• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 478
  • 9
  • 8
  • 8
  • 8
  • 8
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 486
  • 486
  • 272
  • 182
  • 88
  • 64
  • 64
  • 49
  • 45
  • 43
  • 42
  • 40
  • 40
  • 40
  • 39
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Avaliação das alterações teciduais em diferentes modelos de indução de doença periodontal em camundongo

Molon, Rafael Scaf de [UNESP] 20 March 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:02Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-03-20Bitstream added on 2014-06-13T19:15:54Z : No. of bitstreams: 1 molon_rs_me_arafo.pdf: 799988 bytes, checksum: 71b3888c6da42c13837f8da4fb9bdabc (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / A periodontite é uma doença infecciosa caracterizada pela destruição do tecido ósseo alveolar, mediada e modulada pelo hospedeiro frente aos microrganismos provenientes do biofilme dental. Compreender a origem e a evolução da reabsorção de osso alveolar é uma das metas primordiais da pesquisa periodontal, sobretudo visando o estabelecimento de novas modalidades terapêuticas. O desenvolvimento de modelos experimentais torna-se importante e é um passo necessário antes de ingressar em experimentações clínicas com novas terapias de tratamentos. Sendo assim, o presente estudo apresenta como objetivos caracterizar e avaliar as alterações teciduais provocadas por diferentes modelos de doença periodontal experimental em camundongos. Para isto, foram utilizados camundongos C57/BL6 wild type (WT), fêmeas distribuídas em 5 grupos experimentais seguindo os períodos de sacrifício: 7, 15 e 30 dias após o início da indução da doença (n=6 animais/período/grupo). O Grupo C correspondeu ao grupo controle; no Grupo L a doença periodontal foi induzida por meio de ligaduras; nos Grupos G-Pg e G-PgFn foram realizadas gavagem com Porphyromonas gingivalis e Porphyromonas gingivalis + Fusobacterium nucleatum respectivamente; no Grupo I-Pg foi injetado Porphyromonas gingivalis inativada por calor na mucosa palatina entre os molares. As amostras obtidas foram utilizadas para avaliação do processo imuno-inflamatório presente no tecido gengival, por meio de análise histológica descritiva, e RT-PCR em tempo real. A avaliação da perda óssea alveolar foi avaliada por microtomografia comutadorizada (μCT). Apenas os modelos de ligadura e de injeção de Porphyromonas gingivalis inativada por calor apresentaram significante perda óssea alveolar, no período de 30 dias, comparado ao grupo controle e... / Periodontitis is an infectious disease characterized by the destruction of alveolar bone tissue, mediated and modulated by the host response against the microorganisms from the biofilm. Understanding the origin and evolution of the alveolar bone resorption is one of the primary goals of periodontal research, especially to stop the disease progression and improve future treatments. For this, the development of experimental models is important and a necessary step before entering into clinical trials with new treatment therapies. Therefore, the aim of this study was to characterize and evaluate tissue changes caused by different experimental models of periodontal disease in mice. We used C57/BL6 wild type mice (WT), females, distributed into 5 experimental groups and sacrificed at 7, 15 and 30 days after periodontal disease induction (n=6 animals/period/group). Group C was the control group; Group L periodontal disease was induced by ligature; in Groups G-Pg and G-PgFn oral gavage with Porphyromonas gingivalis and Fusobacterium nucleatum + Porphyromonas gingivalis were performed, respectively; in Group I-Pg heat killed Porphyromonas gingivalis was injected in the palatal mucosa between the molars. The samples were used for analysis of the immune-inflammatory process in the gingival tissue by histological descriptive analysis and real time RT-PCR analyses. The alveolar bone loss was evaluated by micro-computerized tomography (μCT). Only ligature and injection of Porphyromonas gingivalis heat-killed models showed significant alveolar bone loss in 30 day period compared to the control and the others groups. There were a significant increase (p <0.05) in gene expression of inflammatory mediator IL-6 and proteins involved in osteoclastogenesis RANKL in ligature group compared with the control group. The... (Complete abstract click electronic access below)
22

Modulação da proliferação, morte celular e expressão gênica de mediadores inflamatórios pela ativação de RAGE e TLR4 em células da resposta imune inata e adaptativa: papel das vias de sinalização p38 MAPK e NF-kB

Medeiros, Marcell Costa de [UNESP] 29 March 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:02Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-03-29Bitstream added on 2014-06-13T19:36:29Z : No. of bitstreams: 1 medeiros_mc_me_arafo.pdf: 437623 bytes, checksum: c85b61f51fbdc5822633362a48f3573b (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O diabetes está associado à maior susceptibilidade à infecções e sepsis, demonstrando uma influência desta condição sobre a resposta imune. A doença periodontal é um tipo de infecção crônica, modulada pela resposta imune que apresenta maior prevalência e severidade em pacientes diabéticos. Nosso objetivo foi avaliar um possível sinergismo entre os receptores RAGE e TLR4 na modulação da proliferação celular, atividade metabólica, apoptose e expressão de citocinas inflamatórias em células da resposta imune inata e adaptativa. Como objetivo secundário, avaliamos o papel das vias de sinalização p38 MAPK e NF-kB na expressão dos genes inflamatórios por estas células após estimulação de RAGE e TLR4. Linhagens de células humanas de linfócitos T (JM) e monócitos (U937) foram estimulados com LPS e AGE-BSA tanto de forma independente como associados. A estimulação foi realizada também na presença e na ausência de inibidores bioquímicos para p38 MAPK (SB203580) e NF-kB (Bay 11-7082). A proliferação celular foi determinada por ensaio de exclusão azul de trypan, a apoptose pela via intrínseca e atividade metabólica foi avaliada por um ensaio bioquímico da função 18 mitocondrial, a expressão de citocinas foi estudada por RT-PCR e RT-qPCR e a ativação das vias de sinalização de interesse pelos estímulos utilizados foi investigada através de Western blotting. LPS e AGE-BSA não influenciaram a proliferação e sobrevivência celular de monócitos e linfócitos T após 24, 48 e 72 h. LPS, isoladamente ou associado a AGE, induziu a expressão de IL-6 e TNF-α em monócitos e células T, respectivamente. A ativação de p38 MAPK... / Diabetes is associated to increased susceptibility to infections and sepsis, indicating that this condition modulates the immune response. Periodontal disease is one type of chronic infection, which is modulated by the immune response and presents with increased prevalence and severity in diabetic patients. Our objective was to evaluate a possible synergism between RAGE and TLR4 signaling on the modulation of cell proliferation, metabolic activity, apoptosis and gene expression of inflammatory cytokines by cells of the innate and adaptive immune response. As a secondary objective, we assessed the role of p38 MAPK and NF-kB signaling pathways on the expression of the inflammatory genes by these cells after stimulation of RAGE and TLR4. Human cell lines of T lymphocytes (JM) and monocytes (U937) were stimulated with LPS and AGE-BSA both independently and associated. Stimulation was also performed in the presence and absence of biochemical inhibitors for p38 MAPK (SB203580) and NF-kB (Bay 11-7082). Cell proliferation was determined by trypan blue dye exclusion assay, apoptosis by the intrinsic pathway and metabolic activity were assessed by a biochemical assay of 21 the mitochondrial function, cytokine gene expression was studied by RT-PCR and RT-qPCR and the activation of the selected signaling pathways after RAGE and TLR4 activation was investigated by Western blotting. LPS and AGE-BSA did not influence cell proliferation and survival 24, 48 and 72 h after stimulation. LPS, alone or associated with AGE-BSA, induced expression of IL-6 and TNF- mRNA by monocytes and T cells, respectively. Activation of p38 MAPK, but not of NF-kB, was required for LPS and LPS/AGE-induced induction of IL-6 and TNF. RAGE mRNA expression was detected in both cell types. CCL3 mRNA expression levels were higher in monocytes upon... (Complete abstract click electronic access below)
23

Associação entre doença periodontal e fadiga muscular induzida pelo exercício : resultados preliminares de um estudo observacional

Goergen, Joseane January 2016 (has links)
A Doença Periodontal (DP) tem sido indicada como um possível fator de risco para várias condições sistêmicas. Uma inflamação sistêmica de baixa intensidade originada a partir da DP tem sido a explicação para as associações observadas. A performance físicoatlética dos indivíduos e os mecanismos de desenvolvimento da Fadiga Muscular (FM) também têm sido estudados, inclusive tem se questionado se a condição de saúde bucal pode ser um fator de risco à redução da capacidade física dos indivíduos. O objetivo do presente estudo observacional foi verificar a associação entre DP e FM induzida pelo exercício em homens saudáveis. Foram avaliados 43 participantes, com idade entre 25 e 45 anos, oriundos da faculdade de odontologia e praticantes de atividades físicas. Exame periodontal completo e entrevista foram realizados no exame basal. Um questionário estruturado foi aplicado, medidas antropométricas, exames clínicos da condição periodontal e informações sobre a prática de atividade física por meio do International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) foram obtidas. A seguir, os participantes foram submetidos a um protocolo de exercícios excêntricos para indução de FM e a Contração Isométrica Voluntária Máxima (CIVM) foi avaliada antes e imediatamente após a realização do protocolo A perda da capacidade de produção de força, calculada pela variação relativa da CIVM, foi o que caracterizou a FM e foi o desfecho deste estudo. Associações entre a condição periodontal e os parâmetros envolvidos na FM foram avaliados através de modelos de regressão linear múltipla com variância robusta, ajustando para índice de massa corporal, atividade física regular e fonte da amostra. Na totalidade da amostra, após o protocolo de FM, os participantes tiveram uma perda de 27,8% na capacidade de produção de força. Aqueles indivíduos com perda de inserção periodontal (PI) ≥4mm tiveram CIVM significativamente menor ao final do protocolo. Nos modelos de regressão linear multivariados, profundidade de sondagem (PS) (beta=- 10,32) e PI (beta=-3,53) médias estiveram associadas a uma redução significativamente maior na CIVM. Análises estratificadas para IPAQ (categorização de atividade física regular) encontraram associação entre parâmetros periodontais e CIVM somente entre os participantes com IPAQ baixo-médio, mostrando um possível efeito protetor da prática de atividade física sobre o efeito da DP na perda da capacidade de produção de força. Pode-se concluir, a partir dessa análise preliminar, que a doença periodontal pode vir a ser um indicador de risco para a FM. / Periodontal disease (PD) has been indicated as a possible risk factor for several systemic conditions. A low-intensity systemic inflammation originated from PD has been the explanation for the observed associations. The physical-athletic performance of individuals and the mechanisms of Muscle Fatigue (MF) development have also been studied, and there are doubts of whether the oral health condition may be a risk factor for the reduction in physical capacity and performance. The aim of this observational study was to evaluate the association between PD and exercise-induced MF in healthy men. The sample comprised 43 participants between 25-45 years of age sampled among patients from the Faculty of Dentistry of UFRGS and physically active subjects from different physical fitness centers of Porto Alegre. They were submitted to a protocol of eccentric exercises for induction of MF and the Maximum Voluntary Isometric Contraction (MVIC) was evaluated before and immediately after the fatigue protocol. The reduction of the strength production capacity was calculated by the relative variation of the MIVC, and this characterized MF in this study A structured questionnaire was applied, and anthropometric measurements, clinical examination of periodontal status and information about physical activity (through the IPAQ questionnaire) were performed. Associations between the periodontal condition and the parameters involved in MF were evaluated through multiple linear regression models adjusting for body mass index, physical activity and source of the sample. In the whole sample, participants had a loss of 27.8% in the capacity of force production after the MF protocol. Individuals with clinical attachment loss (CAL) ≥4 mm had significantly lower MVIC at the end of the protocol. In the multiple linear regression models, mean probing depth (beta = -10.32) and CAL (beta = -3.53) were associated with a significantly higher reduction in MVIC. Stratified analyzes for IPAQ found an association between periodontal parameters and MVIC only in participants with low-medium IPAQ, showing a possible protective effect of physical activity in the loss of strength production ability related to PD. It may be concluded from these preliminary findings that PD could be a risk indicator for MF.
24

Efeito do tratamento periodontal em citocinas sistêmicas em pacientes com doença arterial coronariana crônica : ensaio randomizado de 3 meses

Sanada, Ingrid Webb Josephson Ribeiro January 2015 (has links)
Introdução: Tem-se demonstrado que a periodontite é capaz de elevar os níveis sanguíneos de citocinas sistêmicas. Estas são importantes marcadores de risco das doenças cardiovasculares pois estão envolvidas na cascata de eventos cardíacos maiores. Esta relação entre doença periodontal e outras doenças sistêmicas tem sido estudado nas ultimas décadas em indivíduos sistemicamente saudáveis. Entretanto, a literatura ainda é muito escassa em indivíduos que já apresentaram algum evento cardíaco maior, o que poderia ser de grande valia na prevenção de novos eventos cardiovasculares futuros. Objetivo: O objetivo foi avaliar o efeito do tratamento periodontal nos níveis séricos de citocinas em pacientes cardiopatas crônicos. Métodos: Trata-se de um ensaio clínico randomizado em hospital terciário com pacientes com doença arterial coronariana (DAC) estável e periodontite crônica grave. Foram realizados exames periodontais (seis sítios por dente em toda a boca) para registro da profundidade de sondagem (PS) e perda de inserção (PI), além de Índice de placa visível (IPV) e Índice de Sangramento Gengival (ISG). O grupo teste recebeu tratamento periodontal intensivo composto por raspagem supra e subgengival, instrução de higiene oral e consultas mensais de manutenção. O grupo controle recebeu sessão única de profilaxia com raspagem supragengival e instrução de higiene oral. Amostras sanguíneas foram coletadas no exame basal e 3 meses após tratamento periodontal para mensuração dos níveis sistêmicos das citocinas IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10, IFN-γ e TNF-α através da plataforma Multiplex. Resultados: Um total de 81 pacientes foi analisado após 3 meses, sendo 39 no grupo teste e 42 no grupo controle. A idade média foi de 58,4±9,2 anos no teste e de 61±8,46 anos no grupo controle. Na reavaliação o grupo teste apresentou condição periodontal significativamente melhor comparado ao grupo controle em todos os parâmetros periodontais. Ao final de 3 meses, a concentração de IL-6 no grupo teste foi significativamente menor comparado ao grupo controle (4,11±11,50 pg/mL e 11,87±30,47 pg/mL). Níveis de IL-8 no grupo apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre os grupos aos 3 meses e melhoraram ao longo do tempo no grupo teste. As concentrações reduziram de 14,18±18,20 pg/mL para 11,12±11,86 pg/mL no grupo teste e passaram de 14,25±15,57 pg/mL para 17,15±17,47 pg/mL no grupo controle. Conclusão: O tratamento periodontal foi capaz de modificar marcadores inflamatórios de pacientes com doença arterial coronariana crônica que estão em acompanhamento cardiológico no que se refere à concentração de IL-6 e IL-8. Estes achados destacam o potencial que o tratamento periodontal tem para redução do risco de eventos cardiovasculares secundários e põe em perspectiva a doença periodontal como fator de prognostico para as doenças cardiovasculares. / Introduction: It has been demonstrated that periodontitis is capable of elevating blood levels os systemic cytokines. They are important risk markers for cardiovascular diseases involved in the cascade of major cardiac events. This relationship between periodontal diseases and other systemic diseases has been well studied in healthy individuals. However, studies in individuals that have experienced major cardiac events are scarce. This would be of great value in order to prevent future cardiovascular events. Objective: The aim of the present study was to evaluate the effect of periodontal treatment on serum levels of cytokines in chronic cardiac patients. Methods: This is a randomized clinical trial performed in a tertiary hospital with stable coronary artery disease (CAD) and severe chronic periodontitis. Whole mouth periodontal examination (six sites per tooth) was performed and comprised probing depth (PD) and attachment loss, in addition to visible plaque (VPI) and gingival bleeding index (GBI). The test group received intensive periodontal treatment including supra and subgingival scaling, oral hygiene instruction and monthly maintenance visits. The control group had a single dental prophylaxis session consisiting of supragingival scaling and oral hygiene instruction. Blood samples were collected to measure systemic levels of IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10, IFN-γ e TNF-α by means of Multiplex Results: A total of 81 patients was evaluated, 39 in the test and 42 in the control group. Mean age was of 58.4±9.2 years and of 61±8.46 in the test and control groups, respectively. In reevaluation, the test group presented periodontal status significantly better as compared to the control group. After 3 months, the IL-6 concentration in the test group was significantly lower than in the control group (4,11±11,50 pg/mL and 11,87±30,47 pg/mL). IL-8 levels presented statistically significant differences among groups at 3 months and also significantly improved in the test group overtime. Concentrations decreased from 14.18±18.20 pg/mL to 11.12±11.86 pg/mL in the test and from 14.25±15.57 pg/mL to 17.15±17.47 pg/mL in the control group. Conclusion: The periodontal treatment was able to modify inflammatory markers in chronic cardiac patients that are under cardiovascular care in relation to concentrations of IL-6 and IL-8. These findings highlight the potential of periodontal therapy in reducing secondary cardicac evens and puts into perspective periodontal disease as as prognostic fator for cardiovascular diseases.
25

Associação entre a síndrome metabólica e peridontite

Musskopf, Marta Liliana January 2014 (has links)
A periodontite é uma das principais causas de perdas dentárias. O conhecimento de seus possíveis fatores de risco é importante para sua prevenção e tratamento. A síndrome metabólica é uma condição cuja prevalência tem aumentado e existe plausibilidade para uma possível associação entre esta e a periodontite. Nesse sentido, o objetivo desta tese foi estudar a possível associação entre síndrome metabólica e periodontite. Para isso, foi conduzido um estudo observacional transversal com grupo de comparação (expostos- indivíduos com síndrome metabólica e não expostos- indivíduos sem síndrome metabólica). Os indivíduos foram submetidos a exame periodontal completo, exames sanguíneos e antropométricos necessários para o diagnóstico de síndrome metabólica. Foi realizada análise uni e multivariada com ajuste para idade, sexo, hábito de fumar, anos de estudo e nível socioeconômico. Na análise univariada, a síndrome metabólica apresentou razão de prevalência de 1,62 (IC 95%:1,13-2,34) em relação à periodontite como desfecho dicotômico (presente se perda de inserção ≥ 6 mm em pelo menos 2 sítios proximais de dentes diferentes e profundidade de sondagem ≥ 5 mm em pelo menos1 sítio proximal). No modelo ajustado passou para 1,16 (IC 95%: 0,83-1,63). Quando avaliada profundidade de sondagem a síndrome metabólica não se mostrou associada com esse desfecho. Síndrome metabólica esteve associada com média de perda de inserção mesmo após ajuste na análise total 1,16(IC 95%:1-1,34) e por faixa etária para a faixa de 41-60 anos 1,2(IC 95%:1,01-1,42) e também com perda dentária (>6 dentes) 1,23(IC 95%:1,02-1,49) para todas as idades, tanto nas análises cruas como ajustadas. Pode-se concluir que existe uma associação significativa entre síndrome metabólica e periodontite. Associações significativas também foram observadas entre síndrome metabólica e ambas perda de inserção e perda dentária. / Periodontitis is one of the main causes of tooth loss. The knowledge of its probable risk factors is important for its prevention and treatment. Metabolic syndrome is a condition that is growing in prevalence and there is biological plausibility of a possible link with periodontitis. Therefore the aim of this thesis was to investigate the possible association between metabolic syndrome and periodontitis. A cross sectional study with a comparison group was conducted (exposed- subjects with metabolic syndrome and non-exposed- subjects without metabolic syndrome). Subjects received comprehensive periodontal examination, blood samples and antropometric measures to diagnose metabolic syndrome. An unadjusted and adjusted (age, smoking, years of education and socioeconomic status) analysis was performed. Results showed that in unadjusted analysis metabolic syndrome presented a prevalence ratio of 1,62 (CI 95%:1,13-2,34) in relation to periodontitis as a dichotomous outcome (present if attachment loss ≥ 6 mm in at least 2 proximal sites not in the same tooth and probing depth ≥ 5 mm at least in one proximal site) . In the adjusted analysis this value changed to 1,16 (CI 95%:0,83-1,63). When probing depth was considered, metabolic syndrome was not associated. Metabolic syndrome was associated with attachment loss mean, even after controlled – 1,16(CI 95%:1-1,34)- and at the age range of 41-60 years 1,2(CI 95%:1,01-1,42). Metabolic syndrome was also associated with tooth loss (>6 teeth) 1,23(CI 95%:1,02-1,49) for all ages, in unadjusted or adjusted analysis. It can be concluded that there is a significant association between metabolic syndrome and periodontitis. Significant associations were also observed between metabolic syndrome and both mean attachment loss and tooth loss.
26

Capacidade de retenção de biomarcadores inflamatórios por um novo dispositivo de coleta de fluido crevicular gengival : estudo piloto

Taminski, Keity January 2015 (has links)
Resumo não disponível
27

Capacidade de retenção de biomarcadores inflamatórios por um novo dispositivo de coleta de fluido crevicular gengival : estudo piloto

Taminski, Keity January 2015 (has links)
Resumo não disponível
28

Efeito do tratamento periodontal em citocinas sistêmicas em pacientes com doença arterial coronariana crônica : ensaio randomizado de 3 meses

Sanada, Ingrid Webb Josephson Ribeiro January 2015 (has links)
Introdução: Tem-se demonstrado que a periodontite é capaz de elevar os níveis sanguíneos de citocinas sistêmicas. Estas são importantes marcadores de risco das doenças cardiovasculares pois estão envolvidas na cascata de eventos cardíacos maiores. Esta relação entre doença periodontal e outras doenças sistêmicas tem sido estudado nas ultimas décadas em indivíduos sistemicamente saudáveis. Entretanto, a literatura ainda é muito escassa em indivíduos que já apresentaram algum evento cardíaco maior, o que poderia ser de grande valia na prevenção de novos eventos cardiovasculares futuros. Objetivo: O objetivo foi avaliar o efeito do tratamento periodontal nos níveis séricos de citocinas em pacientes cardiopatas crônicos. Métodos: Trata-se de um ensaio clínico randomizado em hospital terciário com pacientes com doença arterial coronariana (DAC) estável e periodontite crônica grave. Foram realizados exames periodontais (seis sítios por dente em toda a boca) para registro da profundidade de sondagem (PS) e perda de inserção (PI), além de Índice de placa visível (IPV) e Índice de Sangramento Gengival (ISG). O grupo teste recebeu tratamento periodontal intensivo composto por raspagem supra e subgengival, instrução de higiene oral e consultas mensais de manutenção. O grupo controle recebeu sessão única de profilaxia com raspagem supragengival e instrução de higiene oral. Amostras sanguíneas foram coletadas no exame basal e 3 meses após tratamento periodontal para mensuração dos níveis sistêmicos das citocinas IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10, IFN-γ e TNF-α através da plataforma Multiplex. Resultados: Um total de 81 pacientes foi analisado após 3 meses, sendo 39 no grupo teste e 42 no grupo controle. A idade média foi de 58,4±9,2 anos no teste e de 61±8,46 anos no grupo controle. Na reavaliação o grupo teste apresentou condição periodontal significativamente melhor comparado ao grupo controle em todos os parâmetros periodontais. Ao final de 3 meses, a concentração de IL-6 no grupo teste foi significativamente menor comparado ao grupo controle (4,11±11,50 pg/mL e 11,87±30,47 pg/mL). Níveis de IL-8 no grupo apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre os grupos aos 3 meses e melhoraram ao longo do tempo no grupo teste. As concentrações reduziram de 14,18±18,20 pg/mL para 11,12±11,86 pg/mL no grupo teste e passaram de 14,25±15,57 pg/mL para 17,15±17,47 pg/mL no grupo controle. Conclusão: O tratamento periodontal foi capaz de modificar marcadores inflamatórios de pacientes com doença arterial coronariana crônica que estão em acompanhamento cardiológico no que se refere à concentração de IL-6 e IL-8. Estes achados destacam o potencial que o tratamento periodontal tem para redução do risco de eventos cardiovasculares secundários e põe em perspectiva a doença periodontal como fator de prognostico para as doenças cardiovasculares. / Introduction: It has been demonstrated that periodontitis is capable of elevating blood levels os systemic cytokines. They are important risk markers for cardiovascular diseases involved in the cascade of major cardiac events. This relationship between periodontal diseases and other systemic diseases has been well studied in healthy individuals. However, studies in individuals that have experienced major cardiac events are scarce. This would be of great value in order to prevent future cardiovascular events. Objective: The aim of the present study was to evaluate the effect of periodontal treatment on serum levels of cytokines in chronic cardiac patients. Methods: This is a randomized clinical trial performed in a tertiary hospital with stable coronary artery disease (CAD) and severe chronic periodontitis. Whole mouth periodontal examination (six sites per tooth) was performed and comprised probing depth (PD) and attachment loss, in addition to visible plaque (VPI) and gingival bleeding index (GBI). The test group received intensive periodontal treatment including supra and subgingival scaling, oral hygiene instruction and monthly maintenance visits. The control group had a single dental prophylaxis session consisiting of supragingival scaling and oral hygiene instruction. Blood samples were collected to measure systemic levels of IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10, IFN-γ e TNF-α by means of Multiplex Results: A total of 81 patients was evaluated, 39 in the test and 42 in the control group. Mean age was of 58.4±9.2 years and of 61±8.46 in the test and control groups, respectively. In reevaluation, the test group presented periodontal status significantly better as compared to the control group. After 3 months, the IL-6 concentration in the test group was significantly lower than in the control group (4,11±11,50 pg/mL and 11,87±30,47 pg/mL). IL-8 levels presented statistically significant differences among groups at 3 months and also significantly improved in the test group overtime. Concentrations decreased from 14.18±18.20 pg/mL to 11.12±11.86 pg/mL in the test and from 14.25±15.57 pg/mL to 17.15±17.47 pg/mL in the control group. Conclusion: The periodontal treatment was able to modify inflammatory markers in chronic cardiac patients that are under cardiovascular care in relation to concentrations of IL-6 and IL-8. These findings highlight the potential of periodontal therapy in reducing secondary cardicac evens and puts into perspective periodontal disease as as prognostic fator for cardiovascular diseases.
29

Efeito da obesidade na progressão da perda de inserção periodontal : estudo de Porto Alegre

Gaio, Eduardo José January 2008 (has links)
Resumo não disponível.
30

Associação entre a síndrome metabólica e peridontite

Musskopf, Marta Liliana January 2014 (has links)
A periodontite é uma das principais causas de perdas dentárias. O conhecimento de seus possíveis fatores de risco é importante para sua prevenção e tratamento. A síndrome metabólica é uma condição cuja prevalência tem aumentado e existe plausibilidade para uma possível associação entre esta e a periodontite. Nesse sentido, o objetivo desta tese foi estudar a possível associação entre síndrome metabólica e periodontite. Para isso, foi conduzido um estudo observacional transversal com grupo de comparação (expostos- indivíduos com síndrome metabólica e não expostos- indivíduos sem síndrome metabólica). Os indivíduos foram submetidos a exame periodontal completo, exames sanguíneos e antropométricos necessários para o diagnóstico de síndrome metabólica. Foi realizada análise uni e multivariada com ajuste para idade, sexo, hábito de fumar, anos de estudo e nível socioeconômico. Na análise univariada, a síndrome metabólica apresentou razão de prevalência de 1,62 (IC 95%:1,13-2,34) em relação à periodontite como desfecho dicotômico (presente se perda de inserção ≥ 6 mm em pelo menos 2 sítios proximais de dentes diferentes e profundidade de sondagem ≥ 5 mm em pelo menos1 sítio proximal). No modelo ajustado passou para 1,16 (IC 95%: 0,83-1,63). Quando avaliada profundidade de sondagem a síndrome metabólica não se mostrou associada com esse desfecho. Síndrome metabólica esteve associada com média de perda de inserção mesmo após ajuste na análise total 1,16(IC 95%:1-1,34) e por faixa etária para a faixa de 41-60 anos 1,2(IC 95%:1,01-1,42) e também com perda dentária (>6 dentes) 1,23(IC 95%:1,02-1,49) para todas as idades, tanto nas análises cruas como ajustadas. Pode-se concluir que existe uma associação significativa entre síndrome metabólica e periodontite. Associações significativas também foram observadas entre síndrome metabólica e ambas perda de inserção e perda dentária. / Periodontitis is one of the main causes of tooth loss. The knowledge of its probable risk factors is important for its prevention and treatment. Metabolic syndrome is a condition that is growing in prevalence and there is biological plausibility of a possible link with periodontitis. Therefore the aim of this thesis was to investigate the possible association between metabolic syndrome and periodontitis. A cross sectional study with a comparison group was conducted (exposed- subjects with metabolic syndrome and non-exposed- subjects without metabolic syndrome). Subjects received comprehensive periodontal examination, blood samples and antropometric measures to diagnose metabolic syndrome. An unadjusted and adjusted (age, smoking, years of education and socioeconomic status) analysis was performed. Results showed that in unadjusted analysis metabolic syndrome presented a prevalence ratio of 1,62 (CI 95%:1,13-2,34) in relation to periodontitis as a dichotomous outcome (present if attachment loss ≥ 6 mm in at least 2 proximal sites not in the same tooth and probing depth ≥ 5 mm at least in one proximal site) . In the adjusted analysis this value changed to 1,16 (CI 95%:0,83-1,63). When probing depth was considered, metabolic syndrome was not associated. Metabolic syndrome was associated with attachment loss mean, even after controlled – 1,16(CI 95%:1-1,34)- and at the age range of 41-60 years 1,2(CI 95%:1,01-1,42). Metabolic syndrome was also associated with tooth loss (>6 teeth) 1,23(CI 95%:1,02-1,49) for all ages, in unadjusted or adjusted analysis. It can be concluded that there is a significant association between metabolic syndrome and periodontitis. Significant associations were also observed between metabolic syndrome and both mean attachment loss and tooth loss.

Page generated in 0.1066 seconds