• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 89
  • 2
  • Tagged with
  • 95
  • 68
  • 51
  • 32
  • 22
  • 17
  • 17
  • 16
  • 16
  • 15
  • 11
  • 10
  • 10
  • 10
  • 9
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Análise morfoanatômica, bioquímica e molecular de dendezeiros (Elaeis guineensis Jacq.) regenerados por embriogênese somática em sistema de imersão temporária

Gomes, Hugo Teixeira 04 August 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, Programa de Pós-Graduação em Botânica, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-12-21T17:01:45Z No. of bitstreams: 1 2016_HugoTeixeiraGomes_Parcial.pdf: 2383705 bytes, checksum: 1bf5dc855939eb6127752ec5933d765d (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-01-26T20:06:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_HugoTeixeiraGomes_Parcial.pdf: 2383705 bytes, checksum: 1bf5dc855939eb6127752ec5933d765d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-26T20:06:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_HugoTeixeiraGomes_Parcial.pdf: 2383705 bytes, checksum: 1bf5dc855939eb6127752ec5933d765d (MD5) / O objetivo do trabalho foi avaliar a utilização de sistemas de imersão temporária na embriogênese somática de dendezeiros (Elaeis guineensis Jacq.), a partir de folhas imaturas de plantas adultas, caracterizar morfoanatômica e bioquimicamente os estádios embriogênicos obtidos no processo, além analisar os clones regenerados por marcadores ISSR e AFLP (MSAP). Num primeiro experimento, calos primários da variedade C2328 foram multiplicados por cinco subcultivos de 30 dias, em quatro diferentes sistemas de cultivo: semi-sólido, líquido sob agitação, além dos biorreatores de imersão temporária R.I.T.A.® e tipo frascos gêmeos (BIT). Em seguida, o biorreator mais eficiente foi avaliado isoladamente na multiplicação de calos de outras três variedades: B35-2932, B35-4323 e B35-1729. Posteriormente, a diferenciação dos embriões somáticos foi realizada em meio de MS suplementado com 12,3 μM de 2-iP e 0,54 μM de ANA. Após esse processo, calos contendo embriões somáticos em estádio torpedo foram cultivados por cinco subcultivos de 30 dias em sistema semi-sólido, R.I.T.A.® e BIT, para a regeneração de plantas. Ao final do cultivo, a fidelidade genética e epigenética dos regenerantes foi avaliada por ISSR e AFLP (MSAP). Num segundo experimento, calos primários, embriogênicos e pró-embriogênicos, calos com embriões diferenciados, embriões somáticos globulares e torpedos, além de embriões zigóticos maduros (controle), foram analisados e caracterizados morfoanatomicamente. Por fim, foram quantificados os níveis de açúcares, amido, ácidos graxos, aminoácidos e proteínas contidos em calos primários e embriogênicos, calos embriogênicos com embriões somáticos diferenciados, embriões somáticos torpedo e em regeneração, e plantas regeneradas. Observou-se que na multiplicação o uso de meio líquido e sistema R.I.T.A.® proporcionou aos cultivos as maiores taxas de propagação, propiciando índices de acúmulo de biomassa fresca de até 293,3%. Já na regeneração, observou-se que os melhores resultados foram obtidos quando o R.I.T.A.® foi utilizado, promovendo em média a regenerarão de 14,1 plantas por grama de material inoculado. Com o uso desse sistema, além de não terem sido constatadas variações na sequência do DNA dos propágulos produzidos, observou-se ainda a redução dos índices de alteração do padrão de metilação do epigenoma dos indivíduos regenerados e a diminuição das taxas de ocorrência de hipometilação do DNA das culturas propagadas. Em relação às análises morfoanatômicas, verificou-se que calos primários são constituídos por células meristemáticas apenas em sua região mais interna, enquanto que calos embriogênicos são compostos inteiramente por este padrão celular. A partir do desenvolvimento destes cultivos foi verificada a formação de embriões somáticos sem conexão com os tecidos de origem, constituídos inicialmente pela protoderme e pelo meristema fundamental. Com a maturação destes propágulos, observou-se também a presença de regiões procambiais dispersas pelo meristema fundamental, característica também constatada nos embriões zigóticos maduros. Quanto às análises bioquímicas, verificou-se que no início da multiplicação os calos primários foram os propágulos que apresentaram as maiores concentrações de açúcares solúveis e amido, e os calos embriogênicos os maiores índices de ácidos graxos, aminoácidos livres e proteínas. Após o fim dessa etapa, verificou-se que os teores de ácidos graxos, aminoácidos livres e proteínas não apresentaram variações expressivas. Por outro lado, constatou-se na diferenciação que os níveis de açúcares solúveis aumentaram consideravelmente ao mesmo tempo em que um significativo processo de mobilização do amido foi observado. Já na maturação, os açúcares solúveis e as proteínas foram os compostos que não apresentaram grandes alterações. Nessa etapa, verificou-se uma queda considerável nos valores dos ácidos graxos e aminoácidos livres concomitantemente a elevação dos níveis de amido. Por fim, na regeneração observou-se que os teores de açúcares solúveis, ácidos graxos e proteínas decaíram enquanto que as taxas de amido e aminoácidos livres aumentaram de forma significativa. / The aim of this study was to evaluate the use of temporary immersion systems in oil palm (Elaeis guineensis Jacq.) somatic embryogenesis from immature leaves of adult plants, to characterize morphoanatomical and biochemically the embryogenic stages, and assessing regenerated clones through Inter Simple Sequence Repeat (ISSR) and Amplified Fragment Length Polymorphism (AFLP) (MSAP) markers. In a first experiment, primary calli from C2328 variety of oil palm were multiplied by up to five 30-days subcultures in four different culture systems: semi-solid, liquid under agitation, R.I.T.A.® (Recipient for Automated Temporary Immersion) bioreactors, and Twin Flask - TIS (Temporary Immersion System) bioreactors. Then, the most efficient system was evaluate individually for calli multiplication of another three oil palm varieties: B35-2932, B35-4323 e B35-1729. After multiplication, the calli were transferred to a MS medium with 12.3 μM 2-iP and 0.54 μM NAA in order to differentiate somatic embryos. Under these condition, the material was cultivated until most of the somatic embryos reached the torpedo stage, when they were transferred to R.I.T.A.® and TIS systems for additional five 30-days subcultures for plant growth. At the end, ISSR and AFLP (MSAP) were used to evaluate the genetic and epigenetic fidelity among the regenerate plants. In a second experiment, primary calli, embryogenic calli, calli with pro-embryos, calli with differentiated somatic embryos, and globular and torpedo-shaped embryos, as well as mature zygotic embryos (control), were characterized morphoanatomically. Finally, the sugars, starch, fatty acids, amino acids and proteins were extracted, identified and quantified at various stages of embryogenesis: primary and embryogenic calli, embryogenic calli with differentiated somatic embryos, torpedo somatic embryos, including those under regeneration, as well as regenerated plants. It was observed that the calli multiplication using liquid medium and R.I.T.A.® bioreactors provided the highest rates of propagation, providing fresh biomass accumulation rates of up to 293.3%. In the regeneration, the best results were also obtained in the R.I.T.A.® bioreactors, with an average of 14.1 plants per gram of inoculated material. Using this system, variations in the DNA sequence of propagules produced were not found. There was also a reduction of the epigenome methylation and decrease in DNA hypomethylation levels from evaluated regenerants. Regarding morphoanatomical analysis, it was found that primary calli are composed of meristematic cells only in its most inner region, whereas embryogenic calli are entirely composed by this cellular pattern. From these cultures was observed the formation of somatic embryos, without connections with the parental tissue, initially constituted by protoderm and fundamental meristem. With the maturation, the somatic embryos presented procambial regions, a characteristic also observed in mature zygotic embryos. Biochemical analyzes showed that at the onset of multiplication, the primary calli were the propagules with the highest concentrations of soluble sugars and starch, and the embryogenic calli the ones with the highest levels of fatty acids, free amino acids and proteins. At the end of this stage, the levels of fatty acids, free amino acids and proteins showed no significant changes. During the differentiation phase, the soluble sugar levels increased considerably, at the same time as a significant starch mobilization process was observed. In the maturation, soluble sugars and proteins were compounds that did not show significant changes. At this stage, a considerable decrease in the amounts of fatty acids and free amino acids was observed, concomitantly with the increase in starch levels. In the regeneration, the levels of soluble sugars, fatty acids and proteins declined, while the starch and free amino acids increased significantly.
2

Caracterização morfoanatômica, histoquímica e expressão de genes SERK durante a embriogênese somática em Bixa orellana L. (Bixaceae) / Morphoanatomical and histochemistral characterization, and expression of the SERK genes during somatic embryogenesis in Bixa orellana L. (Bixaceae)

Matos, Elyabe Monteiro de 14 June 2013 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2015-11-06T14:59:13Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 4172098 bytes, checksum: ffcb79008a3a1b7b4058a6ce3af9ce13 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-11-06T14:59:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 4172098 bytes, checksum: ffcb79008a3a1b7b4058a6ce3af9ce13 (MD5) Previous issue date: 2013-06-14 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O objetivo do presente estudo foi analisar o processo de embriogênese somática a partir de embriões zigóticos imaturos de Bixa orellana L. (Bixaceae) sob aspectos morfoanatômicos e histoquímicos, além de análises moleculares da expressão de genes SERK. Embriões zigóticos imaturos foram colocados em meio MS suplementado com 2,26 μM de 2,4-D, 4,52 μM de cinetina e 0,1 % de carvão ativado. O início da embriogênese somática foi observado após 10 dias no meio de indução, com divisões celulares alterando o eixo embrionário e os cotilédones. Após 20 dias, foram notados embriões somáticos em estádio globulares iniciais, originados da protoderme dos embriões zigóticos, limitados por cordões de compostos fenólicos na camada abaixo da protoderme. Aos 52 dias do início da indução embriogênica, embriões somáticos em estádios iniciais, tardios e secundários foram observados. Análises histoquímicas demonstraram a mobilização de reservas durante o processo. Foram observados carboidratos totais no embrião zigótico durante o início do processo embriogênico, porém, compostos lipídicos não foram notados nessa fase. Corpos proteicos estavam presentes no embrião zigótico após 15 dias de indução. Análises moleculares durante a embriogênese somática levaram à clonagem e identificação de três possíveis membros da família SERK (BoSERK1, BoSERK2 e BoSERK3). Análises filogenéticas das proteínas indicaram que o agrupamento dos diferentes membros SERK ocorre de acordo com a função desempenhada na planta. Experimentos de hibridização in situ comprovaram a expressão de SERK em células do tecido vascular e da epiderme nos embriões zigóticos imaturos. Sinal de intensidade variável foi observado nos embriões somáticos em diferentes fases de desenvolvimento, desde globulares a cotiledonares. Os resultados do presente trabalho esclarecem os processos morfoanatômicos da embriogênese somática em B. orellana e contribuem com o primeiro registro da expressão de genes SERK para a espécie, subsidiando futuros estudos de expressão com mutantes. / This study aimed to analyze the process of somatic embryogenesis from immature zygotic embryos of Bixa orellana L. (Bixaceae) by means of morphoanatomical and histochemical aspects of regeneration, as well as molecular analysis of SERK gene expression. The embryos were placed onto MS-based induction medium supplemented with 2.26 μM 2,4-D, 4.52 μM kinetin and 0.1 % activated charcoal. The initiation of somatic embryogenesis was observed as early as 10 days in the induction medium, with cell divisions altering the embryonic axis and the cotyledons. After 20 days, somatic embryos at early globular stage were visualized, originating from the protodermis of zygotic embryos, bound by a sheath-like of phenolic compounds in the subepidermal layer. After 52 days of onset of embryo induction, somatic embryos at early and late stages, as well as secondary somatic embryos were observed. Histochemical analyses demonstrated the mobilization of reserves during the process. Total carbohydrates were observed in zygotic embryo during early embryogenic process, but lipid compounds were not perceived at that stage. Protein bodies were present in the zygotic embryo after 15 days of induction. Molecular analysis during somatic embryogenesis led to the cloning and identification of three possible SERK family members (BoSERK1, BoSERK2, and BoSERK3). Phylogenetic analysis of the proteins indicated that the different members of the SERK group occur according to the function performed in the plant. In situ hybridization experiments confirmed the expression of SERK in cells of vascular tissues and in the epidermis of immature annatto zygotic embryos. Signals of variable intensity were observed in somatic embryos at different stages of development, from globular to cotyledonary. The results of this work clarify morphoanatomic aspects of somatic embryogenesis in B. orellana and contribute as the first record on the cloning and expression of SERK genes for the species, supporting future expression studies with mutants. / Conforme email do professor Wagner Otoni (wcotoni@gmail.com ou wotoni@ufv.br), do dia 24/04/2015, o mesmo solicitou aguardar o autor da Tese finalizar a publicação dos artigos e só depois liberar ao domínio público. No Locus está embargado até 14/06/2018 (5 anos).
3

Desenvolvimento embrionário de Podocnemis expansa (Testudines: Podocnemididae): descrição do pronefro e mesonefro e diferenciação gonadal em ambiente natural, Balbina, Amazonas

Magalhães, Marcela dos Santos 13 June 2017 (has links)
Submitted by Gizele Lima (gizele.lima@inpa.gov.br) on 2017-07-21T12:56:48Z No. of bitstreams: 2 Tese Marcela dos Santos Magalhaes.pdf: 8462724 bytes, checksum: bbde77c37a0d2c63a7ab3ee481cde294 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2017-07-21T12:56:48Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Tese Marcela dos Santos Magalhaes.pdf: 8462724 bytes, checksum: bbde77c37a0d2c63a7ab3ee481cde294 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-06-13 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / This study aimed to describe embryo, pronephros and mesonephros development, gonadal differentiation and to evaluate the thermosensitive period (TSP) in Podocnemis expansa in the natural environment. To do so, ten nests of P. expansa were randomly selected on an artificial beach in Balbina, Amazonas, and embryos were collected daily throughout the incubation period. Macroscopic analyzes were carried out with the aid of a stereoscope, light microscopy with paraffin and paraplast inclusion, and staining with Hematoxylin and Eosin, in addition to analyses by transmission and scanning electron microscopy, and immunohistochemistry for cytochrome P450 aromatase. The thermosensitive period (TSP) of embryonic development for gender determination was calculated based on the reaction norm for embryonic growth. The incubation period was 58 to 64 days, with a mean nest incubation temperature of 30.3°C. The main characteristics used to describe and compare embryonic development were: eye development, mandibular process, limbs, carapace and plastron. Based on the descriptions, 26 stages were proposed for P. expansa. Throughout embryonic development of P. expansa, the pronephros was first visualized on the 5th day of development, composed of external glomeruli that are devoid of a capsule and protrude into the coelomic cavity and internally composed of a network of capillaries. The pronephros was already degenerated at 23 days of development. The first indication of mesonephros appearance occurred around the 7th day of incubation by the onset of the renal corpuscle formation. The mesonephros is composed by the renal corpuscles, neck segment, proximal tubule, distal tubule, intermediate segment, collecting tubule and collecting duct. From the 20th day, a significant increase in the width and number of glomeruli of the mesonephros can be observed and a continuous decrease of these parameters is observed from the 40th day onwards, indicating degeneration. The TSP ranged between the 24th and the 42nd day of incubation in nest 4, and between the 32nd and the 51 st day of incubation in nest 1 . Regarding gonadal development, primordial germ cells (PGCs) were only visualized from the 5th day of incubation when they were observed in the yolk sac, and it was possible to observe the migration of PGCs from the vitelline sac toward the ventromedial region of the presumptive mesonephros wall (genital crest region) between days 5 and 10 of incubation. On the 14th day, the PGCs were established in the ventromedial region of the mesonephros, initiating formation of the undifferentiated gonad with two distinct regions being identified; the external cortical region characterized by the presence of PGCs, and the inner medullary region where the primitive sexual cords were present. From day 35 of incubation, it was possible to more clearly identify the organization of the gonad into testis through light microscopy, while ovary differentiation was observed at 36 days of incubation. Low aromatase immunoreactivity was observed in the gonads and mesonephros at 33 days. The marking intensified after the beginning of the TSP and gonadal differentiation. At 45 days, the ovaries presented heavily marked epithelium lining and interstitial tissue, whereas this positive marking in the testicles was restricted to the interstitial cells between the seminiferous tubules. The time of appearance and disappearance of the structures in P. expansa was generally more advanced than in other species of chelonians during embryonic development in the natural environment. Pronephros lasted approximately 13 days with functional characteristics, even if for a short period, while the mesonephros was the embryonic kidney and remained functional even after hatching. TSP started after the onset of the middle third and ended only in the last third of development, while the onset of testicular differentiation did not vary significantly in relation to the ovaries. / Esse trabalho teve como objetivo descrever o desenvolvimento dos caracteres morfológicos externos do embrião, do pronefro e mesonefro e a diferenciação gonadal em Podocnemis expansa em ambiente natural, Balbina, Amazonas. Para tal, foram selecionados aleatoriamente dez ninhos de P. expansa em uma praia artificial em Balbina, Amazonas, e coletados embriões diariamente durante todo o período de incubação. Foram realizadas análises macroscópicas com auxílio de estereoscópio e por microscopia de luz com inclusão em parafina e paraplast e coloração com Hematoxilina e eosina. Além de análises por microscopia eletrônica de transmissão e de varredura e imunohistoquímica para citocromo P450 aromatase. O período termosensível (TSP) do desenvolvimento embrionário para determinação do sexo foi calculado a partir da norma de reação para o crescimento embrionário. O período de incubação foi de 58 a 64 dias, com temperatura média de incubação do ninho de 30,3ºC. As principais características utilizadas para descrição e comparação do desenvolvimento embrionário foram: desenvolvimento dos olhos, processo mandibular, membros, carapaça e plastrão. A partir das descrições foram propostos 26 estádios para P. expansa. Ao longo do desenvolvimento embrionário de P. expansa, o pronefro foi visualizado pela primeira vez no 5º dia do desenvolvimento, sendo composto por glomérulos externos desprovidos de uma cápsula, protusos para a cavidade celomática e internamente composta por uma rede de capilares. E aos 23 dias do desenvolvimento o pronefro já estava degenerado. O primeiro indício do aparecimento do mesonefro ocorre por volta do 7º dia de incubação pelo início da formação dos corpúsculos renais. O mesonefro foi composto pelos corpúsculos renais, segmento curto, túbulo proximal, túbulo distal, segmento intermediário, túbulo coletor e ducto coletor. A partir do 20º dia ocorre um aumento significativo da largura e do número de glomérulos do mesonefro, e a partir do 40º dia é observada diminuição contínua desses parâmetros, o que indica degeneração. O TSP variou entre 24° e 42° dia de incubação no ninho 4, a 32º e 51º dia de incubação no ninho 1. No desenvolvimento gonadal as células germinativas primordiais (CGPs) só foram visualizadas a partir do 5º dia de incubação, no momento em que elas se encontravam no saco vitelino e entre os dias 5 e 10 de incubação foi possível observar a migração das CGPs a partir do saco vitelínico em direção a região ventromedial da parede do mesonefro presuntivo (região da crista genital). No 14º dia CGPs se estabeleceram na região ventromedial do mesonefro dando início a formação da gônada indiferenciada, sendo identificada duas regiões distintas, a região cortical externa caracterizada pela presença de CGPs, e a região medular interna onde os cordões sexuais primitivos foram presentes. A partir do dia 35 de incubação foi possível identificar mais claramente, através da microscopia de luz, a organização da gônada em testículo, enquanto a diferenciação em ovário foi observada com 36 dias de incubação. Até os 33º dia foi observada baixa imunoreatividade a aromatase nas gônadas e mesonefro. A marcação se intensificou, após a metade do início do período termosensível e após a diferenciação gonadal. Aos 45 dias, o ovário apresentou epitélio de revestimento e tecido intersticial fortemente marcado, enquanto nos testículos essa marcação positiva foi restrita as células intersticiais entre os túbulos seminíferos. Ao longo desenvolvimento embrionário em ambiente natural o tempo de aparecimento e desaparecimento das estruturas em P. expansa foi geralmente mais avançado do que em outras espécies de quelônios. O pronefro durou aproximadamente 13 dias e apresentou características funcionais, mesmo que por um curto período. Enquanto que o mesonefro foi o rim embrionário e permaneceu funcional mesmo após a eclosão. O TSP começou após o início no terço médio e só terminou no último terço do desenvolvimento, e o início da diferenciação do testículo não variou significativamente em relação ao ovário.
4

Embriogênese somática em soja (Glycine max (L.) Merrill) / Somatic embryogenesis in soybean (Glycine max (l.) Merril)

Éberson Sanches Calvo 28 August 1989 (has links)
Diversos fatores foram investigados a fim de se determinar uma metodologia para regeneração de plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill) via embriogênese somática, tendo como base o germoplasma brasileiro de soja. Para isso, cotilédones imaturos foram cultivados in vitro sob diversas condições (regime hormonal, tipo e. concentração de açúcar, etc.). Foram avaliados os parâmetros referentes à embriogênese e a calogênese, assim como observações organográficas e anatômicas. Os resultados obtidos mostraram que altas concentrações (10-25 mg/l) de 2,4-D ou 2,4,5-T (11,5-17,5 mg/l), interrompem a ontogênese do embrióide no estádio globular de desenvolvimento, provavelmente por assegurar o estado meristemático das células. Baixas concentrações destas auxinas promoveram um desenvolvimento precoce dos embrióides. Nessas condições os embrióides eram em sua grande maioria morfologicamente anormais e não puderam ser convertidos em plântulas. A vacuolização precoce das células foi um dos eventos celulares associados a esse processo. Os embrióides tiveram origem multicelular a partir de células da epiderme e sub-epiderme do explante. A sacarose, em concentrações variando de 1,0 a 2,0% foi o açúcar que proporcionou maior eficiência de embriogênese. O processo de indução de embriogênese foi fortemente inibido pela irradiação do explante com raios ϒ. A adição de L-glutamina, L-prolina, caseína hidrolisada, extrato de malte ou extrato de levedura não estimulou a indução de embriogênese. A suplementação com ABA ou BA inibiu a indução de embriogênese e não favoreceu a maturação dos embrióides. As maiores eficiências de embriogênese foram obtidas cultivando-se os explantes na posição abaxial. Tanto a indução de embriogênese quanto a maturação dos embrióides foram fortemente afetadas pelo genótipo da planta doadora do explante. Não foi evidenciada a existência de interação entre genótipo e o meio de cultura (tipo e concentração de auxina). A luz favoreceu a indução de embriogênese, sob altas concentrações de auxina, mas inibiu completamente a maturação dos embrióides. Os embrióides induzidos pelo 2,4,5-T apresentaram uma maior frequência de maturação. Com base nesses resultados foi proposto um protocolo reproduzível para regeneração de plântulas assim como um modelo de origem dos embrióides. A aplicação dessa metodologia na obtenção de somaclones e de plantas de soja transgênicas foi discutida. / Several factors were studied in order to stabilish a methodology for soybean Glycine max (L.) Merrill) plant regeneration through somatic embryogenesis, im Brazilian soybean germplasm. Immature cotyledons were cultured in vitro, under several conditions (type and concentrations of plant regulators, sugars, etc.). Parameters of embryogenesis, callus formation, morphological and anatomical observations were assessed qualitative and quantitatively. The results threin analysed showed that high concentrations (10-25 mg/l) of 2,4-D or 2,4,5-T (11,5-17,5 mg/l) 2,4,5-T suspended embryoid ontogenesis at the globular stage, probably by maintaining the meristematic state of the cell. Low auxin concentrations promoted premature embryo development. In this condition, mostly embryoids were morphological abnormal and could not be converted into plantlets. Early vacuolation of the cells was an event associated with this process. Somatic embryos had multicellular origin from epidermal and su-epidermal explant cells. Concentrations of sucrose ranging from 1.0 to 2.0% presented the highest embryogenesis efficiency. The process of embryogenesis induction was strongly inhibited by explant gamma rays irradiation. Addition of L-glutamine, L-proline, casein hydrolysate, malt extract, or yeast extract to culture medium, did not enhance embryonic induction. Medium supplementation with ABA or BA inhibited embryogenesis induction and did not favour embryoid maturation. The highest embryogenesis efficiency was obtained culturing the explants with the abaxial surface in contact with the medium Either embryogenesis induction and embryoid maturation was strongly influenced by the genotype of the explant donor plant. It was not found any interaction between genotype and culture medium. The presence of light favoured embryogenesis induction, under high auxin concentration, but completely supressed embryoid maturation. Embryoids formed by the addition of 2,4,5-T showed a high maturation frequency. Regarding these results, a reproducible procedure for plantlet regeneration was proposed, as well as a model for embryoid origin. The potential application of this metodolog in the obtention of somaclones and transgenic soybean plants is discussed.
5

Embriogênese somática em Citrus spp. / Somatic embryogenesis in Citrus spp.

Tomaz, Márcio Leandro 07 December 2000 (has links)
O trabalho teve como objetivo o estudo ao estímulo à embriogênese somática em linhagens de calos de laranja 'Seleta Vermelha', laranja 'Valência', laranja 'Caipira', limão ‘Cravo’ e tangerina 'Cleópatra' linhagens 1 e 2, pela utilização de diferentes fontes de carboidratos. Nas linhagens de calos, com baixo potencial embriogênico também estudou-se o efeito do inibidor de auxina 7 - azaindole (AZI), e densidade de plaqueamento de calos. O meio de cultura utilizado no estímulo à embriogênese somática, foi descrito por Murashige & Tucker (1969), substituindo-se a fonte de carboidrato por maltose, lactose, galactose, sacarose, glicose, nas concentrações de 18; 37; 75; 110 e 150 mM, ou glicerol, nas concentrações de 6; 12; 24; 36; 50 mM. Os resultados obtidos, demonstraram que a maior eficiência para o estímulo à embriogênese somática ocorreu em meio de cultura suplementado com maltose, galactose ou lactose, para as linhagens de calo de laranjas 'Valência' e 'Caipira', e tangerina 'Cleópatra' linhagem 1. Para as linhagens de calos de limão 'Cravo' e tangerina 'Cleópatra' linhagem 2, foram testados o inibidor de auxina, AZI, e a densidade de plaqueamento de calo, os quais demonstraram estar na dependência do açúcar para induzir a formação dos embriões somáticos. Pela análise histológica, pode-se verificar que embriões somáticos de limão 'Cravo' e das tangerinas 'Cleópatra' linhagem 1 e 2, apresentaram ausência de meristemas caulinar e/ou radicular, má formação da protoderme e do procâmbio. A histodiferenciação dos embriões somáticos, e a conversão em plantas foram obtidos para as laranjas 'Valência' e 'Seleta Vermelha', sendo observado um maior número de plantas nos embriões somáticos que permaneceram em meio de cultura de pré-germinação com 44 mM de sacarose. Com relação a concentração de ácido giberélico no meio de cultura para a germinação, obteve-se para a laranjas 'Valênca' e 'Seleta Vermelha', 23% e 51,4% de plantas germinadas em meio de cultura com concentração de 1,4 µM ácido giberélico, 17% e 60% de plantas germinadas e meio de cultura com concentração de 2,8 µM ácido giberélico, e 14% e 51,4% de plantas germinadas e meio de cultura com concentração de 1,4 µM ácido giberélico / This work aimed to study the induction somatic embryogenesis induction in callus lines of 'Seleta Vermelha', 'Valência' and Caipira sweet oranges, Rangpur lime and Cleopatra mandarin, lines 1 and 2, using different carbohydrate sources. In callus lines with low embryogenic potential, the effect of the auxin inhibitor 7 -azaindole (AZI) and callus platting density were studied as well. The culture medium used for induction of somatic embryogenesis was described by Murashige & Tucker (1969), exchanging the carbohydrate source by maltose, lactose, galactose, sucrose or glucose at concentrations of 18; 37; 75; 110 ou 150 mM, or glycerol, at concentrations of 6; 12; 24; 36 ou 50 mM. The results obtained showed that the highest efficiency for somatic embryogenesis stimulation occurred in the culture medium supplemented with maltose, galactose or lactose, for callus lines of 'Valencia' and Caipira sweet orange and Cleopatra mandarin, lines 1. For lines Rangpur lime and Cleopatra mandarin line 2, the auxin inhibitor AZI and the callus platting density were tested, demonstrating that the stimulation of somatic embryogenesis depends on the sugar. Histological analysis verified that somatic embryos of Rangpur lime and Cleopatra mandarin, lines1 and 2 had absence of shoot and/or root deformation of protoderm and procambium. Histodifferentiation of somatic embryos and conversion in plants were obtained for 'Seleta Vermelha' and 'Valencia' sweet oranges, with a higher number of plants from somatic embryos which were maintained in pre-germination culture medium whit 44 mM sucrose. The use of gibberellic acid in the culture medium for germination resulted in 23% and 51.4% of germinated plants for 'Valencia' and 'Seleta Vermelha' sweet oranges in culture medium with 1,4 µM gibberellic acid, and 17% and 60% of plants germinated in culture medium with 2,8 µM gibberellic acid, and 14% and 51,4% of plants germinated in culture medium with 1,4 µM gibberellic acid
6

Embriogênese somática em soja (Glycine max (L.) Merrill) / Somatic embryogenesis in soybean (Glycine max (l.) Merril)

Calvo, Éberson Sanches 28 August 1989 (has links)
Diversos fatores foram investigados a fim de se determinar uma metodologia para regeneração de plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill) via embriogênese somática, tendo como base o germoplasma brasileiro de soja. Para isso, cotilédones imaturos foram cultivados in vitro sob diversas condições (regime hormonal, tipo e. concentração de açúcar, etc.). Foram avaliados os parâmetros referentes à embriogênese e a calogênese, assim como observações organográficas e anatômicas. Os resultados obtidos mostraram que altas concentrações (10-25 mg/l) de 2,4-D ou 2,4,5-T (11,5-17,5 mg/l), interrompem a ontogênese do embrióide no estádio globular de desenvolvimento, provavelmente por assegurar o estado meristemático das células. Baixas concentrações destas auxinas promoveram um desenvolvimento precoce dos embrióides. Nessas condições os embrióides eram em sua grande maioria morfologicamente anormais e não puderam ser convertidos em plântulas. A vacuolização precoce das células foi um dos eventos celulares associados a esse processo. Os embrióides tiveram origem multicelular a partir de células da epiderme e sub-epiderme do explante. A sacarose, em concentrações variando de 1,0 a 2,0% foi o açúcar que proporcionou maior eficiência de embriogênese. O processo de indução de embriogênese foi fortemente inibido pela irradiação do explante com raios ϒ. A adição de L-glutamina, L-prolina, caseína hidrolisada, extrato de malte ou extrato de levedura não estimulou a indução de embriogênese. A suplementação com ABA ou BA inibiu a indução de embriogênese e não favoreceu a maturação dos embrióides. As maiores eficiências de embriogênese foram obtidas cultivando-se os explantes na posição abaxial. Tanto a indução de embriogênese quanto a maturação dos embrióides foram fortemente afetadas pelo genótipo da planta doadora do explante. Não foi evidenciada a existência de interação entre genótipo e o meio de cultura (tipo e concentração de auxina). A luz favoreceu a indução de embriogênese, sob altas concentrações de auxina, mas inibiu completamente a maturação dos embrióides. Os embrióides induzidos pelo 2,4,5-T apresentaram uma maior frequência de maturação. Com base nesses resultados foi proposto um protocolo reproduzível para regeneração de plântulas assim como um modelo de origem dos embrióides. A aplicação dessa metodologia na obtenção de somaclones e de plantas de soja transgênicas foi discutida. / Several factors were studied in order to stabilish a methodology for soybean Glycine max (L.) Merrill) plant regeneration through somatic embryogenesis, im Brazilian soybean germplasm. Immature cotyledons were cultured in vitro, under several conditions (type and concentrations of plant regulators, sugars, etc.). Parameters of embryogenesis, callus formation, morphological and anatomical observations were assessed qualitative and quantitatively. The results threin analysed showed that high concentrations (10-25 mg/l) of 2,4-D or 2,4,5-T (11,5-17,5 mg/l) 2,4,5-T suspended embryoid ontogenesis at the globular stage, probably by maintaining the meristematic state of the cell. Low auxin concentrations promoted premature embryo development. In this condition, mostly embryoids were morphological abnormal and could not be converted into plantlets. Early vacuolation of the cells was an event associated with this process. Somatic embryos had multicellular origin from epidermal and su-epidermal explant cells. Concentrations of sucrose ranging from 1.0 to 2.0% presented the highest embryogenesis efficiency. The process of embryogenesis induction was strongly inhibited by explant gamma rays irradiation. Addition of L-glutamine, L-proline, casein hydrolysate, malt extract, or yeast extract to culture medium, did not enhance embryonic induction. Medium supplementation with ABA or BA inhibited embryogenesis induction and did not favour embryoid maturation. The highest embryogenesis efficiency was obtained culturing the explants with the abaxial surface in contact with the medium Either embryogenesis induction and embryoid maturation was strongly influenced by the genotype of the explant donor plant. It was not found any interaction between genotype and culture medium. The presence of light favoured embryogenesis induction, under high auxin concentration, but completely supressed embryoid maturation. Embryoids formed by the addition of 2,4,5-T showed a high maturation frequency. Regarding these results, a reproducible procedure for plantlet regeneration was proposed, as well as a model for embryoid origin. The potential application of this metodolog in the obtention of somaclones and transgenic soybean plants is discussed.
7

Indução, isolamento e caracterização de linhagens de calos de feijão-de-corda (Vigna unguiculata). / Induction, isolation and caracterization of cowpea(Vigna unguiculata) callus lines.

Jereissati, Emmanuel de Sousa January 2008 (has links)
JEREISSATI, E. S. Indução, isolamento e caracterização de linhagens de calos de feijão-de-corda (Vigna unguiculata), 2008, 98 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008. / Submitted by Francisco Lacerda (lacerda@ufc.br) on 2015-01-15T18:45:03Z No. of bitstreams: 1 2008_dis_esjereissati.pdf: 1977738 bytes, checksum: 07766ffc1c0c530a367f7b10a522a973 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2015-01-15T20:12:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dis_esjereissati.pdf: 1977738 bytes, checksum: 07766ffc1c0c530a367f7b10a522a973 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-01-15T20:12:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dis_esjereissati.pdf: 1977738 bytes, checksum: 07766ffc1c0c530a367f7b10a522a973 (MD5) Previous issue date: 2008 / Somatic embryogenesis is the process by which somatic plant tissues gives rise to plant embryos under inductors conditions. Somatic embryogenesis represents the most commonly employed tool in commercial propagation of plants. In recent times, genes involved in the process have been identified, partucularly those involved in the maintenance of meristems and pattern formation. There are genes which, when ectopically expressed, can induce the formation of somatic embryos. In cowpea, there are few reports on somatic embryogenesis. In addition, the reports on the process recorded a very low frequency and a complicated system of regeneration involving several steps. This work attempted to isolate callus lines of cowpea and establish an ideal culture condition necessary for their maintenance. Histological analysis was conducted to characterize the isolated lines of callus anatomically. From the four lines obtained, 3 presented cells exhibiting the charactersitc embryogenic potential and of this, Line 2 actually gave rise to embryogenic structures when cultured in liquid media. The lines of callus were maintained in cultured condition for over a year without loss of their characteristics. Experiments that monitored the growth of cell suspension from the callus revealed that five days is the best period for subculture of the cells. Regeneration experiments in cowpea will find the different callus lines isolated in this work useful in the attempt to optimize the different strategies of regeneration of the crop in vitro. / Embriogênese Somática é o processo pelo qual, tecidos somáticos vegetais dão origem a embriões de plantas sob condições indutivas. A embriogênese somática é atualmente a ferramenta mais empregada para a propagação de plantas em escala comercial. Recentemente foram identificados alguns genes envolvidos no processo. Alguns desses genes estão envolvidos com a manutenção do meristema, outros estão envolvidos com a formação de padrão. Existem genes que quando expressos ectopicamente podem induzir a formação de embriões somáticos. Existem poucos trabalhos na literatura sobre a embriogênese somática em feijão-de-corda. Além disso, esses trabalhos apresentam uma freqüência de regeneração pequena e um complicado sistema de regeneração que envolve muitas etapas. O objetivo deste trabalho foi isolar linhagens de calos embriogênicos de feijão-de-corda e estabelecer as condições de cultivo ideais para estes calos. Análises histológicas foram utilizadas para a caracterização anatômica das linhagens de calos isolados. Das 4 linhagens de calos isolados três apresentam células com características de células embriogênicas, sendo que apenas a linhagem 2 deu origem a estruturas embriogênicas em suspensão celular. Essas linhagens de calos foram subcultivadas por mais de um ano sem perder as suas características. Os experimentos de crescimento das suspensões celulares mostraram que as suspensões devem ser subcultivados em períodos de 5 dias. Os próximos trabalhos que envolvam a regeneração em feijão-de-corda devem trabalhar com essa linhagem de calo facilmente isolável e altamente estável em cultura.
8

Morfoanatomia e histoquímica de sementes em desenvolvimento de Euterpe oleracea Mart. (Arecaceae) / Morphanatomy and histochemistry of seeds in development of Euterpe oleracea Mart. (Arecaceae)

Pereira, João Alves Ferreira January 2017 (has links)
PEREIRA, João Alves Ferreira. Morfoanatomia e histoquímica de sementes em desenvolvimento de Euterpe oleracea Mart. (Arecaceae). 2017. 63 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. / Submitted by Deocleciano Xavier (dixavier.ufc@gmail.com) on 2017-09-25T18:50:36Z No. of bitstreams: 1 João Alves Ferreira Pereira - Dissertação - Versão Final.pdf: 3940402 bytes, checksum: 71b16e7b58dd28280309d6ee34dc62d4 (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-09-28T22:55:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 João Alves Ferreira Pereira - Dissertação - Versão Final.pdf: 3940402 bytes, checksum: 71b16e7b58dd28280309d6ee34dc62d4 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-28T22:55:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 João Alves Ferreira Pereira - Dissertação - Versão Final.pdf: 3940402 bytes, checksum: 71b16e7b58dd28280309d6ee34dc62d4 (MD5) Previous issue date: 2017 / The objective of this study was to characterize anatomically and histochemically the egg, the development stages of seeds, endosperm and the embryo of the Euterpe oleracea Mart. Flowers was collected before and after fertilization, fruits were collected at different stages of development, according to seed diameter and some morphological parameters: pericarp color and seed resistance against the cut of a stiletto blade. The biologic material were collected at Taíba, a district of São Gonçalo do Amarante - CE. All the different stages of floral bud and seeds were submitted to a histological and histochemical analysis through light microscopy. During the anatomical analysis it was possible to identify and classify the different structures namely: The ovule is hemianotropic, with differentiation only in the region of the micropyle. The outer tegument is thicker than the inner one and the placentation is of the axillary type with presence of paquicalaza, besides the presence of vascular bundles throughout the region of the external tegument. In the initial development the açaí endosperm is of the nuclear type becoming with the passage of its cellular development, with thickening of the cellular wall, rich in primary scores, formed by multidimensional cells and multiform and large in relation to the cells of the integument, the embryonic development is onagráceo or cruciferous type with the embryo stages of development: proembryo, globular, lateral heart and torpedo. During development the mature embryo has a small and conical shape; with two distinct parts: distal (haustory) and proximal (cotyledonary petiole) which holds an oblique meristem, an undifferentiated root axis and the apical axis imersed in the cotyledonary cavity. Histochemical analysis of the slides allowed to identify: The proximal region is rich in idioblasts containing rafides and phenolic compounds. Starch was evidenced by black color near the meristem regions. Lipids in orange color, Proteins in red, Pectins and Reserve Polysaccharides from Cell Wall in purple, these are reserve molecules in the endosperm of this specie. This is the first detailed study that describes the egg structures of the zygote embryo as well as the formation and development of Euterpe oleracea Mart endosperm. This study provides background subsidies for future studies in the areas of reproductive biology, Anatomy, plant morphology, biochemistry and various areas of agronomy as seed technology. This study of reproductive biology, anatomy and plant morphology, biochemistry and various areas of agronomy as seed technology. / Este estudo teve o objetivo de caracterizar anatômica e histoquímicamente o óvulo, semente em desenvolvimento, endosperma e o embrião da Euterpe oleracea Mart. Foram coletadas flores antes e após a fecundação além de frutos em diferentes estádios de desenvolvimento, selecionados a partir do diâmetro da semente e dos parâmetros morfológicos: coloração do pericarpo e resistência da semente ao corte da lâmina de estilete. As coletas dos materiais biológicos foram feitas na Taíba, um distrito do município de São Gonçalo do Amarante - CE. Os diferentes estádios de botão floral e sementes, foram submetidos a analises histológicas e histoquímica por microscopia de luz. Durante a análise anatômica foi possível identificar e classificar as diferentes estruturas a saber: O óvulo é hemianátropo; bitegumentado com diferenciação apenas na região da micrópila. O tegumento externo é mais espesso que o interno e a placentação é do tipo axilar com presença de paquicalaza, além da presença de feixes vasculares por toda região do tegumento externo. No desenvolvimento inicial o endosperma do açaí é do tipo nuclear tornando-se com o passar do seu desenvolvimento celularizado, com o espessamento da parede celular, rico em pontuações primárias, formado por células multidimensionais e multiformes e grandes em relação às células do tegumento; O desenvolvimento embrionário é do tipo onagráceo ou crucífero passando pelos estágios de desenvolvimento de: proembrião, globular, coração lateral e torpedo. Durante o seu desenvolvimento; O embrião maduro é cônico de diminuto tamanho; com duas partes distintas: distal (haustório) e a proximal (pecíolo cotiledonar) constituída de um meristema oblíquo, um eixo radicular não diferenciado além de um eixo apical imerso na cavidade cotiledonar. As análises Histoquímicas das lâminas permitiu identificar: A região proximal, é rica em idioblastos contendo ráfides e compostos fenólicos. Amido foi evidenciado na coloração negra próxima as regiões dos meristemas; lipídeos com colocação laranja, proteínas em vermelho, pectinas e polissacarídeos de reserva da parede celular com coloração roxeada, constituem as moléculas de reserva no endosperma da espécie. Este é o primeiro estudo a descrever detalhadamente as estruturas do óvulo, do embrião zigótico, assim como a formação e desenvolvimento do endosperma do Euterpe oleracea Mart. Este trabalho fornece subsídios de base para futuros estudos nas áreas da biologia reprodutiva, anatomia e morfologia vegetal, bioquímica e diversas áreas da agronomia como a tecnologia de sementes.
9

Aspectos fisiológicos e biotecnológicos da propagação do mamoeiro (carica papaya L.)

MENGARDA, L. H. G. 05 December 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:36:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7163_Liana Hilda Golin Mengarda.pdf: 4908977 bytes, checksum: f4e5e0acd3b9b2c71f714d3064158c60 (MD5) Previous issue date: 2014-12-05 / Objetivou-se, com este estudo, elucidar alguns aspectos fisiológicos e biotecnológicos da propagação do mamoeiro. Ao investigar as fases da absorção de água durante a germinação, evidenciou-se que a fase I compreendeu o período entre zero e cinco horas; a fase II, entre cinco e 120 horas; e a fase III iniciou-se após 144 horas. Com o objetivo de avaliar a influência da alternância de temperatura e do envelhecimento acelerado na mobilização de reservas durante a germinação de sementes de mamão, observou-se maior germinação sob alternância de temperatura, sendo que houve redução dos carboidratos, lipídios e proteínas na fase I, flutuações nos teores de lipídios e aumento nos teores de proteínas durante as fases II e III. Verificou-se que a mobilização dos lipídios em sementes de mamão não sofreu influência do envelhecimento acelerado, mas as sementes submetidas ao envelhecimento apresentaram menor teor de proteínas na fase III. Em seguida, objetivou-se identificar o genótipo de mamoeiro de maior desempenho inicial por meio de análises de diversidade e parâmetros genéticos relacionados às características físico-químicas e fisiológicas das sementes. Entre os genótipos avaliados, o híbrido UENF/Caliman 01 apresentou maior desempenho inicial. Posteriormente, ao avaliar os estresses induzidos por salinidade, restrição hídrica e elevada irradiância durante a germinação de sementes de mamão, observou-se que a salinidade e a restrição hídrica em potenciais osmóticos inferiores a -0,4 MPa, e a irradiância de 1200 mmol m-2 s-1 (sol pleno) caracterizaram-se como condições de estresse. Ao avaliar o desempenho de quatro genótipos nestes estresses, constatou-se que o híbrido UENF/Caliman 01 apresentou maior desempenho germinativo nas condições de estresse salino e de restrição hídrica, enquanto o híbrido JS12 x Waimanalo apresentou maior desempenho sob elevada irradiância. Após identificar o híbrido UENF/Caliman 01 como genótipo elite, foi comparado o desempenho das gerações F1 e F2 quanto à qualidade de sementes e ao desenvolvimento das plantas, e investigada a associação entre as características avaliadas. Observou-se que as sementes F1 apresentaram maior qualidade, enquanto as plantas F2 apresentaram maiores diâmetro do caule, altura do painel e número de frutos. Observou-se que maior teor de lipídios nas sementes apresentou associação com menor número de frutos, e que menores teores de açúcares e de lipídios das sementes e menor velocidade de germinação apresentaram associação com a menor sobrevivência. Logo, a qualidade das sementes apresentou associação positiva com a sobrevivência das plantas em campo, mas não com o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo das plantas. Por fim, objetivou-se induzir a embriogênese somática de mamoeiro híbrido UENF/Caliman 01, a partir de explantes juvenis e de plantas hermafroditas, utilizando diferentes fontes e concentrações de auxina. Para explantes juvenis, a suplementação do meio com 36 mM de 2,4-D foi eficiente na formação de maior número de embriões somáticos (46,7 embriões calo-1). A adição de 48 mM de 2,4-D no meio foi mais eficiente para a maior frequência de plântulas normais (entre 16 e 30%). Para plantas hermafroditas, os tratamentos de indução com concentração ≥ 36 mM de 2,4-D promoveram menor calogênese e maior oxidação dos explantes. Foram obtidos embriões somáticos (1,62 embriões calo-1) a partir do cultivo in vitro em meio com concentração inicial de 9 mM de 2,4-D.
10

MATURAÇÃO E GERMINAÇÃO DE EMBRIÕES SOMÁTICOS DO MAMOEIRO GOLDEN THB

CHAGAS, K. 20 February 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:26:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7373_36 - Dissertação - Kristhiano.pdf: 1010717 bytes, checksum: 66b6e71bb2fe1af856bc0bebf2792482 (MD5) Previous issue date: 2014-02-20 / Objetivou-se avaliar a maturação e germinação de embriões somáticos do mamoeiro Golden THB. Para a obtenção dos embriões somáticos, folhas cotiledonares de plântulas de mamoeiro obtidas da germinação in vitro, em meio MS basal, foram inoculadas em meio de indução contendo sais de MS; myo-inositol (0,55 mM), sacarose (87,5 mM), ágar-ágar Vetec® (8 g L-1) e suplementado com 4-CPA (ácido p-clorofenoxiacético) (25 M). Após 50 dias, os calos embriogênicos foram transferidos para os meios de maturação: Experimento 1 (MM1) constituído de meio MS, ABA (0,5 M, CA (15 g L-1) e os tratamentos suplementados com diferentes concentrações de PEG 6000 (0; 40; 50; 60 e 70 g L-1) durante 45 dias; Experimento 2 (MM2) constituído de meio MS, ABA (0,5 M), CA (15 g L-1) e os tratamentos suplementados com diferentes concentrações de extrato de malte (0,0; 0,1; 0,2; 0,3 e 0,4 g L-1) durante 45 dias. Os tratamentos foram compostos com quatro repetições de três placas de Petri de 100 mm × 20 mm, contendo quatro calos embriogênicos. Os embriões cotiledonares normais gerados no MM2 suplementado com ABA (0,5 M), CA (15 g L-1) e extrato de malte (0,2 g L-1) foram transferidos para os meios de germinação (MG) formado pelo meio MS concentração total de sais, sacarose (87,5 mM), myo-inositol (0,0; 0,275; 0,550 e 0,825 mM) e ágar-ágar Vetec® (8 g L-1). Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias estudadas por análise de regressão. Os tratamentos com PEG foram inferiores e prejudicaram o processo de formação dos embriões e sua utilização na concentração de 70 g L-1 reduz em 31,85% a produção de embriões somáticos total e normais do mamoeiro Golden THB. Portanto, para a embriogênese somática do mamoeiro Goden THB não se recomenda a maturação em meio contendo PEG 6000. A adição de extrato de malte (0,17 g L-1), no meio de maturação potencializou o desenvolvimento embrionário de mamoeiro Golden THB, 45,40 ES calo-1. Identificou-se a ocorrência de embriogênese somática secundária e a formação de embriões somáticos anormais. A suplementação de myo-inositol (0,45 mM) no meio MS proporcionou ganhos significativos na porcentagem de germinação de embriões somáticos e posterior conversão em plântulas de mamoeiro Golden THB

Page generated in 0.207 seconds