• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1284
  • 98
  • 38
  • 16
  • 13
  • 13
  • 13
  • 11
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 1431
  • 1431
  • 392
  • 311
  • 309
  • 308
  • 299
  • 298
  • 293
  • 285
  • 281
  • 239
  • 139
  • 129
  • 114
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Um Estudo de Caso sobre o relacionamento entre Personalidade e Motivação de Engenheiros de Software

RODRIGUES, Yane Wanderley dos Santos 11 March 2014 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-06-30T19:23:04Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertacao_Ciencia_da_Computacao_Yane_Wanderley.pdf: 1794917 bytes, checksum: 4284c49bf71a40e62a965da124c2c284 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-06-30T19:23:04Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Dissertacao_Ciencia_da_Computacao_Yane_Wanderley.pdf: 1794917 bytes, checksum: 4284c49bf71a40e62a965da124c2c284 (MD5) Previous issue date: 2014-03-11 / CNPQ / Software é um produto direto do conhecimento, ação e relacionamento entre pessoas com um objetivo específico. Todo trabalhador possui fatores que o motivam e desmotivam, e tais fatores interferem em seu cotidiano, sua rotina de trabalho. Percebe-se então ser de fundamental importância considerar sua motivação no ambiente de trabalho. Porém, motivar um indivíduo é tópico de complexo entendimento, sendo tema de estudo há décadas. Na Engenharia de Software, motivação é considerada um dos fatores mais importantes para o sucesso de um projeto. A personalidade é o conjunto de características dinâmico e organizado possuído por uma pessoa, que influencia unicamente suas cognições, motivações e comportamentos em várias situações (RYCKMAN, 2008). Embora estudada há séculos, com o objetivo de entender a diversidade das pessoas, na Engenharia de Software, o interesse pelo tema vem aumentando à medida que se percebe a importância das relações entre os integrantes de uma equipe durante o desenvolvimento de um sistema. Beecham et al (2007) realizou um revisão sistemática, posteriormente atualizada por França (2009). Nela afirma-se que as características de personalidade controlam o que motivará e desmotivará o engenheiro de software. Porém, ainda há poucos estudos que exploram o relacionamento entre motivação e personalidade. Sendo assim, compreender melhor o engenheiro de software e suas atitudes no ambiente de trabalho se mostra relevante para o relacionamento numa equipe, proporcionado a possibilidade da realização de projetos com maior chance de sucesso. Este trabalho investigou o relacionamento entre a motivação e a personalidade do indivíduo no contexto da Engenharia de Software. Foi realizado um estudo de caso, com a participação de 9 engenheiros de software, profissionais de uma organização privada. Aplicou-se um questionário de personalidade e entrevistas de motivação. Os dados obtidos foram analisados e o relacionamento entre os dois construtos analisados. O resultado foi um conjunto de proposições que retratam formas com as quais motivação e personalidade se relacionam, além de um conjunto de resultados secundários, que, após análise crítica, verificou-se se deram suporte ou não aos resultados encontrados em outros estudos relacionados a este. / Software is a direct product of knowledge, action and relationship between people with a specific goal. Every worker has factors that motivate and demotivate them, and such factors interfere in their daily lives, their work routine. It is noticed then be of utmost importance to consider their motivation in the workplace. However, motivating an individual is understanding complex topic, and the subject of study for decades. On Software Engineering, motivation is considered one of the most important for project success factors. Personality is the dynamic and organized set of characteristics possessed by a person that uniquely influences their cognitions, motivations, and behaviors in various situations (RYCKMAN, 2008). Although studied for centuries, with the aim of understanding the diversity of people, in Software Engineering, interest in the topic has increased as they realize the importance of relationships among members of a team while developing a system. Beecham et al (2007) conducted a systematic review subsequently updated by France (2009). It states that the personality characteristics control what will motivate and desmotivate the software engineer. However, there are few studies that explore the relationship between motivation and personality. Therefore, to better understand the software engineer and your attitudes in the workplace seem to be relevant to the relationship a team, providing the possibility of realization of projects with the greatest chance of success. This study investigated the relationship between motivation and personality of the individual in the context of Software Engineering. A case study was conducted with the participation of 9 software engineers, professionals from a private organization. We applied a questionnaire of personality and motivational interviewing. The data were analyzed and the relationship between the two constructs analyzed. The data were analyzed and the relationship between the two constructs analyzed. The result was a set of propositions that depict ways in which motivation and personality relate, plus a set of secondary outcomes, which, after critical analysis, we determined whether or did not support the results found in other studies related to this.
12

Investigando o uso e aplicação de métricas de manutenibilidade em empresas de software brasileiras

SOUTO, Samuel Carlos Romeiro Azevedo 02 February 2016 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-07-14T17:23:32Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DissertaçãoSamuelVersãoFinal.pdf: 2862424 bytes, checksum: 9e35f88b02b0f8114cb7e0c8b28e8992 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-14T17:23:32Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DissertaçãoSamuelVersãoFinal.pdf: 2862424 bytes, checksum: 9e35f88b02b0f8114cb7e0c8b28e8992 (MD5) Previous issue date: 2016-02-02 / CAPES / Manutenibilidade de Software (MS) é estudada desde que se tornou um dos componentes de modelos de qualidade aceitos globalmente. Tais modelos auxiliam pesquisadores e profissionais do mercado na avaliação do nível de qualidade dos seus sistemas. Como consequência, muitos pesquisadores vêm propondo métricas que podem ser utilizadas como indicadores de MS. Por outro lado, existe uma suspeita que o uso de métricas de MS ocorre de maneira diferente da academia. Neste caso, as empresas não estão adotando as métricas que estão sendo propostas no ambiente acadêmico. O objetivo desta pesquisa é investigar o cenário de adoção e aplicação de métricas de manutenibilidade de software sob o contexto industrial brasileiro. Este estudo permitirá afirmar se estas empresas utilizam atributos de MS propostos por acadêmicos ao redor do mundo ou se elas propõem suas próprias métricas para medição de MS. Para ter acesso aos dados desta pesquisa, foi utilizado o método empírico survey, dividido em duas etapas. A primeira etapa objetivou levantar informações que permitissem um panorama mais específico sobre a utilização e aplicação de tais métricas. Para isto, foi escolhido, como instrumento de pesquisa, entrevistas semi-estruturadas. A segunda etapa apresenta um enfoque mais amplo, englobando todo o cenário industrial de produção de software brasileira. Um questionário online foi utilizado como instrumento de pesquisa. Profissionais de diferentes posições em várias empresas participaram desta pesquisa. Foram coletados dados de engenheiros de requisitos, analista de qualidade, testadores, desenvolvedores, gerente de projetos, entre outros. Sete empresas participaram da primeira etapa da pesquisa e 68 respostas válidas foram levantadas no segundo momento. Com isto, 31 métricas de MS foram identificadas. Os resultados mostram que cerca de 90% das empresas realizam manutenção em seus produtos de software. Porém somente 60% (aproximadamente) afirmaram fazer uso de métricas de MS, resultando em uma discrepância com relação à manutenção de software vs. uso de métricas. Quase metade das empresas possuem processos bem definidos para coletar estas métricas. Entretanto, muitas delas ainda não apresentam tais processos formais de coleta. Neste último caso, elas utilizam aqueles atributos que melhor se adaptam às necessidades de um projeto específico. As conclusões deste estudo apontam para problemas que não é novidade nas pesquisas acadêmicas ao redor do mundo. Pela amostra investigada neste trabalho, reforça-se a suspeita de que muitos dos resultados das pesquisas científicas realizadas nas universidades não estão chegando na indústria e este fato se reflete quando o assunto é manutenção de software. Os resultados deste estudo apresentam dados que poderão ocasionar discussões sobre a forma como as métricas de manutenibilidade são propostas atualmente. / Software Maintainability (SM) has been studied since it became one of the key components of the software quality model accepted around the world. Such models support researchers and practitioners to evaluate the quality level of his systems. Therefore, many researchers have proposed a lot of metrics to be used as SM indicators. On the other hand, there is a suspicious that using SM metrics on industry is different from the academic context. In this case, practitioners do not adopt the metrics proposed/used by academia. Consequently, the goal of this research is to investigate the SM metrics adoption and applicability scenario on the Brazilian industrial context. This study will allow confirming if the practitioners use the SM metrics proposed by academics around the globe or if they propose their own metrics for SM measurement. As empirical method for data assessment, we used survey, divided in two steps. The first one was focused in gathering information that allowed us to design a specific scenario about the use and applicability of SM metrics. To achieve this goal, it was chosen, as research instrument, semi-structured interviews. The next step focused in a more general scenario, compassing the Brazillian software production industrial context. An online questionnaire was used as research instrument. Practitioners with different positions in several companies participated of this work. Data from requirements engineers, quality analysts, testers, developers and project managers were collected. 7 software companies participated in the first part of the study and 68 valid answers were collected on the second moment, resulting in 31 SM metrics listed. The results showed us that about 90% of the companies perform maintenance on their software products. However, only 60% confirms using maintainability metrics, resulting in a discrepancy regarding software maintenance vs SM metrics. Nearly half of the companies researched have used well-defined processes to collect these metrics. Nevertheless, there are those that do not have any formal methodology. Instead of it, they have used SM metrics that best fit to the needs of a specific project. The conclusions of this study point to an issue that is nothing new in the academic researchers around the world. Many of the academics results conducting, mainly, in the universities, are not coming to the software industries and this fact is also a truth when the subject is software maintenance. The results of this research may lead to discussions on how SM metrics are being proposals nowadays.
13

Um modelo para avaliação da qualidade da gerência de projetos de software

Castelo Branco Junior, Eliseu 24 October 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:33:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001-10-24 / In software developing processes many deficiencies are found at the managerial rather than the technical level, which causes flaws and delays in said processes. Software project management overcomes such deficiencies when performed well by the execution of processes in a disciplined and consequent way. This study develops a model for the appreciation of the quality of software process management, considering PMBOK management areas with their respective process categories according to the visualization of process quality aproached in ISO/IEC 15504 and in accordance with ISO/IEC 12207, ISO 10006, and ISO/IEC DTR 16326 rules. The results of a questionnaire are presented, which was carried out with project managers and computing specialists on the importance of software project management. Such results were obtained and validated by means of a model for the appreciation of software quality. / No processo de desenvolvimento de software, muitas deficiências encontradas são de ordem gerencial e não técnica, causando falhas e postergações no projeto. Assim sendo, uma gerência de projetos de software bem conduzida vem suprir essas deficiências, através da execução de processos de uma forma disciplinada e conseqüente. Este trabalho desenvolve um modelo para avaliar a qualidade de processos gerenciais de software, considerando as áreas de gerência do PMBOK, com suas respectivas categorias de processos, em aderência à visão de qualidade de processos abordada no ISO/IEC TR 15504, em consonância com as normas ISO/IEC 12207, ISO 10006, e ISO/IEC DTR 16326. É apresentado o resultado de uma pesquisa de campo, realizada com gerentes de projetos e especialistas em computação, sobre a importância de processos gerenciais em projetos de software. Esses resultados foram obtidos e validados através de um modelo para a avaliação da qualidade de software.
14

Metodologia para elaborar projeto de ensino integrando recursos tecnológicos a partir de cenários

Lima, Liadina Camargo 01 April 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-30T00:33:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2002-04-01 / This study considers the elaboration of a methodology to help the teacher define a teaching project centered on the student integrating computer science resources, and creating learning scenarios. The permanent discussion on computer science in education makes us analyze the technological resources and the theoretical advances in the learning process as important factors in breaking paradigms and in reflecting on the changes in institutions, in people, and in the society. The new educational paradigms supported by creative, interactive, and dynamic technology bring a pedagogy based on the discovery, investigation, and dialogue, exceeding the traditional classroom walls, allowing learning scenarios to be experienced in a personal or distance manner. / Este estudo propõe a elaboração de uma metodologia para ajudar o professor a definir um projeto de ensino centrado no aluno integrando os recursos de informática, e criando os cenários de aprendizagem.A permanente discussão sobre a informática na educação nos leva a analisar os recursos tecnológicos e os avanços teóricos do processo da aprendizagem como importantes fatores na quebra de paradigmas e na reflexão das mudanças ocorridas nas instituições, nas pessoas e na sociedade. Os novos paradigmas educacionais apoiados em tecnologias criativa, interativas e dinâmicas, trazem uma pedagogia fundamentada na descoberta, na investigação e no diálogo, ultrapassando as paredes da sala de aula tradicional, permitindo que cenários de aprendizagem sejam vivenciados de forma presencial e a distância.
15

Uma abordagem para construção do repositório de medidas em organizações de software

Araujo, Solange Alcântara 20 June 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:12:36Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-06-20 / It is important that estimates related to cost, size, effort, time and quality of the projects and/or products of a software organization be feasible, and that that organization's commitments towards those estimates can be properly monitored. Implementing a measurement and analysis program in a software organization helps to support these activities, in addition to aid in determining trends, identifying risks, monitoring problems, and improving process performance and product quality. The institutionalization of a measurement and analysis program requires the construction of a measurement repository to store measurement data resulting from the measurement and analysis activities. This works presents the requirements for the creation of an organizational measurement repository based on the CMMI and MPS.BR maturity models, and proposes an approach for the construction of measurement repositories that satisfy those requirements. As an example of use of the approach, an organizational measurement repository based on the approach has been defined for an existing software organization, which has been used to store measurement data from about 80 projects. That organization has later been successfully evaluated as CMMI level 3. / É importante que as estimativas de custo, tamanho, esforço, prazo ou qualidade estabelecidas para os projetos e/ou produtos de uma organização de software sejam factíveis e que os compromissos assumidos pela organização possam ser acompanhados. A implantação de um programa de medição e análise em organizações de software dá o suporte a estas atividades, além de auxiliar na determinação de tendências, identificação de riscos, acompanhamento de problemas e melhoria do desempenho dos processos e da qualidade dos produtos. A institucionalização de um programa de medição e análise em uma organização requer um repositório de medidas, onde são armazenados os dados resultantes das atividades de medição e análise. Este trabalho apresenta os requisitos para a estruturação de um repositório organizacional de medidas, fundamentado nos modelos CMMI e MPS.BR, e propõe uma abordagem para a construção de repositório de medidas que atendem a estes requisitos. Como exemplo de uso da abordagem, foi elaborado o repositório de medidas em uma organização de software, sendo alimentado com dados oriundos de cerca de oitenta projetos. A organização foi posteriormente avaliada como CMMI nível 3. Palavras-chave: Repositório de Medidas, Repositório Organizacional de Medidas, Métricas, Medição de Software.
16

Uma estratégia de apoio à institucionalização da usabilidade em ambientes de desenvolvimento ágil

Barbosa, David Falcão 13 June 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:12:48Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-06-13 / Software organizations, reaching continuously for a good market position, are more likely to realize that the effort spent to follow its processes may be insufficient to assure the quality of a product. Such situation is specially useful when the reality from the agile development enterprises is taken into account. In these cases, there are difficulties to define which activities shall be carried through without jeopardizing the productivity inherent to this development approach. This work proposes a strategy for the usability institutionalization. Its purpose is to help organizations to perform improvement on their processes, based on the integration of agile development and management concepts, usability maturity models and human resources management. A study case was carried out in order to apply this integration in practice. In this study, new activities were included on the routine of the development teams and managers of the agile development organization. The results achieved with this experience were evaluated and contributed for a change in the development culture of the organization. Keywords: Institutionalization of Usability; Process Improvement; Agile Development; Usability Maturity; ISO TR 18529; People-CMM. / As organizações de software, buscando continuamente por um bom posicionamento no mercado, cada vez mais tendem a identificar que o esforço desprendido para seguir seus processos pode ser insuficiente para garantir a qualidade de um produto. Tal situação é especialmente válida quando se considera a realidade das organizações de desenvolvimento ágil, onde se encontram dificuldades na definição de quais atividades devem ser realizadas sem comprometer a produtividade característica desta abordagem de desenvolvimento. Este trabalho propôs uma estratégia de institucionalização da usabilidade, com o objetivo de apoiar a organização na realização de uma melhoria de seus processos, baseando-se em uma integração dos conceitos de desenvolvimento e gestão ágil, maturidade em usabilidade e gestão de pessoas. Um estudo de caso foi realizado com intuito de aplicar esta integração na prática. Nele, incluíram-se novas atividades na rotina das equipes de desenvolvimento e gerentes de uma organização com foco de trabalho no desenvolvimento ágil. Os resultados atingidos com esta experiência foram validados e contribuíram para uma mudança na cultura de desenvolvimento da organização. PALAVRAS-CHAVE: Institucionalização da Usabilidade; Melhoria de Processo; Desenvolvimento Ágil; Maturidade em Usabilidade; ISO TR 18529; P-CMM.
17

Uma abordagem de desenvolvimento de software orientada a processo utilizando práticas ágeis

Herden, Adriana 30 April 2018 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:53:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2018-04-30 / The evolution of computers and their connection in networks of mobile and heterogeneous devices allows and requires the concomitant construction of progressively larger and more complex software. Where as hardware evolution occurs through electronics, the evolution of software is due to the introduction of new abstractions (such as structuring in functions, orientation to objects, aspects, services, etc.) that help to better divide the problem and tools that give support to the construction of this progressively more complex software. In parallel, the software development methodologies also evolve to behave and use the abstractions introduced in the software. The recent standardization of the process ¿ow representation in BPMN (Business Process Model and Notation) leads to the separation of the process ¿ow abstraction from the programming itself. Dozens of tools have been built to graphically design processes, while others,BusinessProcessManagementSystems(BPMS)tools,helpprototypeandautomate them. In this context, the problem and main challenge of this work is to characterize how to use BPMN notation and modern BPMS tools in the context of software development methodologies. The prototyping allowed by the BPMS is consistent as the refactoring proposed by the agile methodologies. Thus, an agile approach to software development, called AgilePDD, is presented using BPMN and BPMS tools. The proposed approach is more appropriate to softwares in which the bene¿ts of the separation provided by process ¿ow abstraction are clearer. Keywords: BPM, BPMN, Agile Methods, Software Engineering. / A evolução dos computadores e sua conexão em redes de dispositivos móveis e heterogêneos permite e exige a construção concomitante de softwares progressivamente maiores e mais complexos. Se a evolução do hardware se dá através da eletrônica, a evolução do software se dá pela introdução de novas abstrações (como a estruturação em funções, a orientação a objetos, aspectos, serviços etc..) que ajudam a dividir melhor o problema e de ferramentas que auxiliem na construção desse software progressivamente mais complexo. Em paralelo, as metodologias de desenvolvimento de software também evoluem para comportar e utilizar-se das abstrações introduzidas no software. A recente padronização da representação do ¿uxo do processo em BPMN (Business Process Model and Notation) enseja a separação entre a abstração do ¿uxo do processo e a programação propriamente dita. Dezenas de ferramentas foram construídas para desenhar gra¿camente os processos enquanto outras, as ferramentas BPMS (Business Process Management Systems), para ajudar a prototipá-los e automatizá-los. Neste contexto, o problema e principal desa¿o deste trabalho é caracterizar como usar a notação BPMN e modernas ferramentas de BPMS no contexto das metodologias de desenvolvimento de software. A prototipagem permitida pelos BPMS se coaduna com o refatoramento proposto pelas metodologias ágeis. Assim, é apresentada uma abordagem ágil para o desenvolvimento de software, denominada AgilePDD, que se utiliza do BPMN e das ferramentas BPMS. A abordagem proposta é mais apropriada aos softwares em que são mais claros os benefícios da separação proporcionada pela abstração do ¿uxo dos processos. Palavras-chave: BPM, BPMN, Métodos Ágeis, Engenharia de Software.
18

Xcare - um framework baseado em XML para o desenvolvimento de ferramentas de análise de código

Fonseca, Leonardo Abreu 30 March 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2019-04-05T23:02:05Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2005-03-30 / There is an increasing interest within the software engineering community in the use of the XML language and its related technologies as a means to facilitate the implementation, reuse and integration of software development tools. However, work in this area has thus far focused on the definition of XML-based source code representations, and the implementation of automated tools for extracting those representations from source code artifacts. Most current software development tools, particularly code analysis tools, are still implemented in a "closed" fashion, that is, their internal data structures and manipulation routines are not standardized and, for that reason, are extremely difficult to reuse. Clearly, such characteristic restricts the capacity of the users of customizing those tools for their specific needs, and makes them difficult to reuse in the context of new software development environments. This dissertation proposes an XML-based software development framework aimed at facilitating the development of code analysis tools. This framework, called XCARE (XML-based Code Analysis and Reverse Engineering), uses XML-base technologies not only as the mechanism to import and export source code data, but also to implement the structures and routines necessary to manipulate those data. The framework's flexibility was demonstrated through the implemenation of a variety of code analysis operations for the Java programming language, including software metrics, design critics, and reverse engineering. Some experiments were also carried out using XML data extracted from the source code of publicly-available Java applications, such as Eclipse and JDK, which allowed us to evaluate the framework's performance and scalability when instantied using different XML query technologies. / Há um crescente interesse dentro da comunidade de engenharia de software no uso da linguagem XML e suas tecnologias como uma maneira de facilitar a implementação, reuso e integração das ferramentas de suporte ao processo de desenvolvimento de software. No entanto, os trabalhos realizados nesta área têm-se concentrado na definição de padrões XML para representação de código e na construção de ferramentas para extrair estas representações de forma automática dos artefatos de software de um sistema. A implementação da maioria das ferramentas de desenvolvimento atuais, em particular das ferramentas de análise de código fonte, ainda continua sendo feita de forma fechada , isto é, suas estruturas internas e rotinas de manipulação de dados não são padronizadas e, por esse motivo, são de difícil utilização. Claramente, esta característica restringe as possibilidades de customização destas ferramentas pelos seus usuários, além de dificultar o seu reuso no contexto de novos ambientes de desenvolvimento. Este trabalho propõe um ambiente baseado em padrões e tecnologias XML para facilitar o desenvolvimento de ferramentas de análise de código. Este ambiente, denominado XCARE (XML-based Code Analysis and Reverse Engineering), emprega tecnologias XML não apenas como mecanismos para importação e exportação de dados de código fonte, mas também para implementar as próprias estruturas de representação e manipulação desses dados. A flexibilidade do ambiente foi demonstrada através da implementação de uma variedade de operações de análise de código para a linguagem Java, incluindo métricas, críticas de projeto e engenharia reversa. Experimentos foram realizados utilizando dados XML extraídos do código fonte de aplicações Java disponíveis publicamente, tais como Eclipse e Jdk, o que permitiu avaliar aspectos de desempenho e escalabilidade do framework quando instanciado com diferentes tipos de ferramentas de consulta a dados XML.
19

Implementação e avaliação empírica de políticas de invocação para serviços web replicados

Silva, Jose Airton Fernandes da 20 April 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2019-04-05T23:02:16Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-04-20 / Web Services technologies provide mechanisms that enable interoperability between services and applications in the Web environment. Quality of Service (QoS) requirements, such as high availability and performance, are now a fundamental aspect of Web services provision. These requirements are even more important considering the vast amount of resources and services currently available on the Internet. Resource replication, especially over geographically distributed locations, is a traditional way of improving resource availability and access time. On the client side, resource replication means that the client application may need to select the server with the best performance among those that host a copy of the resource. However, choosing the best server is not a trivial task, as this decision may be affected by a number of factors, such as server workload, network latency and connection bandwidth at the client side. In this dissertation, we implement and evaluate empirically several server selection policies for accessing Web services that are geographically replicated over the Internet. Our main goals are to develop mechanisms that make it possible for the client application to dynamically select those replicas offering the best performance, and to give transparency to the application programmer when invoking a replicated Web service. / A tecnologia de serviços Web oferece mecanismos que permitem a comunicação interoperável entre aplicações e serviços no ambiente Web. Os serviços Web têm ensejado a busca por mecanismos que assegurem qualidade de serviço (QoS), especialmente quanto à disponibilidade e ao desempenho no acesso aos serviços. Esses indicadores de qualidade têm se tornado uma exigência em função da quantidade de informações e serviços atualmente disponíveis. A replicação de recursos, de forma geograficamente distribuída na Web, tem sido a forma empregada para aumentar a capacidade de atendimento às requisições, tanto com relação à disponibilidade quanto ao desempenho. Quando há um recurso replicado, neste ambiente, um cliente necessita selecionar qual o melhor servidor para atender à sua requisição. Entretanto, a escolha do melhor servidor pelo cliente não é uma tarefa trivial, uma vez que essa decisão pode ser afetada por vários fatores, tais como a carga de trabalho dos servidores, a latência da rede, e capacidade de conexão do lado do cliente. Nesta dissertação, implementamos e avaliamos empiricamente várias políticas para seleção de servidores provedores de serviços Web replicados no ambiente real da Internet. Os objetivos do trabalho são possibilitar a realização de chamadas às réplicas de um serviço Web que apresentem o melhor desempenho, e dar transparência às aplicações consumidoras do serviço no envio de suas requisições.
20

Um processo para detecção de cenários implícitos em sistemas concorrentes

Sousa, Felipe Cantal de 27 December 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2019-04-05T23:09:02Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-12-27 / A scenario describes how one or more system components interact to provide a certain set of functionalities. Because each scenario only represents a partial view of the overall system behavior, scenario-based specifications may hide unexpected interactions (called implied scenarios) which are not part of any scenario individually. Implied scenarios may either indicate gaps in the original scenario specification, or undesired behavior that should be avoided during scenario implementation. This paper presents a reverse engineering process to support extraction and detection of implied scenarios in concurrent systems. The main contribution of the work is to demonstrate how the concept of implied scenarios, which use thus far has been restricted to early phases of the software life-cycle, such as requirements elaboration and reliability prediction, can also be applied to support comprehension and testing of existing systems. The use of the proposed process and its support tools is illustrated through a case study, in which we were able to detect implied scenarios in a existing ecommerce web application. / Um cenário descreve como um ou mais componentes de um sistema interagem para oferecer um conjunto de funcionalidades. Devido a cada cenário representar apenas uma visão parcial do comportamento global do sistema, especificações baseadas em cenários podem esconder comportamentos inusitados, denominados cenários implícitos , não previstos nos cenários originais. A presença de cenários implícitos tanto pode indicar falhas na especificação do sistema, como comportamentos indesejados a serem evitados. Este trabalho propõe um processo de engenharia reversa para apoiar a extração e detecção de cenários implícitos em sistemas concorrentes. A principal contribuição do trabalho é permitir que os desenvolvedores se beneficiem do conceito de cenários implícitos, até então de uso restrito às fases iniciais do ciclo de vida de software, também para apoiar atividades de compreensão e teste de sistemas existentes. A utilização do processo e de suas ferramentas de apoio é ilustrada através de um estudo de caso, onde foram detectados cenários implícitos em uma aplicação web de comércio eletrônico.

Page generated in 0.0714 seconds