ou seja, a obtenção da granulina. Mesmo variando-se o tempo e a temperatura de lncubação das amostras, a concentração de proteínas apresentou-se sempre muito baixa.A solubilização do VGDs com TCA apresentou uma concentração de proteínas maior, possibilitando o reconhecimento da granulina, quando as amostras foram corridas em eletroforese. Foi testada a solubilização com TCA em vírus que já tinham o peso molecular de suas respectivas proteínas da matriz conhecido através de solubilização alcalina (VPNAc, VPNAg, VPNHz e VPNTn). Houve uma pequena variação que não pode ser atribuída ao método de obtenção destas, e sim à variabilidade de metodologias empregadas em eletroforese. Dessa forma, pode-se concluir que com o emprego de TCA é possível obter-se as proteínas do vírus e também determinar o seus pesos moleculares. Em relação à metodologia de eletroforese, a que mostrou melhor resolução foi a de poliacrilamida e SDS sem o emprego de uréia. Através da análise de padrões eletroforéticos pode-se obter um padrão das proteínas do VGDs apresentando a granulina como principal componente com um peso molecular de 31500 d / Abstract: This study aimed a padronization of methodology envisaging the characterization of the proteins of the Diatrea saccharalis Granulosis Vírus (DsGV). Several methodologies for the purification of DeGV were tested, to obtain vírus free of contaminants. Some variations in the protocol experimented were not efficient resulting in contaminated preparatlons. The purification of DsGV through differential centrifugation showed tissue and cells debris and bacteria as contaminants. The use of triton X-100 as detergent solubilized the proteic capsule of DsGV during the purification steps. The most effective metodologiy for purification was the homogenization of larvae followed by a cicle of differential centrifugation and by centrifugation in a sucrose cushion and gradient. The vírus band is found at the sucrose concentration of 58 %. The observation of the DsGV samples in eletron microscope showed that the samples in Tris-HCI buffers formed bundles wich were not formed when the samples where mantained in water. The use of alkaline solutions to dissolve the proteic capsule of DsGV did not presented the expected results in different Incubation times and temperatures resulting in all cases in lows concentration of the proteins. Better results were obtained with TCA which results in much higher yelds of total protein. To evaluate the method, a series of other baculoviruses were treated with TCA and the resulting protein profiles compared to those obtained by other authors using the alkaline treatment. The results were very similar showing that the method is a viable alternative procedure. The electrophoresis metodology showing the best resolution of the proteins was that with polyacrilamide and SDS without urea. The eletrophoretic profile of DsGV proteins has been obtained and the main component can be identifired as granulin having a molecular weight of 31500 d / Mestrado / Genetica / Mestre em Biologia
2

Alternativas de controle do mofo-cinzento e do oídio em mudas de eucalipto

Bizi, Rafaela Mazur 27 June 2013 (has links)
O eucalipto participa de modo importante na silvicultura brasileira pela sua adaptabilidade, rápido crescimento e produtividade. Além disso, possui outras características como qualidade, diversidade e adequação de sua madeira para a indústria. A continuidade dos reflorestamentos com eucalipto demanda uma produção contínua de mudas. Entretanto, nos viveiros estas podem ser atacadas por doenças, como o mofo-cinzento e o oídio, causados por Botrytis cinerea e Oidium sp., respectivamente, principais doenças fúngicas que ocorrem na região Sul. O controle destas doenças é feito com fungicidas em outras culturas e em eucalipto o seu uso não é recomendado pela falta de produtos registrados. Além disso, podem surgir efeitos indesejáveis, como a poluição ambiental e a intoxicação do homem e de animais. O objetivo deste trabalho foi o estudo e a seleção de produtos eficientes para o controle alternativo dessas doenças. Para a execução dos experimentos foram utilizadas mudas de Eucalyptus dunnii nos experimentos com B. cinerea e mudas de E. benthamii com Oidium sp. Estas foram pulverizadas com fungicidas (parâmetro de controle), produtos químicos não fungicidas, óleos essenciais, extratos de plantas, leite e derivados e microrganismos. De cada um destes grupos foi selecionado o tratamento com menor valor de severidade, que foram testados entre si. A avaliação consistiu da medição da severidade das doenças, que foi determinada por meio de escalas descritivas de 0 (ausência de sintomas) a 4 (sintomas muito severos), específicas para cada patógeno. Verificou-se, em testes preliminares, os menores valores de severidade das doenças para o tanino e Mentha x villosa no controle do mofo -cinzento e para o leite de vaca e Lecanicillium sp. no controle do oídio. No experimento final, os produtos alternativos que apresentaram os menores valores de severidade foram: tanino controlando o mofo-cinzento e leite de vaca e Lecanicillium sp. controlando o oídio
3

Epidemiologia e controle alternativo da podridão dos frutos de mamoeiro causada por Phytophthora palmivora na pós-colheita / Epidemiology and alternative control of papaya fruit rot caused by Phytophthora palmivora in postharvest

Oliveira, Thiago Alves Santos de 29 February 2012 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, 2012. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2012-06-29T22:14:08Z No. of bitstreams: 1 2012_ThiagoAlvesSantosdeOliveira.pdf: 2178317 bytes, checksum: 7bd5d4f7fc3d58c0cf01b09cc94e55b8 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-07-05T18:11:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_ThiagoAlvesSantosdeOliveira.pdf: 2178317 bytes, checksum: 7bd5d4f7fc3d58c0cf01b09cc94e55b8 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-07-05T18:11:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_ThiagoAlvesSantosdeOliveira.pdf: 2178317 bytes, checksum: 7bd5d4f7fc3d58c0cf01b09cc94e55b8 (MD5) / O panorama mundial da fruticultura é bastante dinâmico, influenciado, sobretudo, pelas mudanças edafoclimáticas e pelas doenças de pré e pós-colheita. O mamoeiro (Carica papaya L.) é apreciado no mundo todo e produzido nos países tropicais, principalmente nos estados brasileiros da Bahia e Espírito Santo. Os prejuízos pós-colheita são causados por doenças fúngicas, com destaque para a podridão dos frutos, causada por Phytophthora palmivora, de patossistema pouco estudado. Considerando que o controle químico geralmente é oneroso e impactante ao ambiente, procederam-se neste trabalho, estudos de componentes epidemiológicos e de controle alternativo da podridão dos frutos na pré e pós-colheita. Vinte um isolados de P. palmivora da Coleção de Phytophthora Arnaldo Gomes Medeiros do Centro de Pesquisa da Lavoura Cacaueira (CEPLAC), foram avaliados quanto ao índice e potencial de velocidade de crescimento micelial, produção e potencial de produção de esporos; influência da temperatura, período de molhamento, concentração de inóculo, método de inoculação e estádio de maturação de P. palmivora na severidade da podridão dos frutos de mamoeiro na pós-colheita, assim como o biocontrole da doença com Trichoderma spp. e o controle com fosfitos e Acibenzolar-S-Metil. Os resultados obtidos sugeriram que os isolados de P. palmivora 356 e 1060 foram os mais agressivos e mais virulentos nos estudos in vitro e in vivo. O estádio de maturação e a concentração de inóculo influenciaram no aumento das lesões causadas por P. palmivora, assim como o período de molhamento entre 60-72 horas e a temperatura entre 25-30 °C. Entre os biocontroladores testados, o isolado de Trichoderma spp. 4088 apresentou 88,64% de controle, comportamento estatisticamente semelhante ao fungicida. Já o fosfito de potássio 240 g L-1 de K2O, 340 g L-1 de P2O5 e 5% de C7H6O3 (Reforce® + Acido Salicílico) foi eficiente no controle da doença quando aplicado aos 6 Dias Antes da Colheita (DAC) reduzindo a severidade da doença por meio de retardo na maturação na fruta, diferente do Acibenzolar-S-Metil cuja eficiência foram verificadas quando aplicados depois da colheita. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The global picture of the horticulture is quite dynamic. This picture is influenced by climatic changes and the prevalence of pre and postharvest diseases. Papaya (Carica papaya L.) is produced and appreciated worldwide. This plant is cultivated in tropical countries, such as Brazil. Bahia and Espirito Santo are the most important Brazilian states in papaya production. Postharvest fungal diseases are the main cause of papaya fruit losses. Papaya fruit rot, caused by Phytophthora palmivora, is one of those important diseases. This study was conducted considering the importance of disease and the environmental and economic cost of the chemical control for this disease. Therefore, the main objectives of this work were: to understand the effects of epidemiological factors on disease development and evaluate alternative methods to chemical control. Twenty-one strains of P. palmivora [Laboratory of Phytophthora Collection, Arnaldo Medeiros, Centro de Pesquisa da Lavoura Cacaueira (CEPLAC)] were evaluated, considering the following variables: the index and speed potential of mycelial growth, spore production, production potential and growth spores, assessment of virulence through the injured area, latent period, lesion area, sporulation capacity, influence of temperature, wetness, inoculum concentration, method of inoculation of P. palmivora and fruit maturation stages in the severity of the papaya fruit rot, the effects of biocontrol by Trichoderma spp., and control by phosphites and Acibenzolar-S-Methyl (ASM). The results suggested that P. palmivora isolates 356 and 1060 were the most aggressive. Increases fruit maturation stage, pathogen concentration of inoculum, wet period from 60 to 72 hours, and temperature between 25-30 °C favored increments in disease. Trichoderma isolate 4088 showed 88.64% of disease control. Potassium phosphite 240 g L-1 de K2O, 340 g L-1 de P2O5 e 5% de C7H6O3 (Reforce® + Salicylic Acid) was effective in disease control when applied to the 6 Harvester Day Before (HDB). However, Acibenzolar-S-Methyl was effective when applied in postharvest.
4

Controle biologico natural e aplicado de Anticarsia gemmatalis Hubner, 1818 (Lepidoptera: noctuidae) em campos de soja

Amaral, Maria Eugenia Carvalho do 14 July 2018 (has links)
Orientador: Mohamed E. M. Habib / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:03:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Amaral_MariaEugeniaCarvalhodo_M.pdf: 3530173 bytes, checksum: a7928c71ba6169ea333a2d5a0c867cc7 (MD5) Previous issue date: 1982 / Resumo: No presente trabalho, além de estudos da flutuação populacional de A. gemmatalis, foi observada e avaliada a ocorrência natural de patógenos, parasitos e predadores deste noctuídeo, durante o desenvolvimento da soja em Dourados, MS, no período de outubro/1979 a março/1980 ... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: During the present research, the population dynamics of the velvetbean caterpillar, Anticarsia gemmatalis, in addition to the natural occurrence of its pathigens, parasites and predators, were studied in soybean fields in Dourados, MS, throughout the season 1979/80 ... Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Mestre em Ecologia
5

Estudos epidemiológicos da ferrugem do eucalipto causado por Puccinia psidii em plantios irrigados

Santos, Carlos André Gaspar dos [UNESP] 03 March 2006 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:36Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2006-03-03Bitstream added on 2014-06-13T19:37:27Z : No. of bitstreams: 1 santos_cag_me_botfca.pdf: 1750643 bytes, checksum: 3fd9fc1cf5b4955b588c194708c228f5 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Empresa Privada / A ferrugem do eucalipto é uma das doenças que mais tem preocupado o setor florestal nos últimos anos, principalmente pelo aumento de sua ocorrência no território nacional e pelos danos causados. Novas informações sobre a influência do clima, tratos culturais, análise espacial, análise temporal e danos ocasionados, possibilitam a evolução do manejo integrado desta doença, tornando-o mais eficiente, econômico e sustentável. Apesar de alguns grupos de pesquisadores terem desenvolvido importantes trabalhos sobre o assunto, outras informações a respeito da epidemiologia da doença são necessárias para o seu melhor entendimento. Os objetivos do presente trabalho são: a) comparar o índice de infecção no macroclima (região) e microclima (local) com manejo irrigado; b) analisar o melhor modelo para a curva de progresso de doença; c) fazer a análise espacial em linha de plantio e temporal; d) avaliar a influência da umidade do solo e do sombreamento sobre a incidência e severidade da doença; e) avaliar os danos causados pela doença. Para comparação dos índices de infecção, utilizou-se um modelo matemático proposto em literatura, estimado a partir de dados climáticos diários de temperatura e período de molhamento foliar, no período de janeiro de 2002 a dezembro de 2004. Foram conduzidos experimentos em duas parcelas irrigadas por gotejamento com 914 plantas, num espaçamento de 2,5 x 3 metros. As duas parcelas foram 2 locadas no projeto Guatapará, da Votorantim Celulose e Papel, no município de Luiz Antônio/SP e observadas de julho de 2003 a junho de 2004. O material genético utilizado foi um clone híbrido de Eucalyptus grandis e Eucalyptus urophylla. No experimento foi utilizado o método de planta individual. As plantas foram expostas à infecção natural. Foram realizadas sete avaliações visuais de severidade da doença, por meio de escala de notas... . / The Eucalyptus rust is one of the highest worry of plants treating from the last years; specially for its increasing in this national area and to cause damages. New information on climate influence, cultural procedures, spacial analysis, temporal analysis, and cause of damages, make possible the evolution of integrated management of Eucalyptus rust, making it more efficient, economical and sustainable. Although some groups of researchers have developed important works on the matter, other information about disease epidemiology are needed for its best understanding. The present work goals: a) to compare the infection rates in macro and microclimate with irrigated management; b) to analyze the best model for disease progress curve; c) to make spacial analysis in line and temporal analysis; d) to evaluate the influence of soil moisture and soil shady on the disease incidence and severity; e) to analyse the damages caused by the disease. To compare the infections rates, a mathematical proposed model was used. Estimated through daily temperature data and periods of leafes wetting, from june 2002 to april 2004. Trials were conducted in two plots, one irrigated by dropping with 914 plants, on 2.5 x 3 spacing meters. Both plots were located on Guatapará farm, in Luiz Antonio county, São Paulo State and observed from June 2003 to April 2004. The genetic material is a hybrid clone of Eucalyptus grandis and Eucalyptus urophylla. The 4 trial was composed by one single plot method. The plants were exposed to natural infection. Seven visual evaluations of disease seriousness were made, through the scale varying from 0 (healthy plant) to 3 (highly susceptible plant) and also were obtained the individual productivity. The disease rate is suited to measure the climate features of epidemics. The infection rate calculated for irrigated microclimate, compared to macroclimate, was superior through all of... (Complete abstract, click electronic address below).
6

Avaliação da eficácia de Fusarium spp. e da indução de resistência por acibenzolar-s-methyl à murcha-de-curtobacterium do feijoeiro /

Soares, Rafael Moreira. January 2001 (has links)
Orientador: Antonio Carlos Maringoni / Resumo: Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens (Cff) causa a murcha-de-Curtobacterium do feijoeiro, doença recentemente constatada no Brasil, na safra das águas de 1995, no Estado de São Paulo. Trata-se de um patógeno de colonização vascular e de difícil controle, sendo recomendados à utilização de cultivares resistentes, além de rotação de culturas e o uso de sementes sadias. O presente trabalho teve como objetivos avaliar a ação inibitória de Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli e Fusarium spp., in vitro, sobre Cff e na indução de resistência à murcha-de-Curtobacterium, em plantas de feijoeiro cultivadas em vaso contendo substrato infestado com isolados de Fusarium spp. Teve também os objetivos de avaliar os efeitos do tratamento de sementes e da pulverização com acibenzolar-S-methyl, sobre plantas de feijoeiro e na indução de resistência à doença, sob condições de casa-de-vegetação, e as atividades de peroxidases, polifenoloxidases e nível de proteínas totais solúveis nas folhas e no caule. Os resultados observados mostraram que isolados de F. oxysporum f. sp. phaseoli e Fusarium spp., cultivados sobre discos de papel-de-filtro em meio de cultura agarizado, inibiram o crescimento de Cff in vitro e os isolados de Fusarium spp. não foram eficazes no controle da murcha-de-Curtobacterium em plantas de feijoeiro. O tratamento de sementes com acibenzolar-S-methyl, nas dosagens de 25, 50 e 75 g i.a./100 Kg de sementes, foi prejudicial à germinação e ao vigor e não induziu resistência à doença; a pulverização de feijoeiro com acibenzolar-S-methyl na dosagem de 250 μg i.a./mL foi fitotóxico e a dosagem de 100 μg i.a./mL não causou fitoxidez e foi ineficaz para induzir de resistência à murcha-de- Curtobacterium na cultivar suscetível (IAC Carioca), quando pulverizadas antes ou após a inoculação, ou... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens (Cff) cause the bacterial wilt of common bean, disease recently observed in State of São Paulo, Brazil. It is a vascular colonization pathogen, difficult to be controlled, and the resistant cultivars utilization is the best control method, followed by crop rotation and health seeds use. This work evaluated the in vitro inhibitory action of Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli and Fusarium spp. over Cff and its effects in the resistance induction to the bacterial wilt in common bean plants, cultivated in vases with substrate infested with Fusarium spp. It was also evaluated the effects of seed treatment and spraying through the use of acibenzolar-S-methyl, on common bean plants, in the resistance induction to disease under greenhouse conditions. Peroxidases and polyphenoloxidases activities, and total soluble protein level were observed in the leaf and stem. The results showed that Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli and Fusarium spp., cultivated on paper-filter discs on agar medium, inhibited the in vitro Cff growth, and the Fusarium spp. isolates were not efficient to induce resistance to bacterial wilt in common bean plants. The acibenzolar-S-methyl seed treatment (25, 50 and 75 g a.i./100 Kg of seeds) was prejudicial to germination and vigour, and it did not induce resistance to disease; spraying bean plants with 250 mg a.i./mL was phytotoxic, while with 100 mg a.i./mL it did not cause phytotoxicity, being either inefficient to induce resistance to bacterial wilt in the susceptible cultivar (IAC Carioca), spraying before or after inoculation, or to increase the resistance in cultivars with different levels of resistance (IAC Carioca Akytã and IAC Carioca Pyatã); the acibenzolar-S-methyl spraying (100 mg a.i./mL) increased the peroxidases activity in leaf and stem, as well as the polyphenoloxidases and total soluble protein level in the stem. / Doutor
7

Bioatividade de derivados de Annonaceae sobre Helicoverpa armigera (Hübner, 1808) (Lepidoptera: Noctuidae) /

Souza, Camila Moreira de, 1989. January 2016 (has links)
Orientador:, Edson Luiz Lopes Baldin / Coorientador: Leandro do Prado Ribeiro / Banca: Carlos Frederico Wilcken / Banca: Antonio Eduardo Miller Crotti / Resumo: Helicoverpa armigera (Hübner, 1808) (Lepidoptera: Noctuidae) destaca-se pela grande capacidade de dispersão, hábito polífago e por ocasionar expressivos danos em culturas de interesse econômico em todo o mundo. Dentre os métodos de manejo de insetos-praga, o uso de derivados vegetais é considerado uma promissora alternativa ao controle químico, uma vez que estes produtos apresentam mais de um ingrediente ativo em sua composição, dificultando a seleção de insetos resistentes, além de serem provenientes de recursos renováveis. Dentre as famílias botânicas de ocorrência em regiões neotropicais, Annonaceae constitui uma das principais fontes de compostos naturais bioativos. Assim, visando disponibilizar alternativas mais sustentáveis e ao mesmo tempo eficientes para o manejo de Helicoverpa armigera (Hübner, 1808) (Lepidoptera: Noctuidae), avaliou-se a bioatividade de cinco derivados de anonáceas (Annona montana Macfad., A. mucosa Jacq., A. muricata L., A. reticulata L. e A. sylvatica A. St.-Hil.) e do produto comercial à base de acetogeninas de anonáceas (Anosom® 1 EC) sobre lagartas do inseto. Adicionalmente, o composto majoritário do extrato mais ativo foi identificado e também avaliado quanto à sua bioatividade sobre formas neonatas de H. armigera. Constatou-se que o extrato de A. mucosa (CL50: 411,55 mg kg-1 e CL90: 1.479 mg kg-1 ) assim como o Anosom® 1 EC (CL50: 312,08 mg kg-1 e CL90: 1.151 mg kg-1 ) apresentaram significativa atividade inseticida sobre H. armigera, com toxicidade aguda após sete dias de exposição a dieta artificial tratada. A partir do extrato etanólico de A. mucosa realizou-se fracionamento biomonitorado através de diferentes técnicas cromatográficas, permitindo o isolamento da acetogenina bisterahidrofurano roliniastatina-1. Este composto foi testado a uma concentração de 41,55 mg kg-1, ocasionando mortalidade total das larvas de H. armigera ... / Abstract: Helicoverpa armigera (Hübner, 1808) (Lepidoptera: Noctuidae) is a highly polyphagous species with high dispersion ability and adaptability to different crops of economic interest worldwide. Botanical insecticides emerge as a viable alternative to the use of synthetic insecticides for pest management because they have more of a potentially active ingredient in their composition, delaying the selection of resistant insect, moreover come from renewable resources. Among tropical plant families, the Annonaceae has shown great potential as a source of biopesticides. To determine an alternative tool for H. armigera control, this study evaluated the insecticidal activity of ethanolic seed extracts from five species of Annonaceae (Annona montana Macfad., A. mucosa Jacq., A. muricata L., A. reticulata L. e A. sylvatica A. St.-Hil.) and the acetogenin-based commercial bioinsecticide Anosom® 1 EC on larvae of H. armigera larvae. In addition, the major active compound of the ethanolic extract was isolated using various chromatographic techniques and assessed for its bioactivity on H. armigera neonates. In the initial screening assay we verified that the ethanolic seed extract from A. mucosa (LC50 = 411.55 mg kg-1 and LC90 = 1,479 mg kg-1 ) was the most promising one, showing similar effectiveness to Anosom® 1 EC (LC50 = 312.08 mg kg-1 and LC90 = 1,151 mg kg-1 ) against H. armigera at seven days after exposition to treated diet. The acetogenin bis-tetrahydrofuran rolliniastatin-1 was identified as the major compound in ethanolic extract from A. mucosa. This compound was assessed at 41.55 mg kg- 1, causing 100 % of larval mortality on H. armigera neonates for days after exposition to treated diet. After, in a greenhouse trial using tomato plants, the bioactivity of ethanolic extract of A. mucosa was compared to botanical insecticide Anosom® 1 EC (both at LC90) and a synthetic insecticide (Belt® 48 SC) ... / Mestre
8

Efeito de genótipos de feijoeiro, óleo de nim em diferentes formulações e período residual no controle de Zabrotes subfasciatus (Boheman, 1833) /

Costa, Jacqueline Tonielo da. January 2011 (has links)
Orientador: Arlindo Leal Boiça Junior / Banca: Sergio Augusto Morais Carbonell / Banca: Julio Cesar Galli / Resumo: Com a finalidade de buscar meios alternativos para o controle de Zabrotes subfasciatus (Boheman, 1833) (Coleoptera: Bruchidae), este trabalho teve por objetivo, avaliar o efeito isolado e associado de diferentes doses e formulações de óleo de nim (Azadirachta indica A. Juss.) e de genótipos de feijoeiro sobre o comportamento de Z. subfasciatus e o período residual desses produtos naturais no armazenamento. O experimento foi conduzido no Laboratório de Resistência de Plantas a Insetos do Departamento de Fitossanidade da FCAV\UNESP, Jaboticabal/SP. Inicialmente, foi testado o efeito de 11 genótipos de feijoeiro (Arc 1, Arc 2, Arc 3, Arc 4, Raz 49, Raz 55, Raz 59, HF 5465, Dor 391, Dor 476 e IAPAR-MD 806) sobre a oviposição e desenvolvimento dos insetos. A seguir, foi avaliado o efeito dos produtos a base de óleo de nim na formulação nanocápsulas - CE (0,1 e 0,3%), óleo de nim em pó solúvel - NC (0,1 e 0,3%), óleo de nim NC + PS (0,3% + 0,3%), óleo de nim 1000 concentrado emulsionável - CE (0,1 e 0,3%), óleo de nim 2000 CE (0,1 e 0,3%), óleo de nim 4000 CE (0,1 e 0,3%), deltametrina 25 CE (0,05%) e a testemunha (sem controle) também sobre a oviposição e desenvolvimento de Z. subfasciatus. Com base nos resultados, foram selecionados quatro genótipos (três resistentes e um suscetível) e três produtos a base de óleo de nim (considerados os mais eficientes no controle da praga), para avaliar o efeito associado sobre a oviposição, desenvolvimento e consumo de grãos causados pelos insetos. Para finalizar foi avaliado o período residual dos tratamentos óleo de nim 1000 (CE) (0,3%), óleo de nim 2000 CE (0,3%), óleo de nim 4000 CE (0,3%), deltametrina 25 CE (0,05%) e a testemunha (sem controle) sobre a porcentagem de insetos mortos número total de ovos, número de ovos viáveis, mortalidade dos insetos na fase imatura, número de insetos emergidos e massa seca de grãos... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: With the aim to seek alternative means for its control of Zabrotes subfasciatus (Boheman, 1833) (Coleoptera: Bruchidae), this study, assess the effect isolated and related of different doses and formulations of neem oil (Azadirachta indica A. Juss.) and bean genotypes on the behavior of Z. subfasciatus and the residual period of these natural products in storage. The experiment was conducted in the Laboratório de Resistência de plantas a insetos do Departamento de Fitossanidade da FCAVUNESP, Jaboticabal/SP. Initially, was tested the effect of 11 bean genotypes (Arc 1, the Arc 2, the Arc 3, the Arc 4, Raz 49, 55, Raz Raz 59, HF 5465 pain, pain 391, 476 and IAPAR-MD 806) on the oviposition and development of insects. below, was evaluated the effect of the products the base of neem oil in the formulation nanocápsulas - EC (0.1 and 0.3%), oil of neem dry powder - CN (0.1 and 0.3%), neem oil NC + PS (0.3% + 0,3%), neem oil 1000 concentrated emulsionável - EC (0.1 and 0.3%), neem oil 2000 EC (0.1 and 0.3%), neem oil 4000 EC (0.1 and 0.3%), deltamethrin 25 EC (0.05%) and the control (uncontrolled) also on the oviposition and development of Z. subfasciatus. Based on the results, were selected four genotypes (three resistant and susceptible) and three products the base of neem oil (considered the most efficient in controlling the Prague), to evaluate the effect associated on oviposition, development and consumption of grains caused by insects. To finalize was evaluated the residual period of treatments neem oil 1000 (EC) (0.3%), neem oil 2000 EC (0.3%), neem oil 4000 EC (0.3%), deltamethrin 25 EC (0.05%) and the control (without control) on the percentage of dead insects, total number of eggs, number of eggs viable, mortality of insects on immature stage, number of insects emerged and dry mass of grains consumed and determined to the percentage of efficiency by the formula of Abbott... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
9

Efeito de produtos a base de óleo de nim em diferentes formulações no controle de Plutella xylostella (L.,1758) (Lepidoptera: Plutellidae), em couve /

Mondego, Janaina Marques. January 2011 (has links)
Resumo: Este trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência de diferentes doses e formulações de óleo de nim, seu poder residual e a decomposição no armazenamento, visando o controle de Plutella xylostella (L.), em couve. Os experimentos foram conduzidos em laboratório, sob condições controlada de temperatura (25 ± 2°C) umidade relativa (70 ± 10%) e fotofase (12 horas). Foram utilizadas diferentes doses e formulações do produto a base de nim. As doses utilizadas para larvas de primeiro instar foram: óleo de nim 5000 nanocápsula (NC) (0,02; 0,05; 0,1 e 0,4 %), óleo de nim 5000 pó solúvel (PS) (0,02; 0,05; 0,10 e 0,4 %), óleo de nim 1000 concentrado emulsionável (CE) (0,02; 0,05; 0,1; 0,4 %), óleo de nim 4000 CE (0,006; 0,01; 0,05 e 0,10%), deltametrina 25 CE (0,005; 0,01; 0,02 e 0,05 %) e água destilada como testemunha. Para larvas de terceiro instar utilizou-se: óleo de nim 5000 NC (0,6; 0,9; 1,2 e 1,5%), óleo de nim 5000 PS (0,5; 0,8; 1,1 e 1,4 %), óleo de nim 1000 CE (0,6; 0,9; 1,2; 1,5%), óleo de nim 4000 CE (0,05; 0,25; 0,05 e 0,10%), deltametrina 25 CE (0,005; 0,01; 0,02 e 0,05%). As doses mais eficientes no controle da P. xylostella em larvas de primeiro instar foram: 0,05; 0,10; 0,02; 0,05; 0,05% e para terceiro instar foram 0,90; 0,80; 0,60; 0,25; e 0,50% respectivamente óleo de nim 5000 NC, óleo de nim 5000 PS, óleo de nim 1000 CE, óleo de nim 4000 CE e deltametrina 25 CE. Após a determinação das doses foram realizados testes para avaliar a estabilidade e o poder residual dos produtos formulados a base de óleo de nim no controle de larvas de primeiro e terceiro instar de P. xylostella, em couve. Para avaliar a estabilidade dos produtos, foram realizados seis experimentos com 0, 15, 30, 45, 60 e 75 dias, após o armazenamento dos produtos. Em cada experimento foram retiradas alíquotas de cada tratamento e encaminhados ao Laboratório de Química... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This work aimed evaluate the different doses and formulations of neem oil, its residual, as well the storing degradation, focusing the Plutella xylostella (L.) control in kale. The experiments were carried out in laboratory, under controlled temperature (25 ± 2°C), relative humidity (70 ± 10%), and photophase (12 hours) conditions. Different doses and formulations of neem-based product were used. The doses used to first-instar larvae were: neem oil 5000 nanocapsule (NC) (0.02, 0.05, 0.1, and 0.4 %), neem oil 5000 dry powder (PS) (0.02, 0.05, 0.10, and 0.4 %), neem oil 1000 concentrated emulsion (CE) (0.02, 0.05, 0.1, and 0.4 %), neem oil 4000 CE (0.006, 0.01, 0.05, and 0.10%), Deltamethrin 25 CE (0.005, 0.01, 0.02, and 0.05 %) and as a control distilled water. To third-instar larvae, the doses were: neem oil 5000 NC (0.6, 0.9, 1.2, and 1.5%), neem oil 5000 PS (0.5, 0.8, 1.1, and 1.4 %), neem oil 1000 CE (0.6, 0.9, 1.2, and 1.5%), neem oil 4000 CE (0.05, 0.25, 0.05, and 0.10%), and Deltamethrin 25 CE (0.005, 0.01, 0.02, and 0.05%). The most efficient doses to control first-instar P. xylostella larvae were 0.05, 0.10, 0.02, 0.05, and 0.05% and to third-instar were 0.90, 0.80, 0.60, 0.25, and 0.50% of neem oil 5000 NC, neem oil 5000 PS, neem oil 1000 CE, neem oil 4000 CE, and Deltamethrin 25 CE respectively. After the doses determination, tests were done to evaluate the stability and the residual of the neem oil based products to control P. xylostella first and third instar larvae in kale. To evaluate the products stability, six experiments were done at 0, 15, 30, 45, 60, and 75 days after storing. In each experiment aliquant were taken and sent to the Chemical Laboratory of Federal University of São Carlos to quantify the azadirachtin A in them. All products under different formulations were efficient to first and third instar larvae at 7 and 9 days and at 45 days after storing... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
10

Avaliação da eficácia de Fusarium spp. e da indução de resistência por acibenzolar-s-methyl à murcha-de-curtobacterium do feijoeiro

Soares, Rafael Moreira [UNESP] 08 1900 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:00Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001-08Bitstream added on 2014-06-13T18:45:56Z : No. of bitstreams: 1 soares_rm_dr_botfca.pdf: 319005 bytes, checksum: 543157cd638502df6a98d42b83b09746 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens (Cff) causa a murcha-de-Curtobacterium do feijoeiro, doença recentemente constatada no Brasil, na safra das águas de 1995, no Estado de São Paulo. Trata-se de um patógeno de colonização vascular e de difícil controle, sendo recomendados à utilização de cultivares resistentes, além de rotação de culturas e o uso de sementes sadias. O presente trabalho teve como objetivos avaliar a ação inibitória de Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli e Fusarium spp., in vitro, sobre Cff e na indução de resistência à murcha-de-Curtobacterium, em plantas de feijoeiro cultivadas em vaso contendo substrato infestado com isolados de Fusarium spp. Teve também os objetivos de avaliar os efeitos do tratamento de sementes e da pulverização com acibenzolar-S-methyl, sobre plantas de feijoeiro e na indução de resistência à doença, sob condições de casa-de-vegetação, e as atividades de peroxidases, polifenoloxidases e nível de proteínas totais solúveis nas folhas e no caule. Os resultados observados mostraram que isolados de F. oxysporum f. sp. phaseoli e Fusarium spp., cultivados sobre discos de papel-de-filtro em meio de cultura agarizado, inibiram o crescimento de Cff in vitro e os isolados de Fusarium spp. não foram eficazes no controle da murcha-de-Curtobacterium em plantas de feijoeiro. O tratamento de sementes com acibenzolar-S-methyl, nas dosagens de 25, 50 e 75 g i.a./100 Kg de sementes, foi prejudicial à germinação e ao vigor e não induziu resistência à doença; a pulverização de feijoeiro com acibenzolar-S-methyl na dosagem de 250 μg i.a./mL foi fitotóxico e a dosagem de 100 μg i.a./mL não causou fitoxidez e foi ineficaz para induzir de resistência à murcha-de- Curtobacterium na cultivar suscetível (IAC Carioca), quando pulverizadas antes ou após a inoculação, ou... . / Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens (Cff) cause the bacterial wilt of common bean, disease recently observed in State of São Paulo, Brazil. It is a vascular colonization pathogen, difficult to be controlled, and the resistant cultivars utilization is the best control method, followed by crop rotation and health seeds use. This work evaluated the in vitro inhibitory action of Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli and Fusarium spp. over Cff and its effects in the resistance induction to the bacterial wilt in common bean plants, cultivated in vases with substrate infested with Fusarium spp. It was also evaluated the effects of seed treatment and spraying through the use of acibenzolar-S-methyl, on common bean plants, in the resistance induction to disease under greenhouse conditions. Peroxidases and polyphenoloxidases activities, and total soluble protein level were observed in the leaf and stem. The results showed that Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli and Fusarium spp., cultivated on paper-filter discs on agar medium, inhibited the in vitro Cff growth, and the Fusarium spp. isolates were not efficient to induce resistance to bacterial wilt in common bean plants. The acibenzolar-S-methyl seed treatment (25, 50 and 75 g a.i./100 Kg of seeds) was prejudicial to germination and vigour, and it did not induce resistance to disease; spraying bean plants with 250 mg a.i./mL was phytotoxic, while with 100 mg a.i./mL it did not cause phytotoxicity, being either inefficient to induce resistance to bacterial wilt in the susceptible cultivar (IAC Carioca), spraying before or after inoculation, or to increase the resistance in cultivars with different levels of resistance (IAC Carioca Akytã and IAC Carioca Pyatã); the acibenzolar-S-methyl spraying (100 mg a.i./mL) increased the peroxidases activity in leaf and stem, as well as the polyphenoloxidases and total soluble protein level in the stem.

Page generated in 0.0965 seconds