• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 250
  • 11
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 265
  • 153
  • 50
  • 49
  • 41
  • 38
  • 37
  • 33
  • 31
  • 27
  • 27
  • 25
  • 24
  • 23
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
61

Variabilidade espacial e padrões de coexistência do fitoplâncton em lagoas costeiras do sul do Brasil

Ribeiro, Karine Aparecida Félix January 2016 (has links)
Durante décadas, a visão prevalente em ecologia de microrganismos era de que os fatores ambientais locais seriam os únicos agentes estruturantes das comunidades e dos padrões de coexistência das espécies. Entretando, estudos recentes têm fornecido evidência de que processos ligados a dispersão possam ser tão importantes quanto o ambiente local na estruturação das comunidades, reacendendo o debate em torno da hipótese clássica sobre a ubiquidade dos microrganismos. Neste estudo, nós examinamos os padrões de coexistência do fitoplâncton e os possíveis determinantes da variação espacial na composição das comunidades em 9 lagoas do sul do Brasil. Nós testamos se as espécies fitoplanctônicas apresentam um padrão não aleatório de coexistência através de um modelo nulo e se distância espacial ou a distância ambiental possuem relação com a similaridade na composição das comunidades. Nós também investigamos se as variáveis ambientais locais são bons preditores da abundância das espécies. Na análise de coexistência, nós não observamos um padrão significativo de estruturação dentro das lagoas, mas encontramos um padrão não-aleatório e segregado das espécies ao longo das lagoas, indicando que as espécies coexistem menos do que o esperado ao acaso nesta escala. A similaridade na composição das comunidades mostrou correlação significativa com a distância ambiental, mas não foi correlacionada com a distância geográfica entre os sítios. Além disso, a variação na abundância das espécies apresentou correlação significativa com as variáveis ambientais locais (transparência da água, condutividade, nitrato e ortofosfato). Em conclusão, nossos resultados apoiam a visão de que a variação espacial do fitoplâncton é melhor explicada pelo ambiente local. Nós não testamos a influência de variáveis históricas e filogenéticas sobre esses padrões, que podem ser temas de estudos futuros, a fim de elucidar ainda mais essas questões. / For decades, the main hypothesis in microbial ecology was that local environment would be the only mechanism structuring communities and patterns of species coexistence. However, recent studies have provided evidence that processes related to dispersion can be as important as the local environment for shaping biological communities, stimulating new debates on the classical hypothesis about the ubiquity of microorganisms. In this study, we examined the phytoplankton coexistence patterns and possible determinants of spatial variation in community composition in 9 lakes of southern Brazil. First, we use a null model analysis for tested whether the phytoplankton species show a nonrandom pattern of coexistence. We also tested whether spatial distance or environmental distance act as potential factors controlling community composition. Finally, we investigated whether local environmental variables are good predictors of species abundance. We did not observe a significant pattern of coexistence species in the within-lakes analysis, but we found a nonrandom pattern of coexistence and segregation of species across-lakes analysis, indicating that the species coexist less than expected by chance on this scale. Phytoplankton community composition showed a strong positive correlation with the environmental distance but was not correlated with the geographical distance between sites. Moreover, the variation in the abundance of species showed significant correlation with local environmental variables (water transparency, conductivity, nitrate and orthophosphate). In conclusion, our results support the view that the spatial variation of phytoplankton is best explained by the local environmental conditions. We suggest that the influences of historical and phylogenetic variables on these patterns, here not measured, be analyzed in future studies, to further elucidate these questions.
62

Aspectos ecológicos e sua relação com o polimorfismo genético e a taxonomia convencional de cianobactérias da represa Billings / Ecological aspects and their relationship to genetic polymorphism and conventional taxonomy of cyanobacteria from Billings reservoir

Maíra Paula Tir Cortez 27 September 2013 (has links)
Com a rápida e desorganizada expansão humana o processo de eutrofização do complexo Billings está acelerado, afetando a dinâmica das comunidades aquáticas, em particular a fitoplanctônica. Uma das conseqüências da eutrofização são as florações de cianobactérias. Dentre os 150 gêneros de Cyanobacteria, cerca de 40 são produtores de toxinas (cianotoxinas). O reservatório Billings abrange áreas de 7 municípios e localiza-se a oeste da cidade de São Paulo, a 23º 47\' S e 46º e 40\' W, e a uma altitude de 746m. Seus usos incluem saneamento, geração de energia elétrica, lazer e abastecimento público. Este trabalho tem como objetivos principais: a) efetuar análises em duas coletas (época chuvosa e época seca) das varáveis físicas, químicas e biológicas da água em três pontos no complexo Billings e em três profundidades (superfície, meio e fundo) (Capítulo II), b) Identificar e quantificar a comunidade de cianobactérias em cada um dos pontos e relacionar a riqueza e abundância com a qualidade das águas (Capítulo II) e c) Analisar qualitativamente as cianobactérias presentes, com uso de técnicas de biologia molecular, incluindo polimorfismo genético (Capítulo III); d) Comparar os dados obtidos com as análises qualitativas tradicionais com os dados das análises moleculares, associados à diferentes amostragens e em épocas do ano distintas (Cápitulo IV). As concentrações de clorofila-a, fósforo total e oxigênio dissolvido não estão em conformidade com a resolução CONAMA nº357 para corpos hídricos classe II na maioria das amostras dos pontos analisados. As florações fitoplanctônicas, foram presentes neste estudo na represa Billings, apresentando altos biovolumes de cianobactérias (20568,5 µm3/mL no Ponto 1 em fevereiro de 2012) e de outros organismos fitoplanctônicos como os dinoflagelados (1000544 µm3/mL no Ponto 2 em fevereiro de 2012). Foram observadas florações do dinoflagelado Ceratium furcoides e da cianobactéria Microcystis aeruginosa em agosto e fevereiro, respectivamente, levando a preocupações com relação às condições tróficas do reservatório e aos potenciais prejuízos que estas espécies podem causar. O reservatório foi classificado entre supereutrófico e hipereutrófico, indicando forte degradação da qualidade das águas nos pontos amostrados. As análises moleculares não foram satisfatórias para a caracterização molecular das cianobactérias, pois as enzimas utilizadas para a digestão do DNA extraído e amplificado não encontraram o sítio para clivagem, sendo as adequações das reações e a utilização de outras enzimas as próximas etapas deste trabalho / With the rapid expansion and disorganized human process of eutrophication complex Billings is accelerated, affecting the dynamics of aquatic communities, particularly the phytoplankton. One consequence of eutrophication are cyanobacterial blooms. Among the 150 genera of Cyanobacteria, about 40 are producers of toxins (cyanotoxins). The Billings reservoir covers seven counties and areas located west of the city of São Paulo, at 23 º 47 \'S and 46 º 40\' W, at an altitude of 746m. Its uses include sanitation, power generation, recreation and public supply. This work has as main objectives: a) conduct analyzes in two samples (wet season and dry season) variables of the physical, chemical and biological characteristics of water at three points in the complex Billings and three depths (surface, middle and bottom) (Chapter II ), b) Identify and quantify the community of cyanobacteria in each of the points and relate the richness and abundance with water quality (Chapter II) and c) analyze qualitatively the cyanobacteria present, using molecular biology techniques, including genetic polymorphism (Chapter III); d) Compare the data obtained with the traditional qualitative analyzes with data from molecular analyzes, associated with different samples and different seasons (Chapter IV). The concentrations of chlorophyll-a, total phosphorus and dissolved oxygen are not in accordance with the Resolution CONAMA 357 for class II water bodies in most of the samples analyzed points. The phytoplankton blooms were present in this study in the Billings, showing high biovolumes cyanobacterial (20,568.5 μ m3/mL at Point 1 in February 2012) and other organisms as phytoplankton dinoflagellates (1000544 μ m3/mL at Point 2 in February 2012). Were observed blooms of the dinoflagellate Ceratium furcoides and the cyanobacterium Microcystis aeruginosa in August and February, respectively, leading to concerns in relation to trophic conditions of the reservoir and the potential damage that these species can cause. The reservoir was ranked among supereutrophic and hypertrophic, indicating strong degradation of water quality in the sampled points. Molecular analyzes were not satisfactory for the molecular characterization of cyanobacteria, as the enzymes used for digestion of DNA extracted and amplified not find the site for cleavage, and the adequacy of the reactions and the use of other enzymes the next steps of this work
63

Controle da dinâmica Botton-up e Top-down do bacterioplâncton em reservatórios de região semiárida

Oliveira, Iara Bezerra de 26 June 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2015-09-25T12:23:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 PDF - Iara Bezerra de Oliveira.pdf: 1487368 bytes, checksum: c1ade995803ef3483fdb1dad1f29ec47 (MD5) Previous issue date: 2014-06-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / There are several factors that influence the abundance and biomass bacterioplankton and their interactions in the plankton, among them, the inorganic and organic components, apart from the competition with phytoplankton and zooplankton predation by. Thus, the overall goal of this dissertation is to understand the dynamics of top-down and bottom-up control in bacterioplankton community structure in aquatic ecosystems located in the semiarid region. To this, were examined: i) the upward control (bottom-up) via the drivers of organic and inorganic bacterioplankton community biomass nutrients; ii) control by predation (top-down) and the competition in the semi-arid reservoirs through the relationship between communities (phytoplankton, bacterioplankton, zooplankton). Data were collected in the reservoir Poções and Camalaú, both located on the upper course of river Paraíba, Brazil. With fortnightly collections were conducted in two hydrological periods in 2012: April (dry season in the region) and June (rainy season in the region). In each shell collections occurred at two stations: Station 1- near the entrance of the main tributary (river Paraíba) and Station 2- next to the embankment of the reservoir and, at each station, water samples were collected for physical and chemical analysis and bacterioplankton, besides the realization of measures of primary productivity of phytoplankton. Zooplankton samples were collected by filtering 25 liters of water, plankton net. The data set shows that there is a positive correlation between the biomass of bacteria free and total phosphorus concentration (r 2 =0,14; p <0,05) , total nitrogen (r 2 = 0,10; p <0,05) and net primary production (r 2 = 0,14; p < 0,05) in the studied reservoirs. However, for shells with lower trophic level showed a strong negative correlation (r = -0,54; p< 0,05 ). The zooplankton groups, Rotifera and Cladocera showed a strong negative correlation with the biomass of bacterioplankton in the reservoirs of the semiarid region (r = -0,45; p< 0,05 ). The trophic status is an important factor in determining the dynamics and control of bacterioplankton community in the semiarid region reservoirs factor, where in eutrophic reservoirs considered a contole of combined (Bottom -up and Top -down) while on vessels with lesser degree occurs trophic who determines the biomass of the bacterial community is the bottom- up effect. We can conclude that the relationship between bacteria, phytoplankton and zooplankton in tropical systems are strong, but dependent on the type of aquatic system and its trophic state. Phytoplankton influences on bacterial dynamics through excretion of organic carbon and zooplankton through direct predation. In general, local factors such as availability of organic carbon, nutrients and presence of predators are sufficient to determine the structure of the microbial food web in the semiarid region systems. / Diversos são os fatores que influenciam a abundância e biomassa bacterioplanctônica e suas interações no plâncton, dentre eles, os componentes inorgânicos e orgânicos, além da competição com o fitoplâncton e a predação pelo zooplâncton. Desse modo, o objetivo geral desta dissertação é compreender a dinâmica do controle top-down e bottom-up na estrutura da comunidade bacterioplanctônica em ecossistemas aquáticos localizados na região semiárida. Para isso, foram analisados: i) o controle ascendente (Bottom-up) através dos nutrientes orgânicos e inorgânicos direcionadores da biomassa da comunidade bacterioplantônica; ii) o controle por predação (Top-down) e a competição em reservatórios do semiárido através da relação entre as comunidades fitoplanctônica, bacterioplanctônica e zooplanctônica. A amostragem foi realizada nos reservatórios de Poções e Camalaú, ambos inseridos no alto curso do rio Paraíba, semiárido brasileiro. Foram realizadas coletas com intervalos quinzenais em dois períodos hidrológicos no ano de 2012: abril (período de menor volume hídrico) e junho (período de maior volume hídrico). Em cada reservatório as coletas ocorreram em duas estações: estação 1 - próxima à entrada do principal tributário (rio Paraíba) e estação 2 - próxima ao talude do reservatório e, em cada estação, foram coletados amostras de água, para análises físicas e químicas e do bacterioplâncton, além da realização de medidas de produtividade primária do fitoplâncton. As amostras do zooplâncton foram coletas pela filtragem de 25 litros de água, em rede de plâncton. O estado trófico é um fator importante para determinar a dinâmica e o controle da comunidade bacterioplanctônica em reservatórios da região semiárida, onde, em reservatórios considerados eutróficos, ocorre um controle do tipo combinado (Bottom-up e Top-down), enquanto em reservatórios com menor grau de trofia (Camalaú) quem determina a biomassa da comunidade bacteriana é o efeito bottom-up. O conjunto de dados mostra que existe uma correlação positiva entre a biomassa de bactérias livres e a concentração de fósforo total (r 2 =0,14; p<0,05), nitrogênio total (r =0,10; p<0,05) e produção primária líquida (r 2 =0,14; p<0,05) nos dois reservatórios estudados. Porém, para os reservatórios com menor grau de trofia a produção primária líquida apresenta uma forte correlação negativa (r 2 = -0,54; p <0,05). Os grupos zooplanctônicos, Rotífera e Cladocera, apresentaram uma forte correlação negativa com a biomassa do bacterioplâncton nos reservatórios da região semiárida (r 2 = -0,45; p<0,05). Podemos concluir que as relações entre as bactérias, fitoplâncton e zooplâncton são fortes nos sistemas tropicais, mas dependentes do tipo de ecossistema aquático e seu estado trófico. O fitoplâncton parece influenciar na dinâmica bacteriana através da excreção de carbono orgânico, e o zooplâncton através da predação direta. Em geral, fatores locais como disponibilidade de carbono orgânico, nutrientes e presença de predadores são suficientes para determinar a estrutura da cadeia trófica microbiana em sistemas de região semiárida.
64

Relação produtividade-diversidade em comunidade fitoplanctônica de reservatórios do semiárido nordestino do Brasil

Costa, Davi Freire da 20 February 2014 (has links)
Submitted by Jean Medeiros (jeanletras@uepb.edu.br) on 2016-02-26T16:13:41Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) PDF - Davi Freire da Costa.pdf: 2571712 bytes, checksum: be45e4292a08c1468d138495e0068e73 (MD5) / Approved for entry into archive by Secta BC (secta.csu.bc@uepb.edu.br) on 2016-03-10T15:13:54Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) PDF - Davi Freire da Costa.pdf: 2571712 bytes, checksum: be45e4292a08c1468d138495e0068e73 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-10T15:13:54Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) PDF - Davi Freire da Costa.pdf: 2571712 bytes, checksum: be45e4292a08c1468d138495e0068e73 (MD5) Previous issue date: 2014-02-20 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / The relationship between ecosystem productivity and biological diversity or PDR (English "productivity-diversity relationships") has become a research area in ecology that has contributed to increasing knowledge about the functioning of ecosystems. Ecologists have found variations in the shape of PDR, such as positive or negative linear, unimodal “humpshaped” or "U-shaped" and unrelated described. There is evidence that PDR is positive linear in regional scale and unimodal in local scale when the regional dissimilarity in species composition increases with productivity in lagoon systems. However, there are in literature, variations in the PDR in phytoplankton on a local scale, which allows us to suggest that environmental factors may affect this relationship locally. Reservoirs are spatially heterogeneous ecosystems, since they have compartments with conditions ranging from lentic in dam until lotic in tributary. This study aimed to: assess the shape of the PDR in phytoplankton reservoirs in local (compartments) and regional (reservoirs) scale; assess the relationship between regional dissimilarity in species composition and regional average productivity; and test the potential of environmental factors such as productivity measures and other physical and chemical factors as descriptors of phytoplankton diversity on scale spatial adopted. For this, were chosen 23 sampling points distributed in seven reservoirs located in the watershed of the river Paraíba, semi-arid northeast of Brazil. Samples were collected at these points to determine the availability of nutrients (total nitrogen, ammonia, nitrite, nitrate, orthophosphate and total phosphorus), phytoplankton biomass and richness. It was used the nutrient availability and phytoplankton biomass as measures of productivity and species richness as a measure of diversity. Some physical and chemical factors of water, such as temperature, pH, conductivity, turbidity, dissolved oxygen, total dissolved solids and salinity were obtained from field equipment. Regression analyses were performed to verify the shape of the relationship between measures of productivity and diversity, and between regional dissimilarity in species composition and the regional average productivity. Generalized linear models analyses were done to test the potential of environmental factors as descriptors of the richness of phytoplankton. The shape of the PDR did not vary with spatial scale, linear negative and unimodal relationships were observed. The regional dissimilarity decreased with the regional average productivity. The models indicated that local richness was influenced by physical and chemical factors besides productivity measures. It was concluded that the form of PDR was independent of spatial scale using reservoirs as units of study, situation attributed to the effect of eutrophication on reducing the differences between the species composition of the compartments within each reservoir, generating losses in the diversity of these ecosystems. Furthermore, analysis of the models showed indications that the PDR on a local scale can be influenced by physical and chemical environmental factors. / A relação entre a produtividade do ecossistema e diversidade biológica ou PDR (do inglês “productivity-diversity relationships”) tornou-se uma área de pesquisa em ecologia que tem contribuído cada vez mais para o conhecimento sobre o funcionamento dos ecossistemas. Os ecologistas têm verificado variações na forma desta PDR, tais como linear positiva ou negativa, unimodal em forma de “corcunda” ou em forma de “U” e sem relação descrita. Existem evidências que a PDR é linear positiva em escala regional e unimodal em escala local quando a dissimilaridade regional na composição de espécies aumenta com a produtividade em sistemas lagunares. No entanto, encontram-se na literatura, variações na forma da PDR em fitoplâncton na escala local, o que permite sugerir que fatores ambientais podem interferir localmente nesta relação. Reservatórios são ecossistemas espacialmente heterogêneos, pois apresentam compartimentos com condições que variam de lêntica na barragem até lótica nos rio tributário. Este trabalho objetivou: avaliar a forma da PDR em fitoplâncton de reservatórios em escala local (compartimentos) e regional (reservatórios); avaliar a relação entre a dissimilaridade regional na composição de espécies e produtividade média regional; e testar o potencial de fatores ambientais, tais como medidas de produtividade e outros fatores físicos e químicos como descritores da diversidade fitplanctônica nas escalas espaciais adotadas. Para isto, foram escolhidos 23 pontos de amostragem distribuídos em sete reservatórios localizados na bacia hidrográfica do rio Paraíba, semiárido nordestino do Brasil. Amostras foram coletadas nestes pontos para determinação da disponibilidade de nutrientes (nitrogênio total, amônia, nitrito, nitrato, fósforo total e ortofosfato), biomassa e riqueza fitoplanctônica. Utilizou-se a disponibilidade de nutrientes e biomassa fitplanctônica como medidas de produtividade e a riqueza de espécies como medida de diversidade. Alguns fatores físicos e químicos da água, tais como temperatura, pH, condutividade elétrica, turbidez, oxigênio dissolvido, sólidos totais dissolvidos e salinidade foram obtidos através de equipamento de campo. Análises de regressão foram feitas para verificar a forma da relação entre as medidas de produtividade e a diversidade, e entre a dissimilaridade regional na composição de espécies e a produtividade média regional. Análises de modelos lineares generalizados foram feitas para testar o potencial de fatores ambientais como descritores da riqueza fitoplanctônica. A forma da PDR não variou com a escala espacial, foram observadas relações lineares negativas e unimodais. A dissimilaridade regional diminuiu com a produtividade média regional. Os modelos indicaram que a riqueza local foi influenciada por fatores físicos e químicos além das medidas de produtividade. Conclui-se que a forma da PDR foi independente da escala espacial utilizando reservatórios como unidades de estudo, situação atribuída ao efeito da eutrofização em reduzir as diferenças entre a composição de espécies dos compartimentos dentro de cada reservatório, gerando perdas na diversidade destes ecossistemas. Além disso, a análise dos modelos mostraram indícios que a PDR em escala local pode ser influenciada por fatores físicos e químicos do ambiente.
65

Contribuição ao estudo da variação sazonal do fitoplâncton da represa Billings-São Paulo / Contribution to the study of the seasonal variation of the phytoplankton of Billings\' dam, Sao Paulo

Miriam Borges Xavier 25 June 1979 (has links)
Coletas de amostras de água para o estudo do fitoplâncton foram feitas, quinzenalmente, de outubro de 1977 a setembro de 1978, na Represa Billings, em São Bernardo do Campo, Estado de São Paulo. Foram amostrados dois locais: estação 1, no braço do Rio Grande e estação 2, no braço do Rio Pequeno. Procurou-se efetuar um estudo sazonal característico de clima tropical e subtropical ao abranger períodos consecutivos de chuva e estiagem. A distribuição do \"standing-stock\" do fitoplâncton foi feita por contagem de organismos em UPA/ml e por determinação da clorofila a. Procurou-se relacionar os resultados obtidos referentes ao fitoplâncton com as variáveis fÍsicas e químicas estudadas, quais sejam: temperatura, cor, turbidez, transparência, condutividade elétrica, pH, oxigênio dissolvido, oxigênio consumido, amônia, nitrito, fosfato e sílica. O máximo quantitativo da população fitoplanctônica foi encontrado no período de estiagem. Qualitativamente, foi obtido no período de chuva. Geralmente, predominaram Mougeotia sp. (Chlorophyceae) na estação 1 e Microcystis aeruginosa (Cyanophyceae) na estação 2, ambas apresentaram variação sazonal acentuada, o que nao aconteceu com as Euglenophyceae, as Chrysophyceae e as Dinophyceae. A temperatura influencia a distribuição quantitativa do fitoplâncton; quando foram registradas temperaturas altas a abundância de fitoplâncton foi menor. Nas estações estudadas, os teores de amônia e nitrato apresentaram variação sazonal acentuada, sendo máximos no período de estiagem. Portanto, houve coincidência no desenvolvimento quantitativo do fitoplâncton e nutrientes (amônia e nitrato). Houve uma correspondência evidente entre os picos de oxigênio dissolvido e a porcentagem de saturação desse gás na água com o pico de fitoplâncton total, evidenciando a contribuição de oxigênio pela fotossíntese. Os dados obtidos referentes ao \"standingstock\" de fitoplâncton (clorofia a e contagem de organismos), nutrientes (amônia e nitrato) e oxigênio consumido indicam que a Represa Billings constitui um ambiente eutrófico. / Phytoplankton samples were collected every two weeks at two stations for a period of one year (Oct., 1977 - Sept., 1978). The station 1 is located at Rio Grande and station 2 at Rio Pequeno in the Billings Reservoir, São Bernardo do Campo, State of São Paulo. The standing stock of the phytoplankton was determined by organisms counting and chlorophyll-a determination. An attempt was made to correlate phytoplankton with environmental factors, such as: tide, temperature, color, turbidity, water transparence, electric condutivity, pH, dissolved oxygen, consumed oxygen, ammonia, nitrits, nitrates, phosphates and silica. The phytoplankton consisted mainly of Mougeotia sp. (Chlorophyceae) at station 1 and Microcytis aeruginosa (Cyanophyceae) at station 2. Both groups showed a marked seasonal variation, but Euglenophyceae, Chrysophyceae, and Dinophyceae did not show this pattern. The maximum of phytoplankton was recorded during the draught season. Qualitatively, however, the phytoplankton maximum was recorded during the rainy season. It was also noted an influence of the temperature over the quantitative distribution of the phytoplankton; at high temperatures the phytoplankton abundance was less significant. The ammonia and nitrates concentrations also showed a marked seasonal variation, their peaks attained during the drought period. Therefore, there was a coincidence in the quantitative development of phytoplankton and the amount of nutrients (ammonia and nitrates). The peaks of the dissolved oxygen content of the water, and of the oxygen saturation values were very much related to the phytoplankton peak, showing the oxygen contribution by photosinthesis. The data obtained which refer to the standing stock of phytoplankton (chlorophyll-a and organism counting), nutrients (ammonia and nitrate) and the consumed oxygen indicate that the Billings Reservoir constitutes an eutrophic environment.
66

Distribuição espacial e mudanças temporais da comunidade fitoplanctônica no Reservatório do Lobo (Itirapina - SP) / not available

Davi Perez de Carvalho 14 February 2003 (has links)
O Reservatório do Lobo, inserido no APA de Corumbataí, Município de Itirapina, faz parte do sistema Jacaré Guaçú. Este sistema, nas últimas décadas, tem sofrido impactos antrópicos significativos. Apesar deste fato, o trabalho desenvolvido (coletas mensais em nove estações no Reservatório do Lobo), com coleta de dados a respeito das variáveis físicas, químicas e biológicas, entre os meses de junho de 1999 a maio de 2000, demonstrou que este sistema ainda apresenta uma comunidade fitoplanctônica semelhante à observada em trabalhos anteriores. As mudanças nesta comunidade estão ligadas às funções de forças físicas que atuam no sistema, principalmente a temperatura e aos regimes hidrológicos. O reservatório pôde ser caracterizado em dois compartimentos: o inferior (mais profundo, com a coluna d\'água mais homogênea) e o superior (entrada dos principais afluentes, com bancos de macrófitas). A Bacillariophyceae Aulacoseira distans predominou nos três primeiros meses (junho a agosto de 1999), favorecida pela transparência e mistura da coluna d\'água. A espécie Aphanocapsa delicatissima (Cyanophyceae), nos meses posteriores (setembro a dezembro de 1999) substituiu em densidade aquela espécie, devido ao aumento da temperatura na coluna d\'água, às estratificações e à diminuição da concentração de nutrientes (especialmente fósforo). A espécie Cyclotella stelligera (Bacillariophyceae) predominou junto de Aphanocapsa delicatissima, em densidade (janeiro/2000), devido ao fato de ser eficiente competidora. A classe Chlorophyceae predominou em densidade no período chuvoso (fevereiro a março de 2000), representada pelos táxons Coelastrum reticulatum e Chlorela vulgaris. A Cyanophyceae Aphanocapsa delicatissima voltou a predominar em densidade nos dois últimos meses (abril a maio de 2000), em relação à densidade, devido ao aumento da insolação e, conseqüentemente, à ocorrências de períodos de estratificações durante o período de estudo. As espécies Aulacoseira distans, Coelastrum reticulatum e Aulacoseira granulata var. granulata foram os táxons predominantes em relação ao biovolume. Os táxons predominantes no período de estudo apresentaram a seguinte composição, quanto às suas estratégias de sobrevivência: R (Aulacoseira ditans) &#8594 CS (Aphanocapsa delicatissima) &#8594 CR (Cyclotela stellygera e Coelastrum reticulatum) &#8594 CS (Aphanocapsa delicatíssima) /CR (Coelastrum reticulatum). Essas estratégias indicam um ambiente em constante transição entre períodos de estratificação e mistura. Ao se analisar a composição fitoplanctônica por grandes grupos, a seqüência de transição destes mostra um ambiente tipicamente mesotrófico. / The Reservoir of the Lobo inserted in APA (protection environmental of area) of Corumbataí, Municipal district of Itirapina, is part of the system Jacaré Guaçú. This system, in the last decades, it has been suffering impacts significant antropics. In spite of this fact, the developed work (monthly collections in nine stations in the Reservoir of the Wolf), with collection of data regarding the physical variables, chemistries and biological, among the months of june of 1999 to may of 2000, demonstrated that this system introduces a community observed similar phytoplankton her in previous works. The alterations in the community are linked to the functions of physical forces that act in the system, mainly temperature and cycles hidrologics. The horizontal distribution was verified forming two compartments; the inferior (deeper and homogeneous) and the superior (the flowing principal entrance, with macrófitas banks). Aulacoseira distans (Bacillariophyceae) it prevailed in the first three months (June to August of 1999), favored by the transparency and it mixes of the column of water. Aphanocapsa delicatissima (Cyanophyceae), in the subsequent months (September to December of 1999) it substituted in density that species, due to increase of the temperature in the column of water, beddings and the decrease of nutritious (specially match). Cyclotella stelligera prevailed Aphanocapsa delicatissima near in density (January of 2000), should be this species efficient competitor. The class Chlorophyceae prevailed in density in the rainy period (February to March of 2000), represented by the taxon Coelastrum reticulatum and Chlorella vulgaris. Aphanocapsa delicatissima prevailed in density in the last two months again (April to May of 2000) in relation to density, due to the increase of the heatstroke and, consequently, to periods of beddings. During the study period, Aulacoseira distans, Coelastrum reticulatum and (Continuing) Aulacoseira granulata were predominant taxons in relation to the biovolume. The predominant taxons in the study period, presented the following composition, with relationship to your survival strategies: R (Aulacoseira distans) &#8594 CS (Aphanocapsa delicatissima) &#8594 CR (Cyclotela stellygera and Coelastrum reticulatum) &#8594 CS (Apahnocapsa delicatissima) /CR (Coelastrum reticulatum). These strategies indicate atmosphere in constant transition among bedding periods and it mixes and when analyzing the composition phytoplankton for great groups, the sequence of transition of these, display environmental typically mesotrophic.
67

Análise da composição, abundância e distribuição da comunidade fitoplanctônica nos reservatórios do sistema em cascata do Médio e Baixo rio Tietê/SP / Analysis of composition, abundance and distribution of phytoplanctonic community at Medium and Low Tietê river cascade system reservoirs

Lima, Diana de 02 April 2004 (has links)
Com a finalidade de atender a demanda energética, muitos reservatórios foram construídos no Brasil e, notadamente na região Sudeste, as construções das barragens não somente atenderam aos usos múltiplos (geração de energia, irrigação, lazer e abastecimento público), como também foram elementos propulsores da economia regional, contribuindo para a expansão das atividades industriais e rurais, bem como, um desordenado crescimento urbano. Em conseqüência da falta de planejamento, áreas naturais foram desmatadas, sendo substituídas por formas de plantio inadequadas e por projetos de especulação imobiliária não condizentes com a sustentabilidade ambiental. No decorrer das últimas décadas, os impactos aumentaram em magnitude e extensão, ocasionando sérios problemas aos recursos hídricos, culminando em conflitos pelo uso da água. Dentro deste contexto, destaca-se o rio Tietê, o qual percorre importantes cidades e extensas áreas rurais no Estado de São Paulo, sendo que, neste longo percurso, recebe a contribuição de diversos tributários (poluídos ou não) e efluentes urbanos, industriais e aqueles derivados de fontes não pontuais, além do processo de fragmentação que foi instalado a partir da construção de inúmeras barragens. De forma conjunta, todos os fatores promoveram alterações significativas no sistema e, procurando avaliar a situação atual dos reservatórios, desenvolveu-se uma pesquisa direcionada à análise da composição, densidade e distribuição da comunidade fitoplanctônica e sua relação com as variáveis limnológicas, climatológicas e hidrodinâmicas dos reservatórios da Barra Bonita, Bariri, Ibitinga, Promissão, Nova Avanhandava, Três Irmãos, além dos rios Tietê e Piracicaba e parte do rio Paraná (reservatório de Jupiá e a Jusante do reservatório de Ilha Solteira). Para tanto, foram realizadas coletas nos meses de fevereiro, maio, julho e outubro de 2000 e os resultados obtidos demonstram uma elevada concentração de nutrientes, com redução na seqüência dos reservatórios, além da variabilidade temporal, com efeito significativo da precipitação no transporte de materiais, promovendo alterações no estado trófico de cada sistema. A disponibilidade de nutrientes, transparência da água, vazão e tempo de residência, associados aos fatores climatológicos, foram elementos importantes no estabelecimento das populações, influenciando a composição, densidade e distribuição da comunidade fitoplanctônica, a qual apresentou maior dominância das classes Cyanophyceae e Chlorophyceae, com maior contribuição em densidade e riqueza de espécies, respectivamente. / For the purpose to attend the energy requirement, many reservoirs had been constructed in Brazil, and mostly in Southeast, the barrages construction not only attended to the multiple uses (energy generation, irrigation, leisure and public supply) but were propellant elements for the regional economy, contributing to the expansion of industrial and rural activities, as well as to an disarranged urban development. In consequence of the absence of planning, natural areas had been cleared and replaced by inadequated types of plantation and by land speculation projects not suitable to the environmental sustainability. During the last decades, the impacts increased in magnitude and extension, causing serious problems to the water resources, culminating with disagreements with regards to the water utilization. In this context, Tietê River should be pointed out, since it goes through important cities and large rural areas of São Paulo State and receives, through this long route, the contribution of several tributaries (contaminated or not) and urban, industrial and other effluents, derivated from not punctual sources, besides the calving that occurred after the construction of countless barrages. Conjunctly, all the factor promoted expressive alterations in the system. Aiming to evaluate the actual reservoir situation, a research was developed, focalizing the analysis of composition, density and distribution of the planctonic community and their relationship with limnological, climatic and hydrodinamical variables from Barra Bonita, Bariri, Ibitinga, Promissão, Nova Avanhandava, and Três Irmãos reservoirs, besides Tietê and Piracicaba rivers and part of Paraná River (Jupiá Reservoir, downstream Ilha Solteira Reservoir). For this, collections had been accomplished in February, March, May, July and October 2000. The results demonstrated a high nutrient concentration, which reduces through the reservoir sequence, besides the temporal variability, with significant effect of precipitation in the material transportation, promoting alterations in the trophic condition of each system. Nutrient availability, water transparency, flow, and residence time, associated to the climatic factors, were important elements in the populations establishment, influencing composition, density and distribution of the planctonic community, which presented highest dominance of Cyanophyceae and Chlorophyceae classes, with highest density and species richness contribution, respectively.
68

A influência do gradiente hidrológico sobre a densidade planctônica, durante maré de sizígia, na baía de todos os santos, bahia.

Ferreira, Ramon Mendes 11 March 2015 (has links)
Submitted by Gisele Mara Hadlich (gisele@ufba.br) on 2018-04-23T15:08:48Z No. of bitstreams: 1 DISSERTA_RAMON_FINAL.pdf: 1216560 bytes, checksum: 79bad3ea47bcd004185455243980a8a0 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-23T15:08:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTA_RAMON_FINAL.pdf: 1216560 bytes, checksum: 79bad3ea47bcd004185455243980a8a0 (MD5) / Estudos com o plâncton são fundamentais para o aumento da compreensão sobre o funcionamento do ambiente pelágico, e por isto seu uso como objeto de estudo é amplo na literatura. Sendo a distribuição espaço-temporal dos organismos planctônicos limitada principalmente pela temperatura, salinidade e disponibilidade de alimento, o presente trabalho busca verificar a existência de variações espaço-temporais no biovolume e na densidade planctônica e relacionar estas variações com a hidrologia da Baía de Todos os Santos (BTS). Para isso, foram realizadas coletas bimensais na BTS, entre fevereiro/2013 e dezembro de 2013, em 4 estações de amostragem. Em cada ponto, foram coletados in situ dados de temperatura, salinidade e transparência, amostras de água para determinação de oxigênio dissolvido, pH, clorofila-a e nutrientes, e amostras de plâncton, para determinação do biovolume e densidade. Foi verificado que as maiores densidades de fito, zoo e ictioplâncton foram registradas durante as campanhas 3, 4 e 6, onde predominou a água Costeira, massa de água que apresentou maior temperatura, turbidez, concentração de nitrito, nitrato, fósforo, sílica e clorofila-a. Além disso, foi determinado que a abundância de fito, zoo e ictioplâncton (ovos e de larvas de peixes), aumentam da zona costeira em direção ao interior da BTS, indicando a importância das áreas estuarinas como local de desova e de crescimento de peixes. Esse estudo contribuirá no estabelecimento de um monitoramento, à longo prazo, das variáveis hidrológicas e biológicas da BTS, de forma que possamos verificar impactos decorrentes de mudanças climáticas naturais ou alterações causadas pelo homem.
69

Remote sensing of chlorophyll-a concentration based on absorption coefficients in Ibitinga reservoir /

Andrade, Caroline Piffer de. January 2018 (has links)
Orientador: Enner Herenio de Alcântara / Banca: Thanan Walesza Pequeno Rodrigues Guimarães / Banca: Luis Henrique da Silva Rotta / Resumo: O presente estudo objetivou estimar as concentrações de clorofila-a (Chl-a) no reservatório da usina hidroelétrica de Ibitinga (RHI), localizado no Rio Tietê, estado de São Paulo, Brasil, por meio de coeficientes de absorção obtidos via algoritmos quase-analíticos (QAAs). Para isso, realizou-se uma caracterização bio-ótica e biogeoquímica do RHI, por meio de dados espectrais e de qualidade da água coletados em dois trabalhos de campo, conduzidos em Julho de 2016 e Junho de 2017. Os desempenhos das versões originais QAAV5 e QAAV6 em estimar as propriedades óticas inerentes (POIs) no RHI foram avaliados. Versões re-parametrizadas para dois reservatórios localizados no sistema em cascata do Rio Tietê, QAABBHR e QAAOMW, foram também testadas para a área de estudo. Além disso, foram avaliadas as performances de esquemas compostos pelas versões do QAA já mencionadas, seguidas por quatro modelos para estimativa de Chl-a, os quais utilizam coeficientes de absorção como dados de entrada. A distribuição espacial das concentrações de Chl-a foi analisada por meio da aplicação desses esquemas em uma imagem do sensor Ocean and Land Colour Instrument (OLCI) instalado a bordo do satélite Sentinel-3A, com aquisição coincidente com o segundo trabalho de campo realizado na área de estudo. A caracterização bio-ótica demonstrou variabilidade espacial e temporal dos constituintes oticamente significativos (COSs) no RHI, com predominância da absorção pelo material orgânico colorido dissolvido (CDOM... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This research was aimed at retrieving chlorophyll-a (Chl-a) concentrations in Ibitinga Hydroelectric Reservoir (IHR), located at Tietê River, São Paulo State, Brazil, using absorption coefficients obtained via Quasi-analytical algorithms (QAAs). For this purpose, a bio-optical and bio-geochemical characterization of IHR was carried out, through spectral and water quality data collected in two field campaigns conducted in July, 2016 and June, 2017. The suitability of two QAA native forms (QAAV5 and QAAV6) in retrieving inherent optical properties (IOPs) in IHR was assessed. Versions re-parameterized for two reservoirs also located in the Tietê River cascading system, QAABBHR and QAAOMW, were also tested for the study area. Besides that, the performances of schemes composed by the QAA versions already mentioned followed by four models that use absorption coefficients as inputs for estimating Chl-a concentration in Ibitinga Reservoir were evaluated. Spatial distribution of Chl-a in the reservoir was analyzed, since these schemes were applied in an image of the Ocean and Land Colour Instrument (OLCI) sensor onboard Sentinel-3A satellite, with acquisition date coincident with the second field campaign. The bio-optical characterization showed spatial and temporal variability of optically significant constituent (OSC) in IHR and colored dissolved organic matter (CDOM) predominance in its absorption budget. None of the QAA versions tested for the first dataset was completely satisfac... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
70

Diversidade e variação espacial e temporal do fitoplâncton no lago das Tartarugas, Parque Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Domingues, Carolina Davila January 2009 (has links)
Resumo não disponível.

Page generated in 0.0278 seconds